Arquivo

Posts Tagged ‘Daniel Alfredsson’

18/03/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 24 março 2014 Deixe um comentário

Após a derrota contra os Capitals, os Leafs foram à Detroit enfrentar os Red Wings, mais novos rivais de divisão.

Com a contusão de Jonathan Bernier ainda no jogo contra o Los Angeles Kings, James Reimer assumiu o gol dos Leafs.

No primeiro período os Leafs jogavam bem, mas o time da casa dominava nos chutes a gol. Aos 12m50s, Gustav Nyquist abriu o placar para os Red Wings, após passar por Tim Gleason na zona neutra e vencer Cody Franson na velocidade.

Os Leafs reagiram e melhoraram na partida, oferecendo mais risco ao goleiro dos Red Wings, Jimmy Howard.

Infelizmente o mesmo Gustav Nyquist marcou o segundo gol dos Red Wings aos 02m06s do terceiro período, deixando a vitória muito mais distante do time de Toronto. Aos 08m24s, Jake Gardiner diminuiu a vantagem pela metade, marcando um gol em powerplay, mas isso não serviu para embalar a equipe que ainda tomou um gol de Daniel Alfredsson aos 17m27s, voltando a colocar dois gols de vantagem no placar. Os Leafs ainda conseguiram mais um gol com James Van Riemsdyk aos 18m47s, mas já era muito tarde para uma reação e para o empate.

Foi a segunda derrota seguida dos Leafs e contra um adversário que disputa com o time de Toronto uma vaga nos playoffs.

O time precisa se ficar e voltar a vencer.

Go Leafs Goooooo

01/01/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings – NHL Winter Classic

quinta-feira, 02 janeiro 2014 5 comentários

O tão esperado NHL Winter Classic chegou, com os Leafs enfrentando os Red Wings em Ann Arbor, Michigan, no estádio conhecido como “Big House”, com capacidade para mais de 100.000 espectadores! Seria o primeiro jogo a céu aberto dos Leafs e o segundo dos Red Wings, e como as cidades não são tão distantes entre si, torcedores de ambas equipes dividiram o estádio com as cores dos times (azul pelos Leafs e vermelho pelos Red Wings), num total de mais de 105.000 pessoas! Se esse total for confirmado pelo Guiness, será o recorde de pessoas assistindo a um jogo de hóquei!

A excitação de todos era enorme, com os torcedores presentes e os jogadores relembrando os dias em que, ainda garotos, disputavam partidas em lagos congelados ou em rinks no fundo do quintal!

No dia anterior, times de veteranos de ambas equipes se enfrentaram e em dois jogos, os Red Wings levaram a melhor, vencendo os Leafs.

20140101_Leafs@Wings_BannerO clima não ajudou muito e na hora do jogo estava bem frio (-13 graus Celsius) e nevando muito, o que exigiu constantes interrupções para a limpeza da superfície de gelo (retirada da neve). Mas as equipes estavam preparadas para tudo, inclusive Jonathan Bernier utilizou até mesmo uma toca no capacete, para se proteger do frio!

A partida foi complicada devido à neve no gelo, que dificultava a visibilidade e o controle do puck, além de diminuir a velocidade com que o puck deslizava. As equipes estavam jogando de forma equilibrada, com chances para ambas. O primeiro gol saiu apenas no segundo período, aos 13m14s, quando a defesa dos Leafs acabou avançando muito no ataque e num erro de passe, os Red Wings foram ao contra-ataque em 2 contra 1. Henrik Zetterberg conduziu o puck e conseguiu efetuar um passe por baixo das pernas de Jake Gardiner, que ajoelhado no gelo tentou bloquear, o passe foi recebido por Daniel Alfredsson que acabou desviando o puck para o gol com a lâmina do seu patins. Como não houve movimento de chute feito por Alfredsson, o gol foi validado e os torcedores de vermelho comemoraram.

20140101_Leafs@Wings_ScoreO empate veio apenas aos 19m23s, quando James Van Riemsdyk se posiciona na lateral do gol de Jimmy Howard e controla um rebote. Ele tenta chutar para o gol, mas o defensor o atrapalha e o puck sobe ao ar, JVR aproveitou e acertou o puck no ar, enviando-o ao fundo das redes dos Red Wings! Jimmy Howard sequer viu o que tinha acontecido! Os Leafs empataram a partida e agora eram os torcedores em azul que comemoravam!

O terceiro período ainda traria muita emoção. Os Leafs passaram à frente do placar, logo aos 04m41s, com Tyler Bozak desviando um chute de Dion Phaneuf. Inicialmente houve dúvidas se o desvio teria ocorrido acima da altura do travessão, mas uma revisão por vídeo mostrou que Bozak levantou o taco, mas o baixou para acertar o puck abaixo da altura do travessão. Os Leafs dominaram a primeira metade do período, que diferentemente de um jogo em estádio ou arena fechado, teve uma mudança de lado quando o período chegou aos 10m, para que o vento a favor ou contra não prejudicasse mais uma equipe do que a outra. Aos 14m28s, Justin Abdelkader sentiu que seu companheiro iria cruzar o puck para a frente do gol de Jonathan Bernier. Abdelkader buscou a posição e Cody Franson acabou não o vendo e achou que ia dominar o puck com o pé, levantando seu taco, mas Abdelkader se aproveitou e desviou o puck para o gol, empatando a partida. A partir daí os Leafs sentiram a pressão dos Red Wings até o final do período, mas Bernier conseguiu manter os Leafs na partida.

Na prorrogação, o jogo ficou bem disputado, mas Henrik Zetterberg acabou tendo uma jogada, que poderia ter decidido a partida, anulada. Pelos mesmos motivos da alteração de lados realizada no terceiro período, haveria alteração aos 2m30s da prorrogação e, bem neste momento, Zetterberg tinha dominado o puck e partia sozinho, em velocidade contra Jonathan Bernier, com um defensor em seu encalço, quando soou o alarme para a mudança de lado, cancelando o restante da jogada. Os Leafs também pressionaram e faltando um minuto para terminar a prorrogação, deram um chute que pegou na trave de Howard! E os Red Wings também tentaram e com alguns segundos ainda no relógio, quase marcaram o gol da vitória.

Este foi mais um NHL Winter Classic que seria decidido num shootout. O gelo foi preparado e as equipes chutariam no mesmo gol, diferentemente de quando a disputa é em arena fechada, desta forma o vento contra, ou a favor, não favoreceria nenhuma das equipes. O primeiro a chutar foi Daniel Alfredsson, que teve sua tentativa salva por Bernier. O primeiro jogador dos Leafs foi James Van Riemsdyk, que perdeu sua tentativa, defendida por Jimmy Howard. Na segunda rodada, Pavel Datsyuk fez ótima jogada e marcou para os Red Wings. Joffrey Lupul empatou para os Lesfs desferindo um chute muito forte em Howard. Na terceira rodada Tomas Tatar tentou ficar “brincando” com o puck, tentando fazer Bernier se mover, mas talvez devido à neve no gelo, perdeu o controle e permitiu uma defesa fácil a Bernier. Pelos Leafs Tyler Bozak era o próximo e, mais uma vez, aproveitou sua chance e marcou o gol que deu a vitória aos Leafs!

Os Leafs venceram a disputa do NHL Winter Classic, que ficará na memória dos torcedores e jogadores por muito tempo!

Foi um ótimo início de ano para os Leafs! Que agora, na segunda metade da temporada, o time embale e volte a vencer, garantindo nossa presença nos playoffs novamente.

Go Leafs Gooooooooo – Feliz 2014!!!

Enhanced by Zemanta

27/09/2013 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings – Pré-Temporada

sábado, 28 setembro 2013 Deixe um comentário

Para os dois últimos jogos da pré-temporada os Leafs enfrentam os Red Wings, em noites seguidas, uma fora de casa e uma em casa.

A visita à Detroit foi a primeira vez que os Leafs enfrentaram Daniel Alfredsson, o ex-capitão dos Senators, em sua nova equipe. No gol dos Leafs estava Jonathan Bernier e pelos Red Wings, Jimmy Howard.

Os Leafs não jogaram muito bem e em número de chutes à gol, perdemos feio! Foram 37 dos Red Wings contra 19 dos Leafs.

No primeiro período, os Red Wings abriram o placar na Joe Louis Arena, com um gol de Joakim Andersson. Nazem Kadri descontou para os Leafs, num powerplay (vantagem numérica).

No segundo período a história parecia de repetir, com um gol dos Red Wings marcado por Luke Glendening e um dos Leafs marcado por Joffrey Lupul, entretanto a história começou a mudar faltando apenas 42 segundos para o término do período, quando Henrik Zetterberg se aproveitou de um powerplay para o time da casa e marcou o terceiro gol do Detroit Red Wings.

No terceiro período os Leafs não conseguiram reagir e seus pênaltis, permitiram mais dois gols em vantagem numérica para os Red Wings, sendo que o primeiro foi marcado por Daniel Alfredsson e o segundo por Johan Franzen.

Placar final: Leafs 2 x 5 Red Wings.

As equipes se enfrentam novamente hoje à noite, em Toronto, no Air Canada Centre, no último jogo de pré-temporada dos Leafs. Após este jogo, Randy Carlyle deve decidir os cortes a serem realizados no elenco, definindo a equipe para o primeiro jogo da temporada, na terça-feira, primeiro de outubro, no Bell Centre, contra os Canadiens.

A equipe está bem e tem tudo para dar muitas alegrias para nós, membros da Leafs Nation.

Go Leafs Go!!

17/03/2012 – Toronto Maple Leafs @ Ottawa Senators

segunda-feira, 19 março 2012 Deixe um comentário

Acredito que a vitória no jogo anterior, contra o Tampa Bay Lightning, serviu para tirar o peso das costas de todos os jogadores dos Leafs e de Randy Carlyle. O time partiu mais confiante para Ottawa para enfrentar seus arqui-rivais de divisão, os Senators, na última batalha de Ontario da temporada!
O jogo aconteceu no dia de St Patrick e haviam muitos torcedores com roupas verdes em comemoração! Até mesmo o time dos Senators foi para o aquecimento usando camisas verdes!
Mais uma vez no gol dos Leafs estava James Reimer, tentando mostrar a Carlyle que merece a posição de goleiro número 1 da equipe!
O primeiro período viu as equipes disputarem o puck com muita intensidade e o jogo se tornar uma verdadeira batalha! Os Senators buscavam a liderança da Divisão e, consequentemente, uma classificação em segundo da conferência leste. Já os Leafs tentam buscar a tão sonhada vaga aos playoffs, que apesar de difícil, ainda é possível! Neste jogo até mesmo jogadores que não costumam brigar, cometeram tais penalidades, como foi o caso em uma briga entre Sergey Gonchar e Clarke MacArthur aos 11m22s. Com tudo isso, o primeiro período terminou sem qualquer alteração do placar.
No segundo período os ânimos continuaram quentes. Aos 7m20s Tim Connolly abre o placar para os Leafs se aproveitando de uma oportunidade na zona de ataque! Aos 13m23s aconteceu uma grande confusão, quando Luke Schenn deu um belo tranco em Nick Foligno, e então os dois partiram pra briga, com isso os outros jogadores também ficaram naquela agarração e quando Chris Neil deu um slashing no novato Carter Ashton, Grabovski partiu em defesa do novato e iniciou uma briga com Neil. Foi a primeira briga de Grabo na NHL, custando a ele 25 minutos de penalidades no jogo. Foi mais fique ele já havia cometido em toda a temporada! Ele tomou duas penalidades de 10 minutos por má conduta esportiva, incluindo uma por ele estar sem a camisa, que foi arrancada por Chris Neil, e mais uma de cinco minutos por brigar! Após tudo resolvido, o período terminou com a vantagem dos Leafs no placar!
No terceiro período os Leafs já voltaram ao gelo em vantagem numérica, devido a uma penalidade cometida por Zack Smith. Aos 19m45s do segundo período e outra aos 23s do terceiro período, cometida por J. O’Brien. Com 5 contra 3 no gelo, Phil Kessel marcou o segundo dos Leafs aos 53s! Aos 12m02s, Dion Phaneuf chuta forte e também vence Craig Anderson, numa outra vantagem numérica de 5 contra 3, após Daniel Alfredsson cometer slashing e o time dos Senators errarem uma troca de linhas deixando a equipe com mais jogadores no gelo do que o permitido. Com a partida já perdida, os Senators só conseguiram marcar seu gol de honra aos 18m51s, com Corey Greening, mais uma vez evitando um shutout para James Reimer.
Com duas vitórias seguidas pelo placar de 3 a 1, os Leafs partem para Boston para enfrentar os Bruins na última partida entre as equipes na temporada regular. Infelizmente os Bruins venceram todos os outros cinco jogos e esta é a chance dos Leafs não deixarem o time de Boston com todas as invicto contra eles este ano!
Go Leafs Gooooo
P.S.: ainda dá!!! Estamos a 6 pontos dos Capitals que ocupa a oitava posição no leste! A apenas 4 pontos das duas equipes que estão empatadas com 76 pontos (Buffalo Sabres e Winnipeg Jets) e a 1 ponto do Carolina Hurricanes que ganhou dos Jets ontem! Vamos Leafs! Ainda dá!!!

17/01/2012 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 18 janeiro 2012 4 comentários

O Toronto Maple Leafs recebeu o Ottawa Senators no Air Canada Centre para mais uma Batalha de Ontário. As duas equipes tentavam recuperar suas seqüências de vitórias e se manter na disputa por uma vaga para os Playoffs.
Os donos da casa começaram a partida com James Reimer de volta ao gol, no lugar de Jonas Gustavsson. A última aparição de Reimer em jogo foi no dia 31 de dezembro, na derrota por 3-2 para o Winnipeg Jets.

O primeiro gol do jogo foi feito por Matthew Lombardi, que abriu o placar para os Leafs aos 06:51. Dez minutos depois, Joffrey Lupul recebe belo passe de Phil Kessel e aumenta a vantagem num belo contra-ataque.
Pouco depois do gol, Chris Neil, dos Sens, faz pênalti e deixa Toronto numa vantagem-numérica (power play), que leva muita pressão à meta de Craig Anderson, mas não é convertida em gol.
A resposta dos Sens veio no final do período: faltando menos de dez segundos para o término do primeiro, Daniel Alfredsson deixa o placar em 2-1.

O segundo período começou com um belo ataque dos Sens seguido por outro dos Leafs, porém tanto James Reimer quanto Craig Anderson fizeram boas defesas e deixaram o placar inalterado. Os dois times mantiveram a partida ofensiva e equilibrada (apesar de ter menos chutes à gol, os Sens pressionaram bastante) até os sete minutos de jogo, quando Nick Foligno, dos Sens, dá um tranco abaixo da altura do joelho (clipping) em Dion Phaneuf – que deixou o gelo aparentemente contundido – e dá aos Leafs outra vantagem-numérica e o controle do jogo. Aos 13:16, Phaneuf volta ao gelo e briga com Foligno, em resposta ao tranco, e os pênaltis dados pelos juízes foram: Phaneuf, 5 minutos por brigar e 2 minutos por roughing (cumpridos por Jay Rosehill); Foligno, 5 minutos por brigar, o que deu aos Senators uma vantagem-numérica.
Ottawa, com um jogador a mais, aproveitou o momento e empatou a partida com Jason Spezza aos 16:46. A partir do empate, os Sens se mantiveram no ataque e deram bastante trabalho para o sistema defensivo dos Leafs.

Kyle Turris abriu o terceiro período fazendo seu terceiro gol na temporada e também o terceiro dos Senators na partida. Os Maple Leafs tentaram correr atrás do prejuízo, mas resultado final foi uma vitória por 3-2, de virada, dos Senators.

O próximo jogo dos Leafs será contra o Minnesota Wild, também no Air Canada Centre. Wild e Leafs estão na mesma situação: chegaram a liderar suas respectivas Conferências e até mesmo a NHL, mas agora encontram-se lutando por uma vaga nos Playoffs. É uma boa chance para os Leafs começarem a retomada de uma posição melhor na classificação.

%d blogueiros gostam disto: