Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Steve Mason’

Toronto Maple Leafs @ Winnipeg Jets – 04/10/2017 – Season Opener 

quinta-feira, 05 outubro 2017 Deixe um comentário

Para começar a temporada regular 2017-18, os Leafs foram visitar seus rivais canadenses de Winnipeg, os Jets. 

O jogo estava simplesmente eletrizante no início do primeiro período, mas o Toronto Maple Leafs pecava ao cometer penalidades. Uma delas foi cometida por Leo Komarov e eu nunca havia visto esse tipo de penalidade antes: “Equipment Violation”. Leo estava com o capacete mas sem que a trava estivesse afivelada. Apesar das penalidades a equipe e Frederik Andersen se mantiveram fortes na defesa e evitaram todas as tentativas do Winnipeg Jets de abrir o placar. Aos 15m45s, Nazem Kadri venceu Steve Mason, num powerplay, para abrir o placar e marcar o primeiro gol da temporada da NHL. James Van Riemsdyk ampliou aos 17m40 e William Nylander chutou num gol aberto, após receber um passe de Jake Gardiner que enganou toda a defesa dos Jets, aos 18m23s. Steve Mason estava olhando para o outro lado, buscando encontrar quem estava com o puck e quando se deu conta que Nylander o tinha, foi tarde demais.

Com três a zero no placar os Leafs seguiram confiantes no segundo período e Patrick Marleau marcou seu primeiro gol em temporada oficial pelos Leafs após receber um passe de Auston Matthews que o deixou sozinho contra Mason, aos 08m32s. Foi um belo gol de Marleau, que driblou Mason para marcar seu gol de número 509 na carreira na NHL.

O terceiro período ainda viu os Leafs ampliarem o placar com mais um gol de Marleau aos 36s, fazendo os Jets retirarem Steve Mason e o substituírem por Connor Hellebuyck. Mitch Marner também marcou o seu aos 08m07s, num powerplay. Os Jets só chegaram a marcar aos  11m31s com seu capitão, Mark Scheifele, após receber passe de Patrick Laine. Os Leafs estavam tão bem na partida que não deixaram os Jets acharem momento e marcaram o sétimo gol da noite aos 11m57s, com Auston Matthews. E os Jets fecharam o placar de 7 a 2 com um gol de  Mathieu Perrault aos 12m57s. 

Cada uma das jovens estrelas dos Leafs marcou seu gol na noite: Marner, Matthews e Nylander. E também tivemos dois gols de Patrick Marleau em seu jogo de estreia! 

Andreas Borgman jogou bem na sua estreia na NHL e marcou um ponto numa assistência no gol de Auston Matthews. 

Uma vitória fora é sempre bem vinda e começar a temporada com um placar de 7 a 2 é realmente muito bom!

O próximo jogo será no sábado, contra o New York Rangers, no Air Canada Centre, no chamado “Home Opener”. 

Go Leafs Gooooooo

Anúncios

11/11/2016 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

sábado, 12 novembro 2016 Deixe um comentário

Na noite onde as celebridades do mundo do Hockey, que farão parte do Hall da Fama do Hockey (Hockey Hall of Fame), foram homenageados no Air Canada Centre, dentre eles, Eric Lindros e Pat Quinn, o Toronto Maple Leafs recebeu o Philadelphia Flyers.

Lindros jogou pelos Flyers e também pelos Leafs! Pat Quinn foi um defensor dos Leafs, mas foi mais conhecido como técnico da equipe na era Sundin. 

No gol dos Leafs, Frederik Andersen, buscando recobrar a confiança e performance que teve nos Ducks e pelos Flyers, Steve Mason.

Os Leafs abriram o placar com Nazem Kadri aos 02m54s numa linda jogada onde ele interceptou um passe dos Flyers e partiu sozinho contra Mason. Os Flyers conseguiram se recuperar com um gol de Wayne Simmonds aos 03m59s, em powerplay, e Travis Konecny colocou os Flyers à frente aos 04m25s. Somente ao final do primeiro período, Morgan Rielly conseguiu empatar o jogo num powerplay para os Leafs, aos 19m08s.

Para o desespero dos Leafs, Wayne Simmonds colocou os Flyers à frente aos 02m53s com os Leafs em powerplay (vantagem numérica). 

O que os Flyers não esperavam é que os Leafs voltariam inspirados para o último período. Martin Marincin empatou com um chute fortíssimo da linha azul aos 04m03s. Zach Hyman marcou o gol que deu a vitória aos Leafs aos 08m34s. Leo Komarov marcou seu primeiro gol da temporada aos 11m32s, shorthanded (enquanto os Flyers estavam em vantagem numérica) e Mitch Marner fechou o placar em 6 a 3, com um gol aos 16m17s.

Mitch Marner marcou cinco pontos na noite e Morgan Rielly marcou quatro!!

Ótima vitória dos Leafs que nem tiveram tempo de comemorar, pois jogam hoje contra os Penguins em Pittsburgh.

Go Leafs Goooo

20/02/2016 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 22 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Os Leafs, após a derrota para os Rangers, receberam a visita do Philadelphia Flyers com Jonathan Bernier no gol, contra Steve Mason. 

O jogo começou muito bem para o Toronto Maple Leafs, que abriu o placar com Shawn Matthias em sua primeira atuação da noite no gelo, aos 01m29s. Os Leafs continuaram pressionando até por volta dos 07m00s, quando começaram a jogar realmente mal. Essa queda de qualidade proporcionou as chances que os Flyers acabaram por aproveitar. Aos 08m56s, Sam Gagner empatou para os Flyers. Apenas 39s depois os Flyers viraram o placar com um gol de Jakub Voracek aos 09m35s.

O ataque dos Flyers estava muito bem na noite e Brayden Schenn encontrou o caminho do gol de Bernier aos 00:57s do segundo período, vencendo Bernier por sobre a luva. Este gol acabou por retirar Bernier da partida, trazendo ao gol dos Leafs, James Reimer. Finalmente parece que as coisas melhoraram para os Leafs e aos 11m57s, Nick Spaling marcou seu primeiro gol pelos Leafs com uma assistência de Nazem Kadri. 

Kadri, aliás, estava jogando muitíssimo bem na noite e o gol de empate foi todo criado em uma jogada onde Kadri conduziu o puck a partir da zona defensiva dos Leafs, passou por três jogadores dos Flyers e, no último segundo, passou para Peter Holland marcar o gol de empate, aos 03m16s do terceiro período. Esse gol trouxe ainda mais energia aos Leafs que, logo após um gol anulado dos Flyers por interferência em Reimer, marcou o quero gol, aos 04m32s, com Byron Froese. Os Flyers chegaram a trocar o goleiro, pois Steve Mason sentia dores, e quem passou a defender o gol dos Flyers foi Michal Neuvirth. Infelizmente os Flyers chegaram ao gol de empate com Matt Read aos 05m04s, levando a decisão à prorrogação, que terminou em apenas 29s, quando os Flyers se aproveitaram de um contra-ataque e Shayne Gotisbehere deu o gol da vitória ao time visitante.

Os Leafs jogaram bem, e continuam demonstrando que jogam pela vitória até o fim, muito diferente das últimas temporadas. Esse é o jeito Babcock de jogar e, com certeza, vai trazer muitas alegrias em um futuro próximo!

Go Leafs Gooo

19/01/2016 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

quarta-feira, 20 janeiro 2016 Deixe um comentário

Tentando espantar a má fase o Toronto Maple Leafs foi à Philadelphia enfrentar os Flyers, que não perdiam uma partida no tempo regular a sete jogos! 

As equipes encontram-se em fases totalmente opostas mas os Leafs vêm perdendo jogos devido a detalhes. O esforço e raça emitem estado presente nos Leafs, mas a equipe não tem brilhado, especialmente no ataque.

No gol dos Leafs, James Reimer fez uma ótima partida, defendendo muitos chutes e mantendo os Leafs no jogo e, pelo Philadelphia Flyers, Steve Mason também fez o que pode. 

No início do jogo os Leafs simplesmente foram dominados pelos Flyers e a diferença em chutes a gol chegou ao patamar de 11 a 1 para o time da Phildelphia. Aos 11m06s, Matt Read abriu o placar para os Flyers num powerplay. Só então parece que os Leafs acordaram e, aos 13m19s, num contra-ataque, Roman Polak conseguiu visualizar a jogada e o espaço aberto na defesa dos Flyers e se aproveitou de um rebote de Steve Mason para empatar a partida. Foi uma ótima jogada de Roman Polak! 

Joffrey Lupul, que não marcava gols a 12 partidas, voltou a marcar aproveitando um passe com o patins dado por Dion Phaneuf. Lupul estava na hora certa no local certo e não desperdiçou, colocando os Leafs à frente do placar aos 15m10s do segundo período.

Após cinco derrotas consecutivas, estar à frente no placar é algo motivador para os Leafs e eles mantiveram a pressão sobre os Flyers no terceiro período, até que aos 12m59s, Shaybe Gotisbehere fez uma excelente jogada e conseguiu bater Reimer, empatando o jogo. Os Leafs chegaram a marcar o terceiro, com Peter Holland, mas a revisão da jogada identificou que ele entrou na zona de ataque dos Leafs impedido, o que acabou invalidando o gol. Mesmo assim as equipes foram ao ataque e tanto Mason quanto Reimer tiveram trabalho. Faltando apenas 7,5s para o término do período, Matt Hunwick acertou um forte chute que desviou no joelho de Michael Del Zotto e tirou qualquer chance de Steve Mason defender. Foi o gol da vitória dos Leafs que encerraram a sequência de cinco derrotas!

Go Leafs Gooooo

02/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

quinta-feira, 03 outubro 2013 Deixe um comentário

Como foi bom começar a temporada com uma vitória! Especialmente contra o Montreal Canadiens! Mas não houve tempo para ficar comemorando, pois tão logo o jogo acabou, o time viajou para a Philadelphia para enfrentar os Flyers, jogo que foi transmitido ao vivo pelo canal ESPN+, com narração de Everaldo Marques e comentários de Thiago Simões (#NHLna ESPN).

A mais nova estrela dos Flyers é Vincent Lecavalier, após todos os seus anos como capitão do Tampa Bay Lightning.

No gol pelos Leafs foi a vez de Jonathan Bernier ter suas habilidades colocadas em teste. Pelos Flyers, Steve Mason.20131002_Leafs@Flyers_Banner

O jogo começou com os Leafs basicamente se defendendo enquanto os Flyers exerciam muita pressão. O fato de ter jogado na noite anterior, enquanto os Flyers jogavam seu primeiro jogo da temporada, com certeza influenciou. Mas o ataque dos Flyers encontrou uma muralha em Jonathan Bernier e, somente aos 19m53s, num powerplay para o time da casa, numa penalidade cometida por James Van Riemsdyk, Brayden Schenn conseguiu abrir o placar.

20131002_Leafs@Flyers_ScoreO segundo período foi como o primeiro. Os Leafs praticamente rifavam o puck ao ataque e, então os Flyers retornavam para o ataque. Entretanto, aos 17m06s, num contra-ataque, Dion Phaneuf chutou e Mason permitiu o rebote, que encontrou Phil Kessel em frente ao gol, pronto para marcar o gol de empate. Kessel não desperdiçou. Quando parecia que o período terminaria empatado, Paul Ranger, que aliás jogou muito bem, cometeu uma penalidade em Wayne Simmonds, que partia em velocidade, sozinho, contra Bernier. Os Flyers tiveram um Penalty Shot, cobrada por Simmonds e defendida por Bernier, mantendo o empate.

O terceiro período mal tinha começado e aos 02m30s, Dave Bolland recebe um passe de Lupul, que estava atrás do gol dos Flyers, e marca o gol da virada dos Leafs! Realmente a equipe parece ter a paciência necessária para, apesar de criar menos chances de gol, aproveitá-las. Numa jogada onde Mark Fraser e Brayden Schenn disputavam o puck, o jogador dos Flyers, ex-Leafs, Jay Rosehill, desferiu um forte tranco em Fraser, mas Colton Orr estava atento e defendeu o defensor dos Leafs, dando um belo tranco (check) em Rosehill que caiu e começou uma briga com Orr. Rosehill ficou furioso e ambos foram para o banco de penalidades. No finalzinho do período, os Flyers tentaram obter mais chances de gol, retirando Steve Mason e colocando um jogador de linha a mais no gelo, porém numa roubada do puck, Joffrey Lupul ia ganhar condições de chutar no gol vazio dos Flyers, quando Kimmo Timonen o impediu de maneira faltosa. Os Flyers perderam a vantagem numérica no gelo, permitindo um powerplay aos Leafs, que aproveitaram para marcar o terceiro com com Dave Bolland, segundo gol da noite, após duas tentativas defendidas por Steve Mason, num chute quase sem ângulo! Segundo jogo e segunda vitória dos Leafs!!

Começamos a temporada com o patins direito! Nosso próximo jogo será o primeiro em casa, em frente à nossa apaixonada torcida! E será no sábado, dia de Hockey Night in Canada! Nosso adversário, nosso arquirrival de conferência e de província, o Ottawa Senators! Sim!! Iniciaremos a temporada em casa com uma Batalha de Ontario!

Quanto à outra batalha ocorrendo na equipe, entre James Reimer e Jonathan Bernier, creio que quem saí ganhando é o time dos Leafs, que acaba tendo dois excelentes goleiros, com ótimas atuações, e pode se utilizar deles da melhor forma possível! Se ambos continuarem jogando assim, talvez não necessitemos de um goleiro titular, podemos mantê-los em revezamento contínuo, sem queda alguma de qualidade!

Isso, somente Randy Carlyle poderá nos responder!

Bom descanso guerreiros Azuis e Brancos! Até a Batalha de Ontario!

Go Leafs Gooooooooooooooooo

03/11/2011 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

sexta-feira, 04 novembro 2011 2 comentários

Que maravilha … vencemos os Devils e já fomos à Columbus jogar contra o time de nada mais nada menos que Rick Nash e Steve Mason! Os Blue Jackets estão mal neste começo de temporada então seria um jogo onde, provavelmente os Leafs teriam alguma vantagem, mas jogar na casa do adversário é sempre complicado.

Neste jogo, Ron Wilson decidiu pela manhã que o goleiro dos Leafs seria Ben Scrivens, mas não divulgou à imprensa para não colocar pressão em Scrivens, antes de seu primeiro jogo na NHL.

Os Leafs começaram o jogo bem e Scrivens se mostrou sólido no gol. Aos 06m09s, Joey Crabb abre o placar! Não, eu não escrevi errado e nem me enganei com o jogo de ontem, contra os Devils. Joey Crabb abriu o placar novamente, desta vez com um belo chute por sobre o ombro de Steve Mason. Ainda no primeiro período, os Leafs aumentariam a vantagem, faltando apenas 15s para terminar o período, quando Clarke MacArthur próximo ao círculo de face-off à esquerda de Mason, chutou e o goleiro do Columbus aceitou. A torcida em Columbus já começou a vaiar Mason, afinal foi um gol que ele facilmente poderia ter defendido.Os Leafs chutaram somente 4 vezes ao gol, marcando em 2 oportunidades, enquanto os Blue Jackets exigiram 11 defesas de Ben Scrivens.

Mal começou o segundo período e Jean-Michael Liles marcou mais um para os Leafs, aos 50s. Os Blue Jackets tentavam com muito esforço buscar uma recuperação mas eram sempre parados por Scrivens ou pela defesa dos Leafs e, aos 05m31s Clarke MacArthur marca o seu segundo gol. Aliás MacArthur tem tido ótimos jogos ultimamente. Neste momento, Steve Mason deixa o gelo e é substituído por Allen York. Somente aos 11m20s, os Blue Jackets conseguiram um gol de honra, numa jogada bem feia, para ser sincero, onde o puck foi passado para Ryan Johansen, que estava quase sobre Ben Scrivens, disputando o puck com um defensor dos Leafs e ele conseguiu desviar para dentro do gol. Mais uma vez o time da casa chutou mais ao gol, mas não conseguiu marcar. Ben Scrivens fez 13 defesas nos 14 chutes recebidos no período. os Leafs tiveram 10 chutes ao gol dos Blue Jackets.

O terceiro período ainda viu os Leafs também darem somente 4 chutes ao gol de York, mas Ben Scrivens defendeu todos os 14 chutes dos Blue Jackets, garantindo a vitória dos Leafs.

Amanhã, sábado 05 de Novembro, os Leafs jogam em casa contra os Bruins e vamos tentar dar o troco na derrota sofrida em Boston, por 6 a 2.

Que início de temporada para os Leafs! O time parece estar bem estável, sem altos e baixos, com jogadores chave como Kessel, Lupul, MacArthur e Grabovski jogando bem, e com os goleiros todos mantendo bom nível de jogo.

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: