Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Mike Smith’

06/12/2017 – Calgary Flames @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 07 dezembro 2017 Deixe um comentário

Voltando pra casa após uma boa viagem ao oeste canadense, onde vencemos dois de três jogos, recebemos o Calgary Flames, um dos times que vencemos na semana passada.

Pra variar o Toronto Maple Leafs começou o jogo de forma preguiçosa e não conseguimos nos impor. Os Flames por sua vez, pressionavam e levavam muito perigo a Frederik Andersen. Numa penalidade cometida por Matt Martin, Mark Giordano e os Flames não desperdiçaram a oportunidade e abriram implicar aos 10m37s. Apesar de estarem atrás do placar, os Leafs não conseguiam reagir, mesmo em powerplays.

Voltamos melhor no segundo período e começamos num powerplay de quase dois minutos, mas que não aproveitamos. Jogávamos bem, mas quem também jogava bem era Mike Smith, goleiro dos Flames. Smith fez ótimas defesas impedindo o gol de empate, até que Morgan Rielly conseguiu chutar ao gol de Smith, após um desvio inesperado do puck, que deixou Smith e a defesa dos Flames fora de posição, marcando o tão esperado gol de empate aos 18m47s. O gol deu um alívio aos Leafs que ainda tinham o terceiro período para ganhar a partida em casa.

Entretanto o terceiro período foi dominado pelos Flames, que chutaram muito e exigiram muitas defesas de Freddie. Os Leafs até tiveram momentos bons, com Patrick Marleau acertando a trave, mas os últimos segundos do período viu os Leafs quase perderem a partida com a pressão exercida pelos Flames, mais uma vez, Freddie estava lá, sólido e bem posicionado.

A prorrogação entre duas equipes com jogadores habilidosos e rápidos sempre é emocionante e esta foi simplesmente “insana”. Com dois minutos de prorrogação já haviam chances das duas equipes terem definido a partida, mas ou os goleiros defendiam os bons chutes, como um de Johnny Gaudreau que driblou toda a defesa dos Leafs, quanto uma jogada dos Leafs que deixou Gardiner chutar à queima-roupa em Mike Smith. A decisão foi levada ao shootout.

Os Leafs começaram melhor, com Auston Matthews abrindo o placar e nos colocando à frente. Na segunda rodada, os Flames empataram com Hathaway. Marleau não conseguiu marcar na terceira rodada e deu a chance de vitória aos Flames, que também chutaram para fora. A decisão veio com William Nylander que marcou um belíssimo gol na quarta rodada!

Foi uma vitória suada, onde não jogamos bem, mas com uma performance invejável de Freddie, que defendeu o total de 47 chutes à gol e, atualmente é o goleiro que mais defesas realizou na temporada, o que mostra que os Leafs são uma equipe que permite aos adversários muitos chutes.

No sábado visitaremos Sidney Crosby e Phil Kessel em Pittsburgh, onde tentaremos manter nossas vitórias, contra os Penguins!

Go Leafs Goooo

Anúncios

29/10/2017 – Toronto Maple Leafs @ Calgary Flames

quarta-feira, 29 novembro 2017 Deixe um comentário

Iniciando seu roteiro de visitas à equipes do Oeste Canadense, o Toronto Maple Leafs foi até Calgary, enfrentar o Calgary Flames.

Neste jogo os goleiros foram muito exigidos pois tratam-se de duas equipes muito jovem e rápidas. Tanto Frederik Andersen, quanto Mike Smith estiveram muito bem na partida, até que, aos 18m36s do primeiro período, logo após Mitch Marner ter seu chute defendido por Smith, Roman Polak chutou da linha azul e o puck conseguiu desviar em dois jogadores dos Flames antes de entrar, tirando qualquer chance de defesa. Foi um lance de muita sorte pois o taco de Polak quebrou no chute e o puck foi desviado para fora do gol para depois ser desviado novamente para o gol!

A disputa continuou no segundo período, mas os Leafs se mantiveram melhor, levando mais perigo à Mike Smith do que à Freddie. Nikita Zaitsev deu mais conforto à liderança dos Leafs com um gol aos 12m36s.

O último período teve mais ação. Os Leafs ampliaram a liderança com um gol de Nazem Kadri, após William Nylander dar um belo passe e Kadri aproveitar que Mike Smith estava com a visão obstruída! Kadri marcou aos 01m54s. Michael Stone, dos Flames, diminuiu aos 05m29s num chute em que, dessa vez, Freddie estava sem a visão total do chute por ter jogadores à sua frente. A reação dos Flames acabou por aí mesmo. Os Leafs ainda marcaram mais um gol, com Leo Komarov, aos 19m59s, com os Flames em empty net.

Foi uma importante vitória para os Leafs, jogando fora de casa. A equipe agora vai à Edmonton, enfrentar os Oilers, que não estão muito bem nessa temporada, amanhã.

Nesse jogo, Auston Matthews não teve nenhum chute ao gol pela primeira vez na NHL, mas teve uma assistência no gol de Zaitsev.

Go Leafs Goooooo

23/12/2016 – Toronto Maple Leafs @ Arizona Coyotes

segunda-feira, 26 dezembro 2016 Deixe um comentário

Como é bom vencer!! Ainda mais quando estamos fora de casa e contra um time como o Colorado Avalanche. Vencemos por 6 a 0 (shutout), mas nem tivemos tempo de comemorar, pois na noite seguinte, já estávamos no gelo da Gila River Arena, para visitar o Arizona Coyotes de Shane Dona.

Auston Matthews jogou em sua cidade natal pela primeira vez, contra seu ídolo de infância, Shane Doan. 

Logo no começo do jogo o Toronto Maple Leafs mostrou que não estava cansado pelo jogo na noite anterior e aos 03m04s, Auston Matthews recuperou um puck na linha azul e passou para Connor Brown abrir o placar contra o goleiro Mike Smith. Auston Matthews foi ovacionado em sua cidade natal, pela assistência dada. 

Novamente no segundo período, aos 00m43s, os Leafs voltaram a marcar, dessa vez em powerplay, com Leo Komarov. Entretanto, Shane Dona, jogando seu 1500º jogo na NHL, marcou seu 400º gol, após vencer Auston Matthews num faceoff aos 19m16s. Esse gol deu esperança aos Coyotes para o ultimo período. 

O terceiro período viu os Coyotes buscandobo empate, mas viu os Leafs levarem a melhor e Frederik Andersen, novamente, jogando muito bem! Leo Komarov marcou novamente aos 06m26s e William Nylander, num contra-ataque, marcou aos 11m31s.

Os Leafs venceram jogos em noites consecutivas (Back to Back) pela primeira vez na temporada!

O próximo jogo continuará sendo fora de casa, agora em visita ao Florida Panthers. 

Go Leafs Goooooo

15/12/2016 – Arizona Coyotes @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 16 dezembro 2016 Deixe um comentário

Após a negociação que enviou Peter Holland para o Arizona Coyotes em troca de uma escolha condicional em 2018, os Toronto Maple Leafs recebeu Holland jogando pelos Coyotes pela primeira vez, somente uma semana depois da negociação.

Os Leafs começaram bem e Auston Matthews marcou o seu 14° gol da temporada em powerplay, faltando apenas 8s para o término do período, colocando os Leafs à frente no placar. O chute foi de longa distância, além do círculo de faceoff, próximo da linha azul. Foi um ótimo chute de Matthews que não deu chance para Mike Smith efetuar a defesa. Smith recebeu 20 chutes à gol no primeiro período e permitiu somente o gol de Matthews. 

O segundo período viu os visitantes voltarem mais foçados e isso resultou em dois gols em menos de 4 minutos. Aos 1m10s, Jordan Martinook empatou para os Coyotes aproveitando um rebote de Frederik Andersen. Aos 3m24s Oliver Ekman-Larsson colocou os Coyotes à frente com um gol enquanto Ben Smith e Zach Hyman estavam no banco de penalidades. Só aí os Leafs igualaram o jogo e, aos 13m56s, Mitch Marner marcou seu oitavo gol da temporada, empata do a partida.

No restante do jogo os times trocaram ótimas chances de gol, com ótimas defesas de Andersen e Smith. Na prorrogação, Smith fez a defesa do jogo, num contra-ataque onde William Nylander passou na medida para Auston Matthews que, à queima roupa chutou e Smith defendeu.

A decisão no shootout (cobrança de pênaltis), mais uma vez se mostrou ingrata aos Leafs. Todas as nossas três tentativas foram improdutivas. Quem definiu a vitória do Arizona Coyotes foi justamente Peter Holland na última cobrança. Mais uma vez um ex-jogador dos Leafs volta para nos assombrar! 

Parabéns a Peter Holland e aos Coyotes!!!

Mike Babcock disse que a equipe vem fazendo muita coisa boa e que estamos a caminho de colher boas coisas! 

Mike Smith elogiou Auston Matthews e sua grande habilidade! 

Um ponto é melhor que nada!!! 

Go Leafs Goooo

04/11/2014 – Toronto Maple Leafs @ Arizona Coyotes

quarta-feira, 05 novembro 2014 2 comentários

Os Leafs vinham de três vitórias consecutivas e com a equipe jogando bem. Já os Coyotes vinham de três derrotas e no último jogo conseguiram vencer o Washington Capitals por 6 a 5.

Season_2014-15_Goalies_Game13Neste jogo os Leafs iniciaram a partida sem energia enquanto os Coyotes pressionavam. Os Leafs cometiam seguidos erros e um destes erros, um passe de Jake Gardiner, foi interceptado atrás do gol dos Leafs, por Lauri Korpikoski, que passou para Sam Gagner chutar forte por sobre o ombro de James Reimer, que não teve muito a fazer para defender tal chute aos 10m29s. Ainda no primeiro período, Martin Erat marca aos 15m35s quando seu chute é desviado na lâmina do skate de Stephane Robidas, também deixando Reimer sem chance de defesa. Durante todo o primeiro período os Leafs deram somente três chutes à gol, o que realmente não deu muita chance de se impor na partida.

No segundo período, os Leafs continuaram com a letargia até os 8 minutos, quando deram o seu primeiro chute a gol do período. Neste tempo os Coyotes aumentaram a liderança no placar com um gol de Antoine Vermette aos 06m34s, num erro de James Van Riemsdyk. Ou seja, com 28 minutos de jogo, os Leafs deram somente 4 chutes a gol e já estavam atrás do placar em três gols! Essa situação faz com que a reação seja muito mais difícil! Mas a reação iniciou aos 09m24s com um gol em powerplay de Dion Phaneuf.

Season_2014-15_Score_Game13No terceiro período os Leafs continuaram com o plano de reação, mas somente conseguiram mais um gol, de Cody Franson aos 13m53s, também em powerplay. Após os 28 minutos iniciais os Leafs deram 26 chutes ao gol de Mike Smith, que realizou ótimas defesas para garantir a vitória dos Coyotes.

Os Leafs necessitam iniciar cada jogo com mais energia e é inaceitável apenas 4 chutes nos primeiros 28 minutos de jogo!

A próxima partida dos Leafs será na quinta-feira, no Colorado, contra os Avalanches!

Go Leafs Goooooo

19/12/2013 – Phoenix Coyotes @ Toronto Maple Leafs

sábado, 21 dezembro 2013 Deixe um comentário

Com a moral um pouco baixa, após derrotas consecutivas em uma certa má fase, os Leafs tinham que encontrar o caminho do gol e das vitórias e o próximo adversário no caminho dos Leafs foi o Phoenix Coyotes, visitando o Air Canada Centre. Os Leafs não venciam um jogo contra os Coyotes desde 2003. 20131219_Coyotes@Leafs_Banner

Foi um ótimo jogo de ambas equipes, com chances de gol para ambos os lados. Os Leafs começaram melhor e abriram o placar aos 15m52s do primeiro período, com Troy Bodie, aproveitando um rebote num chute de Cody Franson. Foi o primeiro gol de Bodie na NHL. O ótimo goleiro dos Coyotes, Mike Smith, defendeu o chute de Franson, em meio ao tráfego em frente ao seu gol e permitiu um rebote. Bodie estava bem posicionado e se aproveitou da oportunidade.

20131219_Coyotes@Leafs_ScoreOs Leafs dominaram o primeiro período, mas como já vem acontecendo nesta temporada, acabaram deixando o time adversário chutar mais ao gol de James Reimer nos períodos seguintes, o que dá mais chances de uma reação. O gol de empate dos Coyotes só veio aos 15m08s do terceiro período, quando Martin Hanzal domina o puck atrás do gol dos Leafs e marca um gol no canto direito de Reimer num wrap-around (quando o jogador da a volta por trás do gol e marca). Com o jogo empatado, Phil Kessel teve a chance de definir para os Leafs num contra-ataque em que uma bela troca de passes o deixou em frente a Mike Smith, mas o goleiro dos Coyotes fez uma ótima defesa.

Com o empate em 1 a 1 no placar as equipes foram à prorrogação que terminou sem gols e com 5 chutes dos Coyotes contra 2 dos Leafs. A decisão da partida seria no shootout (disputa de pênaltis). O primeiro a chutar pelos Leafs foi James Van Riemsdyk que tinha um retrospecto de 100% de aproveitamento. JVR foi para cima de Mike Smith e fez uma jogada em que chutou o puck lentamente por entre as pernas do goleiro. No movimento de defesa, Smith foi escorregando para trás e parou com uma de suas pernas exatamente na linha do gol. Não havia como ver o puck e se o mesmo havia cruzado a linha, pois o mesmo ficou embaixo das proteções de perna do goleiro. Ao ser solicitado a deixar o gol para a análise da jogada, Mike Smith rolou de forma a jogar suas pernas para frente, o que trazia junto o puck e dificultou ainda mais a decisão dos árbitros. Um dos árbitros ficou conversando com ele e acredito que tenha advertido o goleiro, que deveria ter se levantado permitindo a visão do puck. A jogada foi revista e, apesar de não haver uma imagem clara do puck cruzando a linha do gol, a posição final de Smith não dava dúvidas de que o puck entrou e o gol foi validado. Após JVR, Mikkel Boedker fez um belo movimento e empatou para os Coyotes. Na segunda rodada, ambas equipes perderam as suas chances sendo que, pelos Leafs, o chutador foi Mason Raymond e pelos Coyotes, Vrbata. O terceiro chutador dos Leafs foi Joffrey Lupul que com intensidade, marcou no ângulo sobre luva esquerda de Mike Smith. A decisão seria de James Reimer contra Antoine Vermette e o goleiro dos Leafs levou a melhor, defendendo o chute e dando a vitória aos Leafs!

O próximo jogo, no sábado, será uma prévia do NHL Winter Classic, que será jogado em primeiro de janeiro de 2014, daqui a 11 dias em Michigan. Os Leafs receberão o Detroit Red Wings de Pavel Datsyuk, Henrik Zetterberg, Daniel Alfredsson (odiado pelos torcedores dos Leafs por ter sido capitão dos Senators, o rival de divisão e Província) e Jonas Gustavsson, ex-goleiro dos Leafs.

Com certeza as equipes virão com muita vontade de mostrar seu poder de jogo, deixando claro o que os times enfrentarão no Winter Classic!

Go Leafs Go

15/11/2011 – Phoenix Coyotes @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 16 novembro 2011 1 comentário

Após as comemorações da cerimônia onde David Gilmour, Joe Niewendyk e Ed Belfour foram formalizados como jogadores que fazem parte do Hockey Hall of Fame, os Leafs voltaram ao Air Canada Centre, desta vez para enfrentar o Phoenix Coyotes.

Os Leafs necessitam voltar a vencer após a derrota contra os Senators no jogo do último sábado.

No primeiro período, antes de os Leafs chegarem a aquecer, o Phoenix ganhou uma chance de ouro com 2 jogadores contra um, num contra-ataque em que nosso capitão, Dion Phaneuf, cometeu um erro grotesco de não controlar o puck na linha azul adversária. Shane Doan, o capitão dos Coyotes não desperdiçou e marcou o primeiro gol da partida. Ben Scrivens bem que tentou, mas não conseguiu defender o chute de Doan. Os Leafs ainda tomariam o segundo gol, marcado por Oliver Ekman-Larsson, num chute de longa distância, em que Scrivens estava encoberto e não conseguiu visualizar o puck. Depois do segundo gol, os Leafs melhoraram e chegaram muitas vezes ao gol dos Coyotes, mas o goleiro deles, Mike Smith, se saiu bem.

Veio o segundo período e ambas equipes tiveram boas chances, mas mais uma vez, Mike Smith, manteve o placar inalterado em vários chutes perigosos dos Leafs. o total de chutes, até o segundo período é de 23 para os Coyotes e 21 para os Leafs.

No terceiro período, os Leafs voltaram com tudo e, logo aos 2m08s, Mike Komisarek marca o primeiro gol dos Leafs. Neste período, os árbitros ficaram meio cegos e não viram um slashing que quebrou o stick de Phaneuf, quando os Leafs estavam em powerplay, mas isso não impediu que em uma outra jogada, Phil Kessel se aproveitasse do rebote e marcasse o gol de empate dos Leafs. Durante o restante do período os Leafs tentaram de todas as maneiras marcar o gol da vitória, mas não conseguiram. Ben Scrivens também fez defesas belíssimas, inclusive na prorrogação, e o placar permaneceu inalterado, levando o jogo aos penaltis (shootout).

Scrivens que havia pego todas as tentativas dos St. Louis Blues, não conseguiu a mesma performance e foi batido por Patrick O’Sullivan e por Radim Vrbata, enquanto Kessel e Kulemin foram parados por Mike Smith. Vitória dos Coyotes no shootout!

Neste jogo, os Leafs mais uma vez demonstraram um poder de reação que não vimos na temporada passada! Pena que nos penaltis é loteria e não conseguimos a vitória, mas melhor marcar 1 ponto do que nada! O próximo jogo é no dia 17 em Nashville!

Go Leafs Go!!!!!

%d blogueiros gostam disto: