Arquivo

Archive for the ‘Derrota OT’ Category

08/11/2022 – Golden Knights @ Leafs

terça-feira, 08 novembro 2022 Deixe um comentário

Acabei não vendo o jogo contra os Hurricanes no domingo e por isso não escrevi o post da nossa vitória de virada, onde Kalgreen jogou muito e a equipe também mostrou poder de reação, após começar o jogo perdendo!

Os Leafs voltaram ao Scotiabank Arena para receber a visita do Vegas Golden Knights que vêm de 7 vitórias seguidas, incluindo uma contra nós mesmo, em Las Vegas!

Ainda estamos com o problema de contusão de nossos goleiros, com Matt Murray fora a três semanas e ainda precisando de pelo menos mais uma para tentar voltar a jogar, e com Samsonov ainda fora depois da lesão no joelho, sofrida contra os Bruins. Kallgren continua sendo o goleiro da vez, com Keith Petruzzelli como backup. Pelos Vegas, Logan Thompson é o goleiro titular nesta temporada.

Mal o jogo começou e Rasmus Sandin comete um erro e esquece o puck na linha azul, permitindo a Nicolas Roy abrir o placar aos 45s de jogo! Realmente não foi o começo de jogo que desejamos! Somente conseguimos descontar aos 05m05s, numa bela jogada dos Leafs em que Timothy Liljegren acertou um belíssimo chute no ângulo! A equipe está bem, mas tem cometido muitos erros de passe e, num desses erros, Liljegren deu aos Golden Knights a chance de voltar à liderança no placar. A chance não foi desperdiçada por Jack Eichel aos 17m55s.

O segundo período se mostrou melhor para os Leafs, com alguns erros e jogadas em que os Golden Knights ficaram no mano a mano contra Kallgren, que fez excelentes defesas! Realmente Kallgren tem mostrado excelente posicionamento e reflexos e pode estar se desenvolvendo para poder ter mais tempo na NHL! Numa jogada inacreditável, Mitch Marner pega o puck na borda do gelo e vai passando pelos jogadores dos Golden Knights até que chuta e surpreende Thompson! Foi o gol de empate aos 13m50s! Continuamos nos defendendo bem e tentando partir ao ataque, até que conseguimos dominar o ataque por praticamente dois minutos, deixando os jogadores de Vegas cansados. Numa belíssima troca de passes, Mitch Marner passou de costas para Timothy Liljegren marcar seu segundo gol da noite aos 16m56s, virando o placar!

Tudo estava sob controle no terceiro período, até que conseguimos um powerplay e pensamos que poderíamos ampliar nossa vantagem. Acabamos fazendo um passe nas bordas que acabou no taco de Reilly Smith, que trocou passes com William Karlsson e marcou o gol de empate, shorthanded, aos 11m43s! O jogo continuou aberto, com belas jogadas de ambas equipes, mas acabamos indo à prorrogação.

Sofremos três gols devido a três erros nossos! Um de Sandin, um de Liljegren e o último durante nosso powerplay!

Mal começou a prorrogação e Marner tentou fazer uma jogada no ataque, perdeu o puck, voltou para marcar e depois de posicionou mal, deixando Reilly Smith sozinho para vencer Kallgren que tentou fazer de tudo, mas não conseguiu defender!

Pelo menos conseguimos um ponto na noite! Apesar de que, como já disse, tomamos três gols em três erros nossos! Estamos jogando bem, Kallgren está jogando bem, mas precisamos nos aperfeiçoar nos detalhes!

Go Leafs Gooooooo – Sorry Kallgren!!

30/10/2022 – Leafs @ Ducks

domingo, 30 outubro 2022 Deixe um comentário

E lá vamos nós para o último jogo dessa sequência fora de casa, no Honda Center contra o Anaheim Ducks.

Vindos de uma derrota contra os Kings, a equipe teve menos de 24 horas para se preparar e descansar para tentar obter os dois pontos!

No gol dos Leafs está Erik Kallgren já que Samsonov jogou ontem. Pelos Ducks, John Gibson.

Finalmente Auston Matthews parece estar reagindo ao seu início de temporada e, aos 04m23s, num powerplay, abriu o placar para os Leafs. Foi um wrist shot, sem defesa para John Gibson. Os Leafs estiveram melhor no período, mas aos 11m23s, Filip Kral acabou se posicionando mal na defesa, da só espaço para Jakob Silfverberg empatar a partida. Num contra-ataque com passes rápidos entre Nick Robertson, Nylander e Denis Malgin, Malgin vence John Gibson em um belíssimo backhand aos 17m50s.

Tudo o que fizemos no primeiro período se perdeu no segundo e começamos a sofrer com o ataque dos Ducks! Ainda bem que Kallgren estava à postos para não permitir o empate, realizando ótimas defesas! Gibson também foi exigido, mas menos que Kallgren!

Começamos o terceiro período tendo que defender uma penalidade de Auston Matthews no finalzinho do segundo período, quando ele cometeu slashing num jogador dos Ducks que estava indo sozinho contra Kallgren, que defendeu o chute! Mesmo com um jogador a menos, conseguimos ampliar a liderança no placar para 3 a 1 com um belo gol de contra-ataque, shorthanded, aos 00m45s, onde Alexander Kerfoot recebeu um passe de TJ Brodie e fez um passe perfeito para Calle Jarnkrok marcar num gol aberto, pois John Gibson achou que o passe seria cortado e se posicionou mais esperando um chute de Kerfoot! Quando tudo estava tranquilo, a equipe começa a mostrar sinais de cansaço e Marner erra uma jogada bem na blue line. Alexander Kerfoot precisa treinar mais penalty shots, pois conseguiu perder o segundo de dois que teve nesta temporada! Ele acaba que não leva perigo algum ao adversário! Os Ducks agem rápido e Trevor Zegras recebe o puck e parte sozinho marca do um gol de backhand em Kallgren. O jogo volta a ficar com um placar de apenas um gol de vantagem para os Leafs, 3 a 2.

E conseguimos colher o que plantamos. Deixamos de ir ao ataque e atraímos os Ducks. Dimitri Kulikov marcou seu primeiro gol da temporada num wrap around em que Kallgren não conseguiu se mover a tempo para o outro lado os gol, aos 13m01s do terceiro período. Jogo empatado. Lá vamos nós sofrer de novo num jogo que já estava ganho com um placar de dois gols de diferença no começo do terceiro período! O que já estava ruim, ficou pior. Frank Vatrano marcou um gol aos 15m06s. Poderia ser o gol da virada dos Ducks, mas Sheldon Keefe pediu a revisão, pois Adam Henrique empurrou David Kampf encima de Kallgren, que não pode se mover para fazer a defesa, apesar de que o puck acabou sendo desviado para o gol pelos patins de Justin Holl. O gol acabou sendo anulado por interferência do goleiro, para nossa alegria.

Veio a prorrogação e para nosso desespero, os Leafs parecer ter se esquecido de como jogar. Perderam pucks no ataque, quase perderam na defesa também. Matthews parecia cansado e tudo o que tentava não dava certo. Marner até tentou, mas Gibson defendeu super bem e, aos 02m15s, os Ducks partem em 2 contra 1 e Trevor Zegras protege bem o puck para chutar sobre a luva de Kallgren para marcar o gol da vitória.

Perdemos na prorrogação! Nosso aproveitamento nessa viagem foi de somente uma vitória e quatro derrotas, sendo duas na prorrogação. Total de pontos conseguidos, dos possíveis 10 em jogo, somente 4. Inaceitável para uma equipe que era tida como uma das que tem condições para lutar pela Stanley Cup!

Keefe vai ter que mexer com os jogadores e dizer que estavam cansados após o jogo de ontem contra os Kings não vai ajudar em nada!!

Go Leafs Goooo – Go Home para descansar e tentar ver o que está errado!!!

27/10/2022 – Leafs @ Sharks

sexta-feira, 28 outubro 2022 Deixe um comentário

Seguindo com a sequência de jogos fora de casa, os Leafs foram até a Califórnia para enfrentar o San Jose Sharks.

No gol dos Leafs, desta vez, estava Erik Kallgren, dando um descanso a Ilya Samsonov. Pelos Sharks, Kaapo Kahkonen estava no gol, deixando James Reimer como backup.

O jogo mal começou e numa jogada onde Auston Matthews perdeu o face off no ataque, Logan Couture partiu em velocidade, vencendo Matthews e a indecisão de Kallgren, para abrir o placar aos 26s de jogo. Os Leafs colocaram a cabeça no lugar e David Kampf empatou em um ótimo chute, no canto do gol aos 05m14s. Os Leafs melhoraram, apesar de quase tomar um gol, se não fosse por um bloqueio de Mark Giordano. Placar do primeiro período, Leafs 1, Sharks 1.

Com o jogo aberto pela frente, os Leafs conseguiram cometer duas penalidades ao mesmo tempo e deram aos Sharks a chance de ter dois jogadores a mais no gelo num powerplay 5 contra 3 por dois minutos completos! Os Sharks não perderam a oportunidade e marcaram com Logan Couture aos 05m15s e Timo Meier aos 05m57s, desfiando um chute de Couture. Sofremos pelo erro que cometemos. Depois disso passamos todo o período atrás de chances de diminuir a vantagem dos Sharks e só encontramos em um contra-ataque aos 19m37s, onde Mitch Marner partiu com o puck, passou para Matthews que passou para Kerfoot, que passou para Morgan Rielly, que retornou para Marner marcar! Belíssimo gol dos Leafs, com a defesa dos Sharks sem podem cortar os passes!!! Placar até agora, Leafs 2, Sharks 3.

O empate chegou aos 05m38s e foi num gol de Auston Matthews, que chutou da linha azul num powerplay cometido por Erik Karlsson, que acabou jogando o puck por cima do vidro (Delay of Game). Finalmente um gol de Matthews que apesar de estar em um início de temporada atípico, sem marcar muitos gols, se diz despreocupado com isso! Tanto Kaapo Kahkonen e Erik Kallgren trocaram excelentes defesas de lado a lado, mantendo o jogo empatado em 3 a 3 e levando o jogo à prorrogação!

Na prorrogação, os Leafs não mostraram qualquer real chance de gol. William Nylander partiu em 1 contra 1, mas foi bem defendido e acabou passando o puck de costas, numa jogada arriscada que acabou sendo interceptado e permitiu Erik Karlsson se redimir e marcar o gol da vitória!

Foi mais um jogo em que não jogamos bem, não nos impomos e nas poucas vezes que o fizemos, ficamos passando o puck mais do que deveríamos, rifando o puck pro ataque, o que me irrita, pois já estamos com o puck, mas achamos que devemos rifar e correr atrás dele, o que só cansa nossos jogadores e não é uma garantia que vamos manter o controle do puck!

A equipe joga bem por ter jogadores muito habilidosos, mas não tenho sentido aquele espírito de equipe, a garra e determinação de dar o sangue pra conseguir a vitória! Sheldon Keefe precisa acertar o time! Ainda está cedo na temporada, mas estamos com 4 vitórias , 3 derrotas e essa derrota na prorrogação, enquanto os Bruins, por exemplo, possuem 7 vitórias e 1 derrota!

Go Leafs Goooo – Mas vamos arrumar esse time!!!

Montreal Canadiens vs Toronto Maple Leafs – Jogos 5 e 6 – Playoffs da NHL – Semifinal de Divisão

segunda-feira, 31 maio 2021 Deixe um comentário

Após vencer três jogos seguidos e se estabelecer com 3 a 1 na série, o Toronto Maple Leafs simplesmente não conseguiu vencer o Montreal Canadiens nos dois jogos seguintes, no Bell Centre e no Scotiabank Arena.

Os dois jogos acabaram tendo uma história muito parecida. Os Habs saíram na frente e os Leafs empataram a partida somente no terceiro período, levando o jogo para a prorrogação. Na prorrogação, no jogo 5, Alex Galchenyuk passou o pick sem olhar, na linha azul do ataque dos Leafs, e foi interceptado, com dois jogadores dos Habs partindo contra Jack Campbell, que nada teve a fazer. No jogo 6, Jesperi Kotkaniemi chutou, com Zach Bogosian na sua frente, mas o puck resvalou na perna de Bogosian e tirou Campbell da jogada.

Outro ponto importante das vitórias dos Habs nos jogos 5 e 6 foi a performance de Carey Price. O experiente goleiro dos Habs foi muito sólido e consistente. Os Leafs chegaram a desferir muitos bons chutes, mas Price defendia e, quando permitia rebotes, não tinha ninguém dos Leafs para aproveitar, ou ele fazia nova defesa.

Houve até o fator ESPN no jogo 6. O comentarista da ESPN no Brasil, Thiago Simões (@ThiSimoes) anunciou na sua conta no Twitter que iam transmitir o jogo. Na hora enviei uma resposta dizendo que os Leafs seriam derrotados, pois em sua grande maioria, os jogos dos Leafs transmitidos pela ESPN no Brasil, acabavam com derrotas da equipe de Toronto! E não é que a profecia se materializou?!?!?

Agora chegamos ao último jogo da primeira rodada dos playoffs da NHL para Leafs e Habs. Vai ser uma nova batalha, dessa vez no Scotiabank Arena, e os Leafs estão com toda a pressão nas costas. Fomos o time campeão da divisão, muitos pontos e vitórias à frente dos Habs, com o ganhador do troféu Maurice “Rocket” Richard, Auston Matthews, e uma equipe considerada por todos como a favorita na série. Outro ponto é que, se perdermos o jogo 7, será uma grande vergonha, pois seria uma virada totalmente inesperada, desferida pela equipe considerada mais fraca na série.

Os Habs por sua vez estão embalados pelas vitórias e vão querer provar que podem vencer e avançar para enfrentar o Winnipeg Jets.

Já não podemos dizer que o fator que levou às derrotas dos Leafs foi a ausência de John Tavares, pois vencemos os jogos 2, 3 e 4, após a concussão que ele sofreu, mas também parece que não teremos Jake Muzzin, um de nossos principais defensores, por uma contusão sentida no último jogo.

Sheldon Keefe deve mudar algumas linhas, talvez usar Nick Foligno como wing e não center, talvez colocar Riley Nash como center, mesmo sem uma maior integração com a equipe devido a estar voltando de contusão, além de ver como vai fortalecer a defesa sem Muzzin.

A equipe precisa colocar a faça nos dentes e jogar como se fosse o último jogo de suas vidas. Nada mais importa. Não é preciso manter energia ou não se arriscar. É tudo ou nada! É agora ou nunca! É passar para a próxima rodada dos Playoffs ou ir pra casa mais cedo, após uma temporada reduzida e com as divisões totalmente alteradas devido à Pandemia. É a redenção da equipe para a Leafs Nation, ou o retorno a dedos apontados em procura do culpado pelo fiasco! É o retorno à prancheta, pois a equipe que parecia ter se ajustado, desajustou e necessitamos entender o que fazer para a próxima ou próximas temporadas uma vez que teremos problemas em manter alguns jogadores devido à entrada do 32º time da NHL, o Seattle Kraken, que poderá escolher jogadores não protegidos de cada uma das equipes.

Matthews e Marner ainda necessitam mostrar a força que têm e fazer acontecer contra Price. Matthews tem somente um gol nos Playoffs e Marner tem 4 assistências e nada mais.

A palavra do dia para o jogo de amanhã é RAÇA!! É colocar o coração na ponta do stick em cada jogada! É fazer jogadas conscientes! É ter paciência, mas também urgência de jogar os 60 minutos como sabemos e com todo o nosso potencial! Amanhã é jogar com atenção e cobrindo os espaços, não pensando que o resultado está garantido caso estejamos à frente no placar nos últimos minutos do terceiro período, afinal no hóquei, nada é garantido!

Apesar de tudo ainda tenho esperança nesta equipe! Não sei se sou louco, cego, negacionista ou o que seja, mas ainda acredito! Ainda apoiarei a equipe! Aprendi a amar esse time, mesmo sendo brasileiro e não conhecendo todas as suas glórias e história, após assistir somente um jogo em 2002.

Ser torcedor é isso! Manter o amor e a esperança ano após ano, xingar, ficar bravo, gritar como se o jogador fosse te escutar pela TV, mesmo quando sua equipe não ganha uma Stanley Cup desde 1967! Está na hora dessa fila acabar! Passou da hora de avançar nos Playoffs! A hora é agora!

Go Leafs Go, ou eu não sei mais pra onde mandar vocês!

Sempre com emoção, um pouco de humilhação e muita frustração!

sexta-feira, 07 agosto 2020 Deixe um comentário

O terceiro jogo da série de Playoffs Qualifiers entre o Toronto Maple Leafs e o Columbus Blue Jackets acabou de acabar e, apesar de saber que os Leafs não estão eliminados, ainda, é frustrante assistir a um jogo onde chegamos a abrir três gols de vantagem e simplesmente demos o jogo como ganho!

Se você não assistiu ao jogo, foi exatamente isso que aconteceu. Começamos jogando bem e controlando o Columbus Blue Jackets e abrimos o placar com um gol do Cody Ceci, shorthanded! Tudo parecia estar indo bem! O segundo foi marcado por William Nylander, após um belíssimo passe de Mitch Marner, que por muitas vezes no jogo parecia perdido, e o terceiro foi marcado pelo novato Nick Robertson, o primeiro dele na NHL.

Com três gols à tarde frente do placar e jogando melhor, bastava administrar a partida, mas não foi isso que ocorreu. Os Leafs tiraram os patins e colocaram salto alto. Esqueceram que a vitória só vem após 60 minutos de hóquei! Deixaram o Columbus diminuir com Seth Jones e depois, para o enlouquecimento de qualquer torcedor dos Leafs, empatar com dois gols de Pierre Luc Dubois, que levou o jogo pra prorrogação e, na prorrogação, após um vacilo de John Tavares, Dubois vence Freddie e garante a vitória dos Blue Jackets, marcando 2 a 1 na série e colocando os Leafs de costas contra a parede, pois agora não pode mais perder, senão é eliminado e pode ir pra casa, saindo da bolha da NHL em Toronto!

Isso que acontece com esse time é inaceitável e já vem de muito tempo! Já foram trocados o Presidente, o General Manager, o Técnico, os assistentes, vários jogadores como JVR, Bozak, Kadri, Kessel, Phaneuf e outros, mas parece que os Leafs possuem um bloqueio que não deixa eles jogarem os 60 minutos!

Sr. Kyle Dubas, uma ação tem que ser tomada, pois não é falta de capacidade, muitas vezes parece falta de vontade, displicência, molecagem …

O que nos resta é colocar toda a esperança no jogo desta sexta-feira e ver se o time corresponde no gelo e não se deixa ser eliminado! Temos total condição de vencer os dois últimos jogos contra o Columbus, mas temos que mudar nosso jogo, nossa vontade, nossa aplicação no gelo, nossos bits e etc., até mesmo para que Jake Muzzin possa voltar para a primeira rodada dos Playoffs!

Como torcedores, estaremos suportando a equipe amanhã, mas com o coração apertado e muito ansioso por um empate na série!

Go Leafs Goooooo – mas durante todos os 60 minutos da partida!

%d blogueiros gostam disto: