Arquivo

Posts Tagged ‘Columbus Blue Jackets’

Nick Foligno reforça ataque dos Leafs

domingo, 11 abril 2021 Deixe um comentário

No dia de hoje, 11/04/2021, o Toronto Maple Leafs anunciou a negociação que trouxe Nick Foligno, ex-capitão do Columbus Blue Jackets, para reforçar nossas linhas de ataque.

Foligno, de 33 anos, deixa o ataque dos Leafs mais completo e traz sua experiência para ajudar a equipe nos playoffs! O contrato dele com os Blue Jackets estava para terminar e a decisão foi feita com a intenção de Foligno ter a oportunidade de disputar a Stanley Cup com um time que tem condições reais de vencê-la este ano.

Deve ser uma contratação temporária, somente até o final desta temporada, pois os Leafs não têm espaço no teto salarial para manter o contrato dele, a não ser que ele aceite jogar por muito menos que seus mais de 5 milhões por temporada, e ele já tem uma ótima história em Columbus, onde joga nos últimos 7 anos e tem sido muito importante para a equipe e para a comunidade!

Para trazer Foligno, Kyle Dubas teve que fazer uma negociação envolvendo o Columbus Blue Jackets, que receberam uma escolha de primeira e uma de quarta rodada do Draft de 2021 para manter 50% do salário dele e uma de quarta rodada de 2022 para o San Jose Sharks, para que paguem mais 25% do salário dele. Na troca com os Sharks, os Leafs receberam Stefan Noese. Claro que tudo isso pois os Leafs estão com bem pouco espaço na folha salarial.

O importante é que ele estará disponível para os Leafs após cumprir com 7 dias de quarentena!

Aparentemente não teremos outras grandes alterações ou negociações antes do final do dia de amanhã, dia final de negociações (trade deadline), a não ser que ocorram trocas de jogadores do elenco, o que não penso ser muito provável.

Outro ponto que evitou outras negociações é o estado de saúde de Frederik Andersen que foi colocado na lista de contusões de longo prazo (LTIR), pois continua sem uma data para retorno de sua contusão e pode desfalcar os Leafs, inclusive nos playoffs. Se Andersen retorna para o elenco, os Leafs precisam de espaço no teto salarial para o salário dele.

Boas vindas a Nick Foligno, um jogador que se mostrou muito difícil de jogar contra, como vimos nos playoffs do ano passado! Que ele possa celebrar conosco a vitória da tão sonhada Stanley Cup, esse ano!

Ontem os Leafs trouxeram outro jogador dos Blue Jackets, mas que está contundido e só deve jogar nos playoffs, Riley Nash!

Go Leafs Gooooooo

31/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

segunda-feira, 03 novembro 2014 Deixe um comentário

Com apenas duas horas para o início da partida com os Blue Jackets, os Leafs receberam a notícia de que Joffrey Lupul poderia ter quebrado a mão após uma queda durante os treinos. Tal fato foi confirmado pelos exames médicos e Lupul ficará fora do elenco dos Leafs por tempo indeterminado. Esta notícia deu a Daniel Winnik a chance de jogar na primeira linha, na posição antes ocupada por Lupul, junto à Phil Kessel e Nazem Kadri.

Season_2014-15_Goalies_Game11Os Leafs dominaram a partida desde o início, pois os Blue Jackets estão com um grave problema com lesões em s us jogadores titulares. Atualmente oito deles estão contundidos, incluindo o goleiro Sergey Bobrovski. Com o time sendo obrigado e chamar muitos jogadores de sua equipe da AHL, a qualidade e postura da equipe fica prejudicada. Aos 15m28s do primeiro período, Phil Kessel se posicionou ao lado do gol de Curtis McElhinney, vindo por trás do gol, e o puck sobrou para ele chutar. Kessel chutou muito rápido e o defensor Fedor Tyutin bem que tentou salvar, mas seu patins desviou o puck quando ele já tinha cruzado a linha do gol. A jogada foi revista e o gol de Kessel foi validado.

No segundo período os Leafs aumentaram a vantagem com um gol de David Clarkson, que desviou o chute de Dion Phaneuf aos 12m13s, durante um powerplay para os Leafs.

Season_2014-15_Score_Game11Aos 02m38s do terceiro período, Kessel partiu no contra-ataque acompanhado por Kadri, em dois contra um. Kadri se posicionou bem e só esperou pelo passe de Kessel para marcar o terceiro dos Leafs na partida. Infelizmente Bernier não conseguiu manter o shutout e acabou tomando um gol de Cam Atkinson, se aproveitando de um rebote onde Bernier demorou para manter o puck seguro no gelo, próximo à seu corpo. Atkinson foi o mais rápido e empurrou o puck para o gol, por entre as pernas de Bernier aos 10m40s. Daniel Winnik ainda teve tempo de marcar o seu gol de número 50, na sua partida de número 500 na NHL, aos 16m27s, recebendo assistência de Phil Kessel.

Resultado final, Leafs 4, Blue Jackets 1. Esta foi a quarta derrota seguida dos Blue Jackets e os Leafs vem na ascendente da tabela, vencendo suas partidas e melhora do a cada jogo. Não havia muito tempo para celebrar, pois o time necessitava descansar e voltar pra casa para receber os sempre perigosos Chicago BlackHawks.

Go Leafs Goooo
Parabéns a Winnik que fez a diferença na partida e aproveitou a chance dada para jogar na primeira linha dos Leafs!

Daniel Winnik_500NHLGames

Leafs contratam Stephane Robidas e trazem de volta Leo Komarov

quarta-feira, 02 julho 2014 2 comentários

English: Dallas Stars defenceman Stephane Robi...

English: Dallas Stars defenceman Stephane Robidas during warm-up prior to a National Hockey League game vs. the Calgary Flames in Calgary. (Photo credit: Wikipedia)

MapleLeafs.com — Após tomar um gole d’água no início de sua conferência de imprensa, o gerente geral do Toronto Maple Leafs, Dave Nonis, tratou de agradecer todos os jogadores que fizeram parte do elenco da última temporada e que nos deixaram no primeiro dia de agentes livres.

“Eu quero agradecê-los pelo que eles tentaram fazer nos últimos 12 meses e desejo tudo de melhor para o futuro”, disse Nonis.

Tentaram pode ser a palavra mais importante depois que os Leafs foram de um status de quase certeza de participação nos playoffs para um colapso com uma seqüência de 8 derrotas. Daquele grupo de jogadores, Dave Bolland e Mason Raymond já deixaram a equipe, assinando contratos com o Florida Panthers e Calgary Flames respectivamente.

Para os Leafs vieram o defensor Stephane Robidas, que assinou um contrato de 3 anos pelo valor total de 9 milhões
de dólares, e o ala Leo Komarov, que assinou um contrato de 4 anos por 11.8 milhões de dólares, além de Matt Frattin, readquirido numa troca que enviou o ala Jerry D’Amigo aos Columbus Blue Jackets.

É a esperança de Dave Nonis que estes jogadores mudem os Leafs para o que o time foi na temporada encurtada pelo lockout em 2013, quando eles chegaram aos playoffs.

“O nível competitivo que tínhamos dois anos atrás, eu creio que estava próximo do topo do nível de toda a liga”, disse Nonis.

Robidas com 37 anos traz 885 jogos de experiência para Toronto, além de chutar com a mão direita. Ele quebrou a perna nos playoffs, jogando pelo Anaheim Ducks mas já começou a patinar na semana passada e espera estar pronto para o primeiro dia do training camp.

Komarov retorna para os Leafs após um ano no Dynamo Moscow da KHL, onde teve quatro gols e cinco assistências em 42 jogos na temporada, mas o finlandês de 27 anos com certeza terá uma atuação maior em Toronto.

“Leo tem potencial para fazer muito mais do que a dois anos atrás”, disse Nonis, que se encontrou com Komarov na Finlândia e deixou claro que ele não será um jogador de quarta linha, jogando apenas 6 minutos por jogo.

O retorno de Komarov pode ajudar a preencher a lacuna deixada pela saída de Dave Bolland, que assinou por cinco anos com o Florida Panthers por 27.5 milhões de dólares. Os Leafs estiveram muito perto de trazê-lo de volta, mas não conseguiram cobrir a oferta dos Panthers.

Raymond também recebeu uma oferta melhor do que os Leafs estavam dispostos a pagar: três anos e 9.5 milhões de dólares dos Calgary Flames. Ficar mais próximo de casa também foi um fator considerado por Raymond

Nota — Nonis disse que se uma troca para o agente livre restrito James Reimer for posta à mesa e fizer sentido para a equipe, os Leafs a considerariam, mas que ele pode este de volta aos Leafs na próxima temporada. O processo de contratação do Staff técnico para auxiliar Randy Carlyle ainda está caminhando.

03/03/2014 – Columbus Blue Jackets @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 05 março 2014 Deixe um comentário

Apesar de termos ganhado dois pontos nos últimos dois jogos, estes pontos vieram de derrotas na prorrogação e precisávamos voltar a vencer. O próximo adversário foi o Columbus Blue Jackets, visitando o Air Canada Centre.

Infelizmente os Leafs não jogaram bem e deixaram o time visitante levar a vitória, a terceira da temporada contra os Leafs. Nas três vezes em que os times se enfrentaram, foram três derrotas para os Leafs.

Os Leafs jogaram melhor no primeiro período, mas não conseguiram vencer Sergei Bobrovski. O período acabou sem gols.

O segundo período viu os Leafs simplesmente estacionarem, dando somente cinco chutes a gol. Foi nesse período que os Blue Jackets conseguiram abrir dois gols de vantagem com Dalton Prout aos 09m44s e Artem Anisimov aos 12m38s. Apesar de toda a determinação de James Reimer, em seu primeiro jogo após janeiro, não foi possível defender os chutes que levaram aos gols dos Blue Jackets.

No terceiro período os Leafs até que tentaram, mas foram parados por Bobrovski, exceto num chute de Mason Raymond aos 15m45s.

Ao final, os Leafs sofreram mais uma derrota. A terceira seguida sofrida pelo time de Toronto que parece estar totalmente dependente da produção da primeira linha formada por Kessel, JVR e Bozak. Mason Raymond marcou, mas a linha formada por ele não vem produzindo com frequência.

Hoje temos um jogo contra os Rangers em New York. Está na hora de voltar a vencer!

Go Leafs Gooooooo

25/11/2013 – Columbus Blue Jackets @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 26 novembro 2013 2 comentários

Este jogo deve ser simplesmente apagado da memória, tanto da torcida quanto dos jogadores dos Leafs. Não conseguimos jogar nada e, segundo Randy Carlyle, não conseguimos entrar no jogo. Todo puck parecia passar à frente do nosso taco, ou por cima, ou nossos passes iam em direção aos nossos pés e não ao taco. Todo puck que sobrava, não sobrava em nossa direção. O Columbus Blue Jackets “passou o caminhão” nos Leafs! Foi o pior jogo da equipe nesta temporada, no Air Canada Centre e nem mesmo o retorno de Tyler Bozak trouxe a energia necessária à equipe. 20131125_Blue Jackets@Leafs_Banner

Já no primeiro período, aos 10m18s, Cam Atkinson abriu o placar e apenas 20s depois, RJ Umberger aumentou para 2×0 Blue Jackets.

A mesma coisa ocorreu no segundo e terceiro períodos com gols de Jack Skille aos 03m07s, Ryan Murray em powerplay aos 06m25s, duplicando a vantagem do time visitante no segundo período e finalizando com 2 gols de Ryan Johansen no terceiro, sendo um deles no powerplay.

20131125_Blue Jackets@Leafs_ScoreJames Reimer não esteve bem nesta noite e após o jogo deu uma entrevista dizendo que sentia muito pela derrota, mas que tem jogos em que sua performance não consegue dar o resultado esperado, apesar de toda sua aplicação e esforço. Ontem não foi a noite dele, que ajudou os Leafs a vencerem no shootout no jogo anterior. Após o sexto gol e faltando pouco mais de 8m de jogo, Reimer foi retirado para a entrada de Jonathan Bernier, que defendeu o único chute que foi dado ao gol dos Leafs neste período.

O terceiro período viu Dion Phaneuf dar um forte tranco em Artem Anisimov, na zona neutra. Foi um tranco de ombro contra ombro, mas os árbitros deram uma penalidade por contato ilegal com a cabeça, o que olhando o replay, não aconteceu. Neste powerplay, os Blue Jackets marcaram o sexto gol. Anisimov deixou o gelo sentindo dores no ombro e pode ter se contundido pelo forte impacto do contato com Phaneuf.

Outro jogador que pode ter se contundido na partida foi Joffrey Lupul, que deixou o gelo no segundo período sentindo dores em uma de suas pernas (algum problema no tendão, pelo que entendi) e não retornou mais.

Os Leafs iniciam uma seqüência de três jogos fora de casa e precisam deixar esta derrota para trás!

Go Leafs Goooooooo

%d blogueiros gostam disto: