Anúncios

Arquivo

Archive for the ‘Comemoração’ Category

O Calder Trophy foi para Auston Matthews

quinta-feira, 22 junho 2017 Deixe um comentário

Na noite de ontem, quando a NHL realizou o Expansion Draft, onde o Vegas Golden Knights, mais nova equipe da NHL realizou a escolha de um jogador de cada outro dos 30 times da NHL, para montar sua equipe, também tivemos a entrega de todos os prêmios para os melhores jogadores, técnico e general manager da temporada.

Auston Matthews, jogador de 19 anos que foi a primeira escolha geral dos Leafs no Draft de 2016 acabou como o vencedor do Calder Trophy, troféu dado ao melhor novato na temporada, ou melhor jogador em sua primeira temporada na liga. Sua vitória foi avassaladora com 164 votos para que ele fosse o primeiro colocado, contra apenas 3 de Patrick Laine, o novato que foi a segunda escolha geral de 2016, selecionado pelo Winnipeg Jets. 

Matthews venceu Laine e também Zach Werenski, defensor do Columbus Blue Jackets e sua vitória foi merecida. O jogador dos Leafs marcou 40 gols em sua temporada de estreia, além de 29 assistências. Os 40 gols o deixaram empatado com Nikita Kucherov, em segundo lugar na liga, com apenas Sidney Crosby marcando mais gols, 44. 

Foi a primeira vez desde 1966 que os Leafs tiveram um novato do ano! Será que isso é um sinal de que a Stanley Cup está mais perto? Já que a última vez que os Leafs venceram foi em 1967?!? 

Outro jogador dos Leafs que merece menção é William Nylander, que ficou com a quinta colocação! Parabéns a Nylander que também teve uma temporada fantástica! 

Toda a Leafs Nation está muito entusiasmada com todos os jovens jogadores da equipe, assim como com a direção em que a equipe está caminhando!

Parabéns Auston Matthews!! Que sua carreira te traga ainda muitos mais prêmios e que você seja um dos próximos Leafs a levantar a Stanley Cup! 

Anúncios

01/01/2017 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs – Centennial Classic

segunda-feira, 02 janeiro 2017 Deixe um comentário

Antes de mais nada, quero desejar um ótimo 2017 a todos e, parece que o Toronto Maple Leafs começou o ano com o pé direito! Comemorando o centenário da equipe, os Leafs receberam o Detroit Red Wings no BMO Field, o estádio do Toronto F. C., time de futebol da MLS. 

No sábado, último dia do ano, houve o jogo entre ex-jogadores de ambas equipes, contando com nomes como Doug Gilmour, Larry McDonald, Mike Palmeteer, Curtis Joseph, Wendel Clark, Borje Salming, Darcy Tucker, Darryl Sittler, Al Iafrate, Felix Potvin, Dave Andreychuk, Kris Draper, Martin Lapointe, Brendan Shanahan, Chris Osgood, Chris Chelios, Tie Domi, Tomas Kaberle, Dimitri Yushkevich, Gary Roberts, Igor Larionov, Manny Legace, Niklas Lidstrom entre outras estrelas do passado recente da NHL. Neste jogo, que é um amistoso, os Red Wings venceram e houve um fato muito engraçado. Quando os Red Wings posavam para a foto da equipe, Larry McDonald, deslizou no gelo bem em frente deles, tentando “estragar” a foto!! Foi muito engraçado!  Mats Sundin estava cotado para participar, mas acabou cancelando pois sua esposa está para dar à luz a seu terceiro filho. No primeiro período, os Leafs cederam um pênalti shot para os Red Wings, mas Mike Palmeteer fez uma excelente defesa, como. Os tempos em que jogava nos Leafs! 

Para o jogo oficial, valendo pontos na temporada, o Toronto Maple Leafs, vindo de quatro vitórias seguidas, se sentia tranquilo, exceto pela presença de amigos e familiares neste jogo especial. O jogo começou e ambas equipes buscavam o gol, com os Leafs chutando mais ao gol de Jared Coreau, goleiro dos Red Wings, já que Mrazek e Howard estavam contundidos. O período, apesar de disputado, acabou sem nenhum gol. 

Os comentaristas citavam que em jogos ao ar livre, os times visitantes levam a vantagem no histórico de vitórias. O segundo período acabou trazendo esse medo à torcida dos Leafs, quando Anthony Mantha abriu o placar aos 05m32s, quando Henrik Zetterberg fez uma ótima jogada e Mantha chutou sem defesa para Frederik Andersen. O comentário da TV disse que, em jogos ao ar livre, às vezes o goleiro fica sem noção da profundidade pois atras do jogador adversário pode haver uma área muito escura, o que dificulta a visão do puck. Não sei se essa foi a razão, pois era um chute bem defensável, mas ainda não era momento de desespero.

Até o final do segundo período o jogo estava morno, disputado mas sem muita emoção. Tudo isso mudou drasticamente no terceiro período. Os Leafs parecem ter acordado e voltaram dominando o gelo. Aos 01m23s, Leo Komarov empata o jogo para os Leafs, recebendo um passe de Jame Gardiner. A pressão continuou e aos 08m23s, Mitch Marner fez uma linda jogada e marcou o segundo dos Leafs, virando o jogo. Aos 09m34s foi a vez de Connor Brown marcar e aos 12m05s, Auston Matthews marcou. Com 4 a 1 no placar, os Leafs pensaram que a vitória estava garantida, mas os Red Wings passaram a dominar e aos Jonathan Ericsson marcou aos 13m54s, Dylan Larkin aos 18m14s e, faltando apenas 1.1s para terminar o jogo, os Red Wings fizeram o gol de empate com Anthony Mantha. O gol foi revisto para ver se o puck tinha entrado antes de o cronometro zerar e se não houve interferência no goleiro. Após a verificação, o gol foi mantido e o jogo foi pra prorrogação. Os Leafs têm sofrido com a perda de liderança nos últimos jogos. Algo em que Mike Babcock tem que trabalhar a equipe. 

A prorrogação foi tão emocionante quanto o terceiro período, com chances para ambas equipe, com os goleiros realizando ótimas defesas, com Morgan Rielly partindo sozinho num contra-ataque e Jared Coreau defendendo, os Red Wings também levaram muito perigo ao gol de Frederik Andersen, mas ao final, Auston Matthews marcou o segundo gol da partida, faltando 01m20s para o final. Auston recuperou o puck, num chute de Jame Gardiner e chutou de backhand para surpreender Coreau e vencer o Centennial Classic! Foi um final dos sonhos para um evento celebrando o centenário de um dos times Original Six! Não posso pensar em uma forma melhor de comemorar! 

Agora é manter o ritmo que vamos rumo aos playoffs!!! Ainda tem muito jogo e muito tempo, mas com certeza dá! 

Go Leafs Gooooo

Go Matthews Goooooo

29/12/2016 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

sexta-feira, 30 dezembro 2016 Deixe um comentário

Somente uma noite após vencerem o Florida Panthers, o Toronto Maple Leafs foi visitar outro time na Flórida, o Tampa Bay Lightning.

Mais uma vez o placar foi aberto por Auston Matthews, que marcou o seu 18º gol de sua primeira temporada em apenas 35 jogos! Esse é um recorde para os Leafs, desde a temporada 1943-44. Só isso já demonstra que temos um jogador que, com certeza vai ser uma lenda dos Leafs. Auston Matthews marcou o gol aos 14m46s do primeiro período, após Zach Hyman vencer um face-off e conseguir controlar o puck e passar para Matthews.

O Tampa Bay até jogava melhor, mas era parado por Antoine Bibeau. Aos 09m26s do segundo período, Tyler Bozak ampliou para os Leafs, mas o time acabou se desconcentrando e, pela segunda noite seguida, perderam a liderançã de dois gols e deixaram a equipe adversária empatar. Os Lightning marcaram com Brian Boyle aos 12m12s e Ondrej Palat aos 17m38s.

Com o jogo empatado a partida foi para a prorrogação, após o terceiro período terminar sem gols. Na prorrogação, Valtteri Filppula acabou colidindo com Antoine Bibeau e recebeu uma penalidade por interferência no goleiro. Com a vantagem do powerplay, os Leafs foram ao ataque e Nazem Kadri marcou o gol da vitória aos 03m37s, vencendo Andrei Vasilevskiy.

Com quatro vitórias seguidas, os Leafs partem para casa, onde em primeiro de janeiro, enfrentam o Detroit Red Wings no NHL Centennial Classic, jogo que será transmitido no Watch ESPN.

GO Leafs Gooooooooo

12/10/2016 – Toronto Maple Leafs @ Ottawa Senators – Season Opener

quinta-feira, 13 outubro 2016 Deixe um comentário

Desde a temporada passada, quando o Toronto Maple Leafs foi o pior time da liga, muita coisa mudou na equipe e hoje temos um grupo de jovens e promissores jogadores buscando experiência e rápido desenvolvimento na NHL. E finalmente chegou a temporada 2016-17, para dar a eles a oportunidade tão esperada.

O jogo de abertura da temporada foi justamente uma Batalha de Ontario, na casa do Ottawa Senators. Havia muita expectativa no ar pois Auston Matthews, a escolha geral do draft da NHL de 2016, faria sua estreia na liga. Junto a ele estariam Mitch Marner, Zach Hyman, Nikita Zaitsev, Connor Carrick, Connor Brown, além do goleiro Frederik Andersen que faria seu primeiro jogo defendendo os Leafs.

A partida começou bem com ótimas chances para os Leafs quando, inesperadamente, quem abriu o placar foi Auston Matthews, em seu primeiro chute à gol, após receber um passe de Zach Hyman, que circulou por trás do gol e entregou o puck para Matthews chutar aos 08m21s do primeiro período. Para jogar água gelada nos Leafs, os Senators marcaram com Bobby Ryan aos 10m26s, após Frederik Andersen não conseguir segurar o puck e dar um rebite que caiu bem em frente ao taco de Ryan, e com Erik Karlsson, que chutou de longe e teve o disco desviado por um jogador dos Leafs, tirando o goleiro de Toronto da jogada, aos 12m49s. Para acalmar a torcida dos Leafs, Auston Matthews aos 14m18s, fez uma jogada que vai ficar pra sempre na memória dos torcedores dos Leafs. No centro do gelo ele recebeu o puck, protegeu, driblou três jogadores dos Senators e partiu ao ataque, vencendo Erik Karlsson e disparando no cantinho de Craig Anderson, empatando a partida.

No início do segundo período, Matthews faz o inimaginável, marcou o terceiro gol dos Leafs aos 01m25s, recebendo um passe de Morgan Rielly. Foi o primeiro hat-trick de Matthews na NHL, marcado após três chutes a gol! Apesar de Matthews estar mostrando porque foi a primeira escolha do draft, a defesa dos Leafs estava muito mal na partida e aos 17m52s, Derrick Brassard parte na velocidade, vencendo Martin Marincin e dispara em Frederik Andersen que acabou por aceitar, deixando o puck entrar no canto do Go foi a segunda falha de Andersen em chutes que eram defensáveis. Ainda no segundo período, Matthews marcou seu quarto gol da noite de estreia, aos 19m57s, numa bela jogada onde William Nylander deu um passe primoroso e Matthews empurrou pras redes de Ottawa. Nunca um jogador estreante na liga marcou 4 gols na partida de estreia. 

Veio o terceiro período e os Leafs não conseguiram segurar o placar. Infelizmente os jogadores mais experientes não conseguiram ajudar Matthews no placar e, aos 06m45s, Kyle Turris marcou o gol de empate, numa falha da defesa dos Leafs. 

A partida acabou sendo decidida na prorrogação, quando Kyke Turris novamente marcou para os Senators, após se livrar da marcação de Auston Matthews. 

Foi uma vitória dos Senators, numa noite estelar para Auston Matthews, onde a defesa dos Leafs mostrou toda a sua fraqueza e o goleiro de Toronto também não conseguiu a performance esperada. De qualquer forma, ganhamos um ponto e já temos a certeza que Matthews valeu toda a esperança que depositamos nele.

Aos outros jogadores dos Leafs, que saibam que ficaram devendo nesta partida e esperamos que a equipe seja colocada nos eixos por Mike Babcock. Sabemos que ele tem conhecimento e experiência para fazer todos contribuírem. Adicionalmente deixo uma pergunta: será que a experiência de Brooks Laich fez falta? Só o tempo vai dizer.

Go Leafs Goooooo

My history in the Leaf’s Centennial

domingo, 11 setembro 2016 Deixe um comentário

Brendan Shanahan announced the start of the Toronto Maple Leafs Centennial Season with an special exhibition at NHL Hockey Hall of Fame in Toronto. This made me think in writing about how I became part of the Leafs Nation, mainly because I’m not even born in North America or Europe, the biggest markets for ice hockey, I was born in Brazil, a country with no knowledge or culture of hockey.

This is my history and it is also part of the 100 years history of this franchise as it is not only the history of the team located in the center of hockey universe, but a team that developed a Leafs Nation all around the world!

Back in January 2002, just months after the 9/11 terrorist attack took place, I worked for a consulting company in Sao Paulo, Brazil, and as I grew up playing basketball and watching Los Angeles Lakers games, Magic Johnson Era, I was excited to have my first travel to US to a one week training, when I would also go to Philips Arena and watch a Los Angeles Lakers @ Atlanta Hawks. It was just amazing! At that time, it wasn’t possible to buy tickets in internet, so just after one friend and I got to Atlanta on a Saturday, we went directly to Philips Arena and bought tickets for the game of our dreams! It would be played on Tuesday. The game was awesome! Watch players as Shaquile O’neal and Kobe Bryant on the court was great! That was an unbelievable night!

You may be asking why am I writing about basketball, but this fact will take me to the beginning of my love for Hockey.

Unfortunately we had nothing to do on Wednesday night and started to search what was available to do in Atlanta. At the same venue, Philips Arena, there would be an NHL game and all information I had ever had about hockey was that they played on ice, there were fights and it was an sport Canada loves. I didn’t even know the teams or the rules. At the end we bought tickets to Toronto Maple Leafs @ Atlanta Thrashers on January 30th, 2002. At least I was expecting a good game since a team from Toronto should be a good team, based in my sparce hockey knowledge.

We went to Philips Arena and although the seats were far from ice (we bought cheap tickets as we were not hockey fans at that time), but the experience was amazing for me! I saw a team on the ice with players I have never heard of as Mats Sundin, Curtis Joseph, Alexander Mogilny, Tie Domi, Gary Roberts, Brian McCabe, Darcy Tucker, Mikael Renberg, Jonas Hoglund and Tomas Kaberle. Hockey fans were also amazing, passionate and I just became one of them right in my first game! There was a lot of energy in the air! It was an awesome feeling! The score was a shutout by 6 goals for the Leafs. I was so amazed that I started to look for more information about the Toronto Maple Leafs in the Internet e it was when I got to the NHL website and the mapleleafs.com. It was love at first sight and I became a Maple Leafs fan.

I returned to Brazil and unfortunately there were no NHL game broadcasts here on that time, so the only way to follow the team was through the Internet. I was always looking for the Leafs’ game scores and I just consumed all NHL content I could. After some years, I guess in 2005, there were some NHL games broadcasted by ESPN, but they were not live and usually only were transmitted at 02:00am. It was almost no TV coverage.

There was the lockout in 2004/05 and it was very said to have the season totally cancelled and no hockey at all, even through websites. After that, the Leafs started a period where the team did not even classified for the playoffs, but at least the team had Mats Sundin, my Leafs legend of all time, playing for the team, and his 500th goal, in overtime while short-handed, completing a hat-trick, was awesome! It just shows the kind of captain he was to the Leafs and the rock solid effort he had in every game he played! I will still have a Leafs jersey autographed by him! I know the list of Leafs Legends are endless, but as I’m a Leafs fan for the last 14 years, he was the only I was fortunate to watch playing! Obviously Johnny Bower, Wendel Clark, Darryl Sittler, Doug Gilmour and Curtis Joseph were stellar players and I’m proud for everything they did for the Leafs’ history.

I was fortunate to go to Toronto on vacation (October 2008) and watch a Senators @ Leafs game, the famous Battle of Ontario. From the begging it was just amazing to be at Air Canada Centre and feel how it is to be in a place where everybody knows the game you love and shares the same love for the team! Even before the game, I was coming from the Union Station and getting to the Air Canada Centre and I saw a place to buy the game program (a Leafs Magazine). It was being offered by CAD 5.00 and for my luck, when you bought one you would win an autograph from Darryl Sittler! Yes!! He was just there! Obviously I got it and also took a picture! That was unbelievable! For me, a fan from Brazil, to have the opportunity to get an autograph from a Leafs legend, it was a dream come true! It was the first time I felt I was part of the Leafs Nation!

In the beginning of 2009, I knew various blogs in Brazil focused on NHL hockey teams and there was even an online magazine for all information about hockey (www.theslot.com.br). They were all created by fans that got to know the NHL by very different ways, from NHL video games to vacations in North America. The guys were very well informed and followed their teams with passion. They were sharing their passion for the sport, news about the legends of the game and explaining the rules.

There was not a blog for the Maple Leafs, so I decided to start one, to provide all information I could about the Leafs. In February 2009 it was created the MapleLeafsBrasil.com, a blog to the Portuguese speaking fans of the Toronto Maple Leafs. And counting back, it is seven years covering every Leafs game, player negotiation, draft, history, change in the management, change in the coach and its staff. During these seven years of the blog I also used Twitter (@mapleleafsbr), that allowed me to get in contact with very special Leafs fans all around the World and understand that I was part of a Leafs Nation that truly has fans from Brazil, Croatia, Great Britain, Germany and so on!

Here in Brazil, I’m always trying to get my friends and colleagues to watch games on TV! My wife became a NHL fan, but cheering for the Blackhawks (I can say she is 99.9% perfect! Hehehehehehe). I’m always trying to explain NHL rules, the NHL teams and Leafs history to my friends, but at the end, I feel that I’m an apple in a basket of bananas! This is the soccer country and I’m a NHL fan, owner of a Leafs blog!

I thank God everyday I was fortunate to go to Toronto and New York and I have been able to buy tickets and watch the game and the team I love! I even have a canvas of James Reimer I got during one of my vacations in Toronto. He was just outside the Hockey Hall of Fame store, signing the canvas and I could not let this opportunity pass away! Reimer was very kind and to have a picture of a guy I just have seen on TV playing for the Leafs was a gift I was not even hoping for! I was able to visit the Legends Row and it was also amazing! Of course I took a picture besides Sundin’s statue!! Hehehehe

Nowadays, ESPN has the rights to broadcast live NHL games to Brazil and I also sign the NHL Centre Ice, so I can watch every Leafs game in the season! It would be awesome to have the opportunity to sign Leafs TV, as I would love to watch it’s contents, but it is not possible, not even through the Internet.

This is my history. A history of how a Brazilian guy became a Leafs fan! A history that is a little part of the 100 years history of this team! A history to be shared!

Leafs enfrentarão Red Wings no novo NHL Centennial Classic

quinta-feira, 10 março 2016 2 comentários

Ontem, 9 de março, a NHL divulgou que no dia 1º de janeiro de 2017, o Toronto Maple  Leafs receberá a visita do Detroit Red Wings em um jogo a céu aberto, a ser jogado no BMO Field em Toronto.

Este jogo servirá de comemoração aos 100 anos do Toronto Maple Leafs e aos 100 anos da NHL. 

O NHL Winter Classic será jogado no dia 2 de janeiro, quando o St. Louis Blues receberá o Chicago Blackhawks, no Busch Stadium.

Essa próxima temporada promete mira comemoração tanto dos Leafs, um clube dos Original Six, que possui treze Stanley Cups, quanto da própria NHL. 

Que venha 2017 e todas as comemorações a que temos direito! 

Go Leafs Goooo

%d blogueiros gostam disto: