Archive

Posts Tagged ‘Colton Orr’

Temporada 2014-15 começa hoje!!!

quarta-feira, 08 outubro 2014 Deixe um comentário

Para a temporada 2014-15, que começa hoje, em casa, contra o Montreal Canadiens, os Leafs se prepararam e mudaram vários nomes de seu elenco. Gunnarsson, Bolland, Kulemin e outros partiram, mas os Leafs receberam ou contrataram muitos outros jogadores para substituí-los com mais qualidade ou com mais vontade, para a equipe voltar a ser parte obrigatória dos playoffs. Dentre os novos jogadores estão Stephane Robidas, Mike Santorelli, David Booth, Daniel Winnik, Roman Polak, Brandon Kozun e Josh Leivo.

Os Leafs estão mais habilidosos e menos truculentos e uma prova disso foi dada ontem, com Colton Orr e Fraser McLaren colocados na lista de dispensa, e possivelmente indo aos Marlies, caso nenhum outro time os selecione de lá. William Nylander também acabou sendo cortado do elenco e deve retornar ao Modo, seu time profissional na Liga de Elite Sueca (Elitserien). Seu desenvolvimento nesta liga será muito melhor do que no time dos Marlies, jogando contra jogadores mais jovens. Espero que ele consiga espaço nos Leafs na próxima temporada ou ainda venha a ser chamado caso haja confusões durante a temporada.

Os Leafs parecem ter mudado sua filosofia de jogo. Não sabemos se a raiz dessa mudança é Brendan Shanahan, ou Kyle Dubas, mas estamos dando mais valor à jogadores habilidosos do que a jogadores que poderiam entrar em lutas para tentar garantir a partida. Nas últimas duas temporadas os Leafs foram a equipe com mais brigas no gelo, de toda a NHL. E não conseguiram boas performances, apresentando um colapso ao final da temporada ou no último jogo da primeira rodada dos Playoffs.

Hoje temos um grande jogo contra os Canadiens, com o Air Canadá cheio!!! Vamos começar com o pé direito e ir pra cima!! Que essas mudanças tragam os Leafs de volta à elite da NHL. Que voltemos a ser aquela equipe com presença marcada nos Playoffs e que vençamos a tão sonhada e aguardada Stanley Cup!!

Go Leafs Gooo

Anúncios

08/04/2014 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

quarta-feira, 09 abril 2014 Deixe um comentário

Faltando somente três jogos para o final da temporada regular, os Leafs encontram-se em uma situação muito difícil pois os Blue Jackets têm feito o dever de casa e vencido os jogos necessários para garantir sua classificação aos playoffs. Com a derrota no último jogo, para um time já sem chance alguma de avançar, o Winnipeg Jets, os Leafs deram vantagem de 3 pontos aos Blue Jackets. Caso os Blue Jackets vencessem o jogo de ontem, forcariam os Leafs a ter que vencer também, apenas para manter as chances matemáticas de classificação, mas com probabilidades cada vez mais ínfimas.

Os Leafs e o Tampa Bay não saíram do empate sem gols no primeiro período, mas quem teve que sair do gelo foi o goleiro titular dos Lightning, Ben Bishop, que acabou tendo uma queda no gelo e pode ter contundido o ombro ou o braço. Quem o substituiu foi Anders Lindback, que deu conta do recado.

No segundo período os Leafs continuavam jogando mal e Ondrej Palat marcou aos 09m19s, num belo chute que passou por sobre o ombro de James Reimer e aos 15m45s, se aproveitando de um chute que bateu na parede ao fundo do gol e voltou pelo outro lado do gol dos Leafs, não dando tempo de Reimer se posicionar para a defesa.

No terceiro período, por mais de nove minutos os Leafs não conseguiram dar um chute sequer ao gol de Lindback. Parecia que o time jogava junto pela primeira vez e estava sem entrosamento. Nem mesmo a linha de Kessel, Bozak e JVR conseguia criar jogadas que levassem perigo aos Lightning. Com menos de dois minutos para o término da partida, Carlyle retirou Reimer para colocar mais um atacante, mas mesmo assim não conseguíamos gerar jogadas. Aos 19m47s, Victor Hedman controlou o puck, o levou ao ataque e chutou num gol vazio, marcando o terceiro gol dos Lightning e cimentando a vitória do time da casa.

Para infelicidade dos Leafs, os Blue Jackets venceram o seu jogo na prorrogação e, com cinco pontos de vantagem, deixaram os Leafs de fora dos playoffs, já que somente temos 4 pontos a disputar.

Acaba-se uma temporada em que os Leafs vinham tendo boa performance, chegando até mesmo a passar os Canadiens na classificação. Parecia que a classificação aos playoffs não seria difícil, mesmo com algumas derrotas, mas conseguimos jogar toda uma temporada pelo ralo, com 10 derrotas nos últimos 12 jogos, sendo oito delas consecutivas!

Muito terá que ser feito nesta pós-temporada! Dave Nonis, se é que ele vai se manter como General Manager dos Leafs, terá que analisar e decidir se Randy Carlyle permanece na equipe e que jogadores não merecem vestir a camisa dos Leafs, além de negociar no mercado por bons jogadores para substituí-los.

Na minha opinião, Randy Carlyle não pode ser considerado como único culpado, mas o Toronto Maple Leafs, como organização, e como uma das mais tradicionais franquias da liga, não pode aceitar um técnico considerado como defensivo, cuja defesa permite uma média de chutes a gol maior que 30, na temporada. Nossos goleiros sofreram e tiveram que enfrentar um número indecente de chutes ao gol a cada jogo! Me lembro que em um jogo recente, Bernier teve que lidar com 23 chutes em um só período! Um número que bons times permitem durante uma partida inteira!

Mas também há jogadores que renderam muito pouco sob o comando de Randy Carlyle, como o próprio David Clarkson, muito criticado, Nikolai Kulemin e Paul Ranger. Isso sem falar em Colton Orr e Fraser McLaren, que tiveram boas atuações no início da temporada, mas que simplesmente sumiram da equipe no final. Também temos a performance inconsistente de James Reimer.

Tudo isso tem que ser analisado e os Leafs necessitam, para a próxima temporada, voltar a ter uma equipe competitiva. A Leafs Nation merece algo melhor!!! O Toronto Maple Leafs precisa voltar a ser uma equipe respeitada na liga, com presença nos playoffs praticamente garantida em todas as temporadas, como é o caso dos Red Wings a 22 temporadas!

Agradeço a todos os seguidores do blog e posso dizer que após os dois últimos jogos da temporada, o Maple Leafs Brasil sairá de férias, junto com a equipe, somente postando as ações sendo tomadas por Dave Nonis, ou quem assuma o lugar dele, para melhorar o time.

Go Leafs Goooo (na próxima temporada)

02/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

quinta-feira, 03 outubro 2013 Deixe um comentário

Como foi bom começar a temporada com uma vitória! Especialmente contra o Montreal Canadiens! Mas não houve tempo para ficar comemorando, pois tão logo o jogo acabou, o time viajou para a Philadelphia para enfrentar os Flyers, jogo que foi transmitido ao vivo pelo canal ESPN+, com narração de Everaldo Marques e comentários de Thiago Simões (#NHLna ESPN).

A mais nova estrela dos Flyers é Vincent Lecavalier, após todos os seus anos como capitão do Tampa Bay Lightning.

No gol pelos Leafs foi a vez de Jonathan Bernier ter suas habilidades colocadas em teste. Pelos Flyers, Steve Mason.20131002_Leafs@Flyers_Banner

O jogo começou com os Leafs basicamente se defendendo enquanto os Flyers exerciam muita pressão. O fato de ter jogado na noite anterior, enquanto os Flyers jogavam seu primeiro jogo da temporada, com certeza influenciou. Mas o ataque dos Flyers encontrou uma muralha em Jonathan Bernier e, somente aos 19m53s, num powerplay para o time da casa, numa penalidade cometida por James Van Riemsdyk, Brayden Schenn conseguiu abrir o placar.

20131002_Leafs@Flyers_ScoreO segundo período foi como o primeiro. Os Leafs praticamente rifavam o puck ao ataque e, então os Flyers retornavam para o ataque. Entretanto, aos 17m06s, num contra-ataque, Dion Phaneuf chutou e Mason permitiu o rebote, que encontrou Phil Kessel em frente ao gol, pronto para marcar o gol de empate. Kessel não desperdiçou. Quando parecia que o período terminaria empatado, Paul Ranger, que aliás jogou muito bem, cometeu uma penalidade em Wayne Simmonds, que partia em velocidade, sozinho, contra Bernier. Os Flyers tiveram um Penalty Shot, cobrada por Simmonds e defendida por Bernier, mantendo o empate.

O terceiro período mal tinha começado e aos 02m30s, Dave Bolland recebe um passe de Lupul, que estava atrás do gol dos Flyers, e marca o gol da virada dos Leafs! Realmente a equipe parece ter a paciência necessária para, apesar de criar menos chances de gol, aproveitá-las. Numa jogada onde Mark Fraser e Brayden Schenn disputavam o puck, o jogador dos Flyers, ex-Leafs, Jay Rosehill, desferiu um forte tranco em Fraser, mas Colton Orr estava atento e defendeu o defensor dos Leafs, dando um belo tranco (check) em Rosehill que caiu e começou uma briga com Orr. Rosehill ficou furioso e ambos foram para o banco de penalidades. No finalzinho do período, os Flyers tentaram obter mais chances de gol, retirando Steve Mason e colocando um jogador de linha a mais no gelo, porém numa roubada do puck, Joffrey Lupul ia ganhar condições de chutar no gol vazio dos Flyers, quando Kimmo Timonen o impediu de maneira faltosa. Os Flyers perderam a vantagem numérica no gelo, permitindo um powerplay aos Leafs, que aproveitaram para marcar o terceiro com com Dave Bolland, segundo gol da noite, após duas tentativas defendidas por Steve Mason, num chute quase sem ângulo! Segundo jogo e segunda vitória dos Leafs!!

Começamos a temporada com o patins direito! Nosso próximo jogo será o primeiro em casa, em frente à nossa apaixonada torcida! E será no sábado, dia de Hockey Night in Canada! Nosso adversário, nosso arquirrival de conferência e de província, o Ottawa Senators! Sim!! Iniciaremos a temporada em casa com uma Batalha de Ontario!

Quanto à outra batalha ocorrendo na equipe, entre James Reimer e Jonathan Bernier, creio que quem saí ganhando é o time dos Leafs, que acaba tendo dois excelentes goleiros, com ótimas atuações, e pode se utilizar deles da melhor forma possível! Se ambos continuarem jogando assim, talvez não necessitemos de um goleiro titular, podemos mantê-los em revezamento contínuo, sem queda alguma de qualidade!

Isso, somente Randy Carlyle poderá nos responder!

Bom descanso guerreiros Azuis e Brancos! Até a Batalha de Ontario!

Go Leafs Gooooooooooooooooo

01/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens – Season Opener

quarta-feira, 02 outubro 2013 1 comentário

E começa a temporada 2013-14! O primeiro jogo, como sempre, tem o Toronto Maple Leafs enfrentando o Montreal Canadiens, porém desta vez, no Bell Centre, em Montreal.20131001_Leafs@Canadiens_Banner

Para esta temporada, ambas equipes trazem novidades, como Daniel Briere e George Parros pelos Habs e Dave Bolland e David Clarkson pelos Leafs! Porém devido à suspensão, Clarkson tem que esperar 10 jogos para poder estrear pelo time de Toronto.

O início da temporada sempre tem uma cerimônia à parte, onde os Canadiens mostraram um pouco de sua gloriosa história e afirmaram que os jogadores do passado passavam a tocha aos jogadores do presente e, com isso, Guy Lafleur, um dos muitos ídolos dos Habs trouxe a tocha e a entregou a um jogador dos Habs e, a partir daí, todos os jogadores do time da casa foram apresentados e a tocha foi passada a cada um deles.

Os Leafs entraram no gelo com forte vaia da torcida de Montreal, algo totalmente esperado deixo à rivalidade entre as equipes e entre as províncias!

20131001_Leafs@Canadiens_ScoreO jogo começou disputado, com ótimas chances para ambas equipes, o que levou Carey Price e James Reimer a realizarem defesas espetaculares! O primeiro gol da temporada foi marcado por James Van Riemsdyk, aos 08m01s do primeiro período, quando ele recebeu o puck próximo ao gol de Price e chutou forte entre as pernas do goleiro. O puck rebateu nas duas pernas e entrou. Ainda no primeiro período os Canadiens viraram a partida, com gols de Lars Eller, num powerplay cedido por Dion Phaneuf, e Brendan Gallagher. Randy Carlyle tentou argumentar com os árbitros de que o ataque dos Habs estava impedido, mas tal argumento não foi aceito e o gol foi mantido. Ao final do primeiro período os Leafs perdiam por 2 a 1.

O segundo período viu a primeira briga entre as equipes, envolvendo George Parros e Colton Orr, algo já esperado. Novamente perto dos oito minutos de jogo os Leafs marcam. Desta vez com Dion Phaneuf, num contra-ataque fatal. Dion recebeu o passe de Nazem Kadri e deu um belo chute, indefensável para Carey Price. O empate parece ter tirado um pouco da confiança do time da casa e após uma briga entre Mark Fraser e Travis Moen, Tyler Bozak marca o gol da virada dos Leafs, enquanto a equipe estava em desvantagem numérica (penalty killing). Bozak se aproveitou de um descuido de Andrei Markov e roubou o puck próximo da linha azul, seguindo em velocidade contra Carey Price e marcando um belo gol, tirando o puck do goleiro dos Habs.

O último período, que começou com a vantagem dos Leafs no placar viu os Habs buscarem a vitória e os Leafs se defenderem e contra-atacarem. George Parros e Colton Orr se enfrentaram novamente, porém ao cair, Orr puxou Parros, que acabou batendo a cabeça no gelo e tendo que receber atendimento médico. Não foi algo intencional e sim circunstancial, os dois estavam agarrados e quando Orr caiu, puxou Parros, que com as mãos presas, não conseguiu absorver a queda. Neste momento vemos como os jogadores são profissionais. Orr imediatamente levantou e chamou os médicos, pois viu que Parros não estava bem. Logo aos 05m10s, foi a vez de Mason Raymond marcar o seu primeiro gol oficial pelos Leafs, num contra-ataque veloz em que os Leafs estavam em dois contra um, Raymond tentou efetuar o passe, que acabou batendo nos patins do defensor dos Habs e voltando para seu próprio taco, tirando Carey Price da jogada. Somente aos 17m38s, Lars Eller marca o seu segundo gol da noite, diminuindo a vantagem dos Leafs. Os últimos minutos foram emocionantes, com uma pressão enorme dos Canadiens, em busca do gol de empate, porém nem mesmo retirar o goleiro para colocar um atacante extra, funcionou. Primeira vitória dos Leafs na temporada.

James Reimer foi sólido no gol e mista que a disputa com Bernier vai ser bem dura. Mason Raymond jogou bem também e os Leafs mostram que têm poder de reação!

O time enfrenta os Flyers na Philadelphia hoje à noite, com transmissão ao vivo pela ESPN +!! É a NHL na ESPN de volta!!!

Go Leafs Gooooooooooooooooo

Leafs fecham contrato com Colton Orr por mais 2 anos

sexta-feira, 14 junho 2013 Deixe um comentário
English: Number 28 Colton Orr signs autographs...

English: Number 28 Colton Orr signs autographs after the Toronto Maple Leafs practice at the outdoor rink at Trinity Bellwoods park in Toronto. The Leafs occasionally hold practices at outdoor public rinks in Toronto, in order to help secure private sponsorship of rink refurbishment projects. (Photo credit: Wikipedia)

De acordo com o site TSN.ca, Colton Orr assinou contrato por 2 anos no valor de $1.85 milhões com o Toronto Maple Leafs, ontem, 13 de maio.A temporada 2012-13 foi a última do acordo de 4 anos que Orr assinou com os Leafs antes da temporada 2009-10 no valor de $1 milhão por temporada.

Após permanecer uma grande parte da temporada 1011-12 com o Toronto Marlies, afiliado dos Leafs na American Hockey League – AHL, Orr retornou aos Leafs para o restante da temporada sob direção de Randy Carlyle e Dave Nonis.

Ele registrou um gol e três assistências, além de 155 minutos de penalidades em 44 jogos da temporada regular com os Leafs na temporada 2012-13. Ele também jogou todos os sete jogos da primeira rodada dos playoffs com o Boston Bruins.

Seja bem vindo Colton Orr! Continue protegendo os Leafs!

GO Leafs GO

30/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Ottawa Senators

segunda-feira, 01 abril 2013 Deixe um comentário

A boa fase dos Leafs continua! O time foi à Ottawa, enfrentar o seu rival de divisão e de província, os Senators, em mais uma Batalha de Ontario. Ambas equipes estão jogando bem e os Senators estavam apenas 2 pontos à frente dos Leafs, mas com um jogo a menos.20130330_Leafs@Sens_Banner

Os Leafs começaram bem e logo aos 03m03s, Joffrey Lupul apenas desvia o puck, recebido de Nazem Kadri, enganando o goleiro Ben Bishop, que esperava que ele fosse dominar para chutar. Aliás, a dupla Lupul-Kadri estava voando baixo neste jogo! O primeiro período também viu algumas lutas acontecendo entre Colton Orr e Mark Kassian, Mark Fraser e Colin Greening e Frazer McLaren e Mark Kassian, como ocorre em todas as batalhas de Ontario.

20130330_Leafs@Sens_ScoreO segundo período viu os Senators tentando responder e chega ao empate, mas as chances paravam em James Reimer. Houve um lance em que o puck acabou parando próximo ao patins de Reimer, que deitado não conseguiu vê-lo. O jogador dos Sens se aproveitou e chutou para o gol, mas o gol foi anulado pois a jogada já havia sido parada segundos antes. Aos 12m45s, Nazem Kadri aumenta para os Leafs, recebendo passe de Joffrey Lupul. Este período viu os Senators oferecendo mais perigo ao goleiro James Reimer, chutando muito mais no gol dos Leafs que permitindo os Leafs chutarem em Ben Bishop, mesmo assim os Leafs conseguiram aumentar o placar.

No terceiro período, Nazem Kadri marcou mais dois gols, anotando o segundo Hat-Trick da carreira, aos 02m44s e aos 04m48s. Ambos os gols foram feitos após Kadri receber passe de Lupul! Com o placar em 4 a 0, bastou aos Leafs administrarem o jogo. No finalzinho da partida, numa daquelas aglomerações de jogadores, com empurrões pra todos os lados, Colton Orr, Frazer McLaren, Chris Neil e Mark Kassian acabaram deixando a partida, recebendo uma penalidade de 10 minutos cada um, por “Game misconduct”, má conduta.

Com a vitória os Leafs empataram em pontos com os rivais, Senators e basta os Senators perderem o próximo jogo, fora de casa contra os Bruins, para os Leafs os ultrapassarem na tabela, já que o próximo jogo dos Leafs será apenas na quinta-feira, contra os Flyers, em Toronto.

Como a partida foi transmitida no Hockey Night in Canada, programa que comemora 60 anos no ar, após o término, Nazem Kadri foi chamado para uma entrevista a Don Cherry, ex-técnico da NHL, com um estilo chamativo com seus blazers com motivos ou cores espalhafatosos. Kadri foi elogiado e até ganhou um beijo de Cherry!

Parabéns Kadri e Lupul! Vamos manter essa sinergia funcionando!!!

Go Leafs Goooooooooo

21/03/2013 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sexta-feira, 22 março 2013 Deixe um comentário

Jogando pela segunda noite seguida os Leafs que haviam a acabado com a seqüência de derrotas, vencendo os Lightning no Air Canada Centre, foram fazer uma visita ao seu adversário na fronteira dos Estados Unidos, os Buffalo Sabres.20130321_Leafs@Sabres_Banner

O jogo mal havia começado e Frazer McLaren e Colton Orr já iniciaram brigas logo aos 2m09s. Os Leafs receberam duas penalidades de 2 minutos. Felizmente nosso pênalti kill está bem e não permitimos aos Sabres abrirem o placar. Aos 08m48s Tyler Bozak, que vem jogando bem e sempre ajudando a equipe, abre o placar para os Leafs. Aos 10m04s foi a vez de Nazem Kadri ampliar. Com dois a zero no placar, tudo parecia ir muito bem até que aos 18m54s, Tyler Ennis diminui e coloca os Sabres de volta no jogo.

O segundo período veio e os Sabres voltaram pressionando os Leafs, mas quem marcou primeiro foi o time visitante, com um gol de Mikhail Grabovski aos 08m52s, dando novamente uma liderança por dois gols aos Leafs. Tal liderança, mais uma vez foi desperdiçada pois aos 11m39s e aos 12m24s, Mark Foligno e Jason Pominville marcaram seus gols empatado a partida. Os Leafs apesar de jogarem bem, sempre têm tido lapsos nas partidas, quando os adversários, geralmente, se aproveitam. Esse foi mais um dos lapsos. Randy Carlyle necessita corrigir isso e manter a equipe focada durante os 60 minutos! Ao final do período, os Leafs cederam um pênalti, que continuaria no início do terceiro período.

20130321_Leafs@Sabres_ScoreAinda em powerplay, aos 22s, Christian Ehrhoff marca, colocando os Sabres à frente do placar pela primeira vez na noite. Felizmente os Leafs já mostraram que sempre estão buscando o resultado e não se deixam abalar por um placar desvantajoso para a equipe. Aos 06m33s, Nazem Kadri desvia um chute de Cody Franson e empata novamente a partida, com o seu segundo gol da noite. O restante do período viu as equipes com diversas chances de gol sendo paradas pelos goleiros. Numa delas, Bozak acertou a trave de Ryan Miller e em outra, o goleiro dos Sabres mergulhou para efetuar a defesa, numa jogada em que os Leafs ficaram muito próximos de marcar o gol decisivo!

Veio a prorrogação, sem qualquer alteração no placar, e com isso, a cobrança de penaltis, mais conhecida como Shootout. Na primeira cobrança Kadri chutou bem, mas Ryan Miller conseguiu defender deslizando para dentro do gol. Pominville também não conseguiu marcar em James Reimer. Na segunda rodada, Tyler Ennis teve sua tentativa defendida por Reimer, mas Bozak conseguiu marcar, chutando o puck entre o braço e o corpo de Miller. Com os Leafs à frente, bastava Reimer defender a próxima cobrança para assegurar a vitória, mas Drew Stafford chutou, Reimer defendeu parcialmente com a luva e ficou imóvel, para não acabar chutando ou desvia do o puck para o gol, mas o puck acabou encobrindo-o e foi lentamente para o gol, empatando o Shootout. James Van Riemsdyk foi o próximo e perdeu a oportunidade, assim como os próximos cobradores, Cody Hodgson, Phil Kessel, Ville Leino e Mikhail Grabovski. Foi quando Steve Ott veio ao gelo e conseguiu vencer Reimer. A responsabilidade da próxima cobrança foi dada a Clarke MacArthur que em sua carreira nuca havia feito um gol no Shootout. E isso não se alterou, ele foi defendido por Miller e os Leafs saíram com a derrota, somando apenas um ponto, de consolação!

Carlyle precisa colocar os jogadores para treinar mais shootouts! Do jeito que está, já fica a sensação que perdemos o jogo ao irmos ao Shootout.

Nossos dois próximos jogos serão contra o Boston Bruins. Serão 4 pontos difíceis de obter. No sábado o confronto será no Air Canada Centre e na segunda no TD Banknorth Garden. O time consegue ganhar doa Bruins, mas precisa jogar focado o jogo inteiro, sem cair nas provocações e brigas com os jogadores do time de Boston.

Go Leafs Goooooooooooooo

%d blogueiros gostam disto: