Archive

Posts Tagged ‘Jake Gardiner’

21/02/2017 – Winnipeg Jets @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 22 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Esse foi o último jogo entre essas equipes nesta temporada e a mídia norte americana coloca muita pressão na disputa entre os dois primeiros selecionados do Draft da NHL de 2016, Auston Matthews e Patrick Laine. São dois ótimos jovens jogadores que estão ajudando e muito suas equipes e que, indiretamente disputam a posição pelo melhor jogador novato da temporada. Ambos estavam empatados com 28 gols, mas Laine possuía 52 pontos no total, enquanto Matthews possuía 49.

O Toronto Maple Leafs começou bem e abriu o placar logo aos 01m02s num chute de Leo Komarov, sem ângulo, mas que acabou entrando no gol de Connor Hellebuyck. O Winnipeg Jets também pressionou e conseguiu marcar num Frederik Andersen um tanto mal na noite de ontem. Patrick Laine marcou aos 04m25s e Brian Little colocou os visitantes à frente aos 10m33s, em powerplay. 

Nazem Kadri recebeu um belo passe de Josh Leivo, que tinha dois defensores com ele, e fez um belo movimento, empatando a partida aos 15m52s. Os Jets não pararam de pressionar e num chute de longe, N. Helena voltou a colocar os Jets à frente aos 17m24s. O jogo ficou frenético no final do segundo período. Os Leafs acabaram por ganhar um powerplay e não desperdiçaram. William Nylander dominou o puck entre varios jogadoresndos Jets e passou na medida para Leo Komarov marcar o segundo gol da noite, voltando a empatar a partida aos 19m28s. Ainda nos segundos finais do período, Patrick Laine voltou a marcar após uma grande confusão e vários jogadores fora de posição. Laine ficou sozinho com o puck, de frente pro gol de Andersen e marcou o quarto gol dos Jets faltando apenas 3s para o término do segundo período. 

O jogo estava disputado e os Leafs ainda tinham chance no último período. Aos 03m30s, em outro powerplay, Auston Matthews chutou forte, o puck passou pelo lado direito do gol de Hellebuyck, bateu nas bordas e voltou pelo outro lado, na medida para William Nylander chutar de primeira, empatando a partida. O Powerplay dos Leafs é um dos melhores da liga! Esse gol levou o jogo à prorrogação, onde aos 02m29s, Jame Gardiner marcou o gol da vitória dos Leafs, que estão na terceira posição da sua divisão, 1 ponto à frente dos Bruins. 

Agora, com os dois gols marcados na noite, Patrick Laine tem 30 gols e 54 pontos, enquanto Matthews, que teve 3 assistências na noite, tem 28 gols e 52 pontos. A disputa continua!

Go Leafs Goooooo

Anúncios

19/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

segunda-feira, 20 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Com a derrota contra o Ottawa Senators ainda fresca na memória da noite anterior, os Leafs voaram para Raleigh, para enfrentar o Carolina Hurricanes na PNC Arena.

Os Canes não estão em uma boa fase e haviam presidindo últimos três jogos. Jogando em casa, era certo que viriam para cima do Toronto Maple Leafs e foi isso que aconteceu. 

Curtis McElhinney teve uma noite espetacular, realizando defesas importantíssimas para manter os Leafs no jogo. Os Canes dominaram os chutes à gol no primeiro período, mas McElhinney foi perfeito! Foi somente no segundo período que os Leafs, com Connor Brown, abriram o placar. Connor Brown venceu o defensor e recebeu um passe de James Van Riemsdyk, atrás do gol de Cam Ward, para marcar aos 01m07s. Aos 09m53s, Auston Matthews foi visto por Jake Gardiner partindo ao ataque e o defensor dos Leafs também percebeu uma mudança de linha dos Canes. Se aproveitando disso, ele mandou o pico de detrás do gol de McElhinney para Auston Matthews já quase entrando na zona ofensiva. Nesse momento a velocidade de Matthews venceu o defensor e ele, mesmo caindo, ainda conseguiu chutar por entre as pernas de Ward. Foi um golaço! Aquele para ver e rever múltiplas vezes! McElhinney foi espetacular no período conseguiu defender não um, não dois, mas quatro chutes seguidos à queima roupa! Foi realmente excelente! 

No terceiro período os Leafs mantiveram a disposição, mesmo vindos de jogo na noite anterior e Jake Gardiner marcou o terceiro aos 06m10s, o que derrubou qualquer esperança de recuperação dos Canes. Aos 08m09s, Connor Brown marca o seu segundo gol e fechando placar em uma vitória por shutout de 4 a 0 e retirando Cam Ward do jogo, substituído por Eddie Lack.

Com a vitória os Leafs passaram o Florida Panthers na quarta posição de sua conferência.  Voltando a ser o segundo Wild Card da conferência Leste, apenas um ponto atras dos Bruins, e um ponto à frente dos Panthers. 

Go Leafs Goooo – Vamos ver se aceleramos nesse final de temporada! 

07/02/2017 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 08 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Vindo de um jogo disputado na noite anterior, em New York, contra os Islanders, os Leafs voltaram para casa para receber os Dallas Stars, que haviam nos vencido em Dallas na semana passada.

Como Frederik Andersen jogou na noite anterior, o goleiro do Toronto Maple Leafs contra o Dallas foi Curtis McElhinney. Pelos Stars, Antti Niemi estava no gelo.

Buscando devolver a derrota sofrida em Dallas, os Leafs começaram pressionando e, apesar de desferir menos chutes à gol que o time dos Stars, que possui um ataque poderoso, saímos à frente no placar com um gol de Jake Gardiner aos 09m09s. Tyler Bozak venceu um face-off na zona ofensiva, passou para Mitch Marner que passou para Gardiner chutar de primeira. 

O segundo período viu os Leafs ainda melhores e Auston Matthews aumentar a liderança com um gol aos 17m32s, desviando um chute de Jake Gardiner. McElhinney conseguiu ótimas defesas, ajudando a equipe a se manter na liderança. 

Para definir a partida, o terceiro período viu Tyler Seguin finalmente vencer McElhinney após receber o puck vindo de um face-off que o Dallas venceu e chutar forte ao gol, aos 04m00s, em powerplay. Os Leafs que haviam defendido 4 minutos de powerplay do Dallas no final do segundo e começo do terceiro período, acabou recebendo um presente dos Stars logo após o gol de Seguin. Foram três penalidades seguidas e que deram aos Leafs quase quatro minutos de vantagem numérica de 5 contra 3. Nikita Zaitsev chutou forte depois de uma boa movimentação de puck dos Leafs no ataque, marcando o terceiro gol dos Leafs aos 07m26s. Ao final, vitória dos Leafs por 3 a 1 com McElhinney defendendo 39 chutes dos Stars.

Foi ótimo vencer dos Stars e melhor ainda vencer em casa, em frente à Leafs Nation, mas a equipe necessita melhorar nos face-offs, algo citado por Babcock como um dos problemas durante os jogos fora de casa. Sem vencer face-offs, o puck não fica com nossa equipe, nem as chances de gol. 

Na quinta-feira enfrentaremos o St. Louis Blues no Air Canada Centre.

Go Leafs Gooooo

17/12/2016 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 19 dezembro 2016 Deixe um comentário

O Pittsburgh Penguins de Sidney Crosby, Evgeny Malkin e Phil Kessel foi à Toronto visitar os Leafs e tiveram um jogo muito disputado.

Pelos Penguins, Marc-Andre Fleury estava no gol, já que a equipe havia ligado na noite anterior. Pelo Toronto Maple Leafs, Frederik Andersen fez uma ótima partida. 

O jogo mal havia começado e Connor Carrick cometeu uma penalidade que forneceu um pênalti shot para os Penguins. Carl Hagelin foi para o chute e Andersen efetuou uma ótima defesa, não permitindo aos Penguins abrir o placar. Aos 12m51s, Evgeny Malkin se aproveitou de uma boa movimentação do puck, que não deu visão ao goleiro dos Leafs e disparou contra um gol, praticamente aberto. Nikita Zaitsev não deixou os Penguins comemorarem e menos de 20s depois, aos 13m05s, marcou o empate para os Leafs. 

O primeiro período ainda viu Marc-Andre Fleury sair para os vestuários após a lâmina do patins de James Van Riemsdyk atingir acidentalmente seu pescoço. O goleiro levou cinco pontos e retornou ao jogo. O corte foi muito próximo à jugular do goleiro dos Penguins, mas nada de mais grave ocorreu para a felicidade de todos. 

O jogo foi muito disputado, mas o Toronto Maple Leafs conseguiu desferir 20 chutes ao gol de Fleury somente no segundo período. Essa foi a segunda vez na temporada que os Leafs conseguiram mais de 20 chutes em um só período. Mas Fleury, que é um ótimo goleiro, estava muito sólido e não permitiu nenhum gol. Pelos Leafs, Frederik Andersen também estava muito bem e inclusive fechou o gol numa tentativa de Phil Kessel num contra-ataque que poderia ter sido matador. 

Sem mais nenhum gol no tempo regulamentar, o jogo foi para a prorrogação e nele, Mitch Marner foi ao ataque, forçou o defensor a cometer um erro e perder o controle do puck e tentou driblar Fleury, que saiu muito bem do gol, mas o puck acabou ficando livre em frente ao gol dos Penguins com Fleury e um defensor caídos no gelo. Jame Gardiner apareceu e mandou o puck pro fundo do gol por cima dos dois jogadores dos Penguins, garantindo a vitória para o time da casa. Vitória merecida! 

O próximo jogo é hoje, segunda-feira 19/12, quando os Leafs recebem a visita do Anaheim Ducks.

Go Leafs Gooooo

11/12/2016 – Colorado Avalanche @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 12 dezembro 2016 Deixe um comentário

Vencer é sempre bom, mas os Leafs não tiveram tempo de comemorar pois voltaram com a vitória de Boston, para jogar contra o Colorado Avalanche, que sofreu uma derrota marcante, por 10 a 1 para os Canadiens, na noite seguinte. 

Para dar descanso a Frederik Andersen, o Toronto Maple Leafs deu oportunidade a Antoine Bibeau de ter seu primeiro jogo na NHL. Para azar dos Leafs, Semyon Varlamov estava numa noite inspirada e conseguiu defender mais de 50 chutes ao gol na partida.

No primeiro período, Varlamov defendeu todos os 21 chutes à gol dos Leafs. Num powerplay ao final do período, M Rantanen recebeu um passe de Matt Duchene e com o gol aberto, pois Bibeau estava fora de posição, abriu o placar aos 18m51s. 

Nathan McKinnon aumentou a liderança dos Avs aos 07m27s do terceiro período, também em powerplay. Jame Gardiner e os Leafs somente conseguiram reagir aos 17m24s, também em powerplay, mas já era muito tarde e, mesmo tentando empatar a partida, retirando Antoine Bibeau, os Leafs permitiram o gol de Blake Comeau aos 18m49s.

O importante da partida para os Leafs é que Antoine Bibeau se sentiu confortável, até mais do que ele mesmo esperava e, Mike Babcock, também disse que ele e a equipe se sentiram tranquilos com Bibeau no gol.

Agora é descansar e pegar os Sharks amanhã. 

Go Leafs Goooooo

22/11/2016 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 23 novembro 2016 Deixe um comentário

Após a derrota para os Habs no sábado, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo de casa, o Air Canada Centre, para receber o Carolina Hurricanes.

Cam Ward estava no gol pelos Canes e havia vencido os últimos 4 jogos da equipe, enquanto pelos Leafs Frederik Andersen mais uma vez defendia a equipe da casa.

Os Leafs e Canes fizeram um jogo disputado, com os Leafs abrindo o placar aos 5m55s do primeiro período, com um forte chute de Jake Gardiner da linha azul, que passou no meio de muitos jogadores, dificultando a visão de Ward. Para tristeza dos torcedores dos Leafs, Jeff Skinner empatou o jogo aos 17m21s, num powerplay para o Carolina Hurricanes. O pico acabou por bater em seu patins e entrar no gol de Andersen.

O segundo período continuava disputado e os Leafs estavam no powerplay quando Elias Libdholm interceptou um passe de Tyler Bozak na zona neutra e passou para Viktor Stalberg que, com sua velocidade, partiu sozinho e venceu Andersen aos 14m06s. Foi o segundo gol shorthanded (em desvantagem numérica) dos Canes na temporada. A equipe possui os melhores números de penalty kill da liga. 

Segundo Mike Babcock, a equipe acabou tomando gols em um powerplay do adversário e em seu próprio powerplay, mas o resultado poderia ter sido diferente se a equipe conseguisse encontrar um outro caminho para a vitória num jogo tão parelho.

Go Leafs Goooooooo

17/11/2016 – Florida Panthers @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 18 novembro 2016 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs está vivendo uma boa fase e encontra-se em uma sequência de vitórias. 

Nesse jogo, o segundo da temporada contra o Florida Panthers, os Leafs receberam os Panthers no Air Canada Centre. No gol dos Panthers estava James Reimer, ex-goleiro dos Leafs. Pelos Leafs Frederik Andersen defendeu a meta do time da casa. 

Aos 05m55s, Connor Brown abre o placar após desviar o puck no chute de Morgan Rielly. A jogada foi revisada, pois os Panthers acharam que o desvio havia sido feito acima da linha do travessão, mas após a revisão o gol foi validado. Reimer não teve muita chance de defesa. Aos 10m21s, após Tyler Boxak não conseguir limpar o puck da zona defensiva, Aaron Ekblad recebeu um passe vindo de trás de gol de Frederik Andersen e chutou forte, de primeira, no canto direito do goleiro dos Leafs, empatando a partida. Para deixar a torcida da casa mais feliz, Connor Brown voltaria a marcar aos 15m36s e Mitch Marner partiu num contra-ataque e driblou Reimer para marcar o terceiro dos Leafs, seu sétimo gol da temporada. 

O restante da partida viu boas defesas de Frederik Andersen e os Leafs ampliarem o placar com gols de Leo Komarov aos 07m45s e James Van Riemsdyk aos 18m53s, ambos no segundo período e um gol de Jake Gardiner, que recebeu o puck ao sair do banco de penalidades e partiu sozinho contra Reimer, aos 17m05s do terceiro período. 

Que os Leafs continuem assim, jogando bem e vencendo muitas partidas, dando maior confiança aos jogadores jovens! 

Go Leafs Gooooo

%d blogueiros gostam disto: