Anúncios

Arquivo

Archive for the ‘Derrota’ Category

03/02/2018 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

segunda-feira, 05 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Com o retrospecto de quatro vitórias o Toronto Maple Leafs foi à Boston enfrentar o Boston Bruins, procurando se aproximar desta equipe na classificação geral.

Infelizmente não conseguimos vencer Tuuka Rask, o goleiro que os Leafs negociaram com os Bruins em troca de Andrew Raycroft e que se tornou o pilar dos Bruins após a saída de Tim Thomas. Não jogamos mal, mas não fomos efetivos no ataque.

Em nenhum momento conseguimos liderar a partida. O time da casa marcou primeiro, aos 04m29s com Patrick Bergeron, numa jogada em que os Leafs perderam o puck na defesa e Bergeron se posicionou bem para chutar de primeira, vencendo Frederik Andersen por sobre a Luva. Os Leafs conseguiram chegar ao empate com um gol de Mitch Marner, no powerplay, aos 08m03s, onde o puck desviou duas vezes em jogadores e tacos adversários, antes de entrar. O último a tocar no puck foi McAvoy, que ao tentar movimentar o taco para controlar o puck, acabou desviando para o próprio gol.

No segundo período os Bruins voltaram a marcar com David Pastrnak aos 09m22s e Torey Krug aos 16m47, ambos em powerplays para a equipe de Boston. No gol de Krug, Freddie acabou defendendo parcialmente e o puck foi caindo, junto ao corpo de Freddie, mas acabou dentro do gol.

O último período viu os Leafs tentando reverter o placar, mas sem sucesso, já que Rask estava excelente na noite. E os Bruins ainda marcaram o quarto gol com Tim Schaller aos 18m21s, com os Leafs em Empty-Net.

Os Leafs voltam ao gelo hoje, contra o Anaheim Ducks em Toronto!

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

22/01/2018 – Colorado Avalanche @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 23 janeiro 2018 Deixe um comentário

O Colorado Avalanche foi à Toronto visitar o Toronto Maple Leafs buscando a décima vitória seguida. A equipe parece ter mudado muito após a saída de Matt Duchene, mas também pode ser apenas uma coincidência.

Os Leafs não jogaram mal e levaram muito perigo ao gol de Jonathan Bernier, que está muito bem no gol da equipe de Colorado.

Quem abriu o placar foi Gabriel Bourque, logo aos 02m19s do primeiro período. Bourque se aproveitou de um rebote para vencer Frederik Andersen por entre as pernas.

A reação dos Leafs veio no segundo período onde Patrick Marleau empatou a partida aos 00m19s num belíssimo chute que entrou no canto superior esquerdo do gol de Bernier. Auston Matthews chegou a marcar o gol de empate numa jogada em frente ao gol dos Avs, mas a jogada foi revisada e ao final, invalidaram o gol, indicando que houve interferência no goleiro. Nem eu, nem Mike Babcock, concordamos com a invalidação do gol, pois não vimos que Matthews tenha impedido Bernier de se movimentar, mas a decisão não volta atrás simplesmente por não estarmos de acordo! O próprio Matthews ficou indignado com a decisão e, aos 09m17s, marcou o gol da virada, e a comemoração foi feita apontando para o gol, como fazem os árbitros, validando o gol! Infelizmente Nail Yakupov empatou novamente aos 10m51s.

Continuamos jogando bem, mas Bernier também! Não conseguimos mais vencer o goleiro dos Avs, mas aos 12m17s do terceiro período, Blake Comeau desviou o chute de Carl Soderberg e Freddie não conseguiu defender. Com os Avs à frente do placar, os Leafs tentaram de tudo, mas não marcaram mais em Bernier. Já Gabriel Landeskog ainda marcou mais um, com os Leafs em Empty Net.

A derrota por 4 a 2 é uma daquelas que apesar de nos deixar tristes, não pode nos deixar desesperados, pois a equipe jogou bem e foram detalhes que deram a vitória a uma equipe que está a 10 jogos sem perder, buscando bater o recorde da franquia de 12 jogos! Podemos dizer que foi uma daquelas derrotas normais da temporada. Mas precisamos garantir nossas vitórias pois a classificação pode começar a ficar apertada.

Temos que colocar nossos esforços foçados no próximo jogo, amanhã em Chicago, contra uma equipe muito forte, mas que não está em uma boa fase. Sua classificação é a última de sua divisão, o que é surpreendente para uma equipe que esteve nos playoffs no ano passado.

Go Leafs Goooooooo

18/01/2018 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

sexta-feira, 19 janeiro 2018 Deixe um comentário

Os torcedores dos Leafs não estão conseguindo entender o que está acontecendo com a equipe. Após três derrotas seguidas, por apenas um gol de diferença, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo no Wells Fargo Center, contra o Philadelphia Flyers.

Este foi um jogo comemorativo para os Flyers, que retiraram o número 88, de Eric Lindros, numa cerimônia antes da partida onde fizeram varias homenagem a este grande jogador que passou a maior parte de sua carreira na equipe! Foi uma homenagem mais que merecida à Lindros, que sofreu com concussões, mas era um jogador muito forte e que até chegou a jogar nos Leafs por uma ou duas temporadas no final da sua carreira! Parabéns Eric Lindros!

O jogo estava simplesmente alucinante, com ambas equipes buscando o gol e os goleiros, Michal Neuvirth e Frederik Andersen defendendo ótimos chutes!

Para a alegria dos Leafs, Connor Brown conseguiu um contra-ataque e marcou para a equipe de Toronto, pela segunda vez em dois jogos, aos 12m57s do segundo período. Menos de um minuto depois, aos 13m25s, Frederik Gauthier marcou o seu primeiro gol na NHL, colocando os Leafs a confortáveis dois gols de vantagem. Aliás, foi o melhor jogo de Gauthier até agora, com muita vontade e aplicação no gelo!

Não sei dizer se foi esse conforto que fez os Leafs tirarem o pé do acelerador no terceiro período, mas Mitch Marner cometeu mais um erro, o segundo em dois jogos, e permitiu a Nolan Patrick marcar o primeiro gol dos Flyers aos 01m33s. Marner controlava o puck e Andersen não considerou a chance de Patrick usar seu taco para chutar o gol, uma vez que Marner estava levando o puck ao ataque. Resultado, Freddie não se posicionou e levou o gol em um lance inesperado e oportunista de Patrick. Aos 03m25s, com os Leafs em powerplay, novo erro onde 4 jogadores avançaram demais na zona de defesa dos Flyers, deu a chance de um contra-ataque em 2 contra 1 que Wayne Simmonds não desperdiçou. Freddie jogou novamente de forma espetacular e vem sendo nosso melhor jogador já a muito tempo! Se não fosse por ele, teríamos perdido no tempo regular!

Começou a prorrogação e Mike Babcock colocou Matthews, Nylander e Gardiner no gelo. No primeiro lance, faltou pouco para Auston Matthews marcar, mas os Flyers saíram no contra ataque, no 2 contra 1, mas quase 2 contra 2, pois Nylander vinha chegando em Travis Konecny, que tinha o puck dominado. Make Gardiner deveria cobrir o segundo jogador dos Flyers, para que ele não recebesse o passe e essa seria o posicionamento natural e básico aprendido por todo jogador de hóquei quando criança, mas ele decidiu vir para perto de Nylander. Konecny conseguiu passar para Sean Couturier dar a vitória aos Flyers com apenas 18 segundos da prorrogação.

De acordo com várias comentários que li no Twitter, mesmo se fosse um contra-ataque em 2 contra 1, o defensor deve sempre cobrir o jogador que pode receber o passe e deixar o goleiro lidar com o outro, caso ele venha a chutar, pois é mais fácil fazer uma defesa assim, do que se mover de um lado do gol ao outro para realizar a defesa! Gardiner parece ter esquecido dessa aula!

Essa foi a quarta derrota seguida dos Leafs e nas entrevistas após a partida, Frederik Andersen mostrou sua incredulidade com o que vem acontecendo e disse que a equipe não pode se sentir confortável com dois gols de vantagem e também que os jogadores precisam se olhar nos olhos e ver quem tem o comprometimento necessário para estar na equipe! Foi um desabafo de alguém que jogo após jogo vem tendo ótimas atuações, mas vê seus companheiros não terem a mesma aplicação.

Que Mike Babcock consiga botar ordem na casa, pois no sábado voltamos a enfrentar os Senators, que venceram o jogo que tivemos na semana passada!

Morgan Rielly deixou o gelo no início do terceiro período após cair e talvez ter contundido o ombro. Ele será analisado para ver se tem condições de jogo ou se será mantido fora da equipe para tratamento!

É isso aí! Amanhã enfrentaremos os Sens, com a necessidade de voltar a vencer, pois os New York Rangers estão fazendo a parte deles e colecionando pontos para nos passar na classificação!

Go Leafs Goooooooo

16/01/2018 – St. Louis Blues @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 17 janeiro 2018 Deixe um comentário

Após quase uma semana de descanso, sem jogar desde a derrota contra os Senators em 10 de janeiro, o Toronto Maple Leafs recebeu a visita do St. Louis Blues no Air Canada Centre em busca da volta às vitórias e da revanche contra os Blues, que nos venceram na partida na casa deles.

O jogo foi muito disputado desde o início com os goleiros jogando bem. Frederik Andersen e Carter Hutton fizeram ótimas defesas que mantiveram suas equipes na partida, com chances de vitória.

Somente no terceiro período é que foi marcado o primeiro gol da partida, e foi um golaço! Os Leafs estavam sob o ataque do powerplay dos Blues quando Connor Brown desviou um passe dos Blues, que fez com que Pietrangelo não conseguisse dominar o puck, e partiu em velocidade, vencendo o mesmo Pietrangelo e partindo para cima de Carter Hutton, que não conseguiu defender o chute de Brown aos 10m10s. Foi um lindo gol shorthanded marcado por Connor Brown. À frente do placar, os Leafs ainda tiveram algumas chances, todas desperdiçadas, e os Blues mantiveram o mesmo nível de jogo, até que faltando apenas 57 segundos para selar a vitória dos Leafs, já com os Blues em Empty Net, os Leafs não conseguiram limpar o puck de sua zona defensiva e, Alexander Steen aproveitou o rebote para empatar a partida. É inacreditável o número de vezes que deixamos vitórias escaparem no tempo regular!

Com a partida na prorrogação, após um belo ataque de William Nylander, que deixou Carter Hutton e dois jogadores dos Blues caídos dentro do gol, Vince Dunn dominou o puck na defesa e Mitch Marner tentou roubar o puck, mas por trás de Dunn, que simplesmente avançou ao ataque e marcou o gol da vitória dos Blues aos 01m43s.

Que lições os Leafs devem tirar dessa partida? Número 1 – Não podemos pensar que a partida está ganha faltando um minuto para o final. Precisamos garantir a vitória! Número 2 – Marner precisa saber que deve sempre buscar estar entre o adversário e o gol dos Leafs, quando a equipe não está com o puck! Número 3 – Apesar da derrota, ainda bem que ainda temos tempo para corrigir a rota até o final da temporada regular. Número 4 – O New York Rangers está se aproximando de nós na classificação e pode nos roubar a terceira colocação da conferência Leste.

Foi realmente uma pena que toda a ótima atuação de Frederik Andersen e o belíssimo gol de Connor Brown não foram comemorados com a vitória!

O próximo jogo será amanhã, contra o Philadelphia Flyers, fora de casa.

Vamos sacudir os flocos de gelo e voltar ao trilho das vitórias!

Go Leafs Gooooooo

10/01/2018 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 12 janeiro 2018 Deixe um comentário

Apesar de estarmos jogando em casa, os resultados não estão sendo muito bons: uma derrota, duas vitórias no shootout, uma derrota na prorrogação e ontem, uma derrota no temporada regular.

O Toronto Maple Leafs recebeu na noite de ontem o Ottawa Senators para mais uma Batalha de Ontário. Os Sens haviam perdido feio na noite anterior, para os Blackhawks, por 8 a 2 e, tendo jogado na noite anterior, poderiam estar menos descansados que os Leafs, mas ao final, acabaram levando a melhor por erros do time da casa e pela ótima atuação de Craig Anderson!

Realmente os Leafs não jogaram mal e levaram muito perigo ao gol de Anderson, que levou 48 chutes ao seu gol e somente permitiu 3 deles acabarem na rede. Frederik Andersen também fez ótimas defesas, mas acabou sofrendo o primeiro gol, num chute de Thomas Chabot que Roman Polak acabou desviando para o gol com seu patins aos 11m26s do primeiro período.

Nem bem começou o segundo período e os Senators aumentaram a liderança com Mike Hoffman aos 01m52s. Mesmo com dois gols de desvantagem, o Toronto Maple Leafs continuou tentando pressionar e chegou ao empate com um gol de Andreas Borgman, aos 18m10s, quando seu chute desviou em Matt Duchene e Anderson acabou sem tempo de reação para defender.

No terceiro período, James Van Riemsdyk marcou o gol mais bonito da partida aos 00m54s, quando recebeu um passe em frente ao gol de Craig Anderson, dominou o puck, o passou por entre as pernas, mas viu o disco ser defendido, continuou dominando o puck e marcou o gol antes da chegada de dois jogadores dos Sens. Estávamos dois gols atrás e empatamos! Podíamos pensar que o momento era nosso, mas pouco tempo depois, aos 02m15s, Gabriel Dumont foi ao ataque, chutou o puck na parede atrás do gol de Freddie e o puck voltou saltitante de forma aleatória. Freddie não conseguiu acertar o puck com seu stick e Roman Polak e Frederik Gauthier não chegaram à tempo de impedir o chute de Dumont, que colocou os Sens de volta à frente do placar. Novamente buscamos o ataque e Morgan Rielly desferiu um potente chute para empatar a partida aos 12m28s. Infelizmente, o mesmo Rielly, ao tentar interceptar um passe dos Senators no contra-ataque, acabou acertando o vento e deixando o ataque dos Sens em 3 contra 1, que levou ao gol da vitória, marcado por Tom Pyatt aos 16m55s. Ainda assim pressionamos os Sens, em Empty Net (sem goleiro), faltando 02m22s para o final e, faltando apenas 8 segundos, JVR teve seu chute defendido pelo goleiro dos Sens, após muita confusão em frente ao gol!

Foi a segunda vitória da temporada para os Senators sobre os Leafs e a quinta seguida no Air Canada Centre! Precisamos mudar isso e teremos uma chance no dia 20 em Ottawa!

É frustrante ver a equipe jogar bem, mas não conseguir marcar gols no adversário! É ainda mais frustrante ver a equipe empatar e acabar cedendo o gol da vitória em um erro de sua defesa. Agora, só retornamos ao gelo na próxima terça-feira, ainda no Air Canada Centre, contra os St. Louis Blues.

Go Leafs Gooooooo

08/01/2018 – Columbus Blue Jackets @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 09 janeiro 2018 Deixe um comentário

Depois de duas vitórias seguidas no shootout, a famosa cobrança de pênaltis após o empate continuar na prorrogação, o Toronto Maple Leafs veio ao jogo contra o Columbus Blue Jackets mais focado e buscando a vitória desde o começo.

Mais uma vez os goleiros estavam muito bem na partida e tanto Frederik Andersen, quanto Sergei Bobrovsky estavam fazendo importantes defesas, até que, no segundo período, aos 11m09s, James Van Riemsdyk se posicionou em frente ao gol de Bobrovsky e conseguiu desviar um chute de Roman Polak, que ia para fora, de forma que o puck entrou no cantinho do gol, abrindo o placar, num momento em que os Blue Jackets estavam melhor. Aos 16m02s, usando a vantagem de um powerplay, William Nylander chutou de forma perfeita, pois o puck entrou na “forquilha” no único lugar deixado aberto pelo goleiro visitante!

Com 2 a zero no placar, os Leafs continuaram a pressão no terceiro periodo e seguraram os Blue Jackets a apenas 4 chutes à gol, entretanto, nos últimos 5 minutos, acabaram cedendo o empate. O primeiro gol foi marcado por Nick Foligno aos 15m25s, dando esperança à equipe visitante. Muito pouco tempo depois, Morgan Rielly tentou ligar o ataque, mas seu longo passe foi interceptado na zona neutra e deu aos Blue Jackets a chance que eles precisavam. Pierre-Luc Dubois marcou e empatou a partida aos 17m13s.

Não podemos deixar uma vitória escapar nos últimos 5 minutos de jogo! Pelo menos garantimos um ponto no jogo, pois na prorrogação, após algumas boas chances para os Leafs com Tyler Bozak e William Nylander, onde Bobrovsky foi perfeito, Nylander acabou sendo displicente e não se aplicou tanto na defesa, deixando Artemi Panarin livre para receber um passe e chutar o puck para seu taco, para marcar o gol da vitória aos 03m11s. A jogada foi revisada para ver se Panarin não havia chutado o puck ao gol, o que o anularia, mas a revisão validou o gol e deu a vitória aos Blue Jackets.

Foi uma decepção após o ótimo jogo que os Leafs estavam tendo e, principalmente para Freddie, que estava muito bem na partida! Mas pelo menos conseguimos um ponto, então não foi uma perda total!

Mais uma vez Travis Dermott jogou e foi muito bem na partida.

Amanhã recebemos nossos rivais de província, o Ottawa Senators, para mais uma Batalha de Ontário!

Go Leafs Gooooooooo

02/01/2018 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 03 janeiro 2018 1 comentário

Nosso primeiro jogo do ano foi em casa, o Air Canada Centre, e foi um jogo eletrizante do começo ao fim! Os visitantes, Tampa Bay Lightning são atualmente a melhor equipe da NHL na classificação geral e sabíamos que seria um jogo difícil.

As equipes vieram ao gelo prontas a disputar os dois pontos da vitória, e fizeram isso de forma espetacular! Simplesmente não dava para tirar o olho da TV (o jogo foi transmitido pela ESPN, com narração de Renan do Couto e comentários de Thiago Simões). Como ambas equipes são muito habilidosas e rápidas, o jogo ia de um gol ao outro consecutivamente e levando perigo a Frederik Andersen e Andrej Vasilevskyi.

Somente no segundo período é que, após uma falha de Freddie, que foi para trás do gol atrás do puck e acabou perdendo o disco (Freddie tem que tomar mais cuidado com essas jogadas e disse que houve um problema de comunicação com os defensores), o Tampa Bay Lightning acabou abrindo o placar com um gol de Cedric Paquette aos 12m00s. Com um gol a menos, os Leafs continuaram atacando e Mitch Marner jogou muito bem na partida, tendo varias chances contra Vasilevskyi que estava simplesmente inspirado na noite de ontem. Infelizmente, ainda no segundo período, um chute de Alex Killorn aos 16m54s, inicialmente foi considerado como defendido por Freddie, mas após quase um minuto, foi revisado e o vídeo mostrou que o puck na verdade havia cruzado a linha do gol, batido no calcanhar do patins de Andersen e voltado ao jogo! O gol foi validado! Deixo aqui meus parabéns à NHL pela ética na condução dessas revisões! Outros esportes têm muito que aprender ainda, principalmente a FIFA e o nosso futebol!

O terceiro período ainda viu os Leafs jogarem bem, mas pararem em Andrej Vasilevskyi que estava simplesmente perfeito no gol dos Lightning! No último minuto houve uma jogada em que, aparentemente o puck havia entrado, mas após revisão foi visto que o disco bateu na trave e depois desviou para o patins esquerdo de Vasilevskyi, não entrando no gol!

Apesar de jogarmos muito bem, saímos com a derrota de 2 a 0, o segundo shutout consecutivo de Vasilevskyi. Foi nossa terceira derrota consecutiva e a equipe do Toronto Maple Leafs necessita voltar a encontrar o caminho do gol e das vitórias!

Não deu pra ficar bravo com a equipe e nem mesmo com o erro grotesco de Andersen, afinal ele fechou o gol em varias ocasiões na partida, e o ataque jogou bem, muito bem, mas infelizmente a noite era do Vasilevskyi!! Isso acontece!

Nosso próximo visitante será o San Jose Sharks!

Go Leafs Goooo

%d blogueiros gostam disto: