Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Vincent Lecavalier’

07/01/2016 – Toronto Maple Leafs @ Los Angeles Kings

sexta-feira, 08 janeiro 2016 Deixe um comentário

Sem muito tempo para descansar o Toronto Maple Leafs deixou Anahein após a vitória por shutout e já foi para Los Angeles, enfrentar os Kings na noite seguinte. É sempre difícil manter a performance jogando em noites consecutivas, mas até que os Leafs conseguiram em boa parte do jogo.

No gol estava James Reimer, retornando de contusão e sem jogar desde 3 de Dezembro. Pelo Los Angeles Kings, Jonathan Quick estava no gol, um dos melhores goleiros da liga, próximo de bater o recorde de número de vitórias por Shutouts, sem permitir sequer um gol ao time adversário, marcados por um goleiro americano. Quick tem 40 vitórias por shutout na carreira, com 41 já batera o recorde anterior.

Este jogo marcou também a volta de Jeff Carter nos Kings, que estava contundido, e a primeira partida de Vincent Lecavalier e Luke Schenn pelos Kings, após a troca realizada no dia anterior.

Lecavalier e Schenn jogaram bem e ajudaram os Kings a sair com uma vitória por um gol de diferença.

Os gols somente apareceram no terceiro período. Jake Muzzin recebeu um passe de Vincent Lecavalier e disparou pra o gol sem nenhum defensor para pressioná-lo, abrindo o placar aos 02m53s. O puck foi certeiro no ângulo esquerdo de Reimer. Aos 08m05s, Peter Holland perdeu o puck ainda na defesa e Marian Gaborik fez uma excelente jogada, passando pra Jeff Carter dentro do crease, que somente teve que desviar o puck para o gol. O mesmo Peter Holland acabou se redimindo e marcando o gol dos Leafs aos 10m05s, com um chute certeiro sobre o ombro direito de Jonathan Quick. Os minutos finais da partida foram dominados pelos Leafs, que retiraram James Reimer com mais de 2 minutos para o término, colocando no gelo um atacante a mais (Empty-Net). Os Leafs pressionaram muito e Nazem Kadri e Brad Boyes só não empataram a partida pois Jonathan Quick fez defesas espetaculares para manter a vitória dos Kings.

Perdemos a partida, mas demonstramos que temos qualidade e força para enfrentar qualquer equipe, mesmo em noites consecutivas! 

A próxima parada dos Leafs na Califórnia será no sábado, quando visitam o San José Sharks! 

Go Leafs Goooo

Anúncios

02/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

quinta-feira, 03 outubro 2013 Deixe um comentário

Como foi bom começar a temporada com uma vitória! Especialmente contra o Montreal Canadiens! Mas não houve tempo para ficar comemorando, pois tão logo o jogo acabou, o time viajou para a Philadelphia para enfrentar os Flyers, jogo que foi transmitido ao vivo pelo canal ESPN+, com narração de Everaldo Marques e comentários de Thiago Simões (#NHLna ESPN).

A mais nova estrela dos Flyers é Vincent Lecavalier, após todos os seus anos como capitão do Tampa Bay Lightning.

No gol pelos Leafs foi a vez de Jonathan Bernier ter suas habilidades colocadas em teste. Pelos Flyers, Steve Mason.20131002_Leafs@Flyers_Banner

O jogo começou com os Leafs basicamente se defendendo enquanto os Flyers exerciam muita pressão. O fato de ter jogado na noite anterior, enquanto os Flyers jogavam seu primeiro jogo da temporada, com certeza influenciou. Mas o ataque dos Flyers encontrou uma muralha em Jonathan Bernier e, somente aos 19m53s, num powerplay para o time da casa, numa penalidade cometida por James Van Riemsdyk, Brayden Schenn conseguiu abrir o placar.

20131002_Leafs@Flyers_ScoreO segundo período foi como o primeiro. Os Leafs praticamente rifavam o puck ao ataque e, então os Flyers retornavam para o ataque. Entretanto, aos 17m06s, num contra-ataque, Dion Phaneuf chutou e Mason permitiu o rebote, que encontrou Phil Kessel em frente ao gol, pronto para marcar o gol de empate. Kessel não desperdiçou. Quando parecia que o período terminaria empatado, Paul Ranger, que aliás jogou muito bem, cometeu uma penalidade em Wayne Simmonds, que partia em velocidade, sozinho, contra Bernier. Os Flyers tiveram um Penalty Shot, cobrada por Simmonds e defendida por Bernier, mantendo o empate.

O terceiro período mal tinha começado e aos 02m30s, Dave Bolland recebe um passe de Lupul, que estava atrás do gol dos Flyers, e marca o gol da virada dos Leafs! Realmente a equipe parece ter a paciência necessária para, apesar de criar menos chances de gol, aproveitá-las. Numa jogada onde Mark Fraser e Brayden Schenn disputavam o puck, o jogador dos Flyers, ex-Leafs, Jay Rosehill, desferiu um forte tranco em Fraser, mas Colton Orr estava atento e defendeu o defensor dos Leafs, dando um belo tranco (check) em Rosehill que caiu e começou uma briga com Orr. Rosehill ficou furioso e ambos foram para o banco de penalidades. No finalzinho do período, os Flyers tentaram obter mais chances de gol, retirando Steve Mason e colocando um jogador de linha a mais no gelo, porém numa roubada do puck, Joffrey Lupul ia ganhar condições de chutar no gol vazio dos Flyers, quando Kimmo Timonen o impediu de maneira faltosa. Os Flyers perderam a vantagem numérica no gelo, permitindo um powerplay aos Leafs, que aproveitaram para marcar o terceiro com com Dave Bolland, segundo gol da noite, após duas tentativas defendidas por Steve Mason, num chute quase sem ângulo! Segundo jogo e segunda vitória dos Leafs!!

Começamos a temporada com o patins direito! Nosso próximo jogo será o primeiro em casa, em frente à nossa apaixonada torcida! E será no sábado, dia de Hockey Night in Canada! Nosso adversário, nosso arquirrival de conferência e de província, o Ottawa Senators! Sim!! Iniciaremos a temporada em casa com uma Batalha de Ontario!

Quanto à outra batalha ocorrendo na equipe, entre James Reimer e Jonathan Bernier, creio que quem saí ganhando é o time dos Leafs, que acaba tendo dois excelentes goleiros, com ótimas atuações, e pode se utilizar deles da melhor forma possível! Se ambos continuarem jogando assim, talvez não necessitemos de um goleiro titular, podemos mantê-los em revezamento contínuo, sem queda alguma de qualidade!

Isso, somente Randy Carlyle poderá nos responder!

Bom descanso guerreiros Azuis e Brancos! Até a Batalha de Ontario!

Go Leafs Gooooooooooooooooo

Leafs colocam Mikhail Grabovski na lista de dispensa visando cancelamento do contrato com o jogador

quinta-feira, 04 julho 2013 2 comentários

O Toronto Maple Leafs, por meio do seu Senior Vice President e Gerente Geral, Dave Nonis, divulgou um anúncio nesta quinta-feira à respeito do contrato com Mikhail Grabovski. Grabovski foi colocado na lista de dispensa incondicional hoje com o propósito de ter o restante de seu contrato cancelado. Este seria o segundo cancelamento, dentre os dois possíveis. O primeiro cancelamento foi realizado no contrato de Mike Komisarek.

Nonis expressou a sua gratidão ao Grabovski: “Eu gostaria de agradecer ao Mikhail por suas contribuições para os Leafs durante as últimas cinco temporadas. Esta não foi uma decisão fácil de ser tomada devido ao Mikhail ter realizado inúmeras contribuições à nossa equipe. Essa mudança na equipe criará espaço salarial e maior flexibilidade para que possamos nos desenvolver.”

—————————————————————————————————————————————-

Com mais essa mudança, os Leafs abrem espaço para a contratação de melhores jogadores, o que pode acontecer já amanhã, quando a partir do meio-dia, horário de Toronto, os jogadores agentes-livre irrestritos já podem assinar com outras equipes.

Obrigado Grabo! Boa sorte, seja para qual time você for!

Grabovski possuía um contrato onde recebia 5.5 milhões de dólares por temporada e creio que, apesar de suas contribuições, acabou ficando pesado para o espaço salarial reduzido deste ano. Com Vincent Lecavalier fechando contrato com os Flyers por 4.5 milhões anuais, realmente não faz sentido manter um contrato com tão alto valor.

Neste meio tempo temos Bozak também pedindo salário de 5 milhões anuais, mas querendo um contrato longo (8 temporadas). Não sei se veremos Bozak de volta à equipe.

Continuaremos acompanhando as movimentações envolvendo os Leafs e você terá a informação aqui, no Maple Leafs Brasil.

19/02/2013 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

quarta-feira, 20 fevereiro 2013 Deixe um comentário

Uma noite após ganhar do Florida Panthers, no segundo shutout seguido de Ben Scrivens, os Leafs aproveitaram a viagem e foram visitar o Tampa Bay Lightning.20130219_Leafs@Lightning_Banner

Apesar de jogarem bem e de chutarem mais à gol, o time da casa abriu o placar numa jogada em que os Leafs estavam saindo ao ataque e um passe errado foi interceptado e enviado a Vincent Lecavalier que chutou bem, vencendo Scrivens aos 09m25s. Após muito tentar, os Leafs acabaram por empatar aos 17m59s, com Mikhail Grabovski, num ataque em que Nikolai Kulemin chutou, o goleiro dos Lightning Anders Lindback deu rebote e Grabo aproveitou. Foi um gol que deu nova confiança aos Leafs que não deixaram os Leafs saírem do primeiro período em desvantagem no placar.

20130219_Leafs@Lightning_BannerO segundo período viu mais um erro da defesa dos Leafs que perderam um puck atrás do gol de Scrivens. O jogador dos Lightning passou o puck para Steven Stamkos, que marcou o segundo dos Lightning, sem qualquer chance para Ben Scrivens. De resto o período não apresentou nenhuma mudança, nem de placar, nem de característica de jogo de ambas as equipes.

O terceiros último período foi cheio de emoções. Logo nos primeiros minutos, ambas equipes tiveram oportunidades em contra-ataques com vantagem de 2 atacantes contra apenas 1 defensor, e ambas não foram aproveitadas. A primeira emoção real foi uma falha de Ben Scrivens que permitiu que Alexander Killorn marcasse o terceiro gol do time de Tampa Bay, aos 2m49s, num chute despretensioso e até mesmo fraco, mas que passou entre a luva e o corpo de Scrivens e entrou no gol bem lentamente. Aos 6m58s, Matt Carle recebe o puck próximo da linha azul e chuta forte, Korbinian Holzer acabou encobrindo a visão de Scrivens que nem viu o puck entrando no gol! Com o placar de 4 x 1 para os Lightning, Randy Carlyle retira Scrivens do jogo, substituindo-o por Jussi Rynnas. Esse período ainda veria a briga de Nazem Kadri e Victor Hedman e de Mark Fraser e Keith Aulie, antes de, aos 16m08s, James Van Riemsdyk desviar um chute de Phil Kessel e diminuir para os Leafs. Após esse gol, os Leafs pressionaram muito, incluindo um imenso tempo sem Rynnas no gol (Empty Net), em que os Leafs por pouco não marcaram novo gol e os Lightning, por uma vez teve um puck na trave e outro bem próximo do gol vazio dos Leafs. Fiquei muito feliz de ver a raça e vontade da equipe dos Leafs em, mesmo após terem tido um jogo na noite de ontem, buscarem de todas as formas a vitória, mesmo com o placar adverso.

Só quero deixar registrado que Ben Scrivens é um ótimo goleiro e que a falha dele no terceiro fol, não foi o fator preponderante para a derrota na noite de hoje. Nos três outros gols, houveram fatores que atrapalharam ele de fazer um bom trabalho. Pucks foram perdidos na zona defensiva dos Leafs e Holzer tapou a visão de Scrivens no quarto gol.

Parabéns Leafs. Perder na casa do adversário, na segunda noite de jogos consecutivos não é algo fora do comum e, portanto, nada alarmante. O time deve descansar para enfrentar os Sabres em Toronto na sexta-feira e ir à Ottawa no domingo.

GO Leafs GO

03/01/2012 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 05 janeiro 2012 2 comentários

Finalmente 2011 acabou e, quem sabe a sequência de má fase dos Leafs também! Como primeira partida de 2012, os Leafs receberam a visita do Tampa Bay Lightning, de Vincent Lecavalier, Steven Stamkos e Martin St. Louis.

A partida mal começou, os Leafs, incluindo o goleiro Jonas Gustavsson, mal se esquentaram e Vincent Lecavalier marca o primeiro gol aos 58s. Isso seria um indicativo de que seria um jogo difícil para os Leafs, mas a resposta e reação vieram bem rápido desta vez. Aos 3m25s Joffrey Lupul empata para o  time da casa, deixando o Air Canada Centre mais aliviado. Aos 8m46s foi a vez de Carl Gunnarsson marcar o seu segundo gol da temporada, num chute de longa distância que Mathieu Garon não conseguiu defender. Este período teve 13 chutes à gol dos Leafs, contra 11 dos Lightning.

No segundo período os Leafs voltaram ainda melhor, mostrando vontade de vencer, disputando os pucks, distribuindo checks nos adversários, tanto na defesa quanto no ataque, porém foi Steven Stamkos que conseguiu o primeiro gol do período, empatando a partida em 2 a 2, aos 11m55s. Foi então que, em menos de 2 minutos, as equipes trocaram gols seguidos. Os Leafs voltaram a ficar na frente com  um gol de Mikhail Grabovski aos 12m28s. Os Lightning voltou a empatar com Pavel Kubina aos 13m26s e, aos 13m43s Darryl Boyce marca o gol, que viria a ser o gol da vitória (Game Winning Goal), colocando os Leafs novamente à frente no placar. Este período viu os Leafs darem 16 chutes à gol, sendo que após o gol de Boyce, Mathieu Garon foi substituído por Dwayne Roloson, o goleiro veterano dos Lightning. No finalzinho do período Matt Frattin, aniversariante do dia, marcou aos 19m22s, dando tranquilidade ao time dos Leafs.

O terceiro período somente ajudou a aumentar a segurança da vitória, com gols de Dion Phaneuf logo aos 1m23s, em powerplay e um gol de Phil Kessel, aos 12m28s, também em powerplay. Placar final Lightning 3 x 7 Leafs, com Joffrey lupul sendo o melhor jogador, marcando 4 pontos (1 gol e 3 assistências).

Parece que a mudança de ano mexeu com os jogadores dos Leafs e a conversa que Ron Wilson e seu staff técnico teve com os jogadores surtiu efeito. Os Leafs que sempre sofriam gols enquanto em desvantagem numérica, sendo o pior time da NHL em porcentagem de Penalty Killing, não sofreram nenhum gol nas 9 vezes em que o time se viu com menos jogadores que os Lightning na partida. Houve até mesmo um momento em que os Leafs ficaram por mais de 1 minuto com apenas 3 jogadores contra 5 dos Lightning e conseguiram se defender!

Que esse jogo tenha sido o começo de boas apresentações e performance da equipe, rumo à reta final de classificação aos playoffs!

GO Leafs GO!!!

22/11/2011 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

quinta-feira, 24 novembro 2011 2 comentários

Quase conseguimos empatar o jogo contra os Hurricanes e levá-lo para a prorrogação, mas acabamos perdendo por apenas um gol de diferença, na casa do adversário, um resultado que não é bom, mas não é o fim do mundo. Podemos considerar um resultado normal.

Saindo de Raleigh, fomos para Tampa, enfrentar os Lightning, time que tem entre seus jogadores os perigosos Vincent Lecavalier, Martin St. Louis e Steven Stamkos e cujo goleiro, Dwayne Roloson, apesar de ser umdos mais velhos na liga, também é um dos mais experientes e já chegou a ganhar jogos contra os Leafs, fechando o gol.

Os Leafs começaram muito bem o jogo e logo aos 41s abriram o placar quando Clarke MacArthur desviou o chute de Jake Gardiner enganando Roloson. A partida seguiu e os Lightning tiveram uma ótima chance num contra-ataque em que Martin St. Louis deixou Lecavalier na cara do gol e Gustavsson realizou uma bela defesa. Infelizmente num outro ataque, enquanto o time de Tampa estava em powerplay, Gustavsson estava na jogada, mas o chute de Lecavalier entrou, aos 08m38s, num cantinho e nem o Monster acreditou! Mais para o final do período, foi a vez de os Leafs tomarem o domínio da partida. Aos 17m56s, Tim Connolly desviou um chute de Kulemin, num replay do primeiro gol dos Leafs. Aos 19m22s, Tyler Bozak aumentou para os Leafs, disputando o rebote de um chute de Phil Kessel.

No segundo período os times jogaram bem e Dwayne Roloson foi forçado a efetuar belas defesas. Somente aos 17m45s, Joe Colborne, se aproveita de uma bela jogada de Matt Frattin em que ele vem em velocidade, disputando o puck com os defensores e, alcança o puck quase nas mãos de Roloson e dá um passe pra trás, que Colborne aproveitou e mandou pras redes dos Lightning.

O terceiro período viu Tyler Bozak marcar o seu segundo gol da partida num erro de Roloson, que mandou o puck para as bordas atrás do gol, tentando afastá-lo de Bozak, que previu, mudou sua rota e chegou ao puck a tempo de mandá-lo para o gol, aos 03m07s. Belo gol de Bozak, se aproveitando da oportunidade. Este período ainda viu um belo gol de Joffrey Lupul aos 04m28s e para finalizar os 7 a 1 do placar, um gol de Joey Crabb aos 14m28s.

Foi a segunda vitória dos Leafs, desde sábado, por um placar de 7 a 1. A primeira vítima foram os Capitals.

Amanhã, sexta-feira, 25/11/2001, teremos NHL na ESPN às 22h00 e somente às 23h30 teremos os Leafs visitando o Dallas Stars!!!

GO Leafs GOOOOOOOOOOO

 

 

%d blogueiros gostam disto: