Arquivo

Posts Tagged ‘Kyle Dubas’

Mais um ano, mais uma inesquecível campanha nos playoffs e mais um vexame.

segunda-feira, 19 julho 2021 Deixe um comentário

Eu levei um bom tempo, mais de dois meses, para poder voltar a escrever , e em especial, sobre a temporada 2020-21.

Não tinha como, eu simplesmente não queria lidar com o que vi na primeira rodada dos playoffs. Sei que todos já sabem, mas para deixar aqui registrado no blog, o Toronto Maple Leafs, que venceu a Divisão North, ou a divisão canadense, perdeu em 7 jogos para o Montreal Canadiens, que se fôssemos avaliar a classificação geral ficaria em 18° e, em condições normais não estaria nos playoffs, mas que devido às circunstâncias da pandemia, acabou entrando como o pior classificado dessa divisão. E não foi uma derrota qualquer.

Os Leafs perderam o primeiro jogo contra os Canadiens, após uma jogada em que John Tavares acabou de contundindo por ser atingido na cabeça com uma joelhada de Corey Perry. Na verdade, John levava o puck ao ataque e após desviar de Ben Chiarot, acabou caindo e Perry já vinha patinando em velocidade e não teve tempo de desviar. Tavares ficou caído e foi retirado do gelo numa maca. Não voltou mais a jogar na série.

Os próximos três jogos foram vencidos pela equipe de Toronto e parecia que tudo tinha voltado aos eixos. Os Leafs tinham 3 a 1 na série e ainda tinham o próximo jogo no Scotiabank Arena para finalizar a série, seria a primeira vitória de uma série de playoffs em 17 anos! Mas acabamos sendo derrotados nos dois jogos seguintes, após estar perdendo no tempo regular e conseguir empatar e levar a decisão à prorrogação. No último jogo da série, a equipe parecia não ter mais vontade. Jogamos mal e, uma vez mais, perdemos para os Habs.

O que senti foi uma sensação de total revolta. A equipe tem talento, tem jogadores que podem decidir partidas em uma jogada, tem veteranos, que podem trazer a experiência e a calma em momentos difíceis, tem uma boa defesa, algo que por muitos anos não tínhamos, e tinha um goleiro que tomou a posição por mérito e jogou muito, mas que não teve como compensar a falta de efetividade do ataque!

Auston Matthews e Mitch Marner, novamente, não tiveram atuação no nível que estamos acostumados e que esperamos deles. Não sei se o problema é que nos playoffs o jogo é diferente e os jogadores dão o sangue em cada jogada, ou se é a pressão que impõem neles mesmos para ter uma certa performance e, como não tem acabam se frustrando, mas eles tiveram atuações muito aquém.

Os veteranos acabaram que não conseguiram ajudar. Thornton, Simmonds e Foligno, não trouxeram a estabilidade que esperávamos deles nestes momentos decisivos. Uma pena para Thornton que deve ter tido sua última temporada na NHL e não conseguiu a tão sonhada Stanley Cup.

A defesa viu erros serem aproveitados e servirem para jogadas decisivas contra os Leafs, como quando Travis Dermott decidiu se livrar do puck de qualquer maneira e acabou passando para o ataque dos Habs, que em contra-ataque, venceu o jogo 6.

Apesar de Jack Campbell se culpar por alguns gols em que não conseguiu defender, na verdade ele nos salvou em muitos outros. O problema era que o ataque sempre era parado pela defesa dos Habs, ou por Carey Price!

Podemos contar nos dedos os jogadores que jogaram bem nos playoffs. William Nylander foi um deles. Sempre tão criticado, Nylander se mostrou à altura de uma competição nos playoffs da NHL, marcando gols e sempre disputando o puck. Outro que mostrou valor foi Alexander Kerfoot.

Do lado dos Habs, vários jogadores brilharam nos playoffs, como foi o caso de Philip Danault, Cole Caufield, Nick Suzuki, Jesper Kotkaniemi, Shea Weber, Paul Byron, Carey Price e outros. Até mesmo a falta de seu técnico, que contraiu COVID-19 e deixou a equipe por alguns jogos, não fez os Habs perderem o ritmo.

Após a derrota, os Canadiens foram vencendo seus adversários e chegaram à final da Stanley Cup, onde enfrentaram o campeão da temporada anterior, o Tampa Bay Lightning, que demonstrou sua superioridade e venceu novamente! Parabéns aos Habs e ainda mais aos Bolts que venceram em anos consecutivos!

Nestes 17 anos sem vencer nos playoffs, já vi a equipe jogar tão mal que bem chegou a se classificar. Já vi que a equipe ia ser remodelada várias vezes, mas o resultado, até agora não chegou. Já vi termos chance de vencer os Bruins em anos consecutivos e perdermos de forma inadmissível, mas nunca a equipe tinha sido considerada uma das favoritas à avançar, éramos sempre o time desacreditado. essa temporada tinha tudo pra gente avançar, pelo menos até a final da divisão, ou até mesmo a final de conferência! Não sei se tínhamos time para chegar à Stanley Cup esse ano, mas não tínhamos time para perder dos Habs na primeira rodada!

Agora só nos resta acompanhar a pós-temporada e entender quais serão as decisões de Kyle Dubas sobre o que fazer para que a equipe corrija pontos fracos identificados nesta temporada. Dubas tem que tirar alguns coelhos da cartola uma vez que não tem muito orçamento disponível, uma vez que gasta quase metade do teto salarial em apenas 4 jogadores.

E lá vamos nós, torcedores dos Leafs, somar mais um ano em nossas contas de quanto tempo não vencemos nos playoffs (17 anos) e, de quantos anos estamos sem vencer a Stanley Cup (54 anos).

Um dia essa conta vai zerar! Só não sabemos quando, mas pensávamos estarmos mais próximos do que estamos!

Go Leafs Goooooo

Nick Foligno reforça ataque dos Leafs

domingo, 11 abril 2021 Deixe um comentário

No dia de hoje, 11/04/2021, o Toronto Maple Leafs anunciou a negociação que trouxe Nick Foligno, ex-capitão do Columbus Blue Jackets, para reforçar nossas linhas de ataque.

Foligno, de 33 anos, deixa o ataque dos Leafs mais completo e traz sua experiência para ajudar a equipe nos playoffs! O contrato dele com os Blue Jackets estava para terminar e a decisão foi feita com a intenção de Foligno ter a oportunidade de disputar a Stanley Cup com um time que tem condições reais de vencê-la este ano.

Deve ser uma contratação temporária, somente até o final desta temporada, pois os Leafs não têm espaço no teto salarial para manter o contrato dele, a não ser que ele aceite jogar por muito menos que seus mais de 5 milhões por temporada, e ele já tem uma ótima história em Columbus, onde joga nos últimos 7 anos e tem sido muito importante para a equipe e para a comunidade!

Para trazer Foligno, Kyle Dubas teve que fazer uma negociação envolvendo o Columbus Blue Jackets, que receberam uma escolha de primeira e uma de quarta rodada do Draft de 2021 para manter 50% do salário dele e uma de quarta rodada de 2022 para o San Jose Sharks, para que paguem mais 25% do salário dele. Na troca com os Sharks, os Leafs receberam Stefan Noese. Claro que tudo isso pois os Leafs estão com bem pouco espaço na folha salarial.

O importante é que ele estará disponível para os Leafs após cumprir com 7 dias de quarentena!

Aparentemente não teremos outras grandes alterações ou negociações antes do final do dia de amanhã, dia final de negociações (trade deadline), a não ser que ocorram trocas de jogadores do elenco, o que não penso ser muito provável.

Outro ponto que evitou outras negociações é o estado de saúde de Frederik Andersen que foi colocado na lista de contusões de longo prazo (LTIR), pois continua sem uma data para retorno de sua contusão e pode desfalcar os Leafs, inclusive nos playoffs. Se Andersen retorna para o elenco, os Leafs precisam de espaço no teto salarial para o salário dele.

Boas vindas a Nick Foligno, um jogador que se mostrou muito difícil de jogar contra, como vimos nos playoffs do ano passado! Que ele possa celebrar conosco a vitória da tão sonhada Stanley Cup, esse ano!

Ontem os Leafs trouxeram outro jogador dos Blue Jackets, mas que está contundido e só deve jogar nos playoffs, Riley Nash!

Go Leafs Gooooooo

Sejam bem vindos Jimmy Vesey, Aaron Dell, Joe Thornton e Ilya Mikheyev!

terça-feira, 20 outubro 2020 Deixe um comentário

Desde 10 de Outubro Kyles Dubas vem trabalhando muito! Após trazer T. J. Brodie, Wayne Simmonds, Travis Boyd, Joey Anderson e Zach Bogosian, Kyle Dubas ainda continuou buscando jogadores para ajudar os Leafs a não só chegar aos playoffs, mas a ter condições de disputar a Stanley Cup!

Dubas foi atrás de Jimmy Vesey, que havia jogado no Buffalo Sabres na temporada passada e não tinha se dado muito bem por lá, mas que é um jogador que foi muito disputado quando entrou na NHL, vindo da equipe de hóquei de Harvard, onde ganhou o Hobey Baker Award como o melhor jogador da NCAA em 2015-16. Vesey é jovem e pode ser um jogador muito promissor nos Leafs!

Para nos dar mais estabilidade no gol, Dubas contratou Aaron Dell, antigo goleiro backup do San Jose Sharks! Com Dell no elenco, temos qualidade no gol, seja com Freddie, com Campbell, ou com Dell e não ficaremos desfalcados, após a saída do Kaskisuo!

Outro contrato muito festejado foi anunciado no dia 16 de Outubro! Os Leafs contarão com a presença e experiência de Joe Thornton, o Jumbo Joe, que foi draftado pelo Boston Bruins e depois trocado com o San Jose Sharks, onde permaneceu até o ano passado e se tornou o capitão assistente da equipe, jogando ao lado de Patrick Marleau! Joe vem aos Leafs por considerar que pode ser a sua chance de ganhar a Stanley Cup, já no final de sua carreira! Vai ser um membro muito importante da equipe, no gelo ou fora dele, e vai chegar com vontade de finalmente poder levantar a tão sonhada Stanley Cup!

Todos esses jogadores fecharam contrato de um ano com os Leafs, por 900 mil, 800 mil e 700 mil dólares anuais, respectivamente! Ter Joe Thornton jogando pela piso salarial da NHL demonstra que ele realmente não veio por dinheiro, mas pela oportunidade!

Hoje, foi a vez do Restricted Free Agent, Ilya Mikheyev fechar a renovação de seu contrato com os Leafs por mais 2 anos!

Com todas essas chegadas, ficamos aguardando notícias de novas saídas da equipe, pois o teto salarial não vai permitir manter todos os jogadores que já temos no elenco. Travis Dermott também precisa renovar seu contrato!

Espero que tenhamos uma temporada muito competitiva em 2021 e que possamos nos valer de todos esses reforços que contratamos!

Go Leafs Gooooooo

Negociações dos Leafs na pós-temporada – Edição 1

domingo, 11 outubro 2020 Deixe um comentário

Acabou de terminar o NHL Draft de 2020, onde os Leafs selecionaram: Rodion Amirov (LW), Roni Hirvonen (C), Topi Niemela (D), Artur Akhtyamov (G), William Villeneuve (D), Dmitri Ovchinnikov (LW), Veeti Miettinen (RW), Axel Rindell (RD), Joe Miller (RW), John Fusco (LD), Wyatt Schingoethe (C) e Ryan Tverberg (C), mas Kyle Dubas e os gerentes dos Leafs não pararam nem pra respirar, pois dois dias depois, ontem, 09 de outubro, abriu o mercado para contratação de Unrestricted Free Agents (UFAs)!

O Toronto Maple Leafs não ofereceu renovações para vários de seus Restricted Free Agents (RFAs), entre eles, Frederik Gauthier. Somente Ilya Mikheyev e Travis Dermott receberam propostas para renovarem seus contratos. Ainda não sabemos os valores e acredito que os jogadores ainda não aceitaram a renovação e talvez a levem para arbitragem, mas não tivemos notícias sobre isso.

Com a abertura do período de contratação, os Leafs necessitavam cobrir suas necessidades na defesa e Dubas já havia dito que a equipe dos Leafs tem que ser muito mais difícil para os outros times jogarem contra. Com essa filosofia, Dubas contratou na sexta-feira, 09 de outubro: Wayne Simmonds, por uma temporada no valor de 1,5 milhões de dólares (https://twitter.com/mapleleafs/status/1314604211246694402?s=21); e TJ Brodie, com um contrato de 4 anos no valor de 20 milhões de dólares (https://twitter.com/mapleleafs/status/1314708573021261826?s=21).

Hoje, 10 de outubro, Dubas e os Leafs continuaram com o trabalho e contrataram: Travis Boyd, por um ano, num contrato de 700 mil dólares (https://twitter.com/mapleleafs/status/1315045819914104832?s=21); e no final do dia, anunciaram a contratação de Zach Bogosian num contrato de um ano por 1 milhão de dólares (https://twitter.com/mapleleafs/status/1315084790018846721?s=21). Também houve uma negociação que enviou Andreas Johnsson ao New Jersey Devils em troca de Joey Anderson (https://twitter.com/mapleleafs/status/1315063434942308352?s=21).

Sendo assim, o elenco dos Leafs tem mais 2 defensores, em Brodie e Bogosian, além de 3 atacantes em Simmonds, Boyd e Anderson. Com isso, Dubas liberou um pouco de espaço no teto salarial, uma vez que Johnsson tinha contrato de 3,4 milhões de dólares. Com certeza vamos ver mais jogadores deixando o time para gerar espaço no teto salarial.

Agora é aguardar por novas negociações! De qualquer forma, as mudanças e possibilidades que esses jogadores trazem à equipe, já demonstram que os Leafs deverão realmente ser um time mais difícil de enfrentar!

Go Leafs Goooo – Go Dubas Goooooo

Primeiras mudanças dos Leafs na pós-temporada

sábado, 03 outubro 2020 Deixe um comentário

Os Leafs anunciaram a contratação de dois auxiliares técnicos para Sheldon Keefe, Manny Malhotra, que já foi jogador na NHL e estava como assistente no Vancouver Canucks, e Paul MacLean, que possui muita experiência na NHL e inclusive já foi o técnico do Ottawa Senators.

Fica aqui minhas boas vindas a Malhotra e MacLean!! Que tragam suas experiências para somar e criar esquemas táticos que nos levem além nos playoffs!

Outra contratação anunciada ontem foi a de Denis Malgin. O jogador assinou com os Leafs por uma temporada no valor de 700 mil dólares, o piso salarial da NHL, o que ajuda os Leafs no Teto salarial! Denis Malgin vejo aos Leafs após jogar pelo Flórida Panthers!

Seja bem vindo Denis Malgin! Que suas habilidades sejam de grande valor ao nosso time!

O draft está se aproximando, será na próxima terça-feira, 6 de outubro e no dia 9 começa o período de Free Agency! Essa semana promete muito movimento e negociações, principalmente para os Leafs que precisam melhorar na defesa e não tem muito espaço livre no teto salarial! Vamos ver o que Kyle Dubas e Brendan Shanahan tirar da cartola!!

%d blogueiros gostam disto: