Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Leo Komarov’

05/03/2018 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sexta-feira, 09 março 2018 Deixe um comentário

Após a derrota no Stadium Series, em Annapolis, no sábado, o Toronto Maple Leafs foi à Buffalo, mas não mudou sua sequência de derrotas.

O time jogou melhor que o Buffalo Sabres, mas não conseguiu sair com a vitória. E, jogar melhor que o Buffalo não é lá nenhum feito, já que a equipe está na última colocação na classificação geral da NHL.

Os Sabres abriram o placar aos 01m53s com Sam Reinhart, num chute de Rasmus Ristolainen que ele desviou para o gol, num powerplay para os Sabres. Logo depois, mais um gol, dessa vez de Jason Pominville, após o chute desviar em um jogador dos Sabres e na lâmina do patins de Nazem Kadri, aos 03m43s, sem chance de defesa a Frederik Andersen.

Os Leafs parece que conseguiram se focar no jogo e chegaram ao empate com dois gols de Leo Komarov, um no primeiro período, aos 19m52s, num powerplay, se aproveitando do rebote de Chad Johnson num chute de William Nylander, e o segundo, aos 10m48s do segundo período, numa tabela com Matt Martin. Depois, Martin disse em entrevista que tentou chutar ao gol, mas acabou errando e o puck foi parar no taco de Komarov, que estava esperto e mandou pro fundo do gol.

Com o jogo empatado e com mais chutes à gol, tudo parecia que ia mudar e os Leafs poderiam vencer, mas aí foi a sorte que faltou aos Leafs. Mais um gol com o puck desviado foi anotado pelos Sabres. Dessa vez foi Zemgus Girgensons que desviou um chute de Sam Reinhart aos 13m30s. Ryan O’Reilly marcou o quarto gol dos Sabres em uma jogada em que o puck passado por Ron Hainsey atrás do gol, desviou no árbitro e foi parar no taco de O’Reilly, que não desperdiçou e venceu Frederik Andersen. Na minha opinião, essas interferências dos árbitros deveriam parar a jogada, e não continuar e validar o gol.

No terceiro período, Johan Larsson marcou o quinto gol dos Sabres, aos 09m55s, numa jogada em que houve contato de um jogador dos Sabres com Freddie, retirando o pé do goleiro da posição e impactando sua movimentação para realizar a defesa. Mas em mais uma decisão contraditória, o gol foi validado pelos árbitros após revisão por vídeo. Para fechar o placar, Mitch Marner marcou o terceiro gol dos Leafs aos 17m57s, em mais um powerplay.

Como disse Mike Babcock em entrevista após o jogo, a equipe jogou bem e chutou bem ao gol, mas parece que todos os chutes dos Sabres desviavam em alguém e iam ao gol! No final, vence quem marca mais, independente de como.

Agora descansaremos até sábado, quando receberemos a visita do Pittsburgh Penguins no Air Canada Centre, em busca da décima vitória seguida em casa!

Vamos ver se Babcock injeta ânimo nessa equipe e nos faz voltar a vencer! Ou senos jogadores aceitam a responsabilidade e voltem a jogar de forma a levar muito mais perigo ao gol dos adversários!

Go Leafs Gooooo

Anúncios

05/02/2018 – Anaheim Ducks @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 06 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Após uma derrota contra o Boston Bruins, o Toronto Maple Leafs retornou ao Air Canada Centre para receber a visita do Anaheim Ducks do técnico Randy Carlyle.

O Anaheim Ducks é uma equipe que joga muito fisicamente e é muito rápida, mas isso não deu vantagem à eles no primeiro período, onde Auston Matthews marcou para os Leafs aos 06m32s, num belíssimo wrap-around, aquele gol em que o jogador circula por trás do gol e consegue marcar do lado oposto, vencendo o goleiro adversário na velocidade! Ryan Miller não conseguiu se mover de uma trave à outra a tempo de defender.

Aparentemente Randy Carlyle ajustou bem a equipe dos Ducks nos vestuários, pois a equipe voltou muito melhor no segundo período. Ryan Getzlaf empatou o jogo logo aos 00m43s. William Nylander nos colocou novamente à frente aos 05m52s, após receber um belíssimo passe de Jake Gardiner, que o deixou cara a cara com Miller. Após esse gol, os Leafs ficaram sonolentos no gelo e deixaram Rickard Rakell empatar aos 08m23s e Ondrej Kase virar aos 11m06s em um powerplay. Faltando 06m15s para terminar o período, vimos uma jogada de Corey Perry, não intencionalmente, acabar retirando Frederik Andersen da partida. O goleiro dos Leafs acabou tomando um chute na cabeça após defender a tentativa de gol de Perry. Foi um momento tenso pois a entrada de Curtis McElhinney, um tanto frio na partida, sempre traz riscos, mas para nossa sorte, Mitch Marner empatou para nós aos 15m28s, também em powerplay e Leo Komarov virou o jogo aos 17m40s, desviando um chute de Gardiner, fechando o segundo período à frente novamente.

Rakell voltou a marcar, empatando o jogo em 4 gols para cada equipe aos 02m07s do terceiro período, mas a partir desse ponto, os Leafs pressionaram e Nylander voltou a marcar aos 03m28, novamente sozinho em frente à Miller, numa jogada em que um jogador dos Ducks teve o puck bloqueado e Nylander estava no local certo, na hora certa, para não desperdiçar. Após esse quinto gol, os Leafs mantiveram a vantagem no placar até o final com o segundo gol de Auston Matthews aos 16m49s e um gol de Zach Hyman aos 19m06s, já em Empty Net.

Aparentemente Freddie está bem, de acordo ao que Mike Babcock informou depois da partida, mas vai ser reavaliado nos treinos de hoje. Curtis McElhinney entrou e jogou bem, como vem fazendo quando necessitamos dele.

Nosso próximo jogo será amanhã, em casa, contra o Nashville Predators de P. K. Subban.

Go Leafs Goooooooo

19/12/2017 – Carolina Hurricanes @ Toronto Arenas

quinta-feira, 21 dezembro 2017 Deixe um comentário

No jogo que marcou o centenário do primeiro jogo do Toronto Maple Leafs, que em 1917 eram o Toronto Arenas, na NHL, os visitantes dessa vez foram o Carolina Hurricanes.

A 100 anos atrás, os Arenas perderam para o Montreal Wanderers por 10 a 9, mas não deram chance dos Canes de fazer o mesmo feito em 2017. Os Leafs já foram Arenas entre 1917 e 1919, St. Pats entre 1919 e 1927, antes de Conn Smythe, o então dono da equipe, mudar o nome para Toronto Maple Leafs, homenageando uma divisão do exército canadense do qual ele mesmo fez parte.

A prefeitura de Toronto decretou o dia 19 de dezembro como sendo o Toronto Maple Leafs Day, celebrando toda a história desta equipe que representa a cidade a 100 anos! É uma grande homenagem à uma equipe entre as mais vencedoras na NHL, mas que não tem tido o mesmo sucesso nos últimos 50 anos!

Com o puck no gelo, os Leafs simplesmente se impuseram e aos 02m52s, com os Canes em powerplay, Leo Komarov partiu para cima de Scott Darling, que não conseguiu defender o chute do atacante dos Leafs, que abriu o placar com um gol shorthanded, o primeiro dos Leafs na temporada e o quarto da carreira de Komarov na NHL. Mitch Marner que teve uma noite excelente e acabou anotando 4 pontos no jogo, marcou o segundo dos Leafs aos 05m33s num powerplay. Os Canes até tentaram dificultar, mas paravam em Frederik Andersen. Somente aos 09m07s, Jeff Skinner fez uma ótima jogada e conseguiu vencer Freddie num chute que resvalou em Ron Hainsey. Apesar disso, os Leafs ainda marcaram com James Van Riemsdyk aos 10m34s, em outro powerplay, e Tyler Bozak, aos 13m28s, abrindo 4 a 1 no placar no primeiro período. O gol de JVR foi-nos gol de número 20.000 na história! Mais um marco deste excepcional e comemorativo jogo!

A equipe parecia estar muito mais “ligada” no jogo que ocorreu às 14:00 em Toronto, entretanto o segundo período não viu gols de ambas equipes, mas viu belas defesas tanto de Freddie quanto de Darling.

O terceiro período viu os Leafs voltarem novamente focados e definindo o placar e o jogo. Patrick Marleau marcou aos 09m25s e, apenas seis segundos depois, Kasperi Kapanen marcou outro. William Nylander também acabou com a sua “seca” e marcou aos 14m05s. Para fechar a partida, outro jogador que não marcava a muito tempo, Connor Carrick, marcou aos 18m33s, num powerplay.

Que vitória marcante num jogo comemorativo de 100 anos na NHL! Foram oito gols marcados por oito jogadores diferentes! Bozak e Marner tiveram 4 pontos na partida, 1 gol e 3 assistências cada!

Pena que Auston Matthews ainda está se recuperando de lesão e não pode participar. Quem sabe implicar não seria ainda maior com ele no gelo?!?

Hoje à noite os Leafs já enfrentam o Columbus Blue Jackets, fora de casa! Que essa vibe da vitória de ontem seja mantida!!

Parabéns Toronto Maple Leafs pelos seus 100 anos na NHL! Parabéns pela vitória!

Go Leafs Goooo

29/10/2017 – Toronto Maple Leafs @ Calgary Flames

quarta-feira, 29 novembro 2017 Deixe um comentário

Iniciando seu roteiro de visitas à equipes do Oeste Canadense, o Toronto Maple Leafs foi até Calgary, enfrentar o Calgary Flames.

Neste jogo os goleiros foram muito exigidos pois tratam-se de duas equipes muito jovem e rápidas. Tanto Frederik Andersen, quanto Mike Smith estiveram muito bem na partida, até que, aos 18m36s do primeiro período, logo após Mitch Marner ter seu chute defendido por Smith, Roman Polak chutou da linha azul e o puck conseguiu desviar em dois jogadores dos Flames antes de entrar, tirando qualquer chance de defesa. Foi um lance de muita sorte pois o taco de Polak quebrou no chute e o puck foi desviado para fora do gol para depois ser desviado novamente para o gol!

A disputa continuou no segundo período, mas os Leafs se mantiveram melhor, levando mais perigo à Mike Smith do que à Freddie. Nikita Zaitsev deu mais conforto à liderança dos Leafs com um gol aos 12m36s.

O último período teve mais ação. Os Leafs ampliaram a liderança com um gol de Nazem Kadri, após William Nylander dar um belo passe e Kadri aproveitar que Mike Smith estava com a visão obstruída! Kadri marcou aos 01m54s. Michael Stone, dos Flames, diminuiu aos 05m29s num chute em que, dessa vez, Freddie estava sem a visão total do chute por ter jogadores à sua frente. A reação dos Flames acabou por aí mesmo. Os Leafs ainda marcaram mais um gol, com Leo Komarov, aos 19m59s, com os Flames em empty net.

Foi uma importante vitória para os Leafs, jogando fora de casa. A equipe agora vai à Edmonton, enfrentar os Oilers, que não estão muito bem nessa temporada, amanhã.

Nesse jogo, Auston Matthews não teve nenhum chute ao gol pela primeira vez na NHL, mas teve uma assistência no gol de Zaitsev.

Go Leafs Goooooo

01/11/2017 – Toronto Maple Leafs @ Anaheim Ducks

sexta-feira, 03 novembro 2017 Deixe um comentário

No segundo jogo dos Leafs na Califórnia, a equipe foi visitar o Anaheim Ducks que, apesar de varios desfalques, incluindo Ryan Getzlaf, são um time forte jogando em casa. 

A equipe do Toronto Maple Leafs melhorou depois da derrota contra o San Jose Sharks e conseguiu se posicionar melhor no gelo neste jogo.

Os Leafs criaram muitas chances de gol e acabaram abrindo o placar com um gol de Connor Brown, recebendo um excelente passe de James Van Riemsdyk, aos 07m54s. Os Ducks chegaram ao empate aos 09m09s com Ondrej Kase, num chute que pegou Frederik Andersen de surpresa, pois Kase estava patinando em direção à zona neutra e simplesmente virou e chutou forte. 

O segundo período viu as equipes com muitas chances e tanto Andersen quanto John Gibson fizeram defesas espetaculares.

A decisão ficou para o terceiro período, onde Patrick Marleau marcou o segundo dos Leafs aos 01m09s, que acabaria sendo seu 100° gol da vitória na carreira. Até houve um gol de Jakob Silfverberg, mas o gol foi revisto e ele fez movimento de chute com o patins, e o gol foi anulado. No finalzinho, quando John Gibson estava deixando o gol do Anaheim Ducks, os Leafs roubaram o puck na zona neutra e Leo Komarov marcou o terceiro dos Leafs aos 18m30s, com Gibson tentando voltar ao gol e se jogando para tentar evitar o gol dos Leafs.

Sempre é bom ganhar fora de casa e os Leafs tiveram um bom jogo. 

Na noite seguinte enfrentamos o Los Angeles Kings, buscando uma sequência de vitórias.

Go Leafs Goooooo

New York Rangers @ Toronto Maple Leafs – 07/10/2017 – Home Opener

segunda-feira, 09 outubro 2017 Deixe um comentário

Empolgados com a bela vitória na estreia, em Winnipeg, o Toronto Maple Leafs recebeu o New York Rangers em seu primeiro jogo no Air Canada Centre.

O jogo começou muito bem, com os Leafs trocando passes e indo ao ataque com muita velocidade, levando perigo a Henrik Lundqvist, até que, aos 02m30s os Leafs abriram o placar com Dominic Moore. Os Rangers por sua vez chegaram ao empate pouco tempo depois, aos 3m42s com J. T. Miller. O que parecia um balde de água gelada no momento dos Leafs, na verdade iniciou uma sequência de quatro gols ainda no primeiro período. Zach Hyman fez ótima jogada e quase marcou, porém recuperou o puck e driblou Lundqvist para marcar o segundo dos Leafs. O terceiro veio no powerplay com Jake Gardiner, que partiu da zona neutra e venceu o goleiro dos Rangers com um chute muito bem colocado. Os Leafs ainda marcaram com Nikita Zaitsev, que chutou de longe. Hyman marcou também aos 17m19s. Os Rangers ainda conseguiram diminuir no primeiro período com um gol de Kevin Shattenkirk, aos 19m37s, em powerplay. 

Infelizmente para a torcida da casa, a equipe parece ter considerado que o jogo estava fácil. Mesmo com Lundqvist sendo substituído após sofrer 5 gols, dando chance a Ondrej Pavelec de mostrar serviço, o time parou de patinar e começou a perder muitos passes, dando oportunidades aos Rangers. As oportunidades não foram perdidas e os Rangers marcaram três gols com Mika Zibanejad, Marc Staal e Matt Zuccarello, empatando o jogo. E Pavelec realizou ótimas defesas! Mais uma vez os Leafs aprenderam uma triste lição: nenhuma equipe da NHL pode ser considerada fraca, ou vencida, mesmo com 3 ou mais gols de diferença. As equipes da NHL simplesmente não desistem. 

O último período foi decisivo e nele, mais uma vez, os Leafs voltaram a jogar bem. Garantimos a vitória com gols de Tyler Bozak, Leo Komarov e Nazem Kadri, os dois últimos em powerplays, fechando o placar em 8 a 5 e mantendo a invencibilidade com a segunda vitória na temporada. No total, os Leafs marcaram 15 gols em apenas dois jogos, um número bem alto para os padrões da liga. 

Hoje receberemos a visita do Chicago Blackhawks, outra equipe invicta e que também marcou 15 gols nos seus últimos dois jogos!

Go Leafs Goooooo

Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings – 29/09/2017 – Pré-temporada

segunda-feira, 02 outubro 2017 Deixe um comentário

Ainda nos preparando para a temporada regular, fizemos uma visita ao Detroit Red Wings na sua nova casa, o Little Caesar’s Arena, já que os Red Wings deixaram o histórico Joe Louis Arena no final da temporada passada.

Os Leafs, mais uma vez, jogaram muito bem e abriram o placar com Mitch Marner. Os Red Wings empataram ainda no primeiro período com Gustav Nyquist.

O segundo período viu William Nylander colocar os Leafs à frente e Luke Glendening empatar no minuto final do período, deixando a decisão para o terceiro período. 

Os Leafs voltaram melhor ao gelo e com gols de Auston Matthews e Leo Komarov, fecharam o placar em Leafs 4 x Red Wings 2.

Foi mais um bom jogo de preparação, contra um rival de divisão, onde jogamos muito bem.

Go Leafs Goooooo

%d blogueiros gostam disto: