Anúncios

Archive

Posts Tagged ‘Leo Komarov’

03/04/2017 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

terça-feira, 04 abril 2017 Deixe um comentário

Voltando de Detroit o Toronto Maple Leafs foi visitar o Buffalo Sabres antes de chegar em casa. Os Sabres levaram a melhor no jogo anterior e os Leafs têm um certo problema para vencer jogos na casa dos Sabres, conforme o recorde histórico nos mostra. 

Esse jogo teve ainda mais um fator inusitado que foi a estréia de Alex Nylander, irmão de William Nylander, jogando pelos Sabres. Ou seja, havia uma daquelas disputas com irmãos jogando em lados diferentes do gelo. 

Os Leafs começaram o jogo de forma alucinante e dominaram os Sabres que só deram 2 chutes ao gol de Frederik Andersen no primeiro periodo. A equipe de Toronto conseguiu marcar três gols em apenas 43s, quase batendo o recorde da equipe que é de 39s, mas de uma época em que não havia televisão para gravar tal feito. Leo Komarov abriu o placar aos 04m26s, recebendo uma assistência de Nazem Kadri. Aos 05m01s, William Nylander deu um passe de costas para Auston Matthews que marcou o seu gol de número 39. Com a assistência, Nylander chegou aos 60 pontos assim como outros quatro jogadores da equipe. Aos 05m09s, James Van Riemsdyk marcou o terceiro dos Leafs logo após um face-off na zona ofensiva. Com este gol, Robin Lehner foi retirado do jogo e substituído por Anders Nilsson. 

No segundo período, os Leafs estavam em powerplay com chances de ampliar o placar, mas o puck acabou perdido na zona neutra e Jame Gardiner ao invés de patinar ao encontro do puck, patinou para trás para cobrir a defesa e deixou Ryan O’Reilly dominar o puck e partir em velocidade, vencendo Gardiner e também vencendo Andersen, aos 01m51s, marcando um gol shorthanded. Jake Gardiner precisa estar mais atento a essas jogadas e ser mais agressivo, pra dominar o puck. 

No terceiro período, Nazem Kadri continuava em sua disputa territorial no ataque e, após ser empurrado por Ristolainen e Anders Nilsson, ficou livre para receber o puck e marcar o quarto gol dos Leafs, em powerplay, aos 05m50s. Com o jogo já vencido, aos 19m04s, a defesa dos Leafs teve mais um erro e Jack Eichel acabou marcando o segundo gol dos Sabres.

Auston Matthews, quebrou o recorde de pontos marcados por um jogador novato dos Leafs na temporada de estréia, com 67 pontos! 

Para nossa alegria, o Ottawa Senators perdeu na noite, no shootout, o que nos fez abrir um ponto deles na classificação para os playoffs! 

Hoje, sem muito descanso, enfrentaremos o Washington Capitals em Toronto. 

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

28/03/2017 – Florida Panthers @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 29 março 2017 Deixe um comentário

Com a pressão sobre os ombros, o Toronto Maple Leafs recebeu o Florida Panthers precisando vencer para se manter na terceira posição, ainda à frente do Boston Bruins e do Tampa Bay Lightning que estão disputando a segunda vaga de Wild Card. 

Sem Frederik Andersen no gol, Curtis McElhinney foi o goleiro titular dos Leafs, com Garret Sparks no banco. Pelos Panthers, James Reimer estava no gol. 

Os Leafs dominaram os Panthers desde o início e somente deixaram o time visitante desferir dois chutes ao gol de McElhinney, mas marcaram dois gols no período. O primeiro foi marcado por Auston Matthews, aos 11m54s. Esse gol foi o 35º dele na temporada, passando o recorde de Wendel Clark. William Nylander marcou mais um ponto e estendeu seu recorde de número de jogos seguidos marcando pontos! Acho que agora são 12! Leo Komarov marcou o segundo gol dos Leafs aos 14m43s dando mais conforto no placar. 

O segundo período viu os Leafs continuarem dominando os Panthers. James Reiner acabou deixando a partida após Brian Boyle acabar acertando sua cabeça numa jogada em que tentava roubar o puck do defensor dos Panthers indo para trás do gol de Reimer, que estava no canto do gol defendendo qualquer possível desvio do puck. Reto Berra o substituiu e não houve mais informações das condições de Reimer após o jogo. Quem acabou marcando no período foi Reilly Smith, diminuindo a vantagem dos Leafs, aos 15m31s, num gol até que estranho, onde o puck foi desviado meio alto e acabou entrando. 

No período final Zach Hyman marcou um gol shorthanded, voltando a dar certa segurança aos Leafs, aos 03m32s. No finalzinho, faltando apenas 56s para o jogo acabar, Jaromir Jagr se aproveitou de um chute que acertou a trave de McElhinney e ficou livre para ele chutar e marcar, num powerplay concedido por uma penalidade de Nylander. Os 56 segundos finais viu os Leafs segurarem a vitória!

Amanhã os Leafs enfrentam o Nashville Predators fora de casa e será mais uma batalha para se manter na terceira posição. 

Go Leafs Goooooo

22/03/2017 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

quinta-feira, 23 março 2017 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs foi à Columbus enfrentar uma equipe muito forte, que buscava a liderança da NHL, para empatar com o Washington Capitals. O Columbus Blue Jackets vinha de 4 vitórias seguidas e acabaram por não conseguir vencer em casa, num jogo em que os Leafs foram muito aplicados taticamente. 

Aos 08m55s, Nazem Kadri se aproveitou de um erro do defensor dos Blue Jackets e passou para Leo Komarov abrir o placar. Auston Matthews também deixou o dele, o gol de número 33, aos 10m54s, com os Leafs em powerplay. Matthews está a apenas um gol do recorde de um jogador novato nos Leafs, que é de Wendel Clark. Muito provavelmente ele deve passar essa marca com 10 jogos ainda por jogar! 

No segundo período o time da casa voltou com muita energia e logo aos 43s, David Savard marcou para os Blue Jackets que ainda empataram a partida aos 06m58s com Brendan Saad. Os Leafs não se abalaram e continuaram jogando bem até que, aos 13m32s, os Leafs recuperaram o puck na zona defensiva e William Nylander estava na zona neutra em boa posição. Nylander recebeu o passe, controlou o puck e partiu sozinho contra Joonas Korpisalo, que não conseguiu defender o ótimo chute do jogador dos Leafs, que colocou o time de Toronto novamente à frente do placar. 

O terceiro período mal havia começado e Roman Polak cometeu um pênalti “major”, de maior risco ao jogador adversário, e recebeu 5 minutos de penalidade em que Polak não jogaria o restante da partida e os Leafs permaneceriam com um jogador a menos durante os 5 minutos completos. Por um erro, a equipe não colocou ninguém no penalty box, erro que fez com que, após matar os 5 minutos de penalidade, os Leafs ainda permaneceram mais 01m54s com um jogador a menos, pois a partida não havia sido interrompida. Foi um chute de Brian Boyle que foi parar no banco dos Blue Jackets que fez os Leafs voltarem a jogar em 5 contra 5.  Mike Babcock disse que esse erro vai servir para que ele nunca mais o cometa no futuro. Neste período, Nazem Kadri marcou aos 15m46s, numa jogada em que foi analisada a posição dele ao entrar na zona de ataque, mas que confirmou que não houve impedimento, e Nikita Zaitsev marcou aos 17m13s, chutando o puck desde a zona defensiva dos Leafs no gol aberto dos Blue Jackets que já jogavam em Empty-Net, tentando diminuir o placar com um jogador a mais no gelo. 

A vitória dos Leafs foi importantíssima pois foi contra uma equipe muito forte, fora de casa, e os colocou na terceira posição da divisão, passando o Boston Bruins. 

Os Leafs nem terão descanso, pois recebem o New Jersey Devils hoje, em Toronto.

Go Leafs Gooooo

14/03/2017 – Toronto Maple Leafs @ Florida Panthers

quinta-feira, 16 março 2017 Deixe um comentário

Iniciando uma série de jogos fora de casa os Leafs foram à Sunrise, visitar o Florida Panthers.

A disputa pela classificação aos playoffs está bem apertada com muitas equipes com pontuação muito próxima. Cada ponto conta nestes últimos 14 jogos da temporada regular. 

O Toronto Maple Leafs enfrentou James Reimer no gol dos Panthers e Reimer teve uma ótima noite, fazendo defesas bem difíceis e levando a equipe de Flórida à vitória. Já Frederik Andersen não estava bem e após tomar três gols em oito chutes à gol no primeiro período, foi sacado, sendo substituído por Curtis McElhinney no segundo período.

O primeiro período terminou com o placar de 3 a 1 para os Panthers, mas os Leafs e McElhinney não conseguiram se aplicar na defesa e o placar final foi de 7 a 2 para os Panthers.

Os gols dos Leafs foram marcados por Leo Komarov e Nikita Soshnikov, enquanto os Panthers marcaram com Aleksander Barkov, Colton Sceviour, Jonathan Marchessault, Reilly Smith, Keith Yandle e Jussi Jokinen.

Infelizmente não conseguimos vencer e os times que disputam a vaga aos playoffs conosco conseguiram. Tanto os Isles, quanto os Lightning venceram e nos passaram na classificação, porém eles têm um jogo a menos até o final da temporada, o que, matematicamente nos da uma vantagem.

O próximo jogo é hoje, exatamente contra o Tampa Bay Lightning! Vai ser um jogo de playoffs! 

Go Leafs Goooooo

21/02/2017 – Winnipeg Jets @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 22 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Esse foi o último jogo entre essas equipes nesta temporada e a mídia norte americana coloca muita pressão na disputa entre os dois primeiros selecionados do Draft da NHL de 2016, Auston Matthews e Patrick Laine. São dois ótimos jovens jogadores que estão ajudando e muito suas equipes e que, indiretamente disputam a posição pelo melhor jogador novato da temporada. Ambos estavam empatados com 28 gols, mas Laine possuía 52 pontos no total, enquanto Matthews possuía 49.

O Toronto Maple Leafs começou bem e abriu o placar logo aos 01m02s num chute de Leo Komarov, sem ângulo, mas que acabou entrando no gol de Connor Hellebuyck. O Winnipeg Jets também pressionou e conseguiu marcar num Frederik Andersen um tanto mal na noite de ontem. Patrick Laine marcou aos 04m25s e Brian Little colocou os visitantes à frente aos 10m33s, em powerplay. 

Nazem Kadri recebeu um belo passe de Josh Leivo, que tinha dois defensores com ele, e fez um belo movimento, empatando a partida aos 15m52s. Os Jets não pararam de pressionar e num chute de longe, N. Helena voltou a colocar os Jets à frente aos 17m24s. O jogo ficou frenético no final do segundo período. Os Leafs acabaram por ganhar um powerplay e não desperdiçaram. William Nylander dominou o puck entre varios jogadoresndos Jets e passou na medida para Leo Komarov marcar o segundo gol da noite, voltando a empatar a partida aos 19m28s. Ainda nos segundos finais do período, Patrick Laine voltou a marcar após uma grande confusão e vários jogadores fora de posição. Laine ficou sozinho com o puck, de frente pro gol de Andersen e marcou o quarto gol dos Jets faltando apenas 3s para o término do segundo período. 

O jogo estava disputado e os Leafs ainda tinham chance no último período. Aos 03m30s, em outro powerplay, Auston Matthews chutou forte, o puck passou pelo lado direito do gol de Hellebuyck, bateu nas bordas e voltou pelo outro lado, na medida para William Nylander chutar de primeira, empatando a partida. O Powerplay dos Leafs é um dos melhores da liga! Esse gol levou o jogo à prorrogação, onde aos 02m29s, Jame Gardiner marcou o gol da vitória dos Leafs, que estão na terceira posição da sua divisão, 1 ponto à frente dos Bruins. 

Agora, com os dois gols marcados na noite, Patrick Laine tem 30 gols e 54 pontos, enquanto Matthews, que teve 3 assistências na noite, tem 28 gols e 52 pontos. A disputa continua!

Go Leafs Goooooo

17/01/2017 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs 

quarta-feira, 18 janeiro 2017 Deixe um comentário

A equipe do Toronto Maple Leafs está muito bem neste momento da temporada e isso foi provado ontem recebendo a visita do Buffalo Sabres.

O primeiro período, apesar de ter o número de chutes à gol igualado, nove para cada equipe, viu os Sabres levarem vantagem no placar com um gol de Kyle Okposo aos 10m16s, após um erro de Frederik Andersen que simplesmente devolveu um puck controlado ao adversário, que não desperdiçou e abriu o placar. No último minuto do primeiro período, foi a vez de Evander Kane ampliar com um forte chute num contra-ataque aos 19m27s.

O segundo período viu os Leafs voltarem mais agressivos e Leo Komarov precisou de apenas 32s para diminuir a liderança dos Sabres no placar, vencendo Robyn Lehner depois de receber um passe de Nazem Kadri. Matt Martin empatou a partida aos 08m29s com um chute de um ângulo bem difícil, mas que passou por Lehner. E Auston Matthews marcou o gol da virada aos 09m45s, depois de Connor Brown vencer uma disputa atras do gol de Lehner, passar para Zach Hyman que passou para Matthews sozinho em frente ao gol! Nesse momento o técnico dos Sabres, Dan Bylsma, retirou Lehner da partida, substituindo-o por Anders Nilsson. Lehner não gostou, encarou o técnico, chegou ao banco de reserva e, enfurecido, jogou sua mascara no chão. Mesmo assim, uma fã que estava ao lado do banco o estava filmando e ele deu tchau para ela, se mostrando simpático! Hehehehehe

O terceiro período viu os Leafs ampliarem com um gol de James Van Riemsdyk aos 13m04s, comprovando que o powerplay dos Leafs está perigoso nessa temporada! Mesmo assim, os Sabres ainda conseguiram o terceiro gol antes do fim do jogo, com William Carrier, mas já não dava tempo para engrenar uma reação maior e o placar acabou em Buffalo 3 @ Leafs 4.

Nesta partida Morgan Rielly saiu contundido e não retornou ao gelo, o que pode ser uma preocupação para o técnico Mike Babcock. Com isso Jake Gardiner ficou quase 30 minutos no gelo, para cobrir a falta do companheiro. 

Go Leafs Gooooo

Amanhã, quinta-feira 19 de Janeiro, os Rangers, que perderam de nós na semana passada, nos farão uma visita! 

03/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

quarta-feira, 04 janeiro 2017 Deixe um comentário

Após cinco vitórias seguidas, o Toronto Maple Leafs buscava manter a sequência contra o Washington Capitals. Até jogamos bem, mas o terceiro período tem sido nosso calcanhar de Aquiles e, ao final, acabamos perdendo na prorrogação. 

O jogo mal começou e concedemos um powerplay para os Capitals, que não desperdiçaram. Justin Williams abriu o placar logo aos 01m14s. Nazem Kadri empatou aos 06m39s também em powerplay e jos colocou de volta na partida. Estávamos jogando bem e Braden Holtby, o ótimo goleiro dos Capitals, parecia não estar em sua melhor noite, permitindo 3 gols em apenas 8 chutes no primeiro período. Connor Brown virou o placar aos 11m44s. T.J. Oshie empatou aos 16m00s, mas Frederik Gauthier voltou a colocar os Leafs à frente aos 18m06s. 

Braden Holtby acabou sendo substituído por Philipp Grubauer logo no início do segundo período. Numa jogada espetacular de Auston Matthews, que levou o puck para trás do gol de Grubauer e passou, de costas, para Leo Komarov marcar num powerplay aos 13m33s, dando uma liderança de dois gols no placar aos Leafs no início do terceiro período. 

Mais uma vez a “lentidão” do terceiro período veio para atacar os Leafs. Não sei se os jogadores jovens já pensam que o jogo esta ganho e diminuem o ritmo, ou se eles se aplicam tanto nos dois primeiros períodos que chegam ao terceiro mais cansados, mas a equipe simplesmente parou no gelo e sofreu com a pressão dos Capitals, que empataram o jogo com gols de Evgeny Kuznetsov aos 02m20s e Dimitri Orlov aos 03m39s. Os jogadores jovens dos Leafs estão muito bem e Mitch Marner recebeu o puck em ótima posição e partiu sozinho num contra-ataque, vencendo Grubauer aos 11m08s. Voltamos a respirar, mas por poucos minutos pois aos 13m55s, John Carlson voltou a empatar a partida. Só não perdemos no tempo regulamentar pois Frederik Andersen fez excelentes defesas no terceiro período. 

A decisão foi para a prorrogação e, dessa vez, a sorte não ficou ao lado dos Leafs, que deixaram ninguém mais, ninguém menos, que Alexander Ovechkin livre para desferir um potente chute, sem defesa para Andersen, fechando a partida e dando a vitória aos Capitals. 

Essa lentidão do terceiro período é algo em que Babcock precisa atuar, mas também pode ser devido à pouca experiência de muitos jogadores. Mas não podemos reclamar, afinal pontuamos nos últimos seis jogos, vencendo cinco deles!

Go Leafs Gooooo 

%d blogueiros gostam disto: