Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Jake Gardiner’

04/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sábado, 08 dezembro 2018 Deixe um comentário

Num jogo contra o também jovem time do Buffalo Sabres, o Toronto Maple Leafs buscava continuar seu caminho à nossa tão sonhada Stanley Cup.

Apesar de William Nylander ter fechado contrato, ele ainda não estava disponível para o técnico Mike Babcock para este jogo.

O time da casa jogou muito bem e mostrou a sua velocidade e qualidade. Levou muito perigo ao gol de Frederik Andersen, mas não conseguiu vencer o goleiro dos Leafs no primeiro período, mesmo com o dobro de chutes à gol do que os desferidos ao gol de Linus Ullmark.

No segundo período, Auston Matthews abriu o placar aos 08m33s, numa jogada em que ele se aproveitou de sua ótima visão, pegou o puck no ar sobre a cabeça do defensor dos Sabres, jogou ao gelo atrás do gol e deu a volta com inocular para marcar no outro lado do gol de Ullmark! Foi um gol oportunista! Os Sabres continuaram jogando bem e chegaram ao empate com Sam Reinhardt aos 14m01s. Faltando apenas 10s para terminar o período, Jake Gardiner colocou os Leafs de volta à frente do placar.

Veio o terceiro período e parece que os Leafs dormiram no gelo. Jack Eichel, ao contrário, estava bem acordado. Marcou dois gols, virando o placar aos 02m39s e 12m33s. Numa jogada onde Morgan Rielly chutou o puck nas bordas atrás do gol e o puck foi parar no taco de Patrick Marleau que não desperdiçou e empatou o jogo aos 14m47s, levando a decisão à prorrogação.

O time dos Sabres é muito rápido também e levou perigo ao gol dos Leafs, mas foi ele, Auston Matthews que, novamente, marcou para os Leafs, fazendo um movimento belíssimo que tirou o puck do defensor e disparou rápido, aos 04m57s, ou seja, faltando apenas 03s para o término da prorrogação.

Foi uma vitória suada, mas que foi merecida!

O próximo jogo foi a estreia de William Nylander.

Go Leafs Gooooo

Anúncios

27/10/2018 – Winnipeg Jets @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 30 outubro 2018 Deixe um comentário

Apenas tres dias após a vitória sobre os Jets, os times se enfrentaram novamente, dessa vez no gelo do Scotiabank Arena, ex Air Canada Centre, em Toronto, casa do Toronto Maple Leafs. Os Jets se preparavam para viajar à Finlândia logo após a partida, para dois jogos contra os Florida Panthers.

Dessa vez o jogo foi bem diferente. Os Jets abriram o placar com Kyle Connor aos 09m28s do primeiro período, num powerplay para o time visitante. Foi um gol em que a defesa dos Leafs simplesmente dormiu e deixou Connor sozinho em frente ao gol, pra chutar sem muita chance de defesa de Frederik Andersen.

O segundo período viu os Leafs tentando recuperar o placar, mas uma bobeira de Nazem Kadri, permitiu Mark Scheifele partir sozinho no contra-ataque contra Freddie, que não conseguiu defender o chute.

Quando tudo parecia dar errado para os Leafs, o terceiro período nos mostrou que, enquanto houver tempo no relógio, há esperança. Fazem Kadri marcou o seu segundo gol da temporada aos 06m33s, devolvendo energia à equipe da casa e aos torcedores presentes. Jake Gardiner empatou a partida aos 16m49s com um de seus fortes chutes. Mas, Kasperi Kapanen, marcou novamente contra os Jets, o gol que seria o gol da vitória, aos 17m15s, num chute que só tinha o espaço do puck pra entrar, por cima do ombro esquerdo de Hellebuyck. Foi realmente um jogo de recuperação para os Leafs!

Saímos com a vitória, mas infelizmente, numa jogada normal, Jakob Trouba acabou por contundir o ombro esquerdo de Auston Matthews no segundo período, tirando a estrela dos Leafs da partida. Matthews seria examinado para verificar a extensão da lesão e Mike Babcock já dava como certo que ele não participaria do jogo de segunda-feira, contra o Calgary Flames.

Go Leafs Goooooooo

22/03/2018 – Toronto Maple Leafs @ Nashville Predators

sexta-feira, 23 março 2018 Deixe um comentário

Parece que o Toronto Maple Leafs aprendeu uma amarga lição na derrota contra o Tampa Bay Lightning onde após estarem vencendo por 3 a 1 no início do terceiro período, tomaram a virada no placar e perderam a partida. Agora, contra outra forte equipe, que vinha de 15 jogos seguidos pontuando, o Nashville Predators, jogamos bem e controlamos o jogo.

Se contarmos que os Bolts e os Preds são as duas melhores equipes da NHL no momento, os Leafs tiveram 5 ótimos períodos e apenas um ruim!

Este jogo também marcou o retorno de Auston Matthews à equipe, após sofrer com uma contusão no ombro no jogo do dia 22 de fevereiro, contra o New York Islanders.

James Van Riemsdyk continuou com a sequência de jogos onde marca holandesa os Leafs e marcou o primeiro, aos 04m03s, após receber um passe de Mitch Marner e tentar passar para Tyler Bozak, por entre as pernas. A jogada enganou Pekka Rinne e o puck entrou por entre as pernas do goleiro, durante um powerplay para os Leafs.

O segundo período veio e, apesar de jogar bem, os Leafs não conseguiram impedir Victor Arvidsson de empatar a partida para o time da casa num powerplay para os Preds aos 05m42s. Os Leafs não se deixaram abalar e aos 15m06s, Auston Matthews foi ao ataque e se aproveitou do rebote de seu próprio chute para marcar um belo gol em Pekka Rinne, colocando os Leafs à frente do placar. William Nylander ampliou aos 16m44s, após um chute de Zach Hyman ficar “perdido” no crease e Nylander mandar pro fundo do gol.

Com a vantagem no placar tudo fica mais fácil! No terceiro período Mitch Marner marcou aos 09s de jogo, em mais um powerplay! Jake Gardiner também deixou o seu, o seu quinto gol da temporada, aos 03m39s. Somente aos 15m37s, numa boa jogada, o perigoso time dos Predators marcou o segundo gol, com Scott Hartnell.

Com boa atuação de Frederik Andersen, os Leafs estão cada vez mais perto da classificação aos playoffs!

Go Leafs Goooooo

12/02/2018 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 13 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Enfrentar o Tampa Bay Lightning, uma das melhores equipes da NHL, nunca é fácil, mas é o que o Toronto Maple Leafs necessita fazer para chegar à tão sonhada Stanley Cup. Os Lightning foram à Toronto e nos estávamos preparados para eles.

William Nylander foi o jogador da noite, abrindo o placar aos 11m55s do primeiro período. Foi ele também que aumentou a liderança com o segundo gol dos Leafs aos 03m08s do segundo período. Pouco depois quase consegue o hat-trick, mas teve seu chute defendido por Andrej Vasilevskyi. Jake Gardiner colocou os Leafs com 3 gols de vantagem no placar aos 11m36s, antes de Alex Killorn diminuir aos 15m59s, finalmente vencendo Frederik Andersen.

No terceiro período, apesar dos Leafs saberem que os Bolts tentariam usar todo o seu poder para vencer a partida, não conseguimos evitar levar dois gols em 20s, deixando os Bokts empatarem a partida. O segundo gol deles foi marcado por Nikita Kucherov aos 00m58s, seu gol de número 30 na temporada. O gol de empate foi de Yanni Gourde, aos 01m18s. Quando tudo parecia perdido e, com os Lightning pressionando, James Van Riemsdyk marcou o gol da vitória bem no canto direito de Vasilevskyi. No final, com os Bolts sem goleiro, os Leafs sofreram muito, mas mantiveram a liderança e garantiram a vitória.

Nylander marcou três pontos (dois gols e uma assistência), e Matthews também marcou três pontos, em três assistências!

Foi uma ótima noite para os Leafs que têm tido uma bela sequência de vitórias.

Amanhã receberemos a visita dos Columbus Blue Jackets.

Go Leafs Gooooooo

20/12/2017 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

quinta-feira, 21 dezembro 2017 Deixe um comentário

Após a comemorativa vitória na tarde anterior, o Toronto Maple Leafs foi à Columbus, enfrentar o Columbus Blue Jackets que havia perdido de 7 a 2 na segunda-feira, contra o Boston Bruins. Os momentos eram diferentes e talvez isso tenha afetado totalmente a postura das equipes neste jogo.

Não posso dizer que os Leafs jogaram mal, afinal chutaram mais ao gol de Joonas Korpisalo (41), do que sofreram chutes no gol defendido por Curtis McElhinney (37). E McElhinney não foi o culpado na derrota dos Leafs, mas sim a forma mais “leve” da equipe jogar.

No primeiro período, o jogo estava empatado quando a defesa dos Leafs deu bobeira. Haviam três jogadores tentando roubar o puck de um jogador dos Blue Jackets na lateral do gol de McElhinney, mas Jake Gardiner deixou Lukas Sedlak sozinho para receber o puck em frente ao gol para bater de virada, abrindo o placar aos 12m57s. No primeiro powerplay para os Leafs, a equipe pressionou os Blue Jackets, mas novamente Jake Gardiner fez um passe arriscado, que foi interceptado por Seth Jones, que patinou e bateu sozinho, vencendo o goleiro dos Leafs, aos 18m45s, já que o próprio Gardiner ficou marcando o outro jogador que acompanhava Seth Jones.

Gardiner chegou a diminuir para os Leafs aos 04m26s, mas Korpisalo estava excelente na noite e não deixou os Leafs empatarem. Por sua vez, os Blue Jackets voltaram a abrir dois gols de vantagem com o novato, Pierre-Luc Dubois, aos 10m20s, num powerplay. Atualmente os Blue Jackets possuem o pior powerplay de toda a liga.

O último período ainda viu Alexander Wennberg ampliar para o time da casa aos 11m51s. Apesar de tentar muito, os Leafs sempre tinham seus chutes parados por Korpisalo. Mas Mitch Marner encontrou uma rota desde a defesa dos Leafs, passando por todos os jogadores adversários e vencendo Korpisalo aos 17m03s, marcando o seu segundo gol em dois jogos seguidos! Marner realmente está muito bem e novamente a linha formará por Marner, Bozak e JVR foi a nossa melhor na noite!

Acabamos derrotados por 4 a 2 e o próprio Mike Babcock disse que a equipe não tem desculpa, nem mesmo ter jogado no dia anterior, uma vez que foi um jogo num horário mais cedo. Simplesmente a equipe não foi tão aplicada quanto deveria ter sido! Auston Matthews também ficou de fora dessa partida, a sexta seguida, mas deve estar próximo de voltar à equipe.

O próximo jogo será amanhã, contra o New York Rangers no Madison Square Garden.

Vamos arrumar a casa e partir pra cima deles!

Go Leafs Goooooo

New York Rangers @ Toronto Maple Leafs – 07/10/2017 – Home Opener

segunda-feira, 09 outubro 2017 Deixe um comentário

Empolgados com a bela vitória na estreia, em Winnipeg, o Toronto Maple Leafs recebeu o New York Rangers em seu primeiro jogo no Air Canada Centre.

O jogo começou muito bem, com os Leafs trocando passes e indo ao ataque com muita velocidade, levando perigo a Henrik Lundqvist, até que, aos 02m30s os Leafs abriram o placar com Dominic Moore. Os Rangers por sua vez chegaram ao empate pouco tempo depois, aos 3m42s com J. T. Miller. O que parecia um balde de água gelada no momento dos Leafs, na verdade iniciou uma sequência de quatro gols ainda no primeiro período. Zach Hyman fez ótima jogada e quase marcou, porém recuperou o puck e driblou Lundqvist para marcar o segundo dos Leafs. O terceiro veio no powerplay com Jake Gardiner, que partiu da zona neutra e venceu o goleiro dos Rangers com um chute muito bem colocado. Os Leafs ainda marcaram com Nikita Zaitsev, que chutou de longe. Hyman marcou também aos 17m19s. Os Rangers ainda conseguiram diminuir no primeiro período com um gol de Kevin Shattenkirk, aos 19m37s, em powerplay. 

Infelizmente para a torcida da casa, a equipe parece ter considerado que o jogo estava fácil. Mesmo com Lundqvist sendo substituído após sofrer 5 gols, dando chance a Ondrej Pavelec de mostrar serviço, o time parou de patinar e começou a perder muitos passes, dando oportunidades aos Rangers. As oportunidades não foram perdidas e os Rangers marcaram três gols com Mika Zibanejad, Marc Staal e Matt Zuccarello, empatando o jogo. E Pavelec realizou ótimas defesas! Mais uma vez os Leafs aprenderam uma triste lição: nenhuma equipe da NHL pode ser considerada fraca, ou vencida, mesmo com 3 ou mais gols de diferença. As equipes da NHL simplesmente não desistem. 

O último período foi decisivo e nele, mais uma vez, os Leafs voltaram a jogar bem. Garantimos a vitória com gols de Tyler Bozak, Leo Komarov e Nazem Kadri, os dois últimos em powerplays, fechando o placar em 8 a 5 e mantendo a invencibilidade com a segunda vitória na temporada. No total, os Leafs marcaram 15 gols em apenas dois jogos, um número bem alto para os padrões da liga. 

Hoje receberemos a visita do Chicago Blackhawks, outra equipe invicta e que também marcou 15 gols nos seus últimos dois jogos!

Go Leafs Goooooo

13/04/2017 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals – NHL Playoffs 2017 – 1a rodada – Jogo 1

sexta-feira, 14 abril 2017 2 comentários

Após a tão esperada classificação aos playoffs de 2017, o Toronto Maple Leafs enfrentará a melhor equipe da temporada, vencedora do troféu dos presidentes, o Washington Capitals de Alexander Ovechkin.

Não será uma tarefa fácil vencer os Capitals nessa série de playoffs, mas os Leafs são jovens, têm muita velocidade e podem dar muito trabalho ao time de Washington. 

Para este jogo o defensor dos Leafs, Nikita Zaitsev não estava bem, após uma contusão no último jogo da temporada regular e, em seu lugar, foi chamado Martin Marincin. 

Os Leafs começaram bem, jogando com Frederik Andersen no gol e se impondo também no jogo físico contra os Capitals! Logo aos 01m35s, Mitch Marner marca o primeiro dos Leafs aproveitando o rebote de um chute que resvalou na trave de Brayden Holtby. Aos 09m44s, Jake Gardiner marca o segundo dos Leafs, gol que foi avaliado após pedido de Mike Babcock pois o juiz de linha havia anulado o gol por interferencia de Nazem Kadri no goleiro. Após a revisão o gol foi confirmado pois Kadri não chegou a encostar em Holtby. Os Leafs então cometeram duas penalidades dando 1m30s de vantagem em 5 contra 3 para os Capitals e o forte time de Washington não desperdiçou. Os Leafs até se defenderam em 5 contra 3, mas no 5 contra 4, acabaram não limpando o puck em frente ao gol de Andersen e levaram o primeiro gol, marcado no powerplay por Justin Williams aos 12m24s. 

Veio o segundo período e os Leafs e Caps deram uma diminuída no ritmo de jogo. Andersen e Holtby faziam defesas incríveis, mas aos 16m00s,  Andersen havia defendido o chute de Matt Niskanen, que estava entre seus pads, mas Andersen acabou por não saber onde o puck estava e, desesperado por tentar parar um puck que estivesse passando por debaixo de suas pernas, acabou se levantando e deixando  o puck livre para Justin Williams marcar e empatar a partida.

O terceiro período viu os Caps melhores e Andersen fechando o gol. Holtby também defendeu os Caps muito bem e a partida acabou indo para a prorrogação. Na prorrogação, ambas equipes tentaram buscar a vitória, que veio da forma mais surpreendente possivel. Aos 05m15s, Martin Marincin tentou limpar o puck da defesa dos Leafs, jogando o puck pela borda do gelo, Tom Wilson, um jogador de quarta linha dos Caps, interceptou o puck com as mãos e colocou em jogo, chutando forte e vencendo Andersen por cima do ombro no cantinho do gol! Foi o primeiro gol de Tom Wilson nos playoffs em sua carreira e o primeiro jogador na história dos Caps a marcar seu primeiro gol nos playoffs, na prorrogação. 

Os Leafs apresentaram muitas coisas boas e acabaram errando algumas outras, mas mostraram que conseguem jogar de igual para igual com os Caps, um time muito mais experiente! Ovechkin e TJ Oshie foram anulados no jogo!

Babcock deve corrigir as falhas para o próximo jogo e esperamos que Zaitsev possa voltar à equipe. 

Hunwick e Polak jogaram muito bem, assim como Boyle, Marner e Nylander. Matthews não teve muito espaço e acabou meio apagado no jogo de ontem.

Agora é esperar pelo jogo dois amanhã para vermos se os Leafs conseguem empatar a série!

Go Leafs Gooooooooo

%d blogueiros gostam disto: