Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Garret Sparks’

13/03/2019 – Chicago Blackhawks @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 14 março 2019 Deixe um comentário

Não jogamos bem contra o Tampa Bay Lightning e acho que isso poderia ter gerado um sentimento de necessidade e urgência maior na equipe dos Leafs, mas o que mostramos no primeiro período do jogo contra o Chicago Blackhawks, na Scotiabank Arena, nos deixou a todos preocupados.

Zach Hyman, Kasperi Kapanen, Travis Dermott e Jake Gardiner estavam fora da equipe, contundidos.

O jogo começou, mas sem o Toronto Maple Leafs no gelo. Parecia que o Chicago Blackhawks jogava sozinho e o resultado disso foram quatro gols dos Blackhawks e Frederik Andersen sendo retirado do jogo, substituído por Garret Sparks, pelo segundo jogo consecutivo. Duncan Keith abriu o placar aos 03m19s, Brendan Perlini ampliou aos 12m55s, Dominic Kahun aos 17m13s e Brandon Saad aos 18m46.

No segundo período, já sem Freddie, Alex DeBrincat marcou mais um para os Blackhawks aos 12m32s. Os Leafs voltaram melhor pro segundo período, mas não é fácil sair de um buraco de cinco gols! Andreas Johnsson marcou seu vigésimo gol da temporada tirando o zero dos Leafs do placar aos 18m27s, mas ainda estávamos longe de oferecer qualquer perigo à vitória dos Blackhawks.

O terceiro período viu os Leafs que todos queremos ter no gelo! Um time com raça e vontade de vencer, mesmo com quatro gols de desvantagem. Pressionamos tanto que fomos nos aproximando no placar. Primeiro foi Auston Matthews aos 07m57s. Nesse gol, William Nylander conseguiu marcar seu centésimo ponto na NHL. Depois Morgan Rielly chutou da linha azul aos 10m55s, num powerplay, e bateu Collin Delia, que substituiu Corey Crawford no início do terceiro período. John Tavares marcou o quarto gol dos Leafs faltando apenas 1m31s para o final do período. Foi seu gol de número 39, seu recorde pessoal em número de gols numa mesma temporada, e ainda temos 12 jogos antes de terminarmos a temporada regular! Os Leafs que já estavam sem Sparks no gol, no chamado Empty Net, pressionaram muito nestes 90s finais, com várias chances de empatar. Teve puck desviado que passou ao lado da trave, chutes cujo rebote acabou desviando por milímetros dos tacos de jogadores dos Leafs, teve até mesmo o goleiro Collin Delia movendo o gol segundo antes de um segundo gol de Tavares. Revendo a jogada, parece que não foi intencional, mas Delia já estava sem seu taco e não posso colocar minha mão no fogo de que isso não foi uma tática para parar a partida e retirar um pouco da pressão sofrida por ele. No final, não conseguimos o gol do empate e o Chicago Blackhawks saiu com a vitória.

A equipe dos Leafs não pode começar a partida como começaram hoje e depois correr atrás do prejuízo! Se começassem como jogaram no terceiro período, com certeza não teríamos sido derrotados!

Amanhã receberemos a visita do Philadelphia Flyers e, espero que estejamos preparados para 60 minutos de hóquei da nossa parte!

Go Leafs Goooooo

Anúncios

11/03/2019 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 12 março 2019 Deixe um comentário

Voltando de três jogos no oeste canadense, com duas vitórias e um tropeço na prorrogação, o Toronto Maple Leafs recebeu o melhor time da NHL nesta temporada, o único já classificado aos playoffs, o Tampa Bay Lightning.

Posso dizer que com uma vitória cada um nos jogos entre as equipes nesta temporada, os Leafs tinham chances contra os Bolts, mas realmente não jogamos bem e não conseguimos dominar o gelo. Os Bolts dominaram a partida desde o primeiro período e os Leafs, ao final ficaram apenas vendo os gols serem marcados, quase todos por pucks desviados por jogadores dos Bolts.

Tyler Johnson abriu o placar aos 10m07s do primeiro período enquanto Anthony Cirelli marcou o segundo aos 18m38s.

Tyler Johnson marcou seu segundo gol da partida aos 04m20s do segundo período. Ondrej Palat ampliou o placar aos 04m50s. Foi quando os Leafs tiveram uma belíssima jogada de Auston Matthews, que partiu com o puck na zona neutra e tirou Brayden Point da jogada, para marcar no cantinho de Andrei Vasilevskiy aos 11m49s. Para o desespero dos torcedores dos Leafs, Cedric Paquette marcou o quinto gol dos Bolts, com is Leafs no powerplay, aos 18m16s. Morgan Rielly errou a jogada na linha azul de ataque dos Leafs e os Bolts partiram para o ataque, com Rielly seguindo para defender, mas com todos os outros jogadores de linha dos Leads indo ao banco para dar espaço para uma troca de linha. No final, Rielly ficou só contra 3 jogadores dos Bolts, o que resultou no gol sobre Garret Sparks, já que Freddie havia sido retirado após o quarto gol!

Paquette voltou a marcar aos 05m59s do terceiro período, em outro desvio do puck para o gol. Faltando 5 segundos para o final da partida, os Leafs encontraram oportunidade para mais um gol, dessa vez de Connor Brown!

Foi uma derrota com letra maiúscula, com a equipe sendo dominada, com erros como o que deixou Rielly sozinho na defesa, mas espero que Babcock e sua equipe de técnicos possa contornar a situação e nos preparar para os últimos 13 jogos da temporada!

Ainda podemos vender o último jogo entre os Leafs e os Bolts, a ser jogado em 4 de abril em Toronto! Os Bolts venceram dois jogos e os Leafs, um!

Go Leafs Goooooooo

10/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ New York Rangers

segunda-feira, 11 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Após a vitória de ontem contra os Canadiens, o Toronto Maple Leafs foi até o Madison Square Garden enfrentar o New York Rangers, porém a sequência de vitórias da equipe foi frustrada.

Como Frederik Andersen jogou na noite de ontem, Garret Sparks ocupou a posição, para dar um descanso a Freddie. Pelos Rangers, a mesma coisa, com Alexandar Georgiev substituindo Henrik Lundqvist.

O jogo nem havia começado e a defesa dos Leafs parecia confusa. Jake Muzzin estava com o puck a seu alcance, mas não limpou o puck, deixando Mika Zibanejad chutar e Garret Sparks não fechar o gol, permitindo o primeiro gol da boate logo aos 00m28s de jogo. Kasperi Kapanen interceptou um passe dos Rangers na zona neutra e empatou a partida vencendo Georgiev com sua velocidade e ótimo chute aos 10m35s. Infelizmente não estávamos bem na noite e, aos 14m05s, Jimmy Vesey recebeu belíssimo passe se Chris Kreider e chutou certeiro por sobre o ombro esquerdo de Sparks.

Não é que os jogadores dos Leafs não tenham tentado, eles tentaram e até muito, mas foram simplesmente anulados por Georgiev que teve uma noite praticamente perfeita. O goleiro reserva dos Rangers, simplesmente não permitiu mais gols dos Leafs, defendendo tudo e mais um pouco!

Ao final da partida, os Leafs deram 56 chutes ao gol de Georgiev, que defendeu 55 deles, garantindo a vitória da equipe da casa! Os Rangers ainda marcaram mais dois gols no terceiro período, o terceiro após Jake Muzzin, novamente, não conseguir limpar-me-ei puck da zona neutra e com Garret Sparks muito lento para fechar o gol. E o último já no último minuto de jogo, com os Leafs em Empty Net.

Agora é não olhar para trás e focar nos próximos jogos!!!

Go Leafs Goooooooooooooooo

02/02/2019 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 08 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Vindos de Detroit com uma derrota na prorrogação, não houve muito tempo para nos sentirmos mal, pois precisávamos estar bem e descansados para jogar contra o Pittsburgh Penguins na Scotiabank Arena em menos de 24 horas.

Os Penguins vieram com tudo e apesar de estarmos jogando bem, abriram dois gols de vantagem no placar, com Sidney Crosby aos 10m01s, em powerplay, e com Teddy Blueger aos 13m20s. Auston Matthews diminuiu para os Leafs aos 17m25s, vencendo Matt Murray.

O segundo período viu Travis Dermott e Zach Hyman virarem o placar para os Leafs, que não desistiram da partida apesar de estarem dois gols atrás! Isso aliás vem sendo o padrão para essa equipe, muito diferente de alguns anos atrás onde a equipe simplesmente sumia após tomar um gol!

Os Penguins simplesmente não conseguiram mais empatar a partida, apesar de levarem perigo ao gol de Garret Sparks.

Go Leafs Gooooo

18/01/2019 – Toronto Maple Leafs @ Florida Panthers

domingo, 20 janeiro 2019 Deixe um comentário

Após uma importante vitória sobre o líder da NHL, o Tampa Bay Lightning, o Toronto Maple Leafs foi até Sunrise enfrentar o Florida Panthers, equipe que ainda não havia vencido neste ano.

Os Leafs estavam jogando pela segunda noite seguida e isso pode ser um problema pois a equipe pode ter menor energia para enfrentar um segundo adversário, ainda mais quando o adversário joga em casa, com o apoio da torcida.

O jogo começou bem para os Leafs, com Ron Hainsey marcando um belo gol em Roberto Luongo aos 01m49s. Esse gol fez parecer que os Leafs dominariam a partida, mas não foi isso que aconteceu. A equipe não se encontrava no gelo. Não acertava passes, não conseguia sair da defesa e, quando o fazia, não levava perigo ao gol de Luongo. Mike Hoffman empatou a partida aos 09m02s e Mike Mathewson virou para os Panthers aos 14m59s. Os Leafs deram apenas 4 chutes à gol no primeiro período.

O segundo período viu a mesma falta de energia e aplicação por parte dos Leafs. Auston Matthews e William Nylander pareciam não estar no elenco. Mitch Marner e Kasperi Kapanen até tentaram, mas não acertaram passes, perdiam o puck no ataque, e a equipe rifava o puck pro ataque, sem qualquer perigo para os Panthers.

A situação continuou patética no terceiro período e, com a equipe errando passes Mike Babcock retirou Garret Sparks, que estava muito bem no jogo, já que jogou praticamente sozinho, sem um time à sua frente, para tentar pressionar pelo gol de empate, mas o que aconteceu foi exatamente o contrário. A equipe, perdida e sem entrosamento, não conseguia passar o puck nem a 1 metro de distância e, com isso, os Panthers dominaram o puck e chutaram de longe. Frank Vatrano marcou o gol que fechou o placar em 3 a 1 para o Florida Panthers.

Foi um dos piores jogos dos Leafs nos últimos tempos.

Temos que tentar esquecer esse jogo e ficar nos próximos, pois os Canadiens e os Bruins estão muito próximos de nós na classificação da divisão!

Go Leafs Goooooo

29/12/2018 – New York Islanders @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 04 janeiro 2019 Deixe um comentário

Finalmente chegou o dia de John Tavares enfrentar sua ex-equipe, o New York Islanders, e foi no último jogo dos Leafs em 2018, no Scotiabank Arena.

Infelizmente para Tavares e para o Toronto Maple Leafs, a equipe não jogou bem e deu muitas chances para o time dos Islanders, treinados pelo técnico atual campeão da Stanley Cup, Barry Trotz.

Valteri Filppula abriu o placar aos 09m35s do primeiro período e Garret Sparks efetuou varias defesas evitando um placar mais elástico no período. Os Leafs simplesmente não conseguiam fazer jogadas ou sair bem da zona defensiva.

O segundo período foi totalmente de Mathew Barzal, que marcou um natural hat-trick, ou seja, três gols na sequência, aos 02m49s, 04m56s em powerplay e aos 10m33s, já definindo o que seria o placar final da partida. Barzal foi o primeiro jogador dos Isles a marcar um hat-trick contra os Leafs desde a lenda Mike Bossy, na década de 80!

Os Leafs bem que tentaram marcar, mas esbarravam na sua própria falta de qualidade e nas defesas de Robin Lehner, que garantiu a vitória dos Isles por shutout.

Não foi o final de ano dos sonhos de Tavares e dos Leafs! Foi um jogo a se esquecer para que em 2019 tenhamos chances reais de disputar a tão sonhada e aguardada Stanley Cup!

Go Leafs Gooooooooo

28/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

quinta-feira, 03 janeiro 2019 Deixe um comentário

No penúltimo jogo de 2018, o Toronto Maple Leafs foi fazer mais uma visita aos Columbus Blue Jackets e, com Frederik Andersen contundido, foi a vez de Garret Sparks ter sua chance no gol dos Leafs.

O time de Toronto voltava de longo descanso de Natal e entrou bem no jogo. Aos 02m22s, John Tavares abre o placar com um gol em powerplay sobre Sergei Bobrovsky. Nick Foligno empatou o jogo aos 04m47s, mas John Tavares voltou a marcar aos 18m04s, voltando a dar à liderança aos Leafs.

Os dois gols de Tavares tiveram assistências de Mitch Marner, que chegou a 49 assistências nas suas três primeiras temporadas na NHL e nos Leafs, sendo o primeiro jogador da história da franquia a conseguir tal feito. Além das assistências, Marner marcou um gol no segundo período, aos 09m46s, deixando o time da casa mais confortável.

O último período viu Frederik Gauthier marcar o seu segundo gol da temporada, aos 13m44s e Artemi Panarin ainda marcou o segundo dos Blue Jackets aos 18m32s, mas já não havia tempo para mais nada.

Foi uma ótima vitória dos Leafs jogando fora de casa!

Go Leafs Goooooo

%d blogueiros gostam disto: