Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Michal Neuvirth’

18/01/2018 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

sexta-feira, 19 janeiro 2018 Deixe um comentário

Os torcedores dos Leafs não estão conseguindo entender o que está acontecendo com a equipe. Após três derrotas seguidas, por apenas um gol de diferença, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo no Wells Fargo Center, contra o Philadelphia Flyers.

Este foi um jogo comemorativo para os Flyers, que retiraram o número 88, de Eric Lindros, numa cerimônia antes da partida onde fizeram varias homenagem a este grande jogador que passou a maior parte de sua carreira na equipe! Foi uma homenagem mais que merecida à Lindros, que sofreu com concussões, mas era um jogador muito forte e que até chegou a jogar nos Leafs por uma ou duas temporadas no final da sua carreira! Parabéns Eric Lindros!

O jogo estava simplesmente alucinante, com ambas equipes buscando o gol e os goleiros, Michal Neuvirth e Frederik Andersen defendendo ótimos chutes!

Para a alegria dos Leafs, Connor Brown conseguiu um contra-ataque e marcou para a equipe de Toronto, pela segunda vez em dois jogos, aos 12m57s do segundo período. Menos de um minuto depois, aos 13m25s, Frederik Gauthier marcou o seu primeiro gol na NHL, colocando os Leafs a confortáveis dois gols de vantagem. Aliás, foi o melhor jogo de Gauthier até agora, com muita vontade e aplicação no gelo!

Não sei dizer se foi esse conforto que fez os Leafs tirarem o pé do acelerador no terceiro período, mas Mitch Marner cometeu mais um erro, o segundo em dois jogos, e permitiu a Nolan Patrick marcar o primeiro gol dos Flyers aos 01m33s. Marner controlava o puck e Andersen não considerou a chance de Patrick usar seu taco para chutar o gol, uma vez que Marner estava levando o puck ao ataque. Resultado, Freddie não se posicionou e levou o gol em um lance inesperado e oportunista de Patrick. Aos 03m25s, com os Leafs em powerplay, novo erro onde 4 jogadores avançaram demais na zona de defesa dos Flyers, deu a chance de um contra-ataque em 2 contra 1 que Wayne Simmonds não desperdiçou. Freddie jogou novamente de forma espetacular e vem sendo nosso melhor jogador já a muito tempo! Se não fosse por ele, teríamos perdido no tempo regular!

Começou a prorrogação e Mike Babcock colocou Matthews, Nylander e Gardiner no gelo. No primeiro lance, faltou pouco para Auston Matthews marcar, mas os Flyers saíram no contra ataque, no 2 contra 1, mas quase 2 contra 2, pois Nylander vinha chegando em Travis Konecny, que tinha o puck dominado. Make Gardiner deveria cobrir o segundo jogador dos Flyers, para que ele não recebesse o passe e essa seria o posicionamento natural e básico aprendido por todo jogador de hóquei quando criança, mas ele decidiu vir para perto de Nylander. Konecny conseguiu passar para Sean Couturier dar a vitória aos Flyers com apenas 18 segundos da prorrogação.

De acordo com várias comentários que li no Twitter, mesmo se fosse um contra-ataque em 2 contra 1, o defensor deve sempre cobrir o jogador que pode receber o passe e deixar o goleiro lidar com o outro, caso ele venha a chutar, pois é mais fácil fazer uma defesa assim, do que se mover de um lado do gol ao outro para realizar a defesa! Gardiner parece ter esquecido dessa aula!

Essa foi a quarta derrota seguida dos Leafs e nas entrevistas após a partida, Frederik Andersen mostrou sua incredulidade com o que vem acontecendo e disse que a equipe não pode se sentir confortável com dois gols de vantagem e também que os jogadores precisam se olhar nos olhos e ver quem tem o comprometimento necessário para estar na equipe! Foi um desabafo de alguém que jogo após jogo vem tendo ótimas atuações, mas vê seus companheiros não terem a mesma aplicação.

Que Mike Babcock consiga botar ordem na casa, pois no sábado voltamos a enfrentar os Senators, que venceram o jogo que tivemos na semana passada!

Morgan Rielly deixou o gelo no início do terceiro período após cair e talvez ter contundido o ombro. Ele será analisado para ver se tem condições de jogo ou se será mantido fora da equipe para tratamento!

É isso aí! Amanhã enfrentaremos os Sens, com a necessidade de voltar a vencer, pois os New York Rangers estão fazendo a parte deles e colecionando pontos para nos passar na classificação!

Go Leafs Goooooooo

Anúncios

09/03/2017 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

sexta-feira, 10 março 2017 Deixe um comentário

Com ambas equipes precisando vencer, Philadelphia Flyers e Toronto Maple Leafs se enfrentaram no Air Canada Centre, buscando manter as chances de se classificar para os playoffs.

Os Flyers saíram na frente com um gol em powerplay de Wayne Symmonds aos 06m09s. Simmonds desviou um chute de Shane Gostisbehere. William Nylander se aproveitou de um powerplay e marcou o seu nono gol em vantagem numérica aos 13m57s, empatando a partida. Esse marco empata o recorde de um jogador dos Leafs jogando sua primeira temporada na NHL.

Mats Sundin foi homenageado no intervalo da transmissão da SportsNet no Canadá e compararam Nylander a ele. Ambos são suecos, apesar de Nylander ter nascido no Canadá, quando seu pai jogava na NHL, Sundin veio aos Leafs numa troca que enviou Wendel Clark, o então capitão dos Leafs, com 46 gols marcados na temporada, etc. Sundin também marcou 9 gols em powerplay em sua primeira temporada pelos Leafs, mas já era a quinta temporada na NHL. Ele que foi selecionado na primeira escolha do Draft de 1989, demorou para ser aceito pelos torcedores como capitão da equipe, após a saída de Doug Gilmour, outra lenda do time, mas foi sempre um jogador decisivo e que jogava pela equipe. Sundin é o meu ídolo dos Leafs pois conheci a equipe quando ele era o capitão! 

No segundo período, aos 09m28s, Tyler Bozak roubou o puck de um jogador dos Flyers, conduziu o puck para a frente do gol de Michal Neuvirth e chutou, sem defesa! Bozak nem sequer havia treinado na manhã do jogo e era dúvida na escalação dos Leafs! 

Veio o terceiro período e com ele a pressão dos Flyers, buscando seus últimos 20 minutos de possibilidades de empate ou virada, mas Mitch Marner, que teve uma assistência no gol de Nylander, ficando a três gol do recorde de assistência de um novato nos Leafs, marcou um belo gol aos 13m44s, em outro powerplay para a equipe. Os Flyers ainda pressionaram Frederik Andersen que esteve simplesmente fenomenal na noite de ontem fazendo defesas espetaculares! Aos 17m32s, Shane Gostisbehere marcou o segundo gol dos Flyers, dando 02m28s de esperança à equipe visitante, que passou a jogar sem goleiro. A estratégia quase deu certo, não fosse por Andersen salvar os Leafs. Nazem Kadri, aos 19m00s marcou o quarto gol dos Leafs fechando o placar no Air Canada Centre.

Com a vitória os Leafs voltaram ao último Wild Card do Leste para os playoffs, apenas até o final do jogo do New York Islanders, que venceu na prorrogação e se manteve um ponto a frente dos Leafs. 

Amanhã enfrentamos o Carolina Hurricanes em Raleigh! 

Go Leafs Goooooooo

26/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

sexta-feira, 27 janeiro 2017 Deixe um comentário

Não é fácil vencer na NHL! Mais difícil ainda é vencer jogando em noites consecutivas e foi o que o Toronto Maple Leafs tentou fazer, visitando o Philadelphia Flyers apenas uma noite após ter vencido o Detroit Red Wings. Os Flyers por sua vez também vieram de citótia na noite anterior.

O jogo começou bem morno e com ambas equipes mostrando cansaço. As chances eram poucas e muito mais para os Flyers, que jogavam em casa, do que para os Leafs, que mesmo com powerplay, mal conseguiu chutar ao gol de Michal Neuvirth. Dessa forma, num contra-ataque, o ótimo atacante Wayne Simmonds acabou partindo sozinho contra Curtis McElhinney e fez um belíssimo gol aos 12m15s do primeiro período.

Os Leafs terminaram o primeiro período um pouco frustrados, mas voltaram melhor para o segundo. Houve uma troca de domínio de jogo entre os Flyers e os Leafs e, aos 15m35s, William Nylander conseguiu vencer Michal Neuvirth e dois defensores dos Flyers para marcar o gol de empate aos 15m35s. Nylander foi muito oportunista e o melhor jogador dos Leafs na partida, já que Auston Matthews foi muito bem marcado. 

O terceiro período viu os Leafs voltarem a jogar mal, rifando o puck, indo pouco ao ataque, apesar de levar algum perigo a Neuvirth, mas os Flyers tinham melhor volume de jogo e acabaram levando a melhor aos 17m23s, quando Roman Lyubimov chutou despretensiosamente e McElhinney tendo um azar, já que o puck bateu em sua camisa e acabou entrando no gol. Já não havia tempo para buscar o empate, apesar das tentativas dos Leafs. Nazem Kadri chegou a ter uma chance ótima de gol com alguns segundos para o término do terceiro período, mas ele não conseguiu chutar o puck ao gol aberto! 

Esse foi um dos piores jogos dos Leafs que vi nos últimos tempos. O time estava apático, não controlou o jogo e rifou o puck a maioria do tempo, os jogadores pareciam nervosos ou então realmente foi o cansaço de ter enfrentado os Red Wings na noite anterior. 

Vamos aguardar o próximo jogo, contra o Dallas Stars no dia 31 de janeiro, após o All Star Game, em Los Angeles! 

Go Leafs Goooo

20/02/2016 – Philadelphia Flyers @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 22 fevereiro 2016 Deixe um comentário

Os Leafs, após a derrota para os Rangers, receberam a visita do Philadelphia Flyers com Jonathan Bernier no gol, contra Steve Mason. 

O jogo começou muito bem para o Toronto Maple Leafs, que abriu o placar com Shawn Matthias em sua primeira atuação da noite no gelo, aos 01m29s. Os Leafs continuaram pressionando até por volta dos 07m00s, quando começaram a jogar realmente mal. Essa queda de qualidade proporcionou as chances que os Flyers acabaram por aproveitar. Aos 08m56s, Sam Gagner empatou para os Flyers. Apenas 39s depois os Flyers viraram o placar com um gol de Jakub Voracek aos 09m35s.

O ataque dos Flyers estava muito bem na noite e Brayden Schenn encontrou o caminho do gol de Bernier aos 00:57s do segundo período, vencendo Bernier por sobre a luva. Este gol acabou por retirar Bernier da partida, trazendo ao gol dos Leafs, James Reimer. Finalmente parece que as coisas melhoraram para os Leafs e aos 11m57s, Nick Spaling marcou seu primeiro gol pelos Leafs com uma assistência de Nazem Kadri. 

Kadri, aliás, estava jogando muitíssimo bem na noite e o gol de empate foi todo criado em uma jogada onde Kadri conduziu o puck a partir da zona defensiva dos Leafs, passou por três jogadores dos Flyers e, no último segundo, passou para Peter Holland marcar o gol de empate, aos 03m16s do terceiro período. Esse gol trouxe ainda mais energia aos Leafs que, logo após um gol anulado dos Flyers por interferência em Reimer, marcou o quero gol, aos 04m32s, com Byron Froese. Os Flyers chegaram a trocar o goleiro, pois Steve Mason sentia dores, e quem passou a defender o gol dos Flyers foi Michal Neuvirth. Infelizmente os Flyers chegaram ao gol de empate com Matt Read aos 05m04s, levando a decisão à prorrogação, que terminou em apenas 29s, quando os Flyers se aproveitaram de um contra-ataque e Shayne Gotisbehere deu o gol da vitória ao time visitante.

Os Leafs jogaram bem, e continuam demonstrando que jogam pela vitória até o fim, muito diferente das últimas temporadas. Esse é o jeito Babcock de jogar e, com certeza, vai trazer muitas alegrias em um futuro próximo!

Go Leafs Gooo

28/10/2014 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 29 outubro 2014 Deixe um comentário

Os Leafs não vinham tendo bons jogos recentemente e Randy Carlyle se viu obrigado a implementar mudanças na equipe. O resultado disso foi uma mudanças nas linhas ofensivas com Nazem Kadri e Joffrey Lupul subindo para a primeira linha com Phil Kessel e Tyler Bozak e James Van Riemsdyk descendo para a segunda linha com David Clarkson. Foi uma ação que proporcionou o retorno de Lupul para jogar ao lado de Kessel, em uma dupla que deu muito certo no passado.

Season_2014-15_Goalies_Game10Os Leafs tiveram o seu melhor jogo desta e, talvez, das últimas temporadas. O Buffalo Sabres vinha de sua segunda vitória da temporada, contra o San Jose Sharks na Califórnia. Nos gols, a batalha seria entre Michal Neuvirth, ex-Capitals, e Jonathan Bernier.

Com apenas uma vitória em casa em cinco jogos, os Leafs estavam se sentindo pressionados por uma vitória e jogaram desde o início da partida de forma muito agressiva e dominando o gelo. O time gerou muitas oportunidades de gol que estavam sendo frustradas por Neuvirth. Os Leafs praticamente não saiam da zona de ataque e por muito pouco não abriram o placar no primeiro período, onde chutaram a gol 17 vezes, contra apenas quatro dos Sabres.

No segundo período, faltando apenas 19s para o término, Tyler Bozak partiu com o puck, em vantagem numérica, powerplay, e finalmente conseguiu abrir a muralha de Neuvirth, abrindo o placar para os Leafs. Esta vantagem numérica foi conseguida numa penalidade do time dos Sabres onde Marcus Foligno deu uma joelhada em Nazem Kadri, que acabou caindo e acertando Dion Phaneuf que saiu do gelo mancando, sentindo o joelho.

Season_2014-15_Score_Game10No início do terceiro período, Phaneuf já estava de volta, recuperado e os Leafs continuaram pressionando muito os Sabres. Aos 04m18s foi a vez de Phil Kessel marcar, recebendo um passe de Mike Santorelli. James Van Riemsdyk marcou um minuto depois, aos 05m18s. Para fechar o placar, num contra-ataque, Jake Gardiner marca o seu primeiro gol da temporada numa bem jogada em que o defensor dos Leafs partiu com o puck dominado, em velocidade, fez Neuvirth defender o gol se movimentando e fechando o ângulo na lateral do gol, deixando Gardiner sem a opção de chutar. Gardiner então continuou a jogada por trás do gol, deu a volta e marcou do outro lado, sem chance ou tempo de Neuvirth voltar, num belo wraparound!

Ao final da partida os Leafs desferiram 37 chutes em Neuvirth e permitiram apenas 10 chutes a gol, empatando um recorde histórico de 2002, com Curtis Joseph no gol.

Foi um belíssimo jogo para os Leafs, o que demonstra que as mudanças surtiram efeito.

O próximo jogo será na sexta-feira, fora de casa, contra o Columbus Blue Jackets.

Go Leafs Gooooooo

10/01/2014 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

domingo, 12 janeiro 2014 Deixe um comentário

Após três jogos desanimadores os Leafs, após somente 24 horas da derrota contra os Hurricanes, foram à Washington enfrentar os Capitals, que estão na disputa com os Leafs pela vaga de Wild Card.

20140110_Leafs@Capitals_BannerFelizmente neste jogo os Leafs jogaram bem e conseguiram igualar a qualidade de suas jogadas com as dos Capitals. Foi um jogo bem disputado e que, no segundo período viu o jogo esquentar com lutas entre Thomas Wilson dos Capitals contra Carter Ashton dos Leafs e os pesos pesados John Erskine e Colton Orr.

Os Leafs jogaram melhor mas não conseguiram marcar no primeiro período, porém mantiveram o empate sem gols no placar.

No gol dos Capitals estava Michal Neuvirth, após ficar de fora por mais de sete semanas.

20140110_Leafs@Capitals_ScoreNo segundo período, Alexander Ovechkin abriu o placar para o time da casa aos 06m39s. James Van Riemsdyk empatou para os Leafs aos 09m08s. O jogo estava aberto para ambas equipes e a decisão veio somente no terceiro período.

Os Leafs voltaram bem ao terceiro período e Phil Kessel colocou o time à frente com um gol logo aos 54s. Os Leafs teriam que segurar os Capitals nos últimos 19 minutos de partida e, infelizmente, não conseguiram. Os Capitals empataram aos 04m36s com Niklas Backstrom e viraram o jogo com Joel Ward aos 11m51s. Os Leafs ainda tentaram uma reação, mas não conseguiram.

Infelizmente a distância que separa os Leafs dos Capitals aumentou e o time tem que voltar a jogar bem, para ganhar terreno e voltar à classificação aos playoffs.

Hoje o time recebe o New Jersey Devils precisando da vitória após 4 derrotas seguidas.

Go Leafs Goooooo

Enhanced by Zemanta

05/02/2013 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

quarta-feira, 06 fevereiro 2013 Deixe um comentário

O jogo de ontem, contra os Hurricanes, é um daqueles a ser esquecido. Chutamos mais a gol, nao erramos tanto assim, mas o placar final dava a entender o contrário.20130205_Leafs@Capitals_Banner

Dia novo, jogo novo, e desta vez, longe do Air Canadá Centre, onde parece que a equipe sofre com a pressão dos seus devotos torcedores. Os Leafs foram até Washington, buscando a segunda vitória sobre os Capitals nesta temporada. A primeira foi a única vitória em casa até então.

20130205_Leafs@Capitals_ScoreO jogo começou com ambas equipes buscando o ataque, mas quem abre o placar aos exatos 10 minutos é James Van Riemsdyk, num wrap-around, quando o jogador dá a volta por trás do gol, no melhor estilo Mats Sundin! A noite parecia ser dele, pois apenas 2m35s depois, Riemsdyk marca o segundo dos Leafs, segundo gol dele no jogo. Com 2 a 0 no placar, tudo parecia ir muito bem … Até que Marcus Johansson, aos 17m04s, diminui, abrindo o placar para o time da casa, após receber um passe no contra-pé de Ben Scrivens, que não jogava desde 24 de janeiro. O primeiro período terminou com 2 x 1 para os Leafs e com 8 chutes dos Leafs contra 7 dos Capitals.

A disputa continuou no segundo período, e, desta vez quem marcou aumentando a liderança dos Leafs na partida foi Korbinian Holzer, aos 10m34s. Foi o primeiro gol de Holzer na NHL.

No terceiro período os Capitals partiram para o tudo ou nada, mas os Leafs continuaram criando ótimas chances de gol com Phil Kessel, defendido por Michal Neuvirth, e por Nazem Kadri, que numa jogada de contra-ataque, sozinho, foi empurrado para cima de Neuvirth e acabou recebendo uma penalidade por interferência. Essa regra de interferência, pelo menos para mim, é confusa e acaba ficando na interpretação do juiz. Kadri não colidiu com o goleiro, que ficou sem o seu capacete, por vontade própria, ele veio na velocidade e ia desviar, chutando o puck, mas ele foi empurrado por um jogador dos Capitals, para cima de Michal Neuvirth. Bom … Durante a vantagem numérica, com Kadri fora do gelo, Mike Ribeiro consegue o segundo gol dos Capitals, diminuindo a vantagem do time de Toronto. Após o gol dos Capitals, o gelo pegou fogo! Os Capitals pressionavam e os Leafs tentavam o gol que daria maior tranqüilidade na vitoria. Kessel mais uma vez não conseguiu marcar o seu primeiro gol da temporada, mas jogou bem, como sempre, sendo muito rápido e exigindo atenção dos defensores. Faltando por volta de 1m para o término do jogo, os Capitals estavam retirando Michal Neuvirth do gelo, para adicionar um atacante. Neste exato momento, o puck vai para a zona defensiva dos Capitals, com Carlsson dos Capitals controlando o puck e David Steckel próximo. Carlsson acaba furando o chute e Steckel se aproveita e rouba o puck, mas acaba errando o gol, que estava sem goleiro.

Ao final da partida, os Leafs venceram por 3 x 2, na segunda vitória sobre os Capitals nesta temporada, ambas pelo mesmo placar.

GO Leafs Go!!!

%d blogueiros gostam disto: