Anúncios

Arquivo

Archive for the ‘Derrota’ Category

13/03/2019 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 14 março 2019 Deixe um comentário

Não jogamos bem contra o Tampa Bay Lightning e acho que isso poderia ter gerado um sentimento de necessidade e urgência maior na equipe dos Leafs, mas o que mostramos no primeiro período do jogo contra o Chicago Blackhawks, na Scotiabank Arena, nos deixou a todos preocupados.

Zach Hyman, Kasperi Kapanen, Travis Dermott e Jake Gardiner estavam fora da equipe, contundidos.

O jogo começou, mas sem o Toronto Maple Leafs no gelo. Parecia que o Chicago Blackhawks jogava sozinho e o resultado disso foram quatro gols dos Blackhawks e Frederik Andersen sendo retirado do jogo, substituído por Garret Sparks, pelo segundo jogo consecutivo. Duncan Keith abriu o placar aos 03m19s, Brendan Perlini ampliou aos 12m55s, Dominic Kahun aos 17m13s e Brandon Saad aos 18m46.

No segundo período, já sem Freddie, Alex DeBrincat marcou mais um para os Blackhawks aos 12m32s. Os Leafs voltaram melhor pro segundo período, mas não é fácil sair de um buraco de cinco gols! Andreas Johnsson marcou seu vigésimo gol da temporada tirando o zero dos Leafs do placar aos 18m27s, mas ainda estávamos longe de oferecer qualquer perigo à vitória dos Blackhawks.

O terceiro período viu os Leafs que todos queremos ter no gelo! Um time com raça e vontade de vencer, mesmo com quatro gols de desvantagem. Pressionamos tanto que fomos nos aproximando no placar. Primeiro foi Auston Matthews aos 07m57s. Nesse gol, William Nylander conseguiu marcar seu centésimo ponto na NHL. Depois Morgan Rielly chutou da linha azul aos 10m55s, num powerplay, e bateu Collin Delia, que substituiu Corey Crawford no início do terceiro período. John Tavares marcou o quarto gol dos Leafs faltando apenas 1m31s para o final do período. Foi seu gol de número 39, seu recorde pessoal em número de gols numa mesma temporada, e ainda temos 12 jogos antes de terminarmos a temporada regular! Os Leafs que já estavam sem Sparks no gol, no chamado Empty Net, pressionaram muito nestes 90s finais, com várias chances de empatar. Teve puck desviado que passou ao lado da trave, chutes cujo rebote acabou desviando por milímetros dos tacos de jogadores dos Leafs, teve até mesmo o goleiro Collin Delia movendo o gol segundo antes de um segundo gol de Tavares. Revendo a jogada, parece que não foi intencional, mas Delia já estava sem seu taco e não posso colocar minha mão no fogo de que isso não foi uma tática para parar a partida e retirar um pouco da pressão sofrida por ele. No final, não conseguimos o gol do empate e o Chicago Blackhawks saiu com a vitória.

A equipe dos Leafs não pode começar a partida como começaram hoje e depois correr atrás do prejuízo! Se começassem como jogaram no terceiro período, com certeza não teríamos sido derrotados!

Amanhã receberemos a visita do Philadelphia Flyers e, espero que estejamos preparados para 60 minutos de hóquei da nossa parte!

Go Leafs Goooooo

Anúncios

11/03/2019 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 12 março 2019 Deixe um comentário

Voltando de três jogos no oeste canadense, com duas vitórias e um tropeço na prorrogação, o Toronto Maple Leafs recebeu o melhor time da NHL nesta temporada, o único já classificado aos playoffs, o Tampa Bay Lightning.

Posso dizer que com uma vitória cada um nos jogos entre as equipes nesta temporada, os Leafs tinham chances contra os Bolts, mas realmente não jogamos bem e não conseguimos dominar o gelo. Os Bolts dominaram a partida desde o primeiro período e os Leafs, ao final ficaram apenas vendo os gols serem marcados, quase todos por pucks desviados por jogadores dos Bolts.

Tyler Johnson abriu o placar aos 10m07s do primeiro período enquanto Anthony Cirelli marcou o segundo aos 18m38s.

Tyler Johnson marcou seu segundo gol da partida aos 04m20s do segundo período. Ondrej Palat ampliou o placar aos 04m50s. Foi quando os Leafs tiveram uma belíssima jogada de Auston Matthews, que partiu com o puck na zona neutra e tirou Brayden Point da jogada, para marcar no cantinho de Andrei Vasilevskiy aos 11m49s. Para o desespero dos torcedores dos Leafs, Cedric Paquette marcou o quinto gol dos Bolts, com is Leafs no powerplay, aos 18m16s. Morgan Rielly errou a jogada na linha azul de ataque dos Leafs e os Bolts partiram para o ataque, com Rielly seguindo para defender, mas com todos os outros jogadores de linha dos Leads indo ao banco para dar espaço para uma troca de linha. No final, Rielly ficou só contra 3 jogadores dos Bolts, o que resultou no gol sobre Garret Sparks, já que Freddie havia sido retirado após o quarto gol!

Paquette voltou a marcar aos 05m59s do terceiro período, em outro desvio do puck para o gol. Faltando 5 segundos para o final da partida, os Leafs encontraram oportunidade para mais um gol, dessa vez de Connor Brown!

Foi uma derrota com letra maiúscula, com a equipe sendo dominada, com erros como o que deixou Rielly sozinho na defesa, mas espero que Babcock e sua equipe de técnicos possa contornar a situação e nos preparar para os últimos 13 jogos da temporada!

Ainda podemos vender o último jogo entre os Leafs e os Bolts, a ser jogado em 4 de abril em Toronto! Os Bolts venceram dois jogos e os Leafs, um!

Go Leafs Goooooooo

06/03/2019 – Toronto Maple Leafs @ Vancouver Canucks

segunda-feira, 11 março 2019 Deixe um comentário

Após vencer o Calgary Flames, continuando o roteiro de viagem pelo Oeste Canadense, o Toronto Maple Leafs foi visitar o Vancouver Canucks.

O jogo estava bom para os Leafs, que dominavam a partida e conseguiram uma vantagem de dois gols no segundo período, com gols marcados por Ron Hainsey aos 12m28s, com os Leafs com um jogador a menos no gelo, e um belo passe recebido de Mitch Marner. Aos 13m02s, foi a vez de Morgan Rielly marcar.

O terceiro período viu os Leafs simplesmente sumirem do gelo e os Canucks dominarem e empatarem com gols de Louie Eriksson aos 02m21s e Josh Leivo, sim ele mesmo, que somente deu mais uma força para a maldição do ex, com um gol aos 04m13s, em powerplay.

Com a decisão indo à prorrogação, foi a vez de Alexander Edler garantir a vitória do time da casa aos 03m11s, vencendo Frederik Andersen.

Pelo menos garantimos um ponto no jogo e ainda tínhamos o jogo contra o Edmonton Oilers, antes de voltarmos pra casa.

Go Leafs Goooooo

28/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

domingo, 03 março 2019 Deixe um comentário

Esse jogo prometia uma recepção não muito calorosa a John Tavares, que após uma carreira de 9 anos nos Isles, assinou contrato com o Toronto Maple Leafs, a equipe que ele cresceu sonhando em jogar por ela.

A torcida do New York Islanders estava com o coração machucado por ter amado tanto seu capitão e o jogador que dava sua imagem à franquia, e sua saída gerou muita revolta entre os torcedores que agora o consideram como um traidor. Haviam muitos torcedores com placas dizendo que Tavares é uma cobra, que é traidor e, a cada vez que ele tocava o puck ou entrava no gelo, era vaiado. O Nassau Coliseum estava eletrizante de tanta energia da torcida, algo espetacular!

O jogo começou com o time da casa jogando muito físico e tentando impor o seu próprio jogo, mas quem abriu o placar foi Zach Hyman aos 13m33s, vencendo Robin Lehner. Anthony Beauvillier, empatou o jogo aos 16m16s, vencendo Garret Sparks.

No segundo período vimos Anders Lee colocar os Isles na frente aos 04m49s. Houve um gol, o segundo de Zach Hyman, após uma belíssima jogada, mas que após a revisão foi anulado, pois Hyman estava impedido na jogada, a lâmina do patins dele não estava no gelo atrás da linha azul quando o puck foi ao ataque. Sem o gol de empate, os Leafs acabaram por sucumbir à intensidade do jogo dos Isles. Casey Cizikas marcou um gol shorthanded (quando os Leafs estavam em vantagem numérica – powerplay), aos 13m40s. Aos 19m00s, Valteri Filppula marcou o quarto gol dos Islanders.

O último período era a esperança da torcida dos Leafs de uma reação, mas realmente não era a nossa noite. Os Islanders estavam muito melhor e finalizavam todos os checks, sempre “punindo” os jogadores dos Leafs fisicamente. Nick Leddy marcou aos 00m33s e Brock Nelson aos 08m41s, fechando o placar em 6 a 1.

Não foi a noite de sonho para John Tavares, apesar do vídeo tributo mostrando pontos importantes da carreira dele pela equipe de Long Island, quando os torcedores ficaram vaiando e os jogadores dos Isles o aplaudiram.

Os Leafs não se deram bem contra os Islanders nesta temporada e, nas duas vezes que se enfrentaram, sofreram 10 gols e somente marcaram um! O próximo jogo entre as equipes será em primeiro de abril, novamente no Nassau Coliseum! Que Mike Babcock encontre o caminho para vencer a equipe comandada por Barry Trotz!

Go Leafs Goooooo

21/02/2019 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 22 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Os atuais campeões da Stanley Cup voltaram à Toronto para enfrentar os Leafs. Ovechkin e cia chegaram buscando se aproximar do New York Islanders, o primeiro classificado da divisão Metropolitan. O Toronto Maple Leafs buscava voltar a vencer, após duas derrotas consecutivas.

Não posso dizer que os Leafs jogaram mal, aliás demos muitos chutes ao gol de Braden Holtby, mas o goleiro dos Capitals estava muito bem na noite!

Somente no segundo período é que o placar foi alterado com um gol de Alexander Ovechkin aos 03m54s, num powerplay. Ovechkin havia chutado o taco de Um dos jogadores dos Leafs, mas os árbitros não deram penalidade a ele, somente a Morgan Rielly, por “holding”, segurar o jogador adversário. Foi o gol de número 650 de Ovie na NHL, realmente um marco na carreira de qualquer jogador. Brett Connolly marcou o segundo dos Capitals aos 12m07s, após bobeira na defesa dos Leafs.

Veio o terceiro período e Andreas Johnsson foi persistente e, após cair no gelo por um contato com um jogador dos Capitals, continuou na jogada e se aproveitou de um rebote de Holtby num chute de Auston Matthews. O gol foi aos 04m23s e deu uma esperança aos torcedores dos Leafs. A chance de empate veio numa penalidade para os Capitals, mas os Leafs bobearam e levaram um gol de Tom Wilson enquanto os Caps estavam em desvantagem numérica, aos 06m46s. Levar gol shorthanded já é ruim, mas levar gol de Tom Wilson é quase um sacrilégio! Os Leafs até que pressionaram mas Holtby fechava o gol. Só aos 19m27s que, em Empty Net, com Frederik Andersen no banco para colocar um jogador a mais para pressionar os Caps, chegamos ao segundo gol com John Tavares. Mas já era tarde demais e não tivemos mais tempo para tentar reagir.

Foi nossa terceira derrota consecutiva e embora o time não tenha jogado mal, também não podemos dizer que jogou bem. Está faltando inteligência, está faltando velocidade, está faltando aplicação, está faltando uma estratégia para enfrentar times que jogam mais fisicamente, está faltando um espírito nesta equipe, ou será que falta liderança? Marner anda sumido, assim como Marleau. Quem está muito bem é Andreas Johnsson e William Nylander, que vem surpreendendo a cada jogo, sempre dominando o puck na zona ofensiva.

Nosso próximo jogo é no sábado, no Scotiabank Arena, recebendo a visita do Montreal Canadiens! Só podemos torcer para que a equipe encontre o caminho da vitória, voltando a “patinar” na direção correta que é obter a vantagem de jogar mais jogos em casa nos playoffs!

E como estamos muito próximos da Trade Deadline, na próxima segunda-feira, vamos ver o que Kyle Dubas ainda pode aprontar! Nossa defesa não está bem, mas não podemos abrir mão de nosso futuro por um jogador que seja muito caro, ou que somente vá ser usado até o final desta temporada!

Go Leafs Goooooooo

Mas que vá mesmo!!!!!!

19/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ St. Louis Blues

quinta-feira, 21 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Após o péssimo jogo contra o Arizona Coyotes, o Toronto Maple Leafs foi à St. Louis enfrentar o St. Louis Blues, que não perdiam a 10 jogos e que chegaram a ser a pior equipe da NHL, mas que atualmente são o terceiro time de sua divisão.

Os Leafs começaram muito mal, sendo totalmente dominados pelos Blues. Aliás, os Blues estavam jogando tão bem que os Leafs não conseguiam sair de sua zona defensiva com qualidade e domínio do puck. No total foram 19 chutes ao gol de Frederik Andersen, contra apenas 9 dos Leafs ao gol de Jordan Binnington, o goleiro novato dos Blues que tem simplesmente fechado o gol. Binnington vem de 3 vitórias por shutout seguidas! Aos 10m13s, Jaden Schwartz abriu placar após Jake Muzzin cometer um erro na defesa, que deixou dois jogadores livres contra Freddie, que não teve muito o que fazer. Aos 17m42s, num powerplay, Colton Parayko acertou um belo de um chute que, à primeira vista, bateu na trave, mas após uns 30 segundos, o vídeo do chute mostrou que o puck havia entrado e o gol foi validado.

Os Leafs até voltaram melhor no segundo período, mas os Blues estavam voando no gelo e pareciam jogar muito facilmente. Para os Leafs, todas as jogadas e passes exigiam um esforço sobre-humano. Mas podemos dizer que conseguimos igualar o jogo contra os Blues e Frederik Andersen nos ajudou a manter o placar.

Veio o terceiro período e de forma incrível, com diferença de apenas 31s entre um gol e outro, os Leafs empataram a partida. O primeiro gol foi de Zach Hyman aos 06m34s, que chutou cruzado e viu o puck ser desviado pelo defensor dos Blues para o fundo do gol, acabando com 233m50s de invencibilidade de Binnington, a segunda maior da franquia. O gol de empate veio com Auston Matthews, que acabou desviando o puck com sua lâmina do patins. A jogada foi recusada e o gol validado aos 07m05s. Depois disso houve chances para ambas equipes, mas acabamos indo à prorrogação.

Sabíamos que o time dos Blues era perigoso e após uma tentativa de Mitch Marner que boa obteve sucesso ao tentar passar por trás do gol dos Blues em velocidade e passar para Kohn Tavares, Ryan O’Reilly recuperou o puck e partiu ao ataque, marcando o gol da vitória aos 34s da prorrogação e garantindo a décima primeira vitória seguida dos Blues, um recorde histórico da franquia!

Os Leafs conseguiram um ponto, o que é melhor que nada, mas estão deixando espaço para os Bruins nos passarem na classificação, e aos Habs de nos alcançar!

Nazem Kadri sofreu um hit de Vincent Dunn e acabou deixando a equipe ainda no primeiro período, não mais retornando, muito provavelmente contundido.

Nosso próximo adversário será o atual campeão da Stanley Cup, em Toronto, amanhã!

Go Leafs Goooooo

16/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ Arizona Coyotes

domingo, 17 fevereiro 2019 Deixe um comentário

A viagem do Toronto Maple Leafs continua e o próximo adversário foi o time do Arizona Coyotes, na Gila River Arena.

Os Coyotes confiaram o gol a Darcy Kuemper, que jogou de forma excepcional na noite, além de contar com a equipe dos Yotes, jogando muito bem e segurando os Leafs a apenas 11 chutes ao gol de Kuemper após dois períodos inteiros.

O segundo período viu os gols de Alex Galchenyuk aos 03m19s, se aproveitando de uma defesa dos Leafs totalmente perdida e recebendo um belo passe para chutar de primeira e vencer Frederik Andersen. O segundo gol veio pouco tempo depois, aos 05m59s quando Josh Archibald se aproveitou de um rebote de Freddie e estava sozinho, sem nenhum defensor o acompanhando, para chutar e marcar.

O placar terminou em um shutout dos Yotes sobre os Leafs, por 2 a 0.

Neste jogo fomos dominados pelo Arizona Coyotes, que além de não nos deixar dar muitos chutes ao gol, mantiveram o puck por muito tempo no ataque.

Agora é esquecer esse jogo, se preparar para o próximo jogo, na terça-feira em St. Louis. E torcer contra os Bruins que estão apenas a um ponto dos Leafs na classificação e podem nos passar, nos jogando para as vagas de Wild Card.

Go Leafs Gooooooo

%d blogueiros gostam disto: