Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Curtis McElhinney’

18/09/2018 – Ottawa Senators @ Toronto Maple Leafs – Pré-temporada

quarta-feira, 19 setembro 2018 Deixe um comentário

Depois de uma longa ausência de hóquei, finalmente chegou a pré-temporada, onde as equipes fazem seus últimos ajustes antes de estrearem na temporada regular.

O Toronto Maple Leafs, com John Tavares, uma das contratações que mais foram comentadas, já que Tavares poderia ter ido a, pelo menos 6 times diferentes, e até receber mais, mas escolheu jogar pela equipe pela qual torceu na infância!

Como esse é um momento de ajuste, Auston Matthews não jogou, assim como Jake Gardiner, e a linha dos Leafs com Marner, Tavares e Hyman pode ser vista! No gol estava Curtis McElhinney e depois Garret Sparks!

William Nylander ainda está negociando seu contrato e, por enquanto não está disponível para treinar ou jogar pelos Leafs, mas Kyle Dubas, o novo General Manager dos Leafs, disse estar em contínuas negociações com Nylander para chegarem a um acordo beneficial para ambas partes, visando a um futuro vencedor. Espero que Nylander esteja com o elenco no primeiro jogo da temporada regular.

O jogo começou e com apenas 31s, devido a erros da defesa dos Leafs, o Ottawa Senators abriu o placar com Ryan Dzingels. A defesa, apesar de estar posicionado, não conseguiu sair como puck e acabou perdendo para Dzingels, que chutou no canto direito de McElhinney.

Aos 05m12s, num powerplay, a Leafs Nation viu o primeiro gol de John Tavares pelos Leafs! Foi um belo gol onde Tavares dominou o puck atrás da linha de defesa dos Sens e disparou sem chance para Mike Condon. Andreas Borgman virou o placar para os Leafs aos 06m34s, trazendo o puck da defesa e vencendo Condon!

O jogo continuou bem disputado e McElhinney foi obrigado a fazer ótimas defesas, assim como Condon, que defendeu um breakaway de Zach Hyman! Entretanto o placar ficou inalterado no segundo período.

O terceiro período viu o posicionamento e oportunismo de John Tavares, que marcou o terceiro dos Leafs, aos 06m06s, após um face-off e uma disputa de posição com um defensor dos Senators. Mitch Marner ampliou para os Leafs aos 11m48s, num belo tiro, recebendo um passe de Tavares.

O placar final ficou Senators 1, Leafs 4, com Tavares e Marner marcando 3 pontos cada, porém Tavares com 2 gols e uma assistência e Marner com o inverso.

Foi um ótimo jogo que ajudou a celebrar a vitória da cidade de Lucan em Ontário na competição Hockeyville!

Amanhã voltamos ao gelo contra os mesmos Senators e vamos aguardar mais uma bela disputa de pré-temporada!

Go Leafs Gooooooooo

Anúncios

17/03/2018 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 19 março 2018 Deixe um comentário

No terceiro jogo da temporada entre o Montreal Canadiens e o Toronto Maple Leafs, os torcedores no Air Canada Centre viram a terceira vitória dos Leafs, que voltam a enfrentar os Habs no dia 07 de abril, também em Toronto.

Com Frederik Andersen ainda se recuperando de lesão, Curtis McElhinney esteve muito bem na noite e garantiu a vitória por Shutout, sua terceira na temporada. Charlie Lindgren, o goleiro dos Habs, também fez defesas fantásticas, mas não conseguiu dar a vitória aos Habs, que, principalmente no segundo período, jogaram muito mal.

William Nylander abriu o placar aos 16m01s, num powerplay para os Leafs. Foi um belo chute, que tirou o puck do alcance de Lindgren e entrou no canto direito do goleiro.

No segundo período tivemos gols de Kasperi Kapanen, aos 03m00s, após receber um passe primoroso de Travis Dermott, que lá da defesa, encontrou Kapanen em condições de um contra-ataque matador. Kapanen não desperdiçou. Kapanen chegaria a marcar mais um gol no período, mas o gol acabou sendo invalidado após revisão de vídeo, e Kapanen foi ao banco de penalidades por interferência no goleiro, num lance muito parecido com o que os Leafs tiveram a alguns jogos atrás, quando Freddie foi acertado pelo cotovelo de um jogador dos Penguins no crease. A revisão foi totalmente correta no meu ponto de vista. Antes de terminar o período, Nazem Kadri desvia o chute de Mitch Marner aos 19m31s, no powerplay, para marcar o terceiro dos Leafs.

Aliás, nos últimos jogos o powerplay dos Leafs tem sido muito eficiente e vem marcando muitos gols, aproveitando as oportunidades dadas pela equipe adversária.

Quem marcou o último gol dos Leafs na partida foi Andreas Johnsson, que após receber passe de costas de Zach Hyman, estava acompanhando a jogada no lugar certo para mandar pro fundo do gol de Lindgren, aos 15m27s, marcando seu primeiro gol na NHL. Parabéns Andreas Johnsson!

A vitória foi a quarta seguida dos Leafs que para o próximo jogo, amanhã contra o Tampa Bay Lightning, devem contar com o retorno de Auston Mathews e Frederik Andersen.

Go Leafs Goooooooo

15/03/2018 – Toronto Maple Leafs @ Buffalo Sabres

sexta-feira, 16 março 2018 Deixe um comentário

Somente uma noite após a vitória no shootout contra o Dallas Stars e os Leafs voltaram ao gelo para enfrentar o Buffalo Sabres, na casa deles.

Como Frederik Andersen está contundido após Alexander Radulov ser empurrado por Roman Polak e cair encima do goleiro dos Leafs no jogo contra os Stars, Curtis McElhinney foi o goleiro titular com Garret Sparks como seu reserva.

Mais uma vez, James Van Riemsdyk foi decisivo na noite e marcou aos 03m39s e novamente aos 06m39s. O primeiro gol foi um chute praticamente da linha do gol, que acabou entrando em algum espaço deixado por Robin Lehner. O segundo foi aproveitando um rebote de Lehner, se colocando na posição perfeita para esperar pelo puck. Com dois gols no placar em menos de 7 minutos do primeiro período, o Toronto Maple Leafs parecia dominar a partida, mas aos 14m29s, Sam Reinhart diminuiu para os Sabres num powerplay.

O segundo período viu gols de Connor Carrick aos 06m22s, e Tyler Bozak, num powerplay aos 14m10s, dando muito mais conforto aos Leafs. Jason Pominville marcou o segundo dos Sabres aos 19m01s, após Nazem Kadri cometer uma penalidade totalmente desnecessária. Kadri ficou nervoso após receber um hit de um jogador dos Sabres e, simplesmente o atingiu por trás. Algo a ser trabalhado em seu temperamento.

O último período teve apenas mais um gol, de Patrick Marleau, aos 19m16s, com os Sabres em Empty-Net. Marleau dominou o puck na zona neutra e partiu na velocidade, vencendo o defensor e marcando num gol totalmente aberto.

Mais uma vitória dos Leafs! A terceira consecutiva! Marleau marcou um gol e uma assistência na noite e passou Darryl Sittler em número totais de pontos na carreira, com 1122, ocupando agora a posição de número 58. Ele também jogou o jogo de número 1564 na NHL, empatando com Niklas Lidstrom na 11ª colocação!

Os Leafs marcaram um total de 80 gols no primeiro período nesta temporada, sendo a primeira na Liga.

O próximo jogo será amanhã, no Air Canada Centre, contra o Montreal Canadiens.

Go Leafs Gooooooo

14/03/2018 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 15 março 2018 Deixe um comentário

Com 10 vitórias seguidas jogando em casa o Toronto Maple Leafs buscava aumentar o recorde e também ganhar dois pontos para aproximá-los ainda mais dos playoffs, mas o visitante, Dallas Stars, também precisava dos dois pontos pois estão numa das posições do Wild Card da conferência Oeste e querem se manter por lá!

Frederik Andersen começou o jogo pelos Leafs, enquanto Kari Lehtonen foi o goleiro dos Stars, que jogaram na noite anterior contra os Habs.

O jogo não podia ter começado melhor para os Leafs. Lehtonen recebeu o puck de seu defensor e simplesmente errou o domínio do puck com o taco, fazendo o puck ir pra frente do gol. Nazem Kadri que estava próximo, não desperdiçou e marcou aos 04m28s. James Van Riemsdyk ampliou aos 04m53s e parecia que seria um passeio dos Leafs, mas os Stars acordaram quando Jamie Benn foi deixado sozinho em frente ao gol de Freddie e marcou para os Stars aos 14m29s. Radek Faksa desviou um chute de Pateryn aos 16m01s, empatando a partida.

No segundo período os Leafs pareciam nem ter entrado no gelo, pois o jogo foi todo dos Stars, que ampliaram com Tyler Seguin aos 04m30s. Frederik Andersen acabou saindo do jogo aos 10m53s, aparentemente contundido, dando lugar para Curtis McElhinney. Os Stars marcaram novamente com Remi Elie aos 14m03s, virando o jogo. O que parecia ir muito bem no começo do jogo, virou e passou a ir muito mal para os Leafs.

Ainda tínhamos o terceiro período para tentar marcar gols e buscar a vitória e foi o que fizemos. James Van Riemsdyk marcou aos 05m13s e depois marcou o quarto gol dos Leafs, em powerplay, seu terceiro hat trick da carreira, aos 10m43s, empatando o jogo. Faltando apenas 06m42s para o final do período, aos 13m18s, Connor Carrick erra um passe saindo da zona de defesa e Brett Ritchie consegue marcar o quinto gol dos Stars. Só nos restava pressionar em busca do empate. E foi o que fizemos. Aos 19m44s, já com os Leafs jogando sem Curtis McElhinney, Mitch Marner chuta e Patrick Marleau desvia pro gol, empatando o jogo e garantindo pelo menos um ponto pros Leafs.

Veio a prorrogação e, mais uma vez, os Stars jogaram melhor! Mesmo tendo jogado na noite anterior eles pressionaram e tiveram ótimas chances! Gardiner novamente errou passes que deram chances aos Stars, mas McElhinney jogou muito bem e nos levou ao shootout.

Tyler Bozak marcou na primeira rodada. Tyler Seguin teve seu chute defendido por McElhinney. JVR não conseguiu marcar em Lehtonen. Alexander Radulov também não conseguiu vencer McElhinney e, para fechar a vitória dos Leafs, Mitch Marner marcou na terceira rodada!

Garantimos a décima primeira vitória seguida no Air Canada Centre e os dois pontos, mas temos a preocupação da condição de Frederik Andersen.

Voltamos ao gelo hoje à noite contra o Buffalo Sabres, fora de casa!

Go Leafs Goooooo

03/03/2018 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals – Stadium Series

segunda-feira, 05 março 2018 Deixe um comentário

Ainda sem Auston Matthews, contundido, o Toronto Maple Leafs foi a Annapolis, Maryland, para enfrentar o Washington Capitals em mais uma edição do Stadium Series, jogos que são disputados em estádios abertos.

Este foi um jogo muito aguardado e os Leafs estavam com um uniforme todo branco, em homenagem à Marinha Canadense. Apesar de muito bonito, o uniforme recebeu varias criticas exatamente por ser todo branco, que com o gelo, não forma um contraste.

O jogo, disputado na Navy-Marine Corps Memorial Stadium, foi dominado pelo Washington Capitals desde o princípio. Logo aos 03m50s, Evgeny Kuznetsov marcou para os Capitals num powerplay. A defesa dos Leafs não conseguiu limpar o puck e Kuznetsov estava la para marcar. Apesar de jogar mal, os Leafs possuem uma equipe que leva perigo no ataque e Zach Hyman desviou o chute de Roman Polak, para empatar a partida aos 05m20s. Infelizmente, não conseguíamos defender bem e deixamos Alexander Ovechkin livre para chutar e marcar seu 40° gol da temporada, 598° gol da Carteira na NHL, aos 06m19s, vencendo Frederik Andersen. Ainda no primeiro período, levamos mais um gol em powerplay dos Caps. Niklas Backstrom marcou aos 16m20s.

A esperança estava em Mike Babcock conseguir arrumando time no vestiário. Parecia que estávamos melhor no começo do segundo período, quando Nazem Kadri marcou o segundo dos Leafs aos 07m22s, mas a reação parou por aí. Novamente, menos de um minuto depois, os Caps voltaram a marcar com John Carlson aos 08m05s. Jakub Vrana fechou o placar ainda no segundo período, marcando o quinto gol dos Caps aos 10m49s num contra-ataque em que foi sozinho contra Freddie, que não conseguiu defender. Frederik Andersen foi retirado do gelo após esse gol, e após tomar 5 gols em 25 chutes. Curtis McElhinney entrou e conseguiu se manter sem tomar mais nenhum gol no jogo.

Já é difícil conseguir marcar gols em Braden Holtby, mas com a equipe jogando mal, chega a ser próximo do impossível.

O próprio Mike Babcock comentou que a equipe parecia uma equipe de ligas inferiores e, jogar dessa forma, na NHL, custa caro. Neste jogo, custou a vitória e dois pontos.

Parabéns aos Capitals que jogaram bem e garantiram o bom resultado em frente à sua torcida!

Babcock também disse que o que eles não jogaram na partida, seria treinado no domingo para o jogo dessa segunda-feira, contra o Buffalo Sabres.

Que a equipe acorde e volte a jogar melhor.

Go Leafs Goooooo

18/02/2018 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 19 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Apenas 24 horas após sofrermos uma derrota contra o Pittsburgh Penguins, já estávamos de volta ao gelo, dessa vez na Little Caesar’s Arena para enfrentar o Detroit Red Wings.

No gol pelos Leafs estava Curtis McElhinney, que tem tido uma excelente temporada como backup de Frederik Andersen. No gol dos Red Wings estava Petr Mrazek.

O jogo foi muito disputado e com chances para ambas equipes. Somente no segundo período foi que Anthony Mantha abriu o placar aos 5m51s, num powerplay para os Red Wings. Os Leafs não se abalaram e aos 07m02s James Van Riemsdyk desviou um chute de Jake Gardiner e empatou o jogo. Apenas 18s depois, aos 07m20s, Mitch Marner fez uma belíssima jogada e, enquanto esperava que Patrick Marleau se posicionasse em frente ao gol, viu Mrazek se posicionando e simplesmente continuou conduzindo o puck, patinando para trás, até que se abriu uma oportunidade de chutar e vencer Mrazek! Viramos a partida!

No terceiro período, a disputa ainda estava muito acirrada e com chances para as duas equipes. Leo Komarov ele uma chance clara de gol e desperdiçou, jogando pra fora. Henrik Zetterberg se posicionou ao lado do gol dos Leafs e nem os defensores, nem McElhinney, viram o capitão dos Red Wings, que recebeu um passe e simplesmente mandou pra rede, empatando o jogo aos 09m17s. Para nossa redenção, Auston Matthews recebeu um passe de William Nylander e marcou, chutando alto, com o puck na rede atrás do travessão, faltando apenas 31s para o término da partida. Os Red Wings ainda tentaram pressionar os Leafs no finalzinho, mas saímos com a vitória e os dois pontos!

Voltamos a vencer, mas precisamos melhorar nossa defesa e parar de perder gols!

Go Leafs Goooooooo

05/02/2018 – Anaheim Ducks @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 06 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Após uma derrota contra o Boston Bruins, o Toronto Maple Leafs retornou ao Air Canada Centre para receber a visita do Anaheim Ducks do técnico Randy Carlyle.

O Anaheim Ducks é uma equipe que joga muito fisicamente e é muito rápida, mas isso não deu vantagem à eles no primeiro período, onde Auston Matthews marcou para os Leafs aos 06m32s, num belíssimo wrap-around, aquele gol em que o jogador circula por trás do gol e consegue marcar do lado oposto, vencendo o goleiro adversário na velocidade! Ryan Miller não conseguiu se mover de uma trave à outra a tempo de defender.

Aparentemente Randy Carlyle ajustou bem a equipe dos Ducks nos vestuários, pois a equipe voltou muito melhor no segundo período. Ryan Getzlaf empatou o jogo logo aos 00m43s. William Nylander nos colocou novamente à frente aos 05m52s, após receber um belíssimo passe de Jake Gardiner, que o deixou cara a cara com Miller. Após esse gol, os Leafs ficaram sonolentos no gelo e deixaram Rickard Rakell empatar aos 08m23s e Ondrej Kase virar aos 11m06s em um powerplay. Faltando 06m15s para terminar o período, vimos uma jogada de Corey Perry, não intencionalmente, acabar retirando Frederik Andersen da partida. O goleiro dos Leafs acabou tomando um chute na cabeça após defender a tentativa de gol de Perry. Foi um momento tenso pois a entrada de Curtis McElhinney, um tanto frio na partida, sempre traz riscos, mas para nossa sorte, Mitch Marner empatou para nós aos 15m28s, também em powerplay e Leo Komarov virou o jogo aos 17m40s, desviando um chute de Gardiner, fechando o segundo período à frente novamente.

Rakell voltou a marcar, empatando o jogo em 4 gols para cada equipe aos 02m07s do terceiro período, mas a partir desse ponto, os Leafs pressionaram e Nylander voltou a marcar aos 03m28, novamente sozinho em frente à Miller, numa jogada em que um jogador dos Ducks teve o puck bloqueado e Nylander estava no local certo, na hora certa, para não desperdiçar. Após esse quinto gol, os Leafs mantiveram a vantagem no placar até o final com o segundo gol de Auston Matthews aos 16m49s e um gol de Zach Hyman aos 19m06s, já em Empty Net.

Aparentemente Freddie está bem, de acordo ao que Mike Babcock informou depois da partida, mas vai ser reavaliado nos treinos de hoje. Curtis McElhinney entrou e jogou bem, como vem fazendo quando necessitamos dele.

Nosso próximo jogo será amanhã, em casa, contra o Nashville Predators de P. K. Subban.

Go Leafs Goooooooo

%d blogueiros gostam disto: