Anúncios

Arquivo

Archive for the ‘Contusão / Recuperação’ Category

05/02/2018 – Anaheim Ducks @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 06 fevereiro 2018 Deixe um comentário

Após uma derrota contra o Boston Bruins, o Toronto Maple Leafs retornou ao Air Canada Centre para receber a visita do Anaheim Ducks do técnico Randy Carlyle.

O Anaheim Ducks é uma equipe que joga muito fisicamente e é muito rápida, mas isso não deu vantagem à eles no primeiro período, onde Auston Matthews marcou para os Leafs aos 06m32s, num belíssimo wrap-around, aquele gol em que o jogador circula por trás do gol e consegue marcar do lado oposto, vencendo o goleiro adversário na velocidade! Ryan Miller não conseguiu se mover de uma trave à outra a tempo de defender.

Aparentemente Randy Carlyle ajustou bem a equipe dos Ducks nos vestuários, pois a equipe voltou muito melhor no segundo período. Ryan Getzlaf empatou o jogo logo aos 00m43s. William Nylander nos colocou novamente à frente aos 05m52s, após receber um belíssimo passe de Jake Gardiner, que o deixou cara a cara com Miller. Após esse gol, os Leafs ficaram sonolentos no gelo e deixaram Rickard Rakell empatar aos 08m23s e Ondrej Kase virar aos 11m06s em um powerplay. Faltando 06m15s para terminar o período, vimos uma jogada de Corey Perry, não intencionalmente, acabar retirando Frederik Andersen da partida. O goleiro dos Leafs acabou tomando um chute na cabeça após defender a tentativa de gol de Perry. Foi um momento tenso pois a entrada de Curtis McElhinney, um tanto frio na partida, sempre traz riscos, mas para nossa sorte, Mitch Marner empatou para nós aos 15m28s, também em powerplay e Leo Komarov virou o jogo aos 17m40s, desviando um chute de Gardiner, fechando o segundo período à frente novamente.

Rakell voltou a marcar, empatando o jogo em 4 gols para cada equipe aos 02m07s do terceiro período, mas a partir desse ponto, os Leafs pressionaram e Nylander voltou a marcar aos 03m28, novamente sozinho em frente à Miller, numa jogada em que um jogador dos Ducks teve o puck bloqueado e Nylander estava no local certo, na hora certa, para não desperdiçar. Após esse quinto gol, os Leafs mantiveram a vantagem no placar até o final com o segundo gol de Auston Matthews aos 16m49s e um gol de Zach Hyman aos 19m06s, já em Empty Net.

Aparentemente Freddie está bem, de acordo ao que Mike Babcock informou depois da partida, mas vai ser reavaliado nos treinos de hoje. Curtis McElhinney entrou e jogou bem, como vem fazendo quando necessitamos dele.

Nosso próximo jogo será amanhã, em casa, contra o Nashville Predators de P. K. Subban.

Go Leafs Goooooooo

Anúncios

06/01/2018 – Vancouver Canucks @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 08 janeiro 2018 Deixe um comentário

Mais um jogo em casa, dessa vez recebendo o Vancouver Canucks, que está em uma má fase. Era a chance de os Leafs garantirem mais dois pontos, mas o jogo não foi assim tão fácil, como na verdade é o padrão devido ao alto. O el dos jogadores e equipes na NHL.

Jacob Markström teve uma ótima performance, assim como Frederik Andersen e os goleiros fizeram muitas defesas decisivas na partida.

O jogo estava melhor para os visitantes durante o primeiro período, mas apesar disso o Toronto Maple Leafs não deixou de levar perigo ao gol de Markström. Como os goleiros se saíram melhor, não houve gols no primeiro período.

O segundo período veio e os Canucks continuaram melhor até os 10 minutos. Brock Boeser abriu o placar para os Canucks após falha de Connor Carrick aos 02m59s. Os Leafs bem que tentaram, mas novamente não conseguiam vencer Markström!

Veio o terceiro período e o volume de jogo dos Leafs começou a melhorar, mas foram os Canucks que chegaram ao segundo gol aos 06m34s, com Sam Gagner, num powerplay. Quando tudo indicava uma derrota, os Leafs renasceram das cinzas e Auston Matthews marcou para os Leafs, desviando um chute de Zach Hyman aos 08m23s. Depois disso, a apenas um gol do empate, continuamos buscando o gol, que veio aos 12m37s, quando Morgan Rielly deu um passe alto para Tyler Bozak, que dominou o puck ainda na zona neutra e partiu no contra-ataque, sozinho contra Markström, que defendeu o primeiro chute, mas deu rebote, que foi aproveitado por Bozak mesmo, empatando o jogo! A sensação de poder empatar uma partida após estar perdendo por dois gols no terceiro período é muito boa, mas nós dois minutos finais os Canucks dominaram e se não fosse por Freddie, teriam vencido a partida.

Na prorrogação tivemos um lance inusitado quando os Canucks chutaram e o puck bateu numa trave de Freddie, depois na outra trave e saiu. Os jogadores chegaram a comemorar a vitória, mas após revisão, o puck não entrou e o gol não foi confirmado. A decisão viria mesmo no shootout, o segundo seguido dos Leafs.

Mais uma vez Auston Matthews abriu as cobranças e marcou o seu gol. Os Canucks empataram na segunda rodada, com Gagner. Mas Tyler Bozak marcou na terceira rodada e Freddie defendeu o chute dos Canucks, para garantir a vitória de virada!

Vitórias assim dão muita confiança à equipe, que deu a chance ao defensor Travis Dermott de ter seu primeiro jogo na NHL, oportunidade que não foi desperdiçada, pois Dermott marcou seu primeiro ponto, uma assistência.

A partida também teve um lance que retirou Chris Tanev, jogador dos Canucks, do jogo. Tanev acabou sendo acertado na boca por um puck, e não retornou mais. Aparentemente chegou a perder dentes nesse lance!

Hoje recebemos o Columbus Blue Jackets!

Go Leafs Goooooo

17/01/2017 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs 

quarta-feira, 18 janeiro 2017 Deixe um comentário

A equipe do Toronto Maple Leafs está muito bem neste momento da temporada e isso foi provado ontem recebendo a visita do Buffalo Sabres.

O primeiro período, apesar de ter o número de chutes à gol igualado, nove para cada equipe, viu os Sabres levarem vantagem no placar com um gol de Kyle Okposo aos 10m16s, após um erro de Frederik Andersen que simplesmente devolveu um puck controlado ao adversário, que não desperdiçou e abriu o placar. No último minuto do primeiro período, foi a vez de Evander Kane ampliar com um forte chute num contra-ataque aos 19m27s.

O segundo período viu os Leafs voltarem mais agressivos e Leo Komarov precisou de apenas 32s para diminuir a liderança dos Sabres no placar, vencendo Robyn Lehner depois de receber um passe de Nazem Kadri. Matt Martin empatou a partida aos 08m29s com um chute de um ângulo bem difícil, mas que passou por Lehner. E Auston Matthews marcou o gol da virada aos 09m45s, depois de Connor Brown vencer uma disputa atras do gol de Lehner, passar para Zach Hyman que passou para Matthews sozinho em frente ao gol! Nesse momento o técnico dos Sabres, Dan Bylsma, retirou Lehner da partida, substituindo-o por Anders Nilsson. Lehner não gostou, encarou o técnico, chegou ao banco de reserva e, enfurecido, jogou sua mascara no chão. Mesmo assim, uma fã que estava ao lado do banco o estava filmando e ele deu tchau para ela, se mostrando simpático! Hehehehehe

O terceiro período viu os Leafs ampliarem com um gol de James Van Riemsdyk aos 13m04s, comprovando que o powerplay dos Leafs está perigoso nessa temporada! Mesmo assim, os Sabres ainda conseguiram o terceiro gol antes do fim do jogo, com William Carrier, mas já não dava tempo para engrenar uma reação maior e o placar acabou em Buffalo 3 @ Leafs 4.

Nesta partida Morgan Rielly saiu contundido e não retornou ao gelo, o que pode ser uma preocupação para o técnico Mike Babcock. Com isso Jake Gardiner ficou quase 30 minutos no gelo, para cobrir a falta do companheiro. 

Go Leafs Gooooo

Amanhã, quinta-feira 19 de Janeiro, os Rangers, que perderam de nós na semana passada, nos farão uma visita! 

25/02/2016 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 26 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Buscando se aproximar da segunda vaga de Wild Card, hoje ocupada pelo Pittsburgh Penguins, o Carolina Hurricanes foi ao Air Canada Centre enfrentar o Toronto Maple Leafs. 

Os Leafs estão em meio a uma grande reconstrução e já negociou alguns de seus jogadores, com mais negociações ainda por vir até dia 29 de fevereiro, data limite de trocas na NHL. 

Os Leafs também anunciaram que dois de seus mais experientes jogadores ficarão fora de ação pelo restante da temporada: James Van Riemsdyk e Joffrey Lupul. A contusão de ambos não conseguirá ser totalmente curada a tempo de voltarem para essa temporada.

No gol dos Leafs, Jonathan Bernier fez uma ótima partida e foi decisivo em várias jogadas que poderiam ter deixado os Leafs em desvantagem no placar. Quem abriu o placar foi o time da casa, com Brad Boyes aproveitando um rebote de Cam Ward num chute de Morgan Rielly aos 10m12s, num powerplay para os Leafs após John-Michael Liles ter cometido penalidade. Liles se redimiu aos 16m01s, quando acertou um forte chute da linha azul, vencendo Bernier. 

Os Leafs jogaram muito melhor que os Hurricanes no primeiro período e levaram essa determinação para os outros. Josh Leivo marcou o segundo dos Leafs em um belíssimo contra-ataque. P.A. Parenteau partiu sozinho contra um defensor e Josh Leivo o acompanhou, recebeu o passe e colocou no fundo da rede aos 05m33s do segundo período. 

Para fechar a partida, os Leafs marcaram mais um, no terceiro período, aos 15m59s, desta vez marcado por P.A. Parenteau, um dos jogadores que podem receber o interesse de equipes ainda com possibilidade de disputar a Stanley Cup nessa temporada. Ele procura não pensar sobre isso, mas é quase certo que deverá ser trocado, já que possui contrato apenas por essa temporada. 

Os Leafs deixaram para trás uma sequência de 4 derrotas e vão à Montreal para enfrentar os Canadiens no sábado.

Go Leafs Gooooooo

13/01/2016 – Columbus Blue Jackets @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 14 janeiro 2016 Deixe um comentário

Após a viagem à Califórnia onde o Toronto Maple Leafs perdeu contra os Kings e os Sharks e venceu os Ducks, os Leafs voltaram para casa para jogar contra o Columbus Blue Jackets, que havia perdido os últimos cinco jogos.

Desta vez, James Reimer estava no gol dos Leafs e pelos Blue Jackets, Joonas Korpisalo, goleiro chamado da AHL, pois os dois goleiros titulares dos Blue Jackets estão contundidos. A partir deste jogo os Leafs estão sem James Van Riemsdyk, que teve uma fratura no pé e vai ficar fora do time pelo período de 6 a 8 semanas. Para seu lugar foi chamado Josh Leivo, que estava nos Marlies.

Os Leafs jogaram bem e dominaram o jogo em número de chutes a gol e domínio da partida, entretanto essa foi a noite de Korpisalo. O goleiro dos Blue Jackets simplesmente fechou o gol e negou todas as tentativas dos Leafs. 

O primeiro gol só veio no segundo período, quando Boone Jenner aos 15m08s, desviou um chute de Seth Jones, abrindo o placar. Os Leafs ainda viram Alexander Wennberg ampliar o placar aos 16m17s, se aproveitando de um rebote de Reimer.

Com dois gols de desvantagem no placar os Leafs retornaram ao terceiro período com “o puck entre os dentes” e desferiram 17 chutes ao gol de Korpisalo, contra apenas 5 dos Blue Jackets, mas Korpisalo parecia um goleiro veterano e somente aos 17m33s, Brad Boyes conseguiu vencer a muralha do goleiro de Columbus e jogar água fria na chance dele de obter seu primeiro shutout na NHL. Com apenas um gol de desvantagem no placar os Leafs retiraram Reimer, mas Dion Phaneuf não conseguiu controlar o puck e, pra evitar o gol dos Blue Jackets, cometeu uma penalidade (hooking), fazendo os Leafs perderem a vantagem numérica. No finalzinho, faltando apenas 0,9s, os Leafs saiam para o último ataque e o passe para trás acabou no taco do capitão dos Bkue Jackets, Brandon Dubinsky, que não desperdiçou o gol aberto dos Leafs. 

Os Leafs não jogaram mal, somente não conseguiram vencer o goleiro adversário que defendeu 41 chutes a gol na partida.

É deixar estas três derrotas seguidas para trás e correr atrás do prejuízo!

Go Leafs Gooooo

07/11/2015 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

segunda-feira, 09 novembro 2015 Deixe um comentário

Após a derrota na prorrogação para os Red Wings na noite anterior, os Leafs foram a Washington para enfrentar os Capitals.

Mais uma vez, James Reimer defendeu o gol dos Leafs, e Bradeb Holtby estava no gol dos Capitals.

Mal o jogo começou e Daniel Winnik acertou um belo chute e abriu o placar aos 02m36s. Parecia que os Leafs, apesar de terem jogado na noite anterior, conseguiriam comandar a partida. Logo após o gol, numa jogada normal, Daniel Winnik saiu do gelo com uma possível lesão no joelho, não retornando mais. 

No segundo período, durante um powerplay, Alexander Ovechkin empatou para os Capitals aos 04m51s. 

O terceiro período devolveu a liderança aos Leafs com um gol de James Van Riemsdyk, também em powerplay, aos 09m27s. O restante do período viu os Leafs se defendendo, tentando chegar à sua terceira vitória. Tudo estava bem até faltar 0,8s para acabar com a partida, quando Niklas Backstrom conseguiu marcar para os Capitals, para nosso desespero como torcedores dos Leafs. Eram apenas 0,8s para a vitória é deixamos o time da casa empatar.

Como a prorrogação terminou sem gols, a decisão foi levada para a disputa de pênaltis (Shootout). As três primeiras rodadas foram totalmente dominadas pelos goleiros que não permitiram um gol sequer. Mérito dos goleiros e falta de habilidade dos chutadores. Na quarta rodada, Ovechkin fez um belo gol, vencendo James Reimer e Nazem Kadri até fez um belo movimento, deslocando Holtby, mas não ergueu o puck, que acabou sendo defendido pela perna de Holtby, quando todos achavam que ia ser um gol certo. 

Foi mais uma derrota para os Leafs. Mais uma onde tínhamos tudo para vencer! Mas a equipe está ganhando entrosamento e parece melhorar o nível de jogo. Ainda falta um artilheiro aparecer, mas talvez isso demore. Mas com certeza estamos no caminho certo para voltar a ser a equipe que todos sonhamos e esperamos, a equipe que terá condições reais de disputar a Stanley Cup. 

Go Leafs Go

03/03/2015 – Toronto Maple Leafs @ Florida Panthers

quarta-feira, 04 março 2015 Deixe um comentário

Após duas derrotas por shutout, e pelo mesmo placar, 4 a 0, os Leafs vivenciaram um dia final de trocas muito nervoso para a equipe, com muitos rumores da saída de Dion Phaneuf e Phil Kessel, além de Joffrey Lupul, saídas que não se concretizaram. Depois de sacudir a poeira, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo em Sunrise, Flórida, contra o Florida Panthers. 

Os Panthers estão a apenas dois gols de empatar com os Bruins pela última vaga aos Playoffs da conferência Leste e precisam de cada vitória de agora em diante. E foi exatamente isso que o time buscou logo no começo da partida. Brandon Pirri marcou o seu nono gol em 12 partidas aos 19m42s do primeiro período, deixando o time da casa à frente no placar. O goleiro Roberto Luongo sentiu uma contusão no final do primeiro período e foi substituído por Al Montoya. 

No segundo período os Leafs chegaram ao empate com Tyler Bozak aos 04m40s durante um powerplay, mas Aaron Ekblad descontou para os Panthers, também em powerplay aos 13m12s. 

No início do terceiro período, Nazem Kadri marcou o gol de empate aos 00m22s de jogo e, na jogada, Brian Campbell, defensor dos Panthers acabou colidindo com Al Montoya. O goleiro backup dos Panthers precisou sair do gelo, também contundido. Esta situação paralisou o jogo já que os Panthers ficaram sem o goleiro titular e o reserva, até que o time decidiu convocar o treinador de goleiros Robb Tallas para se equipar e vestir. Talla se preparou, mas Montoya retornou para a partida, mesmo contundido. Peter Holland fez ótima jogada e acabou circulando o gol de Montoya para marcar de backhand, aos 05m28s, o gol que viria a ser o gol da vitória dos Leafs. Em entrevista posterior, Holland afirmou que, se Montoya não estivesse contundido, teria conseguido cruzar o gol para defender aquele chute, que foi dado com o gol totalmente aberto. Depois de alguns minutos, Roberto Luongo retornou ao gelo e terminou a partida.

Esse jogo demonstrou qual é o espírito de competição e de equipe na NHL e a vontade de se doar para que sua equipe vença uma partida. Ambos goleiros dividiram as responsabilidades de manterem-se no gelo, mesmo sem estarem 100%, não repassando a responsabilidade ao treinador de goleiros, Robb Tallas, que também se mostrou corajoso e disposto a fazer o necessário para auxiliar a equipe. Parabéns aos Panthers! 

Os Leafs saíram com a vitória depois de 16 derrotas seguidas jogando fora de casa! 

Go Leafs Gooooo

%d blogueiros gostam disto: