Arquivo

Posts Tagged ‘Nick Foligno’

Nick Foligno reforça ataque dos Leafs

domingo, 11 abril 2021 Deixe um comentário

No dia de hoje, 11/04/2021, o Toronto Maple Leafs anunciou a negociação que trouxe Nick Foligno, ex-capitão do Columbus Blue Jackets, para reforçar nossas linhas de ataque.

Foligno, de 33 anos, deixa o ataque dos Leafs mais completo e traz sua experiência para ajudar a equipe nos playoffs! O contrato dele com os Blue Jackets estava para terminar e a decisão foi feita com a intenção de Foligno ter a oportunidade de disputar a Stanley Cup com um time que tem condições reais de vencê-la este ano.

Deve ser uma contratação temporária, somente até o final desta temporada, pois os Leafs não têm espaço no teto salarial para manter o contrato dele, a não ser que ele aceite jogar por muito menos que seus mais de 5 milhões por temporada, e ele já tem uma ótima história em Columbus, onde joga nos últimos 7 anos e tem sido muito importante para a equipe e para a comunidade!

Para trazer Foligno, Kyle Dubas teve que fazer uma negociação envolvendo o Columbus Blue Jackets, que receberam uma escolha de primeira e uma de quarta rodada do Draft de 2021 para manter 50% do salário dele e uma de quarta rodada de 2022 para o San Jose Sharks, para que paguem mais 25% do salário dele. Na troca com os Sharks, os Leafs receberam Stefan Noese. Claro que tudo isso pois os Leafs estão com bem pouco espaço na folha salarial.

O importante é que ele estará disponível para os Leafs após cumprir com 7 dias de quarentena!

Aparentemente não teremos outras grandes alterações ou negociações antes do final do dia de amanhã, dia final de negociações (trade deadline), a não ser que ocorram trocas de jogadores do elenco, o que não penso ser muito provável.

Outro ponto que evitou outras negociações é o estado de saúde de Frederik Andersen que foi colocado na lista de contusões de longo prazo (LTIR), pois continua sem uma data para retorno de sua contusão e pode desfalcar os Leafs, inclusive nos playoffs. Se Andersen retorna para o elenco, os Leafs precisam de espaço no teto salarial para o salário dele.

Boas vindas a Nick Foligno, um jogador que se mostrou muito difícil de jogar contra, como vimos nos playoffs do ano passado! Que ele possa celebrar conosco a vitória da tão sonhada Stanley Cup, esse ano!

Ontem os Leafs trouxeram outro jogador dos Blue Jackets, mas que está contundido e só deve jogar nos playoffs, Riley Nash!

Go Leafs Gooooooo

25/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

sábado, 26 outubro 2013 Deixe um comentário

Esta data foi uma das mais esperadas pelos torcedores do Toronto Maple Leafs. Após a contratação de David Clarkson, na pré-temporada o jogador se envolveu numa briga, onde saltou do banco para proteger Kessel, num jogo contra o Buffalo Sabres. Resultado: 10 jogos da temporada regular de suspensão. Este jogo seria o início desta temporada para Clarkson.

No gol dos Blue Jackets, Sergei Bobrovsky e, pelos Leafs, Jonathan Bernier.26102013_Leafs@Blue_Jackets_Banner

Para a ironia de todos, David Clarkson cometeu penalidade enganchando (Hooking) Nick Foligno e, sua primeira penalidade do ano, rendeu ao time da casa, o primeiro gol, aos 04m55s do primeiro período, com Ryan Murray, um novato. Este foi o primeiro gol da carreira de Murray na NHL, um gol em powerplay. Ele se aproveitou de um rebote e foi rápido, chegando ao puck antes do defensor dos Leafs, Paul Ranger.

26102013_Leafs@Blue_Jackets_ScoreOs Leafs foram muito indisciplinados neste jogo e forneceram 8 oportunidades de powerplay para o Columbus Blue Jackets. Jogar assim dificulta muito qualquer reação, além de deixar o goleiro, Jonathan Bernier, tendo que fazer muitos mais milagres que os necessários. Só Nazem Kadri cometeu 3 penalidades na partida.

No início do segundo período, os Leafs chegaram ao empate com Phil Kessel, logo aos 40s. James Van Riemsdyk interceptou um passe na zona de ataque e chutou ao gol, Bobrovsky defendeu e deu o rebote a Tyler Bozak, que passou para Phil Kessel marcar o seu sexto gol da temporada.

O terceiro período foi o mais movimentado. Aos 03m12s, Marian Gaborik recebe um passe vindo detrás do gol dos Leafs e bate forte, sem defesa para Bernier. Columbus novamente à frente do placar. Aos 11m52s do terceiro período, os Leafs tinham uma chance de empatar a partida em 59 segundos com 4 contra 3, mas quem marcou foram os Blue Jackets. Brandon Dubinsky foi veloz no contra-ataque e chutou muito bem, alto, por sobre o ombro de Bernier, para marcar um gol em desvantagem numérica e dar dois gols de vantagem ao seu time. Somente aos 15m30s, Dave Bolland volta a colocar os Leafs a somente um gol do empate, mas os Leafs continuaram não aproveitado as poucas chances e, no último minuto, os Blue Jackets conseguiram marcar dois gols que definitivamente acabaram com a partida. Um deles foi marcado por Ryan Johansen aos 19m33s, com os Leafs em Empty Net. O outro foi de Nick Foligno, aos 19m53s, num belo chute.

Os Leafs voltam à Toronto para enfrentar o Pittsburgh Penguins hoje à noite.

Que os erros de ontem não sejam cometidos hoje, na frente de Crosby, Malkin, Letang e cia! Os Penguins vêm de derrota contra os Islanders.

GO Leafs GO!!! (Quem sabe hoje não teremos o primeiro gol de Clarkson pelos Leafs?!?!?!)

17/03/2012 – Toronto Maple Leafs @ Ottawa Senators

segunda-feira, 19 março 2012 Deixe um comentário

Acredito que a vitória no jogo anterior, contra o Tampa Bay Lightning, serviu para tirar o peso das costas de todos os jogadores dos Leafs e de Randy Carlyle. O time partiu mais confiante para Ottawa para enfrentar seus arqui-rivais de divisão, os Senators, na última batalha de Ontario da temporada!
O jogo aconteceu no dia de St Patrick e haviam muitos torcedores com roupas verdes em comemoração! Até mesmo o time dos Senators foi para o aquecimento usando camisas verdes!
Mais uma vez no gol dos Leafs estava James Reimer, tentando mostrar a Carlyle que merece a posição de goleiro número 1 da equipe!
O primeiro período viu as equipes disputarem o puck com muita intensidade e o jogo se tornar uma verdadeira batalha! Os Senators buscavam a liderança da Divisão e, consequentemente, uma classificação em segundo da conferência leste. Já os Leafs tentam buscar a tão sonhada vaga aos playoffs, que apesar de difícil, ainda é possível! Neste jogo até mesmo jogadores que não costumam brigar, cometeram tais penalidades, como foi o caso em uma briga entre Sergey Gonchar e Clarke MacArthur aos 11m22s. Com tudo isso, o primeiro período terminou sem qualquer alteração do placar.
No segundo período os ânimos continuaram quentes. Aos 7m20s Tim Connolly abre o placar para os Leafs se aproveitando de uma oportunidade na zona de ataque! Aos 13m23s aconteceu uma grande confusão, quando Luke Schenn deu um belo tranco em Nick Foligno, e então os dois partiram pra briga, com isso os outros jogadores também ficaram naquela agarração e quando Chris Neil deu um slashing no novato Carter Ashton, Grabovski partiu em defesa do novato e iniciou uma briga com Neil. Foi a primeira briga de Grabo na NHL, custando a ele 25 minutos de penalidades no jogo. Foi mais fique ele já havia cometido em toda a temporada! Ele tomou duas penalidades de 10 minutos por má conduta esportiva, incluindo uma por ele estar sem a camisa, que foi arrancada por Chris Neil, e mais uma de cinco minutos por brigar! Após tudo resolvido, o período terminou com a vantagem dos Leafs no placar!
No terceiro período os Leafs já voltaram ao gelo em vantagem numérica, devido a uma penalidade cometida por Zack Smith. Aos 19m45s do segundo período e outra aos 23s do terceiro período, cometida por J. O’Brien. Com 5 contra 3 no gelo, Phil Kessel marcou o segundo dos Leafs aos 53s! Aos 12m02s, Dion Phaneuf chuta forte e também vence Craig Anderson, numa outra vantagem numérica de 5 contra 3, após Daniel Alfredsson cometer slashing e o time dos Senators errarem uma troca de linhas deixando a equipe com mais jogadores no gelo do que o permitido. Com a partida já perdida, os Senators só conseguiram marcar seu gol de honra aos 18m51s, com Corey Greening, mais uma vez evitando um shutout para James Reimer.
Com duas vitórias seguidas pelo placar de 3 a 1, os Leafs partem para Boston para enfrentar os Bruins na última partida entre as equipes na temporada regular. Infelizmente os Bruins venceram todos os outros cinco jogos e esta é a chance dos Leafs não deixarem o time de Boston com todas as invicto contra eles este ano!
Go Leafs Gooooo
P.S.: ainda dá!!! Estamos a 6 pontos dos Capitals que ocupa a oitava posição no leste! A apenas 4 pontos das duas equipes que estão empatadas com 76 pontos (Buffalo Sabres e Winnipeg Jets) e a 1 ponto do Carolina Hurricanes que ganhou dos Jets ontem! Vamos Leafs! Ainda dá!!!

17/01/2012 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 18 janeiro 2012 4 comentários

O Toronto Maple Leafs recebeu o Ottawa Senators no Air Canada Centre para mais uma Batalha de Ontário. As duas equipes tentavam recuperar suas seqüências de vitórias e se manter na disputa por uma vaga para os Playoffs.
Os donos da casa começaram a partida com James Reimer de volta ao gol, no lugar de Jonas Gustavsson. A última aparição de Reimer em jogo foi no dia 31 de dezembro, na derrota por 3-2 para o Winnipeg Jets.

O primeiro gol do jogo foi feito por Matthew Lombardi, que abriu o placar para os Leafs aos 06:51. Dez minutos depois, Joffrey Lupul recebe belo passe de Phil Kessel e aumenta a vantagem num belo contra-ataque.
Pouco depois do gol, Chris Neil, dos Sens, faz pênalti e deixa Toronto numa vantagem-numérica (power play), que leva muita pressão à meta de Craig Anderson, mas não é convertida em gol.
A resposta dos Sens veio no final do período: faltando menos de dez segundos para o término do primeiro, Daniel Alfredsson deixa o placar em 2-1.

O segundo período começou com um belo ataque dos Sens seguido por outro dos Leafs, porém tanto James Reimer quanto Craig Anderson fizeram boas defesas e deixaram o placar inalterado. Os dois times mantiveram a partida ofensiva e equilibrada (apesar de ter menos chutes à gol, os Sens pressionaram bastante) até os sete minutos de jogo, quando Nick Foligno, dos Sens, dá um tranco abaixo da altura do joelho (clipping) em Dion Phaneuf – que deixou o gelo aparentemente contundido – e dá aos Leafs outra vantagem-numérica e o controle do jogo. Aos 13:16, Phaneuf volta ao gelo e briga com Foligno, em resposta ao tranco, e os pênaltis dados pelos juízes foram: Phaneuf, 5 minutos por brigar e 2 minutos por roughing (cumpridos por Jay Rosehill); Foligno, 5 minutos por brigar, o que deu aos Senators uma vantagem-numérica.
Ottawa, com um jogador a mais, aproveitou o momento e empatou a partida com Jason Spezza aos 16:46. A partir do empate, os Sens se mantiveram no ataque e deram bastante trabalho para o sistema defensivo dos Leafs.

Kyle Turris abriu o terceiro período fazendo seu terceiro gol na temporada e também o terceiro dos Senators na partida. Os Maple Leafs tentaram correr atrás do prejuízo, mas resultado final foi uma vitória por 3-2, de virada, dos Senators.

O próximo jogo dos Leafs será contra o Minnesota Wild, também no Air Canada Centre. Wild e Leafs estão na mesma situação: chegaram a liderar suas respectivas Conferências e até mesmo a NHL, mas agora encontram-se lutando por uma vaga nos Playoffs. É uma boa chance para os Leafs começarem a retomada de uma posição melhor na classificação.

12/11/11 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

domingo, 13 novembro 2011 4 comentários

O Toronto Maple Leafs recebeu o Ottawa Senators no Air Canada Centre para mais uma Batalha de Ontário com os Sens precisando da vitória para escapar da parte de baixo da tabela e os Leafs tentando se manter no topo.

Antes da partida houve uma homenagem aos novos membros do Hall da Fama do Hóquei (Hockey Hall of Fame): os ex-jogadores Mark Howe (filho de Gordie “Senhor Hóquei” Howe) , Ed Belfour, Doug Gilmour e Joe Nieuwendyk (os três últimos são ex-Maple Leafs).

Apesar do jogo morno, os Leafs foram melhores no primeiro período e foram para o segundo com uma liderança de 1-0 (gol marcado por Tyler Bozak, seu primeiro da temporada, aos 17:18 com assistências de Phil Kessel e Luke Schenn).

Toronto começou melhor o segundo período, mas Ottawa suportou a pressão e conseguiu o gol de empate aos 09:11, com Sergei Gonchar. Com o placar igual, o jogo ficou mais equilibrado e os Sens passaram a atacar mais. Aos 16 minutos, Tyler Bozak e Philippe Dupuis cometem penalidades e deixam os Leafs em desvantagem numérica de 5-contra-3 (shorthanded 5-on-3). Com mais jogadores no gelo, os Senators marcam com Nick Foligno e terminam o período com a liderança.

Logo aos 47 segundos do terceiro tempo saiu o terceiro gol dos Senators, feito por Zack Smith. Depois de tomar o terceiro gol, os Leafs começaram a atacar mais, mas de maneira não muito efetiva. Os esforços só surtiram efeito aos 17:10, quando Joffrey Lupul diminui. Perdendo de 3-2 no placar, os Leafs mandaram o goleiro Ben Scrivens para o banco e utilizaram um atacante extra. Terminando o jogo, Nick Foligno e Chris Phillips fizeram e fecharam a conta em 5-2 para os Senators.

%d blogueiros gostam disto: