Arquivo

Posts Tagged ‘William Nylander’

11/11/2022 – Penguins @ Leafs

sexta-feira, 11 novembro 2022 Deixe um comentário

Hoje é uma noite especial no Scotiabank Arena, é a noite do Hockey Hall of Fame – HHoF. Nesta noite os novos membros do Hockey Hall of Fame são apresentados no gelo e amanhã, vão à cerimônia de indução, para se tornarem “imortais”! Este ano temos alguns nomes muito conhecidos como: os gêmeos Henrik e Daniel Sedin, Daniel Alfredsson, Roberto Luongo, além de Herb Carnegie e Riikka Sallinen. Entre os membros do HHoF que os receberam no gelo estavam Daryl Sittler, Borje Salming, que está enfrentando uma doença degenerativa, Mats Sundin e Ed Belfour!! Que noite!!

O jogo começou com Erik Kalgreen pelos Leafs e Casey DeSmith pelos Penguins. Os Leafs começaram melhor, mas os Penguins chegaram a igualar o volume de jogo. Somente aos 13m49s Zach Aston-Reese abriu o placar para os Leafs! Evgeny Malkin estava revoltado com uma penalidade marcada contra ele, a segunda dele no primeiro período, um tripping, não sabemos a razão pois não houve nada parecido com um tripping na jogada, mas aos 19m24s, ele marcou numa jogada em que o puck bateu no joelho de T. J. Brodie e sobrou pra ele marcar com o gol vazio! Kallgren nada pode fazer e Malgin comemorou fazendo o sinal de tripping! Final do primeiro período, Penguins 1, Leafs 1.

O segundo período, no geral, viu-nos Leafs chutando mais ao gol e exigindo muito de Casey DeSmith, mas os Penguins se aproveitaram de um erro de Justin Holl e Jason Zucker Marciano segundo dos Penguins aos 01m08s. Nos tentamos com Marner, com Tavares, Nylander quase conseguiu, mas depois de tirar o goleiro, o puck foi caprichoso e bateu na trave! Nylander foi teimoso e marcou o gol de empate aos 17m17s, após uma “finta” de Morgan Rielly que mandou o puck de volta a Nylander!!! Jogo segue empatado em 2 a 2.

Os Leafs estão jogando mal. Geramos oportunidades, mas algumas coisas estão acontecendo, que não aconteciam antes! Marner e Matthews estão perdendo passes e controle do puck. Sandin e Liljegren fazendo passes displicentes. Justin Holl sendo Justin Holl. Joga bem por algum tempo e, de repente, comete um erro que da o gol aos adversários! Até mesmo Giordano, e Bunting e Kerfoot e Jarnkrok, todos perdem gols, se desesperam e mandam passes pro ataque, sem uma estratégia! Não entendo o que está acontecendo, mas foram esses erros que deram a vitória aos Penguins. Não só erros, mas estar mais no jogo. Brock McGinn colocou os Penguins na frente pela terceira vez no jogo aos 01m54s! Heinen recupera o puck cortando a jogada de Malgin, vai ao ataque e passa para McGinn chutar por entre as pernas de Giordano, dando pouca visão a Kallgren que não conseguiu defender. Tentamos muitas vezes, erramos tantas outras e, no final, já sem goleiro, tomamos mais um, dessa vez de Jake Guentzel, aos 19m47s!

Nem mesmo uma linha com Marner, Matthews e Nylander deu jeito! Marner não esteve bem hoje. Matthews ainda não se encontrou nesta temporada.

Precisamos sanar nossos problemas e voltar a vencer, jogando bem, sem rifar o puck, sem passar sem olhar, sem passar muito atrás ou muito à frente! Kallgren vem fazendo um excelente trabalho, mas o time à sua frente precisa melhorar!

Go Leafs Goooo – teremos chance de vinganca na terça-feira, em Pittsburgh!

24/10/2022 – Leafs @ Golden Knights

terça-feira, 25 outubro 2022 Deixe um comentário

Estamos apenas começando uma sequência de jogos no sudoeste americano. Visitamos Las Vegas, antes de três jogos na Califórnia, contra os Sharks, Ducks e Kings!

No gol pelos Leafs, mais uma vez, Ilya Samsonov. Pelo time da casa, o Vegas Golden Knights, estava Logan Thompson.

O jogo mal começou e a equipe de Bruce Cassidy, o ex-técnico do Boston Bruins que nos deu muitas dores de cabeça e derrotas no passado, começou a nos pressionar e conseguiram um powerplay por “Many Men on the Ice”. Foram muitas chances até que Phil Kessel, sim, você leu direito, Phil Kessel, marcou um gol. Seria o gol de número 400 na carreira dele na NHL, se o gol não tivesse sido anulado após revisão da jogada que mostrou que os Golden Knights entraram impedidos na zona de ataque. Nem mesmo essa frustração fez os Leafs acordarem. Nicolas Roy acabou marcando segundos depois, aos 03m51s com uma assistência de Kessel, num powerplay para Vegas.

Os Leafs continuaram errando muitos passes, especialmente Justin Holl que sinceramente parece perdido neste jogo. Os Leafs bem que tentaram e pressionaram nos últimos 5 minutos, mas nem mesmo uma chance de Auston Matthews, quis entrar no gol. O chute bateu em uma trave e cruzou o gol para bater na outra trave e sair. Justin Holl necessita melhorar e os Leafs precisam começar a pressionar mais. Samsonov esteve bem no período.

O segundo período viu uma melhora muito clara no nível de jogo dos Leafs, apesar de que muitas chances de gol dos Golden Knights só não aumentaram a vantagem no placar devido a Ilya Samsonov, que esteve calmo e fechou o gol! Aos 11m42s, John Tavares ganha a disputa pelo puck na zona neutra e parte para o ataque com William Nylander ao seu lado. Tavares passa para Nylander que domina o puck e o protege até chutar e marcar o gol de empate!

Um vergonhoso início de terceiro período deu a chance que os Golden Knights queriam e eles aproveitaram. Chandler Stephenson marcou aos 42s com os Leafs perdidos no gelo! Próximo aos 8 minutos os Leafs até levam perigo, mas parecem uma equipe assustada no gelo, perdendo jogadas e tentando empatar com base na habilidade de alguns jogadores e não da equipe. Numa jogada muito infeliz, Rasmus Sandin chute da blue line e acerta o joelho de John Tavares, que imediatamente vai ao gelo. A jogada segue até que Ilya Samsonov segura o puck e Tavares sai carregado, sem apoiar o pé no gelo. Pouco depois, aos 08m11s, numa falta total de comunicação e num passe, mais um, que não encontrou o stick de um jogador dos Leafs, os Vegas vão ao ataque e os Leafs trocavam suas linhas. Isso resultou no gol de Michael Amadio, o terceiro dos Vegas.

Ainda bem que parece que a situação do nosso capitão, John Tavares, não foi grave e, faltando 6 minutos para o final, ele retornou ao gelo.

Nos últimos 3 minutos partimos para o Empty Net e até conseguimos um powerplay, mas apesar de nos esforçarmos, não conseguimos reduzir a vantagem! Derrota por 3 a 1!

Nossos melhores jogadores na noite foram William Nylander, John Tavares e Ilya Samsonov. Matthews e Marner até tentaram, mas não conseguiram vencer Logan Thompson. Bunting, Kerfoot, Engval, Jarnkrok, etc. não apareceram. Nossos defensores pareciam perdidos, principalmente Justin Holl. Keefe deveria tirar ele por algumas partidas para que ele possa voltar melhor. Da forma como está, não gera oportunidades de ataque e ainda da ao adversário chances de contra-ataque. Realmente jogou muito mal.

O jogo por vezes parecia a seleção canadense jogando contra um catado de jogadores da América do Sul! Pena que nesse exemplo, a seleção canadense estava representada pelo time dos Golden Knights!

Próximo jogo é na quinta contra o San Jose Sharks!

Go Leafs Gooooooooo

17/10/2022 – Coyotes @ Leafs

terça-feira, 18 outubro 2022 Deixe um comentário

Com duas vitórias e uma derrota, o próximo visitante no Scotiabank Arena foi o Arizona Coyotes, que vai começar a temporada com uma longa lista de jogos fora de casa!

No gol dos Leafs, após a contusão de Matt Murray, que vai deixar o goleiro fora de ação por lê-lo menos 4 semanas, Erik Kallgren foi o convocado, dando um descanso a Ilya Samsonov.

O time dos Coyotes é o segundo mais novo da NHL e a maior experiência dos Leafs deveria se sobressair. Apesar dos Leafs terem mais chutes ao gol e mais tempo de controle do puck no ataque, foram os Coyotes que abriram o placar no primeiro período com um gol de Nick Ritchie, que já jogou nos Leafs, sem muito resultado. Foi o terceiro gol de Ritchie na temporada, em três jogos. Os Leafs ainda não parecem entrosados e os jogadores parecem não saber onde os outros estão no gelo. O time parece perdido, sem uma coordenação.

No segundo período, os Leafs continuam sem se impor e após uma batalha pelo puck atrás do gol dos Leafs, onde três jogadores dos Leafs, incluindo Morgan Rielly e Justin Holl, perdem o puck e Christian Fischer marca ao receber um passe de Nick Bjugstad e chutar forte, à queima roupa. Os Leafs tentam, mas sem uma estrutura de jogo, são sempre bloqueados pelos jogadores dos Coyotes. É frustrante para os jogadores e ainda mais para nós, torcedores. A equipe não consegue sequer levar perigo nos powerplays! E comete penalidades básicas, como “Too Many Men” , ou seja falta de atenção.

Veio o terceiro e último período e, durante os primeiros 13 minutos de jogo, os Leafs não fizeram nada e, se não fosse Erik Kallgren, os Coyotes teriam um placar mais elástico. Entretanto, como estamos falando dos Leafs, a equipe teve uma faísca de esperança quando William Nylander marcou aos 12m54s, e poucos segundos depois, quando Mitch Marner empatou a partida aos 13m18s. O jogo continuou eletrizante após o empate, até que, num powerplay após Calle Jarnkrok cometer interferência em Shayne Gotisbehere, Gotisbehere marcou para os Coyotes! A jogada desse gol foi um resumo da partida. Justin Holl tentou sair jogando e pressionado tentou passar o puck, que foi interceptado na zona de ataque dos Coyotes, que marcaram o gol.

Quando parecia que os Leafs iam ser derrotados, o que seria até justo após a partida horrível que teve essa noite, sendo inclusive vaiado pela torcida que não via organização na equipe, faltando 39s, Alexander Kerfoot conseguiu marcar o gol de empate, se aproveitando de um rebote do chute de John Tavares! Muita alegria e comemoração, mas o técnico dos Coyotes pediu revisão no lance é, após muito analisar, os árbitros disseram ter identificado que Morgan Rielly em sua tentativa de segurar o puck com a mão, acabou cometendo um “hand pass” e anulou o gol!

Morgan Rielly tentou segurar o puck com sua luva, mas um jogador dos Coyotes, disputando a jogada, acertou a mão dele com o taco, o puck resvalou na mão e caiu no gelo aos pés de Rielly, que protegeu o puck com o corpo e deixou Mitch Marner recupera-lo e chutar alto, para continuar a jogada, até que Kerfoot marcou. Eu não vejo como essa jogada poderia ser considerada Hand Pass, pois Rielly não controla o puck com a mão e o jogo ao chão. Após o contato com o taco, o puck resvala, se é que resvala, na mão dele e vai ao gelo. Não houve qualquer controle do puck ou direcionamento do mesmo ao Marner. Mas enfim, o gol foi anulado e ainda levamos mais um, com o gol sem goleiro, Empty Net, marcado por Lawson Crouse, em outra jogada em que os defensores dos Leafs dormiram e tiveram um passe interceptado. Final de partida, Coyotes 4 – Leafs 2.

Eu diria que foi uma derrota merecida. A equipe não apresentou nada de forma consistente. Keefe tem muito trabalho pela frente para ajeitar esse time. Adicionalmente, pode ser que tenhamos perdido Jake Muzzin por algum tempo, pois ele sentiu uma lesão, provavelmente no pescoço, e não voltou ao gelo para o terceiro período. Não que Muzzin estivesse jogando super bem, mas é um dos nossos defensores mais experientes. Com Liljgren, Dahlstrom e Jordy Ben contundidos, a lista de defensores disponíveis está cada vez menor!

O próximo jogo será contra o Dallas Stars, ainda no Scotiabank Arena, no dia 20/10. Que Sheldon Keefe encontre alguma solução para fazer com que esse grupo trabalhe bem e de forma estruturada e organizada no gelo!

Go Leafs Goooooo – Pelo Amor de Deus, Goooo!

2 Vitórias e 2 Derrotas até agora!

15/10/2022 – Senators @ Leafs

domingo, 16 outubro 2022 Deixe um comentário

Terceiro jogo da temporada e já vamos por uma Batalha de Ontário! Nada como viver essa rivalidade dentro da divisão e da província!

Ilya Samsonov ganhou a chance de defender os Leafs após vencer o último jogo, enquanto Anton Forsberg foi designado para o gol dos Senators.

O primeiro período foi muito bom e com alguns momentos de desatenção ou erros de passes, jogamos bem, entretanto num powerplay, que na minha opinião não foi “holding”, pelo Mitch Marner, os Senators abriram o placar num one time de Shane Pinto, recebendo passe de Claude Giroux. com pouco mais de dois minutos para o final do período, houve uma penalidade de um dos jogadores dos Senators, que chutou o puck por cima do vidro (“delay of the game”), mas os árbitros não deram. Não entendo porque tem tantas câmeras se eles não usam quando precisam!

Outro comentário é que Alexander Kerfoot precisa treinar mais o contra-ataque. É o segundo jogo em que ele tem chance de ir sozinho contra o goleiro e não marca! Que tal prestar atenção nisso Sheldon Keefe?!?!? Placar do primeiro período, Senators 1, Leafs 0.

O segundo período foi um tanto controverso. Os Leafs dominaram em tempo no ataque, mas esse tempo não gerava muita chance de gol! Tivemos nosso primeiro powerplay da partida e sequer conseguimos dar um mísero chute a gol! A equipe parece ainda não estar entrosada, nem mesmo as linhas 1 com Bunting, Matthews e Marner, que já estão juntos a anos! Aliás, Marner parece que voltou aos tempos em que não chutava a gol! Tenta fazer jogadas e passar para alguém. Alguém tem que voltar a dizer a ele que ele pode chutar ao gol! No finalzinho do período, os Leafs parecem que voltaram a se encontrar e Jake Muzzin, que agora acha que pode chutar de qualquer lugar, chutou na direção de David Kämpf, que desviou para empatar entre as pernas de Forsberg (5-hole). Placar empatado em 1 a 1.

O terceiro período foi melhor, mas os Leafs não conseguiam se impor e manter pressão sobre os Senators. Muitos passes errados, perdas de controle do puck até que William Nylander marcou num powerplay numa das poucas boas jogadas que conseguimos executar no período! Pouco mais de 1 minuto depois, a defesa dos Leafs não consegue limpar o puck perdido próximo ao gol e Claude Giroux empata novamente a partida. Somente faltando 01m55s para terminar o jogo e Justin Holl vai ao ataque e, num chute de Michael Bunting, consegue pegar o rebote e mandar pro gol! Vitória dos Leafs por 3 a 2.

Estamos vencendo, mas jogando mal e sempre no sufoco! Sei que estamos no início da temporada, mas me preocupa a falta de sinergia. Me preocupa a falta de jogadas. A falta de coordenação entre defesa e ataque.

Por hora vamos comemorar a vitória e esperar melhorias no próximo jogo!

Go Leafs Go!

12/10/2022 – Leafs @ Canadiens – Season Opener

sábado, 15 outubro 2022 Deixe um comentário

Após as mudanças da pré-temporada, todas as equipes trazem jogadores novos e, muitas vezes, jogando em posições diferentes, com companheiros de linha diferentes, etc.

Nossa temporada começou no Bell Centre em Montreal, contra nossos rivais de Original Six, o Montreal Canadiens!

Devido à contusões, os Habs estavam sem alguns de seus mais experientes jogadores, como Drouin, Paul Byron e Mike Mathewson, e apresentaram a toda sua torcida três novatos: Juraj Slafkovsky, Arber Xheraj e Kaiden Guhle! Os Leafs trouxeram seu novo elenco com Calle Jarnkrok, Nicolas Aube-Kubel, Matt Murray, Zach Aston-Reese e Denis Malgin!

Não jogamos bem e, apesar de sairmos à frente no placar, deixamos os Habs empatarem por duas vezes. Marcamos com Michael Bunting no primeiro período e Denis Malgin no segundo, mas Cole Caufield empatou a partida por duas vezes, numa jogada idêntica de um contra-ataque com velocidade.

O terceiro período viu os Habs tomarem a frente do placar com Sean Monaghan, nós empatamos com Morgan Reilly, mas Josh Anderson venceu Matt Murray faltando apenas 19 segundos pata terminar a partida!

Temos muito o que ajustar na equipe! Que Keefe consiga fazer as mudanças necessárias para que a equipe passe a dominar mais o jogo, que por muitas vezes deixamos para os Habs.

Infelizmente Matt Murray, apesar de não ter ido muito mal, não conseguiu parar os chutes de Cole Caufield. Podemos dizer que foi mais por mérito do atacante que mal posicionamento do goleiro, mas mesmo assim, precisamos que ele se prepare para nos dar essas defesas em momentos que serão mais decisivos no futuro da temporada!

Estamos somente começando e ainda tem muito espaço para que a equipe fique mais unida e jogando mais em conjunto! Vamos que vamos pro próximo desafio, o primeiro jogo em casa, contra o Washington Capitals!

Go Leafs Goooo – all the way to the Stanley Cup!

%d blogueiros gostam disto: