Anúncios

Archive

Posts Tagged ‘Jean-Sebastien Giguere’

17/10/2011 – Colorado Avalanche @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 19 outubro 2011 Deixe um comentário

Vindos de uma bela vitória sobre o Calgary Flames, os Leafs receberam o Colorado Avalanche no Air Canada Centre! O time de colorado vinha de 4 vitórias consecutivas e quem protegeria o gol deles era nada mais nada menos que Jean-Sebastien Giguere!
O jogo começou bem disputado e no primeiro período cada equipe deu 8 chutes ao gol adversário! Giguere e Reimer defenderam todos os chutes, mantendo o placar inalterado.
No segundo período, bem no comecinho, aos 49 segundos, Phil Kessel, que está tendo um excelente início de temporada com 8 pontos (5 gols e 3 assistências) em 3 jogos, interceptou um passe do Colorado e foi ao ataque e, com um chute certeiro (ou desviado pelos defensores do Avalanche) que passou sobre o ombro direito de Giguere, abriu o placar para os Leafs. Todo o Air Canada Centre já se animou com a possibilidade de nova vitória dos Leafs! Mas o período ainda veria os Avalanches virarem a partida com um gol de Daniel Winnik aos , com um chute entre os defensores dos Leafs, enganando Reimer e um gol de Milan Hejduk , com um gol vindo de um chute despretensioso, mas que passou por Reimer bem no cantinho do gol! Apesar da virada, o jogo estava muito bom, com boas chances para ambas equipes!
O terceiro período viu as equipes voltarem ao gelo com a vontade de vencer e, aos 15m17s, Nikolai Kulemin após não deixar o puck air da zona ofensiva, disputar o puck com um defensor, ainda foi ã frente do gol e recebeu um passe em frente a Giguere, driblou o goleiro e marcou o gol de empate!! Avalanche 2 x Leafs 2! Foi uma jogada inspirada de Kulemin! E fomos para a prorrogação, onde, infelizmente, David Jones aproveitou um rebote de James Reimer e marcou o gol da vitória Avalanche!
Apesar da derrota na prorrogação, os Leafs estão começando bem a temporada, conquistando 7 dos 8 pontos disputados!
Hoje receberemos a visita do recém renascido Winnipeg Jets! Vai ser um jogo histórico, com certeza! E, se tudo der certo, a quarta vitória dos Leafs, que então iniciarão uma seqüência de jogos fora de casa!
Go Leafs Go

Anúncios

14/03/2011 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 15 março 2011 10 comentários

Com a vitória do ultimo jogo, virando sobre os Sabres no terceiro período, os Leafs buscavam manter a energia e se aproximar da vaga para os playoffs. Para isso necessitam vencer e somar pontos, mas o problema é que não depende só deles, o adversário tem que participar desse trato, o que definitivamente não aconteceu!

O jogo foi transmitido ao vivo pela ESPN. É muito bom poder ver seu time pela TV, com comentários (Diogo e Thiago) e narração (Ari Aguiar) em português. Com certeza este esporte vai ser melhor conhecido e novos torcedores surgirão. pena que os Leafs não conseguiram uma boa apresentação ontem! (NHL na ESPN).

O Tampa Bay Lightning foi a Toronto com vontade e garra para que os Leafs não tivessem uma vitória fácil! Acabaram conseguindo anular a equipe da casa. Os Leafs por sua vez não se aproveitaram de estarem jogando no Air Canada Centre, com seus torcedores apoiando e não demonstraram a energia necessária para sobrepujar os visitantes.

O jogo até parecia estar parelho e os Leafs conseguiam pressionar os Lightning no início do primeiro período, mas num lance de desatenção, quem abre o placar são os visitantes. Nate Thompson recebe o puck em frente ao gol dos Leafs e chuta, sem defesa para Reimer, aos 09m53s. O restante do período viu os times lutando pelo puck, mas viu mais interrupções do que jogo, pois foram um total de 6 penalidades. O primeiro período termina assim, com os Leafs atrás por 1 gol a 0.

O segundo período viu os Leafs empatarem com Dion Phaneuf em um chute despretencioso, que pegou Dwayne Roloson de surpresa aos 05m12s. Porém os Lightning que viam o jogo de Toronto crescer, conseguiram marcar dois gols, abrindo a distância no placar para 3 a 2 com Matias Ritola (09m25s e 12m34s). Ritola marcou 4 gols na temporada, 2 só ontem! Numa jogada de raça Kulemin rouba o puck na zona neutra e avança para cima de Dwayne Roloson e marca um belísimo gol (wrist shot)!!!! A diferença diminuía para 3 a 2, os Leafs voltavam ao jogo, porém aos 18m53s, numa jogada muito parecida com a do segundo gol dos Lightning, Vincent Lecavalier empurra o puck que passou de Reimer, para o fundo da rede, Lightning 4, Leafs 2.

O terceiro período teve James Reimer, ainda sem a ajuda de sua defesa, tomando mais um gol, dessa vez de Dominic Moore aos 08m47s, quando foi substituído por Jean-Sebastien Giguere. Reimer realmente pareceu cansado neste jogo, apesar de não confirmar isso em uma entrevista após a partida.

Porém nem com Giguere no gol os Leafs melhoraram e é claro que só o goleiro não faz milagres … Aos 14m32s Mike Lundin, chuta forte de longe e Giguere não consegue fazer a defesa … placar final Lightning 6 x Leafs 2.

Com essa derrota, a busca por uma vaga nos playoffs começa a ficar bem mais difícil.

Ainda no final do segundo período, num bloqueio de um chute, Colby Armstrong sai do gelo mancando. Todos achavam ser apenas dor, mas após a partida foi diagnosticado que ele quebrou o pé com o impacto do puck. Colby está fora para o resto da temporada e da pós temporada, caso os Leafs se classifiquem.

Amanhã visitamos os Hurricanes, numa briga direta pela colocação da conferência Leste, já que os Hurricanes estão 2 pontos à nossa frente.

Os jogadores dos Leafs têm que se reunir e focar jogo a jogo, para conseguirem as vitórias que tanto necessitamos! Ron Wilson precisa demonstrar mais emoção, mais irritação, mais disposição … ele fica atrás do banco dos Leafs sempre com a mesma feição, quer os Leafs estejam ganhando ou perdendo!

Aparentemente, quem começa no gol contra os Hurricanes será Giguere, já que teremos outro jogo na quinta-feira, contra os Panthers, na Flórida.

Ainda credito nos playoffs, mas caso não nos classificarmos, gostaria de ver a garra nestes jogadores … quero ter a sensação de que fizeram realmente tudo para estarem lá!.

GO Leafs GO

05/03/2011 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

domingo, 06 março 2011 Deixe um comentário

Com a derrota dos Hurricanes e a vitória de Rangers e Sabres, uma vitória dos Leafs deixariam os times todos com diferença de um ponto entre eles(69 Leafs, 70 Sabres, 71 Hurricanes, 72 Rangers), mas como não podemos vencer sempre …

Os Leafs começaram o jogo muito devagar … lentos … pareciam que tinham jogado na noite anterior … e, mal começou o jogo quando Carl Gunnarsson, numa jogada que seria fácil, saindo da defesa dos Leafs, tentou fazer um passe longo para conectar com o ataque, mas entregou o puck para Marian Hossa. O excelente jogador dos Blackhawks não desperdiçou a chance e marcou o primeiro da partida aos 01m10s. James Reimer estava encoberto por um defensor, provavelmente Gunnarsson mesmo, e não defendeu o puck que entrou no meio de suas pernas! Com os Leafs ainda sonolentos, Michael Frolik aumentou para os Blackhawks aos 04m13s. Mais pro final do período, os Leafs tentavam chegar ao gol de Corey Crawford, mas o goleiro do Chicago estava numa noite excepcional e, aos 15m37s foi a vez do capitão dos Blackhawks, Jonathan Toews, marcar o terceiro, após receber um lindo passe de Patrick Kane que o deixou em frente ao gol.Placar no final do primeiro período, Blackhawks 3 x Leafs 0.

Para o início do segundo período ficou aquela dúvida … Ron Wilson retiraria James Reimer, ou o manteria na partida? Reimer foi mantido e, aparentemente, os Leafs acordaram e a partida já estava com um volume de jogo igual para ambas equipes.Aos 07m28s, Joffrey Lupul consegue vencer Corey Crawford a diminui para 3 a 1. O momento do jogo virou e agora era totalmente dos Leafs, mas por apenas 3minutos e meio, pois aos 11m51s, Viktor Stalberg, ex-Leafs enviado ao Chicago na troca por Kris Versteeg, voltou a colocar a diferença no placar em 3 gols. Ainda daria tempo de aos 17m57s, Bryan Bickell aumentar o placar para 5 a 1.

Dessa vez não teve jeito e Reimer foi substituído por Jean-Sebastién Giguere no início do terceiro período. Somente neste período o Toronto conseguiu segurar o potente ataque dos Blackhawks e diminuiu o placar com Joey Crabb aos 04m26s e com Luke Schenn aos 19m03s, mas já era tarde demais.Neste período, Grabovski sofreu penalti ao se dirigir ao gol de Crawford e os Leafs tiveram um penalty shot que poderia mudar a partida, mas infelizmente Grabo fez um movimento sensacional que foi defendido pela perna esquerda de Crawford (coisas de jogo). Crawford também defendeu um tiro à queima roupa de Mike Brown. Estes dois gols poderiam ter levado a partida à prorrogação, mas o placar final foi Blackhawks 5 x Leafs 3.

Os Leafs continuam na briga pelos playoffs, ainda mais porque têm disputas diretas contra os Hurricanes e os Sabres, os dois times à sua frente na classificação da conferência leste.

O próximo jogo é na terça-feira, quando os Leafs visitam os Islanders! Como eu já disse em outro post, todos os jogos são decisivos agora … todos pontos são imprescindíveis na busca pelos playoffs!

GO LEAFS GOOOO – RUMO AOS PLAYOFFS!

 

 

27/02/2011 – Toronto Maple Leafs @ Atlanta Thrashers

segunda-feira, 28 fevereiro 2011 Deixe um comentário

Os Leafs, que ontem perderam dos Penguins no shootout, logo após a partida voou de Toronto para Atlanta para um jogo às 17h00, horário local. Sabendo que a equipe já vem de um jogo difícil na última quinta-feira, contra os Canadiens, podemos ter certeza de que o time estaria cansado no gelo.

No início da partida, o cansaço começou a ser mostrado e os Leafs não deram sequer um chute à gol nos primeiros 6 minutos de jogo. Para quebrar esse número, Kulemin trata de abrir o placar aos 6m09s, no primeiro chute dos Leafs à gol! O jogo parecia ter ido para o lado dos Leafs, apesar do maior número de chutes à gol dos Thrashers. Após o primeiro gol, Kessel, aos 08m34s, avança sozinho com o puck e os dois defensores dos Thrashers ficaram esperando Kessel passar o puck, e ele decidiu partir para o gol. Ondrej Pavelec defendeu a primeira tentativa e Kessel aproveitou o rebote! Lindo gol de Kessel e os Leafs estavam com 2 a 0 no placar! Pavelec foi então trocado por Chris Mason.

Aparentemente tudo ia muito bem para os Leafs, quando no início do segundo período, antes dos 2 minutos de jogo, Evander Kane colide com James Reimer, acertando o goleiro dos Leafs na cabeça, com seu joelho. Kane foi penalizado por interferir com o goleiro, mas Reimer, após diversas conversas com os médicos dos Leafs, acabou saindo da partida, dando lugar a Jean Sebastien Giguere. Não houveram gols no segundo período, mas os Leafs ainda jogaram bem…

Veio o terceiro período e acho que o cansaço acabou se abatendo sobre os jogadores. O time voltou apático, errando muito e, logo aos 23 segundos, Andrew Ladd aproveitou um powerplay e diminuiu para os Thrashers, botando fogo no gelo!  O resto do período foi igual … os Thrashers pressionando os Leafs, os Leafs errando e ao final foram um total de 20 chutes à gol dos Thrashers contra apenas 6 dos Leafs! E, infelizmente para os Leafs, os Thrashers empataram a partida com Tim Stapleton, aos 15m24s.

E vamos à prorrogação. Ambos times já somaram um ponto e apenas tentariam definir quem ganharia o outro. Os Leafs demonstraram cansaço e não conseguiram levar perigo ao gol dos Thrashers e, sequer conseguiram segurar os Thrashers nos 5 minutos da prorrogação. Ron Hainsey marcou o gol da vitória dos Thrashers aos 02m31s da prorrogação.

Com a vitória, os Leafs e os Thrashers estão empatados em 10º lugar na conferência Leste, a apenas 4 pontos dos Hurricanes, faltando 20 jogos na temporada! O mês de março será decisivo para estes times!

Os Leafs, desde 12 de fevereiro, ganharam 11 dos 14 pontos disputados e jogam na quarta-feira contra os Penguins, em Toronto, novamente.

Agora cada jogo conta e temos que voltar à coluna de vitórias!

E ainda temos o dia final de trocas amanhã, com Brian Burke sendo esperado por fazer boas trocas para os Leafs!

Vamos que vamos!! E os Leafs podem sim ir aos playoffs este ano … eu creio nisso!

GO Leafs GO

24/01/2010 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

terça-feira, 25 janeiro 2011 3 comentários

Ontem os Leafs foram até Raleigh na Carolina do Norte, enfrentar os Carolina Hurricanes. Os Leafs vinham da derrota para o Washington Capitals em casa e buscavam voltar a vencer melhorando as chances de uma ida aos playoffs.

Foi um jogo muito bom e disputado e que viu ambas equipes em busca do gol e cometendo vários penaltis durante a partida.

No primeiro período os Leafs entraram com vontade de vencer a partida … mas quem marcou primeiro foram os Hurricanes. Aos 12m16s, Joe Corvo marcou abrindo o placar. Neste período houve também uma briga entre Clarke MacArthur e Chad La Rose, que viu MacArthur rodando o jogador dos Hurricanes!!! Foi muito bom ver MacArthur nesta briga! Os Leafs continuaram jogando muito bem e conseguiram o empate aos 19m51s, com Tomas Kaberle. Foi apenas o segundo gol da temporada para Tomas Kaberle que ainda insiste em não chutar a gol. Sempre que pode ele prefere passar o puck para outro jogador da equipe.

Ao final do primeiro período houve uma grande confusão entre os jogadores e Tim Gleason que estava sendo seguro por Nikolai Kulemin, simplesmente partiu para a briga, mesmo com o jogador de Toronto ainda com suas luvas … não querendo briga. Gleason acertou um gancho no nariz de Kulemin, quebrando o nariz do atacante dos Leafs. Kulemin saiu do gelo meio desorientado e não retornou mais para a partida.

No segundo período, os Leafs até que tentaram se recuperar e quem se mostrava sólido e com defesas desconcertantes era Cam Ward. O goleiro do Carolina Hurricanes defendeu sua equipe em várias tentativas dos Leafs e, aos 11m16s, James McBain marcou mais um para o time da casa. Na verdade o gol de McBain desviou no stick de Mike Komisarek e acabou enganando Giguere. Leafs 1 – Hurricanes 2.

O terceiro período foi o mais movimentado do jogo. Foi um período que viu 7 gols marcados, além de continuar os powerplays para ambas as equipes. Em alguns powerplays para os Leafs, os jogadores acabavam por cometer penaltis, o que deixava os times com igualdade no número de jogadores. Logo ao 1m49s Brandon Sutter anota o terceiro dos Hurricanes, deixando a vitória dos Leafs mais distante, mas Tim Brent marcou dois gols, incluindo um em desvantagem numérica aos 3m18s e 4m29s, aliás belos gols que empataram o jogo! Mas logo após os Leafs permitiram mais um gosl dos Hurricanes, o segundo de Brandon Sutter, aos 8m55s. Aos 11m02s, Jeff Skinner, um jogador de 18 anos, marcou o seu 18º gol na sua primeira temporada e ampliou a vantagem dos Hurricanes para 5 a 3. Os Leafs demonstravam ser um time guerreiro e voltaram a marcar com Mike Brown, aos 14m15s, em powerplay, após receber um excelente passe de Tim Brent.

Os Leafs diminuíram para apenas um gol de diferença e, apesar de todas as tentativas, incluindo a retirada de Giguere para adicionar mais um atacante, em busca do empate, quem marcou o gol que terminou com as chances dos Leafs foi Erik Cole, num chute a partir da Zona Neutra, no gol dos Leafs, sem goleiro.

A partida foi emocionante, apesar dos Leafs não deterem a vantagem no placar em nenhum momento. Tim Brent fez uma ótima partida, mas não conseguiu garantir a vitória.

Vamos aguardar por melhores notícias de Nikolai Kulemin. Que bom que ele pode se recuperar no período entre hoje, e primeiro de fevereiro, com a parada da NHL para o final de semana do All Star-Game!

Os Leafs ainda jogam hoje à noite, em Tampa, contra os Lightining!

GO Leafs GO.

22/01/2011 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs

domingo, 23 janeiro 2011 4 comentários

Após duas partidas antagônicas (uma esmagadora derrota por 7 a 0 pro New York Rangers e uma brava vitória por 5 a 2 contra o Anaheim Ducks), os Leafs receberam o Washington Capitals no Air Canada Centre.

Os Maple Leafs começaram mostrando a mesma garra do jogo contra os Ducks, e não facilitaram a vida dos
Caps. O primeiro período foi bem movimentado e equilibrado. Os Leafs tiveram, praticamente, a metade dos chutes dos Caps (11-6 a favor de Washington), mas mesmo assim levaram perigo ao gol do novato Braden Holtby: uma das melhores chances foi quando Mikhail Grabovski aproveitou uma troca mal feita pela linha de Alexander Ovechkin e conseguiu um ataque em 3-contra-1 (infelizmente sem conseguir converter).

Aos 14:27, Washington foi recompensado pela superioridade no número de chutes a gol e fez o primeiro com Alexander Ovechkin num lance polêmico
(não vou dizer claramente pra não parecer tendencioso, mas é muito provável que tenha havido interferência em J.S. Giguère no lance).

No segundo período, o placar continuou o mesmo; o que mudou foi o jogo dos Leafs, que conseguiram equilibrar o número de chutes [no período] (12-11 a favor dos Caps) e se mostrar mais competitivos.

A “mesmice” do segundo período foi deixada de lado no terceiro. Com pouco mais de um minuto, Ovechkin faz o segundo dos Capitals. Após menos de dois minutos, Tim Brent marca com assistência dos bad boys Jay Rosehill e Dion Phaneuf e devolve a esperança aos Leafs. Washington faz seu terceiro gol com um belo gol de Matt Hendriks, após uma gigantesca bobeada da defesa dos Leafs. Com o passar do tempo, o drama do time casa só aumentava. Giguere foi para o banco e deu lugar para um atacante extra e uma imensa pressã0 do time da casa (Toronto teve 19 chutes a gol contra 8 de Washington no período), mas, apesar das tentativas, Holtby se manteve sólido e Ovechkin fez seu “hat trick” no finalzinho da partida, fechando o placar em 4-1 para os Capitals.

O próximo jogo dos Leafs será na segunda-feira, contra o Carolina Hurricanes. Toronto ainda briga por uma – distante – vaga nos playoffs, enquanto os Hurricanes estão em nono lugar [um abaixo da classificação para a pós-temporada]. Carolina contará com o experiente Cam Ward no gol, masnão terá um jogador do mesmo nível de Ovechkin (espero que isso facilite a vida do jovem elenco do Toronto).

Go Leafs Go!

21/01/2011 – Ducks @ Leafs – Vitória de um time “guerreiro”!

sexta-feira, 21 janeiro 2011 5 comentários

Após a humilhante derrota contra os Rangers no Madison Square Garden, os Leafs foram para casa, enfrentar o Anahein Ducks.

Acredito que o time tenha sentido muito a derrota no dia anterior, pois os Leafs vieram para o jogo com a “faca nos dentes”. Vieram com vontade de assar os patos!

Jean-Sebastien Giguere defenderia o gol dos Leafs contra sua ex-equipe, o Anahein Ducks. Ele estava muito ansioso por essa data, tanto que a circulou em seu calendário como sendo uma data “especial”.

O time dos Leafs começou o jogo cuidadoso, tentando não cometer erros e evitando se expor demais, porém os Ducks vieram para cima, tentando se aproveitar da baixa moral do time dos Leafs após a derrota por 7 a 0. Colton Orr partiu para a briga com George Parros dos Ducks e acabou caindo com o rosto no gelo, com parros por cima. Orr não retornou mais após essa briga.

Os Ducks começaram melhor e logo aos 7m55s Dan Sexton abriu o placar.

A partir deste momento, parece que os jogadores dos Leafs acordaram e o jogo mudou … Os Leafs agora dominavam o gelo e distribuíam checks nos jogadores dos Ducks. Phaneuf deu um hit em Matt Beleskey dos Ducks, atirando o jogador à parede, sem dó!!!

Os Leafs empataram com Clarke MacArthur num rebote de Phil Kessel aos 11m43s. Ambas equipes tiveram outras ótimas chances de gol, porém os goleiros, Giguere e Jonas Hiller, fizeram defesas espetaculares. E terminou o primeiro período, empatado.

E começa o segundo período, com os Leafs no powerplay, cometido no último segundo do primeiro período por Bobby Ryan, porém os Leafs não conseguem converter as chances no gol da virada. Aos 5m23s, Brandon McMillan aproveita um rebote e uma certa falha de Giguere, que não conseguiu segurar o puck em sua luva e o deixou escorregar por entre as pernas, beeeem devagar até cruzar a linha do gol dos Leafs, quando Phaneuf tentou salvar, e não conseguiu, marcou o segundo gol dos Ducks.

Na sequência os Leafs deram dois powerplays aos Ducks, mas o time estava jogando de forma tão agressiva que dominava até mesmo em desvantagem numérica, quando Bozak (@bozie42) desferiu um check certeiro em Dan Sexton, atrás do gol dos Ducks! Os leafs marcaram o gol de empate com Carl Gunnarsson, após Clarke MacArthur circular o gol dos Ducks e dar o passe “açucarado” para o defensor, aos 13m10s.

O segundo período ainda teria o gol da virada, anotado por Tyler Bozak aos 16m15s. Ducks 2 – Leafs 3.

O terceiro período, mesmo com os Leafs praticando um jogo bem físico, não teve um pênalti sequer. Daryl Boyce também distribuiu bons checks nos jogadores dos Ducks e o time continuou jogando bem. Mikhail Grabovski marcou mais dois gols para os Leafs, aos 5m57s e 11m40s, dando uma vantagem tranquila e uma vitória muito esperada pelo time de Toronto. Neste período, Giguere defendeu um chute e o puck estourou no travessão do gol dos Leafs. O narrador até chegou a gritar gol para os Ducks, mas o replay mostra claramente que o puck não entrou!

Se os Leafs jogarem com a garra, e espírito “guerreiro” que demonstraram no jogo de ontem, ainda dá para ir aos playoffs, porém o time não tem mantido uma constância, como podemos comprovar nestes últimos dois jogos!

Vocês podem ver os melhores lances dessa partida entre Ducks e Leafs, incluindo os checks e o puck no travessão, num resumo em 6 minutos, aqui.

Os Leafs agora aguardam a visita do Washington Capitals, de Ovechkin e Semin. O confronto será amanhã à noite no Air Canada Centre!

%d blogueiros gostam disto: