Arquivo

Posts Tagged ‘Nazem Kadri’

Toronto Maple Leafs – Free Agency 2019

quarta-feira, 03 julho 2019 Deixe um comentário

Com toda a atenção voltada à renovação do contrato de Mitch Marner, um Restricted Free Agent (RFA), a renovação de Kasperi Kapanen e Andreas Johnsson, o destino de Nikita Zaitsev, além da situação quanto ao goleiro backup da equipe, o Gerente Geral (General Manager – GM) dos Leafs, Kyle Dubas, tinha muito trabalho nos dias que antecederam 1 de julho de 2019, quando se abre o mercado de contratação dos jogadores sem contrato com suas equipes anteriores, período conhecido como Free Agency.

Kyles Dubas é um dos mais novos GMs da liga e sempre é muito cobrado por boas negociações. Martin Marincin e Michael Hutchinson já haviam sido contratados por um ano e pElo valor de 700 mil dólares cada um. No dia 28 de junho, Dubas renovou com Kasperi Kapanen e Andreas Johnsson, por períodos de 3 e 4 anos e valores de 3.2 e 3.4 milhões de dólares por temporada. Esse orçamento veio da negociação que enviou Patrick Marleau aos Carolina Hurricanes. Com Kapanen e Johnsson garantidos, tudo parecia que o caminho estava livre para negociação com Marner, mas o que ocorreu foi que nada mais foi fechado até o tão esperado dia 1 de julho.

Logo no começo do dia, o Toronto Maple Leafs fez negócio com seu rival de divisão e de província, o Ottawa Senators. Os Leafs enviaram Nikita Zaitsev e Connor Brown, além de Michael Carcone, recebendo Cody Ceci, Aaron Luchuk, Ben Harpur e uma escolha de sexta rodada no draft de 2020, que os Senators receberam do Columbus Blue Jackets. A negociação atendeu a um desejo de Zaitsev, de ser negociado, além de “limpar” os Leafs de contratos caros e longos.

Logo depois, Dubas divulgou a contratação de Jason Spezza, por um valor baixo para um jogador com tanta habilidade e experiência. Spezza cresceu torcendo pelos Leafs e sempre sonhou em jogar pela equipe. Agora poderá satisfazer seu sonho, assim como fez John Tavares. Spezza aceitou receber o mínimo de salário para um jogador da NHL, 700 mil dólares por um ano de contrato.

A última negociação do dia, para Kyle Dubas, foi com o Colorado Avalanche. Os Leafs finalmente conseguiram seu defensor destro, Tyson Barrie, e um center muito versátil, Alexander Kerfoot, e uma escolha de sexta rodada no draft de 2020, por Nazem Kadri, Calle Rosen e uma escolha de terceira rodada no draft de 2020.

Esse dia marcou o fim da história nos Leafs, de dois jogadores locais, muito amados pela torcida de Toronto, Nazem Kadri e Connor Brown. A cidade se acostumou com eles na equipe e, eles retribuíram com muita garra dentro do gelo! Mas entendemos que as negociações podem dar à eles mais espaço para crescimento dentro de suas novas equipes. Desejo a eles muito sucesso!

Ainda houveram contratações menores, de jogadores não tão conhecidos assim, como Nick Shore, um center, Kenny Agostino, um ala esquerda (Left Winger) e Kevin Gravel, um defensor. Todos esses contratos são por um ano e nos valores de 750 mil e 700 mil ( Agostino e Gravel).

Quero aqui deixar as boas vindas a Tyson Barrie, Alexander Kerfoot, Jason Spezza, Cody Ceci, Aaron Luchuk, Ben Harpur, Kenny Agostino, Nich Shore e Kevin Gravel! Que vocês façam parte da equipe na temporada 2019-20 e que nos levem de volta à Stanley Cup, muito aguardada!!

À Nazem Kadri, Connor Brown, Nikita Zaitsev e Calle Rosen, desejo que vocês possam desempenhar bem suas funções e que tenham mais espaço para crescimento! Obrigado por tudo que fizeram ao Toronto Maple Leafs no tempo que jogaram defendendo a equipe!

Go Leafs Goooooo

Go Dubas Goooooo

Agora necessitamos saber se Mitch Marner vai ou não renovar conosco. Essa situação acaba sendo ruim para Marner, que acaba tendo cada vez menos equipes para receber propostas, uma vez que todos já estão usando seus orçamentos para outros jogadores, e também para os Leafs, que acabam com uma boa parte do orçamento parado, reservado, para assinar com Marner!

13/04/2019 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins – Jogo 2 – Rodada1 – Playoffs

domingo, 14 abril 2019 Deixe um comentário

Após vencermos o Boston Bruins no primeiro jogo em Boston, voltamos para tentar vence-los no segundo jogo da série de Playoffs entre as equipes.

Já sabíamos que o time da casa viria com tudo pra cima do Toronto Maple Leafs neste jogo e foi exatamente isso que aconteceu! Infelizmente para os Leafs, os Bruins realmente mudaram seu jogo e começaram a se impor, jogando fisicamente, como é costumeiro. Logo aos 04m44s, Charlie Coyle abriu o placar para os Bruins, após Nikita Zaitsev e Jake Muzzin falharem ao tentar controlar o puck. Charlize recebeu 7m passe que veio detrás do gol de Frederik Andersen e chutou para vencer o goleiro dos Leafs.

O jogo estava muito físico e houveram varias jogadas em que os árbitros não apitaram penalidades dos Bruins. Jake DeBrusk deu uma cotovelada em Travis Dermott e os árbitros não fizeram nada. Nazem Kadri e Jake DeBrusk iniciaram um empurra empurra e DeBrusk caiu por sobre Kadri, mas não houve qualquer punição para ambos. Aos 16m04s, foi a vez de Brad Marchand ampliar para os Bruins em mais um erro de Jake Muzzin, que não conseguiu interceptar o passe.

No segundo período, parecia que os Leafs tinham voltado melhor e estavam igualando o volume de jogo, mas William Nylander acabou sem saber se Andersen ia segurar o puck e acabou perdendo o controle dele. De minha parte, Nylander deveria ter controlado e passado por trás do gol de Andersen, mas ele perdeu o puck e Danton Heinen, que estava logo atrás de Nylander, se aproveitou e marcou o terceiro dos Bruins aos 10m39s. Houve varias situações onde eu entendo que os árbitros deveriam ter atuado e marcado infrações, mas isso não foi acontecendo e o jogo foi esquentando.

No terceiro período, os Leafs chegaram ao seu primeiro gol da partida, aos 10m44s, com Nazem Kadri, mas não conseguiram se aproximar no placar. Aos 15m03s, Patrice Bergeron marcou mais um para os Bruins, durante um powerplay, após Jake DeBrusk ter acertado Patrick Marleau bem no final do banco de penalidades dos Bruins. Kadri veio e simplesmente deu um crosscheck no rosto de DeBrusk. Essa jogada acabou sendo penalizada como game misconduct, retirando Kadri da partida. Ambos jogadores já vinham se estranhando durante a partida.

Ao final perdemos pelo mesmo placar em q7e havíamos ganhado o jogo 1! 4 a 1.

Torey Krug acabou se contundindo após um belo hit de Jake Muzzin!

Os árbitros precisam seguir as regras e apitar todas as penalidades, caso contrário jogadas como a de Kadri, que acertou a cabeça de DeBrusk, num crosscheck desleal, vão continuar acontecendo!

Agora é nos preparar para o próximo jogo, na segunda-feira à noite, em Toronto. Vamos pra cima deles!

Frederik Andersen teve uma performance invejável e o placar só não foi mais elástico para os Bruins, devido à ele.

12/02/2019 – Toronto Maple Leafs @ Colorado Avalanche

sábado, 16 fevereiro 2019 Deixe um comentário

Estamos jogando bem e continuamos nosso roteiro de jogos fora de casa. Dessa vez visitamos o Pepsi Center, casa do Colorado Avalanche, para tentarmos manter a sequência de vitórias.

O placar foi aberto num gol de Kasperi Kapanen, que recebeu um passe de Auston Matthews, por sobre dois defensores dos Avs, segurou o puck com a mão, colocou no gelo à sua frente e partiu sozinho contra Semyon Varlamov, que acabou não conseguindo defender, aos 03m17s. Os Avalanche estavam jogando muito melhor e levando perigo ao gol de Frederik Andersen, até que Ryan Graves empatou aos 15m16s do primeiro período. Ao final do período, Freddie havia recebido 17 chutes ao gol, enquanto Varlamov recebeu somente 9.

Veio o segundo período e os Leafs conseguiram um ótimo aproveitamento de powerplay a, algo em que estavam devendo havia muito tempo! Aos 05m19s, após uma ótima troca de passes, Auston Matthews marcou o segundo dos Leafs. Aos 06m46s foi a vez de Nazem Kadri e aos 07m08s, Kasperi Kapanen marca o seu segundo gol da noite. Em apenas 01m49s, os Leafs marcaram três gols em powerplay, e Semyon Varlamov deu lugar a Phillip Grubauer.

O terceiro período viu os Leafs marcarem mais um gol Nazem Kadri, aos 05m42s e Alexander Kerfoot, diminuir para os Avs aos 08m14s, mas a vitória já estava definida!

Foi muito bom ver os Leafs voltarem a mostrar poder no powerplay!

Go Leafs Goooooo

23/01/2019 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 30 janeiro 2019 Deixe um comentário

O último jogo antes da parada para o All Star Game, que esse ano foi em San Jose, na casa do San Jose Sharks, foi simplesmente contra o atual campeão da Stanley Cup, Washington Capitals.

Apesar da equipe do Toronto Maple Leafs estar em uma fase complicada, onde aparentemente o puck não nos ajuda e que perdemos muitos jogos em que jogamos bem, mas também outros em que jogamos bem mal, a equipe conseguiu se impor e saiu com a vitória.

O jogo estava muito bom, com chances para ambas equipes quando Niklas Backstrom marcou o primeiro gol da partida, aos 18m47s do primeiro período, num powerplay. Para o alívio dos torcedores dos Leafs, Nazem Kadri empatou a partida menos de um minuto depois, aos 19m34s.

O segundo período viu os Capitals voltarem a se colocar à frente no placar aos 03m51s, com ninguém mais, ninguém menos que Alexander Ovechkin, num daqueles chutes fortissimos de primeira (slap shot). Foi o gol que deu a Ovechkin o empate como o maior pontuador da NHL, com Sergey Fedorov! Tudo parecia que ia por água abaixo, mas aos 13m11s, Nikita Zaitsev empatou a partida num chute à distância que venceu Braden Holtby no meio do tráfego de jogadores. Aos 16m19s, Auston Matthews colocou os Leafs à frente com um gol em powerplay, o primeiro gol em sete jogos, que tirou esse peso de suas costas! Matthews comemorou muito!

Nazem Kadri voltou a marcar para os Leafs aos 02m10s e chegou ao seu quinto hat trick aos 10m15s, deixando uma liderança muito confortável para os Leafs. Com o jogo praticamente definido, Matt Niskanen marcou aos 17m14s, mas nem assim os Leafs diminuíram a pressão e Mitch Marner marcou aos 19m27s, já com os Capitals em Empty Net, fechando o placar em 6 a 3.

Foi uma vitória irrepreensível dos Leafs, com hat trick de Nazem Kadri, gol de Auston Matthews, três assistências de William Nylander e ótimas defesas de Frederik Andersen.

Go Leafs Goooooo

17/01/2019 – Toronto Maple Leafs @ Tampa Bay Lightning

sexta-feira, 18 janeiro 2019 Deixe um comentário

Após um jogo ruim contra o Colorado Avalanche, onde todo rebote era do time dos Avs, que marcaram gols em desvantagem numérica e dois em empty net, o Toronto Maple Leafs partiu para mais uma viagem à Flórida, onde enfrentaram o Tampa Bay Lightning e, na noite seguinte enfrentarão o Florida Panthers.

Os Bolts são a melhor equipe da NHL atualmente e possuem tanto ataque quanto defesas e goleiro bem sólidos. Andrei Vasilevskiy tem ótimos números e atualmente é o terceiro melhor goleiro da liga na temporada. Frederik Andersen está no seu segundo jogo após o retorno de contusão e busca voltar a vencer.

Com qualquer equipe muito boa, não podemos dar bobeira, mas Igor Ozhiganov cometeu uma penalidade e deu um powerplay para os Bolts, que Brayden Point não desperdiçou aos 09m48s. Nazem Kadri se aproveitou de um rebote de Vasilevskiy e foi paciente para mandar para o fundo do gol, aos 11m48s.

O segundo período viu três gols em apenas 01m43s. Patrick Marleau marcou para os Leafs aos 13m06s, virando o placar. Num contra-ataque aos 13m43s foi a vez de Victor Hedman empatar numa bela jogada dos Bolts. Aos 14m49s, Mitch Marner colocou novamente os Leafs à frente, estando no lugar certo, na hora certa para se aproveitar de Vasilevskiy fora de posição.

O último período viu um jogo excelente, com Vasilevskiy fazendo defesas inacreditáveis e Frederik Andersen muito sólido no gol, mesmo com os Bolts em empty net e pressionando muito no final do jogo! Mas os Leafs conseguiram um gol de Zach Hyman no finalzinho, aos 19m09s, numa jogada polêmica, onde o puck foi jogado na borda por Nikita Zaitsev, mas ele acabou desviando em uma parte metálica instalada no acrílico (vidro) e a defesa dos Bolts parou, esperando a marcação de face-off, que não aconteceu pois essa tal parte metálica está abaixo do nível superior do acrílico. O gol foi validado.

Ao final, os Leafs saíram com a vitória que tanto queríamos! Amanhã enfrentaremos o Florida Panthers!!

Go Leafs Goooooo

20/12/2018 – Florida Panthers @ Toronto Maple Leafs

domingo, 23 dezembro 2018 Deixe um comentário

Apenas cinco dias após a derrota dos Leafs na Flórida, as equipes voltaram a se enfrentar, agora no Scotiabank Arena, em Toronto.

O Toronto Maple Leafs deixou a derrota na prorrogação para trás com uma convincente vitória sobre o New Jersey Devils e, voltando a Toronto após uma longa sequência de jogos, queria manter-se acumulando pontos na temporada.

Analisando o jogo pelo número de chutes à gol, poderíamos ter dito que o resultado da partida seria de vitória por pouca diferença, mas o que se viu foi o Toronto Maple Leafs conseguindo converter as chances que tinha, enquanto o Florida Panthers parava na defesa dos Leafs, ou em Frederik Andersen.

No primeiro período, Auston Matthews abriu o placar aos 18m17s, num powerplay para a equipe da casa, onde Mitch Marner enganou toda a defesa e deu um passe na medida para que Matthews chutasse de primeira e tivesse o gol de Roberto Luongo, todo aberto.

Aos 03m50s do segundo período, Matthews novamente acerta um chute de primeira e vence Luongo novamente. Aos 11m14s, num contra-ataque em 2 contra 1, Connor Brown deu um belo passe para Nazem Kadri, que dominou o puck e chutou alto, sem chances pro goleiro dos Panthers.

Três a zero no placar é realmente uma vantagem muito confortável, pois mesmo que a outra equipe consiga marcar um gol, ainda assim, continuamos com vantagem, sem sofrer muita pressão. Mesmo assim os Leafs ampliaram a vantagem com dois gols de John Tavares, um aos 02m28s, em powerplay, e outro aos 05m41s. Só então a equipe dos Panthers conseguiu vencer Freddie, com um gol de Henrik Borgstrom, em powerplay para os Panthers, aos 10m28s, mas aí já era tarde! Com 5 a 1 no placar, os Leafs ainda marcaram mais um, dessa vez com Mitch Marner, aos 15m14s, novamente num powerplay, fechando o placar.

Voltamos a vencer e jogamos bem! Isso é o que está deixando toda a Leafs Nation muito animada!

Go Leafs Goooooooo

08/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

domingo, 09 dezembro 2018 Deixe um comentário

Iniciando uma sequência de 5 jogos fora de casa, o Toronto Maple Leafs foi até Boston enfrentar uma equipe que, desfalcada de alguns de seus melhores jogadores, entre eles Zdeno Chara e Patrice Bergeron, buscava voltar a vencer após três derrotas seguidas.

Infelizmente voltamos a jogar mal, se é que podemos dizer que jogamos. Os Bruins dominaram o jogo usando o jogo físico desde o início, o que pode ter tido efeito no jovem time dos Leafs, pois os passes não funcionavam, os pucks não eram controlados, a atenção não estava onde deveria. Parecia que a equipe havia sido reunida naquele dia e nunca havia jogado junta! o jogo mal começou e Charles McAvoy foi pro banco de penalidade por dar um hit em Mitch Marner, mandando o jogador dos Leafs, de cabeça contra a borda. Os Bruins abriram o placar aos 11m20s do primeiro período com Jakob Forsbacka Karlsson.

Veio o segundo período e a esperança do torcedor dos Leafs era ver uma reação, mas a equipe simplesmente cometia penalidade atrás de penalidade e ao total foram 5, que deram aos Bruins quase 10 minutos de powerplay. David Backes ampliou para os Bruins num desses power plays aos 08m54s. Torey Krug marcou o terceiro dos Bruins aos 17m45s, num chute de longa distância que a Frederik Andersen não conseguiu ver claramente para defender. Jaroslav Halak estava tendo uma ótima noite pelos Bruins e defendia todos os poucos chutes que os Leafs desferiam.

O último período ainda viu Danton Heinen marcar o quarto dos Bruins aos 01m47s, antes que os Leafs pudessem abrir o placar com um belo chute de Travis Dermott aos 04m03s. Os Leafs estavam tão mal que David Krejci voltou a dar 4 gols de vantagem aos Bruins aos 04m37s e Ryan Donato, numa falha de Frederik Andersen, acreditou na jogada até o final e marcou o sexto gol dos Bruins aos 06m13s. Aos 09m30s, Andreas Johnsson se aproveitou de uma bobeara do defensor dos Bruins e Auston Matthews mandou pro fundo do gol, marcando o segundo dos Leafs. O jogo esquentou perto dos 10 minutos, com Zach Hyman chegando um pouco atrasado e dando um forte hit em Charles McAvoy. Logo após esse hit, Hyman acabou brigando com Matt Grzelcyk, que tomou as dores de McAvoy, e, após revisão dos árbitros, saiu da partida por Game misconduct. Aos 10m55s, Chris Wagner dos Bruins foi pra cima de Morgan Rielly e desferiu um hit daqueles pra machucar. Dessa vez, Ron Hainsey é que chamou a briga pra si e brigou com Wagner, que também foi retirado do jogo por Game Misconduct. Aos 12m22, Andreas Johnsson se aproveitou de um segundo rebote de Halak e marcou o terceiro dos Leafs.

O jogo seguiu quente até o final, mas os Leafs não conseguiram se recuperar no placar e acabaram com a derrota.

Que a equipe consiga se recompor e voltar a jogar o que sabe, pois nestes dois últimos jogos, deixaram muito a desejar.

Go Leafs Goooooooooo

%d blogueiros gostam disto: