Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Tuuka Rask’

12/04/2018 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins – NHL Playoffs – Rodada 1

sexta-feira, 13 abril 2018 Deixe um comentário

Primeiro quero me desculpar pela falta de atualização do blog pois não consegui cobrir os últimos jogos da temporada regular devido à uma mudança profissional e pessoal.

Mas vamos à boa notícia, que é o fato do Toronto Maple Leafs estar novamente nos playoffs! Conseguimos uma ótima temporada onde quebramos muitos recordes, entre eles, o maior número de pontos numa temporada regular, o maior número de vitórias em casa por um goleiro dos Leafs, entre outros.

Infelizmente as regras atuais da NHL fazem com que as equipes se enfrentem dentro de cada divisão e isso fez com que os Leafs enfrentassem o Boston Bruins, que foi o primeiro da Conferência Leste. Sabemos que os Bruins têm uma ótima equipe e jogadores que fazem a diferença, como Patrice Bergeron e Brad Marchand.

O primeiro jogo foi cheio de batalhas e muito jogo físico, mas quem se saiu melhor foram os Bruins, que dominaram a partida, com exceção de uma parte do segundo período, onde os Leafs tiveram ótimas chances, mas quem foi mais efetivo foi o time da casa.

Brad Marchand abriu o placar no primeiro período, aos 05m28s, numa jogada em que, uma revisão por vídeo poderia ter invalidado o gol, mas Mike Babcock acabou não arriscando perder a revisão e deixar os Bruins no powerplay. Ainda no primeiro período, aos 16m52s, Zach Hyman, fez ótima jogada, vencendo dois jogadores dos Bruins na velocidade e marcando um belíssimo gol de empate! Justo em uma hora em que os Leafs não estavam bem! Depois disso o jogo se igualou.

O segundo período viu os Bruins marcarem mais dois dois, com David Backes e David Pastrnak e, no terceiro período, marcaram mais dois, com Sean Kuraly, numa jogada em que o jogador dos Bruins “rebateu” o puck no ar, para o fundo do gol com Frederik Andersen caído, e outro de David Krejci para fechar o placar em 5 a 1.

Não foi uma boa partida dos Leafs, que bem de longe conseguiram se impor. E ainda perdemos o Nazem Kadri por 3 jogos após ele desferir um hit em Tommy Wingels, mas de forma a atingir a cabeça do jogador dos Bruins contra a parede. Kadri tentou se defender dizendo que ele já vinha no embalo para o hit e Wingels acabou abaixando, mas realmente foi uma jogada evitável e que poderia ter contundido o jogador dos Bruins. Só veremos Kadri se chegarmos ao jogo 5!!

Agora é sacudir a poeira do atropelamento sofrido e voltar ao gelo amanhã, para amparar a série!

Go Leafs Gooooooooo

Anúncios

24/02/2018 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 25 fevereiro 2018 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs, numa sequência de vitórias, principalmente em casa, queria devolver a sua última derrota, contra o Boston Bruins e jogou bem contra a forte equipe de Brad Marchand e Patrice Bergeron.

Os Bruins estavam dois pontos à frente dos Leafs na classificação com cinco jogos a menos que os Leafs, mas uma derrota poderia significar que a equipe dormiria atrás dos Leafs na tabela, e isso pode ter um fator psicológico importante.

Brad Marchand abriu o placar aos 06m11s, chutando por sobre a luva de Frederik Andersen, mas Mitch Marner, numa ótima jogada, recebeu um belo passe de William Nylander e empatou aos 07m15s. Na verdade, Nylander fez que ia chutar e passou para Marner, deixando Tuuka Rask e a defesa dos Bruins perdidos. Nazem Kadri marcou no powerplay, colocando os Leafs à frente aos 10m30s. Já quase no final do primeiro período, Marchand voltou a marcar, empatando o jogo aos 15m02s.

O segundo período viu os Bruins virarem a partida aos 1m55s, com Jake DeBrusk desviando um passe de Ryan Spooner num contra-ataque matador, que Freddie não conseguiu defender. Assim como Brad Marchand, Nazem Kadri marcou o seu segundo da noite, o segundo em powerplay, aos 19m04s, empatando novamente a partida.

O terceiro período foi muito disputado, com os goleiros atuando muito bem. Mas foi faltando apenas 01m23s, aos 18m37s, que Ron Hainsey acertou o canto esquerdo de Tuuka Rask. A jogada foi revisada pois Zach Hyman estava dentro da crease, aquela área azul do goleiro, e acabou empurrando um jogador dos Bruins pra cima de Tuuka Rask. Dessa vez, o gol foi validado e os Leafs venceram a partida, tendo vencido 3 dos 4 jogos disputados com os Bruins até aqui na temporada.

Foi uma bela vitória, a 9ª seguida em casa, igualando o recorde histórico da equipe, e agora vamos pra cima do Tampa Bay Lightning, no jogo de amanhã, na Amalie Arena, bem no dia limite de trocas desta temporada. Vamos ver que mudanças serão feitas na equipe!

Go Leafs Goooooooo

03/02/2018 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

segunda-feira, 05 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Com o retrospecto de quatro vitórias o Toronto Maple Leafs foi à Boston enfrentar o Boston Bruins, procurando se aproximar desta equipe na classificação geral.

Infelizmente não conseguimos vencer Tuuka Rask, o goleiro que os Leafs negociaram com os Bruins em troca de Andrew Raycroft e que se tornou o pilar dos Bruins após a saída de Tim Thomas. Não jogamos mal, mas não fomos efetivos no ataque.

Em nenhum momento conseguimos liderar a partida. O time da casa marcou primeiro, aos 04m29s com Patrick Bergeron, numa jogada em que os Leafs perderam o puck na defesa e Bergeron se posicionou bem para chutar de primeira, vencendo Frederik Andersen por sobre a Luva. Os Leafs conseguiram chegar ao empate com um gol de Mitch Marner, no powerplay, aos 08m03s, onde o puck desviou duas vezes em jogadores e tacos adversários, antes de entrar. O último a tocar no puck foi McAvoy, que ao tentar movimentar o taco para controlar o puck, acabou desviando para o próprio gol.

No segundo período os Bruins voltaram a marcar com David Pastrnak aos 09m22s e Torey Krug aos 16m47, ambos em powerplays para a equipe de Boston. No gol de Krug, Freddie acabou defendendo parcialmente e o puck foi caindo, junto ao corpo de Freddie, mas acabou dentro do gol.

O último período viu os Leafs tentando reverter o placar, mas sem sucesso, já que Rask estava excelente na noite. E os Bruins ainda marcaram o quarto gol com Tim Schaller aos 18m21s, com os Leafs em Empty-Net.

Os Leafs voltam ao gelo hoje, contra o Anaheim Ducks em Toronto!

Go Leafs Gooooooo

Contratações dos Leafs na abertura do mercado em 2017

terça-feira, 04 julho 2017 Deixe um comentário

Com o mercado agitado devido à entrada do Vegas Golden Nights e o Draft que essa equipe realizou, retirando bons jogadores de outras equipes, aqueles que não foram protegidos pelas equipes de acordo com a regra adotada pela NHL, o mercado para agentes livres irrestritos, os famosos UFAs, abriu em primeiro de julho e os Leafs se mexeram para cobrir suas deficiências e aqui vou citar as contratações que Lou Lamoriello, Brendan Shanahan e Mike Babcock negociaram para a equipe.

Goleiros

O primeiro a ser contratado foram os goleiros, Garret Sparks e Curtis McElhinney. Dessa forma, os Leafs garantiram um backup para Frederik Andersen e um possível backup para McElhinney, se este vier a se contundir. Sparks deve mesmo jogar pelos Marlies, junto com Kasimir Kaskisuo, já que Antoine Bibeau saiu da equipe, sendo contratado pelos San Jose Sharks.

Defesa

O próximo passo dos Leafs foi contratar Ron Hainsey, defensor que defendeu os Penguins na temporada passada e venceu a Stanley Cup. Hainsey tem 36 anos e possui a experiência para ajudar a defesa dos Leafs pelos próximos dois anos! 

Na defesa perdemos Matt Hunwick, que foi para os Penguins. 

Ainda estamos sem Roman Polak, que talvez volte a assinar com os Leafs. 

Ataque

Com a saída de Brian Boyle, que foi para o New Jersey Devils, os Leafs ficaram com uma posição aberta de central de terceira ou quarta linha. Para cobrir essa posição, os Leafs contrataram Dominic Moore. Moore já defendeu mais de 10 equipes na NHL e já foi parte dos Leafs também. Moore é mais um jogador que traz experiência à jovem equipe dos Leafs. 

Mas a contratação que gerou mais burburinho e discussões nas redes sociais foi a contratação de Patrick Marleau, por um período de três anos, mas ao preço de 6.25 milhões de dólares por temporada. Muitos acharam o valor muito alto, outros acharam que o jogador, que vai completar 38 anos em dois meses, não devia ter recebido um contrato de três anos, e outros, como eu, adoraram a ideia de ter Marleau para ajudar a dar consistência ao ataque dos Leafs e também desenvolver, dentro do gelo, nossos novatos e futuras lendas, Auston Matthews, Mitch Marner, William Nylander, Zach Hyman e Connor Brown. 

Marleau pode jogar como central ou ala e em todos os seus 20 anos com o San Jose Sharks, somente ficou de fora de pouco mais de 30 jogos, o que demonstra que é um jogador muito saudável e que mesmo com a idade já se aproximando dos 40, pode contribuir e muito com a equipe. 

Sejam muito bem vindos Hainsey, Moore e Marleau! A equipe, com certeza está melhor com vocês. 

Agora, o que se fala é que os Leafs podem acabar negociando Tyler Bozak ou James Van Riemsdyk, para reduzir os gastos totais, já que trouxeram Hainsey e Marleau a peso de ouro! Vamos ver os próximos movimentos da equipe, que com certeza estarão aqui no MapleLeafsBrasil! 

Go Leafs Gooooooo

20/03/2017 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 21 março 2017 Deixe um comentário

Em mais uma batalha direta pelos playoffs o Toronto Maple Leafs recebeu a visita do Boston Bruins no Air Canada Centre. Ambas equipes disputam ponto a ponto a classificação aos playoffs.

Os Leafs começaram o jogo de forma menos intensa que os Bruins, mas conseguiram igualar o volume de jogo. David Backes, que não havia treinado pela manhã, devido a um resfriado, abriu o placar aos 07m26s e Tuuka Rask fez defesas importantíssimas para garantir que a equipe visitante terminasse o primeiro período à frente no placar. Os Bruins chegaram a ficar com desvantagem de 2 jogadores no gelo, mas conseguiram se defender e não permitiram o gol de empate dos Leafs.

No segundo período, Morgan Rielly recebeu um passe de Mitch Marner e “driblou” Tuuka Rask para marcar o gol de empate. Foi um belíssimo gol que deixou a partida mais emocionante! Foi uma disputa como se fosse um jogo de playoffs! Um jogo muito intenso e muito acirrado! 

A intensidade continuou no terceiro período e ambas equipes levavam perigo ao adversário, mas Tuuka Rask e Frederik Andersen estavam muito bem no gol! Com pouco mais de 2 minutos para o final, Dominic Moore comete uma penalidade e os Leafs ganham um powerplay, que não desperdiçaram! Os Leafs trocaram passes, Tyler Bozak chutou e Rask defendeu, mas os Leafs continuaram no ataque. Após outra ótima troca de passes, Bozak novamente chuta, desta vez para vencer Tuuka Rask, marcando o gol da virada dos Leafs aos 18m03s. Esse gol fez os Bruins jogarem sem goleiro (empty-net), mas isso somente deu aos Leafs mais dois gols. Um marcado por William Nylander aos 18m47s, quando Nylander controlou o puck na zona defensiva dos Leafs e chutou direto ao gol dos Bruins. Nazem Kadri marcou o quarto gol dos Leafs aos 19m09s, após disputar o puck na zona neutra. No último minuto, os torcedores ainda viram os Bruins marcarem o segundo gol faltando apenas 10s para o final da partida, com Dominic Moore.

Com a vitória, os Leafs simplesmente “varreram” os Bruins nesta temporada! Foram 4 jogos e 4 vitórias dos Leafs! Isso não ocorria a algumas temporadas atras, quando éramos “fregueses” do time de Boston. Também com a vitória, os Leafs abrem 3 pontos de vantagem aos Isles e ficam a apenas 1 ponto dos Bruins na tabela de classificação. 

Foi uma vitória importantíssima! Bozak e Nylander tiveram uma ótima partida e Marner e Matthews tiveram uma assistência cada um e continuam pontuando e aumentando os recordes para novatos na temporada de entrada na NHL. 

O próximo jogo dos Leafs será amanhã, quarta-feira, contra o Columbus Blue Jackets, time já classificado aos playoffs e que disputa a liderança da conferência Oeste com o Washington Capitals. 

Go Leafs Gooooo – Rumo aos playoffs! 

04/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

segunda-feira, 06 fevereiro 2017 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs, no meio de uma viagem com seis jogos fora de casa, já perdeu dois e, somando com uma derrota em casa antes da viagem, está a três jogos sem vencer. O Boston Bruins recebeu os Leafs e com cinco jogos a mais, e apenas três pontos à frente na classificação, também não podia desperdiçar pontos contra o adversário de divisão.

Jogar contra os Bruins nunca é fácil! A equipe de Boston tem jogadores muito perigosos como Brand Marchand e Patrice Bergeron, além de um ótimo goleiro em Tuuka Rask. 

Os Leafs não começaram bem e saíram atrás no placar. David Pastrnak abriu o placar para os Bruins logo aos 02m17s, no primeiro chute a gol do time dos Bruins. Os Leafs mantiveram a calma e buscaram o gol adversário até que aos 11m15s, William Nylander marcou um belo gol recebendo um passe de Nazem Kadri em frente ao gol e driblando Tuuka Rask. 

Com o jogo empatado os Leafs foram ao segundo período e após receber um empurrão na zona ofensiva e cair atrás do gol de Rask, James Van Riemsdyk, que voltava para a defesa, acabou recebendo um passe errado da defesa dos Bruins e com muita calma, driblou Rask e marcou por entre as pernas do goleiro para colocar a equipe visitante à frente no placar aos 08m31s. Somente 37s depois, aos 09m09s, William Nylander marcou o terceiro gol dos Leafs e retirou Rask do gelo. Rask foi substituído, mas isso não resolveu o problema para os Bruins que viram Nylander marcar o seu primeiro hat-trick da carreira na NHL aos 10m17s, num powerplay. Quando nós, torcedores dos Leafs pensávamos que com o placar de 4 a 1 a nosso favor, os Bruins estavam totalmente derrotados, a equipe da casa mostrou que não se rende facilmente e após uma briga entre McQuaid e Matt Martin, marcou dois gols de aproximando do placar e voltando ao jogo. Os gols foram marcados por David Pastrnak e Torey Krug. 

Para nosso desespero, Ryan Spooner marcou o gol de empate aos 10m06s, fazendo a torcida no TD Garden ir ao delírio! Connor Brown conseguiu dar a liderança aos Leafs novamente aos 15m15s. Os Bruins vieram pra cima e empataram aos 17m06s com Patrice Bergeron. Apesar de Frederik Andersen estar em uma ótima noite, o puck sobrou sozinho para Bergeron somente empurrar pro gol! Com o fantasma daquele fatídico jogo 7 dos playoffs em que os Bruins viraram o jogo e desclassificaram os Leafs, o jogo ficou desesperador para nós. Mas para nossa alegria, James Van Riemsdyk chutou forte e de forma inesperada para vencer Zane McIntyre, o goleiro dos Bruins e dar a vitória aos Leafs aos 18m24s. 

Martin Marincin não jogou bem e, além de cometer muitas penalidades, seus erros levaram os Bruins a marcar, pelo menos, dois gols. Na minha opinião, ele não deveria estar nos Leafs e sim, ser mandado aos Marlies para dar chance a outros jogadores. 

O próximo jogo fora de casa é hoje, contra os Islanders!

Go Leafs Gooooo

10/12/2016 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

segunda-feira, 12 dezembro 2016 Deixe um comentário

Após consecutivas derrotas, o Toronto Maple Leafs foi visitar o Boston Bruins, time que a algumas temporadas atrás era o pesadelo para a torcida dos Leafs, pois os Bruins haviam vencido todos os jogos contra os Leafs, incluindo o jogo sete dos playoffs, quando nos Leafs abriram 4 a 1 no placar e os Bruins foram buscar e ainda venceram na prorrogação. 

Tuuka Rask defendeu o gol dos Bruibs enquanto Frederik Andersen o dos Leafs. 

Os Bruins começaram a partida muito melhor que os Leafs e, no primeiro período deram 11 chutes ao gol de Frederik Andersen, contra apenas 2 chutes dos Leafs  defendidos por Tuuka Rask. Os Leafs simplesmente não conseguiam se organizar no gelo, mas graças à Andersen não sofreram nenhum gol. Aliás, Frederik Andersen nunca perdeu uma partida contra os Bruins na sua carreira na NHL. 

O segundo período viu os Leafs voltarem mais agressivos e buscando o gol, que não demorou a aparecer. William Nylander fez ótima jogada e aguardou Zdeno Chara sair de posição para passar para Auston Matthews, que chutou de primeira, no ângulo esquerdo de Rask, abrindo o placar aos 01m44s. Andersen continuou salvando os Leafs do gol de empate e aos 15m14s, Zach Hyman desviou um chute de Jake Gardiner para colocar os Leafs com uma vantagem de dois gols no placar. Aos 18m39s, Brad Marchand diminuiu para o time da casa. 

Tudo levava a crer que os Bruins pressionariam no terceiro período, mas novamente Andersen roubou a cena e manteve os Leafs no jogo. Aos 09m52s foi a vez de James Van Riemsdyk marcar e, aos 18m27s, Connor Brown marcou já sem Tuuka Rask no gol dos Bruins, fechando o placar e a vitória dos Leafs por 4 a 1. 

Sem muito tempo para comemorar, os Leafs tinham que voltar para casa para receber o Colorado Avalanche na noite seguinte. O jogo seria difícil pois os Avalanche haviam perdido para os Canadiens por 10 a 1 na noite. 

Go Leafs Goooo

%d blogueiros gostam disto: