Archive

Arquivo por Autor

Welcome Mike Babcock!

quinta-feira, 21 maio 2015 Deixe um comentário

Ontem o mercado da NHL recebeu uma notícia que muitos comentaristas e analistas especializados estavam esperando ou até mesmo julgavam ser possível! Mike Babcock foi anunciado como o 30º técnico (Head Coach) da história dos Leafs.

Ninguém acreditava muito que Babcock viria aos Leafs e até mesmo os Leafs mantinham conversas com Guy Boucher, que chegou a ir da Suíça à Toronto, mas acredito que Babcock surpreendeu a todos, aceitando a proposta de Toronto! Parece que outras propostas tinham o mesmo valor financeiro, mas por mais anos de contrato.

Mike Babcock é considerado como o melhor técnico da atualidade e após passar do Anahein Ducks aos Detroit Red Wings, 10 anos atrás, manteve os Red Wings nos playoffs durante todo esse tempo e venceu uma Stanley Cup. Ele também levou a seleção canadense à medalha de ouro nas olimpíadas de inverno de Vancouver! 

Babcock é canadense, nativo de Ontario, e imagina-se que três fatores tenham atraído seu interesse em fechar com os Leafs, quando várias outras equipes o estavam cortejando (St. Louis, Buffalo, o próprio Detroit, San Jose, etc):
– o valor de seu salário, que é o maior da história para um técnico da NHL. O contrato fechado foi de 50 milhões de dólares por 8 anos de contrato,  de 6,25 milhões de dólares por ano! 

– toda a atenção que os Leafs, a equipe mais rica da liga, recebe da mídia. Para ter uma idéia, ontem a MLSE (Maple Leafs Sports & Entertainment), também dona dos Leafs, anunciou a compra do time da liga canadense de futebol americano, Toronto Argonauts e, no momento da coletiva de imprensa, a notícia de Babcock acabou dominando a coletiva.

– o desafio de reconstruir a equipe de Toronto e levá-la à Stanley Cup, que os Leafs não vencem desde 1967! Ao conseguir esse feito, Babcock será imortalizado!

Hoje ocorre a coletiva de imprensa às 11h00 de Toronto.

Agora a atenção dos Leafs se volta a encontrar um Gerente Geral e, com o chamariz de ter Babcock, creio que o interesse nos Leafs também aumentará no mercado de GMs.

Seja bem-vindo Mike Babcock, toda a Leafs Nation está excitada com essa contratação e depositando todo o nosso apoio pra o seu trabalho na reconstrução da equipe mais amada da NHL. 

Parabéns Brendan Shanahan! A envergadura financeira dos Leafs permitiu essa sua jogada de mestre para atrair Babcock! 

Como anda a reconstrução dos Leafs

quarta-feira, 20 maio 2015 Deixe um comentário

De acordo com as notícias da mídia canadense, os Leafs continuam em busca de um novo General Manager, um técnico para a equipe da NHL, assim como técnicos assistentes, técnico de goleiros e profissionais para fazer o scouting de novos jogadores (olheiros). 

Ontem também foi divulgado por Kyle Dubas de que o técnico e assistentes dos Toronto Marlies também foram retirados de seus cargos.

Entre os nomes cotados e procurados pelos Leafs para técnico na NHL está Mike Babcock, que deve decidir o seu futuro em breve. Ele tem conversado com diversas equipes, entre elas os Leafs e os Sabres. Todd McLellan, ex-técnico dos Sharks, que era uma opção, acabou de assinar com os Oilers. Alguns times têm trazido técnicos de ligas menores para suas equipes, como é o caso dos Flyers, que assinaram com um técnico de uma das Universidades americanas. 

Aparentemente os Leafs estão sendo cuidadosos em sua reconstrução e pretendem se tornar uma equipe que, desde suas categorias de base, seja uma formadora de talentos, não somente no gelo, mas também no corpo técnico. Querem evitar de ceder escolhas de draft por contratarem técnicos ou General Managers de outras equipes.

Não sei se Babcock fechará com os Leafs e não sei se ter Babcock numa equipe em reconstrução é algo bom. Além dele existem algumas opções como Peter DeBoer, que já comandou o New Jersey Devils, e Guy Boucher, que já comandou o Tampa Bay Lightning. 

Ainda temos um mês e 10 dias para o final dos contratos e início de período de contratações na NHL, talvez vejamos os Leafs com alguma notícia em breve, pois já possuir um GM e um técnico no momento do draft é muito importante na tomada de decisões envolvendo a contratação e negociação de jogadores. 

Aliás, o draft é uma grande incógnita! Os Leafs possuem a quarta escolha, mas não se sabe quem vai estar disponível e qual será a escolha dos Leafs, se Noah Hanifin, um defensor promissor, ou Dylan Strome, um central de futuro! 

Assim que houver mais notícias, volto a postar aqui! 

Go Leafs Go!!

Leafs no draft 2015

quarta-feira, 22 abril 2015 Deixe um comentário

Após o término da temporada regular, os Leafs, que terminaram como a quarta pior equipe na 27ª posição.

Realmente não foi uma boa temporada para os Leafs, que nos últimos 10 anos somente se classificaram aos playoffs uma vez e que, após um ótimo início de temporada, iniciaram uma queda vertiginosa em 2015. 

A equipe já iniciou a reconstrução, sob o comando e planejamento de Brendan Shanahan. Mas um dos pilares para a reconstrução da equipe é escolher bons jogadores no draft e este ano temos um jogador considerado como um dos melhores dos últimos 10 anos, Connor McDavid. 

A disputa por Connor McDavid foi acirrada e a decisão de quem teria direito à primeira escolha no draft deste ano foi feita com base numa loteria, onde os times teriam chances de acordo com a sua classificação ao final da temporada regular. O Buffalo Sabres, pior time da temporada tinha 20% de chances de conseguir a primeira escolha. Os Leafs tinham 9,5% de chances. 

A loteria ocorreu a portas fechadas com representantes dos times participantes, os times que não estão nos playoffs, e o que ocorreu é que o Edmonton Oilers, 28ª classificada ao final da temporada regular, acabou levando a loteria e ficará com a primeira escolha e, portanto, muito provavelmente, conseguirá escolher McDavid. A não ser que outra equipe consiga tecer uma proposta que seja aceita pelos Oilers para uma troca desta primeira escolha. 

Os Oilers estão em sua reconstrução a uns 6 anos e, nestes 6 anos, conseguiram a primeira escolha em 4 deles. Tais escolhas resultaram em Tyler Hall, Ryan Nugent-Hopkins, Nail Yakupov e agora, muito provavelmente, Connor McDavid. Nem mesmo com esses ótimos jogadores os Oikers ainda não se acertaram e continuam, ano após ano, entre os piores da liga. 

Para os Leafs nos restou a quarta escolha, o que nos deixa em suspense pois já sabemos que a primeira escolha será McDavid, um central, a segunda escolha, dos Sabres, será de Jack Eichel, a terceira escolha, do Arizona Coyotes é uma incógnita, pois eles podem selecionar um defensor, Noah Hanifin, ou um central em Dylan Strome. Esse é que é o problema. Os Leafs necessitam aguardar a escolha dos Coyotes para saber quem estará livre para a quarta escolha.

Vamos ver o que acontece até o draft em junho, afinal ainda podemos ver trocas por escolhas de draft, já que os Oilers necessitam de jogadores experientes, já que já estão cheios de jogadores de primeira escolha geral do draft! 

Que os Leafs consigam bons jogadores em cada uma de suas escolhas nas rodadas do draft, e fora do draft também, via contratação ou troca. Ainda não temos claro o futuro de muitos de nossos jogadores, incluindo Tyler Bozak, Dion Phaneuf e Phil Kessel.

Go Leafs Gooooo

A reconstrução recomeçou cedo, como deve ser … 

segunda-feira, 13 abril 2015 Deixe um comentário

Um dia após a derrota para os Canadiens, no último jogo da temporada regular, Brendan Shanahan, Presidente do Toronto Maple Leafs , anunciou que demitiu o gerente geral, Dave Nonis, e o técnico interino, Peter Horachek.

Os assistentes técnicos Steve Spott e Chris Dennis, e o treinador de goleiros Rick St. Croix também foram demitidos. Outros envolvidos nestas dispensas foram o Diretor de Pro Scouting Steve Kasper e o Diretor de desenvolvimento de jogadores Jim Hughes. 

Steve Staios retornará à função de gestão de desenvolvimento de jogadores. Neste período de transição, Kyle Dubas e Mark Hunter serão os gerente gerais interinos enquanto Brendan Shanahan procura por uma reposicão. 

Acabou a era Nonis nos Leafs! Vamos aguardar pelos próximos movimentos, que creio só devam ser feitos após o término da temporada é decisão do vencedor da Stanley Cup! Afinal muitos profissionais serão liberados de contrato, incluindo Mike Babcock!

É esperar para ver e, podem ter certeza de que acompanharemos tudo aqui no Maple Leafs Brasil! 

11/04/2015 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 13 abril 2015 Deixe um comentário

Para o último jogo da temporada regular o Toronto Maple Leafs recebeu o Montreal Canadiens no Air Canada Centre, com as equipes em realidades totalmente distintas. Os Canadiens disputavam a liderança da divisão Atlântico enquanto os Leafs amargavam uma temporada em que, mais uma vez, a equipe simplesmente brincou de paraquedista, mas num salto sem paraquedas que começou em janeiro de 2015 e não parou mais de cair.

Os Leafs abriram o placar aos 03m58s, com Phil Kessel recebendo um passe de Tyler Bozak e, num wrap-around, surpreendendo Carey Price. Só para mostrar como foi a temporada dos Leafs, Jonathan Bernier controlou o puck atrás do seu gol e tentou um passe para Nazem Kadri, mas o puck foi desviado e caiu no taco de David Desharnais, que não desperdiçou e empatou para os Canadiens menos de um minuto após o gol de Kessel, aos 04m14s. Quase 10 minutos depois, aos 14m04s, Casey Bailey desviou um chute de Dion Phaneuf e marcou o seu primeiro gol na NHL! A jogada deu a Phaneuf sua assistência de número 400! 

Com os Leafs à frente do placar, o início do segundo período mostrou que não temos controle do jogo quando estamos liderando e os Canadiens empataram novamente com um gol de Tomas Plekanec aos 00m59s. Novamente os Leafs correram atrás e James Van Riemsdyk deu um belo passe para Tyler Bozak marcar o seu 23º gol desta temporada, aos 05m11s. Jonathan Bernier parecia que não queria vencer nesta noite e cometeu mais um erro, parecido com o primeiro, e seu passe, detrás do gol, caiu agora no taco de Jacob De La Rose, aos 19m51s, concedendo o empate pela terceira vez na partida.

Sem nenhum gol no terceiro período e na prorrogação, devido à atuação de Price e Bernier, a decisão foi aos pênaltis (shootout) e quem saiu levando a melhor foram os Habs, com gols de Alex Galchenyuk e David Desharnais e com os Leafs perdendo as tentativas de Bozak e Lupul!

Com a vitória os Habs sagraram-se líderes da divisão Atlântico e terão mando de gelo nas primeiras rodadas dos Playoffs, que será iniciado por uma série melhor de sete contra o Ottawa Senators.

Para os Leafs somente restou sacudir a poeira e se preparar para uma pós-temporada agitada, com muitas mudanças tanto na gestão quanto nos jogadores! Que comece a reconstrução da equipe!

Go Leafs Goooooo e, jogos, agora, só em Outubro! Mas o Maple Leafs Brasil vai continuar cobrindo qualquer novidade dos Leafs até lá! 

08/04/2015 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

quinta-feira, 09 abril 2015 Deixe um comentário

No penúltimo jogo da temporada os Leafs foram à Columbus, no Nationwide Arena, pra enfrentar o também eliminado Columbus Blue Jackets. A diferença é que os Blue Jackets venceram seus últimos oito jogos em casa e os Leafs perderam sete fora de casa.

Infelizmente o time de Toronto não conseguiu jogar e igualar a energia e disposição do time de Columbus e isso levou a um déficit de três gols ainda no primeiro período. Artem Anisimov abriu o placar aos 13m51s, Boone Jenner aos 15m56s e Scott Hartnell aos 19m00s. Realmente os Leafs não mostraram a qualidade que tiveram em jogos anteriores.

No segundo período, aos 03m30s, Ryan Murray marcou o quarto gol em powerplay e retirou James Reimer da partida. O problema é que com 4 gols no placar, contra seu time, a reação é algo próximo do impossível. E Jeremy Morin ainda marcou mais um, mas agora em Jonathan Bernier, aos 16m34s.

Os Blue Jackets não aumentaram o placar por sorte dos Leafs que limparam dois pucks na linha do gol e ainda tomaram chutes que atingiram as traves. David Booth também não conseguiu tirar o zero do placar, negando o shutout de Sergei Bobrovsky, mas seu chute também acabou por encontrar a trave!

Os Leafs fecham a temporada no sábado contra os Habs.

Agora é esperar por uma pós-temporada com muitas boas ações vindas de Brendan Shanahan e Dave Nonis, para que tenhamos uma equipe competitiva na próxima temporada, ou que possa ganhar conjunto na próxima semana e ser competitiva no ano de comemoração de 100 anos desta franquia, em 2017/18.

Go Leafs Goooo

05/04/2015 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 06 abril 2015 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs não tem mais chances de ir aos Playoffs, mas está sendo uma pedra no sapato do Ottawa Senators. A equipe de Toronto venceu o jogo anterior contra os Senators na prorrogação e neste jogo, muito importante para os Senators na luta por uma vaga aos playoffs, mais uma vez não deixou o time de Ottawa, rival de província, sair com dois pontos e encostar de vez no Boston Bruins, Detroit Red Wings e Pittsburgh Penguins.

Os Leafs e Senators haviam ambos jogados na noite anterior e vieram a este jogo sem muito tempo de descanso. Os Leafs começaram melhor, pressionando mais e chutando muito ao gol de Andrew Hammond, o goleiro novato dos Senators que vem mostrando muita confiança e qualidade e que ganhou o posto de goleiro titular da equipe. No primeiro período foram 21 chutes a gol dos Leafs, contra 12 dos Senators. Os Leafs abriram o placar aos 03m10s do primeiro período com o décimo gol da temporada de Joffrey Lupul. Esta não tem sido uma boa temporada para Lupul, acostumado a marcar mais de 20 gols, o ala veterano não tem conseguido encontrar o caminho do gol.

Com o placar desvantajoso em um gol, os Senators voltaram melhor para o segundo período e chegaram ao empate com Erik Karlsson aos 07m15s, em um powerplay para os Senators. Após este gol de empate a partida ficou mais disputada e mesmo assim os Leafs conseguiram chegar ao segundo gol, com James Van Riemsdyk aos 12m42s, seu 27° da temporada.

Mais uma vez os Senators iniciaram um período com um gol de desvantagem, mas voltaram com a vontade necessária para empatar novamente, desta vez com Mark Stone, aos 01m09s do terceiro período, em powerplay. Com o empate os Senators, que necessitavam da vitória, passaram a pressionar os Leafs e o jogo ficou muito movimentado. Jonathan Bernier e Andrew Hammond conseguiram segurar o jogo e o placar inalterado, levando a partida à prorrogação, que terminou sem gols. A decisão foi feita no shootout.

Para os Senators, a busca dos dois pontos desta vitória ainda eram possíveis, ainda mais quando Mika Zibanejad marcou o primeiro pênalti. Joffrey Lupul empatou paramos Leafs na segunda rodada e a partir daí, os goleiros foram excepcionais, mantendo a disputa empatada até a sétima rodada, quando Erik Karlsson teve seu chute defendido por Bernier e Peter Holland, retornando de contusão, fez um excelente movimento para marcar o gol da vitória sobre o ótimo goleiro Hammond, dos Sens.

Com a derrota os Senators estão dois pontos atrás de Bruins, Red Wings e Penguins. Faltam três jogos para estas equipes, são seis pontos em disputa e os Senators enfrentarão os Penguins no próximo jogo, numa disputa direta. Para estes times, a disputa destes três últimos jogos serão cruciais! 

Para nós, torcedores dos Leafs, fica a pontinha de confiança de que a equipe tem qualidades para disputar de igual para igual com estas equipes na próxima temporada.

Go Leafs Goooo – só faltam mais três jogos para o final desta temporada! 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 333 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: