Archive

Posts Tagged ‘Tyler Bozak’

04/02/2016 – New Jersey Devils @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 05 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Antes de iniciar uma viagem com cinco jogos na agenda o Toronto Maple Leafs recebeu o New Jersey Devils no Air Canada Centre.

Este jogo foi marcado por diversos números: 1000 jogos como técnico para Mike Babcock, 800 jogos de Dion Phaneuf na NHL, assim como 700 jogos de Joffrey Lupul e 300 de Nazem Kadri! 

No gol dos Leafs estava James Reimer, que parece ter se garantido como o goleiro número um dos Leafs, e pelos Devils, Keith Kinkaid.

O jogo foi muito disputado o tempo todo e as equipes não conseguiam sobrepujar a outra na determinação e aplicação táticas. Quem abriu o placar foi Jacob Josefson aos  04m16s do primeiro período, num powerplay, recebendo um passe de David Schlemko e chutando forte. O puck ainda resvalou na luva de James Reimer e foi pro fundo da rede dos Leafs. Numa jogada bem armada, logo após o término de um powerplay para os Leafs, P.A. Parenteau, Tyler Bozak e Shawn Matthias trocam passes e Matthias consegue desviar o puck, que ainda pegou no patins de um defensor dos Devils e empatou a partida.

A disputa continuou e no terceiro período David Schlemko colocou os Devils mais uma vez à frente do placar aos 06m27s. Os Leafs, mais uma vez, precisavam correr atrás do prejuízo. Foi Mike Babcock que, decidindo retirar Reimer aos 17m48s, iniciou a ação que terminou com um gol de Tyler Bozak, apenas 6s depois, aos 17m54s, após receber um excelente passe de Peter Holland e chutar de primeira, vencendo Kinkaid e empatando a partida. 

Não houve qualquer alteração de placar na prorrogação, mesmo com boas chances para as equipes. Kinkaid fez uma excelente defesa num contra-ataque dos Leafs, levando a decisão aos pênaltis. 

A cobrança de pênaltis, conhecida como Shootout, somente viu P.A. Parenteau marcar, dando a vitória aos Leafs!

Mais uma vez a equipe mostrou que não se incomoda de estar atrás no placar e que tem raça e determinação para mudar o destino da partida e dos pontos em jogo! 

Go Leafs Gooooooo

27/12/2015 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

segunda-feira, 28 dezembro 2015 Deixe um comentário

Após a parada de três dias devido ao Natal, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo no Barclays Center, nova casa do New York Islanders, no Brooklyn. 

No gol estava Jonathan Bernier, mas dessa vez o backup era James Reimer, retornando de uma contusão. Pelos Islanders, Thomas Greiss defendia o gol.

Acredito que Mike Babcock está começando a implantar o seu sistema de jogo em Toronto e estamos começando a ver os resultados. A equipe tem jogado de forma regular, sempre dentro de um mesmo esquema de jogo e, apesar de não sermos uma equipe com muitos jogadores que se destacam, estamos conseguindo bons resultados, ou, pelo menos conseguimos levar as partidas à prorrogação, ganhando um ponto. 

No jogo de ontem, os Leafs dominaram do começo ao fim, mas foi no segundo período que isso ficou muito evidente. Aos 01m33s, Tyler Bozak estava no lugar certo, na hora certa, para aproveitar um chute de Roman Polak, que bateu nas bordas e voltou para ele mandar pro fundo do gol. Apenas 100 segundos depois, num momento em que os Isles tinham cometido uma penalidade, mas ainda sem cumprí-la (delayed penalty), os Leafs em 6 contra 5, conseguiram marcar o segundo com Michael Grabner. Grabner jogou pelos Islanders as últimas cinco temporadas, antes de ser negociado com os Leafs. Foi o seu 100º gol na NHL, o primeiro contra sua ex-equipe e acabou sendo o gol da vitória! 

O terceiro período ainda vou os Islanders reduzirem a diferença no placar com um gol de Nikolai Kulemin, aos 12m30s. E James Van Riemsdyk marcar o terceiro dos Leafs aos 19m14s, com os Islanders já sem goleiro.

Foi uma ótima partida e mais uma vitória de Jonathan Bernier que está recuperando a confiança. Ele volta ao gol dos Leafs na terça-feira em Toronto contra os mesmos Islanders e James Reimer joga na quarta-feira contra os Penguins.

Go Leafs Goooo

21/12/2015 – Toronto Maple Leafs @ Colorado Avalanche

terça-feira, 22 dezembro 2015 Deixe um comentário

A vitória por shutout no jogo anterior, contra o Los Angeles Kings foi excelente para o Toronto Maple Leafs e, principalmente para Jonathan Bernier. O goleiro dos Leafs estava muito confiante e fez excelentes defesas na visita dos Leafs ao Colorado Avalanche.

O Colorado é uma equipe jovem e com uma excelente primeira linha composta por Nathan McKinnon, Gabriel Landeskog e Matt Duchene e a equipe vinha de quatro vitórias consecutivas. Os Leafs estão fazendo um campeonato aos trancos e barrancos, mas conseguindo pontos importantes em muitos de seus jogos! 

Jogando fora de casa os Leafs se deixaram pressionar pelos Avs e aos 02m27s, numa bela troca de passes, permitiram Jack Skille receber o puck sozinho próximo ao crease, área do goleiro, com tempo para dominar o puck e chutar. Apesar de começar áreas do placar, os Leafs não se abateram e viraram o placar desfavorável ainda no primeiro período, com gols de Leo Komarov e Joffrey Lupul, ambos em powerplay, aos 13m34s e 17m42s, respectivamente.

Mal o segundo período começou e John Mitchell empatou para os Avs aos 01m07s. Leo Komarov, que está numa ótima fase é muito confiante, marcou o terceiro gol dos Leafs, seu segundo da noite, aos 12m03s, em outro powerplay. Komarov já tem 15 gols marcados nesta temporada e está sendo o membro mais importante dos Leafs no ataque. Infelizmente aos 18m43s, Erik Johnson empata novamente para os Avs. O que não chega a ser um mal resultado para os Leafs: entrar no último período de jogo, fora de casa, empatado com a equipe da casa. 

O terceiro período pode receber o nome de Tyler Bozak, que simplesmente marcou três gols no período, um hat-trick. O primeiro veio aos 00m49s, o segundo aos 06m47s e o terceiro em empty-net, com os Avs sem o goleiro Semyon Varlamov, aos 16m20s. O período ainda ciu os Leafs marcarem com James Van Riemsdyk que desviou um chute de Jake Gardiner aos 10m40s e o segundo gol de Jack Skille, dos Avs, aos 17m31s, fechando o placar em Leafs 7 X Avs 4.

Tá bonito de ver o time jogar! Parece que estamos num momento em que todos os rebotes vêm em nossa direção e todos os chutes encontram o caminho do fundo do gol! Vamos continuar assim! Fazer uma temporada em que não fomos bem no começo, mas podemos finalizar muito bem, ao contrário das últimas temporadas! 

Hoje a equipe entra de novo no gelo, em Glendale, Arizona, contra o Arizona Coyotes!

Go Leafs Go

15/12/2015 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 16 dezembro 2015 Deixe um comentário

Após uma semana de descanso o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo, no Air Canada Centre, recebendo a visita do Tampa Bay Lightning, de Steven Stamkos. Jogo que foi transmitido pela ESPN, que sempre divulga os esportes americanos e tem servido de fonte de informação para muitos torcedores conhecerem melhor o hóquei no gelo da NHL, por meio do Ari Aguiar, narrador, Thiago Simões, comentarista e agora de Renan do Couto, também narrador. Parabéns à ESPN! 

Stamkos é um ótimo jogador que tem contrato apenas até o final desta temporada e por ser nativo de Markham, Ontario, viveu toda sua infância torcendo pelos Leafs. Existe muita especulação se os Leafs poderão trazê-lo, caso ele não feche novo contrato com o Tampa Bay, mas isso ainda não está bem próximo de ser definido.

Pelo gol dos Leafs estava Jonathan Bernier, que retornou de 10 dias com o Toronto Marlies, para voltar a ter ritmo de jogo, onde venceu três jogos por shutout e perdeu um. Infelizmente Bernier continua sem uma vitória sequer nesta temporada.

Mal o jogo começou e Nikita Kucherov recebeu um ótimo passe na linha azul e entrou na zona defensiva dos Leafs à frente dos defensores, progrediu com o puck e venceu Bernier com um chute de backhand aos 02m59s, no segundo chute à gol do time visitante. James Van Riemsdyk chutou ao gol e Andrei Vasilevskiy deu rebote, permitindo a Tyler Bozak empatar a partida, marcando seu 100º gol, aos 10m40s. O mesmo James Van Riemsdyk colocou os Leafs à frente do placar aos 18m03s.

Leo Komarov e Morgan Rielly, logo após os Leafs matarem duas penalidades, incluindo mais de um minuto com dois jogadores a menos no gelo, partiram num contra-ataque e Rielly marcou o terceiro gol dos Leafs aos 11m34s do segundo período. Ao final do período Anton Stralman diminuiu para os Lightning, aos 19m24s. Num gol que deveria ter sido evitado, mantendo vantagem de dois gols para os Leafs no início do terceiro período.

O último período foi marcado pela virada dos Lightning que marcaram dois gols em menos de um minuto com Mike Blunden, aos 05m56s e Jonathan Marchessault aos 06m26s. Os Leafs ainda conseguiram empatar com Daniel Winnik, aos 13m28s, levando a decisão à prorrogação.

Na prorrogação, Vladislav Namestnikov marcou aos 02m01s, dando a vitória ao Tampa Bay Lightning. É este tipo de gol que todos esperam que o goleiro dos Leafs possa defender para nos manter na partida, mas Bernier parece não estar numa fase muito boa para isso. 

Para a próxima partida contra o San Jose Sharks, Mike Babcock ainda não decidiu quem será o goleiro titular dos Leafs, se Bernier, que ainda não venceu, ou o novato Garret Sparks, com três vitórias em quatro jogos na NHL. Uma revisão da partida é que vai determinar o goleiro, já que James Reimer está afastado por contusão. Os gols que Bernier sofreu no terceiro período acabaram sendo definitivos para o resultado.

Go Leafs Goooooo

08/12/2015 – New Jersey Devils @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 09 dezembro 2015 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs enfrentou o New Jersey Devils pela primeira vez após Lou Lamoriello, atual General Manager dos Leafs, deixar os Devils, onde atuou como GM por 28 anos. O jogo foi no Air Canada Centre e os jogadores dos Leafs queriam muito dar uma vitória a Lou.

Mais uma vez no gol estava Garret Sparks e, pelos Devils, Corey Schneider, o sucessor de Martin Brodeur.

Os Leafs mais uma vez começaram atrás do placar já aos 01m24s, quando Lee Stempniak desviou o chute de John Moore, bem em frente à Sparks, num powerplay pra os Devils. Sparks não teve chance de defesa. Os Leafs quase empataram com Matt Hunwick, mas o puck acertou a trave de Corey Schneider. Somente aos 14m13s, numa jogada até mesmo despretenciosa, Pierre-Alexandre Parenteau chutou o puck da zona neutra, somente para fazer os defensores dos Devils se virarem ao seu próprio gol, mas o puck acabou batendo no gelo e saltando de forma imprevisível, passando por sobre o ombro de Schneider, e os Leafs empataram a partida.

O segundo período viu os Leafs virando o jogo com um gol de James Van Riemsdyk aos 02m12s, muito parecido com o gol de Stempniak, desviando um chute de Dion Phaneuf, que aliás estava em seu 400º jogo pelos Leafs! Parabéns Dion! Os Devils chegaram ao empate com Kyle Palmieri, mais uma vez num powerplay, chutando forte com muita gente à frente de Sparks, que acabou não vendo o puck a tempo de se preparar para defender! 

Não houve qualquer alteração no placar no terceiro período ou na prorrogação, apesar de que as equipes lutaram muito e tiveram ótimas chances na prorrogação. A decisão ficou para o Shootout (cobrança de pênaltis). Após duas rodadas, ninguém havia marcado. Na terceira rodada, Tyler Bozak fez um belo movimento e venceu Schneider por sobre o ombro, mas Mike Cammalleri manteve os Devils no jogo. Somente na quinta rodada, Nazem Kadri marcou para os Leafs e, na última cobrança, Garret Sparks conseguiu fazer com que David Schlemko errasse, dando a vitória aos Leafs!

Os Leafs agora só voltam ao gelo na próxima terça-feira!

Go Leafs Goooo

23/11/2015 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 27 novembro 2015 Deixe um comentário

Em jogos de ida e volta o Toronto Maple Leafs recebeu a visita do Boston Bruins após ter sido derrotado em Boston. 

Mais uma vez no gol dos Leafs estava James Reimer. Pelos Bruins, Tuuka Rask estava no gol.

Os Bruins começaram melhor e Brad Marchand abriu o placar aos 04m58s do primeiro período, num powerplay para os Leafs. Aos 12m39s Zac Rinaldo amplia para os Bruins. Parecia que os Leafs estavam destinados a mais uma derrota.

Mas no segundo período a equipe mostrou poder de reação e empatou a partida com gols de Joffrey Lupul, aos 11m54s, e de Dion Phaneuf, aos 12m56s. Mas Brad Marchand conseguiu encontrar um espaço minúsculo entre a luva e o protetor de luva de James Reimer, para colocar os Bruins à frente novamente aos 14m40s. Este período ainda viu Tyler Bozak empatando novamente para os Leafs aos 16m09s.

Não houveram mais gols no terceiro período e na prorrogação e a partida foi para a decisão por pênaltis (Shootout), onde os Bruins acabaram levando a melhor.

Foi um bom jogo e mais uma vez, por detalhes não ganhamos, mas para uma equipe em reconstrução estamos mostrando mitos valores, como raça, não se deixar abater por placares adversos, jogar os 60 minutos, etc.

Go Leafs Gooooo

17/11/2015 – Colorado Avalanche @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 18 novembro 2015 Deixe um comentário

De volta a Toronto os Leafs receberam a visita do Colorado Avalanche e tiveram um de seus melhores jogos da temporada!

De volta ao gol do Toronto Maple Leafs, James Reimer jogou mais uma vez muito bem e com confiança! Parece que, por enquanto, Reimer conquistou a posição de goleiro titular da equipe. A Jonathan Bernier sobrou a opção de aguardar por nova chance para tentar ter uma boa performance no gol. 

Neste jogo os Leafs praticamente não deram chances ao Colorado Avalanche. Aos 03m21s do primeiro período, Nathan McKinnon perde o puck na zona neutra para Shawn Matthias, que passa para Leo Komarov, que chutou forte e certeiro no ângulo mais distante do gol de Reto Berra, abrindo o placar e marcando um gol shorthanded para os Leafs (os Avs estavam em vantagem numérica – powerplay). Ainda no primeiro período, PA Parenteau marcou o segundo dos Leafs, desta vem em powerplay, após uma bela troca de passes do ataque dos Leafs, aos 18m37s.

Veio o segundo período e foi a vez de Tuler Bozak ampliar a liderança para os Leafs em mais um gol no powerplay aos 10m12s. Somente aos 12m04s, Erik Johnson marca para os Avs, num chute da linha azul que no meio do tráfego de jogadores, Reimer não conseguiu ver direito.

Ainda em vantagem no placar, o terceiro período serviu para definir a partida com mais dois gols em powerplay. O segundo gol da noite para PA Parenteau aos 11m21s e o último aos 15m59s, marcado por James Van Riemsdyk.

Ao final o placar ficou em Leafs 5, Avs 1, com todos os gols dos Leafs sendo marcado pelos chamados times especiais (powerplay ou penalty killing). Leo Komarov e PA Parenteau chegaram aos seis gols na temporada e James Reimer chegou à sua sexta vitória. A equipe parece estar ganhando conjunto e jogando cada vez melhor! Com certeza influência de Mike Babcock e de seus coordenadores técnicos que vêem fazendo um ótimo trabalho!

Go Leafs Gooooo

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 417 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: