Anúncios

Arquivo

Archive for the ‘Comemoração’ Category

28/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ New York Islanders

domingo, 03 março 2019 Deixe um comentário

Esse jogo prometia uma recepção não muito calorosa a John Tavares, que após uma carreira de 9 anos nos Isles, assinou contrato com o Toronto Maple Leafs, a equipe que ele cresceu sonhando em jogar por ela.

A torcida do New York Islanders estava com o coração machucado por ter amado tanto seu capitão e o jogador que dava sua imagem à franquia, e sua saída gerou muita revolta entre os torcedores que agora o consideram como um traidor. Haviam muitos torcedores com placas dizendo que Tavares é uma cobra, que é traidor e, a cada vez que ele tocava o puck ou entrava no gelo, era vaiado. O Nassau Coliseum estava eletrizante de tanta energia da torcida, algo espetacular!

O jogo começou com o time da casa jogando muito físico e tentando impor o seu próprio jogo, mas quem abriu o placar foi Zach Hyman aos 13m33s, vencendo Robin Lehner. Anthony Beauvillier, empatou o jogo aos 16m16s, vencendo Garret Sparks.

No segundo período vimos Anders Lee colocar os Isles na frente aos 04m49s. Houve um gol, o segundo de Zach Hyman, após uma belíssima jogada, mas que após a revisão foi anulado, pois Hyman estava impedido na jogada, a lâmina do patins dele não estava no gelo atrás da linha azul quando o puck foi ao ataque. Sem o gol de empate, os Leafs acabaram por sucumbir à intensidade do jogo dos Isles. Casey Cizikas marcou um gol shorthanded (quando os Leafs estavam em vantagem numérica – powerplay), aos 13m40s. Aos 19m00s, Valteri Filppula marcou o quarto gol dos Islanders.

O último período era a esperança da torcida dos Leafs de uma reação, mas realmente não era a nossa noite. Os Islanders estavam muito melhor e finalizavam todos os checks, sempre “punindo” os jogadores dos Leafs fisicamente. Nick Leddy marcou aos 00m33s e Brock Nelson aos 08m41s, fechando o placar em 6 a 1.

Não foi a noite de sonho para John Tavares, apesar do vídeo tributo mostrando pontos importantes da carreira dele pela equipe de Long Island, quando os torcedores ficaram vaiando e os jogadores dos Isles o aplaudiram.

Os Leafs não se deram bem contra os Islanders nesta temporada e, nas duas vezes que se enfrentaram, sofreram 10 gols e somente marcaram um! O próximo jogo entre as equipes será em primeiro de abril, novamente no Nassau Coliseum! Que Mike Babcock encontre o caminho para vencer a equipe comandada por Barry Trotz!

Go Leafs Goooooo

Anúncios

14/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ Vegas Golden Knights

sábado, 16 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Parece que Las Vegas está no caminho de Auston Matthews! O jogador que marcou o seu centésimo ponto na NHL na casa dos Vegas Golden Knights em 31 de dezembro de 2017, nesta mesma T-Mobile Arena, voltou à cidade animado com a possibilidade de marcar seu centésimo gol!

Ao desviar um chute de Jake Gardiner, Andreas Johnsson abriu o placar aos 13m14s, tirando Marc-Andre Fleury da jogada.

No início do segundo período, Brayden McNabb acabou retirando Andreas Johnsson do jogo, numa jogada em que acertou o joelho do jogador dos Leafs de forma muito dura, numa colisão de frente que acertou, aparentemente o joelho de Johnsson. Espero que Johnsson se recupere logo, pois está jogando muito bem para a equipe! No segundo período vimos o time da casa virar o placar com gols de Paul Stastny, aos 02m46s, com is Avs shorthanded (com os Leafs em powerplay) e com uma falha vexaminosa de Frederik Andersen, que não segurou o puck em sua luva, permitindo Stastny a roubar o puck e ainda marcar o gol! Oscar Lindberg virou implicar aos 07m12s. Para alívio da Leafs Nation, Patrick Marleau respondeu logo e marcou o gol de empate aos 08m52s. Aos 13m25s, Auston Matthews marcou seu gol de número 100 na NHL, sobre Marc-Andre Fleury. Foi um gol muito comemorado por todos, pois foi num powerplay e foi gol de virada sobre os Avs.

William Karlsson empatou novamente aos 04m12s do terceiro período, mas, depois disso, os Leafs se acertaram na defesa e Morgan Rielly marcou aos 10m01s, Auston Matthews marcou mais um aos 10m56s e Mitch Marner marcou aos 16m33s, shorthanded. Foi um ótimo jogo para os Leafs e uma ótima vitória!

Andreas Johnsson não retornou à partida e é dúvida para as próximas partidas dos Leafs!

Go Leafs Goooooooo

Atingimos o marco de 10 anos de Maple Leafs Brasil! Parabéns pra gente!

sexta-feira, 08 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Nem havia me dado conta, mas hoje completamos 10 anos de Maple Leafs Brasil!

É um marco na história desse blog, que comecei apenas para compartilhar informações do Toronto Maple Leafs em português para possíveis torcedores dos Leafs no Brasil. Por muito tempo tive muitos poucos page views, ainda continuo tendo, mas nunca pensei em abandonar o blog. Sei que torcedores de hóquei já são difíceis no Brasil, e torcedores dos Leafs é ainda mais difícil, principalmente devido ao time não ser campeão da Stanley Cup desde 1967. Mas estamos aqui para ver eles vencerem novamente e destruírem a cidade de Toronto nas comemorações!

As gerações que começaram a acompanhar a NHL no Brasil vieram dos jogos de videogame ou de transmissões da NHL pela ESPN e quem se interessou por esse esporte, que os meios de comunicação no Brasil insistem em rotular como violento, somente dando importância às brigas, sem explicar o esporte, viram os Penguins, Red Wings, Blackhawks, Kings, Bruins, etc., vencendo a Stanley Cup. Então os torcedores acabam por se identificar com tais equipes, claro.

No início, minha idéia foi apenas a de representar esse time que tanto amo já que haviam blogs de outras equipes (New York Rangers, Montreal Canadiens, Pittsburgh Penguins, Detroit Red Wings, Boston Bruins, entre outros), mas não havia um dos Leafs!

Cada ano que passa fica mais difícil conseguir manter esse blog atualizado devido a compromissos profissionais, mas sigo postando tudo sobre os Leafs, quando posso! HEHEHEHEHEHE

Quando comecei, a equipe tinha Mats Sundin, Darcy Tucker, Tie Domi, Brian McCabe, Tomas Kaberle, Eddie Belfour e outras lendas! Muita coisa mudou e, apesar de seguirmos na seca pela Stanley Cup, estamos cada vez mais perto dela com a chegada de Brendan Shanahan, Mike Babcock, Kyles Dubas e com Auston Matthews, Mitch Marner, John Tavares, William Nylander, Morgan Rielly e cia. Agora voltamos a ter uma equipe competitiva, como quando comecei o blog!

Não cobri momentos de glória como o gol de número 500 de Mats Sundin em 14 de outubro de 2006, mas cobri a saída dele da equipe, quando a Leafs Nation se dividiu entre os que apoiaram a decisão dele de não ser negociado e outros achavam que ele devia ter aceitado ser negociado para que os Leafs recebessem algo em troca. Eu, como fã do Sundin obviamente apoiei a decisão de um jogador que quis se manter na equipe até o término do seu contrato! Também vimos quando ele teve o seu número imortalizado no teto do então Air Canada Centre!

Tivemos também momentos tristes com a equipe sendo a pior da NHL! Bom … esse não é um post para lembrar de momentos tristes!!! HEHEHE Deixa pra lá!

Aqui deixo o link para o primeiro post deste blog como forma de comemorar esses 10 anos! Que venham muitos mais, e com a tão sonhada Stanley Cup em nossas mãos! (Que os deuses do hóquei me ouçam!!!!)

GO Leafs Gooooooooooooo

 

10/01/2019 – Toronto Maple Leafs @ New Jersey Devils

sábado, 12 janeiro 2019 Deixe um comentário

Ainda sem Frederik Andersen ou Garret Sparks de volta ao elenco, o Toronto Maple Leafs foi a New Jersey visitar o New Jersey Devils.

Os Leafs jogaram muito bem e Connor Brown desviou um chute de Ron Hainsey para abrir o placar aos 04m30s do primeiro período. John Tavares marcou o segundo dos Leafs aos 07m21s, numa jogada em que ele foi muito paciente, controlando o puck em frente ao gol de Keith Kincaid, antes de chutar com o goleiro totalmente deslocado. Esse foi o gol de número 300 da carreira de Tavares na NHL, um feito a ser comemorado! Tavares voltou a marcar aos 19m53s, dando aos Leafs uma liderança tranquila no placar.

O segundo período viu o New Jersey Devils jogar melhor e Blake Coleman marcar o primeiro do time da casa aos 16m07s. Brian Boyle recebeu um presente de Jake Gardiner, que acabou errando um passe e, deu ao experiente jogador dos Devils um contra-ataque que acabou servindo para os Devils marcarem o segundo gol do jogo, aos 16m33s, ou seja, menos de 20s após o gol de Coleman. Isso deixou o time da casa com a esperança de conseguir empatar e, talvez, vencer a partida.

O terceiro período foi disputado e ambos goleiros foram muito bem em proteger seus gols contra os atacantes adversários. Somente aos 19m38s, com os Devils já sem goleiro (empty net), Mitch Marner partiu no contra-ataque e até tentou passar o puck pra Zach Hyman, mas o puck foi direto ao gol.

Mais uma vitória pros Leafs!

Nosso próximo desafio será hoje, contra o Boston Bruins, ainda sem Freddie e com os Bruins com a defesa completa, inclusive com McAvoy.

Go Leafs Goooooooo

26/11/2018 – Boston Bruins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 02 dezembro 2018 Deixe um comentário

Voltamos a vencer e com um belo jogo contra o Philadelphia Flyers e estamos entre os melhores times da liga até o momento, disputando com o Tampa Bay Lightning e com, acredite se quiser, o Buffalo Sabres que está numa sequência incrível de vitórias!

O desafio agora era enfrentar o Boston Bruins, que mesmo sem alguns de seus melhores jogadores, como Zdeno Chara, Patrice Bergeron e Charles McAvoy, continua sendo uma equipe muito perigosa.

Esse foi o jogo de número 1600 na NHL, na carreira de Patrick Marleau! E, desde 07 de abril de 2009 que Marleau não perde um jogo sequer! Já são 732 jogos consecutivos! O que demonstra a qualidade deste jogador que, com certeza, será parte do Hockey Hall of Fame!

O jogo começou melhor para os Leafs no primeiro período e Travis Dermott abriu o placar com seu primeiro gol da temporada aos 17m44s do primeiro período.

O jogo mudou no segundo período e os Bruins conseguiram chegar ao empate aos 03m39s, num powerplay, com David Pastrnak. Igor Ozhiganov também deixou o seu puck no fundo da rede de Jaroslav Halak aos 13m06s. David Pastrnak parece ter superpoderes quando joga contra os Leafs pois marcou seu segundo gol, o segundo empate dos Bruins aos 14m22s. Num powerplay para os Leafs, Josh Leivo colocou a equipe da casa novamente à frente no placar aos 18m38s.

O terceiro período viu os Bruins tentarem o empate e até terem pucks na trave de Frederik Andersen, mas quem marcou novamente foi o Toronto Maple Leafs, com um gol de Zach Hyman, aos 18m25s, já com Halak fora do gol ( empty net).

Mais uma vitória! Estamos muito bem na temporada!

Go Leafs Goooooooo

01/11/2018 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

domingo, 04 novembro 2018 Deixe um comentário

O Toronto Maple Leafs não vêm jogando bem após a contusão de Auston Matthews, que o tirou de jogo por pelo menos 4 semanas, mas tiveram pela frente o time do Dallas Stars, no Scotiabank Arena, vindo de 3 vitórias nos últimos 4 jogos.

Os Stars são uma equipe perigosa com ótimos jogadores, como Jamie Ben, Jason Spezza e Tyler Seguin. Eles também são o novo time de dois ex-defensores dos Leafs, Connor Carrick e Roman Polak. Carrick acabou sendo um dos jogadores que não atuou na noite, mas acabou recebendo uma homenagem dos Leafs pelo tempo que jogou em Toronto.

A noite também teve uma outra celebração antes do início da partida: essa foi a partida número 1000 na carreira do defensor Ron Hainsey, e os Leafs o homenagearam, junto com sua família, entregando a ele um taco comemorativo desse feito!

A partida começou com Anton Khudobin no gol dos Stars e Frederik Andersen no gol dos Leafs. Khudobin, que não jogava a duas semanas, estava dando um descanso a Ben Bishop, que é o goleiro titular e vem jogando muito bem.

A partida foi muito disputada e Khudobin atuou de forma muito sólida, impedindo muitos gols dos habilidosos jogadores dos Leafs. Freddie também não jogou mal, mas acabou levando seu primeiro gol no segundo período, aos 11m55s, desviando um chute de Tyler Seguin.

No terceiro período, Devin Shore, ampliou para os visitantes quando os Stars realizaram uma excelente troca de passes, que deixou Shore sozinho para marcar, aos 04m43s. Os Leafs só conseguiram marcar seu gol de honra aos 16m51s, num powerplay, com Patrick Marleau, mas já era tarde demais para uma reação e acabamos sendo derrotados por 2 a 1.

Mas os Leafs já tiveram que superar a nova derrota, pois o próximo jogo seria contra o poderoso Pittsburgh Penguins, fora de casa!

Go Leafs Goooooooo

14/03/2018 – Dallas Stars @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 15 março 2018 Deixe um comentário

Com 10 vitórias seguidas jogando em casa o Toronto Maple Leafs buscava aumentar o recorde e também ganhar dois pontos para aproximá-los ainda mais dos playoffs, mas o visitante, Dallas Stars, também precisava dos dois pontos pois estão numa das posições do Wild Card da conferência Oeste e querem se manter por lá!

Frederik Andersen começou o jogo pelos Leafs, enquanto Kari Lehtonen foi o goleiro dos Stars, que jogaram na noite anterior contra os Habs.

O jogo não podia ter começado melhor para os Leafs. Lehtonen recebeu o puck de seu defensor e simplesmente errou o domínio do puck com o taco, fazendo o puck ir pra frente do gol. Nazem Kadri que estava próximo, não desperdiçou e marcou aos 04m28s. James Van Riemsdyk ampliou aos 04m53s e parecia que seria um passeio dos Leafs, mas os Stars acordaram quando Jamie Benn foi deixado sozinho em frente ao gol de Freddie e marcou para os Stars aos 14m29s. Radek Faksa desviou um chute de Pateryn aos 16m01s, empatando a partida.

No segundo período os Leafs pareciam nem ter entrado no gelo, pois o jogo foi todo dos Stars, que ampliaram com Tyler Seguin aos 04m30s. Frederik Andersen acabou saindo do jogo aos 10m53s, aparentemente contundido, dando lugar para Curtis McElhinney. Os Stars marcaram novamente com Remi Elie aos 14m03s, virando o jogo. O que parecia ir muito bem no começo do jogo, virou e passou a ir muito mal para os Leafs.

Ainda tínhamos o terceiro período para tentar marcar gols e buscar a vitória e foi o que fizemos. James Van Riemsdyk marcou aos 05m13s e depois marcou o quarto gol dos Leafs, em powerplay, seu terceiro hat trick da carreira, aos 10m43s, empatando o jogo. Faltando apenas 06m42s para o final do período, aos 13m18s, Connor Carrick erra um passe saindo da zona de defesa e Brett Ritchie consegue marcar o quinto gol dos Stars. Só nos restava pressionar em busca do empate. E foi o que fizemos. Aos 19m44s, já com os Leafs jogando sem Curtis McElhinney, Mitch Marner chuta e Patrick Marleau desvia pro gol, empatando o jogo e garantindo pelo menos um ponto pros Leafs.

Veio a prorrogação e, mais uma vez, os Stars jogaram melhor! Mesmo tendo jogado na noite anterior eles pressionaram e tiveram ótimas chances! Gardiner novamente errou passes que deram chances aos Stars, mas McElhinney jogou muito bem e nos levou ao shootout.

Tyler Bozak marcou na primeira rodada. Tyler Seguin teve seu chute defendido por McElhinney. JVR não conseguiu marcar em Lehtonen. Alexander Radulov também não conseguiu vencer McElhinney e, para fechar a vitória dos Leafs, Mitch Marner marcou na terceira rodada!

Garantimos a décima primeira vitória seguida no Air Canada Centre e os dois pontos, mas temos a preocupação da condição de Frederik Andersen.

Voltamos ao gelo hoje à noite contra o Buffalo Sabres, fora de casa!

Go Leafs Goooooo

%d blogueiros gostam disto: