Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Jonas Gustavsson’

29/11/2016 – Toronto Maple Leafs @ Edmonton Oilers

quarta-feira, 30 novembro 2016 Deixe um comentário

Em viagem ao oeste canadense, o Toronto Maple Leafs foi visitar o Edmonton Oilers.

Os Leafs tiveram um jogo muito bom e logo aos 05m45s do primeiro período, William Nylander conduziu o puck pela lateral e cruzou para Auston Matthews marcar seu décimo gol da temporada e o terceiro nos três últimos jogos! 

Foi no segundo período que o jogo foi decidido! James Van Riemsdyk marcou o segundo gol dos Leafs aos 02m49s, também seu décimo gol da temporada, com um passe recebido de Tyler Bozak e Mitch Marner. Andrej Sekera diminuiu aos 4m50s, mas aos 06m00s, Nazem Kadri devolveu a liderança de dois gols aos Leafs. Ao final do período, Zach Hyman aumentou a liderança com um gol aos 17m58s. 

Para o terceiro período, Cam Talbot foi substituído por Jonas Gustavsson, o “The Monster”, que ingressou na NHL defendendo os Leafs. Gustavsson não tomou nenhum gol e viu Connor McDavid marcar um gol no terceiro período aos 03m58s, mas os Oilers não conseguiram reagir e acabaram perdendo por 4 a 2 e Frederik Andersen foi espetacular na noite de ontem, fazendo ótimas defesas e mantendo os Leafs na partida.

Hoje os Leafs vai enfrentar o Calgary Flames! 

Go Leafs Gooooo

Anúncios

18/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 20 outubro 2014 Deixe um comentário

Após uma derrota por 4 a 1 na noite anterior, os Leafs sacudiram a poeira, ou derreteram o gelo, e voltaram à ação contra os Red Wings na Joe Louis Arena. Mudanças nos Leafs incluíram a troca de goleiro, com Jonathan Bernier retornando após suas duas derrotas nos primeiros dois jogos dos Leafs da temporada.

Season_2014-15_Goalies_Game6Este foi um jogo que, apesar do placar de empate sem gols no tempo regular, foi muito emocionante com chances de gol para ambas equipes, frustradas pelos goleiros. Jonathan Bernier esteve perfeito na noite e efetuou belas e importantes defesas para os Leafs e, do lado vermelho do gelo, Jonas Gustavsson, ex-Leafs também mantém eu ume no jogo, defendendo tudo, inclusive dois contra-ataques de James Van Riemsdyk e Mike Santorelli.

Ambas equipes jogaram muito fisicamente e, neste jogo cito que Phil Kessel acabou gerando várias chances de gol, mas para os Red Wings, pois cometeu várias penalidades que deram oportunidades de vantagem numérica ao time da casa. Em noite inspirada, tanto a equipe de Penalty Killing dos Leafs, quanto Bernier, defenderam tudo!!

Season_2014-15_Score_Game6O jogo acabou indo para a prorrogação e, como não poderia deixar de ser, a disputa e agressividade das equipes continuou no mesmo nível. Infelizmente quando faltavam apenas 9,9s para o término da prorrogação e decretação da decisão por pênaltis (Shootout), os Red Wings vieram ao ataque e Henrik Zetterberg acabou por receber um passe de Niklas Kronwall e chutou de primeira. Bernier disse que não viu Zetterberg se aproximando pelo outro lado do gelo e que acabou por ser agressivo demais e, quando viu o passe, não conseguiu fechar o ângulo e o puck desviou na trave e foi pro fundo do gol.

Foi uma triste derrota, para os Leafs, mas que foi a tônica do jogo. O primeiro a errar perderia e, por sorte dos Red Wings, esse erro veio faltando apenas 9,9s para terminar a prorrogação.

Esse foi o jogo que, se tivesse ido para o shootout, levaria umas 10 rodadas para definir o vencedor, pois ambos goleiros estavam fantásticos!

Agora sim é derreter o gelo destas partidas, limpar a mente e partir renovado para os próximos jogos, terça-feira contra os Islanders e quarta-feira contra os Senators, ambos jogos fora de casa.

Go Leafs Goooooooo

21/12/2013 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 23 dezembro 2013 Deixe um comentário

Numa prévia do NHL Winter Classic, a ser jogado em Michigan, em primeiro de janeiro, os Red Wings foram à Toronto enfrentar os Leafs.

Existe uma rivalidade crescente entre as duas equipes, membros do Original Six (as seis equipes que foram parte do início da NHL).20131221_Wings@Leafs_Banner

Os Leafs começaram bem e abriram o placar com Cody Franson aos 07m15s, batendo Jonas Gustavsson, ex-goleiro dos Leafs e que está muito bem nesta temporada. Com a vantagem no placar, os Leafs passaram a deixar os Red Wings tomarem conta do restante do período, e acabaram por perder a liderança no placar. Os Red Wings marcaram com Pavel Datsyuk aos 08m57s, Joakim Andersson aos 13m18s, marcando um gol em wraparound onde James Reimer acabou por desviar o puck para o gol, com seu stick, que estava mal posicionado e com Tomas Jurco aos 18m08s, na segunda falha de Reimer, que achou que havia defendido o puck com o peito, mas o disco acabou por cair entre suas pernas e entrou no gol.

20131221_Wings@Leafs_ScoreRandy Carlyle somente aguardou o intervalo para substituir James Reimer por Jonathan Bernier. A partir do segundo período os Leafs voltaram melhor e conseguiram pressionar os Red Wings, chegando ao empate com gols de Dion Phaneuf aos 11m45s e de Joffrey Lupul, num powerplay, marcado em um ângulo muito fechado, por baixo do braço esquerdo de Jonas Gustavsson, aos 18m24s. Conseguir empatar a partida trouxe muita energia ao Air Canada Centre e o sentimento era de que no terceiro período poderíamos vencer!

O terceiro período foi disputado e numa jogada onde o puck ficou soltou próximo à linha do gol, vários jogadores disputaram e se embolaram, mas foi David Clarkson que conseguiu empurrar o puck pro gol aos 08m32s. Os Red Wings tentavam a todo custo se manter no ataque e aos 13m44s, Tomas Tatar conseguiu marcar o gol de empate. Antes do final do período, num contra-ataque, os Leafs trocaram passes, deslocaram Gustavsson e passaram para Dion Phaneuf marcar seu seguro gol. Mas o chute de Phaneuf foi milagrosamente defendido por Gustavsson, que se jogou com o taco esticado. O puck bateu no taco e não entrou.

Com o empate no tempo regular, a partida foi para a prorrogação, que terminou sem gols, levando a decisão aos pênaltis. Os Red Wings não haviam vencido nenhuma disputa de pênaltis nesta temporada e isso colocava a pressão sobre eles. James Van Riemsdyk foi o primeiro a chutar pelos Leafs e foi defendido pelo “Monster”. Pelos Red Wings, Daniel Alfredsson, muito vaiado pela torcida dos Leafs, marcou para o time de Detroit. Mason Raymond também foi defendido por Gustavsson e, finalizando a partida, Pavel Datsyuk fez ótimo movimento e marcou para os Red Wings, dando a vitória ao time visitante.

Esse jogo só mostrou que o NHL Winter Classic será épico em primeiro de janeiro!

Go Leafs Gooooooo

Sem lockout e sem Brian Burke

quarta-feira, 09 janeiro 2013 1 comentário

Os Leafs anunciaram hoje que Brian Burke não é mais o Presidente e Gerente Geral do Toronto Maple Leafs.

Após 5 anos de um total de 6, Brian Burke, que ingressou nos Leafs em Novembro de 2008 como um grande nome que poderia montar a equipe dos sonhos e nos levar novamente a colocar as mãos na Stanley Cup, amargou anos de ausência dos playoffs. Mesmo tendo realizado inúmeras negociações trazendo Phil Kessel em uma das mais controversas e discutidas trocas da história, duas escolhas de primeira rodada e uma de segunda no draft para o Boston Bruins, contratando Jonas Gustavsson, uma promessa para ser um sólido goleiro para os Leafs, François Allaire, um dos mais renomados treinadores de goleiro, Dion Phaneuf, Joffrey Lupul, entre outras ações.

Quem assume o comando como Vice-Presidente Senior e Gerente Geral é Dave Nonis, braço direito de Burke, que já havia estado à frente do Vancouver Canucks como Gerente Geral.

Foi uma decisão que chocou todo o universo da NHL, afinal porque os proprietários dos Leafs aguardaram 113 dias de locaute, com Burke envolvido nas negociações, para demití-lo agora, nas vésperas de um training camp e início da temporada 2012-13? Todos aguardavam por algum resultado dele nesta temporada, a última de seu contrato, mas a decisão da MLSE foi já começar a temporada com outro GM.

Burke não deixará a organização dos Leafs, tendo aceitado permanecer como um Conselheiro Senior para Dave Nonis.

O que mais nos espera nesta temporada? Muitas trocas? Será que Luongo vem para os Leafs? Será que se Luongo vier, perderemos muitos jogadores com boas promessas de futuro (Kadri, Gardiner, Frattin)?

Vamos ver o que vai acontecer …

Obrigado ao Brian Burke e muito boa sorte ao Dave Nonis!!! Se ele nos colocar nos playoffs na primeira temporada, vai ser tratado como Deus em Toronto!!!!

E… GO Leafs GOOOOOO!!!!

Leafs trocam Gustavsson com o Winnipeg Jets.

sábado, 23 junho 2012 3 comentários

Hoje, Brian Burke anunciou que os direitos de contratação de Jonas Gustavsson foi negociado com o Winnipeg Jets, em troca de uma sétima escolha em 2013, se Gustavsson vier a assinar com os Jets.

Como o contrato com Gustavsson termina em primeiro de julho, os Leafs o deixaram para negociar com os Jets e, se tudo der certo, não perdem o jogador em troca de nada … ganham pelo menos uma escolha de sétima rodada!

Gustavsson chegou aos Leafs como uma grande promessa, sendo considerado como um dos melhores goleiros europeus. Mas em seus primeiros jogos, apresentou um problema cardíaco e teve que passar por tratamentos para corrigir o problema.

Com problemas de contusões, ele que era backup de Jean-Sebastién Giguere, que também estava contundido, deu oportunidade a James Reimer o então goleiro titular dos Marlies. Reimer aproveitou a oportunidade e foi um ótimo goleiro no final da temporada 2010-2011, o que garantiu a posição de goleiro titular dos Leafs no início da temporada 2011-12.

Gustavsson jogou bem quando Reimer sofreu uma concussão num jogo contra os Canadiens e conseguiu ajudar os Leafs no início da temporada, porém voltou a jogar mal e até mesmo Ben Scrivens teve chances, após algumas atuações fracas de Gustavsson.

Ao final da temporada, com Ben Scrivens se destacando no gol dos Marlies, levando o time até às finais da Calder Cup, e com Reimer com um contrato por mais 3 anos com os Leafs, ficou claro que não havia espaço para Gustavsson nesta equipe.

Existe também boatos sobre a possível vinda de Roberto Luongo, o ótimo goleiro dos Vancouver Canucks que possui contrato por mais 10 anos e que após fracas atuações nos playoffs, deve ser trocado. Uma das equipes para onde ele aceita ir é a equipe dos Leafs. Quem sabe essa notícia não venha nos próximos dias??

Jonas Gustavsson, Monster, desejo toda a sorte do mundo para você! Você é um ótimo goleiro, porém nossa torcida é muito exigente e estamos desesperados para voltar aos playoffs e para que consigamos a Stanley Cup, portanto não podemos te dar mais tempo para melhorar.

Obrigado por toda a sua dedicação e esforço despendidos para os Leafs.

Entrevista de Burke e Carta da MLSE

quinta-feira, 12 abril 2012 3 comentários

Após a vertiginosa queda que tivemos na tabela de classificação, que nos levou à 26ª colocação no geral, não é mais novidade que estamos fora dos playoffs e aguardávamos muito a entrevista de Brian Burke, comentando sobre a temporada.

Burke deu a entrevista e mais uma vez se responsabilizou pelo resultado, mas disse confiar na equipe e que o time poderia muito bem estar classificado para os playoffs pois ele acha que a equipe tem jogadores que poderiam ter atuado muito melhor. Ele também disse saber que necessitamos de um goleiro mais experiente para auxiliar James Reimer! Com isso creio que Jonas Gustavsson não terá seu contrato renovado com os Leafs.

Burke disse que entende como os torcedores estão chateados e que todos podem ter certeza de que ele próprio está muito desapontado também, mas que apesar do desastroso final de temporada, os Leafs tiveram muitas coisas boas, como Jake Gardiner e Matt Frattin.

Finalizando … Burke, mais do que ninguém, sabe como a torcida está ávida por playoffs e acredita que conseguirá as peças que ainda faltam no quebra-cabeça dos leafs para se tornarem um time competitivo e estável, merecedor de estar nos playoffs e que dê essa alegria aos torcedores.

A Maple Leafs Sports & Entertainment – MLSE também emitiu a carta abaixo, destinada a todos os fãs, agradecendo por nossa paixão e lealdade, se responsabilizando pelos resultados inaceitáveis do final da temporada e reiterando que a acredita no plano para melhora da equipe e que a organização está 100% focada em fazer da equipe um time dentre os melhores da liga e que nos faça orgulhosos!

Não há outra opção a não ser aguardar para ver …

Montanha Russa dos Leafs versão 2011-12

quinta-feira, 12 abril 2012 1 comentário

Com a derrota, em pleno Air Canadá Centre, por shutout (sem marcar gols), para o Carolina Hurricanes (27/03), os Leafs foram definitivamente e matematicamente eliminados dos playoffs mais uma vez! Já é o recorde histórico de temporadas consecutivas sem classificação!

Na temporada 2011-2012 vimos o time começar embalado, jogando bem, liderando a conferência, batalhando pelo puck e pelas vitórias e, mesmo apesar de ser um time jovem, conseguindo uma performance digna, que nos levava a acreditar que este ano estaríamos de volta aos playoffs! Nossos goleiros estavam tendo ótima performance, tanto Reimer quanto Gustavsson e até mesmo Scrivens! Phil Kessel, Tyler Bozak e Joffrey Lupul estavam muito bem entrosados. Jake Gardiner demonstrou que realmente é um dos jogadores que veremos em nossa defesa por muito tempo, jogador jovem e promissor, mesmo em sua primeira temporada na NHL! Grabovski também mostrou o seu valor e teve seu contrato renovado. Matt Frattin também chegou com velocidade e habilidade e com os anos será um ótimo ala! Isso sem falar de nossos jogadores em desenvolvimento nos Marlies como Nazem Kadri, Joe Colborne, Korbinian Holzer, Ryan Hamilton, Mike Zigomanis e outros! O time está tão bom que os Marlies devem ser um dos favoritos na disputa da Calder Cup!

Também tivemos alguns reveses! Mike Komisarek não jogou tão bem e ficou, por boa parte da temporada, sem jogar por escolha de Ron Wilson. Nikolai Kulemin teve uma temporada muito fraca, produzindo muito pouco. Clarke MacArthur também ficou muito tempo sem produzir e Dion Phaneuf não tem tido a performance e atuação necessária de um capitão dos Leafs. Tudo bem que o comparamos com Mats Sundin, Doug Gilmour e outros grandes jogadores da história dos Leafs, mas ele teve uma atuação muito apagada.

Apagada também foi a atuação de Ron Wilson no banco dos Leafs e de Brian Burke na Trade Deadline em que enviamos Keith Aulie para os Lightning, obtendo Carter Ashton. E Dale Mitchell foi enviado aos Anahein Ducks numa troca pelo defensor Mark Fraser. Ambas trocas sem efeito imediato nos Leafs!

Nossa temporada foi exatamente inversa à temporada 2010-2011. Terminamos a temporada passada com a esperança de ver a equipe com a performance que tivemos após o final da semana do All-Star Game! Um time que buscou a classificação aos playoffs, mas que fez isso tarde demais! Esta temporada tivemos um time que simplesmente ruiu após o All-Star Game! Goleiros que pareceram se esquecer como se joga e que, do meu ponto de vista, não demonstraram estar incomodados com todos os gols que tomaram! Concordo que muitas vezes acabaram por ficar na mão, sem apoio dos defensores e até mesmo dos atacantes, mas eu diria que muitos dos gols que tomaram, eram defensáveis! Feitos em chutes como os que demos em Cam Ward na derrota citada no início deste post e que foram defendidos! Sei que os jogadores passam por fases boas e ruins mas os Leafs simplesmente implodiram!

Tudo isso sem citar que fomos totalmente liquidados por um dos nossos maiores rivais de divisão, o campeão da Stanley Cup 2010-11, Boston Bruins! Não só perdemos os seis jogos contra eles, como a diferença de placar foi brutal, culminando numa derrota por um placar de oito, isso mesmo, oito a zero! Os Bruins nos dominaram em todos os fundamentos e pareciam jogar contra uma equipe amadora.

Após a saída de Ron Wilson e a contratação de Randy Carlyle, o time não encontrou seu jogo e continuou no caminho das derrotas e o que era uma sexta posição na classificação da Conferência Leste, tornou-se a 26ª ( quinta posição com a tabela de cabeça para baixo) 🙂 ao final da temporada.

Também houve toda a pressão que antecipa o Trade Deadline com jogadores como Grabovski, Schenn, Kulemin, Kadri, e até Phil Kessel e Phaneuf com seus nomes envolvidos em possíveis trocas! Imagina pensar em trocar Kessel que está na sua melhor temporada da NHL, entre os cinco melhores atacantes em número de gols marcados! Quem poderíamos obter para justificar disponibilizarmos um recurso com tal qualidade? Só lembrando que escolhas boas no draft nem sempre se tornam estrelas da NHL!

A pós-temporada deverá ver Brian Burke negociando muito para finalmente levar a equipe aos playoffs! Burke necessita de resultados, caso contrário a cabeça que estará a prêmio será a dele! Quando ele chegou aos Leafs, disse que a equipe necessitava de uma reestruturação e que isso levaria alguns anos, mas apesar de melhorar muito a qualidade dos jogadores disponíveis ou em desenvolvimento na organização, ainda não obteve sucesso, como ele próprio definiu, não se classificando aos playoffs.

Os Leafs que já estão na fila da Stanley Cup desde 1967, agora entraram na fila dos playoffs e estão passando pela pior fase de sua gloriosa história! Cabe a nós torcedores, apesar de toda a tristeza e ânsia de títulos, manter nosso apoio e confiança de que Burke, que tem total capacidade, consiga obter o tão sonhado central para a primeira linha e, talvez, um goleiro ou outros jogadores mais experientes para auxiliar no desenvolvimento de nosso jovem elenco.

Talvez vejamos mais jogadores dos Marlies nos Leafs no próximo ano e, como candidatos temos Nazem Kadri, Ryan Hamilton, Korbinian Holzer, Joe Colborne e Carter Ashton, porém alguns destes nomes podem vir a ser utilizados em trocas para trazer algum jogador mais experiente!

Vamos aguardar e ver o que Burke planeja para a próxima temporada! E, como sempre, Go Leafs Go!

%d blogueiros gostam disto: