Archive

Posts Tagged ‘Curtis McElhinney’

19/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ Carolina Hurricanes

segunda-feira, 20 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Com a derrota contra o Ottawa Senators ainda fresca na memória da noite anterior, os Leafs voaram para Raleigh, para enfrentar o Carolina Hurricanes na PNC Arena.

Os Canes não estão em uma boa fase e haviam presidindo últimos três jogos. Jogando em casa, era certo que viriam para cima do Toronto Maple Leafs e foi isso que aconteceu. 

Curtis McElhinney teve uma noite espetacular, realizando defesas importantíssimas para manter os Leafs no jogo. Os Canes dominaram os chutes à gol no primeiro período, mas McElhinney foi perfeito! Foi somente no segundo período que os Leafs, com Connor Brown, abriram o placar. Connor Brown venceu o defensor e recebeu um passe de James Van Riemsdyk, atrás do gol de Cam Ward, para marcar aos 01m07s. Aos 09m53s, Auston Matthews foi visto por Jake Gardiner partindo ao ataque e o defensor dos Leafs também percebeu uma mudança de linha dos Canes. Se aproveitando disso, ele mandou o pico de detrás do gol de McElhinney para Auston Matthews já quase entrando na zona ofensiva. Nesse momento a velocidade de Matthews venceu o defensor e ele, mesmo caindo, ainda conseguiu chutar por entre as pernas de Ward. Foi um golaço! Aquele para ver e rever múltiplas vezes! McElhinney foi espetacular no período conseguiu defender não um, não dois, mas quatro chutes seguidos à queima roupa! Foi realmente excelente! 

No terceiro período os Leafs mantiveram a disposição, mesmo vindos de jogo na noite anterior e Jake Gardiner marcou o terceiro aos 06m10s, o que derrubou qualquer esperança de recuperação dos Canes. Aos 08m09s, Connor Brown marca o seu segundo gol e fechando placar em uma vitória por shutout de 4 a 0 e retirando Cam Ward do jogo, substituído por Eddie Lack.

Com a vitória os Leafs passaram o Florida Panthers na quarta posição de sua conferência.  Voltando a ser o segundo Wild Card da conferência Leste, apenas um ponto atras dos Bruins, e um ponto à frente dos Panthers. 

Go Leafs Goooo – Vamos ver se aceleramos nesse final de temporada! 

Anúncios

15/02/2017 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

quinta-feira, 16 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Após uma vitória avassaladora sobre o New York Islanders, os Leafs já partiram para Columbus, para enfrentar o Columbus Blue Jackets na noite seguinte. 

Jogar em noites consecutivas não é fácil e talvez isso tenha afetado o resultado da partida. 

Com Curtis McElhinney no gol, dando descanso a Frederik Andersen, que havia jogado na noite anterior, os Leafs enfrentaram Joonas Korpisalo no gol dos Blue Jackets. Somente para lembrar, McElhinney veio ao Toronto Maple Leafs após ser colocado na lista de dispensa (waivers) pelos Blue Jackets.

Infelizmente o time de Toronto começou a partida sendo dominado pela forte equipe dos Blue Jackets, que jogava em casa no Nationwide Arena. Apesar de chegarmos ao gol adversário, Korpisalo fez um ótimo período e não deixou que os Leafs marcassem gols. Pelo lado dos Blue Jackets, Josh Anderson marcou aos 04m30s e Boone Jenner aos 11m15s marcaram no primeiro período. O gol de Josh Anderson foi revisto e confirmado pela arbitragem, mas em uma jogada muito parecida, Nikita Soshnikov teve seu gol anulado em outra partida, o que deixou os torcedores dos Leafs furiosos. 

Veio o segundo período e os Blue Jackets continuaram pressionando e conseguiram mais dois gols, abrindo 4 a 0 no placar. Os gols foram marcados por Oliver Bjorkstrand aos 01m32s e Nick Foligno, que acabou desviando o puck sem querer após o chute de Zach Werenski, em powerplay, aos 09m56s. Após uma desvantagem de 4 gols, fica muito difícil reagir, mas os Leafs iniciaram a reação com Nazem Kadri aos 17m28s, finalmente vencendo Korpisalo. 

O último período viu os Leafs correrem atrás do prejuízo e os Blue Jackets se segurarem no placar. Nazem Kadri diminuiu a vantagem para somente dois gols aos 06m19s, mas a reação parou por aí e, com os Leafs sem goleiro, já no final da partida, tentando pressionar ainda mais, os Blue Jackets marcaram seu quinto gol, aos 17m39s, com Matt Calvert, que chutou de sua zona de defesa e acertou o gol dos Leafs.

Um fato inusitado da partida é que Josh Leivo, que havia perdido um gol com o gol aberto no jogo contra os Islanders, teve a mesma chance e também desperdiçou na noite de ontem, contra os Blue Jackets. O controle do puck não foi total e o movimento de chute não pegou o puck por completo, fazendo o disco Bayer na lateral do gol de Korpisalo. 

Mitch Marner acabou deixando Antártida no terceiro período com alguma contusão. Não houve nenhum posicionamento dos Leafs quanto à gravidade da lesão. Esperamos que não seja nada grave e ele possa voltar a nos dar alegrias nesta temporada. 

O próximo jogo dos Leafs é a famosa batalha de Ontario no sábado! 

Com o dia limite para trocas e negociações de jogadores se aproximando (1º de Maio), a atenção de todos fica voltada a ver qual será a postura dos dirigentes dos Leafs, Brendan Shanahan e Lou Lamoriello, sobre a contratação de alguns jogadores de outras equipes o que pode envolver a negociação de alguns de nossos jogadores. Vamos ver o que acontecerá! Espero que se mantenham no plano de reconstrução e não negociem nenhum jogadores jovem e promissor. 

Go Leafs Gooooo

07/02/2017 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 08 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Vindo de um jogo disputado na noite anterior, em New York, contra os Islanders, os Leafs voltaram para casa para receber os Dallas Stars, que haviam nos vencido em Dallas na semana passada.

Como Frederik Andersen jogou na noite anterior, o goleiro do Toronto Maple Leafs contra o Dallas foi Curtis McElhinney. Pelos Stars, Antti Niemi estava no gelo.

Buscando devolver a derrota sofrida em Dallas, os Leafs começaram pressionando e, apesar de desferir menos chutes à gol que o time dos Stars, que possui um ataque poderoso, saímos à frente no placar com um gol de Jake Gardiner aos 09m09s. Tyler Bozak venceu um face-off na zona ofensiva, passou para Mitch Marner que passou para Gardiner chutar de primeira. 

O segundo período viu os Leafs ainda melhores e Auston Matthews aumentar a liderança com um gol aos 17m32s, desviando um chute de Jake Gardiner. McElhinney conseguiu ótimas defesas, ajudando a equipe a se manter na liderança. 

Para definir a partida, o terceiro período viu Tyler Seguin finalmente vencer McElhinney após receber o puck vindo de um face-off que o Dallas venceu e chutar forte ao gol, aos 04m00s, em powerplay. Os Leafs que haviam defendido 4 minutos de powerplay do Dallas no final do segundo e começo do terceiro período, acabou recebendo um presente dos Stars logo após o gol de Seguin. Foram três penalidades seguidas e que deram aos Leafs quase quatro minutos de vantagem numérica de 5 contra 3. Nikita Zaitsev chutou forte depois de uma boa movimentação de puck dos Leafs no ataque, marcando o terceiro gol dos Leafs aos 07m26s. Ao final, vitória dos Leafs por 3 a 1 com McElhinney defendendo 39 chutes dos Stars.

Foi ótimo vencer dos Stars e melhor ainda vencer em casa, em frente à Leafs Nation, mas a equipe necessita melhorar nos face-offs, algo citado por Babcock como um dos problemas durante os jogos fora de casa. Sem vencer face-offs, o puck não fica com nossa equipe, nem as chances de gol. 

Na quinta-feira enfrentaremos o St. Louis Blues no Air Canada Centre.

Go Leafs Gooooo

31/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Dallas Stars

quarta-feira, 01 fevereiro 2017 Deixe um comentário

Após o NHL All Star Game, onde Auston Matthews curtiu cada momento ao lado de ídolos de quando apenas sonhava com a NHL, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo no American Airlines Center em Dallas, contra o Dallas Stars. 

O jogo começou de forma absurdamente boa para os Stars que pareciam chutar num gol aberto. Nem Frederik Andersen, que foi substituído após tomar 3 gols em 5 chutes à gol, nem Curtis McElhinney e nem a defesa dos Leafs conseguiram parar o ataque dos Stars no primeiro período! Foram 5 gols dos Stars, contra apenas um dos Leafs! Os Stars marcaram com Devin Shore, Radek Faksa, Lauri Korpikoski, Brett Ritchie e Jamie Benn enquanto os Leafs somente marcaram com Tyler Bozak, num powerplay aos 13m50s. 

O segundo período viu Nikita Soshnikov reduzir a liderança aos 04m19s, após um erro da defesa dos Stars, mas Jason Spezza marcou o sexto gol dos Stars aos 07m49s. Ainda no segundo período, Mitch Marner marcou seu 16º gol aos 10m25s, tentando colocar os Leafs de volta ao jogo. Nos últimos segundos do segundo período, Patrick Eaves partiu sozinho contra McElhinney, que fez ótima defesa, negando o sétimo gol dos Stars.

O terceiro período viu os Leafs pressionarem muito o time da casa, mas Kari Lehtonen roubou a cena e não permitiu mais nenhum gol, mesmo com o número de chutes à gol em 14 a 1 para os Leafs no período. Nikita Soshnikov parecia ter marcados quarto gol dos Leafs, mas a revisão por vídeo invalidou a jogada. 

Não existe explicação para o que aconteceu. Parecia que todos chutes à gol dos Dallas eram certeiros, todos rebotes caíam no taco deles e os defensores dos Leafs não tinham ação sobre os jogadores deles próximos ao nosso gol! Foi um período de pesadelo! Agora é relaxar, esquecer esse jogo e limpar a mente para o próximo em St. Louis na sexta-feira! 

Go Leafs Goooo

26/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

sexta-feira, 27 janeiro 2017 Deixe um comentário

Não é fácil vencer na NHL! Mais difícil ainda é vencer jogando em noites consecutivas e foi o que o Toronto Maple Leafs tentou fazer, visitando o Philadelphia Flyers apenas uma noite após ter vencido o Detroit Red Wings. Os Flyers por sua vez também vieram de citótia na noite anterior.

O jogo começou bem morno e com ambas equipes mostrando cansaço. As chances eram poucas e muito mais para os Flyers, que jogavam em casa, do que para os Leafs, que mesmo com powerplay, mal conseguiu chutar ao gol de Michal Neuvirth. Dessa forma, num contra-ataque, o ótimo atacante Wayne Simmonds acabou partindo sozinho contra Curtis McElhinney e fez um belíssimo gol aos 12m15s do primeiro período.

Os Leafs terminaram o primeiro período um pouco frustrados, mas voltaram melhor para o segundo. Houve uma troca de domínio de jogo entre os Flyers e os Leafs e, aos 15m35s, William Nylander conseguiu vencer Michal Neuvirth e dois defensores dos Flyers para marcar o gol de empate aos 15m35s. Nylander foi muito oportunista e o melhor jogador dos Leafs na partida, já que Auston Matthews foi muito bem marcado. 

O terceiro período viu os Leafs voltarem a jogar mal, rifando o puck, indo pouco ao ataque, apesar de levar algum perigo a Neuvirth, mas os Flyers tinham melhor volume de jogo e acabaram levando a melhor aos 17m23s, quando Roman Lyubimov chutou despretensiosamente e McElhinney tendo um azar, já que o puck bateu em sua camisa e acabou entrando no gol. Já não havia tempo para buscar o empate, apesar das tentativas dos Leafs. Nazem Kadri chegou a ter uma chance ótima de gol com alguns segundos para o término do terceiro período, mas ele não conseguiu chutar o puck ao gol aberto! 

Esse foi um dos piores jogos dos Leafs que vi nos últimos tempos. O time estava apático, não controlou o jogo e rifou o puck a maioria do tempo, os jogadores pareciam nervosos ou então realmente foi o cansaço de ter enfrentado os Red Wings na noite anterior. 

Vamos aguardar o próximo jogo, contra o Dallas Stars no dia 31 de janeiro, após o All Star Game, em Los Angeles! 

Go Leafs Goooo

14/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Ottawa Senators

terça-feira, 17 janeiro 2017 Deixe um comentário

Vencer fora sempre é bom, mas vencer fora em noites consecutivas é ainda melhor!! E se for contra o seu rival de província? A matéria só vai melhorando! 

Após a vitória contra o New York Rangers, os Leafs voltaram ao Canadá, para visitar o Ottawa Senators na famosa Batalha de Ontario! 

Para dar un descanso a Frederik Andersen, Curtis McElhinney tomou conta do gol dos Leafs e seu desempenho foi simplesmente brilhante! McElhinney simplesmente fechou o gol e fez defesas espetaculares! O Toronto Maple Leafs é o sexto time por onde McElhinney passa em sua carreira! Somente ele e Chad Johnson são goleiros ainda ativos e que jogaram e venderam jogos por seis equipes diferentes! 

Os Leafs abriram o placar com Nazem Kadri aos 06m26s do primeiro período, reforçando a qualidade dos times especiais dos Leafs, pois o gol foi marcado num powerplay dos Leafs. 

O segundo período viu os Leafs avançarem no placar com um gol de Tyler Bozak aos 01m07s, mas viu os Senators empatarem com Dion Phaneuf aos 09m15s e com Kyle Turris aos 18m10s. O Toronto Maple Leafs tem sofrido com vantagens se tornarem nada durante a partida. Isso ainda não foi endereçado por Mike Babcock ou seus assistentes. 

Os Leafs voltaram melhor no terceiro período e fecharam o placar com gols de Nazem Kadri e Connor Brown aos 02m31s e 07m52s, garantindo a vitória dos Leafs!

Hoje, terça-feira, 17/01/2017, enfrentamos o Buffalo Sabres. 

Go Leafs Gooooo

Enroth diz Adeus e McElhinney vem para os Leafs

sexta-feira, 13 janeiro 2017 Deixe um comentário

Essa semana foi movimentada quanto à negociações com goleiros na equipe do Toronto Maple Leafs.

Foi anunciado pela equipe que Jhonas Enroth, o goleiro backup no início da temporada, foi negociado com o Anaheim Ducks por uma escolha de sétima rodada em 2018. Enroth acabou não mostrando bons números nas poucas vezes em que iniciou partidas pelos Leafs. Essa baixa performance levou o jogador a ser enviado aos Toronto Marlies. Antoine Bibeau também não mostrou que poderia se solidificar como o backup de Frederik Andersen.

Com a saída de Enroth, os Leafs acabaram chamando Curtis McElhinney, que foi colocado na lista de dispensa (waivers) pelo Columbus Blue Jackets. 

Bem vindo Curtis McElhinney e boa sorte nos Leafs como backup de Frederik Andersen. 

Boa sorte a Jhonas Enroth no Anaheim Ducks ou no time da AHL, afiliado aos Ducks!

Os Leafs ainda tem Karri Ramo, ex-goleiro dos Calgary Flames, que está nos Marlies, mas sem mostrar bons números.

Go Leafs Goooooo

%d blogueiros gostam disto: