Arquivo

Archive for the ‘Toronto Maple Leafs’ Category

18/10/2021 – New York Rangers @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 18 outubro 2021 Deixe um comentário

A espera para ter Auston Matthews no gelo acabou para os torcedores do Toronto Maple Leafs! O jogador, principal estrela do time, voltou a jogar após uma cirurgia em seus punhos.

O adversário da vez foi o New York Rangers, visitando o Scotiabank Arena. Pelos Leafs, uma vez mais, Jack Campbell estava no gol, dessa vez com Michael Hutchinson como seu reserva, enquanto pelos Rangers, Igor Shesterkin foi o goleiro da noite.

Mika Zibanejad abriu o placar para o time visitante aos 13m49s do primeiro período, numa interceptação de passe que poderia levar os Leafs ao ataque, mas que o deixou pronto para preparar o puck e chutar de frente, vencendo Jack Campbell. O chute acabou resvalando não trave, depois na câmera interna do gol, mas à primeira vista, houve dúvida sobre se havia sido gol, ou não. O gol foi validado após revisão.

Logo no início do segundo período, Michael Bunting empatou para os Leafs mostrando seu posicionamento e oportunismo, logo aos 01m32s.

Os Leafs lideraram a partida em chutes a gol e em faceoffs, mas a partida acabou sendo decidida na prorrogação.

Foi uma das prorrogações mais frenéticas que eu já vi, com troca de chances para ambas as equipes e espetacular atuação de ambos goleiros. Igor Shesterkin fez ótimas defesas, incluindo uma em que saiu para longe do crease para limpar o puck pro ataque, esse passe foi interceptado por Auston Matthews que chutou de primeira e Shesterkin defendeu, a jogada seguiu e o puck voltou a Matthews, com outra defesa do goleiro dos Rangers. Jack Campbell também defendeu ótimos chutes dos Rangers, mas não conseguiu defender um chute de Artemi Panarin, após os Rangers vencerem um faceoff na zona de ataque e disparar rápido no canto direito do gol dos Leafs!

Foi uma partida controlada pelos Leafs, mas que viu a estrela de Shesterkin brilhar para manter sua equipe no jogo. A disputa foi acirrada e realmente não me sinto triste ou chateado com derrotas assim. Houve muita vontade, disputas, esforço e determinação, mas no final, isso tudo não assegura a vitória. Muitas vezes algum detalhe falha e o adversário tem a chance de finalizar a partida.

Agora os Leafs só voltam ao gelo na sexta-feira, contra o San Jose Sharks, em Toronto.

Go Leafs Goooooooo

16/10/2021 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 18 outubro 2021 Deixe um comentário

Após a derrota para os Senators, voltamos a ter uma nova batalha de Ontário, dessa vez no Scotiabank Arena, no Hockey Night in Canada!

Este jogo teve uma curiosidade importante. Sem Petr Mrazek que deixou a partida em Ottawa no segundo período, após uma contusão, o Toronto Maple Leafs sequer pode chamar Michael Hutchinson do Toronto Marlies, pois devido ao teto salarial, teria que deixar a equipe com algum outro jogador a menos. O goleiro chamado para ser reserva de Jack Campbell foi Alex Bishop, goleiro da equipe de hockey da Universidade de Toronto. Alex assinou um contrato de um dia, sem valor salarial, pois desta forma, os Leafs teriam como manter todos os outros jogadores no elenco e não teriam que abrir mão de um outro defensor, já que Justin Holl também estaria fora e Timothy Liljegren estaria no gelo.

Os Leafs vieram ao gelo ficados em devolver a derrota sofrida duas noites atrás. Wayne Simmonds abriu o placar aos 02m12s do primeiro período e Alexander Kerfoot ampliou aos 08m06s, deixando o time da casa com uma vantagem confortável de dois gols.

Josh Norris reduziu a liderança no segundo período e Drake Batherson conseguiu o gol de empate após seu chute ser defendido por Campbell, mas acabar voltando e acertando os pés do jogador dos Senators e desviar pro gol vazio! Após uma revisão, Batherson acabou entrando na zona de ataque antes do puck, por alguns míseros milímetros, o que invalidou o gol por impedimento de Batherson.

O terceiro período viu Michael Bunting, o garoto de Scarborough, torcedor dos Leafs na infância, marcar o seu primeiro gol pelos Leafs, fechando o placar em 3 a 1 para os Leafs!

O time está esquentando! E Auston Matthews estava para voltar no próximo jogo, então só podemos melhorar ainda mais!

Go Leafs Gooooooo

Primeiros dois jogos da temporada 2021-22! Resultados opostos, erros e oportunidades.

sábado, 16 outubro 2021 Deixe um comentário

Depois de uma temporada totalmente diferente, inclusive com mudanças nas divisões onde todas as equipes canadenses formaram uma divisão canadense que jogou entre si mesma a temporada toda, a NHL voltou com uma temporada regular como já estávamos saudosos, com torcida nas arenas!!!

Esta temporada também é a primeira em que a liga tem 32 equipes, com a temporada inicial do Seattle Krakens!

Nosso Toronto Maple Leafs começou a temporada contra o seu arquirrival de divisão, e o time que nos eliminou dos playoffs do ano passado, o Montreal Canadiens. O jogo foi na Scotiabank Arena no dia 13 de Outubro.

Auston Matthews está fora da equipe, se recuperando de uma cirurgia no punho e só deve jogar após o terceiro jogo. No gol, Jake Campbell pelos Leafs e Jake Allen pelos Habs. A equipe está com muitos novos nomes e as peças ainda estão se encaixando. Temos Nick Ritchie, Michael Bunting, Ondrej Kase, David Kampf e Michael Amadio, que ganhou uma chance na equipe após a contusão de Ilya Mikheyev na pré-temporada.

O jogo começou bem para os Leafs, mas quem abriu o placar foram os Habs, com uma belíssima jogada num contra-ataque após um erro na zona neutra. Josh Anderson segurou o puck o máximo que pode e passou na medida para Jonathan Drouin marcar.

Ainda no primeiro período Pierre Engval marcou o gol de empate para os Leafs num powerplay. O segundo período foi dominado pelos Leafs, mas sem conseguir mudar o placar.

Somente no terceiro período, num belíssimo chute de William Nylander os Leafs viraram o placar.

Apesar da vitória a equipe cometeu muitos erros e permitiu muitos contra-ataques aos Habs e quem salvou o jogo foi Jack Campbell que fechou o gol dos Leafs e não permitiu uma reação.

Na noite seguinte os Leafs foram até o Canadian Tire Centre em Ottawa, para o jogo de abertura da temporada do Ottawa Senators.

No gol pelos Leafs estava Petr Mrazek, estreando na equipe de Toronto após algumas temporadas no Carolina Hurricanes.

Os Leafs começaram mal e deixaram os Senators começaram a temporada com 3 gols no primeiro período!

Realmente os Leafs não jogavam bem e erravam muitos passes deixando o ataque dos Senators chegar com facilidade ao gol de Mrazek, que jogou bem até o final do segundo período, quando ao fazer um movimento para defender um chute, sentiu uma contusão. Mrazek não retornou para o terceiro período, sendo substituído por Jack Campbell.

O terceiro período vou os Leafs melhorarem e se aproveitarem de dois powerplay para colocar o placar ao alcance os empate, com gols de Jason Spezza e William Nylander. Infelizmente, mesmo com ótimas jogadas, os Leafs não conseguiram chegar ao empate e acabaram sendo derrotados pelos Senators.

Sei que ainda é início de temporada, que estamos sem Auston Matthews, que temos jogadores novos, mas a equipe tem errado muito e deixado a equipe adversária chegar ao gol em dois contra um!

Sheldon Keefe precisa corrigir isso para os próximos jogos!

Go Leafs Goooooo

Mais um ano, mais uma inesquecível campanha nos playoffs e mais um vexame.

segunda-feira, 19 julho 2021 Deixe um comentário

Eu levei um bom tempo, mais de dois meses, para poder voltar a escrever , e em especial, sobre a temporada 2020-21.

Não tinha como, eu simplesmente não queria lidar com o que vi na primeira rodada dos playoffs. Sei que todos já sabem, mas para deixar aqui registrado no blog, o Toronto Maple Leafs, que venceu a Divisão North, ou a divisão canadense, perdeu em 7 jogos para o Montreal Canadiens, que se fôssemos avaliar a classificação geral ficaria em 18° e, em condições normais não estaria nos playoffs, mas que devido às circunstâncias da pandemia, acabou entrando como o pior classificado dessa divisão. E não foi uma derrota qualquer.

Os Leafs perderam o primeiro jogo contra os Canadiens, após uma jogada em que John Tavares acabou de contundindo por ser atingido na cabeça com uma joelhada de Corey Perry. Na verdade, John levava o puck ao ataque e após desviar de Ben Chiarot, acabou caindo e Perry já vinha patinando em velocidade e não teve tempo de desviar. Tavares ficou caído e foi retirado do gelo numa maca. Não voltou mais a jogar na série.

Os próximos três jogos foram vencidos pela equipe de Toronto e parecia que tudo tinha voltado aos eixos. Os Leafs tinham 3 a 1 na série e ainda tinham o próximo jogo no Scotiabank Arena para finalizar a série, seria a primeira vitória de uma série de playoffs em 17 anos! Mas acabamos sendo derrotados nos dois jogos seguintes, após estar perdendo no tempo regular e conseguir empatar e levar a decisão à prorrogação. No último jogo da série, a equipe parecia não ter mais vontade. Jogamos mal e, uma vez mais, perdemos para os Habs.

O que senti foi uma sensação de total revolta. A equipe tem talento, tem jogadores que podem decidir partidas em uma jogada, tem veteranos, que podem trazer a experiência e a calma em momentos difíceis, tem uma boa defesa, algo que por muitos anos não tínhamos, e tinha um goleiro que tomou a posição por mérito e jogou muito, mas que não teve como compensar a falta de efetividade do ataque!

Auston Matthews e Mitch Marner, novamente, não tiveram atuação no nível que estamos acostumados e que esperamos deles. Não sei se o problema é que nos playoffs o jogo é diferente e os jogadores dão o sangue em cada jogada, ou se é a pressão que impõem neles mesmos para ter uma certa performance e, como não tem acabam se frustrando, mas eles tiveram atuações muito aquém.

Os veteranos acabaram que não conseguiram ajudar. Thornton, Simmonds e Foligno, não trouxeram a estabilidade que esperávamos deles nestes momentos decisivos. Uma pena para Thornton que deve ter tido sua última temporada na NHL e não conseguiu a tão sonhada Stanley Cup.

A defesa viu erros serem aproveitados e servirem para jogadas decisivas contra os Leafs, como quando Travis Dermott decidiu se livrar do puck de qualquer maneira e acabou passando para o ataque dos Habs, que em contra-ataque, venceu o jogo 6.

Apesar de Jack Campbell se culpar por alguns gols em que não conseguiu defender, na verdade ele nos salvou em muitos outros. O problema era que o ataque sempre era parado pela defesa dos Habs, ou por Carey Price!

Podemos contar nos dedos os jogadores que jogaram bem nos playoffs. William Nylander foi um deles. Sempre tão criticado, Nylander se mostrou à altura de uma competição nos playoffs da NHL, marcando gols e sempre disputando o puck. Outro que mostrou valor foi Alexander Kerfoot.

Do lado dos Habs, vários jogadores brilharam nos playoffs, como foi o caso de Philip Danault, Cole Caufield, Nick Suzuki, Jesper Kotkaniemi, Shea Weber, Paul Byron, Carey Price e outros. Até mesmo a falta de seu técnico, que contraiu COVID-19 e deixou a equipe por alguns jogos, não fez os Habs perderem o ritmo.

Após a derrota, os Canadiens foram vencendo seus adversários e chegaram à final da Stanley Cup, onde enfrentaram o campeão da temporada anterior, o Tampa Bay Lightning, que demonstrou sua superioridade e venceu novamente! Parabéns aos Habs e ainda mais aos Bolts que venceram em anos consecutivos!

Nestes 17 anos sem vencer nos playoffs, já vi a equipe jogar tão mal que bem chegou a se classificar. Já vi que a equipe ia ser remodelada várias vezes, mas o resultado, até agora não chegou. Já vi termos chance de vencer os Bruins em anos consecutivos e perdermos de forma inadmissível, mas nunca a equipe tinha sido considerada uma das favoritas à avançar, éramos sempre o time desacreditado. essa temporada tinha tudo pra gente avançar, pelo menos até a final da divisão, ou até mesmo a final de conferência! Não sei se tínhamos time para chegar à Stanley Cup esse ano, mas não tínhamos time para perder dos Habs na primeira rodada!

Agora só nos resta acompanhar a pós-temporada e entender quais serão as decisões de Kyle Dubas sobre o que fazer para que a equipe corrija pontos fracos identificados nesta temporada. Dubas tem que tirar alguns coelhos da cartola uma vez que não tem muito orçamento disponível, uma vez que gasta quase metade do teto salarial em apenas 4 jogadores.

E lá vamos nós, torcedores dos Leafs, somar mais um ano em nossas contas de quanto tempo não vencemos nos playoffs (17 anos) e, de quantos anos estamos sem vencer a Stanley Cup (54 anos).

Um dia essa conta vai zerar! Só não sabemos quando, mas pensávamos estarmos mais próximos do que estamos!

Go Leafs Goooooo

Montreal Canadiens vs Toronto Maple Leafs – Jogos 5 e 6 – Playoffs da NHL – Semifinal de Divisão

segunda-feira, 31 maio 2021 Deixe um comentário

Após vencer três jogos seguidos e se estabelecer com 3 a 1 na série, o Toronto Maple Leafs simplesmente não conseguiu vencer o Montreal Canadiens nos dois jogos seguintes, no Bell Centre e no Scotiabank Arena.

Os dois jogos acabaram tendo uma história muito parecida. Os Habs saíram na frente e os Leafs empataram a partida somente no terceiro período, levando o jogo para a prorrogação. Na prorrogação, no jogo 5, Alex Galchenyuk passou o pick sem olhar, na linha azul do ataque dos Leafs, e foi interceptado, com dois jogadores dos Habs partindo contra Jack Campbell, que nada teve a fazer. No jogo 6, Jesperi Kotkaniemi chutou, com Zach Bogosian na sua frente, mas o puck resvalou na perna de Bogosian e tirou Campbell da jogada.

Outro ponto importante das vitórias dos Habs nos jogos 5 e 6 foi a performance de Carey Price. O experiente goleiro dos Habs foi muito sólido e consistente. Os Leafs chegaram a desferir muitos bons chutes, mas Price defendia e, quando permitia rebotes, não tinha ninguém dos Leafs para aproveitar, ou ele fazia nova defesa.

Houve até o fator ESPN no jogo 6. O comentarista da ESPN no Brasil, Thiago Simões (@ThiSimoes) anunciou na sua conta no Twitter que iam transmitir o jogo. Na hora enviei uma resposta dizendo que os Leafs seriam derrotados, pois em sua grande maioria, os jogos dos Leafs transmitidos pela ESPN no Brasil, acabavam com derrotas da equipe de Toronto! E não é que a profecia se materializou?!?!?

Agora chegamos ao último jogo da primeira rodada dos playoffs da NHL para Leafs e Habs. Vai ser uma nova batalha, dessa vez no Scotiabank Arena, e os Leafs estão com toda a pressão nas costas. Fomos o time campeão da divisão, muitos pontos e vitórias à frente dos Habs, com o ganhador do troféu Maurice “Rocket” Richard, Auston Matthews, e uma equipe considerada por todos como a favorita na série. Outro ponto é que, se perdermos o jogo 7, será uma grande vergonha, pois seria uma virada totalmente inesperada, desferida pela equipe considerada mais fraca na série.

Os Habs por sua vez estão embalados pelas vitórias e vão querer provar que podem vencer e avançar para enfrentar o Winnipeg Jets.

Já não podemos dizer que o fator que levou às derrotas dos Leafs foi a ausência de John Tavares, pois vencemos os jogos 2, 3 e 4, após a concussão que ele sofreu, mas também parece que não teremos Jake Muzzin, um de nossos principais defensores, por uma contusão sentida no último jogo.

Sheldon Keefe deve mudar algumas linhas, talvez usar Nick Foligno como wing e não center, talvez colocar Riley Nash como center, mesmo sem uma maior integração com a equipe devido a estar voltando de contusão, além de ver como vai fortalecer a defesa sem Muzzin.

A equipe precisa colocar a faça nos dentes e jogar como se fosse o último jogo de suas vidas. Nada mais importa. Não é preciso manter energia ou não se arriscar. É tudo ou nada! É agora ou nunca! É passar para a próxima rodada dos Playoffs ou ir pra casa mais cedo, após uma temporada reduzida e com as divisões totalmente alteradas devido à Pandemia. É a redenção da equipe para a Leafs Nation, ou o retorno a dedos apontados em procura do culpado pelo fiasco! É o retorno à prancheta, pois a equipe que parecia ter se ajustado, desajustou e necessitamos entender o que fazer para a próxima ou próximas temporadas uma vez que teremos problemas em manter alguns jogadores devido à entrada do 32º time da NHL, o Seattle Kraken, que poderá escolher jogadores não protegidos de cada uma das equipes.

Matthews e Marner ainda necessitam mostrar a força que têm e fazer acontecer contra Price. Matthews tem somente um gol nos Playoffs e Marner tem 4 assistências e nada mais.

A palavra do dia para o jogo de amanhã é RAÇA!! É colocar o coração na ponta do stick em cada jogada! É fazer jogadas conscientes! É ter paciência, mas também urgência de jogar os 60 minutos como sabemos e com todo o nosso potencial! Amanhã é jogar com atenção e cobrindo os espaços, não pensando que o resultado está garantido caso estejamos à frente no placar nos últimos minutos do terceiro período, afinal no hóquei, nada é garantido!

Apesar de tudo ainda tenho esperança nesta equipe! Não sei se sou louco, cego, negacionista ou o que seja, mas ainda acredito! Ainda apoiarei a equipe! Aprendi a amar esse time, mesmo sendo brasileiro e não conhecendo todas as suas glórias e história, após assistir somente um jogo em 2002.

Ser torcedor é isso! Manter o amor e a esperança ano após ano, xingar, ficar bravo, gritar como se o jogador fosse te escutar pela TV, mesmo quando sua equipe não ganha uma Stanley Cup desde 1967! Está na hora dessa fila acabar! Passou da hora de avançar nos Playoffs! A hora é agora!

Go Leafs Go, ou eu não sei mais pra onde mandar vocês!

%d blogueiros gostam disto: