Anúncios

Arquivo

Arquivo do Autor

John Tavares aceita uma proposta menor pra jogar no time dos seus sonhos de infância

quinta-feira, 05 julho 2018 Deixe um comentário

Dia 1 de Julho é sempre muito esperado por todos os torcedores da NHL por ser o dia em que as negociações de contratos de jogadores podem ser realizadas. Este ano o jogador que estava chamando mais atenção era John Tavares que, desde que foi draftado jogou no New York Islanders.

Tavares estava analisando propostas na última semana de junho, quando decidiu ouvir as propostas do Toronto Maple Leafs, entre outras equipes interessadas. Ele tinha até meia noite do dia 30 de junho para fechar contrato com os Isles, que podia oferecer oito anos de contrato a ele, mas veio o fim de junho e nada de decisão de Tavares. De acordo com a imprensa que cobria o caso, Tavares estava analisando as opções com a família.

No dia 1 de julho, ainda levou um tempo após a abertura do mercado para que Tavares divulgasse que ao final do processo, decidiu realizar um sonho de infância, já que Tavares passou sua infância na Grande Toronto e cresceu assistindo aos jogos e ídolos do time de Toronto e torcendo pelos Leafs!

Tavares vai receber 77 milhões de dólares por 7 anos de contrato, sendo que a maior parte está em Bônus, que é uma parte que o jogador recebe, mesmo se houver lockout, que é a paralisação da temporada por falta de acordo entre a NHL e a associação dos jogadores, a NHLPA.

Com a decisão, Tavares enviou uma foto em seu Twitter, de quando era jovem e estava dormindo em sua cama, toda com o tema dos Leafs, dizendo que estava realizando um sonho de infância.

O articulador dessa decisão foi Kyle Dubas, o novo gerente geral dos Leafs, que criou a estratégia de mostrar a Tavares, não uma camiseta dos Leafs com seu nome e número, mas os jogadores com quem ele pode vir a jogar, especialmente Mitch Marner, que segundo Mike Babcock, possui um perfil que combina muito com o de John Tavares. O que deixou o jogador muito entusiasmado em fazer parte de um grupo tão jovem e com tanto talento nos Leafs.

Durante o processo de decisão, Tavares recebeu ligações de Mitch Marner, Auston Matthews e Patrick Marleau, o que também o fez pensar na qualidade geral da equipe.

Provavelmente Tavares terá como parceiros de linha, Mitch Marner e Zach Hyman, e a segunda linha seria composta por Auston Matthews, William Nylander e Patrick Marleau, deixando a terceira minha para Nazem Kadri, Andreas Johnsson e Kasperi Kapanen ou Connor Brown.

Com certeza o ShanaPlan está dando frutos e vemos jogadores como John Tavares aceitando toda a atenção da mídia em Toronto e um salário menor que o oferecido por outros times, para poderem jogar pelo time que cresceram vendo jogar e com jogadores de qualidade que podem levar a equipe à tão sonhada Stanley Cup.

Seja muito bem vindo John Tavares! Com certeza seu sonho de jogar pelos Leafs é alinhado ao sonho dos torcedores de terem uma equipe competitiva e, mais do que isso, com chances reais de chegar à Stanley Cup! Que suas qualidades e experiências possam ser compartilhadas com nossos jovens jogadores e os façam crescer ainda mais ao seu lado!

Go Leafs Goooo – Muito ansioso pelo início da temporada regular!

Anúncios

Kyle Dubas é o novo General Manager dos Leafs

sábado, 12 maio 2018 Deixe um comentário

Ontem, 11 de maio de 2018, Brendan Shanahan anunciou Kyle Dubas como o novo Gerente Geral (General Manager – GM) do Toronto Maple Leafs. Dubas vai tomar obligation que foi ocupado por Lou Lamoriello nos últimos três anos.

O nome de Dubas já era cogitado após o término do contrato de Lou, mas sua idade podia ser um fator limitante, já que Dubas tem apenas 32 anos. Mas o novo jovem GM dos Leafs tem muita experiência apesar de sua idade, já tendo experiência como GM em equipes da OHL e AHL, e vivendo no mundo do hóquei desde seus 11 anos de idade.

Dubas também é visto como um prodígio em análises estatísticas, que auxiliam em suas decisões, de forma a encontrar jogadores com muito potencial, mas com valores não exorbitantes. Ele também tem se desenvolvido em todos os outros aspectos da administração de uma equipe e Brendan Shanahan não quis perder a oportunidade de manter esse talento gerenciando a equipe de Toronto que está mais perto de voltar a ser uma equipe com chances de disputar a tão sonhada e esperada Stanley Cup, que não vence desde 1967.

Nesta decisão, Shanahan acabou por não promover Mark Hunter, outro excelente profissional na administração dos Leafs, o que, talvez, possa fazer com que ele deixe a equipe atrás de uma oportunidade de se tornar GM em outra organização. Espero que não, e que Dubas consiga contornar a situação e manter Hunter como seu braço direito!

Desejo a Kyle Dubas muito sucesso e que consiga vencer todos os desafios que estão à sua frente, que é tornar uma equipe boa em uma equipe que traga a SC de volta à Toronto!

Go Leafs Goooooo

Leafs perdem jogo 7 contra os Bruins

sábado, 12 maio 2018 Deixe um comentário

Após estarem com a primeira rodada dos playoffs em desvantagem de 3 jogos a 1 para o Boston Bruins, o Toronto Maple Leafs conseguiu vencer os jogos 5 e 6 e empataram a série contra os Bruins, levaram a decisão para o jogo 7, em Boston.

Infelizmente não conseguimos manter as boas atuações e caímos frente ao time da casa que, com Brad Marchand e Patrice Bergeron, além de David Pastrnak e o goleiro Tuuka Rask, fecharam a série em 4 jogos contra 3.

Chegamos com muita esperança aos playoffs e, infelizmente sucumbimos frente aos Bruins que possuem uma equipe mais experiente e jogou bem desde o primeiro jogo! Os Leafs não conseguiram dominar vários jogos da série, mesmo os que vencemos, muitas vezes não jogamos bem e nos deixamos dominar pelo jogo mais físico e pelo ataque muito forte dos Bruins.

Mitch Marner jogou bem toda a rodada dos playoffs, assim como Nazem Kadri e Frederik Andersen, mas nossa defesa não conseguia parar os Bruins. Travis Dermott também mostrou seu valor, apesar da pouca experiência e, o jogador mais esperado para desequilibrar os jogos, Auston Matthews, acabou com uma performance aquém do que todos esperavam.

James Van Riemsdyk também sumiu e, muito provavelmente não estará na equipe para a próxima temporada, pois seu contrato expirou.

Agradeço a todos os leitores do blog e me desculpo por não manter as matérias atualizadas neste final de playoffs, mas devido a motivos pessoais, acabei ficando sem tempo de escrever os posts.

Go Leafs Go Sempre!!! E estamos perto, bem perto de realmente disputar a tão sonhada Stanley Cup! Vamos ver o que Mike Babcock e Brendan Shanahan nos trarão na pós temporada!

12/04/2018 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins – NHL Playoffs – Rodada 1

sexta-feira, 13 abril 2018 Deixe um comentário

Primeiro quero me desculpar pela falta de atualização do blog pois não consegui cobrir os últimos jogos da temporada regular devido à uma mudança profissional e pessoal.

Mas vamos à boa notícia, que é o fato do Toronto Maple Leafs estar novamente nos playoffs! Conseguimos uma ótima temporada onde quebramos muitos recordes, entre eles, o maior número de pontos numa temporada regular, o maior número de vitórias em casa por um goleiro dos Leafs, entre outros.

Infelizmente as regras atuais da NHL fazem com que as equipes se enfrentem dentro de cada divisão e isso fez com que os Leafs enfrentassem o Boston Bruins, que foi o primeiro da Conferência Leste. Sabemos que os Bruins têm uma ótima equipe e jogadores que fazem a diferença, como Patrice Bergeron e Brad Marchand.

O primeiro jogo foi cheio de batalhas e muito jogo físico, mas quem se saiu melhor foram os Bruins, que dominaram a partida, com exceção de uma parte do segundo período, onde os Leafs tiveram ótimas chances, mas quem foi mais efetivo foi o time da casa.

Brad Marchand abriu o placar no primeiro período, aos 05m28s, numa jogada em que, uma revisão por vídeo poderia ter invalidado o gol, mas Mike Babcock acabou não arriscando perder a revisão e deixar os Bruins no powerplay. Ainda no primeiro período, aos 16m52s, Zach Hyman, fez ótima jogada, vencendo dois jogadores dos Bruins na velocidade e marcando um belíssimo gol de empate! Justo em uma hora em que os Leafs não estavam bem! Depois disso o jogo se igualou.

O segundo período viu os Bruins marcarem mais dois dois, com David Backes e David Pastrnak e, no terceiro período, marcaram mais dois, com Sean Kuraly, numa jogada em que o jogador dos Bruins “rebateu” o puck no ar, para o fundo do gol com Frederik Andersen caído, e outro de David Krejci para fechar o placar em 5 a 1.

Não foi uma boa partida dos Leafs, que bem de longe conseguiram se impor. E ainda perdemos o Nazem Kadri por 3 jogos após ele desferir um hit em Tommy Wingels, mas de forma a atingir a cabeça do jogador dos Bruins contra a parede. Kadri tentou se defender dizendo que ele já vinha no embalo para o hit e Wingels acabou abaixando, mas realmente foi uma jogada evitável e que poderia ter contundido o jogador dos Bruins. Só veremos Kadri se chegarmos ao jogo 5!!

Agora é sacudir a poeira do atropelamento sofrido e voltar ao gelo amanhã, para amparar a série!

Go Leafs Gooooooooo

28/03/2018 – Florida Panthers @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 29 março 2018 Deixe um comentário

Após a derrota contra o Buffalo Sabres, quando perdemos a sequência de vitórias em casa, voltamos ao gelo contra o Florida Panthers, equipe que busca se classificar aos playoffs, disputando a segunda vaga de Wild Card com o New Jersey Devils.

O Toronto Maple Leafs jogou muito bem, principalmente no primeiro período, quando abriu 3 gols de vantagem no placar. Foram gols de Mitch Marner, que está numa sequência de 10 jogos pontuando, aos 03m05s, vencendo Roberto Luongo, Auston Matthews aos 09m24s, marcando seu 30° gol, e Patrick Marleau, aos 13m55s, desviando o passe de Mitch Marner. Auston Matthews marcou 30 gols em cada uma de suas duas temporadas na NHL, se igualando a ídolos dos Leafs como Wendel Clark. Aos 17m49s, Jonathan Huberdeau diminuiu para os Panthers, finalmente vencendo Frederik Andersen.

O segundo período viu os Panthers melhorarem e Jonathan Huberdeau marcar o segundo aos 15m08s. Neste período as equipes jogaram de igual para igual, e as chances foram iguais para ambas.

O terceiro período foi decisivo, com James Van Riemsdyk marcando aos 11m48s, seu gol de número 200 na NHL. Já sem Roberto Luongo no gol, para adicionar mais um atacante, o Florida Panthers pressionou os Leafs nos minutos finais e Evgeny Dadonov diminuiu, deixando a distância de somente um gol entre as equipes aos 18m34s.

Com a vitória os Leafs já teriam se classificado aos playoffs se o Philadelphia Flyers não vencesse seu jogo no tempo regular, mas foi exatamente isso que aconteceu. Os Flyers venceram os Avs por 2 a 1 e deixaram a classificação dos Leafs pendente.

A vitória deu aos Leafs números impressionantes na temporada e Frederik Andersen venceu seu 27° jogo em casa, empatando com lendas históricas dos Leafs, como Turk Broda e Curtis Joseph.

Amanhã vamos até o Brooklyn enfrentar o New York Islanders e quem sabe saímos de lá classificados para os playoffs!

Go Leafs Goooooo

26/03/2018 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 28 março 2018 Deixe um comentário

Um jogo que poderia ser considerado fácil para o Toronto Maple Leafs, já que haviam jogado bem contra o Tampa Bay Lightning, Nashville Predators e Detroit Red Wings, e considerando que o Buffalo Sabres está na última posição na classificação geral, acabou com a primeira derrota dos Leafs no Air Canada Centre após o recorde de 13 vitórias seguidas!

Frederik Andersen, que também estava para se igualar a outras lendas dos Leafs na quantidade de vitórias em casa numa só temporada, vai ter que esperar mais um pouco.

Os Leafs não jogaram mal, muito pelo contrário, pressionaram e chutaram mais ao gol de Chad Johnson, mas não conseguiram transformar os chutes em números de gol suficientes para vencer a partida.

Aos 03m23s de jogo, Jack Eichel fez uma jogada onde, na minha opinião houve penalidade em Auston Matthews (tripping – ou rasteira), Matthews se desequilibrou e Eichel dominou o puck para driblar Freddie e abrir o placar. Auston Matthews teve uma excelente chance de empatar a partida, mas seu chute bateu no travessão!

Os Leafs voltaram ainda melhores no segundo período, mas perdiam muitos gols em frente ao goleiro adversário! Somente aos 17m31s, Nazem Kadri empatou para os Leafs. Patrick Marleau nos colocou à frente no placar aos 18m42s. Tudo parecia que estava de volta ao seu devido lugar.

O terceiro período viu Casey Nelson empatar para os Sabres aos 07m56s, num chute que ia pra fora, mas desviou nos patins de Roman Polak e acabou entrando. Jack Eichel venceu Nikita Zaitsev na velocidade e, controlando o puck somente com uma mão, também conseguiu vencer Frederik Andersen aos 09m37s. Infelizmente não conseguimos marcar mais e saímos com a derrota em casa, acabando com a sequência de vitórias recorde na história da franquia.

Hoje temos uma batalha contra o Florida Panthers, que está tentando chegar na zona de classificação aos playoffs e não vai dar moleza.

Go Leafs Goooooooo

24/03/2018 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 26 março 2018 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs parece estar com uma equipe preparada para os playoffs da Stanley Cup. Ainda não nos classificamos, mas podemos dizer que matematicamente estamos dentro com base em como estamos jogando.

Vencemos o 13º jogo seguido em casa, no Air Canada Centre, aumentando o recorde! Também vencemos um total de 45 jogos na temporada e ainda faltam 7 jogos por jogar!

A equipe parece ter ouvido Mike Babcock nos vestuários e veio ao jogo bem atenta. Kasperi Kapanen estava no lugar certo para receber um belo passe de Tyler Bozak e abrir o placar aos 13m30s do primeiro período.

No segundo período, o Detroit Red Wings conseguiu virar o jogo com gols de Dylan Larkin, que usou sua velocidade num contra-ataque e Tyler Bertuzzi, que desviou um chute de Danny Dekeiser. Connor Brown deu o troco aos 14m19s, ao também desviar um chute de Travis Dermott e empatar o jogo.

A decisão veio no terceiro período. Frans Nielsen marcou aos 04m58s, mas viu William Nylander recuperar o puck atrás do gol dos Wings e passar para Auston Matthews, que devolveu o puck para Nylander desferir um belo chute, alto, vencendo Jimmy Howard. Frederik Andersen fez uma ótima partida e nos manteve no jogo, até que, aos 12m34s, Patrick Marleau vai ao ataque em dois contra um e consegue passar para Nazem Kadri simplesmente chutar no gol aberto dando a vitória aos Leafs!!!

Estamos muito bem e os playoffs estão cada vez mais perto! Estamos com 97 pontos e o último Wild Card do leste tem 86 (New Jersey Devils), portanto em mais uns 2 jogos devemos confirmar nossa vaga nos playoffs deste ano!

Go Leafs Gooooooooo

%d blogueiros gostam disto: