Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Connor Hellebuyck’

Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets – 04/10/2017 – Season Opener 

quinta-feira, 05 outubro 2017 Deixe um comentário

Para começar a temporada regular 2017-18, os Leafs foram visitar seus rivais canadenses de Winnipeg, os Jets. 

O jogo estava simplesmente eletrizante no início do primeiro período, mas o Toronto Maple Leafs pecava ao cometer penalidades. Uma delas foi cometida por Leo Komarov e eu nunca havia visto esse tipo de penalidade antes: “Equipment Violation”. Leo estava com o capacete mas sem que a trava estivesse afivelada. Apesar das penalidades a equipe e Frederik Andersen se mantiveram fortes na defesa e evitaram todas as tentativas do Winnipeg Jets de abrir o placar. Aos 15m45s, Nazem Kadri venceu Steve Mason, num powerplay, para abrir o placar e marcar o primeiro gol da temporada da NHL. James Van Riemsdyk ampliou aos 17m40 e William Nylander chutou num gol aberto, após receber um passe de Jake Gardiner que enganou toda a defesa dos Jets, aos 18m23s. Steve Mason estava olhando para o outro lado, buscando encontrar quem estava com o puck e quando se deu conta que Nylander o tinha, foi tarde demais.

Com três a zero no placar os Leafs seguiram confiantes no segundo período e Patrick Marleau marcou seu primeiro gol em temporada oficial pelos Leafs após receber um passe de Auston Matthews que o deixou sozinho contra Mason, aos 08m32s. Foi um belo gol de Marleau, que driblou Mason para marcar seu gol de número 509 na carreira na NHL.

O terceiro período ainda viu os Leafs ampliarem o placar com mais um gol de Marleau aos 36s, fazendo os Jets retirarem Steve Mason e o substituírem por Connor Hellebuyck. Mitch Marner também marcou o seu aos 08m07s, num powerplay. Os Jets só chegaram a marcar aos  11m31s com seu capitão, Mark Scheifele, após receber passe de Patrick Laine. Os Leafs estavam tão bem na partida que não deixaram os Jets acharem momento e marcaram o sétimo gol da noite aos 11m57s, com Auston Matthews. E os Jets fecharam o placar de 7 a 2 com um gol de  Mathieu Perrault aos 12m57s. 

Cada uma das jovens estrelas dos Leafs marcou seu gol na noite: Marner, Matthews e Nylander. E também tivemos dois gols de Patrick Marleau em seu jogo de estreia! 

Andreas Borgman jogou bem na sua estreia na NHL e marcou um ponto numa assistência no gol de Auston Matthews. 

Uma vitória fora é sempre bem vinda e começar a temporada com um placar de 7 a 2 é realmente muito bom!

O próximo jogo será no sábado, contra o New York Rangers, no Air Canada Centre, no chamado “Home Opener”. 

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

21/02/2017 – Winnipeg Jets @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 22 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Esse foi o último jogo entre essas equipes nesta temporada e a mídia norte americana coloca muita pressão na disputa entre os dois primeiros selecionados do Draft da NHL de 2016, Auston Matthews e Patrick Laine. São dois ótimos jovens jogadores que estão ajudando e muito suas equipes e que, indiretamente disputam a posição pelo melhor jogador novato da temporada. Ambos estavam empatados com 28 gols, mas Laine possuía 52 pontos no total, enquanto Matthews possuía 49.

O Toronto Maple Leafs começou bem e abriu o placar logo aos 01m02s num chute de Leo Komarov, sem ângulo, mas que acabou entrando no gol de Connor Hellebuyck. O Winnipeg Jets também pressionou e conseguiu marcar num Frederik Andersen um tanto mal na noite de ontem. Patrick Laine marcou aos 04m25s e Brian Little colocou os visitantes à frente aos 10m33s, em powerplay. 

Nazem Kadri recebeu um belo passe de Josh Leivo, que tinha dois defensores com ele, e fez um belo movimento, empatando a partida aos 15m52s. Os Jets não pararam de pressionar e num chute de longe, N. Helena voltou a colocar os Jets à frente aos 17m24s. O jogo ficou frenético no final do segundo período. Os Leafs acabaram por ganhar um powerplay e não desperdiçaram. William Nylander dominou o puck entre varios jogadoresndos Jets e passou na medida para Leo Komarov marcar o segundo gol da noite, voltando a empatar a partida aos 19m28s. Ainda nos segundos finais do período, Patrick Laine voltou a marcar após uma grande confusão e vários jogadores fora de posição. Laine ficou sozinho com o puck, de frente pro gol de Andersen e marcou o quarto gol dos Jets faltando apenas 3s para o término do segundo período. 

O jogo estava disputado e os Leafs ainda tinham chance no último período. Aos 03m30s, em outro powerplay, Auston Matthews chutou forte, o puck passou pelo lado direito do gol de Hellebuyck, bateu nas bordas e voltou pelo outro lado, na medida para William Nylander chutar de primeira, empatando a partida. O Powerplay dos Leafs é um dos melhores da liga! Esse gol levou o jogo à prorrogação, onde aos 02m29s, Jame Gardiner marcou o gol da vitória dos Leafs, que estão na terceira posição da sua divisão, 1 ponto à frente dos Bruins. 

Agora, com os dois gols marcados na noite, Patrick Laine tem 30 gols e 54 pontos, enquanto Matthews, que teve 3 assistências na noite, tem 28 gols e 52 pontos. A disputa continua!

Go Leafs Goooooo

02/12/2015 – Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets

quinta-feira, 03 dezembro 2015 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs iniciou uma viagem com cinco jogos na agenda, sendo o primeiro deles uma visita aos Winnipeg Jets. 

No dia do jogo os torcedores dos Leafs receberam uma noticia que gerou diferentes sentimentos: Jonathan Bernier foi enviado ao Toronto Marlies, time afiliado aos Leafs na AHL, por um período de 10 dias, para recuperar forma física, já que vinha jogando pouco com a excelente performance de James Reimer, e para recuperar a confiança. Com isso, Garret Sparks ganhou a sua segunda partida na NHL.

Os Leafs começaram bem e logo aos 02m02s, Michael Grabner marcou seu primeiro gol pelos Leafs, recebendo um belo passe de Daniel Winnik. Mas os Leafs não mantiveram o bom momento e os Jets pressionaram, chegando ao empate aos 08m25s, com Drew Stafford. Após o gol os Leafs iniciaram uma queda de atenção e a defesa simplesmente deixava buracos para o ataque dos Jets aproveitarem, além da equipe começar a cometer penalidades. Numa dessas penalidades, aos 17m32, Drew Stafford marcou o segundo gol e virou o placar. Sparks foi para um lado do gol para fazer a defesa e o passe cruzou o crease, área do gol, chegando a Stafford, que chutou com o gol praticamente aberto.

O segundo período foi muito disputado, mas não produziu gols. Sparks efetuou boas defesas e manteve os Leafs na partida.

Não sei o que aconteceu, mas os Leafs voltaram muito mal para o terceiro período. A defesa não conseguia conter o ataque ou contra-ataque dos Jets e os chutes a gol acabaram deixando Sparks sozinho contra os jogadores dos Jets. Isso resultou em quatro gols no período, com Sparks podendo fazer muito pouco. O primeiro gol foi de Mark Scheifele aos 01m25s, chutando por cima da luva de Sparks. Os Leafs marcaram um gol, com Nick Spaling, mas após revisão, o gol foi anulado, pois foi considerado que Daniel Winnik interferiu na movimentação do goleiro da Jets, Connor Hellebuyck, outro novato em sua segunda partida na NHL, que está jogando após a contusão de Ondrej Pavelec. Na minha opinião, Daniel Winnik foi empurrado por Tyler Myers e não havia como ele evitar um contato inicial com Hellebuyck, mas essas decisões estão cada vez mais subjetivas. Depois marcou Andrew Ladd aos 02m43s, num belo chute por cima do ombro de Sparks. Bryan Little marcou aos 10m53s e Anthony Peluso fechou o placar aos 17m53s.

Aos Leafs restou apenas aceitar que jogaram mal e se preparar para o jogo de hoje à noite, contra o Minnesotta Wild. Sparks não deve ser avaliado somente por esse jogo, afinal a equipe o deixou na mão por diversas vezes e ele ainda é um goleiro novo, que está ganhando experiência na NHL.

Go Leafs Goooo

%d blogueiros gostam disto: