Archive

Posts Tagged ‘Mitch Marner’

13/04/2017 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals – NHL Playoffs 2017 – 1a rodada – Jogo 1

sexta-feira, 14 abril 2017 2 comentários

Após a tão esperada classificação aos playoffs de 2017, o Toronto Maple Leafs enfrentará a melhor equipe da temporada, vencedora do troféu dos presidentes, o Washington Capitals de Alexander Ovechkin.

Não será uma tarefa fácil vencer os Capitals nessa série de playoffs, mas os Leafs são jovens, têm muita velocidade e podem dar muito trabalho ao time de Washington. 

Para este jogo o defensor dos Leafs, Nikita Zaitsev não estava bem, após uma contusão no último jogo da temporada regular e, em seu lugar, foi chamado Martin Marincin. 

Os Leafs começaram bem, jogando com Frederik Andersen no gol e se impondo também no jogo físico contra os Capitals! Logo aos 01m35s, Mitch Marner marca o primeiro dos Leafs aproveitando o rebote de um chute que resvalou na trave de Brayden Holtby. Aos 09m44s, Jake Gardiner marca o segundo dos Leafs, gol que foi avaliado após pedido de Mike Babcock pois o juiz de linha havia anulado o gol por interferencia de Nazem Kadri no goleiro. Após a revisão o gol foi confirmado pois Kadri não chegou a encostar em Holtby. Os Leafs então cometeram duas penalidades dando 1m30s de vantagem em 5 contra 3 para os Capitals e o forte time de Washington não desperdiçou. Os Leafs até se defenderam em 5 contra 3, mas no 5 contra 4, acabaram não limpando o puck em frente ao gol de Andersen e levaram o primeiro gol, marcado no powerplay por Justin Williams aos 12m24s. 

Veio o segundo período e os Leafs e Caps deram uma diminuída no ritmo de jogo. Andersen e Holtby faziam defesas incríveis, mas aos 16m00s,  Andersen havia defendido o chute de Matt Niskanen, que estava entre seus pads, mas Andersen acabou por não saber onde o puck estava e, desesperado por tentar parar um puck que estivesse passando por debaixo de suas pernas, acabou se levantando e deixando  o puck livre para Justin Williams marcar e empatar a partida.

O terceiro período viu os Caps melhores e Andersen fechando o gol. Holtby também defendeu os Caps muito bem e a partida acabou indo para a prorrogação. Na prorrogação, ambas equipes tentaram buscar a vitória, que veio da forma mais surpreendente possivel. Aos 05m15s, Martin Marincin tentou limpar o puck da defesa dos Leafs, jogando o puck pela borda do gelo, Tom Wilson, um jogador de quarta linha dos Caps, interceptou o puck com as mãos e colocou em jogo, chutando forte e vencendo Andersen por cima do ombro no cantinho do gol! Foi o primeiro gol de Tom Wilson nos playoffs em sua carreira e o primeiro jogador na história dos Caps a marcar seu primeiro gol nos playoffs, na prorrogação. 

Os Leafs apresentaram muitas coisas boas e acabaram errando algumas outras, mas mostraram que conseguem jogar de igual para igual com os Caps, um time muito mais experiente! Ovechkin e TJ Oshie foram anulados no jogo!

Babcock deve corrigir as falhas para o próximo jogo e esperamos que Zaitsev possa voltar à equipe. 

Hunwick e Polak jogaram muito bem, assim como Boyle, Marner e Nylander. Matthews não teve muito espaço e acabou meio apagado no jogo de ontem.

Agora é esperar pelo jogo dois amanhã para vermos se os Leafs conseguem empatar a série!

Go Leafs Gooooooooo

Anúncios

04/04/2017 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 05 abril 2017 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs teve a chance de selar a classificação aos playoffs na noite de ontem, quando receberam o Washington Capitals que disputa o Título de melhor time da temporada. 

Infelizmente a equipe foi dominada banpartida por um jogo muito físico dos Capitals, que distribuíram hits (trancos) sem economia. Os Capitals entraram no gelo mais preparados e mais focados, além de não permitir o jogo rápido dos Leafs. Aos 14m34s do primeiro período, Lars Eller abriu o placar vencendo Curtis McElhinney.

No segundo período os Leafs voltaram melhor, com mais gás e até chegamos a pressionar os Capitals, mas cometemos penalidades que não podíamos. O segundo gol dos Capitals saiu aos 10m00s com Kevin Shattenkirk, num powerplay para os Capitals. Após esse gol os Capitals voltaram a dominar a partida. 

O terceiro período ainda viu Nate Schmidt e Tom Wilson ampliarem a liderança para 4 a 0 e Mitch Marner diminuir aos 18m52s, num powerplay para os Leafs, apenas para retirar o shutout de Phillip Grubauer.

Com a derrota os Leafs voltaram à vaga de Wild Card, já que tanto o Ottawa Senators, quanto o Boston Bruins venceram seus jogos! Os Bruins aliás, venceram os Lightning e a vitória dos Leafs teria garantido a vaga nos playoffs para a equipe de Toronto. Agora é aguardar até quinta-feira e vencer os Lightning para garantir de vez a vaga nos playoffs! Os Leafs precisam de apenas 1 ponto nos três últimos jogos para ir aos playoffs, mas não vai ser fácil, pois enfrentaremos os Lightning, que disputam essa mesma vaga conosco, depois recebemos o Pittsburgh Penguins e por último o Columbus Blue Jackets, equipes fortes e que já estão classificadas aos playoffs! 

Go Leafs Goooooo – Falta Pouco!!!! 

Esse jogo marcou o jogo de número 100 de William Nylander na NHL. 

01/04/2017 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 03 abril 2017 Deixe um comentário

A briga pelos playoffs vai ser muito forte neste final de temporada e uma prova disso é que os Leafs estavam a dois pontos dos Senators, na segunda posição da divisão, é um à frente dos Bruins, na quarta posição. Além disso, o New York Islanders e o Tanpa Bat Lightning também tem chances de chegar na briga! 

O Toronto Maple Leafs fez o seu último jogo na Joe Louis Arena, um dos templos do hockey e que foi lar dos Detroit Red Wings por muitas décadas. O Joe Louis Arena não será mais a casa dos Red Wings na próxima temporada, já que a equipe terá um novo e mais confortável rink. Brendan Shanahan foi convidado a patinar no gelo do Joe Louis Arena pela última vez e não perdeu a oportunidade. Shanahan que jogou por anos nos Red Wings e ganhou Stanley Cups por lá, se sentiu honrado em poder patinar no gelo que já deu tantas alegrias a ele. 

Os Leafs estão vindo embalados por vitórias consecutivas e não podia tropeçar e dar espaço para os Bruins passarem a equipe na classificação, mas quem abriu o placar foi Gustav Nyquist, numa jogada em que Frederik Andersen defendeu parcialmente, mas o puck acabou no fundo do gol pela movimentação do goleiro dos Leafs. 

Os Leafs conseguiram virar a partida com gols do trio de novatos mais efetivos da Liga, com Auston Matthews marcando seu 37º gol, Mitch Marner e William Nylander. Os Red Wings reduziram o placar para 3 a 2 com um gol onde um dos jogadores estava com o taco tocando Frederik Andersen, que foi revisado, mas que não foi anulado pelos árbitros não considerarem que houve interferência.

Os Leafs ainda marcaram novamente com Auston Matthews, seu 38º gol e por último com James Van Riemsdyk que desviou um chute. Mesmo assim, os Red Wings ainda conseguiram o terceiro e quarto gols, deixando o placar muito apertado nos últimos minutos de jogo. 

Com a vitória os Leafs empataram em pontos com os Ottawa Senators, mas no desempate, acabaram na segunda posição da divisão, atrás dos Canadiens. 

No domingo o Boston Bruins voltou a vencer e trocou de posição com os Leafs, empurrando os Sens para a quarta posição. Tanto os Leafs, quanto os Senators ainda possuem 5 jogos por jogar na temporada, enquanto os Bruins somente possuem 3, o que faz com que Leafs e Sens tenham vantagem até o final da temporada regular. 

Os Leafs terão 5 jogos em 7 dias para fechar a temporada, começando hoje à noite, recebendo o Buffalo Sabres e amanhã, o forte Washington Capitals. 

Go Leafs Gooo – Playoffs here we Go!!! 

11/03/2017 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

segunda-feira, 13 março 2017 Deixe um comentário

Ainda na batalha para a classificação aos playoffs, o Toronto Maple Leafs foi visitar o Carolina Hurricanes, precisando vencer.

Os Hurricanes não estão muito bem nesta temporada, mas na NHL, nenhum jogo é fácil! 

Os Hurricanes saíram na frente e dominaram o primeiro período, onde mantiveram os Leafs sem um chute sequer ao gol por muito tempo! Aos 08m59s, Victor Rask abriu o placar para o time da casa! Aos 09m52s, Mitch Marner empatou, jogando um balde de água fria nos Canes. Tanto Cam Ward, quanto Frederik Andersen jogaram muito bem e fizeram ótimas defesas.

Nem bem o segundo período havia começado e Teuvo Teravainen marcou mais um para os Canes aos 45s, quase no final de um powerplay para os Canes, que começou no último minuto do primeiro período. O chute de Teravainen desviou no taco de Morgan Rielly e enganou Andersen. Os Leafs continuaram no jogo e James Van Riemsdyk empatou novamente a partida aos 07m37s. 

Após um terceiro período sem gols, a decisão foi para a prorrogação (overtime). Morgan Rielly fez uma ótima jogada, circulou o gol de Cam Ward e chutou rente ao gelo, conseguindo vencer Ward aos 02m13s da prorrogação, garantindo dois pontos aos Leafs e o retorno à segunda posição de Wild Card, após a derrota do New York Islanders! 

Agora é manter o ritmo e torcer para os Canes em dois jogos que terão com os Isles nessa semana (Back to Back).

Go Leafs Goooooo

09/03/2017 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 10 março 2017 Deixe um comentário

Com ambas equipes precisando vencer, Philadelphia Flyers e Toronto Maple Leafs se enfrentaram no Air Canada Centre, buscando manter as chances de se classificar para os playoffs.

Os Flyers saíram na frente com um gol em powerplay de Wayne Symmonds aos 06m09s. Simmonds desviou um chute de Shane Gostisbehere. William Nylander se aproveitou de um powerplay e marcou o seu nono gol em vantagem numérica aos 13m57s, empatando a partida. Esse marco empata o recorde de um jogador dos Leafs jogando sua primeira temporada na NHL.

Mats Sundin foi homenageado no intervalo da transmissão da SportsNet no Canadá e compararam Nylander a ele. Ambos são suecos, apesar de Nylander ter nascido no Canadá, quando seu pai jogava na NHL, Sundin veio aos Leafs numa troca que enviou Wendel Clark, o então capitão dos Leafs, com 46 gols marcados na temporada, etc. Sundin também marcou 9 gols em powerplay em sua primeira temporada pelos Leafs, mas já era a quinta temporada na NHL. Ele que foi selecionado na primeira escolha do Draft de 1989, demorou para ser aceito pelos torcedores como capitão da equipe, após a saída de Doug Gilmour, outra lenda do time, mas foi sempre um jogador decisivo e que jogava pela equipe. Sundin é o meu ídolo dos Leafs pois conheci a equipe quando ele era o capitão! 

No segundo período, aos 09m28s, Tyler Bozak roubou o puck de um jogador dos Flyers, conduziu o puck para a frente do gol de Michal Neuvirth e chutou, sem defesa! Bozak nem sequer havia treinado na manhã do jogo e era dúvida na escalação dos Leafs! 

Veio o terceiro período e com ele a pressão dos Flyers, buscando seus últimos 20 minutos de possibilidades de empate ou virada, mas Mitch Marner, que teve uma assistência no gol de Nylander, ficando a três gol do recorde de assistência de um novato nos Leafs, marcou um belo gol aos 13m44s, em outro powerplay para a equipe. Os Flyers ainda pressionaram Frederik Andersen que esteve simplesmente fenomenal na noite de ontem fazendo defesas espetaculares! Aos 17m32s, Shane Gostisbehere marcou o segundo gol dos Flyers, dando 02m28s de esperança à equipe visitante, que passou a jogar sem goleiro. A estratégia quase deu certo, não fosse por Andersen salvar os Leafs. Nazem Kadri, aos 19m00s marcou o quarto gol dos Leafs fechando o placar no Air Canada Centre.

Com a vitória os Leafs voltaram ao último Wild Card do Leste para os playoffs, apenas até o final do jogo do New York Islanders, que venceu na prorrogação e se manteve um ponto a frente dos Leafs. 

Amanhã enfrentamos o Carolina Hurricanes em Raleigh! 

Go Leafs Goooooooo

11/02/2017 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 13 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Sábado no Air Canada Centre, o Toronto Maple Leafs recebeu a visita do Buffalo Sabres.

Com Robin Lehner no gol, os Sabres saíram com a vitória, pois o goleiro dos Sabres estava simplesmente inspirado na noite. Ele simplesmente defendeu 43 chutes dos 44 sofridos, contra apenas 23 chutes sofridos por Frederik Andersen (20 defesas).

Os Leafs não tiveram um bom primeiro período e os Sabres se aproveitaram para abrir 3 a 0 no placar com gols de Evander Kane (04m13s e 18m02s) e Sam Reinhart aos 05m08s. Simplesmente parecia que os Leafs não conseguiam defender os chutes dos Sabres. Por outro lado, Lehner estava espetacular. 

O segundo período viu Mitch Marner diminuir a vantagem aos 15m57s, dando uma esperança para a Leafs Nation, mas que acabou sendo o único gol da equipe no jogo.

A derrota fez os Leafs terminarem uma sequência de três jogos marcando pontos. 

O próximo adversário é o New York Islanders amanhã, 14/02, em Toronto!

Go Leafs Gooooo

06/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

terça-feira, 07 fevereiro 2017 Deixe um comentário

No último jogo da sequência fora de casa o Toronto Maple Leafs foi até o Barclays Center visitar o New York Islanders.

Vindos de vitória, os Leafs não perderam tempo e, mais uma vez, saíram atrás do placar, com um gol de Ryan Strome marcado aos 01m23s. Parece que todos os primeiros chutes à gol encontram o fundo da nossa rede! Nikita Soshnikov conseguiu o empate aos 13m27s e Auston Matthews virou o placar aos 14m51s. O time jogava bem, mas o jogo estava muito disputado. Nikolai Kulemin empatou para os Isles aos 18m13s. 

O segundo período viu os Leafs dominando o placar com gols de Mitch Marner aos 05m12s e Zach Hyman marcouno quarto gol dos Leafs, enquanto os Isles estavam em powerplay (com os Leafs em desvantagem numérica) aos 09m34s. Foi o terceiro gol short handed que Hyman marca na temporada, o maior número da NHL. Infelizmente Brock Nelson diminuiu para os Isles aos 13m48s. 

Com a vantagem de apenas um gol no placar, os Leafs defenderam a vantagem até os 13m30s do terceiro período, quando Josh Bailey marcou. Parecia que o caldo ia entornar, mas William Nylander conseguiu nos colocar à frente no placar novamente aos 17m59s. Os Islanders entraram no modo desespero e retiraram Thomas Greiss. A tática funcionou e os Isles empataram aos 18m31s com Andrew Ladd, que levou a partida à prorrogação. 

A prorrogação com três contra três é sempre emocionante, pois permite muitas chances de gol. Os Leafs tiveram ótima chance, mas Greiss defendeu. Os Isles tiveram um contra-ataque em 3 contra 1 e não desperdiçaram. Brick Nelson marcou o gol da vitória aos 02m42s da prorrogação.

Foi mais uma vitória que simplesmente escorreu pelos dedos! Precisávamos manter os Isles controlados no final do terceiro período e não conseguimos! Um ponto é melhor que nada, ainda mais jogando fora, mas deixar empatar no finalzinho e ainda perder na prorrogação foi um duro golpe. 

Os Leafs voltam ao gelo hoje à noite, em casa, contra o Dallas Stars! Vamos tentar devolver o placar que tivemos em Dallas na semana passada! 

Go Leafs Goooooo

%d blogueiros gostam disto: