Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Mitch Marner’

14/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ Vegas Golden Knights

sábado, 16 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Parece que Las Vegas está no caminho de Auston Matthews! O jogador que marcou o seu centésimo ponto na NHL na casa dos Vegas Golden Knights em 31 de dezembro de 2017, nesta mesma T-Mobile Arena, voltou à cidade animado com a possibilidade de marcar seu centésimo gol!

Ao desviar um chute de Jake Gardiner, Andreas Johnsson abriu o placar aos 13m14s, tirando Marc-Andre Fleury da jogada.

No início do segundo período, Brayden McNabb acabou retirando Andreas Johnsson do jogo, numa jogada em que acertou o joelho do jogador dos Leafs de forma muito dura, numa colisão de frente que acertou, aparentemente o joelho de Johnsson. Espero que Johnsson se recupere logo, pois está jogando muito bem para a equipe! No segundo período vimos o time da casa virar o placar com gols de Paul Stastny, aos 02m46s, com is Avs shorthanded (com os Leafs em powerplay) e com uma falha vexaminosa de Frederik Andersen, que não segurou o puck em sua luva, permitindo Stastny a roubar o puck e ainda marcar o gol! Oscar Lindberg virou implicar aos 07m12s. Para alívio da Leafs Nation, Patrick Marleau respondeu logo e marcou o gol de empate aos 08m52s. Aos 13m25s, Auston Matthews marcou seu gol de número 100 na NHL, sobre Marc-Andre Fleury. Foi um gol muito comemorado por todos, pois foi num powerplay e foi gol de virada sobre os Avs.

William Karlsson empatou novamente aos 04m12s do terceiro período, mas, depois disso, os Leafs se acertaram na defesa e Morgan Rielly marcou aos 10m01s, Auston Matthews marcou mais um aos 10m56s e Mitch Marner marcou aos 16m33s, shorthanded. Foi um ótimo jogo para os Leafs e uma ótima vitória!

Andreas Johnsson não retornou à partida e é dúvida para as próximas partidas dos Leafs!

Go Leafs Goooooooo

Anúncios

23/01/2019 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 30 janeiro 2019 Deixe um comentário

O último jogo antes da parada para o All Star Game, que esse ano foi em San Jose, na casa do San Jose Sharks, foi simplesmente contra o atual campeão da Stanley Cup, Washington Capitals.

Apesar da equipe do Toronto Maple Leafs estar em uma fase complicada, onde aparentemente o puck não nos ajuda e que perdemos muitos jogos em que jogamos bem, mas também outros em que jogamos bem mal, a equipe conseguiu se impor e saiu com a vitória.

O jogo estava muito bom, com chances para ambas equipes quando Niklas Backstrom marcou o primeiro gol da partida, aos 18m47s do primeiro período, num powerplay. Para o alívio dos torcedores dos Leafs, Nazem Kadri empatou a partida menos de um minuto depois, aos 19m34s.

O segundo período viu os Capitals voltarem a se colocar à frente no placar aos 03m51s, com ninguém mais, ninguém menos que Alexander Ovechkin, num daqueles chutes fortissimos de primeira (slap shot). Foi o gol que deu a Ovechkin o empate como o maior pontuador da NHL, com Sergey Fedorov! Tudo parecia que ia por água abaixo, mas aos 13m11s, Nikita Zaitsev empatou a partida num chute à distância que venceu Braden Holtby no meio do tráfego de jogadores. Aos 16m19s, Auston Matthews colocou os Leafs à frente com um gol em powerplay, o primeiro gol em sete jogos, que tirou esse peso de suas costas! Matthews comemorou muito!

Nazem Kadri voltou a marcar para os Leafs aos 02m10s e chegou ao seu quinto hat trick aos 10m15s, deixando uma liderança muito confortável para os Leafs. Com o jogo praticamente definido, Matt Niskanen marcou aos 17m14s, mas nem assim os Leafs diminuíram a pressão e Mitch Marner marcou aos 19m27s, já com os Capitals em Empty Net, fechando o placar em 6 a 3.

Foi uma vitória irrepreensível dos Leafs, com hat trick de Nazem Kadri, gol de Auston Matthews, três assistências de William Nylander e ótimas defesas de Frederik Andersen.

Go Leafs Goooooo

17/01/2019 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

sexta-feira, 18 janeiro 2019 Deixe um comentário

Após um jogo ruim contra o Colorado Avalanche, onde todo rebote era do time dos Avs, que marcaram gols em desvantagem numérica e dois em empty net, o Toronto Maple Leafs partiu para mais uma viagem à Flórida, onde enfrentaram o Tampa Bay Lightning e, na noite seguinte enfrentarão o Florida Panthers.

Os Bolts são a melhor equipe da NHL atualmente e possuem tanto ataque quanto defesas e goleiro bem sólidos. Andrei Vasilevskiy tem ótimos números e atualmente é o terceiro melhor goleiro da liga na temporada. Frederik Andersen está no seu segundo jogo após o retorno de contusão e busca voltar a vencer.

Com qualquer equipe muito boa, não podemos dar bobeira, mas Igor Ozhiganov cometeu uma penalidade e deu um powerplay para os Bolts, que Brayden Point não desperdiçou aos 09m48s. Nazem Kadri se aproveitou de um rebote de Vasilevskiy e foi paciente para mandar para o fundo do gol, aos 11m48s.

O segundo período viu três gols em apenas 01m43s. Patrick Marleau marcou para os Leafs aos 13m06s, virando o placar. Num contra-ataque aos 13m43s foi a vez de Victor Hedman empatar numa bela jogada dos Bolts. Aos 14m49s, Mitch Marner colocou novamente os Leafs à frente, estando no lugar certo, na hora certa para se aproveitar de Vasilevskiy fora de posição.

O último período viu um jogo excelente, com Vasilevskiy fazendo defesas inacreditáveis e Frederik Andersen muito sólido no gol, mesmo com os Bolts em empty net e pressionando muito no final do jogo! Mas os Leafs conseguiram um gol de Zach Hyman no finalzinho, aos 19m09s, numa jogada polêmica, onde o puck foi jogado na borda por Nikita Zaitsev, mas ele acabou desviando em uma parte metálica instalada no acrílico (vidro) e a defesa dos Bolts parou, esperando a marcação de face-off, que não aconteceu pois essa tal parte metálica está abaixo do nível superior do acrílico. O gol foi validado.

Ao final, os Leafs saíram com a vitória que tanto queríamos! Amanhã enfrentaremos o Florida Panthers!!

Go Leafs Goooooo

14/01/2019 – Colorado Avalanche @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 18 janeiro 2019 Deixe um comentário

Realmente estamos precisando voltar a vencer e ganhar confiança, as esse jogo contra o Colorado Avalanche começou bem, mas acabou de forma muito ruim para a equipe de Toronto, com erros da defesa e com o ataque apático.

Esse foi o jogo que marcou o retorno de Frederik Andersen, que enfrentou Semyon Varlamov, pelos Avs.

Igor Ozhiganov abriu o placar para os Leafs aos 2m14s do segundo período, num jogo que estava muito parelho. Kasperi Kapanen marcou o segundo dos Leafs aos 03m28s, e tudo parecia que ia mudar para melhor para os Leafs, pois com dois a zero no placar, a equipe pode jogar mais relaxada no gelo, e foi o que aconteceu! O Toronto Maple Leafs relaxou e Gabriel Landeskog, o capitão dos Avs, marcou aos 6m33s, desviando um chute de Tyson Barrie. Mikko Rantanen empatou a partida aos 09m56s, roubando o puck de Nazem Kadri, na saída de zona defensiva, e Carl Soderberg virou o placar aos 14m29s, com um gol com um homem a menos no gelo para os Avs (Shorthanded) e numa jogada em que Jake Gardiner não conseguiu defender o puck em sua zona defensiva, deixando Soderberg roubar o puck e chutar.

Mitch Marner conseguiu a proeza de empatar a partida aos 06m00s do terceiro período, num belo gol, por sobre o ombro esquerdo de Varlamov. Depois disso, Carl Soderberg marcou aos 11m45s, Matt Calvert aos 17m09s, com os Leafs já sem seu goleiro no gelo e numa jogada em que ele ia limpar o puck da defesa e chutou o puck na borda, que redirecionou o puck para o gol aberto dos Leafs, e Soderberg voltou a marcar aos 18m12s, seu primeiro hat-trick da carreira, também com empty net.

Jake Gardiner foi vaiado na partida e isso dividiu os torcedores dos Leafs, mas realmente toda a equipe não apresentou um bom hóquei na noite!

O próximo desafio dos Leafs será fora de casa contra o Tampa Bay Lightning, simplesmente a melhor equipe da NHL no momento.

Go Leafs Gooooo

12/01/2019 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 13 janeiro 2019 Deixe um comentário

Havia muita ansiedade dos fãs dos Leafs pelo último jogo da temporada contra o Boston Bruins. Na temporada passada, os Leafs venceram 3 dos 4 jogos, mas nesta, o placar estava em 2 a 1 para o time de Boston.

No gol dos Bruins estava Tuuka Rask, que foi draftado pelo Toronto Maple Leafs e, no gol dos Leafs estava Michael Hutchinson, draftado pelos Bruins!

Os Leafs estavam muito bem no primeiro período e deram 15 chutes ao gol de Tuuka Rask, contra apenas 9 dos Bruins, mas quem saiu do período em vantagem no placar foi o time de Boston. Aos 18m21s, David Krejci chutou num contra-ataque no exato momento em que Chris Wagner estava em frente à Michael Hutchinson, que não conseguiu ter uma visão clara do puck para fazer a defesa.

No segundo período, continuamos pressionando e chegamos ao empate com um gol de Andreas Johnsson aos 07m37s. Mitch Marner virou o placar aos 09m30s, com os Leafs aproveitando muito bem um powerplay e trocando passes que deixaram Marner livre contra Rask. Sean Kuraly empatou para os Bruins aos 14m47s, com um belo chute que venceu Hutchinson por sobre o ombro direito. Faltando apenas 15s para o final do segundo período, o “Nêmesis” dos Leafs, David Pastrnak, que marcou 6 gols e 9 assistências em 4 jogos contra os Leafs nesta temporada, marcou o gol da virada dos Bruins, numa jogada em que a defesa dos Leafs simplesmente dormiu no ponto.

O terceiro período viu o Boston Bruins jogar melhor, mas sem marcar mais gols. Já os Leafs tentaram de tudo e continuaram perto de empatar a partida, mas sem conseguir acertar aquele último passe que deixa algum jogador em melhores condições de marcar! Pressionamos muito, mas faltou efetividade.

Os Bruins acabaram merecendo ganhar e aos Leafs sobrou dar mais atenção aos detalhes e focar na próxima partida, segunda-feira, contra o Colorado Avalanche em Toronto, antes de viajar à Flórida para enfrentar o Tampa Bay Lightning e o Florida Panthers.

Go Leafs Gooooooo

10/01/2019 – Toronto Maple Leafs @ New Jersey Devils

sábado, 12 janeiro 2019 Deixe um comentário

Ainda sem Frederik Andersen ou Garret Sparks de volta ao elenco, o Toronto Maple Leafs foi a New Jersey visitar o New Jersey Devils.

Os Leafs jogaram muito bem e Connor Brown desviou um chute de Ron Hainsey para abrir o placar aos 04m30s do primeiro período. John Tavares marcou o segundo dos Leafs aos 07m21s, numa jogada em que ele foi muito paciente, controlando o puck em frente ao gol de Keith Kincaid, antes de chutar com o goleiro totalmente deslocado. Esse foi o gol de número 300 da carreira de Tavares na NHL, um feito a ser comemorado! Tavares voltou a marcar aos 19m53s, dando aos Leafs uma liderança tranquila no placar.

O segundo período viu o New Jersey Devils jogar melhor e Blake Coleman marcar o primeiro do time da casa aos 16m07s. Brian Boyle recebeu um presente de Jake Gardiner, que acabou errando um passe e, deu ao experiente jogador dos Devils um contra-ataque que acabou servindo para os Devils marcarem o segundo gol do jogo, aos 16m33s, ou seja, menos de 20s após o gol de Coleman. Isso deixou o time da casa com a esperança de conseguir empatar e, talvez, vencer a partida.

O terceiro período foi disputado e ambos goleiros foram muito bem em proteger seus gols contra os atacantes adversários. Somente aos 19m38s, com os Devils já sem goleiro (empty net), Mitch Marner partiu no contra-ataque e até tentou passar o puck pra Zach Hyman, mas o puck foi direto ao gol.

Mais uma vitória pros Leafs!

Nosso próximo desafio será hoje, contra o Boston Bruins, ainda sem Freddie e com os Bruins com a defesa completa, inclusive com McAvoy.

Go Leafs Goooooooo

03/01/2019 – Minnesota Wild @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 04 janeiro 2019 Deixe um comentário

Hoje os Leafs tiveram um jogo em um horário diferente, às duas da tarde (horário de Toronto). Foi um jogo chamado de NextGen, pois foi para que as crianças, que voltam às aulas na próxima semana, pudessem assistir e até mesmo participar de varias outras atividades. Para esse jogo o adversário foi a experiente equipe do Minnesota Wild de Zach Parise e con Devan Dubnyk no gol.

Pelo Toronto Maple Leafs o recém adquirido Michael Hutchinson, que já jogou pelo Winnipeg Jets e estava atuando pelo time afiliado ao Flórida Panthers na AHL, estreava no gol após contusões de Frederik Andersen e Garret Sparks.

O jogo mal havia começado e Mitch Marner abriu o placar aos 00m07s, no primeiro chute ao gol. Marner se igualou a Charlie Conacher que marcou o primeiro gol de uma vitória contra os Bruins em 1932, também aos 7s de partida. Aos 05m38s, Mitch Marner voltou a marcar para os Leafs. Tudo parecia or muito bem até Charlie Coyle diminuir para os visitantes. A defesa dos Leafs pareceu meio perdida e ele não desperdiçou.

Mikko Koivu, capitão dos Wild, empatou a partida aos 05m09s do segundo período, em outra bobeira da defesa dos Leafs. Aos 08m16s, William Nylander faz bela jogada com Auston Matthews atrás do gol de Dubnyk, controla o puck e chuta por sobre o ombro do goleiro dos Wild, marcando seu primeiro gol da temporada, que só começou no mês passado, após todo o imbróglio da sua renovação contratual. Nylander tirou um peso das costas e deve começar a produzir mais pelos Leafs. Infelizmente a noite parecia não ser nossa e Jarred Spurgeon empatou aos 09m36s, numa jogada que eu vejo como uma falha de Michael Hutchinson, que não conseguiu defender e viu o puck entrar por entre suas pernas.

O último período viu Zach Parise colocar o time visitante à frente no placar aos 04m21s e os Leafs sem conseguir produzir mais gols.

Parecia que o primeiro jogo do ano estava garantido com os 2 a 0 no placar, mas apesar de dois gols de Marner e o primeiro de Nylander na temporada, não nos deram a vitória. Que tenhamos aprendido a lição de que devemos nos manter atentos durante toda a partida e que Freddie se recupere logo, pois suas atuações teriam garantido nossa vitória no jogo de hoje.

Go Leafs Gooooooo

%d blogueiros gostam disto: