Anúncios

Archive

Posts Tagged ‘Phil Kessel’

17/10/2015 – Toronto Maple Leafs @ Pittsburgh Penguins

segunda-feira, 19 outubro 2015 Deixe um comentário

Após uma convincente vitória sobre o Columbus Blue Jackets na noite anterior, os Leafs foram a Pittburgh enfrentar os Penguins de Sidney Crosby, Evgeni Malkin e também de Phil Kessel! Foi o primeiro encontro entre os Leafs e Kessel, agora defendendo lados opostos!

Esta temporada ainda não começou para Sidney Crosby e Phil Kessel, que até agora não marcaram pontos. Este jogo também não os ajudou nisso.

Os Leafs começaram com Jonathan Bernier no gol. O goleiro dos Leafs não está tendo um bom início de temporada e nos seus últimos dois jogos permitiu um gol ao time adversário no primeiro chute recebido. Bernier ainda não havia ganho nenhum jogo nesta temporada, mas como James Reimer jogou na noite anterior, Bernier teve mais uma chance para mostrar que é o goleiro titular dos Leafs. Mais uma vez, para o total desespero da Leafs Nation, ele não conseguiu começar bem a partida e sofreu dois gols em apenas 39 segundos. O primeiro gol foi marcado por Evgeni Malkin aos 05m49s, após receber o puck na zona neutra e passar com velocidade por Mark Arcobelo, e aos 06m28s, Olli Maatta ampliou o placar. Os Leafs ainda chegaram ao primeiro gol aos 13m09s, quando Jake Gardiner chutou forte e Leo Komarov desviou levemente para o fundo do gol de Marc-Andre Fleury. Este gol havia sido dado a Jake Gardiner, o que causou confusão entre os fãs, após mudarem para Leo Komarov que, agora, marcou os três últimos gols dos Leafs na temporada.

Nos outros dois períodos os Leafs até tentaram reagir, mas apesar do esforço creio que faltou energia por ter jogado na noite anterior.

O próximo jogo é na quarta-feira em Buffalo! 

Go Leafs Go

Anúncios

Phil Kessel agora é dos Penguins

terça-feira, 07 julho 2015 Deixe um comentário

Pittsburgh Penguins adquiriu o atacante Phil Kessel dos Toronto Maple Leafs na última quarta-feira numa troca envolvendo seis jogadores e escolhas de draft.

English: Phil Kessel smiles for the crowd at t...

Kessel, o atacante Tyler Biggs, o defensor Tim Erixon e uma escolha de segunda rodada no Draft de 2016, foram para Pittsburgh em troca do defensor Scott Harrington, atacantes Kasperi Kapanen e Nick Spaling e as escolhas de primeira e terceira rodadas dos Penguins de 2016. Adicionalmente Toronto reterá $1.25 milhões de dólares por ano do salário de Phil Kessel.

Kessel, que marcou 25 gols em 82 jogos na última temporada, possui contrato por mais sete temporadas com um peso de $8 milhões de dólares no teto salarial.

Os Penguins estavam procurando por um ala para jogar nas suas duas melhores linhas com Sidney Crosby ou Evgeni Malkin. Kessel já teve cinco temporadas marcando mais de 30 gols e possui 227 gols em 668 jogos, incluindo 181 gols pelo Toronto nas últimas seis temporadas jogando com Tyler Bozak.

Erixon dividiu seu tempo entre três equipes na última temporada: 42 jogos para os  Leafs, Columbus Blue Jackets e Chicago Blackhawks. Ele marcou dois gols e sete pontos e, nas quatro temporada que está na NHL, marcou 14 pontos em 93 jogos de temporada regular.

Biggs, a escolha geral 22 no Draft da NHL de 2011, marcou sete gols e 39 minutos de penalidade em 57 jogos com o time afiliado aos Leafs, da AHL, Toronto Marlies, na última temporada.

Kapanen, 18 anos, foi a escolha de primeira rodada dos Penguins (No. 22) no Draft da NHL de 2014. Harrington, 22 anos, foi a escolha de segunda rodada (No. 54) em 2011.

Harrington jogou em 10 jogos na última temporada e não marcou pontos, mas teve um rating -10 (a equipe sofreu 10 gols a mais do que marcou com ele no gelo). Ele marcou 12 pontos em 48 jogos com o Wilkes-Barre/Scranton da American Hockey League e jogou oito jogos dos playoffs da Calder Cup onde marcou um ponto (assistência).

Kapanen marcou cinco pontos em sete jogos nos playoffs da Calder Cup com o Wilkes-Barre/Scranton na última temporada. Ele marcou dois pontos em quatro jogos da temporada regular depois de ir para a América do Norte ao final de sua temporada na Finlândia.

Spaling, 26 anos, jogou 82 jogos pelos Penguins na última temporada e marcou nove gols e 27 pontos. Na primeira rodada dos playoffs da conferência Leste ele marcou dois pontos contra o New York Rangers em cinco jogos.

Bom … Nos livramos do pesado contrato de Phil Kessel, um jogador brilhante, mas inconstante e que estava sendo muito criticado por parecer muito apático e não ter a faca que a Leafs Nation tanto quer. Com a saída dele, muito provavelmente também negociaremos Bozak. Sem Kessel a equipe fica melhor? Definitivamente não. Não temos mais um ala que marca mais de 30 gols, mas pensando nos planos futuros dos Leafs, creio que foi a decisão acertada.

Os jogadores envolvidos na troca, não fazem muito peso para nenhum dos lados, mas os Leafs conseguiram jogadores novos e, neste fase de reconstrução, poderão usá-los em futuras negociações ou trocas.

Obrigado Kessel pelos últimos seis anos nos Leafs. Até mais. Biggs e Erixon, não conseguiram deixar qualquer impressão nos Leafs e se vai sem que ninguém sinta muita saudade.

Spaling, Kapanen e Harrington, sejam bem vindos!

E continuamos aguardando negociações envolvendo Bozak e principalmente adiou Phaneuf!

06/12/2014 – Vancouver Canucks @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 10 dezembro 2014 Deixe um comentário

Após a derrota para o New Jersey Devils, quando os Leafs jogaram um jogo sonolento, lento, o próximo adversário seria o Vancouver Canucks, ainda no Air Canada Centre. Os Canucks traziam uma novidade no gol este ano, Ryan Miller, que já deu muitas dores de cabeça aos Leafs quando jogava no Buffalo Sabres.

O jogo começou e os Canucks não se intimidaram, mesmo jogando no Air Canada Centre. Jogavam de igual para igual … e dificultavam a vida do Toronto Maple Leafs. Apesar de tudo Jonathan Bernier e a defesa conseguiam impedir os Canucks de abrir o placar. Aos 15m47s, Jake Gardiner, que havia recebido uma “bronca” de Randy Carlyle, para ir mais ao ataque e levar perigo ao gol adversário, marcou para os Leafs. Menos de um minuto depois, aos 16m32s, Richard Panik marcou o segundo gol dos Leafs. Mesmo assim, os Canucks chutaram mais ao gol dos Leafs, 12 a 10 no primeiro período.

No segundo período os Leafs dobraram a vantagem no placar com gols de Peter Holland aos 04m16s e Joffrey Lupul aos 05m39s. Neste momento os Canucks retiraram Ryan Miller do gol, para o delírio da torcida dos Leafs. Miller foi substituído por Eddie Lack. Já com quatro gols de liderança no placar os Leafs começaram a perder a concentração e permitiram vários powerplays para os Canucks. Mas os Leafs estão defendendo bem os powerplays e não permitiam aos Canucks crescer na partida. Até que aos 15m21s, Daniel Sedin consegue finalmente vencer Jonathan Bernier. Este gol deu uma esperança de reação aos Canucks, mas o segundo período terminou assim, com o placar de 4 a 1 para o time da casa.

Com esperança de reação os Canucks voltaram pressionando no terceiro período e aos 08m45s, Christopher Tanev marcou o segundo dos Canucks. Após este gol os Leafs conseguiram controlar a partida, sem maiores chances aos Canucks e, aos 17m39s, já com o gol vazio, sem goleiro (Empty Net), David Clarkson marcou o quinto gol, fechando o placar.

Grande jogo dos Leafs e, principalmente de Jonathan bernier que efetuou 44 defesas para manter os Canucks somente com dois gols no placar!

Go Leafs Goooooooo

31/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

segunda-feira, 03 novembro 2014 Deixe um comentário

Com apenas duas horas para o início da partida com os Blue Jackets, os Leafs receberam a notícia de que Joffrey Lupul poderia ter quebrado a mão após uma queda durante os treinos. Tal fato foi confirmado pelos exames médicos e Lupul ficará fora do elenco dos Leafs por tempo indeterminado. Esta notícia deu a Daniel Winnik a chance de jogar na primeira linha, na posição antes ocupada por Lupul, junto à Phil Kessel e Nazem Kadri.

Season_2014-15_Goalies_Game11Os Leafs dominaram a partida desde o início, pois os Blue Jackets estão com um grave problema com lesões em s us jogadores titulares. Atualmente oito deles estão contundidos, incluindo o goleiro Sergey Bobrovski. Com o time sendo obrigado e chamar muitos jogadores de sua equipe da AHL, a qualidade e postura da equipe fica prejudicada. Aos 15m28s do primeiro período, Phil Kessel se posicionou ao lado do gol de Curtis McElhinney, vindo por trás do gol, e o puck sobrou para ele chutar. Kessel chutou muito rápido e o defensor Fedor Tyutin bem que tentou salvar, mas seu patins desviou o puck quando ele já tinha cruzado a linha do gol. A jogada foi revista e o gol de Kessel foi validado.

No segundo período os Leafs aumentaram a vantagem com um gol de David Clarkson, que desviou o chute de Dion Phaneuf aos 12m13s, durante um powerplay para os Leafs.

Season_2014-15_Score_Game11Aos 02m38s do terceiro período, Kessel partiu no contra-ataque acompanhado por Kadri, em dois contra um. Kadri se posicionou bem e só esperou pelo passe de Kessel para marcar o terceiro dos Leafs na partida. Infelizmente Bernier não conseguiu manter o shutout e acabou tomando um gol de Cam Atkinson, se aproveitando de um rebote onde Bernier demorou para manter o puck seguro no gelo, próximo à seu corpo. Atkinson foi o mais rápido e empurrou o puck para o gol, por entre as pernas de Bernier aos 10m40s. Daniel Winnik ainda teve tempo de marcar o seu gol de número 50, na sua partida de número 500 na NHL, aos 16m27s, recebendo assistência de Phil Kessel.

Resultado final, Leafs 4, Blue Jackets 1. Esta foi a quarta derrota seguida dos Blue Jackets e os Leafs vem na ascendente da tabela, vencendo suas partidas e melhora do a cada jogo. Não havia muito tempo para celebrar, pois o time necessitava descansar e voltar pra casa para receber os sempre perigosos Chicago BlackHawks.

Go Leafs Goooo
Parabéns a Winnik que fez a diferença na partida e aproveitou a chance dada para jogar na primeira linha dos Leafs!

Daniel Winnik_500NHLGames

28/10/2014 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 29 outubro 2014 Deixe um comentário

Os Leafs não vinham tendo bons jogos recentemente e Randy Carlyle se viu obrigado a implementar mudanças na equipe. O resultado disso foi uma mudanças nas linhas ofensivas com Nazem Kadri e Joffrey Lupul subindo para a primeira linha com Phil Kessel e Tyler Bozak e James Van Riemsdyk descendo para a segunda linha com David Clarkson. Foi uma ação que proporcionou o retorno de Lupul para jogar ao lado de Kessel, em uma dupla que deu muito certo no passado.

Season_2014-15_Goalies_Game10Os Leafs tiveram o seu melhor jogo desta e, talvez, das últimas temporadas. O Buffalo Sabres vinha de sua segunda vitória da temporada, contra o San Jose Sharks na Califórnia. Nos gols, a batalha seria entre Michal Neuvirth, ex-Capitals, e Jonathan Bernier.

Com apenas uma vitória em casa em cinco jogos, os Leafs estavam se sentindo pressionados por uma vitória e jogaram desde o início da partida de forma muito agressiva e dominando o gelo. O time gerou muitas oportunidades de gol que estavam sendo frustradas por Neuvirth. Os Leafs praticamente não saiam da zona de ataque e por muito pouco não abriram o placar no primeiro período, onde chutaram a gol 17 vezes, contra apenas quatro dos Sabres.

No segundo período, faltando apenas 19s para o término, Tyler Bozak partiu com o puck, em vantagem numérica, powerplay, e finalmente conseguiu abrir a muralha de Neuvirth, abrindo o placar para os Leafs. Esta vantagem numérica foi conseguida numa penalidade do time dos Sabres onde Marcus Foligno deu uma joelhada em Nazem Kadri, que acabou caindo e acertando Dion Phaneuf que saiu do gelo mancando, sentindo o joelho.

Season_2014-15_Score_Game10No início do terceiro período, Phaneuf já estava de volta, recuperado e os Leafs continuaram pressionando muito os Sabres. Aos 04m18s foi a vez de Phil Kessel marcar, recebendo um passe de Mike Santorelli. James Van Riemsdyk marcou um minuto depois, aos 05m18s. Para fechar o placar, num contra-ataque, Jake Gardiner marca o seu primeiro gol da temporada numa bem jogada em que o defensor dos Leafs partiu com o puck dominado, em velocidade, fez Neuvirth defender o gol se movimentando e fechando o ângulo na lateral do gol, deixando Gardiner sem a opção de chutar. Gardiner então continuou a jogada por trás do gol, deu a volta e marcou do outro lado, sem chance ou tempo de Neuvirth voltar, num belo wraparound!

Ao final da partida os Leafs desferiram 37 chutes em Neuvirth e permitiram apenas 10 chutes a gol, empatando um recorde histórico de 2002, com Curtis Joseph no gol.

Foi um belíssimo jogo para os Leafs, o que demonstra que as mudanças surtiram efeito.

O próximo jogo será na sexta-feira, fora de casa, contra o Columbus Blue Jackets.

Go Leafs Gooooooo

21/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

quinta-feira, 23 outubro 2014 Deixe um comentário

O próximo adversário dos Leafs foi os Islanders no Nassau Coliseum em Uniondale, NY. O time de NY vinha de quatro vitórias, e uma derrota e os Leafs vinham de duas vitórias, três derrotas e uma derrota na prorrogação.

Season_2014-15_Goalies_Game7O jogo começou com o time da casa pressionando e já exigindo boas defesas de Jonathan Bernier. Entretanto, não foi possível defender um chute de Nick Leddy logo aos 02m48s. Parecia que os Leafs teriam uma noite bem complicada, mas depois do gol a equipe se comportou bem e chegou ao empate num erro da defesa dos Islanders, que permitiu que Phil Kessel recuperasse o puck e passasse para James Van Riemsdyk, que marcou um belo gol aos 08m44s. O jogo estava muito bom, com chances para ambas equipes, mas foi John Tavares que colocou os Isles de volta à frente do placar. Foi um balde de gelo sobre os Leafs, pois o gol foi marcado aos 15m02s, num momento de vantagem numérica (powerplay), não dando muito tempo para reação ainda no primeiro período.

Season_2014-15_Score_Game7Os Leafs necessitaram do intervalo para colocar a equipe em linha para enfrentar os Isles e a reação começou com ele, Phil Kessel. Kessel mais uma vez jogou muito bem e aos 09m04s, empatou para os Leafs. Aos 11m11s, foi a vez de Roman Polak receber o puck e virar e chutar e marcar sobre Jaroslav Halak. Foi a virada de Polak … A virada dos Leafs! Depois disso ainda vimos gols de David Clarkson e o segundo gol de Phil Kessel, e os Leafs abrindo 5 a 2 no placar.

O terceiro período não mudou o placar, apesar de os Isles voltarem com muita vontade de fazer isso …

Os Leafs jogariam na noite seguinte, então nem tiveram muito tempo para comemorar e já partiram para Ottawa, para a primeira Batalha de Ontario desta temporada.

GO Leafs Goooooooo

18/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 20 outubro 2014 Deixe um comentário

Após uma derrota por 4 a 1 na noite anterior, os Leafs sacudiram a poeira, ou derreteram o gelo, e voltaram à ação contra os Red Wings na Joe Louis Arena. Mudanças nos Leafs incluíram a troca de goleiro, com Jonathan Bernier retornando após suas duas derrotas nos primeiros dois jogos dos Leafs da temporada.

Season_2014-15_Goalies_Game6Este foi um jogo que, apesar do placar de empate sem gols no tempo regular, foi muito emocionante com chances de gol para ambas equipes, frustradas pelos goleiros. Jonathan Bernier esteve perfeito na noite e efetuou belas e importantes defesas para os Leafs e, do lado vermelho do gelo, Jonas Gustavsson, ex-Leafs também mantém eu ume no jogo, defendendo tudo, inclusive dois contra-ataques de James Van Riemsdyk e Mike Santorelli.

Ambas equipes jogaram muito fisicamente e, neste jogo cito que Phil Kessel acabou gerando várias chances de gol, mas para os Red Wings, pois cometeu várias penalidades que deram oportunidades de vantagem numérica ao time da casa. Em noite inspirada, tanto a equipe de Penalty Killing dos Leafs, quanto Bernier, defenderam tudo!!

Season_2014-15_Score_Game6O jogo acabou indo para a prorrogação e, como não poderia deixar de ser, a disputa e agressividade das equipes continuou no mesmo nível. Infelizmente quando faltavam apenas 9,9s para o término da prorrogação e decretação da decisão por pênaltis (Shootout), os Red Wings vieram ao ataque e Henrik Zetterberg acabou por receber um passe de Niklas Kronwall e chutou de primeira. Bernier disse que não viu Zetterberg se aproximando pelo outro lado do gelo e que acabou por ser agressivo demais e, quando viu o passe, não conseguiu fechar o ângulo e o puck desviou na trave e foi pro fundo do gol.

Foi uma triste derrota, para os Leafs, mas que foi a tônica do jogo. O primeiro a errar perderia e, por sorte dos Red Wings, esse erro veio faltando apenas 9,9s para terminar a prorrogação.

Esse foi o jogo que, se tivesse ido para o shootout, levaria umas 10 rodadas para definir o vencedor, pois ambos goleiros estavam fantásticos!

Agora sim é derreter o gelo destas partidas, limpar a mente e partir renovado para os próximos jogos, terça-feira contra os Islanders e quarta-feira contra os Senators, ambos jogos fora de casa.

Go Leafs Goooooooo

%d blogueiros gostam disto: