Arquivo

Archive for the ‘NHL’ Category

22/02/2020 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs – Um jogo que vai ficar na história

terça-feira, 25 fevereiro 2020 Deixe um comentário

Infelizmente a equipe do Toronto Maple Leafs vem apresentando inconsistência em seu jogo, jogando mal contra os Penguins em Pittsburgh, para depois jogar de forma perfeita contra os mesmos Penguins em Toronto, somente três dias depois. Após vencermos os Pittsburgh Penguins por shutout na quinta-feira, nosso próximo adversário, em Toronto, foi o Carolina Hurricanes, que disputa conosco uma vaga aos playoffs deste ano.

O jogo começa e numa jogada em que Zach Hyman disputava espaço em frente ao gol de James Reimer, ele acaba por empurrar o defensor dos Cabes, que cai encima de Reimer. Não me pareceu nada grave, mas o goleiro dos Canes ficou se movimentando para ver se conseguia continuar ou não a partida e, para meu espanto, acabou por ser substituído por Petr Mrazek. Essa situação, por si só, já inspirava preocupação para Rod Brindamour, o técnico dos Canes, pois teria um goleiro contundido e um goleiro extra, disponível no estádio, ficaria no banco.

Dave Ayres, 42 anos, motorista de Zamboni para o Toronto Marlies, time afiliado ao Toronto Maple Leafs na American Hockey League – AHL, é o goleiro extra, disponível em Toronto, para ocasiões como essa. Ele também auxilia nos treinos dos Marlies, quando necessário. Dave estava se preparando para tomar seu lugar no banco dos Canes e inclusive a camisa com seu nome já estava sendo preparada, em uma noite em que ele ficaria simplesmente como observador, de fora do gelo.

Para o espanto de todos no Scotiabank Arena, no segundo período, Kyle Clifford partiu ao ataque, buscando alcançar o puck, disputando na velocidade contra um defensor dos Canes, quando Petr Mrazek teve a péssima ideia de tentar chegar primeiro no puck, que estava mais pra linha azul que para o gol dos Canes. Clifford chegou no puck primeiro, mas acabou colidindo forte com Mrazek, numa jogada que acabou por contundir o goleiro dos Canes. Apesar de eu achar que a jogava foi normal, afinal Mrazek se expôs a isso quando saiu do gol e Clifford, que é muito forte, chegou primeiro ao puck, os árbitros deram penalidade a Clifford. Inicialmente foi uma penalidade major (em que o jogador fica fora do gelo por todo o tempo da penalidade, independente se a equipe adversária marca gols ou não), mas após revisão, deixaram como uma penalidade minor. Ninguém entendeu a razão da penalidade, inclusive no Twitter, onde vários comentaristas e ex-jogadores comentaram que não viam razão nenhuma para deixar Clifford no banco de penalidades. Brindamour não estava acreditando que a partida, que estava com placar de 4 a 1 para os Canes, ia ter agora um goleiro totalmente inexperiente no nível da NHL, defendendo sua equipe.

Dave Ayres entrou no gelo, usando uma máscara de goleiro, pads e stick dos Marlies, e sua jersey dos Canes, com o número 90. Ele estava perdido e nervoso pela situação, e por estar tornando um de seus sonhos em realidade, e acabou tomando dois gols nos três primeiros chutes que recebeu. Mesmo assim os jogadores dos Canes iam até ele e Erik Haula chegou a dizer pra ele relaxar e curtir o momento, não importasse quantos gols seriam marcados nele. E o segundo período acabou com o placar de 4 a 3 pros Canes.

Todos no Scotiabank Arena, apesar de querendo e esperando uma reação dos Leafs e entender que Ayres, não sendo um goleiro profissional, não conseguiria parar chutes de Auston Matthews, William Nylander, Mitch Marner e cia, apoiava o goleiro a cada vez que ele defendia ou fazia alguma jogada. Inexplicavelmente a equipe dos Leafs não conseguia atacar e a isso eu parabenizo o Carolina Hurricanes, que havia jogado na noite anterior e estava totalmente empenhado a proteger o gol de Ayres. Erramos muitos passes, não conseguimos sequer nos valer de powerplays para marcar mais gols. E, também erramos na defesa, o que permitiu aos Canes ampliarem o placar para 6 a 3. Foi um período onde os Leafs jogaram de forma irreconhecível. Marner não conseguia sequer dominar o puck, Matthews até tentava, mas não conseguia chegar ao gol de Ayres, a defesa dava passes errados e permitia o ataque dos Canes, etc.

Ao final, Dave Ayres defendeu um último chute antes do tempo se esgotar e foi ovacionado por todos na arena, que apesar da derrota vergonhosa dos Leafs, pelo fato de não conseguirem chutar num goleiro que nem é profissional, viram uma história inesquecível de uma pessoa comum, motorista de Zamboni, conseguir ajudar a equipe que defendeu vencer um jogo na NHL. Ayres foi muito abraçado e cumprimentado pelos jogadores dos Hurricanes.

Dave Ayres fez história e mereceu celebração no vestiário dos Canes, além de ter uma camiseta dos Canes com seu nome sendo vendida no site da equipe. Com royalties que serão revertidos a ele! Espero que venda muitas camisetas com o nome dele!

Hoje, terça-feira, Dave estará em Raleigh, casa do Carolina Hurricanes, recebendo homenagem do time e da torcida!

Esse é mais um capítulo da história do Toronto Maple Leafs! Uma parte vergonhosa, por simples falta de esforço da equipe, que conseguiu perder para um goleiro amador, que por acaso dirige o Zamboni de seu time afiliado na AHL.

Parabéns Dave Ayres!! Sua história será sempre lembrada por todos os torcedores dos Leafs e dos outros times da NHL, em especial pelo Carolina Hurricanes!

Aos Leafs restou se recolherem e buscar entender o que aconteceu lars que possam tomar as devidas providências de não deixar isso acontecer nunca mais.

Ainda estamos com a vaga nos playoffs na mão, mas temos que voltar a vencer de forma consistente até o final da temporada. Ainda dá, mas não podemos tropeçar!

Go Leafs Goooooo

08/02/2020 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

domingo, 09 fevereiro 2020 Deixe um comentário

Apesar de hoje ser o aniversário do Maple Leafs Brasil, os Leafs não tiveram folga e foram até Montreal, após vencermos o Anaheim Ducks na prorrogação ontem à noite, para buscarem mais dois pontos!

Jogamos bem os primeiros dois períodos e Jack Campbell se manteve bem no gol dos Leafs. Nosso capitão, John Tavares abriu o placar no início do segundo período, numa belíssima jogada, finalmente vencendo Carey Price.

Com a liderança no placar, os Leafs iniciaram o terceiro período e, como já está sendo o padrão dos Leafs, simplesmente implodimos e paramos de jogar. Foram um total de apenas um chute ao gol de Carey Price neste período! Chega a ser ridiculo! Claro que com essa diferença, afinal os Habs deram um total de 16 chutes ao gol de Campbell só no terceiro período, os Habs empataram a partida faltando menos de 3 minutos pro final.

Fomos pra prorrogação e não tivemos a mesma sorte de ontem. Perdemos a partida com um gol de Ilya Kovalchuk, se aproveitando de um rebote de uma defesa milagrosa de Jack Campbell.

Sheldon Keefe e Kyle Dubas necessitam por a equipe para jogar no terceiro período, pois está muito difícil ver esse time, com os jogadores que temos, simplesmente produzir um chute ao gol em um período completo!

Go Leafs Goooooo

11 anos de Maple Leafs Brasil

domingo, 09 fevereiro 2020 Deixe um comentário

Pessoal,

Hoje este blog sobre o nosso amado Toronto Maple Leafs completa 11 anos de muitas alegrias, mas também muito sofrimento, como todos vocês sabem!

Infelizmente, por motivos profissionais, esse ano, não tenho conseguido manter o blog atualizado e trazer matérias a cada jogo, como eu fazia até o ano passado. O blog tem sofrido por isso, mas acabei usando o Twitter para tentar compensar. Sei que não é a mesma coisa, mas foi o que deu pra fazer.

Quero agradecer a todos que continuam acompanhando o Maple Leafs Brasil! Minha intenção quando criei o blog foi compartilhar as informações desta equipe tão histórica da NHL e acredito que consegui.

Sou orgulhoso deste blog que criei e que, em todos esses 11 anos, consegui manter praticamente sozinho.

Espero poder separar mais tempo pro blog e que eu consiga mantê-lo por muitos mais anos!

Convido vocês a celebrar comigo esses 11 anos do Maple Leafs Brasil!

Go Leafs Gooooooooo

Dubas traz Jack Campbell e Kyle Clifford em negociação com o Los Angeles Kings

sexta-feira, 07 fevereiro 2020 Deixe um comentário

A situação do goleiro backup dos Leafs, Michael Hutchinson, com performances aquém do esperado, permitindo gols em momentos importantes e não conseguindo se provar um bom goleiro para substituir Frederik Andersen, o atual e estabelecido titular, acabou recebendo a merecida atenção de Kyle Dubas.

Após Freddie ter se confundido, saindo do jogo contra o Florida Panthers após o final do primeiro período, Hutchinson não conseguiu manter o gol dos Leafs seguro. Acabou levando gols no terceiro período que deixaram os Panthers, um rival de conferência que está diretamente disputando vaga aos playoffs com os Leafs, virar o jogo em Toronto.

O próximo jogo foi ontem, contra o New York Rangers no Madison Square Gardens, e Michael Hutchinson iniciou a partida, mas novamente não conseguiu parar o ataque dos Rangers. De forma alguma a atuação dele nos mostrou a segurança que tanto necessitamos. Muitos fãs acham que a culpa é de erros da defesa e não tiro a razão deles, mas um goleiro necessita parar os pucks, algo que Hutchinson, infelizmente, não conseguiu. Perdemos mais um jogo com gols defensáveis. No terceiro período, os Leafs haviam marcado o terceiro gol com Auston Matthews, o que tinha trazido os Leafs a apenas um gol dos Rangers, mas Hutchinson perdeu seu stick e demorou muito para recupera-lo. Quando fez isso, se posicionou mal e aceitou um chute à distância, que jogou um balde de água fria na reação dos Leafs.

Dubas, que já devia estar planejando o que precisava fazer, acabou por fechar negócio com o Los Angeles Kings, trocando Trevor Moore, uma escolha de terceira rodada do draft de 2020 e uma outra de terceira rodada, condicional, do draft de 2021, pelo goleiro Jack Campbell e pelo ala Kyle Clifford.

Campbell foi escolha de primeira rodada do draft e, infelizmente, nunca teve a performance esperada na NHL, mas é melhor que Hutchinson e vai ser um ótimo backup para Freddie. Clifford é um veterano, ganhador de duas Stanley Cups com os Kings, além de ser um jogador muito forte e físico, e que cresceu próximo a Toronto e era Leafs fan quando criança.

A escolha condicional se tornará uma escolha de segunda rodada caso Jack Campbell jogue mais que seis partidas regulares e o time se classifique para os playoffs, ou que Kyle Clifford assine novo contrato com os Leafs. Na troca, o Los Angeles Kings continuará pagando metade do salário do Clifford (800 mil dólares). Ahhh, a escolha de terceira rodada deste ano pertencia aos Blue Jackets!

Clifford até já deu entrevista em que disse que sabe que não vai marcar tantos gols quanto Matthews, mas que sabe que veio aqui para trazer seu jogo físico pra equipe! Ou seja, podemos esperar muita raça dele!!!

Sejam bem vindos Jack Campbell e Kyle Clifford! Estamos confiantes de que melhorarão a equipe de agora em diante!

Go Leafs Goooooooo

Babcock deixa a equipe e Sheldon Keefe assume

sábado, 04 janeiro 2020 Deixe um comentário

Depois de muito ser criticado e de não conseguir obter os resultados esperados, ou seja, as tão esperadas vitórias, Mike Babcock foi demitido por Brendan Shanahan e Sheldon Keefe, técnico que levou o Toronto Marlies a uma Calder Cup a dois anos atrás, assumiu a vaga.

Após a saída de Babcock, se iniciou um processo de divulgação de histórias de que ele havia solicitado a Mitch Marner que dissesse quem era o jogador mais preguiçoso da equipe e Marner, então muito jovem, respondeu. Babcock foi diretamente ao jogador que recebeu esse feedback e contou que Marner o achava preguiçoso, criando uma situação muito difícil e desnecessária a Marner. Surgiu então a ideia de que Marner levou muito mais tempo para assinar seu contrato milionário devido à presença de Babcock na equipe. Depois desse fato, vários outros apareceram, incluindo casos em outras equipes da NHL, que também acabaram afastados ou demitidos. Estamos numa era em que esse tipo de atitude não é vista como benéfica.

Kyle Dubas conhece Keefe desde a época em que era o Gerente Geral do Sault Ste Marie Greyhounds e Keefe era o técnico.

Já chegamos à 50% da temporada e após Keefe começar a comandar a equipe vimos uma mudança muito grande no time. Os melhores jogadores estão ganhando mais tempo no gelo e a equipe tem jogado de forma totalmente diferente, controlando mais o puck e gerando muito mais perigo. Jason Spezza tem jogado muito bem, mesmo na quarta linha e não foi mais healthy scratch, como era na fase em que Babcock comandava a equipe.

Outro jogador que tem brilhado sob comando de Keefe é William Nylander. Nylander marcou seis gols nos últimos 5 jogos tem levado muito perigo ao gol adversário!

Mesmo com a ausência de algumas peças chave como Muzzin e Mikheyev, a equipe vem jogando bem e escalando a tabela de classificação, atualmente ficando apenas atrás dos Bruins na conferência Leste.

Ainda temos problemas em algumas posições, como nosso goleiro Backup, Michael Hutchinson, que não tem tido boas partidas, ou as vezes nossa defesa que se perde no jogo, mas Keefe tem provado ser muito mais efetivo que Babcock.

Os Leafs estão tão bem que, para o NHL All-Star Game, a ser jogado no final de janeiro de 2020, os Leafs terão dois representantes: Auston Matthews e Frederik Andersen, algo que não acontecia a muito tempo.

Parece que realmente o grande problema da equipe era Mike Babcock e seu estilo já ultrapassado de comandar seus jogadores. Esses dias já são parte do passado e Sheldon Keefe está levando a equipe em direção aos playoffs, onde teremos a chance de fazer bonito e trazer a Stanley Cup pra Toronto.

Go Leafs Go!! Rumo à Stanley Cup!!!!!!!

Leafs até agora na temporada 2019: Decepção ou Esperança?

terça-feira, 29 outubro 2019 Deixe um comentário

Já deixo aqui o meu pedido de desculpas por não ter atualizado o Maple Leafs Brasil desde o começo da temporada 2019-20, mas na verdade está muito difícil manter o ritmo de atualizações a cada jogo, por razões pessoais e profissionais. Vou continuar dando o meu melhor para trazer aqui notícias e fatos relevantes.

Já estamos com 13 jogos na temporada e hoje à noite enfrentaremos o Washington Capitals buscando nossa sétima vitória, ou seja, perdemos sete jogos, sendo dois deles na prorrogação ou shootout, e somente vencemos seis!

A equipe ainda está tentando encontrar seu ritmo de jogo, a maior convivência entre os jogadores para que um saiba, instintivamente, onde o outro está no gelo, como o que acontece com o Boston Bruins na linha Marchand, Bergeron e Pastrnak, e nossos defensores ainda necessitam ser melhores, mas a boa notícia é que ainda temos tempo para tudo isso acontecer!

Matthews, Nylander, Tavares e Marner vêm jogando bem e levando muito perigo ao gol adversário. Foi uma pena John Tavares ter quebrado um dedo da mão e precisar ficar fora para se recuperar, mas nosso capitão vai ser muito importante pra equipe!

Outras peças importantes tem sido Alexander Kerfoot, Trevor Moore e o Russo apreciador de sopa, Ilya Mikheyev, aliás o “Souper Man”, como tem sido chamado, tem se adaptado muito bem ao estilo de jogo da NHL e em muito pouco tempo!

Na defesa, Morgan Rielly, Jake Muzzin, Tyson Barrie, Martin Marincin, Justin Holl, Cody Ceci e cia, têm tido muitos altos e baixos, o que nos causaram alguns gols e algumas derrotas na temporada. Barrie ainda não se achou na equipe e não tem tido a mesma performance que tinha no Colorado Avalanche. Infelizmente por motivos estratégicos, Rasmus Sandin, acabou sendo retornado ao Toronto Marlies, mesmo tendo apresentado um ótimo nível de jogo na NHL. Com certeza o veremos na equipe principal em breve.

Quanto aos goleiros, Freddie está super bem, mas Michael Hutchinson não tem tido uma performance espetacular, e na verdade está deixando a desejar como um goleiro backup. Tenho saudades de Curtis McElhinney.

Zach Hyman e Travis Dermott estão para retornar e estrear na temporada, o que trás qualidade, apesar de criar alguns problemas salariais que Babcock e Kyle Dubas terão que resolver.

Sei que todos estamos ávidos por resultados e por ver nosso Toronto Maple Leafs jogando bem e ditando o ritmo de jogo, mas a equipe mudou muito nesta pré/pós temporada! É necessário tempo para colocar cada peça no seu devido lugar!

Eu acredito que a equipe vai se entrosar mais e ainda seremos muito felizes de termos todos esses jogadores apresentando um ótimo nível de jogo! Ainda não é hora pra decepção!

Go Leafs Goooooooooo

Novela Marner chega ao final

sexta-feira, 20 setembro 2019 Deixe um comentário

Quero aqui deixar as minhas desculpas, já que essa notícia ocorreu a alguns dias atrás, mas está cada vez mais difícil conseguir manter o blog atualizado, devido a compromissos profissionais e até mesmo pessoais.

Não posso deixar de postar aqui no blog uma das transações mais importantes ou aguardadas pela Leafs Nation nesta pré-temporada.

Após muita especulação, onde fãs começaram a dizer que queriam ver Mitch Marner fora dos Leafs, ou que Kyle Dubas deveria deixar Marner sem jogar por essa temporada, ou até mesmo dizendo que o pai de Marner era muito ganancioso e estava influenciando a decisão do filho, finalmente tivemos o jogador, um dos principais da equipe, assinando por mais 6 anos com uma média de 10.89 milhões de dólares por temporada.

Não podemos dizer que foi uma pechincha. Como o próprio Kyle Dubas disse se fosse por um valor menor, seria melhor para o time e se fosse maior, melhor pro jogador, mas no no final ele estava feliz por ter completado essa negociação antes do início da temporada e não ter deixado isso se arrastar, como no caso de William Nylander.

Nós do Maple Leafs Brasil estamos muito felizes com a contratação de Marner, mesmo que isso signifique uma fatia grande do teto salarial dos Leafs, pois entendemos que a equipe com ele é muito melhor e tem mais chances de nos levar à tão sonhada Stanley Cup.

Acredito que Marner tenha lido a Carta que escrevi aqui no blog, sobre o sonho de fazer parte de uma equipe para a qual você torceu quando criança e ainda mais ter chance de levar essa equipe à Stanley Cup! Kkkkkk Logo depois que postei a carta em português e em inglês, ele assinou!

Seja bem vindo Marner! Esperamos performances como as dos dois últimos anos! Muita coisa boa está para acontecer pros Leafs, uma equipe jovem e muito habilidosa!

Go Leafs Gooooooo

P.S.: ontem os Leafs assinaram com Nicholas Robertson, um jovem e promissor jogador, por três anos, para fazer parte dos Toronto Marlies. Seja bem vindo Nick Robertson!

%d blogueiros gostam disto: