Archive

Posts Tagged ‘Auston Matthews’

19/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

segunda-feira, 20 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Com a derrota contra o Ottawa Senators ainda fresca na memória da noite anterior, os Leafs voaram para Raleigh, para enfrentar o Carolina Hurricanes na PNC Arena.

Os Canes não estão em uma boa fase e haviam presidindo últimos três jogos. Jogando em casa, era certo que viriam para cima do Toronto Maple Leafs e foi isso que aconteceu. 

Curtis McElhinney teve uma noite espetacular, realizando defesas importantíssimas para manter os Leafs no jogo. Os Canes dominaram os chutes à gol no primeiro período, mas McElhinney foi perfeito! Foi somente no segundo período que os Leafs, com Connor Brown, abriram o placar. Connor Brown venceu o defensor e recebeu um passe de James Van Riemsdyk, atrás do gol de Cam Ward, para marcar aos 01m07s. Aos 09m53s, Auston Matthews foi visto por Jake Gardiner partindo ao ataque e o defensor dos Leafs também percebeu uma mudança de linha dos Canes. Se aproveitando disso, ele mandou o pico de detrás do gol de McElhinney para Auston Matthews já quase entrando na zona ofensiva. Nesse momento a velocidade de Matthews venceu o defensor e ele, mesmo caindo, ainda conseguiu chutar por entre as pernas de Ward. Foi um golaço! Aquele para ver e rever múltiplas vezes! McElhinney foi espetacular no período conseguiu defender não um, não dois, mas quatro chutes seguidos à queima roupa! Foi realmente excelente! 

No terceiro período os Leafs mantiveram a disposição, mesmo vindos de jogo na noite anterior e Jake Gardiner marcou o terceiro aos 06m10s, o que derrubou qualquer esperança de recuperação dos Canes. Aos 08m09s, Connor Brown marca o seu segundo gol e fechando placar em uma vitória por shutout de 4 a 0 e retirando Cam Ward do jogo, substituído por Eddie Lack.

Com a vitória os Leafs passaram o Florida Panthers na quarta posição de sua conferência.  Voltando a ser o segundo Wild Card da conferência Leste, apenas um ponto atras dos Bruins, e um ponto à frente dos Panthers. 

Go Leafs Goooo – Vamos ver se aceleramos nesse final de temporada! 

Anúncios

14/02/2017 – New York Islanders @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 15 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Após pouco mais de uma semana o Toronto Maple Leafs voltou a enfrentar o New York Islanders, dessa vez no Air Canada Centre.

O jogo começou com as equipes empenhadas em vencer pois os Isles estavam apenas um ponto atrás dos Leafs na classificação geral, e disputando diretamente a segunda vaga de Wild Card para os playoffs, portanto foi um jogo chave, valendo 4 pontos.

Frederik Andersen jogou muito bem e manteve os Leafs no jogo com suas defesas. Aos 11m36s, Josh Leivo interceptou um passe do defensor dos Isles e chutou no ângulo esquerdo do goleiro Thomas Greiss, abrindo o placar. O mesmo Leivo havia perdido um gol minutos antes, chutando por cima do gol aberto. Aos 19m28s, Nazem Kadri desviou o chute de Nikita Zaitsev para o gol, aumentando a liderança. 

Com dois gols à frente do placar, os Leafs iniciaram o terceiro período e William Nylander marcou o terceiro dos Leafs após Greiss defender um chute de Roman Polak e o puck bater em sua “caneleira” e ir ao gol aos 09m26s. Jason Chimera acabou recebendo um penalty shot numa jogada em que eu não vi tal penalidade sendo cometida e aproveitou a chance para marcar o gol dos Isles aos 16m55s. 

O último período viu os Leafs dominando e isso se refletiu no placar com gols de Auston Matthews aos 05m41s e 11m51s, Tyler Bozak aos 07m16s e Matt Hunwick aos 15m40s, fechando o placar em 7 a 1 para o Toronto Maple Leafs. Após o sexto gol dos Leafs, Thomas Greiss foi substituído por Jean-Francois Berube, que acabou levando o sétimo gol dos Leafs.

Conseguimos nos manter na zona de classificação aos playoffs e a vitória nos dá mais confiança para os próximos jogos! Hoje, sem muito descanso, recebemos a visita do Columbus Blue Jackets, uma equipe perigosa e bem classificada. 

Go Leafs Gooooo

07/02/2017 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 08 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Vindo de um jogo disputado na noite anterior, em New York, contra os Islanders, os Leafs voltaram para casa para receber os Dallas Stars, que haviam nos vencido em Dallas na semana passada.

Como Frederik Andersen jogou na noite anterior, o goleiro do Toronto Maple Leafs contra o Dallas foi Curtis McElhinney. Pelos Stars, Antti Niemi estava no gelo.

Buscando devolver a derrota sofrida em Dallas, os Leafs começaram pressionando e, apesar de desferir menos chutes à gol que o time dos Stars, que possui um ataque poderoso, saímos à frente no placar com um gol de Jake Gardiner aos 09m09s. Tyler Bozak venceu um face-off na zona ofensiva, passou para Mitch Marner que passou para Gardiner chutar de primeira. 

O segundo período viu os Leafs ainda melhores e Auston Matthews aumentar a liderança com um gol aos 17m32s, desviando um chute de Jake Gardiner. McElhinney conseguiu ótimas defesas, ajudando a equipe a se manter na liderança. 

Para definir a partida, o terceiro período viu Tyler Seguin finalmente vencer McElhinney após receber o puck vindo de um face-off que o Dallas venceu e chutar forte ao gol, aos 04m00s, em powerplay. Os Leafs que haviam defendido 4 minutos de powerplay do Dallas no final do segundo e começo do terceiro período, acabou recebendo um presente dos Stars logo após o gol de Seguin. Foram três penalidades seguidas e que deram aos Leafs quase quatro minutos de vantagem numérica de 5 contra 3. Nikita Zaitsev chutou forte depois de uma boa movimentação de puck dos Leafs no ataque, marcando o terceiro gol dos Leafs aos 07m26s. Ao final, vitória dos Leafs por 3 a 1 com McElhinney defendendo 39 chutes dos Stars.

Foi ótimo vencer dos Stars e melhor ainda vencer em casa, em frente à Leafs Nation, mas a equipe necessita melhorar nos face-offs, algo citado por Babcock como um dos problemas durante os jogos fora de casa. Sem vencer face-offs, o puck não fica com nossa equipe, nem as chances de gol. 

Na quinta-feira enfrentaremos o St. Louis Blues no Air Canada Centre.

Go Leafs Gooooo

06/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

terça-feira, 07 fevereiro 2017 Deixe um comentário

No último jogo da sequência fora de casa o Toronto Maple Leafs foi até o Barclays Center visitar o New York Islanders.

Vindos de vitória, os Leafs não perderam tempo e, mais uma vez, saíram atrás do placar, com um gol de Ryan Strome marcado aos 01m23s. Parece que todos os primeiros chutes à gol encontram o fundo da nossa rede! Nikita Soshnikov conseguiu o empate aos 13m27s e Auston Matthews virou o placar aos 14m51s. O time jogava bem, mas o jogo estava muito disputado. Nikolai Kulemin empatou para os Isles aos 18m13s. 

O segundo período viu os Leafs dominando o placar com gols de Mitch Marner aos 05m12s e Zach Hyman marcouno quarto gol dos Leafs, enquanto os Isles estavam em powerplay (com os Leafs em desvantagem numérica) aos 09m34s. Foi o terceiro gol short handed que Hyman marca na temporada, o maior número da NHL. Infelizmente Brock Nelson diminuiu para os Isles aos 13m48s. 

Com a vantagem de apenas um gol no placar, os Leafs defenderam a vantagem até os 13m30s do terceiro período, quando Josh Bailey marcou. Parecia que o caldo ia entornar, mas William Nylander conseguiu nos colocar à frente no placar novamente aos 17m59s. Os Islanders entraram no modo desespero e retiraram Thomas Greiss. A tática funcionou e os Isles empataram aos 18m31s com Andrew Ladd, que levou a partida à prorrogação. 

A prorrogação com três contra três é sempre emocionante, pois permite muitas chances de gol. Os Leafs tiveram ótima chance, mas Greiss defendeu. Os Isles tiveram um contra-ataque em 3 contra 1 e não desperdiçaram. Brick Nelson marcou o gol da vitória aos 02m42s da prorrogação.

Foi mais uma vitória que simplesmente escorreu pelos dedos! Precisávamos manter os Isles controlados no final do terceiro período e não conseguimos! Um ponto é melhor que nada, ainda mais jogando fora, mas deixar empatar no finalzinho e ainda perder na prorrogação foi um duro golpe. 

Os Leafs voltam ao gelo hoje à noite, em casa, contra o Dallas Stars! Vamos tentar devolver o placar que tivemos em Dallas na semana passada! 

Go Leafs Goooooo

25/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

quinta-feira, 26 janeiro 2017 Deixe um comentário

Iniciando uma série de jogos fora de casa, o Toronto Maple Leafs foi ao Joe Louis Arena, que se despede da NHL este ano, visitar o Detroit Red Wings, que terá uma nova arena a partir da próxima temporada. 

Os jovens jogadores dos Leafs e Mike Babcock têm feito um ótimo trabalho e os Leafs tiveram um ótimo jogo. No primeiro período, Auston Matthews roubou o puck de um defensor dos Red Wings, dominou o disco e chutou rápido, abrindo o placar e marcando o seu 23º gol na NHL, aos 05m30s. Matthews realmente confirma tudo que os analistas viam nele para indicá-lo como primeira escolha geral no Draft de 2016.

Veio o segundo período e Frederik Andersen continuou barrando as tentativas dos Red Wings, não permitindo o empate ao time da casa. Roman Polak chutou da linha azul e marcou o segundo gol dos Leafs aos 15m35s. Um jogador que está se destacando é Nazem Kadri, que vem mostrando muito valor no ataque e também na defesa. Na partida ele teve uma jogada no primeiro período em que perdeu o puck na zona neutra e voltou à defesa, mergulhando no gelo e tirando o puck do controle do ataque dos Red Wings com seu taco! Ele também teve ótima participação no segundo gol dos Leafs. 

O terceiro período viu os Leafs dobrarem o placar com gols de James Van Riemsdyk aos 04m19s, quando um chute cruzado foi desviado ao gol pelo próprio Mrazek, e Nikita Soshnikov, aos 08m14s que num contra-ataque conseguiu vencer o goleiro dos Red Wings, fechando o placar. 

É a segunda vitória seguida dos Leafs por um placar de 4 a 0, e o segundo shutout consecutivo de Frederik Andersen. 

Hoje à noite vamos visitar o Philadelphia Flyers! 

Go Leafs Goooo

17/01/2017 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs 

quarta-feira, 18 janeiro 2017 Deixe um comentário

A equipe do Toronto Maple Leafs está muito bem neste momento da temporada e isso foi provado ontem recebendo a visita do Buffalo Sabres.

O primeiro período, apesar de ter o número de chutes à gol igualado, nove para cada equipe, viu os Sabres levarem vantagem no placar com um gol de Kyle Okposo aos 10m16s, após um erro de Frederik Andersen que simplesmente devolveu um puck controlado ao adversário, que não desperdiçou e abriu o placar. No último minuto do primeiro período, foi a vez de Evander Kane ampliar com um forte chute num contra-ataque aos 19m27s.

O segundo período viu os Leafs voltarem mais agressivos e Leo Komarov precisou de apenas 32s para diminuir a liderança dos Sabres no placar, vencendo Robyn Lehner depois de receber um passe de Nazem Kadri. Matt Martin empatou a partida aos 08m29s com um chute de um ângulo bem difícil, mas que passou por Lehner. E Auston Matthews marcou o gol da virada aos 09m45s, depois de Connor Brown vencer uma disputa atras do gol de Lehner, passar para Zach Hyman que passou para Matthews sozinho em frente ao gol! Nesse momento o técnico dos Sabres, Dan Bylsma, retirou Lehner da partida, substituindo-o por Anders Nilsson. Lehner não gostou, encarou o técnico, chegou ao banco de reserva e, enfurecido, jogou sua mascara no chão. Mesmo assim, uma fã que estava ao lado do banco o estava filmando e ele deu tchau para ela, se mostrando simpático! Hehehehehe

O terceiro período viu os Leafs ampliarem com um gol de James Van Riemsdyk aos 13m04s, comprovando que o powerplay dos Leafs está perigoso nessa temporada! Mesmo assim, os Sabres ainda conseguiram o terceiro gol antes do fim do jogo, com William Carrier, mas já não dava tempo para engrenar uma reação maior e o placar acabou em Buffalo 3 @ Leafs 4.

Nesta partida Morgan Rielly saiu contundido e não retornou ao gelo, o que pode ser uma preocupação para o técnico Mike Babcock. Com isso Jake Gardiner ficou quase 30 minutos no gelo, para cobrir a falta do companheiro. 

Go Leafs Gooooo

Amanhã, quinta-feira 19 de Janeiro, os Rangers, que perderam de nós na semana passada, nos farão uma visita! 

06/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ New Jersey Devils

segunda-feira, 09 janeiro 2017 Deixe um comentário

Jogando bem, mas ainda aguardando seus jogadores novatos ganharem experiência, o Toronto Maple Leafs foram até o Prudential Center visitar o New Jersey Devils.

Neste jogo os Leafs conseguiram uma bela vitória devido ao ótimo nível de jogo do primeiro período e acabaram por aparecer na classificação, dentro da zona dos playoffs, tendo 3 jogos menos que os Bruins e um a mais que os Senators. A classificação está bem embolada, com equipes um ou dois pontos acima ou abaixo dos Leafs e, até o final da temporada, muita disputa ainda vai rolar. A equipe tem demonstrado qualidades e levado muito perigo aos adversários, mas ainda necessita saber manter a segurança de um placar a seu favor.

O primeiro período dos Leafs foi “destruidor” com a equipe pressionando muito os Devils até que Nazem Kadri abriu o placar aos 09m26s, em vantagem numérica (powerplay). Os Devils tiveram a oportunidade de empatar com um powerplay concedido pelos Leafs, mas Connor Brown marcou o segundo gol dos Leafs, numa jogada embaraçosa para Cory Schneider aos 13m17s (shorthanded). Connor Brown foi atrás do puck dominado pelo goleiro dos Devils, mas o goleiro se atrapalhou e permitiu Brown levantar seu taco e chutar o puck para o gol. Auston Matthews foi o próximo a marcar para os Leafs aos 14m40s, retirando Schneider do gelo. Keith Kincaid substituiu o goleiro titular dos Devils que sofreu 3 gols em 5 chutes e não estava bem na noite, mas não conseguiu defender Mitch Marner em um outro powerplay, aos 15m15s.

Com 4 gols de vantagem o jogo chegou ao terceiro período, onde mais uma vez, a equipe dos Leafs não souberam como segurar a pressão do time da casa. Frederik Andersen fez uma ótima partida, mas não conseguiu parar todos os chutes que sofreu no terceiro período, permitindo gols de PA PArenteau, ex-jogador dos Leafs, aos 16m36s, num powerplay para os Devils e outro de Jon Merrill aos 17m31s.

Mais uma vitória e dois pontos para os Leafs que estão na luta por uma vaga nos playoffs.

Acredito que a equipe ainda amadurece mais na temporada e, se não houver nenhuma contusão importante, consegue chegar aos playoffs este ano.

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: