Arquivo

Posts Tagged ‘Shawn Matthias’

Shawn Matthias foi negociado com o Colorado Avalanche

segunda-feira, 22 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Na tarde desse domingo, 21/02/2016, o Toronto Maple Leafs divulgou a negociação realizada com o Colorado Avalanche onde Shawn Matthias, que tinha contrato somente até o final desta temporada, foi enviado ao Colorado Avalanche, em troca do jovem atacante, Colin Smith e de uma escolha de quarta rodada do draft deste ano. 

Desta forma os Leafs agora possuem 12 escolhas no draft de 2016. 

Matthias jogou no Florida Panthers, Vancouver Canucks e estava a dois anos nos Leafs. 

Colin Smith é um central que possui 54 pontos em sua atual temporada com o San Antonio Rampage, time da AHL, afiliado aos Avalanche. É um jogador que será enviado aos Marlies para fortalecer ainda mais a equipe.

Obrigado Shawn Matthias por seu tempo nos Leafs. Que sua função nos Avs te dê a chance de você desenvolver todo seu potencial e obter os resultados esperados. 

Boa sorte e seja bem-vindo Colin Smith!

Go Leafs Go

20/02/2016 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 22 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Os Leafs, após a derrota para os Rangers, receberam a visita do Philadelphia Flyers com Jonathan Bernier no gol, contra Steve Mason. 

O jogo começou muito bem para o Toronto Maple Leafs, que abriu o placar com Shawn Matthias em sua primeira atuação da noite no gelo, aos 01m29s. Os Leafs continuaram pressionando até por volta dos 07m00s, quando começaram a jogar realmente mal. Essa queda de qualidade proporcionou as chances que os Flyers acabaram por aproveitar. Aos 08m56s, Sam Gagner empatou para os Flyers. Apenas 39s depois os Flyers viraram o placar com um gol de Jakub Voracek aos 09m35s.

O ataque dos Flyers estava muito bem na noite e Brayden Schenn encontrou o caminho do gol de Bernier aos 00:57s do segundo período, vencendo Bernier por sobre a luva. Este gol acabou por retirar Bernier da partida, trazendo ao gol dos Leafs, James Reimer. Finalmente parece que as coisas melhoraram para os Leafs e aos 11m57s, Nick Spaling marcou seu primeiro gol pelos Leafs com uma assistência de Nazem Kadri. 

Kadri, aliás, estava jogando muitíssimo bem na noite e o gol de empate foi todo criado em uma jogada onde Kadri conduziu o puck a partir da zona defensiva dos Leafs, passou por três jogadores dos Flyers e, no último segundo, passou para Peter Holland marcar o gol de empate, aos 03m16s do terceiro período. Esse gol trouxe ainda mais energia aos Leafs que, logo após um gol anulado dos Flyers por interferência em Reimer, marcou o quero gol, aos 04m32s, com Byron Froese. Os Flyers chegaram a trocar o goleiro, pois Steve Mason sentia dores, e quem passou a defender o gol dos Flyers foi Michal Neuvirth. Infelizmente os Flyers chegaram ao gol de empate com Matt Read aos 05m04s, levando a decisão à prorrogação, que terminou em apenas 29s, quando os Flyers se aproveitaram de um contra-ataque e Shayne Gotisbehere deu o gol da vitória ao time visitante.

Os Leafs jogaram bem, e continuam demonstrando que jogam pela vitória até o fim, muito diferente das últimas temporadas. Esse é o jeito Babcock de jogar e, com certeza, vai trazer muitas alegrias em um futuro próximo!

Go Leafs Gooo

04/02/2016 – New Jersey Devils @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 05 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Antes de iniciar uma viagem com cinco jogos na agenda o Toronto Maple Leafs recebeu o New Jersey Devils no Air Canada Centre.

Este jogo foi marcado por diversos números: 1000 jogos como técnico para Mike Babcock, 800 jogos de Dion Phaneuf na NHL, assim como 700 jogos de Joffrey Lupul e 300 de Nazem Kadri! 

No gol dos Leafs estava James Reimer, que parece ter se garantido como o goleiro número um dos Leafs, e pelos Devils, Keith Kinkaid.

O jogo foi muito disputado o tempo todo e as equipes não conseguiam sobrepujar a outra na determinação e aplicação táticas. Quem abriu o placar foi Jacob Josefson aos  04m16s do primeiro período, num powerplay, recebendo um passe de David Schlemko e chutando forte. O puck ainda resvalou na luva de James Reimer e foi pro fundo da rede dos Leafs. Numa jogada bem armada, logo após o término de um powerplay para os Leafs, P.A. Parenteau, Tyler Bozak e Shawn Matthias trocam passes e Matthias consegue desviar o puck, que ainda pegou no patins de um defensor dos Devils e empatou a partida.

A disputa continuou e no terceiro período David Schlemko colocou os Devils mais uma vez à frente do placar aos 06m27s. Os Leafs, mais uma vez, precisavam correr atrás do prejuízo. Foi Mike Babcock que, decidindo retirar Reimer aos 17m48s, iniciou a ação que terminou com um gol de Tyler Bozak, apenas 6s depois, aos 17m54s, após receber um excelente passe de Peter Holland e chutar de primeira, vencendo Kinkaid e empatando a partida. 

Não houve qualquer alteração de placar na prorrogação, mesmo com boas chances para as equipes. Kinkaid fez uma excelente defesa num contra-ataque dos Leafs, levando a decisão aos pênaltis. 

A cobrança de pênaltis, conhecida como Shootout, somente viu P.A. Parenteau marcar, dando a vitória aos Leafs!

Mais uma vez a equipe mostrou que não se incomoda de estar atrás no placar e que tem raça e determinação para mudar o destino da partida e dos pontos em jogo! 

Go Leafs Gooooooo

16/01/2016 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

segunda-feira, 18 janeiro 2016 Deixe um comentário

Nem bem haviam se recuperado da derrota em casa para os Blackhawks e os Leafs foram até Boston, enfrentar o Boston Bruins, tentando não perder pela quinta vez consecutiva.

Mal o jogo começou e Patrick Bergeron recebeu um excelente passe de Torey Krug, sozinho na Blue Line, o que gerou um contra-ataque onde Bergeron venceu Jonathan Bernier aos 45s de jogo. Como já está sendo de praxe, os Leafs não se deram por vencidos e correram atrás do prejuízo. Aos 04m31s, Leo Komarov se aproveita de um rebote de Tuuka Rask e marca o gol de empate. 

No segundo período, novamente nos segundos iniciais, Bergeron marca mais um para os Bruins, o seu segundo gol da noite, aos 39s. Mais uma vez os Leafs ficaram atrás no placar e tiveram que focar no empate, que veio aos 17m16s, com um gol de Shawn Matthias. 

Quem acabou por definir a partida foi Brad Marchand, faltando apenas 47s para o final do terceiro período. Foi o golpe de misericórdia dado nos Leafs, que haviam jogado bem e mesmo cansados pelo jogo da noite anterior, tiveram uma performance aceitável diante dos Bruins. Infelizmente já não havia mais tempo para qualquer reação e os Leafs amargariam a quinta derrota consecutiva.

Esse é o tipo de dor que Mike Babcock comentou quando aceitou vir para os Leafs. O processo de renovação está sendo realizado, mas precisa de tempo para mostrar resultados.

Go Leafs Goooo

14/11/2015 – Vancouver Canucks @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 16 novembro 2015 2 comentários

O Toronto Maple Leafs parece ter encontrado o caminho da vitória! No sábado, 14/11/2015, receberam a visita do Vancouver Canucks e venceram pelo terceiro jogo seguido! 

James Reimer continua com uma boa performance no gol dos Leafs e foi mantido para essa partida.

Os Leafs abriram o placar com um gol de James Van Riemsdyk aos 08m23s do primeiro período e PA Parenteau aumentou a vantagem aos 08m51s do segundo período. Os Leafs pareciam controlar a partida, mas Michael Grabner teve a chance de marcar o terceiro gol dos Leafs num penalty show, mas Ryan Miller defendeu e deu uma motivação à equipe de Vancouver. Aos 16m33s, Jannik Hansen marca o primeiro gol do time visitante.

No terceiro período vimos as duas equipes não se renderem. Shawn Matthias marcou o seu primeiro gol na sua ex-equipe aos 01m49s e disse que a sensação é muito boa!  Jannik Hansen chegou a marcar um gol próximo dos 04m30s que acabou sendo anulado após revisão por vídeo. O jogador acabou por fazer um movimento de chute ao desvia o puck para o gol com a lâmina dos patins. Num powerplay para os Canucks, aos 10m36s, Alexander Burrows marcou o segundo dos Canucks. Foi a vez então de Joffrey Lupul marcar aos 16m13s, numa jogada em que Mikker fez duas ótimas defesas, mas não conseguiu segurar o puck. Um jogador dos Leafs acabou sendo empurrado para o crease de Miller, atrapalhando o goleiro, mas após a decisão por vídeo o gol foi validado. Faltando apenas 2 segundos para o término do jogo os Canucks marcaram mais um gol, que após revisão também veio a ser anulado pois a equipe havia ido ao ataque com um jogador impedido. Dessa forma os Leafs chegaram a sua terceira vitória seguida e agora possuem cinco na temporada! 

Parece que a equipe está entrando nos eixos!

Go Leafs Go

%d blogueiros gostam disto: