Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Corey Crawford’

13/03/2019 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 14 março 2019 Deixe um comentário

Não jogamos bem contra o Tampa Bay Lightning e acho que isso poderia ter gerado um sentimento de necessidade e urgência maior na equipe dos Leafs, mas o que mostramos no primeiro período do jogo contra o Chicago Blackhawks, na Scotiabank Arena, nos deixou a todos preocupados.

Zach Hyman, Kasperi Kapanen, Travis Dermott e Jake Gardiner estavam fora da equipe, contundidos.

O jogo começou, mas sem o Toronto Maple Leafs no gelo. Parecia que o Chicago Blackhawks jogava sozinho e o resultado disso foram quatro gols dos Blackhawks e Frederik Andersen sendo retirado do jogo, substituído por Garret Sparks, pelo segundo jogo consecutivo. Duncan Keith abriu o placar aos 03m19s, Brendan Perlini ampliou aos 12m55s, Dominic Kahun aos 17m13s e Brandon Saad aos 18m46.

No segundo período, já sem Freddie, Alex DeBrincat marcou mais um para os Blackhawks aos 12m32s. Os Leafs voltaram melhor pro segundo período, mas não é fácil sair de um buraco de cinco gols! Andreas Johnsson marcou seu vigésimo gol da temporada tirando o zero dos Leafs do placar aos 18m27s, mas ainda estávamos longe de oferecer qualquer perigo à vitória dos Blackhawks.

O terceiro período viu os Leafs que todos queremos ter no gelo! Um time com raça e vontade de vencer, mesmo com quatro gols de desvantagem. Pressionamos tanto que fomos nos aproximando no placar. Primeiro foi Auston Matthews aos 07m57s. Nesse gol, William Nylander conseguiu marcar seu centésimo ponto na NHL. Depois Morgan Rielly chutou da linha azul aos 10m55s, num powerplay, e bateu Collin Delia, que substituiu Corey Crawford no início do terceiro período. John Tavares marcou o quarto gol dos Leafs faltando apenas 1m31s para o final do período. Foi seu gol de número 39, seu recorde pessoal em número de gols numa mesma temporada, e ainda temos 12 jogos antes de terminarmos a temporada regular! Os Leafs que já estavam sem Sparks no gol, no chamado Empty Net, pressionaram muito nestes 90s finais, com várias chances de empatar. Teve puck desviado que passou ao lado da trave, chutes cujo rebote acabou desviando por milímetros dos tacos de jogadores dos Leafs, teve até mesmo o goleiro Collin Delia movendo o gol segundo antes de um segundo gol de Tavares. Revendo a jogada, parece que não foi intencional, mas Delia já estava sem seu taco e não posso colocar minha mão no fogo de que isso não foi uma tática para parar a partida e retirar um pouco da pressão sofrida por ele. No final, não conseguimos o gol do empate e o Chicago Blackhawks saiu com a vitória.

A equipe dos Leafs não pode começar a partida como começaram hoje e depois correr atrás do prejuízo! Se começassem como jogaram no terceiro período, com certeza não teríamos sido derrotados!

Amanhã receberemos a visita do Philadelphia Flyers e, espero que estejamos preparados para 60 minutos de hóquei da nossa parte!

Go Leafs Goooooo

Anúncios

18/03/2017 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 20 março 2017 Deixe um comentário

Atualmente classificados para os playoffs, o Toronto Maple Leafs recebeu a visita a forte equipe do Chicago Blackhawks, buscando manter as vitórias e somar pontos.

Os Blackhawks são uma equipe muito bem entrosada e que possui jogadores como Jonathan Toews e Patrick Kane, que podem definir a partida a qualquer descuido da equipe adversária. 

O Toronto Maple Leafs jogou muito bem e conseguiu sair na frente no placar com um gol de Auston Matthews aos 08m25s do primeiro período, num contra ataque onde recebeu um passe de William Nylander e desviou para o gol de Corey Crawford, que não conseguiu defender. Os Leafs conseguiram marcar os jogadores dos Blackhawks e mantinham o controle da partida, com ótima atuação de Frederik Andersen. 

No segundo período os Blackhawks usaram sua experiência e qualidade para pressionar os Leafs. Aos 10m51s, John Hayden marcou o seu primeiro gol na NHL e empatou a partida. 

O terceiro período viu uma disputa mais equilibrada e viu Crawford realizar uma defesa espetacular contra Auston Matthews, onde a defesa foi feita com o taco, mas com a parte que fica atras de mão do goleiro! Impressionante!

O jogo acabou sendo decidido na prorrogação onde James Van Riemsdyk não conseguiu converter um contra-ataque, mas Ryan Hartman se aproveitou da oportunidade que teve, aos 04m43s da prorrogação. Panarin fez uma jogada que por muitos foi considerada como “offside”, o nosso famoso impedimento, pois cruzou a linha azul antes do puck e, depois fez o passe para o gol de Hartman. A jogada foi revista e o gol confirmado. Parece que ele estava controlando o puck e não mais tocou no disco, voltando a fazê-lo após cruzar a linha azul. Enfim, foi uma decisão muito controversa, mas os Blackhawks saíram com a vitória. 

Com o ponto marcado ao empatar no tempo regular, os Leafs se mantiveram na classificação aos playoffs!  

Hoje enfrentamos o Boston Bruins, numa disputa direta pelos playoffs e com Brad Marchand jogando muito bem! 

Go Leafs Gooooo

01/11/2014 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 03 novembro 2014 Deixe um comentário

Após a vitória da noite anterior, os Leafs tinham mais uma parada dura pela frente, apesar do jogo ser no Air Canada Centre, o Chicago Blackhawks de Jonathan Toews.

Season_2014-15_Goalies_Game12Os Leafs jogaram muito bem por dois períodos e, mesmo apesar de terem jogado na noite anterior, impunham o seu ritmo de jogo. Aos 14m10s, Nazem Kadri recebe um passe de Daniel Winnik e abre o placar com o seu quarto gol da temporada. Aos 16m28s, aproveitando-se de um powerplay, Brad Richards empata para os BlackHawks chutando enquanto James Reimer estava encoberto por Andrew Shaw.

No segundo período o time visitante passou à frente no placar com um gol de Brent Seabrook também em powerplay aos 04m18s. O gol foi muito parecido com o de Brad Richards, onde Andrew Shaw também impediu a visão clara da jogada, por James Reimer. Aos 05m22s, James Van Riemsdyk, que pela primeira vez enfrentou o seu próprio irmão, atualmente jogando nos BlackHawks, marcou um gol onde ele interceptou um passe na zona de ataque dos Leafs e partiu sozinho contra Corey Crawford.

Season_2014-15_Score_Game12O empate terminou aos 02m21s do terceiro período numa jogada em que Leo Komarov dominou o puck atras do gol de Crawford e passou para Peter Holland mandar para o fundo da rede. Depois deste gol, acabou a energia dos Leafs e quem domino a partida foram os BlackHawks que desferiram 27 chutes à gol somente no terceiro período, todos defendidos por Reimer.

Foi uma ótima vitória, contra um forte time, sempre presente nos playoffs, e na noite seguinte da vitória contra os Blue Jackets.

O próximo jogo é amanhã, 04/11 em Arizona, contra o Arizona Coyotes.

Go Leafs Gooo

JVR_100points_Leafs

29/02/2012 – Toronto Maple Leafs @ Chicago Blackhawks

quinta-feira, 01 março 2012 2 comentários

Ainda tentando se reencontrar após um mês em “Queda Livre” (Free Falling February) os Leafs foram visitar os BlackHawks, um adversário membro dos Original Six, de quem os Leafs não ganhavam a mais de 6 jogos! Os BlackHawks por sua vez também vinham de derrotas seguidas e buscavam, em casa, voltar a vencer.

No gol dos Leafs, que perderam obtém para o Flórida Panthers, estava Jonas Gustavsson em sua primeira aparição após a derrota para os Devils, onde na prorrogação ele desviou um puck que iria para fora do gol dos Leafs, para as redes, dando a vitória ao time de New Jersey.

Os Leafs começaram bem, como a muito tempo não se via, e Tyler Bozak abriu o placar logo aos 59s, após Johnny Oduya, recém chegado aos BlackHawks, errar a tacada e fazer com que o puck chegasse até Bozak, na lateral do gol de Corey Crawford. A partida estava bem equilibrada e Jonas Gustavsson efetuou belas defesas até que aos 11m01s, Andrew Shaw marcou o gol de empate para os BlackHawks, se livrando de Jake Gardiner e chutando no canto direito de Gustavsson. Pouco tempo depois, aos 11m29s foi a vez dos Leafs voltarem à frente no placar com um gol em powerplay onde Phil Kessel chutou e Joffrey Lupul desviou para a rede. O período ainda veria o terceiro gol dos Leafs, marcado por Clarke MacArthur aos 16m53s e o segundo gol do time da casa, marcado por Marcus Kruger aos 19m30s.

Para o restante da partida os BlackHawks decidiram retirar Corey Crawford, substituindo-o por Ray Emery. Neste período os Leafs pararam de jogar e permitiram aos BlackHawks o gol de empate aos 08m33s com Patrick Kane. Marian Hossa recebeu um belo passe e conseguiu manter o controle do puck, mesmo com Bozak marcando de perto e aos 12m06s marcou o gol da virada dos BlackHawks!

Para o terceiro período, os Leafs bem que tentaram o empate, mas no ultimo minuto, quando os Leafs estavam com um jogador a mais no gelo, sem o goleiro Jonas Gustavsson, Marian Hossa marcou o quinto gol dos BlackHawks faltando apenas 16s para o término do período! Num dos últimos ataques, Mike Brown consegue marcar o quarto gol dos Leafs restando apenas 4s para o fim da partida e para a vitória que ficou com o time da casa!

Nesta partida os Leafs mostraram-se bem no início da partida, mas não mantiveram o mesmo nível de jogo nos outros dois períodos! Jonas Gustavsson, apesar de tomar 4 gols ( o quinto foi em Empty Net), jogou bem.

O mês de Fevereiro assombrou os Leafs que entraram em queda livre na classificação! Vamos ver o que março nos reserva! A primeira batalha de março será no sábado, contra os Canadiens! Temos que voltar a vencer e nada melhor que uma rivalidade regional para animar e incentivar os jogadores! Depois dos Canadiens, na terça-feira temos pela frente os Bruins, nossa pedra no sapato nesta temporada! Se os Leafs continuarem jogando como vêm jogando, tomaremos mais uma goleada!

Ainda dá tempo de ir aos playoffs, mas começo a me perguntar se não seria melhor nem ir, ou se mesmo que sejamos varridos na primeira rodada, se tiramos esse peso de não ir aos playoffs desde o lockout!

Goo Leafs Goooo – Mas Gooo Now !!!!!

05/03/2011 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

domingo, 06 março 2011 Deixe um comentário

Com a derrota dos Hurricanes e a vitória de Rangers e Sabres, uma vitória dos Leafs deixariam os times todos com diferença de um ponto entre eles(69 Leafs, 70 Sabres, 71 Hurricanes, 72 Rangers), mas como não podemos vencer sempre …

Os Leafs começaram o jogo muito devagar … lentos … pareciam que tinham jogado na noite anterior … e, mal começou o jogo quando Carl Gunnarsson, numa jogada que seria fácil, saindo da defesa dos Leafs, tentou fazer um passe longo para conectar com o ataque, mas entregou o puck para Marian Hossa. O excelente jogador dos Blackhawks não desperdiçou a chance e marcou o primeiro da partida aos 01m10s. James Reimer estava encoberto por um defensor, provavelmente Gunnarsson mesmo, e não defendeu o puck que entrou no meio de suas pernas! Com os Leafs ainda sonolentos, Michael Frolik aumentou para os Blackhawks aos 04m13s. Mais pro final do período, os Leafs tentavam chegar ao gol de Corey Crawford, mas o goleiro do Chicago estava numa noite excepcional e, aos 15m37s foi a vez do capitão dos Blackhawks, Jonathan Toews, marcar o terceiro, após receber um lindo passe de Patrick Kane que o deixou em frente ao gol.Placar no final do primeiro período, Blackhawks 3 x Leafs 0.

Para o início do segundo período ficou aquela dúvida … Ron Wilson retiraria James Reimer, ou o manteria na partida? Reimer foi mantido e, aparentemente, os Leafs acordaram e a partida já estava com um volume de jogo igual para ambas equipes.Aos 07m28s, Joffrey Lupul consegue vencer Corey Crawford a diminui para 3 a 1. O momento do jogo virou e agora era totalmente dos Leafs, mas por apenas 3minutos e meio, pois aos 11m51s, Viktor Stalberg, ex-Leafs enviado ao Chicago na troca por Kris Versteeg, voltou a colocar a diferença no placar em 3 gols. Ainda daria tempo de aos 17m57s, Bryan Bickell aumentar o placar para 5 a 1.

Dessa vez não teve jeito e Reimer foi substituído por Jean-Sebastién Giguere no início do terceiro período. Somente neste período o Toronto conseguiu segurar o potente ataque dos Blackhawks e diminuiu o placar com Joey Crabb aos 04m26s e com Luke Schenn aos 19m03s, mas já era tarde demais.Neste período, Grabovski sofreu penalti ao se dirigir ao gol de Crawford e os Leafs tiveram um penalty shot que poderia mudar a partida, mas infelizmente Grabo fez um movimento sensacional que foi defendido pela perna esquerda de Crawford (coisas de jogo). Crawford também defendeu um tiro à queima roupa de Mike Brown. Estes dois gols poderiam ter levado a partida à prorrogação, mas o placar final foi Blackhawks 5 x Leafs 3.

Os Leafs continuam na briga pelos playoffs, ainda mais porque têm disputas diretas contra os Hurricanes e os Sabres, os dois times à sua frente na classificação da conferência leste.

O próximo jogo é na terça-feira, quando os Leafs visitam os Islanders! Como eu já disse em outro post, todos os jogos são decisivos agora … todos pontos são imprescindíveis na busca pelos playoffs!

GO LEAFS GOOOO – RUMO AOS PLAYOFFS!

 

 

%d blogueiros gostam disto: