Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Clarke MacArthur’

07/12/2013 – Toronto Maple Leafs @ Ottawa Senators

domingo, 08 dezembro 2013 Deixe um comentário

Mais uma batalha de Ontario aguardava pelos Leafs, desta vez em Ottawa. Essa rivalidade é muito grande pois são os dois times profissionais da província e sempre é bom vencer esta batalha!!20131207_Leafs@Sens_Banner

Os Leafs começaram melhor e aos 01m37s, num powerplay, os Leafs abrem o placar com James Van Riemsdyk. Aos 09m44s foi a vez de os Senators empatarem, também se aproveitando de um powerplay, com Clarke MacArthur, ex-Leafs.

20131207_Leafs@Sens_ScoreMais uma vez, os Leafs chutaram menos a gol que os Senators, entretanto o segundo período foi dos Leafs com gols de Phil Kessel aos 03m05s e de Jake Gardiner, aos 11m37s. Com 3 a 1 no placar, os Leafs tinham a tão sonhada liderança para garantir a vitória no tempo regular, mas essa não era a ideia dos Senators.

No terceiro período, os Senators voltaram com vontade de mudar a história do jogo, em frente e com o apoio de sua torcida, apesar de haver muitos torcedores dos Leafs em Ottawa. Infelizmente os Leafs tiveram aquele período em que continuaram cedendo muitos chutes a gol!! Erik Condra se aproveitou das chances de gol e diminuiu logo aos 02m23s, deixando a partida com diferença de apenas um gol. Os Senators continuaram pressionando e acabaram conseguindo o gol de empate aos 10m30s, marcado por Erik Karlsson em powerplay. No finalzinho, Carl Gunnarsson ainda teve uma chance de dar a vitória aos Leafs, mas após receber um belo passe de Nazem Kadri, não conseguiu chutar ao gol, sendo impedido pelo defensor dos Senators. Gunnarsson é um dos jogadores que eu não consigo ver valor. Sempre dá passes errados, não tem velocidade, não joga tão físico, não nos dá confiança, não marca gols … Eu realmente não sei o que ele faz na defesa dos Leafs. Com o empate, veio a prorrogação e ambas equipes estiveram muito próximas da vitória, com ótimas chances, mas sem sucesso em convertê-las em gols. A decisão do jogo veio nos pênaltis.

James Reimer recebeu 50 chutes à gol, contra 31 dados pelos Leafs em Craig Anderson e eles ainda enfrentariam os pênaltis. O primeiro a chutar foi o capitão dos Senators, Jason Spezza, que tentou alterar a velocidade de patinação e aguardar por algum movimento de Reimer, que se manteve no controle e defendeu o chute. Pelos Leafs, foi James Van Riemsdyk que executou um belo movimento e marcou o primeiro dos Leafs em Craig Anderson. Para tentar empatar, os Senators escalaram Milan Michalek, que também teve sua tentativa frustrada pela defesa de James Reimer. Bastava agora Mason Raymond converter sua tentativa e os Leafs sairiam com a vitória, e foi o que aconteceu, Raymond conseguiu vencer Craig Anderson e encerrou com a partida.

Mais uma vitória suada dos Leafs, que apesar de ceder muitos chutes à gol, acaba encontrando um jeito de vencer a partida. Graças às ótimas atuações de seus goleiros, James Reimer e Jonathan Bernier.

Dentro de minutos vai começar o jogo contra os Bruins em Toronto!!!
Vamo que vamo!!

Go Leafs Go!!!!

Anúncios

Clarke MacArthur é contratado pelos Senators

sexta-feira, 05 julho 2013 Deixe um comentário

IMG_3998.jpg

IMG_3998.jpg (Photo credit: bridgetds)

Clarke MacArthur está mudando de lado na Batalha de Ontario.

O atacante de 28 anos terminou seu contrato com os Leafs e como não houve interesse dos Leafs por mantê-lo, assinou um contrato de 2 anos com o Ottawa Senators no valor de $6.5 milhões de dólares.

——————————————————————————————————————————-

Boa sorte ao Clarke MacArthur! Menos contra os Leafs!!! Nos vemos nas Batalhas de Ontario da próxima temporada!

GO Leafs GOOOO

13/05/2013 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins – ECQF – Jogo 7

terça-feira, 14 maio 2013 2 comentários

E não é que chegamos ao jogo 7? Quem poderia ter tanta confiança de que os Leafs jogariam de igual para igual com os Bruins, principalmente após os quatro primeiros jogos desta rodada dos playoffs, com os Leafs perdendo em Boston, vencendo em Boston e empatando a série e, perdendo ambos jogos em Toronto, deixando os Bruins liderarem a série por 3 a 1. Voltamos ao jogo 5 com mais vontade e fomos pra cima, não dando espaço para os Bruins e vencemos os jogos 5 e 6, criando a chance considerada como quase remota, de irmos à segunda rodada!20130513_Leafs@Bruins_ECQFG7_Banner

O time estava bem, focado, jogando de forma responsável e disputando cada puck, até que Matt Bartkowski marca o primeiro para os Bruins aos 05m39s. Tudo parecia que ia ficar difícil para os Leafs, mas num powerplay, Cody Franson se aproveita e um puck que fugiu do controle de Tuuka Rask e empata para os Leafs aos 09m35s do primeiro período. Após o gol de Franson, os Leafs melhoraram bastante e passaram a controlar a partida, com boas atuações de Reimer, quando necessário.

No segundo período, apesar de toda a força dos Bruins, os Leafs continuaram melhor e aos 05m48s, Cody Franson desfere um belo chute que passa debaixo do braço direito de Zdeno Chara e entra no ângulo direito de Tuuka Rask. Os Leafs passam a frente do placar e tudo ia muito bem no jogo.

20130513_Leafs@Bruins_ECQFG7_ScoreNo terceiro período, um milagre parecia estar para acontecer. Os Leafs marcaram com Phil Kessel, se aproveitando de um chute de Nazem Kadri que acertou a trave. Phil Kessel marcou aos 02m09s e, em uma bela jogada de contra-ataque aos 05m29s, Nazem Kadri marca o quarto gol dos Leafs. Com três gol de vantagem no placar, os Leafs acabaram por afrouxar o jogo e os Bruins, que são uma ótima equipe, sentiu isso e se aproveitou. Aos 09m18s, Nathan Hortons marca o segundo dos Bruins. Seriam os últimos 10 minutos mais tensos da temporada para os torcedores dos Leafs. Esse tempo viu Matt Frattin ser defendido por Rask e Reimer efetuando defesas importantíssimas. Faltando apenas 1m22s para o término da partida e eliminação dos Bruins, Milan Lucic marca o terceiro dos Bruins, que já jogava sem goleiro, para colocar um atacante adicional no gelo. Neste momento o meu coração simplesmente congelou … Nem respirava mais … Enquanto os técnicos estavam dando instruções para as suas equipes, num pedido de tempo técnico dos Bruins, a ESPN transmitia o jogo dos Rangers x Capitals e, como existe um atraso do sinal da Internet ( NHL Game Center), já estavam dando a notícia que os Bruins empataram o jogo faltando apenas 40 segundos … Com Patrice Bergeron. Ou seja, os Leafs deixaram a vitória escapar por entre os dedos e, à esta altura, meu coração e estômago estavam paralisados. Ainda tivemos um lance perigoso faltando apenas 10 segundos para o término, mas Rich Peverley não conseguiu aproveitar um rebote de Reimer.

Fomos para a prorrogação, mas o momento do jogo já havíamos mudado para o lado dos Bruins. O gol que cravou uma espada no coração da equipe de Toronto veio aos 06m05s de uma prorrogação dominada pelos Bruins, com muito poucas chances de gol para os Leafs. Patrice Bergeron se aproveitou de um puck mal retirado por Jake Gardiner e venceu James Reimer, para a alegria dos torcedores de Boston e total tristeza dos torcedores e jogadores dos Leafs.

Chegamos beeeeeem perto de nos classificarmos para a segunda rodada, mas acabamos sem gás, sem energia para nos impor frente aos Bruins. Aliás deixo aqui os meus parabéns para os Bruins que não desistiram, mesmo perdendo por um placar de 4 a 2, faltando 10 minutos para o término da partida. Os Bruins são uma equipe muito experiente e que joga junto a muito tempo, o que melhora a qualidade do passe e integração entre os jogadores. São uma equipe muito forte e que joga muito fisicamente.

Parabéns também para Phil Kessel, Joffrey Lupul, James Van Riemsdyk, Dion Phaneuf, Nazem Kadri, Clarke MacArthur, Jake Gardiner, Cody Franson, Colton Orr, Tyler Bozak, Joe Colborne, Mikhail Grabovski, Nikolai Kulemin, Carl Gunnarsson, Ryan O’Byrne, Jay McClement, Mark Fraser, Frazer McLaren, e principalmente a James Reimer, o jovem goleiro que voltou à sua ótima forma e segurou a barra nos jogos 5 e 6, nos dando a chance do jogo 7! Randy Carlyle possui uma boa equipe para a próxima temporada, bastando alguns reforços e reposições para sermos ainda melhores.

Mostramos muita garra, raça, aplicação e qualidade frente aos Bruins, um dos melhores times da NHL. Estávamos sem confiança até mesmo de uma parte da torcida, mas perseveramos e levamos a decisão para jogo 7! Os Bruins perseveraram um pouquinho mais … Vitória merecida …

Parabéns pessoal! Foi uma série e tanto! Digna de uma final de conferência!

Go Leafs Go

P.S.: Continuaremos cobrindo as notícias de mundo Leafs até a abertura da próxima temporada!!!

10/05/2013 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins – ECQF – Jogo 5

sábado, 11 maio 2013 Deixe um comentário

Com a vantagem de 3 a 1 na série, os Bruins estão com a faca e o queijo na mão para finalizar a primeira rodada dos playoffs em casa, para enlouquecer sua torcida. Após vencer os dois últimos jogos em Toronto, confiança é o que não falta aos Bruins.20130510_Leafs@Bruins_ECQFG5_Banner

Apesar da pressão de estar com as costas contra a parede e de estar jogando em Boston, os Leafs começaram o jogo mais ativos e foram pra cima do time da casa, dando mais chutes à gol e com James Reimer jogando extremamente bem, salvando inúmeras chances de gol dos Bruins. Foram 19 chutes à gol dos Leafs contra apenas 8 dos Bruins no primeiro período.

20130510_Leafs@Bruins_ECQFG5_ScoreNo segundo período os times voltaram para tentar decidir, porém o número de chutes à gol virou e os Bruins chegaram muito mais vezes ao gol de James Reimer. Foram 17 chutes contra 10 dos Leafs, entretanto, quem saiu com a vantagem no placar foram os Leafs. Aos 11m27s, Tyler Bozak se aproveita de um erro dos Bruins no ataque, é mais rápido que o defensor e no contra-ataque vence Tuuka Rask, abrindo o placar. Reimer por sua vez, principalmente no final do período, salva os Leafs do empate.

O terceiro período começou bem e os Leafs quase marcaram no primeiro minuto. Mas conseguiram o segundo gol, aos 01m58s, com Clarke MacArthur, que também usando da velocidade, interceptou um passe na zona neutra e partiu pra cima de Tuuka Rask, marcando um belo gol no bom goleiro de Boston. Com 2 a 0 no placar, tudo parecia sob controle, mas apenas parecia, pois contra os Bruins, 2 gols de diferença é quase nada. Aos 11m12s, Zdeno Chara diminui para os Bruins. Após isso, os Leafs sentiram a pressão dos Bruins e conseguiram sair de Boston com a vitória, obrigando o time de Boston a retornar a Toronto, Air Canada Centre, para o jogo 6, a ser jogado amanhã.

Os Leafs conseguiram!!! Venceram os Bruins mais uma vez na casa deles, o TD Garden e agora nos deram a chance de voltar a vê-los em Toronto, com chances de vencer em casa e dar à Leafs Nation, a vitória tão esperada em casa! Com a vitória, a primeira rodada fica restrita a quem terá a vitória no último jogo, e mais emocionante da série!

Ainda dá!!! Ainda temos chance!!! Os Habs já deram tchau ao campeonato, na mão dos Senators, mas nós ainda podemos conseguir!!! E vamos conseguir!!!

Parabéns Leafs!!! Vamos em rumo à vitória em casa!!!

GO Leafs Go!!!

08/05/2013 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs – ECQF – Jogo 4

quinta-feira, 09 maio 2013 Deixe um comentário

Com a derrota sofrida no jogo anterior, em Toronto, devido principalmente a erros de passe na zona neutra e na defesa, os Leafs se prepararam para empatar a série em frente à sua torcida. O time veio ao gelo muito motivado, focado em não errar e voltar à Boston em igualdade de condições.20130508_Bruins@Leafs_ECQFG4_Banner

O jogo começou bem para os Leafs que marcaram logo aos 02m35s com Joffrey Lupul. Lupul recebeu o puck de Phil Kessel que fez excelente jogada por trás do gol de Tuuka Rask. Com os Leafs à frente do placar, o time continuou jogando bem e o jogo ficou aberto, com oportunidades para ambas equipes. Ao final do primeiro período, aos 18m32s, Cody Franson chuta da linha azul, mas havia muita gente em frente à Tuuka Rask, que não conseguiu ver o puck e permitiu o segundo gol dos Leafs. Ao final do período os Leafs ganharam um powerplay com vantagem de 2 jogadores a mais no gelo (5 contra 3), mas não conseguiu se aproveitar da oportunidade.

No início do segundo período, aos 32s de jogo, o Boston Bruins veio ao ataque e Patrice Bergeron aproveita um rebote de James Reimer para diminuir para os Bruins. Aos 12m59s o Boston chega ao empate com David Krejci, que recebeu um passe de Nathan Horton e, sem a cobertura de um defensor chutou de primeira. Apesar do bom posicionamento de James Reimer, o chute foi alto e entrou por cima do ombro de Reimer. Mais uma vez acabamos desperdiçando uma liderança de dois gols. Ainda veríamos os Bruins virarem a partida em mais um gol dado a David Krejci. Aos 16m39s Krejci chuta e Grabovski vem para a frente do gol para limpar a área em caso de rebote. Junto com Grabo veio Nathan Horton pressionando, Reimer deu rebote e o puck acabou batendo em Grabo e encobrindo o goleiro dos Leafs, colocando os Bruins à frente no placar. A virada deve ter mexido com os jogadores dos Leafs e, aos 17m23s, o puck acaba sobrando em frente ao gol de Tuuka Rask. Clarke MacArthur estava por lá e chutou por entre as pernas de Rask! Estávamos os de volta ao jogo.

20130508_Bruins@Leafs_ECQFG4_ScoreO número de chutes ao gol não refletia o placar. No primeiro período os Bruins chutaram 15 vezes ao gol dos Leafs e sofreram apenas 8 chutes ao gol de Rask, mas os Leafs estavam na liderança por 2 a 0. No segundo período foram 15 chutes dos Leafs contra 14 dos Bruins, mas os Bruins marcaram 3 vezes e os Leafs apenas conseguiram empatar a partida. O terceiro período viu os Leafs melhorarem e chutarem mais ao gol de Rask, mas o goleiro dos Bruins estava muito bem e não permitiu ao time da casa nenhuma reação. Aliás, ambos goleiros estavam bem, o que acabou levando o jogo à prorrogação.

A atmosfera no Air Canada Centre estava fantástica! Os fãs muito animados, apoiando a equipe. Algo que realmente não víamos a muito tempo. A excitação dos playoffs estava de volta ao lar dos Leafs! E essa motivação foi sentida pelos jogadores, que voltaram para a prorrogação com bastante energia.

Pode-se afirmar que os Leafs dominaram a prorrogação. Controlamos muito mais o jogo e tivemos as melhores oportunidades e chegamos a acertar a trave dos Bruins por duas vezes, sendo uma delas num belo chute de Matt Frattin, mas o puck teimava em não entrar, ou era defendido por Rask. Aos 13m06s, o puck estava em disputa na zona defensiva dos Bruins e Phaneuf tentou empurrar o puck mais para o fundo do gelo, porém algum jogador dos Bruins foi mais rápido e mandou o puck para David Krejci na zona neutra. No contra-ataque em 2 contra 1, Krejci esperou Ryan O’Byrne decidir se vinha para cima ou se esperava e cobria o passe. O’Byrne decidiu-se pela segunda opção deixando Krejci chutar sozinho em Reimer. O goleiro dos Leafs estava bem posicionado, mas o puck acabou passando entre ele e a trave, selando a vitória dos Bruins na prorrogação.

O time de Boston lidera a série por 3 a 1 e pode fechá-lá na próxima sexta-feira, em frente à sua torcida. Aos Leafs resta a esperança de saber que jogaram muito bem e que podem, mais uma vez, ganhar em Boston e trazer o jogo de volta a Toronto. Com as costas na parede os Leafs vão ter que mostrar a mesma intensidade deste jogo, errando e permitindo menos chances ao time de Boston, para vencer no TD Garden.

Os Leafs ainda perderam o defensor Mark Fraser que levou um puck no rosto num chute de Milan Lucic e não retornou ao gelo. Esse lance ocorreu no terceiro período do jogo.

A torcida, apesar da frustração da derrota em um jogo em que os Leafs estavam melhores que os Bruins, assistiram a um jogo como a muito tempo não de via em Toronto. Foi o jogo mais emocionante em muitos anos.

A equipe ainda tem chances de progredir para a segunda rodada, mas o caminho é muito difícil, tendo que vencer todos os três jogos que ainda restam. Mas enquanto existe uma chance, existe a esperança e a fé. Vamos apoiar a equipe para o jogo de sexta-feira e pensar em conquistar um jogo por vez!

Go Leafs Gooo – ainda temos chance e vamos apoiar o time a cada jogo!

25/04/2013 – Toronto Maple Leafs @ Florida Panthers

sexta-feira, 26 abril 2013 Deixe um comentário

Apenas uma noite após a derrota para o Tampa Bay Lightning os Leafs voltam ao gelo na Flórida, desta vez contra o Florida Panthers. Nesta mesma noite outros Inês que estão na disputa por posições na classificacao da conferência leste também jogaram: Montreal Canadiens, New York Rangers, Winnipeg Jets, New York Islanders e Boston Bruins.20130425_Leafs@Panthers_Banner

Neste jogo os Leafs tiveram melhor postura, apesar de mais uma vez não conseguir chutar mais ao gol que seu adversário. Logo aos 05m39s, Leo Komarov abre o placar para os Leafs. O time estava jogando muito bem, especialmente James Reimer que parece ter retomado a forma e a confiança. Reimer efetuou defesas que salvaram os Leafs do gol de empate. Aos 14m32s Clarke MacArthur fez ótima jogada e passou para Matt Frattin, que chutou e Markstrom defendeu, mas permitiu o rebote, que o próprio Clarke MacArthur aproveitou. Foi uma ótima jogada e, caso MacArthur não fizesse, Joe Colborne estava por ali para tentar definir também!

20130425_Leafs@Panthers_ScoreNo segundo período os Leafs voltaram com mais vontade de garantir o placar. Para isso Phil Kessel marcou logo dois gols nos primeiros cinco minutos de jogo, aos 01m41s e aos 04m41s. Quase ao final do período, Nazem Kadri se desentende com Petrovic e os dois começam a brigar e se empurrar no gelo, em sua defesa veio Mark Fraser, já que Petrovic é muito maior que Kadri. Depois de Fraser, todos os jogadores de ambas equipes se envolveram no empurra-empurra. Foram no total seis penalidades aplicadas por esse fato!

No terceiro período o placar não foi alterado e, ao final do jogo, James Reimer defendeu todos os 34 chutes à gol dos Panthers, anotando o quarto shutout (vitória sem sofrer gols) da temporada. Os Leafs deram apenas 17 chutes ao gol de Markstrom.

A vitória garante que os Leafs terminarão na quinta ou sexta colocação. Devido à vitória dos Canadiens sobre os Jets, e da derrota na prorrogacao dos Islanders e da vitória dos Rangers, fatores que eliminaram os Jets dos Playoffs, os Canadiens não deixaram chance dos Leafs terminarem na quarta colocação e ganhar o mando de jogo em casa.

No sábado, em pleno Air Canada Centre, os Leafs recebem os Canadiens para o último jogo da temporada regular, e tal confronto pode ser o mesmo na primeira rodada dos playoffs!!! Será o primeiro jogo em casa após a tão sonhada classificação para os playoffs!! A Leafs Nation vai estar em alvoroço!! Jogaço, com certeza!!!

Go Leafs Gooooo – playoffs gere we gooo

21/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sexta-feira, 22 março 2013 Deixe um comentário

Jogando pela segunda noite seguida os Leafs que haviam a acabado com a seqüência de derrotas, vencendo os Lightning no Air Canada Centre, foram fazer uma visita ao seu adversário na fronteira dos Estados Unidos, os Buffalo Sabres.20130321_Leafs@Sabres_Banner

O jogo mal havia começado e Frazer McLaren e Colton Orr já iniciaram brigas logo aos 2m09s. Os Leafs receberam duas penalidades de 2 minutos. Felizmente nosso pênalti kill está bem e não permitimos aos Sabres abrirem o placar. Aos 08m48s Tyler Bozak, que vem jogando bem e sempre ajudando a equipe, abre o placar para os Leafs. Aos 10m04s foi a vez de Nazem Kadri ampliar. Com dois a zero no placar, tudo parecia ir muito bem até que aos 18m54s, Tyler Ennis diminui e coloca os Sabres de volta no jogo.

O segundo período veio e os Sabres voltaram pressionando os Leafs, mas quem marcou primeiro foi o time visitante, com um gol de Mikhail Grabovski aos 08m52s, dando novamente uma liderança por dois gols aos Leafs. Tal liderança, mais uma vez foi desperdiçada pois aos 11m39s e aos 12m24s, Mark Foligno e Jason Pominville marcaram seus gols empatado a partida. Os Leafs apesar de jogarem bem, sempre têm tido lapsos nas partidas, quando os adversários, geralmente, se aproveitam. Esse foi mais um dos lapsos. Randy Carlyle necessita corrigir isso e manter a equipe focada durante os 60 minutos! Ao final do período, os Leafs cederam um pênalti, que continuaria no início do terceiro período.

20130321_Leafs@Sabres_ScoreAinda em powerplay, aos 22s, Christian Ehrhoff marca, colocando os Sabres à frente do placar pela primeira vez na noite. Felizmente os Leafs já mostraram que sempre estão buscando o resultado e não se deixam abalar por um placar desvantajoso para a equipe. Aos 06m33s, Nazem Kadri desvia um chute de Cody Franson e empata novamente a partida, com o seu segundo gol da noite. O restante do período viu as equipes com diversas chances de gol sendo paradas pelos goleiros. Numa delas, Bozak acertou a trave de Ryan Miller e em outra, o goleiro dos Sabres mergulhou para efetuar a defesa, numa jogada em que os Leafs ficaram muito próximos de marcar o gol decisivo!

Veio a prorrogação, sem qualquer alteração no placar, e com isso, a cobrança de penaltis, mais conhecida como Shootout. Na primeira cobrança Kadri chutou bem, mas Ryan Miller conseguiu defender deslizando para dentro do gol. Pominville também não conseguiu marcar em James Reimer. Na segunda rodada, Tyler Ennis teve sua tentativa defendida por Reimer, mas Bozak conseguiu marcar, chutando o puck entre o braço e o corpo de Miller. Com os Leafs à frente, bastava Reimer defender a próxima cobrança para assegurar a vitória, mas Drew Stafford chutou, Reimer defendeu parcialmente com a luva e ficou imóvel, para não acabar chutando ou desvia do o puck para o gol, mas o puck acabou encobrindo-o e foi lentamente para o gol, empatando o Shootout. James Van Riemsdyk foi o próximo e perdeu a oportunidade, assim como os próximos cobradores, Cody Hodgson, Phil Kessel, Ville Leino e Mikhail Grabovski. Foi quando Steve Ott veio ao gelo e conseguiu vencer Reimer. A responsabilidade da próxima cobrança foi dada a Clarke MacArthur que em sua carreira nuca havia feito um gol no Shootout. E isso não se alterou, ele foi defendido por Miller e os Leafs saíram com a derrota, somando apenas um ponto, de consolação!

Carlyle precisa colocar os jogadores para treinar mais shootouts! Do jeito que está, já fica a sensação que perdemos o jogo ao irmos ao Shootout.

Nossos dois próximos jogos serão contra o Boston Bruins. Serão 4 pontos difíceis de obter. No sábado o confronto será no Air Canada Centre e na segunda no TD Banknorth Garden. O time consegue ganhar doa Bruins, mas precisa jogar focado o jogo inteiro, sem cair nas provocações e brigas com os jogadores do time de Boston.

Go Leafs Goooooooooooooo

%d blogueiros gostam disto: