Arquivos

Posts Tagged ‘Montreal Canadiens’

01/03/2014 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

domingo, 02 março 2014 Deixe um comentário

Após a derrota para os Islanders, na prorrogação, eu não esperava ver um outro jogo tão igual. Foi tão semelhante que alguém mal avisado apenas notaria diferença pois a camisa do adversário era vermelha, do Montreal Canadiens, e a dos Islanders é azul!

Os Leafs não entraram na partida até os 14 minutos do primeiro período. Durante todos estes 14 minutos os Habs, que estavam bem na partida, marcaram dois gols. O primeiro com Alex Galchenyuk aos 12m38s e o segundo com Max Pacioretty, aos 14m02s. Só então, após tomar dois gols, os Leafs deram o seu primeiro chute a gol, um chute inofensivo de Jay McClement. Aos 17m34s, James Van Riemsdyk marcou para os Leafs. Dando um pouco de esperança para nós, membros da Leaf Nation! (notaram a semelhança no placar ao final do primeiro período?)

O segundo período também não teve gols, como no jogo contra os Islanders.

O terceiro período viu, então, os Leafs virarem o placar com gols de James Van Riemsdyk, shorthanded, aos 05m28s. Um belíssimo gol num rápido contra-ataque. Aos 07m43s, os Leafs estavam na zona neutra quando Tyler Bozak deu um passe primoroso, de costas, na medida para Phil Kessel entrar sozinho na zona ofensiva e marcar o gol da virada! ( com um gol à frente do placar, não poderíamos dar chance do empate ao time da casa, como no jogo contra os Isles, mas …). Os Leafs concederam um powerplay aos Habs, numa penalidade de Tim Gleason. PK Subban não desperdiçou e marcou o gol de empate, que passou por baixo da luva de Jonathan Bernier. Ao final do terceiro período, Phil Kessel tenta limpar a jogada, mas joga o puck por cima do vidro, concedendo um powerplay na prorrogação para o time da casa. Os Leafs conseguiram matar a penalidade, mas aos 03m14s, num contra-ataque, Jonathan Bernier se vê obrigado a agarrar o puck, fora de sua área de atuação, impedindo Daniel Briere de prosseguir. Nova penalidade para os Leafs, que os Habs não desperdiçaram. Aos 03m28s, Max Pacioretty acaba com a partida.

Dos males o menor! Em dois jogos, dos 4 pontos possíveis, ganhamos 2, mas acabamos nos distanciando dos Habs na classificação geral. Estamos a 3 pontos deles agora.

Go Leafs Gooooo

Sobre estes anúncios

18/01/2014 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 20 janeiro 2014 Deixe um comentário

Ahhhhh como é bom vencer! E os Leafs estão num momento bom na temporada, vindos de três vitórias seguidas e enfrentando os Habs, no Air Canada Centre. Os Habs estão à frente dos Leafs na classificação geral e os Leafs necessitavam muito de mais uma vitória para diminuir a distância até eles.

20140118_Habs@Leafs_BannerConforme disse Randy Carlyle, técnico dos Leafs, este é um daqueles jogos em que você sente calafrios e fica excitado e envolvido … Se não for assim, você não entende direito o que é esta rivalidade e este jogo, ainda mais em um Hockey Night um Canada!

Os Leafs começaram melhor e abriram o placar com Cody Franson, numa ótima jogada de Nazem Kadri, que driblou o defensor dos Habs e passou para Franson marcar aos 04m49s. Os Leafs quase chegaram a dois gols de vantagem numa jogada em que Mason Raymond recebeu um passe e, livre de marcação, chutou, mas Carey Price defendeu com a perna. Após uma penalidade cometida por Carl Gunnarsson, Brendan Gallagher empatou para os Habs no powerplay. A partida terminou empatada no primeiro período.

20140118_Habs@Leafs_ScoreNovamente o placar foi alterado pelos Leafs no segundo, com Phil Kessel marcando aos 13m11s e com Mason Raymond aos 17m47s, dando uma liderança mais tranqüila aos Leafs. O jogo estava bem físico e disputado e, faltando apenas 23s para terminar o período, os Canadiens encontraram uma forma de diminuir a diferença e seu capitão, Brian Gionta, encontrou um espaço por baixo da luva esquerda de Jonathan Bernier.

Quanta emoção ainda não nos reserva a este jogo! No terceiro período os Leafs viram os Canadiens empatarem com David Desharnais, aos 09m06s, dando muita energia ao time visitante, mas numa jogada iniciada na defesa dos Leafs, o puck foi passado próximo às bordas e enganou o defensor dos Habs. Tyler Bozak controlou o puck e cruzou na medida para James Van Riemsdyk marcar e colocar os Leafs à frente novamente aos 14m27s. Nos cinco últimos minutos, a emoção era garantida a cada ataque de cada equipe. Houve uma jogada em que o puck bateu no acrílico atrás do gol dos Leafs e, de uma forma inesperada, ricocheteou em direção a Jonathan Bernier. O puck chegou a bater no capacete do goleiro e no travessão, mas felizmente não entrou no gol! Teria sido um gol muito bizarro! No último minuto de jogo os Canadiens tiraram Carey Price do gelo e ficaram com seis jogadores de linha, para pressionar os Leafs, mas Bernier estava sólido no gol e, numa interceptação de um passe, Joffrey Lupul passou por dois jogadores na zona neutra e ia disputando com Lars Eller em direção ao gol aberto dos Habs. Faltando apenas chutar ao gol, Eller acaba por derrubar Lupul, que escorregando sentado no gelo acabou por conduzir o puck que bateu na trave e não entrou. Como houve a penalidade sobre Lupul e e estava livre em direção ao gol aberto, os juízes validaram a jogada como um gol, o quinto dos Leafs na partida, finalizando a vitória dos Leafs.

Foi a quarta vitória seguida dos Leafs que iniciam hoje uma viagem para 4 jogos fora de casa.

Um fato interessante da partida foi o quarto gol dos Leafs, marcado por James Van Riemsdyk. O jogador que costuma ser sempre contido, comemorou o gol agarrando o símbolo dos Leafs de sua blusa e vibrando, mostrando que era dos Leafs!!! Ele não costuma fazer isso, mas acabou fazendo após Brendan Gallagher ter feito algo semelhante quando passou em frente ao banco dos Leafs após o primeiro gol dos Habs, marcado por ele.

Que esse espírito de luta continue!!!

Go Leafs Goooo

Enhanced by Zemanta

30/11/2013 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

terça-feira, 03 dezembro 2013 Deixe um comentário

Com a seqüência de derrotas os Leafs necessitam voltar a vencer e enfrentaram o seu rival de conferência, Montreal Canadiens, em pleno Bell Centre.

O Montreal vive um momento totalmente oposto aos Leafs e vem ganhando partidas seguidas.20131130_Leafs@Habs_Banner

O jogo começou com uma penalidade cometida por Carl Gunnarsson aos 20s de partida. Essa penalidade permitiu aos Habs abrir o placar aos 58s, com um gol de Max Pacioretty. Aos 16m13s foi a vez de PK Subban aumentar para o time da casa. Quando os Leafs conseguiam chegar ao ataque, eram parados pela defesa dos Canadiens, ou por Carey Price.

20131130_Leafs@Habs_ScoreCom 2 a 0 no placar, os Habs voltaram bem para o segundo período, e dobraram a vantagem com gols de Thomas Plekanec aos 15m05s e o segundo gol da noite de Max Pacioretty aos 17m22s, este enquanto os Habs estavam em desvantagem numérica. Na jogada, Pacioretty foi ao contra-ataque, sendo marcado por Gunnarsson, que não o impediu de desferir o chute. Poderia ter dado um tranco em Pacioretty, o que não permitiria o chute ao gol de Jonathan Bernier, mas acabou não se utilizando da jogada física. Com 4 a 0 no placar, parece que os Leafs tomaram um susto e acordaram para a partida. Em apenas 22s, marcamos dois gols. O primeiro foi de James Van Riemsdyk, aos 18m10s, num lance em que, quase sem ângulo e com Carey Price em posição de defesa, JVR demonstrou sua habilidade com o puck e deu um tiro certeiro, colocado, sobre o ombro de Price. O segundo gol foi de Mason Raymond, que aos 18m32s, se aproveitou de um rebote de Price e diminuiu a vantagem dos Habs sobre os Leafs.

Logo no início do terceiro período, Phil Kessel teve duas chances de diminuir e, na primeira, com o gol aberto, acabou acertando a trave de Price, mostrando que a sorte não estava ao nosso lado. O restante da partida viu os Leafs tentando reduzir a vantagem dos Canadiens, sem sucesso. O placar final ficou em Leafs 2 x Canadiens 4.

Pela vigésima terceira vez na temporada, com 27 jogos até agora, os Leafs permitiram que o adversário desse mais chutes a gol! Dessa vez a diferença foi pequena, apenas 3 chutes, mas Jogando assim fica muito difícil se manter vitorioso, já que exige muito de seus goleiros e demonstra que a defesa não consegue limpar a jogada dos times adversários, ainda mais quando o ataque não consegue produzir.

O próximo desafio será contra os Sharks, em casa, amanhã. Precisamos muito voltar a vencer e voltar a jogar como em Outubro! Novembro não foi um bom mês para os Leafs.

Será que Bolland está fazendo tanta falta assim aos Leafs!!?!?!?

Go Leafs Go

01/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens – Season Opener

quarta-feira, 02 outubro 2013 1 comentário

E começa a temporada 2013-14! O primeiro jogo, como sempre, tem o Toronto Maple Leafs enfrentando o Montreal Canadiens, porém desta vez, no Bell Centre, em Montreal.20131001_Leafs@Canadiens_Banner

Para esta temporada, ambas equipes trazem novidades, como Daniel Briere e George Parros pelos Habs e Dave Bolland e David Clarkson pelos Leafs! Porém devido à suspensão, Clarkson tem que esperar 10 jogos para poder estrear pelo time de Toronto.

O início da temporada sempre tem uma cerimônia à parte, onde os Canadiens mostraram um pouco de sua gloriosa história e afirmaram que os jogadores do passado passavam a tocha aos jogadores do presente e, com isso, Guy Lafleur, um dos muitos ídolos dos Habs trouxe a tocha e a entregou a um jogador dos Habs e, a partir daí, todos os jogadores do time da casa foram apresentados e a tocha foi passada a cada um deles.

Os Leafs entraram no gelo com forte vaia da torcida de Montreal, algo totalmente esperado deixo à rivalidade entre as equipes e entre as províncias!

20131001_Leafs@Canadiens_ScoreO jogo começou disputado, com ótimas chances para ambas equipes, o que levou Carey Price e James Reimer a realizarem defesas espetaculares! O primeiro gol da temporada foi marcado por James Van Riemsdyk, aos 08m01s do primeiro período, quando ele recebeu o puck próximo ao gol de Price e chutou forte entre as pernas do goleiro. O puck rebateu nas duas pernas e entrou. Ainda no primeiro período os Canadiens viraram a partida, com gols de Lars Eller, num powerplay cedido por Dion Phaneuf, e Brendan Gallagher. Randy Carlyle tentou argumentar com os árbitros de que o ataque dos Habs estava impedido, mas tal argumento não foi aceito e o gol foi mantido. Ao final do primeiro período os Leafs perdiam por 2 a 1.

O segundo período viu a primeira briga entre as equipes, envolvendo George Parros e Colton Orr, algo já esperado. Novamente perto dos oito minutos de jogo os Leafs marcam. Desta vez com Dion Phaneuf, num contra-ataque fatal. Dion recebeu o passe de Nazem Kadri e deu um belo chute, indefensável para Carey Price. O empate parece ter tirado um pouco da confiança do time da casa e após uma briga entre Mark Fraser e Travis Moen, Tyler Bozak marca o gol da virada dos Leafs, enquanto a equipe estava em desvantagem numérica (penalty killing). Bozak se aproveitou de um descuido de Andrei Markov e roubou o puck próximo da linha azul, seguindo em velocidade contra Carey Price e marcando um belo gol, tirando o puck do goleiro dos Habs.

O último período, que começou com a vantagem dos Leafs no placar viu os Habs buscarem a vitória e os Leafs se defenderem e contra-atacarem. George Parros e Colton Orr se enfrentaram novamente, porém ao cair, Orr puxou Parros, que acabou batendo a cabeça no gelo e tendo que receber atendimento médico. Não foi algo intencional e sim circunstancial, os dois estavam agarrados e quando Orr caiu, puxou Parros, que com as mãos presas, não conseguiu absorver a queda. Neste momento vemos como os jogadores são profissionais. Orr imediatamente levantou e chamou os médicos, pois viu que Parros não estava bem. Logo aos 05m10s, foi a vez de Mason Raymond marcar o seu primeiro gol oficial pelos Leafs, num contra-ataque veloz em que os Leafs estavam em dois contra um, Raymond tentou efetuar o passe, que acabou batendo nos patins do defensor dos Habs e voltando para seu próprio taco, tirando Carey Price da jogada. Somente aos 17m38s, Lars Eller marca o seu segundo gol da noite, diminuindo a vantagem dos Leafs. Os últimos minutos foram emocionantes, com uma pressão enorme dos Canadiens, em busca do gol de empate, porém nem mesmo retirar o goleiro para colocar um atacante extra, funcionou. Primeira vitória dos Leafs na temporada.

James Reimer foi sólido no gol e mista que a disputa com Bernier vai ser bem dura. Mason Raymond jogou bem também e os Leafs mostram que têm poder de reação!

O time enfrenta os Flyers na Philadelphia hoje à noite, com transmissão ao vivo pela ESPN +!! É a NHL na ESPN de volta!!!

Go Leafs Gooooooooooooooooo

Kessel é punido com suspensão de 3 jogos

quarta-feira, 25 setembro 2013 Deixe um comentário

(Photo credit: Wikipedia)

Ontem à tarde, Phil Kessel teve uma audiência por telefone com o comitê disciplinar da NHL e a decisão tomada foi a de suspender Kessel, que foi um dos principais envolvidos e originadores de toda a confusão no jogo de domingo contra os Sabres, no Air Canada Centre, por 3 jogos.

Está suspensão deixa Kessel de fora dos últimos 3 jogos da pré-temporada, mas assegura que o teremos para o jogo de abertura da temporada regular, uma visita aos nossos rivais de divisão, o Montreal Canadiens.

O motivo da suspensão foi que Kessel deu duas tacadas nas pernas de John Scott dos Sabres que iniciou a briga e, aliás, não tomou nenhuma punição. Após algo em torno de 30 segundos, enquanto Scott estava sendo seguro por David Clarkson, que saiu do banco dos Leafs e por isso foi suspenso automaticamente por 10 jogos da temporada regular, Kessel ainda o acertou com o taco mais uma vez.

Achei a punição merecida e, realmente, Kessel não pode utilizar seu taco como arma, mesmo contra jogadores maiores que ele.

Ainda bem que o teremos já no nosso primeiro jogo!

Go Leafs Go

Mike Komisarek é o mais novo jogador do Carolina Hurricanes

sexta-feira, 05 julho 2013 Deixe um comentário

O Carolina Hurricanes contratou o defensor Mike Komisarek por um ano, num contrato de $700.000 dólares.

O defensor foi dispensado e teve seu contrato cancelado com os Leafs na semana passada.

Após 10 temproadas na NHL, Komisarek jogará pela primeira vez defendendo um time americano. Sua carreira foi toda dividida entre o Montreal Canadiens e os Leafs.

————————————————————————————————————————

Boa sorte Mike!

 

13/04/2013 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 15 abril 2013 Deixe um comentário

Os Leafs estão na direção certa nesta temporada. Estão em direção aos playoffs, jogando bem, apesar de alguns apagões. Faltando apenas 8 jogos para terminar a temporada regular, os Leafs receberam os adversários da província de Quebec, o Montreal Canadiens, para mais uma batalha no Air Canada Centre. Os Habs conseguiram garantir sua vaga nos playoffs no jogo de quinta-feira, mas disputam a liderança da divisão nordeste com os Bruins e precisam da vitória tanto quanto os Leafs, que querem se garantir nos playoffs!20130413_Habs@Leafs_Banner

Este foi um jogo atípico. Acho que esta é a melhor definição para o que vou escrever na seqüência. Com apenas 01m59s, Tyler Bozak abriu o placar para os Leafs no primeiro chute contra Carey Price. Com os Leafs na frente no placar tão cedo, tudo parecia que seria mais fácil para os Leafs. Aos 08m08s, Leo Komarov conduziu o contra-ataque e, chutou fraco, mas Price aceitou o gol por entre as pernas. Foi o segundo gol dos Leafs em 3 chutes contra Carey Price!! Aos 10m25s, Jay McClement fez uma bela jogada, recebendo um passe por entre suas pernas, protegendo o puck e chutando de backhand para marcar o terceiro gol dos Leafs em quatro chutes ao gol do Montreal Canadiens! Com esses números, Carey Price foi convidado a se retirar do gelo, para assistir ao jogo do banco, dando lugar a Peter Budaj. A torcida dos Leafs estava muito feliz com a situação na qual o time havia deixado os Habs. Os Habs não estavam jogando mal, estavam até mesmo chutando mais ao gol dos Leafs, mas James Reimer estava muito bem na partida. Aos 13m08s, Davis Drewiske diminuiu para os Habs, mas esse esforço foi soterrado com mais um gol dos Leafs, do capitão Dion Phaneuf aos 17m06s, chutando forte da linha azul. O primeiro período terminou com os Leafs vencendo por 4 a 1, porém com 13 chutes ao gol de Reimer, contra apenas 5 chutes dos Leafs (4 em Price e apenas 1 contra Budaj).

20130413_Habs@Leafs_ScoreOs Leafs retornaram para o segundo período com mais vontade de presentear os Habs com uma goleada. Num contra-ataque, aos 04m42s, a dupla Kessel-Riemsdyk parte em velocidade no contra-ataque e Riemsdyk aguarda o momento certo e faz um movimento muito bonito, driblando o defensor, antes de passar na medida para Kessel marcar o quinto gol dos Leafs. Foi o quinto gol, marcado por 5 diferentes jogadores na partida!

O restante da partida viu Nazem Kadri desferir um forte tranco em Lars Eller, boas disputas de puck para ambos os lados e boas defesas de ambos goleiros. Mas o placar permaneceu com 5 a 1 para o time da casa.

Uma grande vitória, contra uma grande equipe, um grande adversário que queremos enfrentar nos playoffs! O interessante é que os Leafs não perderam nenhum jogo nesta temporada quando Dion Phaneuf marca um gol. Foram oito jogos com oito vitórias dos Leafs!!!

Go Leafs Goooo – hoje temos a visita dos Devils, que lutam para voltar a ter chances de ir aos playoffs. Vamos manter nossa seqüência de vitórias, ou de pontuar nos jogos!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 309 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: