Anúncios
Início > Derrota, NHL, NHL Game > 24/01/2013 – New York Islanders @ Toronto Maple Leafs

24/01/2013 – New York Islanders @ Toronto Maple Leafs

Após uma sólida vitória sobre os Penguins, os Maple Leafs realizaram seu quarto jogo na temporada regular recebenedo o New York Islanders no Air Canada Centre. Matt Frattin entrou no lugar de Joffrey Lupul – Lupul fraturou o braço no jogo anterior e é esperado que ele fique pelo menos 6 semanas sem jogar.

nyi-tor_topo

Os Leafs abriram o placar com pouco mais de dois minutos de partida, com um slap shot do defensor Carl Gunnarsson. A resposta dos Islanders veio com Matt Moulson, aos 8:39. Mas não demorou muito até os Leafs retomarem a liderança: Nazem Kadri fez 2-1 no minuto seguinte e Mikhail Grabovski mandou uma bomba para dentro do gol de Evgeni Nabokov e deixou os Leafs com dois gols de vantagem até o fim do primeiro período.

nyi-torO segundo período começou com boa pressão dos Leafs, mas foram os Isles que descontaram: o veterano Mark Streit marcou em vantagem-numérica (powerplay) aos 11:44, e Brad Boyes empatou aos 13:10. A partir daí os time de Nova Iorque passou a dominar o jogo enquanto os Leafs deram uma esfriada.

Os Islanders viraram o jogo logo no começo do terceiro tempo, com gols de Michael Grabner e Keith Aucoin. Após o quinto gol, James Reimer foi para o gol no lugar de Ben Scrivens – que se mostrou bastante chateado e irritado ao ir para o banco. Moulson, com seu segundo gol na partida, deixou o placar em 6-3 para os Isles, fazendo com que Toronto partisse pra cima na base do desespero. Matt Frattin aumentou um pouco a esperança dos Leafs com um gol aos 17:47 (além do gol, Frattin teve duas assistências). Phil Kessel teve um gol corretamente anulado logo em seguida (Aucoin deu uma de “segundo goleiro” e tirou o puck de cima da linha do gol). Os Leafs estavam no “tudo ou nada”, contando com uma vantagem-numérica e um jogador a mais no lugar do goleiro, ou seja, estavam em 6-contra-4 quando tomaram o sétimo e último gol: Michael Grabner consegue roubar o puck, parte em velocidade, impede que Dion Phaneuf recupere para Toronto, foge da marcação de Kessel, gira e manda para o gol aberto.

Os Leafs terão até sábado para se recuperar dessa derrota acachapante, quando jogarão contra o New York Rangers, em Nova Iorque.

Anúncios
  1. sexta-feira, 25 janeiro 2013 às 9:15

    Não da para entender. O time voa fora de casa, e em casa com todo o apoio da fanatica torcida só vacila.

    • cnbeiro
      sexta-feira, 25 janeiro 2013 às 15:02

      Eu tb não entendo!!! Mas já deu pra ver que os Leafs não estão bem no powerplay … Muitas chances desperdiçadas!! Parece que não estão com vontade de marcar no powerplay … E no gol … Sei que Scrivens não tem muita experiência na NHL, mas ontem ele foi mal demais!!!

      • sexta-feira, 25 janeiro 2013 às 15:24

        Talvez foi a pressão da casa cheia, e um isles que vem embalado. Mas não podemos viver de vitorias away vencer em casa é preciso.

  1. domingo, 27 janeiro 2013 às 21:50

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: