Anúncios

11/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

sexta-feira, 14 dezembro 2018 Deixe um comentário

Em busca de voltar a vencer, o Toronto Maple Leafs foi à Raleigh, enfrentar o Carolina Hurricanes.

Nesse jogo, Tyler Ennis fez uma excelente partida e abriu o placar aos 08m35s do primeiro período. A equipe estava jogando muito bem e criou varias chances de gol, mas sem conseguir vencer novamente o goleiro dos Canes, Petr Mrazek.

O segundo período viu os Canes empatarem com um gol no powerplay de Justin Williams, recebendo um passe de Sebastian Aho, aos 12m44s. Morgan Rielly marcou seu gol de número 10 na temporada e já estabeleceu novo recorde de gols em uma só temporada, aos 13m51s.

Os Leafs ainda marcaram mais dois gols na partida. O primeiro foi marcado por Patrick Marleau, recebendo um passe de William Nylander aos 05m49s. Esse foi o segundo ponto da noite para Nylander, que também marcou uma assistência no gol de Rielly. Mitch Marner foi veloz e circulou o gol de Mrazek para passar o puck para John Tavares marcar o quarto gol dos Leafs aos 08m29s.

Voltamos a vencer e a equipe jogou bem. O próximo adversário é o forte time do Tampa Bay Lightning.

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

08/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

domingo, 09 dezembro 2018 Deixe um comentário

Iniciando uma sequência de 5 jogos fora de casa, o Toronto Maple Leafs foi até Boston enfrentar uma equipe que, desfalcada de alguns de seus melhores jogadores, entre eles Zdeno Chara e Patrice Bergeron, buscava voltar a vencer após três derrotas seguidas.

Infelizmente voltamos a jogar mal, se é que podemos dizer que jogamos. Os Bruins dominaram o jogo usando o jogo físico desde o início, o que pode ter tido efeito no jovem time dos Leafs, pois os passes não funcionavam, os pucks não eram controlados, a atenção não estava onde deveria. Parecia que a equipe havia sido reunida naquele dia e nunca havia jogado junta! o jogo mal começou e Charles McAvoy foi pro banco de penalidade por dar um hit em Mitch Marner, mandando o jogador dos Leafs, de cabeça contra a borda. Os Bruins abriram o placar aos 11m20s do primeiro período com Jakob Forsbacka Karlsson.

Veio o segundo período e a esperança do torcedor dos Leafs era ver uma reação, mas a equipe simplesmente cometia penalidade atrás de penalidade e ao total foram 5, que deram aos Bruins quase 10 minutos de powerplay. David Backes ampliou para os Bruins num desses power plays aos 08m54s. Torey Krug marcou o terceiro dos Bruins aos 17m45s, num chute de longa distância que a Frederik Andersen não conseguiu ver claramente para defender. Jaroslav Halak estava tendo uma ótima noite pelos Bruins e defendia todos os poucos chutes que os Leafs desferiam.

O último período ainda viu Danton Heinen marcar o quarto dos Bruins aos 01m47s, antes que os Leafs pudessem abrir o placar com um belo chute de Travis Dermott aos 04m03s. Os Leafs estavam tão mal que David Krejci voltou a dar 4 gols de vantagem aos Bruins aos 04m37s e Ryan Donato, numa falha de Frederik Andersen, acreditou na jogada até o final e marcou o sexto gol dos Bruins aos 06m13s. Aos 09m30s, Andreas Johnsson se aproveitou de uma bobeara do defensor dos Bruins e Auston Matthews mandou pro fundo do gol, marcando o segundo dos Leafs. O jogo esquentou perto dos 10 minutos, com Zach Hyman chegando um pouco atrasado e dando um forte hit em Charles McAvoy. Logo após esse hit, Hyman acabou brigando com Matt Grzelcyk, que tomou as dores de McAvoy, e, após revisão dos árbitros, saiu da partida por Game misconduct. Aos 10m55s, Chris Wagner dos Bruins foi pra cima de Morgan Rielly e desferiu um hit daqueles pra machucar. Dessa vez, Ron Hainsey é que chamou a briga pra si e brigou com Wagner, que também foi retirado do jogo por Game Misconduct. Aos 12m22, Andreas Johnsson se aproveitou de um segundo rebote de Halak e marcou o terceiro dos Leafs.

O jogo seguiu quente até o final, mas os Leafs não conseguiram se recuperar no placar e acabaram com a derrota.

Que a equipe consiga se recompor e voltar a jogar o que sabe, pois nestes dois últimos jogos, deixaram muito a desejar.

Go Leafs Goooooooooo

06/12/2018 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

sábado, 08 dezembro 2018 Deixe um comentário

Este foi o jogo de estreia de William Nylander nesta temporada, após muita negociação em seu novo contrato com os Leafs.

Apesar de toda essa atenção à estreia, os Leafs não começaram bem o jogo. Parecia que nada dava certo, picks eram perdidos, passes errados. Apesar disso, acertamos uma bela troca de passes que deu aos Leafs à liderança na partida, com um gol de Kasperi Kapanen aos 04m50s. Após isso o que se viu foi um Toronto Maple Leafs letárgico e sonolento. Não sei se a agitação da estreia de Nylander afetou o elenco, deixando toda a equipe mais nervosa. Aos 05m23s, Jonathan Ericsson empatou. Aos 06m28s, Luke Glendening virou o jogo e aos 19m46s, Gustav Nyquist ampliou a liderança do Detroit Red Wings.

O segundo período não viu nenhuma melhora dos Leafs, mas Mike Green ampliou para 4 a 1 o placar.

Tudo mudou no terceiro período, parecia que a equipe dos Leafs havia sido totalmente trocada, pois Garret Sparks jogou muito e os Leafs voltaram a jogar bem. Quem sofreu foi Jonathan Bernier, que acabou sofrendo gols marcados por John Tavares aos 02m38s, Zach Hyman aos 08m50s e Andreas Johnsson aos 11m36s. Foi simplesmente espetacular empatar uma partida que estava praticamente perdida. No finalzinho do período, os Leafs perderam uma ótima chance com Connor Brown num contra-ataquei-me e depois, os Red Wings tiveram um chute que, passou por Sparks, bateu numa trave, depois na outra e saiu!

Na prorrogação, os Red Wings acabaram se saindo melhor e Dylan Larkin, muito veloz, venceu Garret Sparks aos 02m48s, dando a vitória ao time visitante e acabando com a sequência de vitórias dos Leafs.

Infelizmente não foi uma boa estreia de Nylander, que não marcou um ponto sequer na partida.

Amanhã enfrentaremos os Boston Bruins, fora de casa.

Go Leafs Gooooooo

04/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sábado, 08 dezembro 2018 Deixe um comentário

Num jogo contra o também jovem time do Buffalo Sabres, o Toronto Maple Leafs buscava continuar seu caminho à nossa tão sonhada Stanley Cup.

Apesar de William Nylander ter fechado contrato, ele ainda não estava disponível para o técnico Mike Babcock para este jogo.

O time da casa jogou muito bem e mostrou a sua velocidade e qualidade. Levou muito perigo ao gol de Frederik Andersen, mas não conseguiu vencer o goleiro dos Leafs no primeiro período, mesmo com o dobro de chutes à gol do que os desferidos ao gol de Linus Ullmark.

No segundo período, Auston Matthews abriu o placar aos 08m33s, numa jogada em que ele se aproveitou de sua ótima visão, pegou o puck no ar sobre a cabeça do defensor dos Sabres, jogou ao gelo atrás do gol e deu a volta com inocular para marcar no outro lado do gol de Ullmark! Foi um gol oportunista! Os Sabres continuaram jogando bem e chegaram ao empate com Sam Reinhardt aos 14m01s. Faltando apenas 10s para terminar o período, Jake Gardiner colocou os Leafs de volta à frente do placar.

Veio o terceiro período e parece que os Leafs dormiram no gelo. Jack Eichel, ao contrário, estava bem acordado. Marcou dois gols, virando o placar aos 02m39s e 12m33s. Numa jogada onde Morgan Rielly chutou o puck nas bordas atrás do gol e o puck foi parar no taco de Patrick Marleau que não desperdiçou e empatou o jogo aos 14m47s, levando a decisão à prorrogação.

O time dos Sabres é muito rápido também e levou perigo ao gol dos Leafs, mas foi ele, Auston Matthews que, novamente, marcou para os Leafs, fazendo um movimento belíssimo que tirou o puck do defensor e disparou rápido, aos 04m57s, ou seja, faltando apenas 03s para o término da prorrogação.

Foi uma vitória suada, mas que foi merecida!

O próximo jogo foi a estreia de William Nylander.

Go Leafs Gooooo

Josh Leivo é negociado com o Vancouver Canucks

terça-feira, 04 dezembro 2018 Deixe um comentário

Após uma ótima notícia, que foi o fim da novela da contratação de William Nylander, hoje, para dar espaço para Nylander no elenco, Kyle Dubai acabou por negociar Josh Leivo com o Vancouver Canucks em troca de Michael Carcone.

Josh Leivo foi um jogador muito paciente no Toronto Maple Leafs, vindo ao time da NHL após ser um dos melhores prospectos do Toronto Marlies, o time afiliado aos Leafs na American Hockey League – AHL. Leivo aguardou uma chance no elenco principal por dois anos, onde acompanhou a equipe, mas não teve muitas oportunidades de jogar. Este ano foi diferente, Leivo fez parte do elenco principal desde o início da temporada, mas infelizmente o espaço dele voltou a ficar apertado após a contratação de Nylander e agora ele vai defender o Vancouver Canucks.

Josh Leivo merece uma chance e tem muitas qualidades para se manter na NHL e sinceramente espero que os Canucks possam ter o espaço e dar a oportunidade que Leivo merece.

Carcone é um atacante, mas ainda no nível da AHL e deve ser enviado ao Toronto Marlies.

Boa sorte Josh Leivo e obrigado pela dedicação ao Toronto Maple Leafs em todos os anos que esteve defendendo a equipe!

Nylander renova com os Leafs por 6 anos e a novela da contratação acaba no dia limite

domingo, 02 dezembro 2018 Deixe um comentário

Todo o mundo do hóquei estava esperando pela definição da contratação de William Nylander pelo Toronto Maple Leafs, ou se haveria uma troca com outra equipe, ou ainda se o jovem e promissor jogador ficaria simplesmente de fora do restante da temporada.

Nylander parecia estar buscando um contrato com valor por volta de 8 milhões por temporada, algo que Kyle Dubas, Gerente Geral do Toronto Maple Leafs, não pensava ser o valor justo para um jogador que produziu o que Nylander produziu nas temporadas passadas e também de acordo com comparações com outros jogadores com a mesma produção.

O training camp veio e se foi e nada de acordo entre as partes. O início da temporada regular veio e as partes ainda não chegaram ao consenso. Toda a discussão e negociação continuou e a divergência não parecia ser reduzida.

Chegamos ao dia limite de negociações e contratações de RFAs, 1 de dezembro, e todos os torcedores dos Leafs aguardavam a boa notícia, dizendo que finalmente as partes chegaram a um acordo. Na verdade toda a comunidade de hóquei no mundo todo estava aguardando a novidade. Faltando apenas 5 minutos para a janela de contratação se fechar, veio a boa nova! Nylander e os Leafs se acertaram!

O contrato de Nylander é de uma média de 6,9 milhões de dólares por ano em seis anos de contrato. Mas o cálculo para como cada ano impacta o teto salarial da NHL (CAP), é diferente, conforme abaixo:

No primeiro ano serão 10 milhões de salário e 2 milhões de bônus; 700 mil de salário e 8,3 milhões de bônus na próxima temporada; e 2,5 milhões de salário e 3,5 de bônus nos anos de 3 a 6.

Se o valor é alto ou se é justo, é algo que não vem à discussão. O importante é que o primeiro passo para manter Nylander, Matthews e Marner juntos por longo tempo foi dado. Agora, Dubas terá um pouco de tempo para respirar e negociar as renovações de Matthews e Marner e como lidará com o CAP e o restante do elenco para as próximas temporadas!

Que Nylander já chegue em condições de começar a jogar já nessa semana e que os Leafs fiquem ainda mais completos com sua chegada! Matthews, Marner, Kapanen, Mike Babcock e outros jogadores o estavam aguardando!

Go Leafs Gooooooooo

01/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Minnesota Wild

domingo, 02 dezembro 2018 Deixe um comentário

No dia em que William Nylander renovou contrato com o Toronto Maple Leafs, numa saga que levou a negociação até a última hora, os Leafs foram à Minnesota.

Esse não foi um jogo fácil! Na verdade foi disputado desde o primeiro minuto!

Auston Matthews abriu o placar num powerplay para os Leafs aos 06m06s do primeiro período. Tyler Ennis desviou um chute de Par Lindholm para marcar o segundo gol dos Leafs! Quanto tudo parecia muito bem para os Leafs, foi a vez de Eric Staal marcar o seu, aos 19m29s.

Acredito que o gol e o que o técnico dos Wild falou no vestiário incendiou a vontade dos jogadores daquele time. Eles voltaram melhores. Jordan Greenway empatou o jogo aos 05m17s do segundo período. Somente aos 14m38s foi que os Leafs voltaram à liderança com um gol de Zach Hyman, desviando um chute de Mitch Marner.

O terceiro período viu os Wild bem fortes novamente e levando muito perigo ao gol de Frederik Andersen, que esteve muito bem na noite, salvando os Leafs por várias vezes! Jordan Zucker, que estava muito bem no jogo, empatou novamente aos 09m38s. Mas aos 16m40s, foi a vez de Nazem Kadri chutar de um ângulo muito fechado e ver o puck desviando num jogador dos Wild e entrar no gol de Devan Dubnyk. Podem chamar do que quiserem, até mesmo de sorte, mas eu acredito que quem chuta ao gol adversário sempre tem chances de marcar! E foi o que aconteceu! Zach Hyman fechou o placar com um gol em empty net, após disputar controle do puck com um jogador dos Wild e partir sozinho ao gol vazio dos Wild!

Placar final Leafs 5 @ 3 Wild.

Go Leafssssss Gooooooooooooo

%d blogueiros gostam disto: