Arquivos

Arquivo por Autor

21/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

quinta-feira, 23 outubro 2014 Deixe um comentário

O próximo adversário dos Leafs foi os Islanders no Nassau Coliseum em Uniondale, NY. O time de NY vinha de quatro vitórias, e uma derrota e os Leafs vinham de duas vitórias, três derrotas e uma derrota na prorrogação.

O jogo começou com o time da casa pressionando e já exigindo boas defesas de Jonathan Bernier. Entretanto, não foi possível defender um chute de Nick Leddy logo aos 02m48s. Parecia que os Leafs teriam uma noite bem complicada, mas depois do gol a equipe se comportou bem e chegou ao empate num erro da defesa dos Islanders, que permitiu que Phil Kessel recuperasse o puck e passasse para James Van Riemsdyk, que marcou um belo gol aos 08m44s. O jogo estava muito bom, com chances para ambas equipes, mas foi John Tavares que colocou os Isles de volta à frente do placar. Foi um balde de gelo sobre os Leafs, pois o gol foi marcado aos 15m02s, num momento de vantagem numérica (powerplay), não dando muito tempo para reação ainda no primeiro período.

Os Leafs necessitaram do intervalo para colocar a equipe em linha para enfrentar os Isles e a reação começou com ele, Phil Kessel. Kessel mais uma vez jogou muito bem e aos 09m04s, empatou para os Leafs. Aos 11m11s, foi a vez de Roman Polak receber o puck e virar e chutar e marcar sobre Jaroslav Halak. Foi a virada de Polak … A virada dos Leafs! Depois disso ainda vimos gols de David Clarkson e o segundo gol de Phil Kessel, e os Leafs abrindo 5 a 2 no placar.

O terceiro período não mudou o placar, apesar de os Isles voltarem com muita vontade de fazer isso …

Os Leafs jogariam na noite seguinte, então nem tiveram muito tempo para comemorar e já partiram para Ottawa, para a primeira Batalha de Ontario desta temporada.

GO Leafs Goooooooo

Sobre estes anúncios

18/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 20 outubro 2014 Deixe um comentário

Após uma derrota por 4 a 1 na noite anterior, os Leafs sacudiram a poeira, ou derreteram o gelo, e voltaram à ação contra os Red Wings na Joe Louis Arena. Mudanças nos Leafs incluíram a troca de goleiro, com Jonathan Bernier retornando após suas duas derrotas nos primeiros dois jogos dos Leafs da temporada.

Este foi um jogo que, apesar do placar de empate sem gols no tempo regular, foi muito emocionante com chances de gol para ambas equipes, frustradas pelos goleiros. Jonathan Bernier esteve perfeito na noite e efetuou belas e importantes defesas para os Leafs e, do lado vermelho do gelo, Jonas Gustavsson, ex-Leafs também mantém eu ume no jogo, defendendo tudo, inclusive dois contra-ataques de James Van Riemsdyk e Mike Santorelli.

Ambas equipes jogaram muito fisicamente e, neste jogo cito que Phil Kessel acabou gerando várias chances de gol, mas para os Red Wings, pois cometeu várias penalidades que deram oportunidades de vantagem numérica ao time da casa. Em noite inspirada, tanto a equipe de Penalty Killing dos Leafs, quanto Bernier, defenderam tudo!!

O jogo acabou indo para a prorrogação e, como não poderia deixar de ser, a disputa e agressividade das equipes continuou no mesmo nível. Infelizmente quando faltavam apenas 9,9s para o término da prorrogação e decretação da decisão por pênaltis (Shootout), os Red Wings vieram ao ataque e Henrik Zetterberg acabou por receber um passe de Niklas Kronwall e chutou de primeira. Bernier disse que não viu Zetterberg se aproximando pelo outro lado do gelo e que acabou por ser agressivo demais e, quando viu o passe, não conseguiu fechar o ângulo e o puck desviou na trave e foi pro fundo do gol.

Foi uma triste derrota, para os Leafs, mas que foi a tônica do jogo. O primeiro a errar perderia e, por sorte dos Red Wings, esse erro veio faltando apenas 9,9s para terminar a prorrogação.

Esse foi o jogo que, se tivesse ido para o shootout, levaria umas 10 rodadas para definir o vencedor, pois ambos goleiros estavam fantásticos!

Agora sim é derreter o gelo destas partidas, limpar a mente e partir renovado para os próximos jogos, terça-feira contra os Islanders e quarta-feira contra os Senators, ambos jogos fora de casa.

Go Leafs Goooooooo

17/10/2014 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 20 outubro 2014 Deixe um comentário

Os Leafs, que parecem ter encontrado o caminho das vitórias e acabaram por vencer os dois últimos jogos, depois de perder os dois primeiros, enfrentariam os sempre fortes Red Wings em jogos “Back to Back”, ou seja, uma noite em Toronto e na próxima em Detroit.

Ao receber os Red Wings, os Leafs pareciam estar lentos, sem conseguir se opor ao ataque liderado pelo capitão Henrik Zetterberg, que estava em noite inspirada. Zetterberg acabou por marcar 4 pontos na noite, todos eles de assistências nos gols do time de Detroit.

Logo no primeiro período os Red Wings abriram o placar com Johan Franzen aos 10m00s, recebendo um passe de Zetterberg.

O segundo e terceiro gols marcados em James Reimer no segundo período levaram os Red Wings a uma liderança mais tranqüila. Johan Franzen marcou o seu segundo da noite com 05m42s do segundo período e Gustav Nyquist aos 18m16s. Neste mesmo período, Brandon Kozun recebeu um forte hit atrás do gol dos Red Wings, que o jogou de costas na parede, retirando o jovem jogador dos Leafs da partida.

Mal começou o terceiro período e os Leafs pareceram acordar, com um gol de Mike Santorelli aos 21s, recebendo um passe de Leo Komarov. Infelizmente a reação parou por aí e aos 05m51s, Justin Abdelkader fechou o placar da partida. Red Wings 4 x 1 Leafs.

Foi um jogo tenso, com muita disputa física em que os Leafs não entraram inspirados! Randy Carlyle e a equipe devem arrumar a casa e têm apenas 24 horas para isso, já que enfrentariam os Red Wings na noite seguinte.

Go Leafs Go

14/10/2014 – Colorado Avalanche @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 16 outubro 2014 Deixe um comentário

A vitória no último jogo, contra os Rangers em pleno Madison Square Garden, trouxe confiança aos Leafs que receberam o bom time do Colorado Avalanche no Air Canada Centre. A sólida apresentação contra os Rangers também fez com que o goleiro da partida fosse James Reimer.

Este jogo foi transmitido ao vivo pela ESPN em seu canal HD, com Ari Aguiar e Thiago Simões!

Os Leafs e os Avs trocaram ótimas oportunidades de gol, com os times revezando o domínio do gelo até que aos 09m54s, num contra-ataque em 2 contra 1, Phil Kessel conduz o puck e passa na medida para James Van Riemsdyk abrir o placar. Os Leafs saíram na frente e, apesar de não terem volume de jogo naquele momento da partida, tiveram a paciência necessária para aproveitar as poucas oportunidades que geravam. O gol desestruturou um pouco o time visitante, mas os Leafs não conseguiram mais gols e, aos 13m14s, Ryan O’Reilly empata para os Avs.

O segundo período viu os Leafs ganharem o domínio do gelo, mas viu uma noite inspirada de Semyon Varlamov, o ótimo goleiro dos Avs, que segurava as pontas em todos os chutes perigosos do time dos Leafs. Aos 17m40s, num rápido contra-ataque, o time dos Avs, mais precisamente Jarome Iginla, encontra Matt Duchene livre para desferir um forte chute de primeira, sem chances de defesa para Reimer e coloca os Avs à frente. Este período viu um lance inusitado, após trocar empurrões com Jamie McGinn, Dion Phaneuf e seu ex-capitão no Calgary Flames, Jarome Iginla discutem e retiram as luvas para brigar, mas os árbitros acabaram por separar os dois e não permitiram. A torcida obviamente vaiou a arbitragem!!

No terceiro período os Leafs continuaram pressionando pelo empate, que foi conseguido aos 10m36s, com um gol de Joffrey Lupul, apesar de todo o esforço de Semyon Varlamov defendendo muitos chutes dos Leafs.

Com o empate as equipes foram à prorrogação. Mal começou a prorrogação e aos 34s, Tyler Bozak encontra Phil Kessel partindo em velocidade ao ataque. Kessel perde um pouco o controle do puck, o que o faz perder a oportunidad de partir em direção ao gol, mas ele retoma o controle, pára e retorna no gelo, dando uma volta sobre o defensor dos Avalanche e chutando de frente ao gol de Varlamov, que não conseguiu a defesa. Kessel marcou o gol da vitória dos Leafs e, após dois jogos em casa sem marcar pontos, já marcou 5 nos dois últimos jogos!

Ótima partida dos Leafs que parecem ganhar mais entrosamento e confiança. Não sei como ficará a situação dos goleiros dos Leafs, já que Bernier perdeu os dois primeiros jogos e Reimer tem entrado bem e conseguiu as nossas duas vitórias.

Go Leafs Goooooooo

12/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ New York Rangers

segunda-feira, 13 outubro 2014 Deixe um comentário

Sem nenhuma vitória na temporada após dois jogos em casa, contra os Habs e os Penguins, os Leafs foram a New York para enfrentar os Rangers e mudar o rumo da equipe de Toronto.

Os Rangers, assim como os Leafs, haviam jogado na noite anterior e ambas equipes perderam pelo mesmo placar (5 a 2) para os Columbus Blue Jackets e Pittsburgh Penguins, respectivamente. A única diferença é que os Rangers já possuíam uma vitória contra nenhuma dos Leafs.

O jogo começou melhor para os Leafs e Cody Franson, voltando à equipe, marcou o primeiro da equipe de Toronto num powerplay, aos 07m45s. Acho que este gol serviu para acordar a equipe e tirar aquela memória de duas derrotas. Também serviu para jogar um balde de água gelada no ímpeto dos Rangers, jogando em casa. Os Rangers somente empataram aos 17m22s, logo após matarem uma penalidade, num contra-ataque em que Rick Nash foi muito mais veloz que Stephane Robidas e recebeu ótimo passe de Martin St. Louis, vencendo James Reimer. Aliás, James Reimer viu o seu primeiro jogo da temporada e teve ótimo desempenho, se mostrando confiante e muito seguro no gol!

O segundo período definiu a partida. Os Leafs simplesmente engoliram os Rangers e marcaram 3 gols em 5 minutos, com Phil Kessel, em vantagem numérica (powerplay), Nazem Kadri em igualdade numérica e James Van Riemsdyk em desvantagem numérica (shorthanded). Foi um duro golpe sobre a equipe dos Rangers, principalmente no ótimo goleiro da equipe, Henrik Lundqvist. Lee Stempniak marcou um gol num contra-ataque, validado após revisão por vídeo, pois a trave havia sido retirada pelo contato com um defensor dos Leafs. O período ainda viu Tyler Bozak e David Clarkson marcarem para os Leafs que terminou o período com 6 a 2 no placar e com a retirada de Lundqvist, substituído por Cam Talbot.

Outro jogador que não terminou a partida pelos Rangers foi Rick Nash. A esposa do jogador entrou em trabalho de parto durante a partida e o jogador foi à maternidade para dar apoio à esposa e acompanhar o nascimento de seu primeiro filho(a).

No terceiro período foi a vez de James Reimer deixar o gelo, após ser atingido na cabeça por Dominic Moore numa jogada na lateral do gol. Apesar de Reimer dizer que estava se sentindo bem, a NHL implementou um protocolo para evitar maiores problemas com concussões, e Reimer foi substituído por Jonathan Bernier, que sofreu o último gol da partida num chute de Derick Brassard.

Ótima vitória dos Leafs é um banho de ânimo em todos! Amanhã receberemos a visita do Colorado Avalanche em jogo que será transmitido pela ESPN!

Go Leafs Goooooo

11/10/2014 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 12 outubro 2014 Deixe um comentário

Vindos de uma derrota contra os Canadiens, no primeiro jogo da temporada, em casa, os Leafs buscavam a primeira vitória contra o sempre perigoso time dos Penguins.

Crosby que sempre joga bem contra os Leafs, voltava de uma cirurgia no pulso durante a pós-temporada. Os Leafs iniciaram bem a partida, mas os Penguins abriram o placar com Hornqvist, que venceu Jonathan Bernier por baixo das pernas. Ainda no primeiro período os Penguins abriram vantagem de 3 a 0 no placar com gols de Crosby e Kunitz, ambos em powerplays ( vantagem numérica).

Logo no início do segundo período, Joffrey Lupul diminuiu, marcando o primeiro gol dos Leafs. Evgeny Malkin restaurou os três gols de vantagem para os Penguins e, no terceiro período, Brandon Sutter e Tyler Bozak marcaram gols, que definiram o placar: 5 a 2 para os Penguins.

Não é o início de temporada dos sonhos dos Leafs, mas a equipe teve muitas mudanças e ainda necessita de tempo para que os jogadores ganhem entrosamento. Phil Kessel não teve um bom início e em dois jogos não marcou nenhum ponto, além de ser menos 2, ou seja, a equipe sofreu dois gols a mais do que marcou, com ele no gelo.

Hoje os Leafs enfrentam os Rangers, que também vêm de derrota, mas este será o primeiro jogo dos Leafs fora de casa!

Go Leafs Gooo

08/10/2014 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs – Season Opener

quinta-feira, 09 outubro 2014 Deixe um comentário

Finalmente a NHL voltou!! A temporada 2014-15 começou hoje com um jogo entre o Montreal Canadiens contra o Toronto Maple Leafs no Air Canada Centre.

Começo de temporada é sempre uma fase de adaptação para toda equipe, pois muitos jogadores são novos nas respectivas equipes e o entrosamento ainda não está dos melhores.

Neste jogo, Cody Franson, David Booth, Josh Leivo, Carter Ashton e Troy Bodie, nem chegaram a se vestir para a partida e foram os “Healthy Scratches” dos Leafs. Já Brandon Kozun, Stuart Percy, Daniel Winnik, Roman Polak, Stephane Robidas e Mike Santorelli tiveram sua estréia pelos Leafs.

O face-off inicial, comemorativo, foi realizado pelos jogadores que jorram o Leafs Row, monumento que fica no Maple Leafs Square, composto por estátuas de ex-jogadores dos Leafs que fizeram história pela eque. Os três primeiros são Ted Kennedy, Darryl Sittler e Johnny Bower. Representando Ted Kennedy estava seu filho, Mark Kennedy.

O jogo começou e os Leafs pressionavam os Habs, mas quem abriu-o placar foi Max Pacioretty, aos 04m42s, numa jogada em que Pacioretty ganhou de Phaneuf na velocidade e se aproximou do gol de Jonathan Bernier pela lateral e chutou. Bernier achou que defenderia o chute, mas o puck passou entre ele e a trave. Aos 08m04s, Brandon Kozun recebe o puck, o controla e chuta forte. Nazem Kadri desvia e não dá chance de defesa a Carey Price, empatando o jogo. Foi o primeiro jogo de Kozun e ele já marcou o seu primeiro ponto na NHL!! Aos 19m22s, com os Leafs no powerplay, Stuart Percy leva o puck ao ataque e, numa ótima jogada, passa na medida para Tyler Bozak mandar pro fundo do gol!!! Foi a virada dos Leafs!

O segundo período viu os Habs empatarem com um belíssimo gol de Tomás Plekanec, aos 04m34s, num contra-ataque matador.

O terceiro período ainda revelou surpresas a todos!!! A partida permaneceu empate das até os 08m41s, quando James Van Riemsdyk não prestou atenção no posicionamento e permitiu que P.K. Subban recebesse o puck sozinho para chutar forte e vencer Bernier. Ainda deu tempo dos Leafs empatarem aos 17m41s, Morgan Rielly chuta sem ângulo, o puck sobe e acaba por enganar o defensor e o goleiro dos Habs e acaba entrando após desviar no peito do defensor. Com o jogo empatado e faltando menos de 3 minutos para o final, todos pensavam que haveria prorrogação, mas num contra-ataque fulminante, os Habs finalmente marcaram o quarto gol, aos 19m17s, numa jogada em que Stuart Percy, que acompanhava Tomás Plekanec, acabou por desviar o puck com o bico do seu patins.

Este jogo viu ambas equipes com possibilidade de vitória e a partida sendo decidida muito nos detalhes.

O próximo jogo será no sábado, envolvendo os Penguins e os Leafs no Air Canadá Centre.

Não ganhamos o primeiro, mas jogamos bem … Vamos dar tempo ao tempo, enquanto ainda o temos!!!!!

Go Leafs Goooooo

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 310 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: