Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Zach Hyman’

26/10/2017 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 27 outubro 2017 Deixe um comentário

Vindos de duas derrotas o Carolina Hurricanes foi à Toronto, enfrentar o Toronto Maple Leafs e com um jogo muito organizado e muita dedicação, saíram com a vitória.

Os Leafs começaram mal, se recuperaram, mas voltaram a jogar mal e não conseguiram manter o ritmo de jogo. Em menos de 3 minutos do primeiro período, os Canes estavam à frente no placar com dois gols, marcados por Josh Jooris e Teuvo Teravainen. A defesa dos Leafs parece ser o maior desafio de Mike Babcock nesta temporada. Auston Matthews diminuiu marcando seu nono gol na temporada aos 09m19s, mas aos 16m08s, Elias Lindholm venceu Frederik Andersen novamente e colocou dois gols de diferença no placar. 

Ainda bem que temos uma equipe que tem um poder de ataque muito bom e isso às vezes nos salva. Foi o que aconteceu no segundo período, quando Dominic Moore e Zach Hyman marcaram em Scott Darling e empataram a partida. Infelizmente, uma vez mais, os Canes conseguiram um gol, dessa vez marcado por Victor Rask.

No último período voltamos a não jogar bem e não conseguimos mais reagir. Os Canes, por sua vez, marcaram mais dois com Josh Jooris, seu segundo gol na partida e segundo gol pelos Canes, e Brock McGinn.

Foi a terceira derrota dos Leafs na temporada e o mais estranho disso é que todas foram pelo mesmo placar (6 a 3). 

Temos que arrumar a casa para voltar a jogar amanhã, contra os Flyers! Será mais um jogo em casa e temos que nos impor!

Go Leafs Goooooooo

Anúncios

Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs – 18/10/2017

quinta-feira, 19 outubro 2017 Deixe um comentário

Somente uma noite após a vitória sobre o Washington Capitals, o Toronto Maple Leafs voltou pra casa para receber o Detroit Red Wings de Henrik Zetterberg. 

O jogo começou e os Red Wings tentaram impor seu jogo e, antes que os Leafs dessem um chute ao gol, os Red Wings deram quatro. Entretanto, o aproveitamento dos Leafs foi impressionante e, após 4 chutes à gol, marcaram três gols. Nazem Kadri abriu o placar no primeiro chute contra Jimmy Howard aos 05m56s. Zach Hyman desviou um chute de Morgan Rielly aos 06m39s para marcar o segundo dos Leafs. Henrik Zetterberg fez uma linda jogada e na velocidade passou por Andreas Borgman, deu a volta por trás do gol e venceu Curtis McElhinney, que não conseguiu se mover a tempo de fechar o gol, diminuindo a vantagem dos Leafs. Aos 15m46s, foi a vez de Auston Matthews marcar um gol excepcional, partindo com o disco da zona neutra e chutando certeiro no ângulo direito de Howard, que após esse gol foi retirado da partida, sendo substituído por Petr Mrazek. Mal Mrazek entrou, já tomou o primeiro gol no primeiro chute, de Connor Brown, aos 16m26s. Foi um início de partida espetacular para os Leafs que marcaram 4 a 1 nos Red Wings.

Os Red Wings, apesar de estarem atordoados, voltaram muito bem para o segundo período e diminuíram a vantagem dos Leafs com gols de Tomas Tatar e Johnatan Ericsson. O gol de Ericsson foi analisado pela liga e confirmado pois não houve qualquer contato dele com McElhinney. Morgan Rielly deu novo fôlego aos Leafs, marcando o quinto gol dos Leafs aos 12m57s em powerplay. 

A decisão viria no último período e os Leafs conseguiram segurar o time visitante até que, no desespero final, os Red Wings ficaram sem goleiro, quando William Nylander marcou o sexto gol, fechando o placar em Detroit Red Wings 3 @ Toronto Maple Leafs 6.

Foi a sexta vitória em sete jogos e os Leafs começam a temporada como um dos melhores times da liga, como primeiro no número de gols, entre outras estatísticas. 

O próximo desafio dos Leafs será contra o Ottawa Senators, na casa dos Senators, no sábado.

Go Leafs Goooooo

Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs – 18/10/2017

quinta-feira, 19 outubro 2017 Deixe um comentário

Somente uma noite após a vitória sobre o Washington Capitals, o Toronto Maple Leafs voltou pra casa para receber o Detroit Red Wings de Henrik Zetterberg. 

O jogo começou e os Red Wings tentaram impor seu jogo e, antes que os Leafs dessem um chute ao gol, os Red Wings deram quatro. Entretanto, o aproveitamento dos Leafs foi impressionante e, após 4 chutes à gol, marcaram três gols. Nazem Kadri abriu o placar no primeiro chute contra Jimmy Howard aos 05m56s. Zach Hyman desviou um chute de Morgan Rielly aos 06m39s para marcar o segundo dos Leafs. Henrik Zetterberg fez uma linda jogada e na velocidade passou por Andreas Borgman, deu a volta por trás do gol e venceu Curtis McElhinney, que não conseguiu se mover a tempo de fechar o gol, diminuindo a vantagem dos Leafs. Aos 15m46s, foi a vez de Auston Matthews marcar um gol excepcional, partindo com o disco da zona neutra e chutando certeiro no ângulo direito de Howard, que após esse gol foi retirado da partida, sendo substituído por Petr Mrazek. Mal Mrazek entrou, já tomou o primeiro gol no primeiro chute, de Connor Brown, aos 16m26s. Foi um início de partida espetacular para os Leafs que marcaram 4 a 1 nos Red Wings.

Os Red Wings, apesar de estarem atordoados, voltaram muito bem para o segundo período e diminuíram a vantagem dos Leafs com gols de Tomas Tatar e Johnatan Ericsson. O gol de Ericsson foi analisado pela liga e confirmado pois não houve qualquer contato dele com McElhinney. Morgan Rielly deu novo fôlego aos Leafs, marcando o quinto gol dos Leafs aos 12m57s em powerplay. 

A decisão viria no último período e os Leafs conseguiram segurar o time visitante até que, no desespero final, os Red Wings ficaram sem goleiro, quando William Nylander marcou o sexto gol, fechando o placar em Detroit Red Wings 3 @ Toronto Maple Leafs 6.

Foi a sexta vitória em sete jogos e os Leafs começam a temporada como um dos melhores times da liga, como primeiro no número de gols, entre outras estatísticas. 

O próximo desafio dos Leafs será contra o Ottawa Senators, na casa dos Senators, no sábado.

Go Leafs Goooooo

New York Rangers @ Toronto Maple Leafs – 07/10/2017 – Home Opener

segunda-feira, 09 outubro 2017 Deixe um comentário

Empolgados com a bela vitória na estreia, em Winnipeg, o Toronto Maple Leafs recebeu o New York Rangers em seu primeiro jogo no Air Canada Centre.

O jogo começou muito bem, com os Leafs trocando passes e indo ao ataque com muita velocidade, levando perigo a Henrik Lundqvist, até que, aos 02m30s os Leafs abriram o placar com Dominic Moore. Os Rangers por sua vez chegaram ao empate pouco tempo depois, aos 3m42s com J. T. Miller. O que parecia um balde de água gelada no momento dos Leafs, na verdade iniciou uma sequência de quatro gols ainda no primeiro período. Zach Hyman fez ótima jogada e quase marcou, porém recuperou o puck e driblou Lundqvist para marcar o segundo dos Leafs. O terceiro veio no powerplay com Jake Gardiner, que partiu da zona neutra e venceu o goleiro dos Rangers com um chute muito bem colocado. Os Leafs ainda marcaram com Nikita Zaitsev, que chutou de longe. Hyman marcou também aos 17m19s. Os Rangers ainda conseguiram diminuir no primeiro período com um gol de Kevin Shattenkirk, aos 19m37s, em powerplay. 

Infelizmente para a torcida da casa, a equipe parece ter considerado que o jogo estava fácil. Mesmo com Lundqvist sendo substituído após sofrer 5 gols, dando chance a Ondrej Pavelec de mostrar serviço, o time parou de patinar e começou a perder muitos passes, dando oportunidades aos Rangers. As oportunidades não foram perdidas e os Rangers marcaram três gols com Mika Zibanejad, Marc Staal e Matt Zuccarello, empatando o jogo. E Pavelec realizou ótimas defesas! Mais uma vez os Leafs aprenderam uma triste lição: nenhuma equipe da NHL pode ser considerada fraca, ou vencida, mesmo com 3 ou mais gols de diferença. As equipes da NHL simplesmente não desistem. 

O último período foi decisivo e nele, mais uma vez, os Leafs voltaram a jogar bem. Garantimos a vitória com gols de Tyler Bozak, Leo Komarov e Nazem Kadri, os dois últimos em powerplays, fechando o placar em 8 a 5 e mantendo a invencibilidade com a segunda vitória na temporada. No total, os Leafs marcaram 15 gols em apenas dois jogos, um número bem alto para os padrões da liga. 

Hoje receberemos a visita do Chicago Blackhawks, outra equipe invicta e que também marcou 15 gols nos seus últimos dois jogos!

Go Leafs Goooooo

Zach Hyman assina contrato de 4 anos com os Leafs

quinta-feira, 06 julho 2017 Deixe um comentário

Zach Hyman, um de nossos jovens talentos e que jogou muito neste última temporada, fechou um contrato com os Leafs para jogar mais 4 anos, no valor de 9 milhões de dólares. 

O jogador receberá 2 milhões nas duas primeiras temporadas e 2,5 milhões nas duas últimas. 

Hyman foi um jogador incansável e que jogou muito no desarme da defesa dos times adversários. Seu estilo de jogo lembra muito Darcy Tucker! 

Mais uma ótima contratação dos Leafs que garantem a presença deste jogador na equipe até a temporada 2020-21. 

Go Leafs Goooooo

Contratações dos Leafs na abertura do mercado em 2017

terça-feira, 04 julho 2017 Deixe um comentário

Com o mercado agitado devido à entrada do Vegas Golden Nights e o Draft que essa equipe realizou, retirando bons jogadores de outras equipes, aqueles que não foram protegidos pelas equipes de acordo com a regra adotada pela NHL, o mercado para agentes livres irrestritos, os famosos UFAs, abriu em primeiro de julho e os Leafs se mexeram para cobrir suas deficiências e aqui vou citar as contratações que Lou Lamoriello, Brendan Shanahan e Mike Babcock negociaram para a equipe.

Goleiros

O primeiro a ser contratado foram os goleiros, Garret Sparks e Curtis McElhinney. Dessa forma, os Leafs garantiram um backup para Frederik Andersen e um possível backup para McElhinney, se este vier a se contundir. Sparks deve mesmo jogar pelos Marlies, junto com Kasimir Kaskisuo, já que Antoine Bibeau saiu da equipe, sendo contratado pelos San Jose Sharks.

Defesa

O próximo passo dos Leafs foi contratar Ron Hainsey, defensor que defendeu os Penguins na temporada passada e venceu a Stanley Cup. Hainsey tem 36 anos e possui a experiência para ajudar a defesa dos Leafs pelos próximos dois anos! 

Na defesa perdemos Matt Hunwick, que foi para os Penguins. 

Ainda estamos sem Roman Polak, que talvez volte a assinar com os Leafs. 

Ataque

Com a saída de Brian Boyle, que foi para o New Jersey Devils, os Leafs ficaram com uma posição aberta de central de terceira ou quarta linha. Para cobrir essa posição, os Leafs contrataram Dominic Moore. Moore já defendeu mais de 10 equipes na NHL e já foi parte dos Leafs também. Moore é mais um jogador que traz experiência à jovem equipe dos Leafs. 

Mas a contratação que gerou mais burburinho e discussões nas redes sociais foi a contratação de Patrick Marleau, por um período de três anos, mas ao preço de 6.25 milhões de dólares por temporada. Muitos acharam o valor muito alto, outros acharam que o jogador, que vai completar 38 anos em dois meses, não devia ter recebido um contrato de três anos, e outros, como eu, adoraram a ideia de ter Marleau para ajudar a dar consistência ao ataque dos Leafs e também desenvolver, dentro do gelo, nossos novatos e futuras lendas, Auston Matthews, Mitch Marner, William Nylander, Zach Hyman e Connor Brown. 

Marleau pode jogar como central ou ala e em todos os seus 20 anos com o San Jose Sharks, somente ficou de fora de pouco mais de 30 jogos, o que demonstra que é um jogador muito saudável e que mesmo com a idade já se aproximando dos 40, pode contribuir e muito com a equipe. 

Sejam muito bem vindos Hainsey, Moore e Marleau! A equipe, com certeza está melhor com vocês. 

Agora, o que se fala é que os Leafs podem acabar negociando Tyler Bozak ou James Van Riemsdyk, para reduzir os gastos totais, já que trouxeram Hainsey e Marleau a peso de ouro! Vamos ver os próximos movimentos da equipe, que com certeza estarão aqui no MapleLeafsBrasil! 

Go Leafs Gooooooo

19/04/2017 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs – NHL Playoffs 2017 – 1a rodada – Jogo 4

quinta-feira, 20 abril 2017 Deixe um comentário

Liderando a série por 2 jogos a 1, o Toronto Maple Leafs teria a chance de aumentar a vantagem e colocar o Washington Capitals com as costas na parede.

Sabíamos que os Caps viriam com força total buscando não deixar isso acontecer, mas não conseguimos executar nossa estratégia e jogar de forma a impedir o empate na série.

Os Caps começaram muito melhor e TJ Oshie abriu o placar aos 02m58s, numa jogada em que um chute dos Caps, bateu na parede de fundo e voltou de forma estranha para a frente do gol dos Leafs. Frederik Andersen acabou não reagindo a tempo e TJ Oshie se aproveitou para marcar. Num powerplay, Alex Ovechkin simplesmente ficou parado no local onde mais gosta de desferir chutes ao gol e, por desatenção, nenhum jogador dos Leafs estava marcando ele. Resultado, gol de Ovechkin aos 04m34s. Com dois a zero no placar, os Leafs conseguiram reduzir a liderança com um gol de Zach Hyman desviando um chute de Jake Gardiner, aos 05m16s, colocando o placar ao alcance dos Leafs. Mas a equipe continuava sendo dominada pelos Caps e permitiu mais dois gols de Tom Wilson. 

Com 4 a 1 no placar, tudo ficou mais difícil para os Leafs, mas era é uma equipe diferente daquela que disputou os playoffs pela última vez em 2013. A equipe se manteve lutando e buscando o gol de Brayden Holtby. Aos 05m39s do segundo período, James Van Riemsdyk marcou o segundo gol do time da casa. No final do período, os Caps cometeram duas penalidades e permitiriam aos Leafs jogar por 01m53s no início do terceiro período em vantagem de 5 contra 3.

Os Leafs bem que tentaram mas não conseguiram marcar durante o powerplay. Tom Wilson salvou os Caps de um gol certo, pois Holtby havia defendido um chute de Morgan Rielly, mas o puck ia passando lentamente por baixo das pernas do goleiro dos Caps e ia entrar no gol quando Tom Wilson mergulhou para tirar o puck de lá! Auston Matthews marcou o terceiro dos Leafs aos 12m00s, colocando o placar a apenas um gol de distância, mas os Leafs cometeram um erro na saída com Connor Brown errando um passe e entregando o puck para Niklas Backstrom, que passou para TJ Oshie marcar o quinto dos Caps aos 12m59s. O que está me deixando admirado com a equipe dos Leafs é que não desistimos mesmo assim! Aos 19m33s, jogando sem Frederik Andersen no gol, Tyler Bozak marcou o quarto gol dos Leafs, mas a reação acabou por aí. 

Os jogos desta série estão muito parelhos, com as vitórias sentimos apenas um gol de diferença. Neste jogo, se os Leafs não tivessem cometido alguns erros e mantido a mesma energia do terceiro jogo, teríamos ganhado. Simplesmente se não houvesse o erro que levou ao quinto gol dos Caps, seria mais um jogo a ser decidido na prorrogação.

Com esse resultado, fica garantida a sexta partida da série, a ser jogada no Air Canada Centre no domingo! 

Agora é focar em jogar bem na sexta-feira, em Washington! Mas essa série está com cara que vai ser decidida somente no sétimo jogo! Com certeza muita emoção ainda está por vir! 

Go Leafs Gooooo – Vamos com tudo pra cima deles para garantir a terceira vitória na série! 

%d blogueiros gostam disto: