Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Keith Aulie’

19/02/2013 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

quarta-feira, 20 fevereiro 2013 Deixe um comentário

Uma noite após ganhar do Florida Panthers, no segundo shutout seguido de Ben Scrivens, os Leafs aproveitaram a viagem e foram visitar o Tampa Bay Lightning.20130219_Leafs@Lightning_Banner

Apesar de jogarem bem e de chutarem mais à gol, o time da casa abriu o placar numa jogada em que os Leafs estavam saindo ao ataque e um passe errado foi interceptado e enviado a Vincent Lecavalier que chutou bem, vencendo Scrivens aos 09m25s. Após muito tentar, os Leafs acabaram por empatar aos 17m59s, com Mikhail Grabovski, num ataque em que Nikolai Kulemin chutou, o goleiro dos Lightning Anders Lindback deu rebote e Grabo aproveitou. Foi um gol que deu nova confiança aos Leafs que não deixaram os Leafs saírem do primeiro período em desvantagem no placar.

20130219_Leafs@Lightning_BannerO segundo período viu mais um erro da defesa dos Leafs que perderam um puck atrás do gol de Scrivens. O jogador dos Lightning passou o puck para Steven Stamkos, que marcou o segundo dos Lightning, sem qualquer chance para Ben Scrivens. De resto o período não apresentou nenhuma mudança, nem de placar, nem de característica de jogo de ambas as equipes.

O terceiros último período foi cheio de emoções. Logo nos primeiros minutos, ambas equipes tiveram oportunidades em contra-ataques com vantagem de 2 atacantes contra apenas 1 defensor, e ambas não foram aproveitadas. A primeira emoção real foi uma falha de Ben Scrivens que permitiu que Alexander Killorn marcasse o terceiro gol do time de Tampa Bay, aos 2m49s, num chute despretensioso e até mesmo fraco, mas que passou entre a luva e o corpo de Scrivens e entrou no gol bem lentamente. Aos 6m58s, Matt Carle recebe o puck próximo da linha azul e chuta forte, Korbinian Holzer acabou encobrindo a visão de Scrivens que nem viu o puck entrando no gol! Com o placar de 4 x 1 para os Lightning, Randy Carlyle retira Scrivens do jogo, substituindo-o por Jussi Rynnas. Esse período ainda veria a briga de Nazem Kadri e Victor Hedman e de Mark Fraser e Keith Aulie, antes de, aos 16m08s, James Van Riemsdyk desviar um chute de Phil Kessel e diminuir para os Leafs. Após esse gol, os Leafs pressionaram muito, incluindo um imenso tempo sem Rynnas no gol (Empty Net), em que os Leafs por pouco não marcaram novo gol e os Lightning, por uma vez teve um puck na trave e outro bem próximo do gol vazio dos Leafs. Fiquei muito feliz de ver a raça e vontade da equipe dos Leafs em, mesmo após terem tido um jogo na noite de ontem, buscarem de todas as formas a vitória, mesmo com o placar adverso.

Só quero deixar registrado que Ben Scrivens é um ótimo goleiro e que a falha dele no terceiro fol, não foi o fator preponderante para a derrota na noite de hoje. Nos três outros gols, houveram fatores que atrapalharam ele de fazer um bom trabalho. Pucks foram perdidos na zona defensiva dos Leafs e Holzer tapou a visão de Scrivens no quarto gol.

Parabéns Leafs. Perder na casa do adversário, na segunda noite de jogos consecutivos não é algo fora do comum e, portanto, nada alarmante. O time deve descansar para enfrentar os Sabres em Toronto na sexta-feira e ir à Ottawa no domingo.

GO Leafs GO

Anúncios

15/03/2012 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

sexta-feira, 16 março 2012 Deixe um comentário

Ontem os Leafs parecem ter recobrado o espírito de equipe e as habilidades de seus jogadores! Foram até Tampa para enfrentar o Tampa Bay Lightning! Este foi o primeiro jogo de Keith Aulie contra os Leafs e de Carter Ashton contra os Lightning.
No gol dos Leafs permaneceu James Reimer! Creio que Carlyle está analisando os goleiros dos Leafs para decidir quem é o número 1!
O jogo foi bem disputado e ambas equipes se utilizaram de muito jogo físico no rink! Os Leafs levaram a melhor e abriram o placar aos logo aos 1m09s de jogo em uma jogada onde os jogadores dos Leafs trocaram passes na zona de defesa dos Lightning e John-Michael Liles chutou sem marcação bem em frente ao gol de Dustin Tokarski enquanto o time estava em powerplay!
No segundo período os Leafs aumentaram a vantagem quando Joey Crabb recebeu um ótimo passe de Matthew Lombardi aos 03m27s e não desperdiçou! O terceiro gol dos Leafs foi uma bela jogada de Jake Gardiner aos 12m28s que, após receber o puck de Matthew Lombardi, fez tabela com a borda e partiu para o ataque, fez um movimento de chute, mas controlou o puck tirando o defensor e batendo forte!
A vitória estava praticamente garantida, mas os Lightning voltaram para o último período com vontade de estragar a festa dos Leafs. Steven Stamkos foi muito bem marcado e anulado, mas mesmo assim conseguiu “cavar” algumas penalidades e, consequentemente, powerplays para os Lightning! Como ofensivamente Stamkos não conseguiu muita coisa, resolveu apelar para tentar desestabilizar os jogadores dos Leafs, em especial Dion Phaneuf. Stamkos deu um slashing (tacada) nas pernas de Phaneuf, que não foi vista pelos juízes. Depois deu um forte tranco em Matt Frattin atrás do gol dos Leafs. Phaneuf foi tirar satisfação e Stamkos partiu pra cima dele, sendo separado pelos juízes. Mais para o final do período, Phaneuf deu um tranco normal em Martin St Louis e, mais uma vez, lá vem Stamkos. Phaneuf nem chegou a tirar as luvas para brigar, mas os dois foram ao chão sendo separados pelos juízes!
Quando tudo estava bem e faltavam apenas 26 segundos de partida para garantir o shutout de Reimer, Martin St Louis chutou de bate-pronto (One-timer) e o puck passou abaixo a luva de Reimer!
Nesta partida os Leafs jogaram como estavam jogando até o mês de janeiro, quando a presença nos playoffs estava praticamente garantida, se a equipe mantivesse essa qualidade!

Go Leafs Gooo sempre!!!

Artigos relacionados

Leafs trocam Keith Aulie com o Tampa Bay Lightning

segunda-feira, 27 fevereiro 2012 1 comentário

Acabaram de confirmar que Keith Aulie, adquirido junto ao Calgary Flames na troca que trouxe Dion Phaneuf para Toronto, foi enviado para o Tampa Bay Lightning em troca pelo atacante Carter Ashton.

Ashton tem 20 anos e marcou 19 gols e 16 assistências em 56 jogos com o Norfolk Admirals da American Hockey League nesta temporada. Ashton traz tamanho para o ataque dos Marlies.

Tal troca pode não ser vista como efetuada por jogadores que possam contribuir nos Leafs já nesta temporada, e creio que Aulie, um defensor que usava seu tamanho muito bem, acabou ofuscado por Korbinian Holzer e outros defensores dos Leafs que poderiam também fazer o mesmo papel.

Boa sorte a Keith Aulie nos Lightning e Seja Bem vindo Carter Ashton!

 

Leafs definem o elenco para o início da temporada!

terça-feira, 04 outubro 2011 Deixe um comentário
Toronto Maple Leafs

Image via Wikipedia

Jake Gardiner está dentro. Keith Aulie está fora.

Este é somente uma parte do processo de “cortes” realizados pelos Leafs para reduzir o elenco ao total de 24 jogadores, incluindo jogadores contundidos e suspensos.

O fato de Gardiner estar no time não é uma notícia tão surpreendente. Ele foi provavelmente o melhor defensor da pré-temporada e sua presença, assim como a de John-Michael Liles, sinaliza uma defesa mais agressiva e com mais mobilidade.

Os Leafs necessitavam balancear o tamanho de sua linha de defesa, que em sua maioria era muito truculenta. Podemos considerar o seguinte: o Capitão Dion Phaneuf, com seu tamanho, joga muito físicamente e Mike Komisarek chegou ao training camp após perder pelo menos 9 quilos. A aquisição da pós-temporada, Cody Franson tem 1,90 m e ainda pode ficar mais forte com os treinamentos dos Leafs.

Já Gardiner joga num estilo mais ofensivo com sua ótima patinação que o ajuda a diminuir o risco proveniente da falta de experiência. Ele enxerga o gelo como ninguém e maneja o stick com muita habilidade. Com tudo isso, Gardiner não deixou outra escolha aos Leafs.

O maior derrotado, pelo menos no curto período, é Aulie que jogou 40 jogos, quase que exclusivamente com Phaneuf e marcou duas vezes, finalizando a temporada com o rating -1.

Os Leafs colocaram os atacantes Joey Crabb, Darryl Boyce e o defensor Matt Lashoff na lista waivers. Se nenhum time convocá-los, os três retornarão ao Toronto Marlies.

Esta não é uma aposta segura. Lashoff é um defensor razoável e que pode vir a ser chamado para a NHL em caso de contusões e Boyce e Crabb são jogadores incansáveis, forçados a ficar de fora do elenco, em parte pela presença de  Colton Orr e Jay Rosehill.

Os Leafs ainda ficarão sem os atacantes Clarke MacArthur, suspenso nos dois primeiros jogos da temporada regular, e Nazem Kadri, fora até o meio de outubro devido a uma contusão no joelho esquerdo. Até que o novato Matt Frattin “tropece”, Rosehill ou Orr podem ser enviados aos Marlies quando MacArthur e Kadri retornarem.

Frattin esteve entre os melhores atacantes na pré-temporada. Ele marcou dois gols, foi responsável defensivamente e mostrou que pode jogar em ambos times especiais (powerplay e penalty kill).

Abaixo está o elenco:

Atacantes: Colby Armstrong, Tyler Bozak, Mike Brown, Tim Connolly, Philippe Dupuis, Matt Frattin, Mikhail Grabovski, Phil Kessel, Nikolai Kulemin, Matthew Lombardi, Joffrey LupulColton Orr, Jay Rosehill

Contundido: Nazem Kadri.
Suspenso: Clarke MacArthur.

Defensores:  Cody Franson, Jake Gardiner, Carl Gunnarsson, Mike Komisarek, John-Michael Liles, Dion Phaneuf, Luke Schenn

Goleiros: Jonas Gustavsson, James Reimer

Os Leafs possuem dois novatos em Frattin e Gardiner e dois novos defensores em Franson e Liles.

Cinco questões serão respondidas quando os Leafs abrirem a temporada contra os Canadiens na quinta-feira no Air Canada Centre.

1. James Reimer está pronto para ser o titular após uma temporada em que ele “apareceu” de forma excepcional, desbancando Giguere e o Monstro? Os números de Reimer na pré-temporada não são nada impressionantes: média de 3,29 gols sofridos por partida e percentual de 88% de defesas.

2. A linha composta por Tim Connolly, Joffrey Lupul ePhil Kessel produziu somente um gol na pré-temporada e Connolly está contundido podendo ficar de fora do jogo de abertura.

3. Que impacto terá a saída de Aulie no jogo de Dion Phaneuf?  O jogo de Phaneuf melhorou muito depois de ser colocado com Aulie como parceiro na defesa dos Leafs.

4. Gardiner manterá seu excelente nível de jogo agora que são jogos “pra valer”?

5. Orr, que perdeu boa parte da última temporada devido a uma concussão, continua sendo um bom “lutador” após esta contusão? E, um lutador ainda é necessário num time que tem Rosehill e Mike Brown?

Fonte: Toronto Sun

03/03/2011 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

sexta-feira, 04 março 2011 6 comentários

Após a vitória contra os Penguins, na prorrogação, os Leafs novamente jogaram ontem, agora fora de cassa, contra o Philadelphia Flyers, líder da conferência Leste. Batalha dura para um time em busca de pontos para alcançar o último degrau dos playoffs do Leste e, quem sabe, ter que enfrentar esses mesmos Flyers em uma série de 7 jogos!

Foi o primeiro jogo dos Leafs, contra  Versteeg, após a troca que o enviou aos Flyers! No gol dos Leafs estava James Reimer e pelos Flyers, Sergei Bobrovsky, dois jovens goleiros mas com futuro promissor na NHL!

Os Leafs demonstraram energia desde o início do jogo e, apesar do jogo no dia anterior, em nenhum momento demonstraram cansaço.

Para infelicidade geral da Nação leafs, os Flyers marcaram o primeiro gol e o algoz foi exatamente Kris Versteeg. O gol foi aos 05m49s do primeiro período.

 Os Leafs não se abateram e apenas 21 segundos depois, aos 06m10s, Clarke MacArthur chuta e Nikolai Kulemin desvia para o gol. O gol de empate de Kulemin foi seu 24º na temporada.

A batalha continuou por todo o restante do primeiro período período, mas as equipes não voltaram a marcar.

No segundo período, mal o jogo tinha recomeçado e aos 01m41s, Keith Aulie e Scott Hartnell se enfrentam no gelo (veja aqui). Primeira briga de Aulie na NHL e primeira vitória! Keith derrubou Hartnell e ambos levaram uma penalidade de 5 minutos! Após isso, aos 07m07s, numa bobeira da defesa dos Leafs, Kris Versteeg (sim … ele novamente) recebe o puck sozinho e manda novamente para o fundo do gol dos Leafs. Este foi um período em que as equipes chutaram muito ao gol. O número de chutes à gol, que no primeiro período empatou em 9 para cada time, viu um salto no segundo período, com os Leafs chutando 17 vezes no gol de Bobrovsky e os Flyers 11 no gol de Reimer. Faltando apenas 19 segundos para o final do período, e liderando por 2 a 1, os Flyers cometem uma penalidade (Muitos jogadores no gelo). Aparentemente foi culpa de Mike Richards, mas o segundo o boxscore da NHL, foi Nikolai Zherdev. Os Leafs foram ao ataque e o capitão, Dion Phaneuf aproveitou a sobra após boa jogada de Kulemin e Grabovski. Gol de empate dos Leafs para jogar água fria nos Flyers antes de terminar o período.

A partir do segundo período, os árbitros começaram a ficar um tanto cegos e não marcaram vários penaltis para os Flyers. Num deles, o stick de Dion Phaneuf foi segurado discaradamente por um jogador dos Flyers na frente do árbitro e nada … logo depois Kessel foi penalizado por tripping.

O terceiro período foi muito disputado e os goleiros, mais uma vez, mostraram que estão em ótima fase. Tanto Reimer quanto Bobrovsky fizeram defesas espetaculares, salvando seus times da derrota, porém Darryl Boyce aproveitou um passe de Colby Armstrong e conseguiu marcar o gol da vitória dos Leafs aos 15m30s, deixando os Flyers desesperados no final do jogo. Os Flyers bem que tentaram, mas Reimer fez mais algumas defesas e garantiu a vitória do time de Toronto!

Veja um resumo do jogo aqui.

Infelizmente o Carolina Hurricanes venceu o Buffalo Sabres na prorrogação e também garantiu dois pontos, porém os Rangers perderam e agora são o oitavo colocado da conferência Leste, com 70 pontos, 3 à frente dos Leafs, que têm um jogo a menos! Entre eles estão os Sabres, com 2 jogos a menos que os Leafs e 68 pontos!

A próxima partida dos Leafs é no sábado, em Toronto, contra o Chicago BlackHawks. Vamos em busca de mais 2 pontos, tentando a cada rodada, diminuir a diferença e, finalmente, entrar na zona de classificação aos playoffs!

É a reta final e não podemos desacelerar!!!

GO Leafs GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Predators 4 @ Leafs 5 – FINALMENTE!!!!

quarta-feira, 17 novembro 2010 3 comentários

Caros colegas Leafs:

Finalmente acabou a derrapagem dos “nossos” Leafs. Já eram demasiados jogos com derrotas e a equipa era uma triste sombra da que começou a época com 4-0-0. No fundo parecia a equipa habitual (infelizmente) dos últimos anos, em que nem sentimos o sabor a play-offs da Stanley Cup (e já desde 1967 que ela não vem desfilar em Toronto….).

O jogo começou mal demais. Com 8:13 no 1º período, Dumont inaugura o marcador para os Predators. Falhanço de Kessel no início do contra-ataque, a perder o controlo do “puck” para o adversário, Dumont nas costas de Beauchemin, não tem problemas em encostar para golo. Tudo bem, 1-0 era recuperável… mas desnecessário.

Três minutos depois… novo “tiro” nas nossas aspirações.  O puck perdido na zona neutra (os turn-overs são mais que muitos nos nossos Leafs), e o contra-ataque dos Predators não perdoa: 11:33 e Jordan Tootoo a elevar a vantagem para 2-0. Dois defesas dos Leafs sem conseguirem ajudar Giguere… (e eu já via MAIS uma derrota).

Ron Wilson já não sabe o que fazer e pede um time-out para tentar reorganizar a equipa.

Debalde… O jogo recomeça… face-off no centro do terreno. O puck vem para o campo dos Leafs, com Grabovski. Tem Beauchemin à esquerda. O óbvio seria o passe POR TRÁS da baliza… Mas não, Grabovski faz um passe com pouca força pela frente de Giguere, o puck ressalta e Martin Erat está lá para aproveitar o convite. NASHVILLE 3 – TORONTO 0!!!!  Com 11:43 jogados… em pouco mais de 3 minutos os Leafs sofrem mais 2 golos (foram 3 num espaço de 3 minutos e meio!!!!) e o jogo parece perdido. (por curiosidade passa a nota de rodapé: “Leafs outscored by 20-10 in first period this season”).

Os Predators, com 1:21 para jogar perdem a oportunidade de fazer o 4-0 por muito pouco. Sullivan isolado vai pela direita e Giguere defende com o pad. Um pouco mais acima e seria golo.

O jogo parecia dominado pelos Predators. Mas entretanto uma réstia de esperança. Com 33 segundos para jogar no 1º período há um face-off na direita do “nosso” ataque, o puck vem para Schenn, finta um adversário e finalmente abre o marcador para os Leafs!!!!!! 3-1 com 2 períodos inteiros para recuperar. A alegria volta ao ACC!!!!! Apenas Ron Wilson continua apreensivo… (compreensivelmente).

Alegria sofreria um revés. Ao estilo dos Leafs deste ano (não aquela equipa misteriosa dos 4 primeiros jogos), passavam 4:41 do 2º período, quando os Leafs estavam em Powerplay. Já se sabe que as equipas “especiais” dos Leafs são MÁS… São das piores no PP e das piores no PK (Penalty Kill). O Powerplay Umbrella talvez devesse ser re-ensinado aos Leafs. Não é difícil: http://www.youtube.com/watch?v=y63cHxYlMRw&playnext=1&list=PL640454964FB71D09&index=34

Perdem o puck na área ofensiva. Mais um turn-over….  Goc isola-se frente a Giguere, faz vários dekes e marca como quer… 4-1….

Mas era um jogo muito atípico, e desta vez os Leafs aproveitaram os Powerplays, beneficiando de 6 (SEIS!!!!) PP’s consecutivos pelos Predators. Com 5 para 3 (parece que os Leafs só assim conseguem marcar em PP), Kris Versteeg (um dos inconformados e com vontade de vencer) aos 6:22, reduz com um remate potente de longe para 4-2. A esperança voltava a renascer. Um minuto depois, aos 7:21, novamente Versteeg também de longe, com os Predators novamente só com 3 jogadores. Grande Versteeg!!! 4-3 e muito para jogar…

E depois, vem o que considero (bem como os Leafs presentes no ACC) um roubo de arbitragem. Aos 11:15, o nosso rookie Keith Aulie, dispara uma “bomba” para os 4-4 e isto conseguido em full-strenght das 2 equipas, praticamente da linha azul. Os árbitros após visionamento da repetição, anulam o golo. Dizem que Brown empurrou o guarda-redes. Ridículo, pois de todas as câmaras em que vi, não vejo NADA DISSO. Ainda para mais a haver contacto, seria fora da área. O golo era limpo, e era o empate com mais de metade do jogo por jogar. Mas seria feita justiça… Fiquei (além de frustrado) com pena de Aulie, já que era fantástico ter um golo no seu segundo jogo na NHL.

Novo powerplay a nosso favor e finalmente os Leafs a irem às “dirty areas” (como custa a estes homens fazerem o evidente…). 14:21 do segundo período, os Leafs executam na perfeição o “carrosel” do Umbrella, o puck segue para a direita, para MacArthur, vê Grabovski no slot, na cara do guarda-redes e é o delírio, com Grabovski a redimir-se. 4-4 e muito para jogar. O ACC em delírio e o “Song 2” dos Blur a animar as nossas hostes!!!!

Havia que resolver o jogo e era já.  2 minutos depois (16:44) e durante NOVO POWERPLAY (!!!!), novamente MacArthur na direita, e Kulemin no slot a resolver. E os Leafs a vencerem por 5-4!!!!!!

Entretanto lesão de Giguere, e entra o famoso “Monster”, o nosso Gustavsson (que provavelmente devia jogar mais vezes…). Evita várias tentativas de empate dos Predators.

O 3º período ocorreu sem golos com uma boa exibição do Monster. Kulemin nos últimos segundos ainda podia ter feito o 6-4, com os Predators num empty-net (embora o guarda-redes tenha voltado), mas não deu.

5-4 numa reviravolta excepcional. Do Inferno (3-0 aos 11 minutos de jogo) ao Paraíso em pouco mais de 20 minutos. E finalmente o final da senda de derrotas.

Sai reforçada a confiança da equipa. E apesar de muitos dos golos terem sido obtidos em PP, finalmente temos special-teams a produzirem golos (mesmo com um Short-handed concedido). 4 golos em PP no 2º período foi fantástico!!! Ainda não procurei estatísticas, mas deverá ter sido um dos melhores aproveitamentos de powerplays. A unidade de Penalty Kill dos Predators foi massacrada (parecia o habitual com a nossa….)

Estaremos de regresso às vitórias? Vamos ver como a equipa se porta 5ª feira. Vamos receber os Devils e por muito que eu tenha um fraquinho por eles (foi no Prudential Center que vi o meu primeiro jogo NHL ao vivo), TEMOS de os aniquilar para pôr a auto-estima no topo. Para Sábado ir a Montreal e mostrar à Belle Province que os Leafs ainda vivem!!! (E vai ser difícil, pois os Canadiens estão decididos a mostrar que os playoffs deles do ano passado onde eliminaram Penguins e Capitals em Pittsburgh e Washington(!!!!!) não foram obra do acaso – mesmo sem Halak).

Só um extra, falaram-me num fórum português de NHL de um site que não sei se funciona aí no Brasil, mas fica o link, caso queiram experimentar, para live streaming dos jogos: http://www.atdhe.net/index.html

GO LEAFS GO!!!!!!!!

Leafs anunciam os participantes do Torneio de Novatos 2010

terça-feira, 07 setembro 2010 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs anunciaram no seu site oficial, nesta terça-feira, 7 de setembro, a listagem de 28 jogadores que participarão do Torneio de Novatos 2010, coordenado pelos Leafs em London, Ontario. Os jogadores competirão em 3 jogos iniciando no sábado, 11 de setembro, contra times de novatos do Chicago Blackhawks, Pittsburgh Penguins e Ottawa Senators.

Jogando pelos Maple Leafs estará o atacante Nazem Kadri, que foi a primeira escolha do Toronto, selecionado em sétimo no geral, no draft da NHL de 2009. A lista de outros jogadores que participarão do torneio incluem o defensor Jesse BlackerKeith AulieSimon Gysbers, e os goleiros recém contratados Jussi RynnasBen Scrivens.

Também foram convocados 5 escolhas do Draft de 2010: Bradley Ross (43º no geral), Greg McKegg (62º no geral), Sondre Olden (79º), Sam Carrick (144º) and Josh Nicholls (182º).

O técnico do Toronto Marlies, Dallas Eakins comandará a equipe junto com seus assistentes Gord Dineen e Derek King.

Calendário de jogos e treinos

Sábado, 11/09 11:30 AM Treino

Sábado, 11/09 7:00 PM Jogo contra o Chicago

Domingo, 12/09 10:30 AM Treino

Domingo, 12/09 7:00 PM Jogo contra o Pittsburgh

Terça, 14/09 11:30 AM Treino

Terça, 14/09 7:00 PM Jogo contra o Ottawa

Convocados pelos Leafs para o Torneio de Novatos 2010

Name Position Ht. Wt. Birthdate Shoots Last Club
Sam Carrick Forward 6-0 188 02/04/1992 Right Brampton (OHL)
Andrew Crescenzi Forward 6-4 195 07/29/1992 Left Kitchener (OHL)
Jerry D’Amigo Forward 5-11 208 02/19/1991 Left R.P. I. NCAA)
Jamie Devane Forward 6-5 217 02/20/1991 Left Toronto (AHL)
Plymouth(OHL)
Brayden Irwin Forward 6-5 215 03/24/1987 Right Toronto (NHL)
Vermont (NCAA)
Nazem Kadri Forward 6-0 188 10/06/1990 Left Toronto (NHL)
London(OHL)
Mike Liambas Forward 5’9 204 02/16/1989 Left Erie (OHL)
Bloomington (IHL)
Greg McKegg Forward 6-0 191 06/17/1992 Left Erie (OHL)
London(OHL)
Dale Mitchell Forward 5’9 200 04/09/1989 Right Toronto (AHL)
Windsor (OHL)
Marcel Mueller Forward 6-3 220 07/10/1988 Left Cologne (GER)
Germany (OLY)
Germany (WC)
Josh Nicholls Forward 6’2 174 04/27/1992 Right Saskatoon (WHL)
Sondre Olden Forward 6-3 172 07/10/1988 Left Modo Jr. (Swe. Jr.)
Bradley Ross Forward 6-0 175 05/28/1992 Right Portland (WHL)
Kenny Ryan Forward 6-0 204 07/10/1991 Right WIndsor (OHL)
Mikhail Stefanovich Forward 6’2 202 11/27/1989 Right Quebec (QMJHL)
Belarus (WC)
Keith Aulie Defence 6-5 217 06/11/1989 Left Abbotsford (AHL)
Toronto (AHL)
Jesse Blacker Defence 6’1 190 04/19/1991 Right Toronto (AHL)
Windsor (OHL)
Owen Sound (OHL)
Erik Burgdoerfer Defence 6-2 210 12/11/1988 Right R.P. I. (NCAA)
Bakersfield (ECHL)
Dave Cowan Defence 6’4 205 12/20/1985 Right Norfolk (AHL)
Robert Morris (NCAA)
Marc-Andre Durion Defence 5-11 172 03/30/1987 Right McGill (CIS)
Simon Gysbers Defence 6’4 200 05/07/1987 Right Toronto (AHL)
Lake Superior State (NCAA)
Korbian Holzer Defence 6-3 205 02/16/1988 Right Dusseldorf (DEL)
Germany (OLY)
Germany (WC)
Dallas Jackson Defence 6’2 188 03/31/1989 Left Prince George (WHL)
Kelowna (WHL)
Drew Paris Defence 6-4 200 05/12/1988 Right Toronto (AHL)
Gwinnett(ECHL)
Barron Smith Defence 6’5 205 04/32/1991 Right Peterborough (OHL)
Andrew Engelage Goalie 6-5 206 10/28/1988 Left Toronto (AHL)
Reading (ECHL)
Jussi Rynnas Goalie 6’5 205 05/22/1987 Leftt Assat (OHL)
Ben Scrivens Goalie 6-2 192 09/11/1986 Left Cornell (ECAC)

%d blogueiros gostam disto: