Archive

Posts Tagged ‘Dave Bolland’

Leafs contratam Stephane Robidas e trazem de volta Leo Komarov

quarta-feira, 02 julho 2014 2 comentários
English: Dallas Stars defenceman Stephane Robi...

English: Dallas Stars defenceman Stephane Robidas during warm-up prior to a National Hockey League game vs. the Calgary Flames in Calgary. (Photo credit: Wikipedia)

MapleLeafs.com — Após tomar um gole d’água no início de sua conferência de imprensa, o gerente geral do Toronto Maple Leafs, Dave Nonis, tratou de agradecer todos os jogadores que fizeram parte do elenco da última temporada e que nos deixaram no primeiro dia de agentes livres.

“Eu quero agradecê-los pelo que eles tentaram fazer nos últimos 12 meses e desejo tudo de melhor para o futuro”, disse Nonis.

Tentaram pode ser a palavra mais importante depois que os Leafs foram de um status de quase certeza de participação nos playoffs para um colapso com uma seqüência de 8 derrotas. Daquele grupo de jogadores, Dave Bolland e Mason Raymond já deixaram a equipe, assinando contratos com o Florida Panthers e Calgary Flames respectivamente.

Para os Leafs vieram o defensor Stephane Robidas, que assinou um contrato de 3 anos pelo valor total de 9 milhões
de dólares, e o ala Leo Komarov, que assinou um contrato de 4 anos por 11.8 milhões de dólares, além de Matt Frattin, readquirido numa troca que enviou o ala Jerry D’Amigo aos Columbus Blue Jackets.

É a esperança de Dave Nonis que estes jogadores mudem os Leafs para o que o time foi na temporada encurtada pelo lockout em 2013, quando eles chegaram aos playoffs.

“O nível competitivo que tínhamos dois anos atrás, eu creio que estava próximo do topo do nível de toda a liga”, disse Nonis.

Robidas com 37 anos traz 885 jogos de experiência para Toronto, além de chutar com a mão direita. Ele quebrou a perna nos playoffs, jogando pelo Anaheim Ducks mas já começou a patinar na semana passada e espera estar pronto para o primeiro dia do training camp.

Komarov retorna para os Leafs após um ano no Dynamo Moscow da KHL, onde teve quatro gols e cinco assistências em 42 jogos na temporada, mas o finlandês de 27 anos com certeza terá uma atuação maior em Toronto.

“Leo tem potencial para fazer muito mais do que a dois anos atrás”, disse Nonis, que se encontrou com Komarov na Finlândia e deixou claro que ele não será um jogador de quarta linha, jogando apenas 6 minutos por jogo.

O retorno de Komarov pode ajudar a preencher a lacuna deixada pela saída de Dave Bolland, que assinou por cinco anos com o Florida Panthers por 27.5 milhões de dólares. Os Leafs estiveram muito perto de trazê-lo de volta, mas não conseguiram cobrir a oferta dos Panthers.

Raymond também recebeu uma oferta melhor do que os Leafs estavam dispostos a pagar: três anos e 9.5 milhões de dólares dos Calgary Flames. Ficar mais próximo de casa também foi um fator considerado por Raymond

Nota — Nonis disse que se uma troca para o agente livre restrito James Reimer for posta à mesa e fizer sentido para a equipe, os Leafs a considerariam, mas que ele pode este de volta aos Leafs na próxima temporada. O processo de contratação do Staff técnico para auxiliar Randy Carlyle ainda está caminhando.

Anúncios

Leafs contratam Jerred Smithson

quinta-feira, 07 novembro 2013 2 comentários

David Nonis, Senior Vice President e General Manager do Toronto Maple Leafs, anunciou nesta quarta-feira a contratação do atacante Jerred Smithson em um contrato pelo restante da temporada 2013-14. Os Leafs também anunciaram que o atacante Trevor Smith foi devolvido ao Toronto Marlies da American Hockey League.

Smithson, jogador de 34 anos, já jogou em 7 jogos pelos Marlies nesta temporada, marcando um gol e acumulando 8 minutos em penalidades.

Smithson dividiu a temporada 2012-13 entre o Florida Panthers e o Edmonton Oilers, registrando três gols e três assistências com 12 minutos em penalidades em 45 jogos. Ele foi o décimo terceiro na NHL em porcentagem de faceoffs com 55.4% na temporada passada e terminou em sexto na temporada 2010-11 com 57.4%.

Smithson é um central e jogou 588 jogos na NHL durante 10 temporadas defendendo os times de Los Angeles, Nashville, Florida e Edmonton, marcando 96 pontos (39 gols, 57 assistencias) com 354 minutos de penalidades.
————————————————————————-

Smithson foi contratado pois estamos sem dois de nossos principais centrais, Tyler Bozak e Dave Bolland, devido a contusões.

Seja bem-vindo! Precisamos de você e dos faceoffs que você puder vencer para nós, além de ensinar o Nazem Kadri!!!

Go Leafs Go!!!!!!!!!

02/11/2013 – Toronto Maple Leafs @ Vancouver Canucks

domingo, 03 novembro 2013 4 comentários

Finalizando a sequência de jogos no Oeste Canadense, os Leafs foram visitar os Canucks em Vancouver. Vindos de três vitórias, os Leafs estavam confiantes de que poderiam conseguir a quarta vitória seguida, porém este foi um dos piores jogos da equipe na temporada.02112013_Leafs@Canucks_Score

Antes do início da partida houve uma homenagem à retirada do número de Pavel Bure, o número 10, que ficou para sempre no teto do Rogers Arena.

O jogo começou e os Leafs foram totalmente controlados pelos Canucks, tanto que os primeiros 11 chutes à gol da partidaforam sobre James Reimer. Numa delas, Reimer conseguiu defender com o pé, bem encima da linha. Reimer conseguiu segurar o ataque dos Canucks, mas não por muito tempo, já que aos 06m03s Daniel Sedin abre o placar durante um powerplay.

02112013_Leafs@Canucks_BannerNo segundo período, os Leafs continuaram jogando mal e ainda tiveram um duro golpe, Dave Bolland acabou deixando o gelo após um hit recebido de Zach Kassian. Após algum tempo, foi identificado que o tornozelo de Bolland acabou sofrendo um corte e o jogador teve que passar por uma cirurgia e deverá ficar de fora do elenco por algum tempo. Neste mesmo período, ainda vimos os Canucks aumentarem a vantagem com Zach Kassian, aos 02m07s e Chris Higgins, aos 05m05s. Os Leafs simplesmente não conseguiam gerar perigos no ataque e, quando geravam, paravam em Roberto Luongo que defendeu alguns chutes muito bons dos Leafs, impedindo qualquer reação. Foram apenas 5 chutes à gol dos Leafs neste período.

No último período, nada mudou e com apenas mais 5 chutes à gol, os Leafs não conseguiram sequer vencer a muralha que foi Roberto Luongo nesta partida. Parece que Luongo voltou a ser aquele goleiro que disputou tantos Troféus Vezina e que havia até sido parte de rumores de sua ida aos Leafs. Aos 14m28s, Dan Hamhuis marcou o quarto e último gol dos Canucks na partida.

Os Leafs terão muito tempo para pensar nesta derrota já que o próximo jogo será apenas na sexta-feira, em casa, contra o New Jersey Devils. Tomamos mais chutes à gol em 13 dos 15 jogos desta temporada. Nossos goleiros e jogadores de linha estão fazendo milagres com um ótimo aproveitamento, mas será que conseguimos manter isso pro restante da temporada?

GO Leafs GO.

26/10/2013 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 28 outubro 2013 Deixe um comentário

Após o péssimo jogo contra os Blue Jackets, os Leafs voltaram a Toronto para receber as forte equipe do Pittsburgh Penguins de Sidney Crosby, Evgeny Malkin, Kris Letang, Pascal Dupuis e Marc-Andre Fleury.

Este jogo marcou também a estréia de David Clarkson jogando pelos Leafs no Air Canada Centre e o jogador estava com muito gás para oferecer, já iniciando a partida mostrando o seu jogo físico!26102013_Penguins@Leafs_Banner

Começamos jogando bem, marcando Crosby e chutando ao gol de Fleury, mas quem abriu o placar foram os Penguins aos 06m52s, quando o ataque dos Penguins encontrou Kris Letang que chutou por entre as pernas de Reimer, enquanto Paul Ranger dos Leafs estava fora do gelo por ter cometido uma penalidade, proporcionando um powerplay aos Penguins. Apesar de estarmos atrás no placar, continuamos jogando bem e aos 16m33s, Dave Bolland interceptou um passe dos Penguins, que estavam novamente em powerplay, na zona neutra e partiu velozmente em direção ao gol de Fleury, marcando o gol de empate enquanto a equipe estava em desvantagem numérica, shorthanded. Bolland tem se mostrado um jogador muito importante e que tem um desempenho muito bom e constante em todas as partidas. Ótima contratação de Dave Nonis.

26102013_Penguins@Leafs_ScoreO segundo período viu os Penguins melhores que os Leafs, dando um total de 16 chutes ao gol de Reimer, que defendeu todos eles, mantendo as chances de vitória da equipe de Toronto. Os Leafs deram somente 4 chutes ao gol de Fleury no período. E a partida manteve-se empatada com um gol para cada equipe.

No terceiro período foi a vez de os Leafs voltarem melhor. Ambas equipes haviam jogado na noite anterior, mas parecia que os Penguins acabaram cansando. Logo aos 1m26s, Nazem Kadri marca para os Leafs. Este gol viria a ser o gol da vitória da equipe, que ainda marcou com Phil Kessel, recebendo um passe de James Van Riemsdyk e posicionado sozinho, próximo ao gol escancarado de Marc-Andre Fleury, aos 17m05s, em powerplay. JVR simplesmente passou o puck de costas para Kessel marcar! Os Penguins então retiraram Fleury para pressionar os Leafs e tentar marcar, mas Dave Bolland marcou seu segundo gol, ao interceptar um puck e chutar da zona neutra no gol totalmente aberto dos Penguins! Final, Penguins 1 x Leafs 4!!!

Os Leafs agora enfrentam o Edmonton na terça-feira, fora de casa.

Parece que os Leafs acertaram na contratação de Jonathan Bernier! Agora o time possui dois ótimos goleiros, jogando muito bem e levando a equipe à vitórias. Não importa quem esteja no gol, sabemos que podemos confiar!

Go Leafs Go!!!!

25/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

sábado, 26 outubro 2013 Deixe um comentário

Esta data foi uma das mais esperadas pelos torcedores do Toronto Maple Leafs. Após a contratação de David Clarkson, na pré-temporada o jogador se envolveu numa briga, onde saltou do banco para proteger Kessel, num jogo contra o Buffalo Sabres. Resultado: 10 jogos da temporada regular de suspensão. Este jogo seria o início desta temporada para Clarkson.

No gol dos Blue Jackets, Sergei Bobrovsky e, pelos Leafs, Jonathan Bernier.26102013_Leafs@Blue_Jackets_Banner

Para a ironia de todos, David Clarkson cometeu penalidade enganchando (Hooking) Nick Foligno e, sua primeira penalidade do ano, rendeu ao time da casa, o primeiro gol, aos 04m55s do primeiro período, com Ryan Murray, um novato. Este foi o primeiro gol da carreira de Murray na NHL, um gol em powerplay. Ele se aproveitou de um rebote e foi rápido, chegando ao puck antes do defensor dos Leafs, Paul Ranger.

26102013_Leafs@Blue_Jackets_ScoreOs Leafs foram muito indisciplinados neste jogo e forneceram 8 oportunidades de powerplay para o Columbus Blue Jackets. Jogar assim dificulta muito qualquer reação, além de deixar o goleiro, Jonathan Bernier, tendo que fazer muitos mais milagres que os necessários. Só Nazem Kadri cometeu 3 penalidades na partida.

No início do segundo período, os Leafs chegaram ao empate com Phil Kessel, logo aos 40s. James Van Riemsdyk interceptou um passe na zona de ataque e chutou ao gol, Bobrovsky defendeu e deu o rebote a Tyler Bozak, que passou para Phil Kessel marcar o seu sexto gol da temporada.

O terceiro período foi o mais movimentado. Aos 03m12s, Marian Gaborik recebe um passe vindo detrás do gol dos Leafs e bate forte, sem defesa para Bernier. Columbus novamente à frente do placar. Aos 11m52s do terceiro período, os Leafs tinham uma chance de empatar a partida em 59 segundos com 4 contra 3, mas quem marcou foram os Blue Jackets. Brandon Dubinsky foi veloz no contra-ataque e chutou muito bem, alto, por sobre o ombro de Bernier, para marcar um gol em desvantagem numérica e dar dois gols de vantagem ao seu time. Somente aos 15m30s, Dave Bolland volta a colocar os Leafs a somente um gol do empate, mas os Leafs continuaram não aproveitado as poucas chances e, no último minuto, os Blue Jackets conseguiram marcar dois gols que definitivamente acabaram com a partida. Um deles foi marcado por Ryan Johansen aos 19m33s, com os Leafs em Empty Net. O outro foi de Nick Foligno, aos 19m53s, num belo chute.

Os Leafs voltam à Toronto para enfrentar o Pittsburgh Penguins hoje à noite.

Que os erros de ontem não sejam cometidos hoje, na frente de Crosby, Malkin, Letang e cia! Os Penguins vêm de derrota contra os Islanders.

GO Leafs GO!!! (Quem sabe hoje não teremos o primeiro gol de Clarkson pelos Leafs?!?!?!)

22/10/2013 – Anahein Ducks @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 23 outubro 2013 Deixe um comentário

Os Leafs receberam a visita dos Ducks no Air Canada Centre buscando dar um fim na seqüência de duas derrotas. Entre as equipes, vários jogadores que já foram das duas organizações como Joffrey Lupul e Troy Bodie, atualmente nos Leafs, ex-Ducks, e Francois Beauchemin, dos Ducks, ex-Leafs. Além disso, muitos jogadores dos Ducks, como Ryan Getzlaf e Corey Perry, entre outros, já foram comandados por Randy Carlyle, na época que Carlyle foi técnico da equipe.22102013_Ducks@Leafs_Banner

O jogo começou e os Leafs jogavam bem, mas não levavam muito perigo ao gol de Jonas Hiller. Mais uma vez os Leafs foram quase nulos em chutes à gol, dando somente dois chutes no primeiro período. Os Ducks deram 6 chutes ao gol de Jonathan Bernier e conseguiram abrir o placar aos 17m38s, num contra-ataque em 3 contra 1, onde dois jogadores dos Leafs se atrapalharam na volta do ataque. Nick Bonino recebeu passe de Patrick Maroon, que passou entre as pernas e o taco de Bernier e colocou o puck no fundo da rede dos Leafs, abrindo o placar.

22102013_Ducks@Leafs_ScoreNo segundo período, logo aos 1m59s, Mathieu Perreault recuperou o puck atrás do gol dos Leafs e o circundou, sem que nenhum defensor o enfrentasse, e marcou o segundo gol do time visitante. Tudo dava a parecer que os Leafs teriam mais uma derrota, pois os Ducks estavam melhor na partida. Foi então que os Leafs acordaram e começaram a exigir mais de Jonas Hiller que efetuou duas ótimas defesas, impedindo os Leafs de se aproximar no placar. Mas aos 07m44s, num powerplay, James Van Riemsdyk controlou o puck e deu um passe de costas, no meio da defesa dos Ducks, que encontrou Phil Kessel sozinho e à postos para marcar o primeiro dos Leafs. Apenas 1m19s depois, Dion Phaneuf empatou a partida chutando forte num rebote de Hiller ao chute de Dave Bolland. Com a partida empatada, os Leafs tiveram sangue frio e os jogadores foram muito aplicados quando a equipe cometeu duas penalidades e permitiu aos Ducks um powerplay de 5 contra 3 por 1m27s. Os Ducks não conseguiram marcar e isso deu ainda mais confiança aos Leafs. Aos 16m09s, Phil Kessel e James Van Riemsdyk partiram ao ataque, num 2 contra 1, com Kessel controlando o puck. JVR fez com que o defensor ficasse na dúvida entre marcá-lo ou ir para cima de Kessel e o defensor acabou deixando Kessel enfrentar sozinho Jonas Hiller. O vitorioso foi Kessel que marcou um belo gol e colocou os Leafs na frente do placar.

O terceiro e último período viu os Leafs jogando bem, anulando as chances dos Ducks. Aos 08m11s, novamente num contra-ataque em 2 contra 1, JVR estava com o puck e fez uma bela jogada, tirando o puck do alcance do defensor, que se jogou para bloquear seu chute, e passou na medida para Kessel marcar o seu terceiro gol da noite! Foi o quarto Hat-Trick de Phil Kessel, o segundo pelos Leafs. O jogo ainda viu JVR receber uma penalidade quando estava em direção ao gol, o que permitiu a ele um penalty shot (como uma cobrança de pênalti), onde ele acabou acertando o travessão de Hiller. Por tudo o que fez na partida, James Van Riemsdyk merecia o seu próprio gol, mas acabou somente marcando pontos pelas assistências a Kessel.

Ótima recuperação dos Leafs que agora estão com sete vitórias e três derrotas e, a partir do próximo jogo, na sexta-feira, em Columbus contra os Blue Jackets, já podem contar com David Clarkson, na sua estréia oficial pela equipe após cumprir suspensão de 10 jogos. Espero que Clarkson se encaixe logo na equipe e tenha a mesma sinergia que a equipe vem demonstrando!

Go Leafs Go!!!!!!

17/10/2013 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 18 outubro 2013 Deixe um comentário

Os Leafs, apesar das seis vitórias e apenas uma derrota nesta temporada, não têm jogado bem, permitindo muitos chutes à gol e se valendo de seus times especiais e da ótima performance de seus goleiros para chegar às vitórias. Após derrotarem o time do Minnesota Wild, os Leafs receberam a visita do Carolina Hurricanes.17102013_Canes@Leafs_Banner

Mal a partida começou e os Leafs tiveram uma baixa. Aos 32s, James Reimer protegeu o puck com sua luva, mas Josh Leivo, que vinha em alta velocidade não conseguiu parar ou desviar e acabou acertando a cabeça de Reimer com uma joelhada. O goleiro dos Leafs deixou a partida e saiu do gelo com ajuda. Jonathan Bernier, que ficaria como goleiro backup teve que se apresentar no gol dos Leafs. Para backup de Jonathan Bernier, já que James Reimer não tinha condições de retorno, os Leafs tiveram que, na emergência e na ausência dos goleiros do Toronto Marlies que estavam jogando em Rochester, convocar o goleiro da Universidade de Toronto, Brett Willows, que chegou no Air Canada Centre no início do terceiro período.

17102013_Canes@Leafs_ScorePosso afirmar que os Leafs jogaram bem até a metade do jogo, ou seja, até a metade do segundo período. O primeiro período acabou sem gols, mas com muitas penalidades e chances para ambas equipes e ótimas defesas de Cam Ward e Jonathan Bernier. No início do segundo período, Joffrey Lupul marcou o primeiro gol dos Leafs aos 02m30s. O segundo gol dos Leafs veio justamente do jogador, novato, que ababou colidindo com Reimer, retirando-o do jogo, Josh Leive. Leivo ganhou o puck na zona neutra e partiu em velocidade num contra-ataque de 2 contra 1, o outro jogador dos Leafs puxou a marcação e Leivo marcou um belíssimo gol em Cam Ward. O período terminou com a vantagem dos Leafs no placar por 2 a 0, mas os Leafs já estavam tomando mais chutes à gol. No primeiro período foram 12 para os Leafs e 10 para os Hurricanes, mas nos períodos seguintes, os Hurricanes deram 14 chutes em cada um deles, enquanto os Leafs deram 6 e 8 respectivamente no segundo e terceiro períodos.

No terceiro período, parecia que os Leafs tinham esquecido como jogar hóquei. Os pucks eram rifados ao ataque, a defesa não se acertava e logo aos 02.54, Ryan Murphy recebeu um passe de Jeff Skinner, com o time em powerplay, após uma penalidade cometida por Nazem Kadri, e marcou o primeiro para os Hurricanes, com seu chute sendo desviado pelo taco de Dave Bolland, tirando a chance de defesa de Bernier. Neste momento vi que o terceiro período teria muita pressão por parte dos Canes. Os Leafs insistiam em não acordar e quem não faz, toma. Aos 06m48s, numa jogada em que Carl Gunnarsson não efetuou um passe certeiro, o puck retorna ao meio do gelo e um chute acaba sendo bloqueado por Gunnarsson, e o puck sobra em frente ao gol, para o capitão dos Canes, Eric Staal, que acertou um belo tiro, vencendo Bernier e empatando a partida. Os Leafs até que tentaram chegar ao gol da vitória, mas suas tentativas sempre eram paradas por Cam Ward. Aos 13m04s, Ron Hainsey, chuta da zona defensiva dos Canes, o puck bate na borda sem nenhum jogador dos Canes ou dos Leafs tocar nele e encaminha-se ao final do gelo dos Leafs. O árbitro de linha já estava sinalizando icing, na verdade um hybrid icing, uma nova regra aceita pela NHL durante a pré-temporada, e acredito que Bernier tenha achado que o apito soaria quando o puck chegasse à borda do gelo, mas não houve a chamada para icing pois, aparentemente, Radek Dvorak, estava patinando em direção ao puck, à frente dos defensores dos Leafs. O que ocorreu foi uma das jogadas mais bizarras já vistas. Assim como um gol permitido por Jonathan Quick, ex-companheiro de equipe de Bernier, o puck bateu na borda do fundo do gelo, atrás do gol dos Leafs e desviou em direção a Bernier. Bernier que aguardava o apito acabou olhando para os árbitros, e o puck acabou por bater em seu patins direito e entrando. Após uma discussão entre os árbitros, o gol foi validado. Os Leafs ainda tentaram uma reação e, aos 19m00s, Kadri tentou um chute forte, com seu time em Empty Net, mas o tiro pegou o travessão.

A partida acabou com o placar de Hurricanes 3 x Leafs 2, numa derrota de virada que, apesar de triste, acabou sendo merecida. Os Leafs pararam após 30 minutos de jogo e ainda tomaram um gol bizarro. É a segunda derrota dos Leafs na temporada e a equipe ainda tem muito a melhorar para nos levar aos playoffs. O próximo jogo será em Chicago contra o ex-time de Dave Bolland, o atual campeão, Chicago Blackhawks.

GO Leafs GO!!!!!!

%d blogueiros gostam disto: