Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Andrei Vasilevskyi’

13/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

sábado, 15 dezembro 2018 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs chegou à Flórida para enfrentar as duas equipes deste Estado americano, o Tampa Bay Lightning e o Florida Panthers. Essa viagem também é usada pelos Leafs para unir a família dos jogadores. Geralmente é a viagem dos pais dos jogadores, que acompanham a equipe, mas desta vez, são as mães que foram agraciadas!

O Tampa Bay Lightning, que está no topo da tabela de classificação, ou seja, é atualmente a melhor equipe da NHL, estava com o goleiro Andrei Vasilevskyi retornando de contusão, mas o goleiro fez um jogo espetacular e defendeu um total de 48 chutes ao gol, garantindo a vitória do time da casa, o Amalie Arena.

Os Leafs jogaram muito bem e saíram na frente com um gol de Kasperi Kapanen, aos 05m26s do primeiro período. Tivemos chance de ampliar num powerplay, mas acabamos com o puck sendo interceptado na zona neutra e passado a Anthony Cirelli, que aos 08m02s, empatou a partida, shorthanded.

O segundo período viu os Leafs pressionarem para sair com a vitória, mas foram os Bolts que marcaram com Nikita Kucherov aos 05m31s, num powerplay para o time da casa, em que Frederik Andersen fez a defesa, mas o movimento da luva acabou fazendo o puck ultrapassar a linha do gol. Após revisão por vídeo, o gol foi validado. Este período viu Vasilevskyi fazer defesas impossíveis, inclusive uma em que ele, sem ver o puck, que estava nas suas costas, conseguiu mover a perna e defender! O goleiro estava simplesmente fechando o gol! Teve chute na trave, teve de tudo! Só não teve gol dos Leafs. No final do período, acho que os Leafs acabaram desconcentrados após tantas tentativas sem sucesso de vencer o goleiro de Tampa, e os Bolts se aproveitaram para marcar dois gols, com Alex Killorn e Tyler Johnson, aos 19m24s e 19m58s, respectivamente. Foram 23 chutes à gol dos Leafs, contra 13 dos Bolts.

O último período viu novamente os Leafs pressionando e parando em Vasilevskyi! Foram 16 chutes à gol dos Leafs, contra somente 2 dos Bolts. Infelizmente não conseguimos mais nenhum gol na noite e saímos de Tampa com a derrota.

A equipe não jogou mal, apenas não conseguiu vencer Vasilevsky. Mike Babcock estava feliz com a performance do seu time e afirmou que, infelizmente é o placar que define o vencedor, mas que sua equipe jogou muito bem.

Os Leafs vão ao BB&T Center enfrentar o Florida Panthers neste sábado!

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

27/02/2018 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

terça-feira, 27 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Após um dos dias mais esperados da temporada, o limite de trocas, o Toronto Maple Leafs foi à Amalie Arena enfrentar o líder da NHL, Tampa Bay Lightning.

Os Leafs contavam com a adição de Tomas Plekanec, recém negociado pela equipe, enquanto os Lightning ainda não contavam com Ryan McDonagh, uma vez que o jogador dos Rangers tinha sido negociado no mesmo dia e não houve tempo hábil dele se apresentar em Tampa.

O jogo, entre o primeiro e o segundo colocados na divisão do Atlântico, foi eletrizante e com chances para ambas equipes decidirem o placar. Chris Kunitz aos 01m41s, desviou o chute de Sustr e acabou acertando o “five hole”, o meio das pernas de Frederik Andersen, para abrir o placar. James Van Riemsdyk também acabou desviando o chute de Ron Hainsey, que resvalou em um dos jogadores dos Bolts e empatou para os Leafs aos 08m49s. Pouco mais de um minuto depois, Mitch Marner desviou outro chute, agora de Jake Gardiner, com a lâmina do patins, colocando os Leafs à frente no placar aos 09m52s. Nikita Kucherov deixou o gelo minoritário período sentindo uma contusão e não retornou mais para o jogo.

Os Leafs foram melhores no primeiro período, mas não voltaram tão bem parando segundo. Tyler Johnson, após erros da defesa dos Leafs, conseguiu marcar o gol de empate num Wrap-Around, quando o jogador dá a volta por trás do gol e marca o gol no lado oposto do goleiro, aos 03m52. Nesse gol, houve erros por parte de Morgan Rielly e Roman Polak. Um perdeu o puck na defesa e o outro não conseguiu chegar a tempo e bloquear o chute de Johnson. Adam Erne marcou o gol que colocou-nos time da casa à frente no placar novamente, aos 15m18s.

Tudo o que os Leafs podiam fazer era correr atrás do prejuízo no terceiro período, e foi isso o que fizeram. Tyler Bozak foi insistente e marcou o gol de empate em 3 a 3, aos 05m27s, num powerplay, vencendo Andrei Vasilevskyi. Houve uma jogada inusitada em que os Leafs quase viraram o placar novamente, mas o puck conseguiu passar por Vasilevskyi e simplesmente “rolou” por sobre a linha do gol e saiu, dando tempo da defesa dos Bolts chutarem o puck pra longe! Ainda tivemos chances em um breakaway de Mitch Marner, mas ele não conseguiu marcar, nem mesmo no penalty shot que teve devido à uma falta de um jogador dos Bolts, quando ele ia chutar ao gol.

A prorrogação foi impressionante, com as equipes e seus jogadores mais experientes e habilidosos fazendo de tudo para marcar prol da vitória e os goleiros, mais uma vez, defendendo tudo! Até mesmo Steven Stamkos teve uma chance e não conseguiu chutar ao gol por estar cansado!

A decisão ficou para o shootout, onde somente Brayden Point conseguiu marcar, dando a vitória e os dois pontos ao time da casa.

Foi um ótimo jogo é-nos Leafs mostraram que podem jogar de igual para igual com o atual melhor time da NHL. Plekanec estreou e vai precisar de tempo para se adaptar à nova equipe, mas nos auxiliou da melhor maneira possível, apesar de acabar o jogo com -1, ou seja, esteve no gelo quando os Leafs tomaram um gol e não esteve no gelo quando marcaram gols.

Hoje os Leafs continuam com a viagem pela Florida, visitando o Florida Panthers.

Go Leafs Gooooooo

%d blogueiros gostam disto: