Inicial > Air Canada Centre, NHL, NHL Game, Toronto Maple Leafs, Vitória > 28/10/2014 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

28/10/2014 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 29 outubro 2014 Deixe um comentário Go to comments

Os Leafs não vinham tendo bons jogos recentemente e Randy Carlyle se viu obrigado a implementar mudanças na equipe. O resultado disso foi uma mudanças nas linhas ofensivas com Nazem Kadri e Joffrey Lupul subindo para a primeira linha com Phil Kessel e Tyler Bozak e James Van Riemsdyk descendo para a segunda linha com David Clarkson. Foi uma ação que proporcionou o retorno de Lupul para jogar ao lado de Kessel, em uma dupla que deu muito certo no passado.

Season_2014-15_Goalies_Game10Os Leafs tiveram o seu melhor jogo desta e, talvez, das últimas temporadas. O Buffalo Sabres vinha de sua segunda vitória da temporada, contra o San Jose Sharks na Califórnia. Nos gols, a batalha seria entre Michal Neuvirth, ex-Capitals, e Jonathan Bernier.

Com apenas uma vitória em casa em cinco jogos, os Leafs estavam se sentindo pressionados por uma vitória e jogaram desde o início da partida de forma muito agressiva e dominando o gelo. O time gerou muitas oportunidades de gol que estavam sendo frustradas por Neuvirth. Os Leafs praticamente não saiam da zona de ataque e por muito pouco não abriram o placar no primeiro período, onde chutaram a gol 17 vezes, contra apenas quatro dos Sabres.

No segundo período, faltando apenas 19s para o término, Tyler Bozak partiu com o puck, em vantagem numérica, powerplay, e finalmente conseguiu abrir a muralha de Neuvirth, abrindo o placar para os Leafs. Esta vantagem numérica foi conseguida numa penalidade do time dos Sabres onde Marcus Foligno deu uma joelhada em Nazem Kadri, que acabou caindo e acertando Dion Phaneuf que saiu do gelo mancando, sentindo o joelho.

Season_2014-15_Score_Game10No início do terceiro período, Phaneuf já estava de volta, recuperado e os Leafs continuaram pressionando muito os Sabres. Aos 04m18s foi a vez de Phil Kessel marcar, recebendo um passe de Mike Santorelli. James Van Riemsdyk marcou um minuto depois, aos 05m18s. Para fechar o placar, num contra-ataque, Jake Gardiner marca o seu primeiro gol da temporada numa bem jogada em que o defensor dos Leafs partiu com o puck dominado, em velocidade, fez Neuvirth defender o gol se movimentando e fechando o ângulo na lateral do gol, deixando Gardiner sem a opção de chutar. Gardiner então continuou a jogada por trás do gol, deu a volta e marcou do outro lado, sem chance ou tempo de Neuvirth voltar, num belo wraparound!

Ao final da partida os Leafs desferiram 37 chutes em Neuvirth e permitiram apenas 10 chutes a gol, empatando um recorde histórico de 2002, com Curtis Joseph no gol.

Foi um belíssimo jogo para os Leafs, o que demonstra que as mudanças surtiram efeito.

O próximo jogo será na sexta-feira, fora de casa, contra o Columbus Blue Jackets.

Go Leafs Gooooooo

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: