Arquivos

Posts Tagged ‘Tyler Bozak’

06/12/2014 – Vancouver Canucks @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 10 dezembro 2014 Deixe um comentário

Após a derrota para o New Jersey Devils, quando os Leafs jogaram um jogo sonolento, lento, o próximo adversário seria o Vancouver Canucks, ainda no Air Canada Centre. Os Canucks traziam uma novidade no gol este ano, Ryan Miller, que já deu muitas dores de cabeça aos Leafs quando jogava no Buffalo Sabres.

O jogo começou e os Canucks não se intimidaram, mesmo jogando no Air Canada Centre. Jogavam de igual para igual … e dificultavam a vida do Toronto Maple Leafs. Apesar de tudo Jonathan Bernier e a defesa conseguiam impedir os Canucks de abrir o placar. Aos 15m47s, Jake Gardiner, que havia recebido uma “bronca” de Randy Carlyle, para ir mais ao ataque e levar perigo ao gol adversário, marcou para os Leafs. Menos de um minuto depois, aos 16m32s, Richard Panik marcou o segundo gol dos Leafs. Mesmo assim, os Canucks chutaram mais ao gol dos Leafs, 12 a 10 no primeiro período.

No segundo período os Leafs dobraram a vantagem no placar com gols de Peter Holland aos 04m16s e Joffrey Lupul aos 05m39s. Neste momento os Canucks retiraram Ryan Miller do gol, para o delírio da torcida dos Leafs. Miller foi substituído por Eddie Lack. Já com quatro gols de liderança no placar os Leafs começaram a perder a concentração e permitiram vários powerplays para os Canucks. Mas os Leafs estão defendendo bem os powerplays e não permitiam aos Canucks crescer na partida. Até que aos 15m21s, Daniel Sedin consegue finalmente vencer Jonathan Bernier. Este gol deu uma esperança de reação aos Canucks, mas o segundo período terminou assim, com o placar de 4 a 1 para o time da casa.

Com esperança de reação os Canucks voltaram pressionando no terceiro período e aos 08m45s, Christopher Tanev marcou o segundo dos Canucks. Após este gol os Leafs conseguiram controlar a partida, sem maiores chances aos Canucks e, aos 17m39s, já com o gol vazio, sem goleiro (Empty Net), David Clarkson marcou o quinto gol, fechando o placar.

Grande jogo dos Leafs e, principalmente de Jonathan bernier que efetuou 44 defesas para manter os Canucks somente com dois gols no placar!

Go Leafs Goooooooo

Sobre estes anúncios

28/10/2014 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 29 outubro 2014 Deixe um comentário

Os Leafs não vinham tendo bons jogos recentemente e Randy Carlyle se viu obrigado a implementar mudanças na equipe. O resultado disso foi uma mudanças nas linhas ofensivas com Nazem Kadri e Joffrey Lupul subindo para a primeira linha com Phil Kessel e Tyler Bozak e James Van Riemsdyk descendo para a segunda linha com David Clarkson. Foi uma ação que proporcionou o retorno de Lupul para jogar ao lado de Kessel, em uma dupla que deu muito certo no passado.

Season_2014-15_Goalies_Game10Os Leafs tiveram o seu melhor jogo desta e, talvez, das últimas temporadas. O Buffalo Sabres vinha de sua segunda vitória da temporada, contra o San Jose Sharks na Califórnia. Nos gols, a batalha seria entre Michal Neuvirth, ex-Capitals, e Jonathan Bernier.

Com apenas uma vitória em casa em cinco jogos, os Leafs estavam se sentindo pressionados por uma vitória e jogaram desde o início da partida de forma muito agressiva e dominando o gelo. O time gerou muitas oportunidades de gol que estavam sendo frustradas por Neuvirth. Os Leafs praticamente não saiam da zona de ataque e por muito pouco não abriram o placar no primeiro período, onde chutaram a gol 17 vezes, contra apenas quatro dos Sabres.

No segundo período, faltando apenas 19s para o término, Tyler Bozak partiu com o puck, em vantagem numérica, powerplay, e finalmente conseguiu abrir a muralha de Neuvirth, abrindo o placar para os Leafs. Esta vantagem numérica foi conseguida numa penalidade do time dos Sabres onde Marcus Foligno deu uma joelhada em Nazem Kadri, que acabou caindo e acertando Dion Phaneuf que saiu do gelo mancando, sentindo o joelho.

Season_2014-15_Score_Game10No início do terceiro período, Phaneuf já estava de volta, recuperado e os Leafs continuaram pressionando muito os Sabres. Aos 04m18s foi a vez de Phil Kessel marcar, recebendo um passe de Mike Santorelli. James Van Riemsdyk marcou um minuto depois, aos 05m18s. Para fechar o placar, num contra-ataque, Jake Gardiner marca o seu primeiro gol da temporada numa bem jogada em que o defensor dos Leafs partiu com o puck dominado, em velocidade, fez Neuvirth defender o gol se movimentando e fechando o ângulo na lateral do gol, deixando Gardiner sem a opção de chutar. Gardiner então continuou a jogada por trás do gol, deu a volta e marcou do outro lado, sem chance ou tempo de Neuvirth voltar, num belo wraparound!

Ao final da partida os Leafs desferiram 37 chutes em Neuvirth e permitiram apenas 10 chutes a gol, empatando um recorde histórico de 2002, com Curtis Joseph no gol.

Foi um belíssimo jogo para os Leafs, o que demonstra que as mudanças surtiram efeito.

O próximo jogo será na sexta-feira, fora de casa, contra o Columbus Blue Jackets.

Go Leafs Gooooooo

14/10/2014 – Colorado Avalanche @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 16 outubro 2014 Deixe um comentário

A vitória no último jogo, contra os Rangers em pleno Madison Square Garden, trouxe confiança aos Leafs que receberam o bom time do Colorado Avalanche no Air Canada Centre. A sólida apresentação contra os Rangers também fez com que o goleiro da partida fosse James Reimer.

Este jogo foi transmitido ao vivo pela ESPN em seu canal HD, com Ari Aguiar e Thiago Simões!

Season_2014-15_Goalies_Game4Os Leafs e os Avs trocaram ótimas oportunidades de gol, com os times revezando o domínio do gelo até que aos 09m54s, num contra-ataque em 2 contra 1, Phil Kessel conduz o puck e passa na medida para James Van Riemsdyk abrir o placar. Os Leafs saíram na frente e, apesar de não terem volume de jogo naquele momento da partida, tiveram a paciência necessária para aproveitar as poucas oportunidades que geravam. O gol desestruturou um pouco o time visitante, mas os Leafs não conseguiram mais gols e, aos 13m14s, Ryan O’Reilly empata para os Avs.

O segundo período viu os Leafs ganharem o domínio do gelo, mas viu uma noite inspirada de Semyon Varlamov, o ótimo goleiro dos Avs, que segurava as pontas em todos os chutes perigosos do time dos Leafs. Aos 17m40s, num rápido contra-ataque, o time dos Avs, mais precisamente Jarome Iginla, encontra Matt Duchene livre para desferir um forte chute de primeira, sem chances de defesa para Reimer e coloca os Avs à frente. Este período viu um lance inusitado, após trocar empurrões com Jamie McGinn, Dion Phaneuf e seu ex-capitão no Calgary Flames, Jarome Iginla discutem e retiram as luvas para brigar, mas os árbitros acabaram por separar os dois e não permitiram. A torcida obviamente vaiou a arbitragem!!

Season_2014-15_Score_Game4No terceiro período os Leafs continuaram pressionando pelo empate, que foi conseguido aos 10m36s, com um gol de Joffrey Lupul, apesar de todo o esforço de Semyon Varlamov defendendo muitos chutes dos Leafs.

Com o empate as equipes foram à prorrogação. Mal começou a prorrogação e aos 34s, Tyler Bozak encontra Phil Kessel partindo em velocidade ao ataque. Kessel perde um pouco o controle do puck, o que o faz perder a oportunidade de partir em direção ao gol, mas ele retoma o controle, pára e retorna no gelo, dando uma volta sobre o defensor dos Avalanche e chutando de frente ao gol de Varlamov, que não conseguiu a defesa. Kessel marcou o gol da vitória dos Leafs e, após dois jogos em casa sem marcar pontos, já marcou 5 nos dois últimos jogos!

Ótima partida dos Leafs que parecem ganhar mais entrosamento e confiança. Não sei como ficará a situação dos goleiros dos Leafs, já que Bernier perdeu os dois primeiros jogos e Reimer tem entrado bem e conseguiu as nossas duas vitórias.

Go Leafs Goooooooo

11/10/2014 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 12 outubro 2014 Deixe um comentário

Vindos de uma derrota contra os Canadiens, no primeiro jogo da temporada, em casa, os Leafs buscavam a primeira vitória contra o sempre perigoso time dos Penguins.

Season_2014-15_Score_Game2Crosby que sempre joga bem contra os Leafs, voltava de uma cirurgia no pulso durante a pós-temporada. Os Leafs iniciaram bem a partida, mas os Penguins abriram o placar com Hornqvist, que venceu Jonathan Bernier por baixo das pernas. Ainda no primeiro período os Penguins abriram vantagem de 3 a 0 no placar com gols de Crosby e Kunitz, ambos em powerplays ( vantagem numérica).

Logo no início do segundo período, Joffrey Lupul diminuiu, marcando o primeiro gol dos Leafs. Evgeny Malkin restaurou os três gols de vantagem para os Penguins e, no terceiro período, Brandon Sutter e Tyler Bozak marcaram gols, que definiram o placar: 5 a 2 para os Penguins.

Season_2014-15_Goalies_Game2Não é o início de temporada dos sonhos dos Leafs, mas a equipe teve muitas mudanças e ainda necessita de tempo para que os jogadores ganhem entrosamento. Phil Kessel não teve um bom início e em dois jogos não marcou nenhum ponto, além de ser menos 2, ou seja, a equipe sofreu dois gols a mais do que marcou, com ele no gelo.

Hoje os Leafs enfrentam os Rangers, que também vêm de derrota, mas este será o primeiro jogo dos Leafs fora de casa!

Go Leafs Gooo

Leafs contratam o central Petri Kontiola

sábado, 05 julho 2014 1 comentário
English: Petri Kontiola, finnish ice hockey pl...

English: Petri Kontiola, finnish ice hockey player with Metallurg Magnitogorsk Français : Petri Kontiola, joueur de hockey sur glace finlandais avec le Metallurg Magnitogorsk (Photo credit: Wikipedia)

De acordo com o site Sportsnet.ca, o Toronto Maple Leafs está olhando para a Europa para melhorar sua equipe, assinando o agente livre Petri Kontiola por um ano.

Kontiola foi escolhido na sétima rodada do draft pelo Chicago Blackhawks e passou os últimos cinco anos jogando na KHL. O finlandês de 29 anos também ganhou a medalha de bronze representando seu país nas olimpíadas de inverno de Sochi e a medalha de prata no Campeonato Mundial de Hóquei em maio.

Conhecido por ser um central que arma muito bem as jogadas, ele marcou 112 assistências e 175 pontos em 258 jogos regulares na KHL ( Traktor e Metallurg Magnitogorsk).

Em 12 Jogos na NHL com os Blackhawks durante a temporada 2007-08, Kontiola marcou cinco pontos, todos assistências.

Acredita-se que o jogador pagou próximo a 600 mil dólares do próprio bolso para terminar o contrato com o Chelyabinsk e ficar livre para mudar-se para a América do Norte.

Kontiola é o segundo finlandês contratado pelos Leafs nesta semana. O outro é Leo Komarov.

Qual é o espaço de Kontiola na equipe ainda necessita ser definido, já que a equipe conta com os centrais Nazem Kadri, Tyler Bozak e Peter Holland, além de ter assinado com Mike Santorelli.

Seja bem-vindo Kontiola!! Queremos muito o seu sucesso nos Leafs!!!

10/04/2014 – Toronto Maple Leafs @ Florida Panthers

sexta-feira, 11 abril 2014 Deixe um comentário

Este foi um daqueles jogos tristes! Ambas equipes já não possuem chances de ir aos playoffs e a moral de ambas está baixa, pois cumprem os jogos apenas para cumprir tabela, sem muita motivação para vencer, pois já não faz mais nenhuma diferença!

Os Leafs visitaram os Panthers e, pela primeira vez na carreira, Drew McIntyre foi o goleiro dos Leafs, iniciando a partida. McIntyre é um goleiro de 30 anos, mas que não teve chances na NHL. Em seu histórico estão apenas 5 jogos onde ele entrou substituindo o goleiro que iniciou a partida. Para ele foi interessante ele ter tudo seu primeiro jogo na Florida, onde ele foi draftado pelos Red Wings.

Infelizmente o time dos Leafs, com a eliminação pesando na moral da equipe, não teve uma boa performance e deixou McIntyre na mão em pelo menos 3 dos 4 gols sofridos. Aos 06m06s, Brandon Pirri abre o placar, que os Panthers mantiveram por todo o primeiro período.

No segundo período, os Leafs chegaram ao empate aos 04m03s, com Tyler Bozak, num ótimo chute. Mas os Leafs não jogavam bem e restando apenas 03s para o término do período, Brad Boyes colocou o time da casa à frente novamente, numa jogada em que Nick Bjugstad deu a volta por trás do gol dos Leafs e passou o puck por entre as pernas de Jake Gardiner, para Boyes marcar.

Os Leafs não mudaram e permitiram mais dois gols aos Panthers. O terceiro foi marcado por Nick Bjugstad aos 03m23s, em mais uma jogada em que ele disputou o puck atrás do gol, circulou com velocidade e, desta vez, Paul Ranger não o conteve, o que deixou ele chutar e marcar sobre McIntyre. Aos 06m02s, com os Leafs em powerplay, os Panthers conseguiram um contra-ataque em 2 contra 1 após Cody Franson ficar perdido no meio do gelo, sem saber onde estava o puck. Nick Bjugstad recebeu o puck de Tomas Fleischmann e marcou o seu segundo gol da noite, quarto dos Panthers. Os Leafs apenas conseguiram diminuir, marcando o segundo gol, com Paul Ranger, aos 13m57s. O placar final ficou em 4 a 2 para os Panthers devido à ótimas defesas de McIntyre, caso contrário o placar teria sido mais elástico.

Ao final da partida, Phil Kessel estava visivelmente chateado com a performance dele e da equipe neste final de temporada.

Agora é torcer para que o último jogo, sábado contra os Senators, fora de casa, na última Batalha de Ontario desta temporada, anime os jogadores.

E que venham melhores jogadores e quem sabe até mesmo um técnico para os Leafs, para a próxima temporada.

Go Leafs Gooooo

05/04/2014 – Winnipeg Jets @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 09 abril 2014 Deixe um comentário

Com a derrota do Columbus Blue Jackets para o Detroit Red Wings na noite anterior, os Leafs tinham a chance de voltar a figurar na última vaga de Wild Card do Leste, vencendo o Winnipeg Jets em Toronto. Faltando apenas 4 jogos para o término da temporada regular, dois jogos a menos que os Blue Jackets, os Leafs necessitam de todas as vitórias possíveis e ainda torcer por tropeços do time de Columbus.

Os Leafs começaram bem, aliás, muito bem. Phil Kessel e Tyler Bozak partiram no contra-ataque e aos 02m45s, Bozak deu um passe na medida, por sobre os tacos de dois defensores dos Blue Jackets, para Phil Kessel apenas empurrar para dentro do gol de Ondrej Pavelec. Como é bom ver os Leafs abrindo o placar no Air Canada Centre!! Mas os Jets estavam numa noite muito inspirada e com seus jogadores muito focados no jogo e, aos 06m22s, Bryan Little marcou o gol de empate em James Reimer, num total erro de posicionamento da defesa dos Leafs, que deixou Little sozinho para chutar ao gol. Aos 13m45s, durante um powerplay, os Leafs chutaram o puck ao ataque, numa daquelas jogadas de Dump and Chase, onde eles chutam o puck ao ataque e vão pressionar a defesa do time adversário para recuperar o puck, e o goleiro dos Jets se atrapalhou com o puck atrás de seu gol. O puck acabou retornando para a frente do gol e Nazem Kadri, muito rápido chutou para as redes, de um gol sem goleiro, pois Pavelec não conseguiu retornar a tempo. Parecia que os Leafs estavam de volta aos trilhos da vitória. No final do primeiro período os Leafs permitiram o gol de empate, quando aos 19m56s, Reimer deu rebote num chute de Michael Frolik e Jacob Trouba dominou o puck em frente a Reimer e chutou por cima do goleiro dos Leafs que tentou deitar para defender o puck. Jogo empatado e água fria só de os Leafs. Este foi o melhor período dos Leafs na partida.

No segundo período os Leafs não voltaram jogando bem e se deixavam dominar pelos Jets em seu próprio campo de defesa, ficando por muito tempo buscando dominar o puck, mas sem limpar a jogada e mantendo o time dos Jets no ataque. Aos 17m02s, num powerplay, foi a vez de Tobias Enstrom marcar o gol, que viria a ser o gol da vitória dos Jets.

Os Leafs bem que tentaram reagir no terceiro período, mas não conseguiam vencer Pavelec. Aos 07m09s, o ataque dos Jets encontrou Olli Jokinen sozinho em frente ao gol, para marcar o quarto gol dos Jets. A partida terminou com a vitória dos Jets por 4 a 2 e também terminou com a seqüência de vitórias dos Leafs, que vinham de duas vitórias importantes nessa fase final de temporada regular.

Com a derrota os Leafs, além de saírem do gelo vaiados pelos torcedores, ainda deixaram sua situação para a classificação aos playoffs ainda mais difícil, pois agora fecham a temporada com três jogos fora de casa e ainda têm dois jogos a menos que seus adversários, disputando a última vaga do Wild Card.

Infelizmente a equipe não demonstrou a qualidade e aplicação necessária para mostrar que merece chegar aos playoffs deste ano. Se jogarem assim nos playoffs, seriamos varridos pelos Bruins.

Esta situação deixa Dave Nonis em uma encruzilhada onde ele deve tomar decisões sobre o futuro da equipe. Quem de ser mantido como base da equipe? Quem deve ser descartado? Quem pode ser negociado, e a que preço, e por quem? Quem deve ser o foco dos Leafs para contratação na pós-temporada? Carlyle permanece ou devemos buscar outro técnico com outra filosofia de trabalho?!? Estas são algumas das questões que estão na cabeça de Dave Nonis e que veremos o desdobramento após o término da temporada, mais especificamente após o dia 1 de Julho, quando se abre o mercado para agentes livres irrestritos – Jogadores com contratos já terminados e que não conseguiram boas negociações com os times para os quais jogaram, ficando livres no mercado.

Ainda acredito nos Leafs e, apesar de estar mais distante, ainda podemos nos classificar aos playoffs, mas minha confiança na equipe começa a esmorecer, não sei o que está errado, mas algo não funciona bem nos Leafs. Um exemplo disso é David Clarkson ter uma de suas piores temporadas em termos de números, pois ele se aplica a cada vez que entra no gelo. Outro jogador que julgo abaixo da expectativa é Nikolai Kulemin, que nunca mais teve o desempenho demonstrado no passado. Cody Franson é um defensor com bom tamanho e com um poderoso chute da linha azul, mas tem sido bloqueado com freqüência, permitindo contra-ataques. Existem ainda outros fatores como negociações que podem pedir por alguns de nossos bons jogadores, mas que acho que Nonis deve manter na equipe, como JVR, Bozak, Jay McClement e outros.

Go Leafs Gooooooooo e Boooooooooooooooooooooo por este jogo contra os Jets!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 318 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: