Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Frederik Gauthier’

28/12/2018 – Toronto Maple Leafs @ Columbus Blue Jackets

quinta-feira, 03 janeiro 2019 Deixe um comentário

No penúltimo jogo de 2018, o Toronto Maple Leafs foi fazer mais uma visita aos Columbus Blue Jackets e, com Frederik Andersen contundido, foi a vez de Garret Sparks ter sua chance no gol dos Leafs.

O time de Toronto voltava de longo descanso de Natal e entrou bem no jogo. Aos 02m22s, John Tavares abre o placar com um gol em powerplay sobre Sergei Bobrovsky. Nick Foligno empatou o jogo aos 04m47s, mas John Tavares voltou a marcar aos 18m04s, voltando a dar à liderança aos Leafs.

Os dois gols de Tavares tiveram assistências de Mitch Marner, que chegou a 49 assistências nas suas três primeiras temporadas na NHL e nos Leafs, sendo o primeiro jogador da história da franquia a conseguir tal feito. Além das assistências, Marner marcou um gol no segundo período, aos 09m46s, deixando o time da casa mais confortável.

O último período viu Frederik Gauthier marcar o seu segundo gol da temporada, aos 13m44s e Artemi Panarin ainda marcou o segundo dos Blue Jackets aos 18m32s, mas já não havia tempo para mais nada.

Foi uma ótima vitória dos Leafs jogando fora de casa!

Go Leafs Goooooo

Anúncios

23/12/2018 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

quinta-feira, 27 dezembro 2018 Deixe um comentário

Apenas uma noite após vencermos o New York Rangers em casa, recebemos a visita do Detroit Red Wings. Eu estava preocupado com o time estar cansado por ter jogado na noite anterior, mas a equipe jogou bem.

Os Leafs estavam com Garret Sparks no gol, enquanto os Red Wings estavam com Jonathan Bernier. O time da casa também estava sem Tyler Ennis, que teve uma lesão no tornozelo no jogo anterior e deve ficar fora do elenco por um tempo.

Logo aos 00m27s, Kasperi Kapanen abriu o placar com o seu 13° gol da temporada, aproveitando o rebote de Bernier num chute de Auston Matthews. Aos 03m45s, Filip Hronek marcou para os Rangers, empatando a partida e Michael Rasmussen colocou os Rangers à frente aos 19m18s do primeiro período, onde os Red Wings dominaram com 13 chutes à gol contra apenas 3 dos Leafs.

O segundo período ainda viu Christopher Ehn ampliar para os Red Wings aos 09m53s. Foi quando os Leafs pareceram acordar. Frederik “The Goat” Gauthier marcou seu primeiro gol na temporada aos 12m52s, trazendo os Leafs de volta ao jogo. Pouco tempo depois, aos 14m00s Morgan Rielly empatou a partida.

Com o Toronto Maple Leafs jogando melhor, o terceiro período parecia que seria o momento da virada, mas Frans Nielsen deixou os torcedores preocupados com um gol pros Red Wings aos 12m03s. John Tavares consegue o gol de empate faltando apenas 8 segundos! Ele desviou um chute de Jake Gardiner e nos levou à prorrogação.

Na prorrogação Kasperi Kapanen fez uma ótima jogada e, quando estava para perder o puck, chutou meio fraco, de costas, mas o puck acabou entrando por entre as pernas de Bernier e deslizando lentamente pra dentro do gol! Vitória dos Leafs! De virada!

Os jogadores tiveram um descanso considerável no Natal, pois só voltam ao gelo amanhã, contra os Blue Jackets, em Columbus!

Go Leafs Goooooo

18/01/2018 – Toronto Maple Leafs @ Philadelphia Flyers

sexta-feira, 19 janeiro 2018 Deixe um comentário

Os torcedores dos Leafs não estão conseguindo entender o que está acontecendo com a equipe. Após três derrotas seguidas, por apenas um gol de diferença, o Toronto Maple Leafs voltou ao gelo no Wells Fargo Center, contra o Philadelphia Flyers.

Este foi um jogo comemorativo para os Flyers, que retiraram o número 88, de Eric Lindros, numa cerimônia antes da partida onde fizeram varias homenagem a este grande jogador que passou a maior parte de sua carreira na equipe! Foi uma homenagem mais que merecida à Lindros, que sofreu com concussões, mas era um jogador muito forte e que até chegou a jogar nos Leafs por uma ou duas temporadas no final da sua carreira! Parabéns Eric Lindros!

O jogo estava simplesmente alucinante, com ambas equipes buscando o gol e os goleiros, Michal Neuvirth e Frederik Andersen defendendo ótimos chutes!

Para a alegria dos Leafs, Connor Brown conseguiu um contra-ataque e marcou para a equipe de Toronto, pela segunda vez em dois jogos, aos 12m57s do segundo período. Menos de um minuto depois, aos 13m25s, Frederik Gauthier marcou o seu primeiro gol na NHL, colocando os Leafs a confortáveis dois gols de vantagem. Aliás, foi o melhor jogo de Gauthier até agora, com muita vontade e aplicação no gelo!

Não sei dizer se foi esse conforto que fez os Leafs tirarem o pé do acelerador no terceiro período, mas Mitch Marner cometeu mais um erro, o segundo em dois jogos, e permitiu a Nolan Patrick marcar o primeiro gol dos Flyers aos 01m33s. Marner controlava o puck e Andersen não considerou a chance de Patrick usar seu taco para chutar o gol, uma vez que Marner estava levando o puck ao ataque. Resultado, Freddie não se posicionou e levou o gol em um lance inesperado e oportunista de Patrick. Aos 03m25s, com os Leafs em powerplay, novo erro onde 4 jogadores avançaram demais na zona de defesa dos Flyers, deu a chance de um contra-ataque em 2 contra 1 que Wayne Simmonds não desperdiçou. Freddie jogou novamente de forma espetacular e vem sendo nosso melhor jogador já a muito tempo! Se não fosse por ele, teríamos perdido no tempo regular!

Começou a prorrogação e Mike Babcock colocou Matthews, Nylander e Gardiner no gelo. No primeiro lance, faltou pouco para Auston Matthews marcar, mas os Flyers saíram no contra ataque, no 2 contra 1, mas quase 2 contra 2, pois Nylander vinha chegando em Travis Konecny, que tinha o puck dominado. Make Gardiner deveria cobrir o segundo jogador dos Flyers, para que ele não recebesse o passe e essa seria o posicionamento natural e básico aprendido por todo jogador de hóquei quando criança, mas ele decidiu vir para perto de Nylander. Konecny conseguiu passar para Sean Couturier dar a vitória aos Flyers com apenas 18 segundos da prorrogação.

De acordo com várias comentários que li no Twitter, mesmo se fosse um contra-ataque em 2 contra 1, o defensor deve sempre cobrir o jogador que pode receber o passe e deixar o goleiro lidar com o outro, caso ele venha a chutar, pois é mais fácil fazer uma defesa assim, do que se mover de um lado do gol ao outro para realizar a defesa! Gardiner parece ter esquecido dessa aula!

Essa foi a quarta derrota seguida dos Leafs e nas entrevistas após a partida, Frederik Andersen mostrou sua incredulidade com o que vem acontecendo e disse que a equipe não pode se sentir confortável com dois gols de vantagem e também que os jogadores precisam se olhar nos olhos e ver quem tem o comprometimento necessário para estar na equipe! Foi um desabafo de alguém que jogo após jogo vem tendo ótimas atuações, mas vê seus companheiros não terem a mesma aplicação.

Que Mike Babcock consiga botar ordem na casa, pois no sábado voltamos a enfrentar os Senators, que venceram o jogo que tivemos na semana passada!

Morgan Rielly deixou o gelo no início do terceiro período após cair e talvez ter contundido o ombro. Ele será analisado para ver se tem condições de jogo ou se será mantido fora da equipe para tratamento!

É isso aí! Amanhã enfrentaremos os Sens, com a necessidade de voltar a vencer, pois os New York Rangers estão fazendo a parte deles e colecionando pontos para nos passar na classificação!

Go Leafs Goooooooo

03/01/2017 – Toronto Maple Leafs @ Washington Capitals

quarta-feira, 04 janeiro 2017 Deixe um comentário

Após cinco vitórias seguidas, o Toronto Maple Leafs buscava manter a sequência contra o Washington Capitals. Até jogamos bem, mas o terceiro período tem sido nosso calcanhar de Aquiles e, ao final, acabamos perdendo na prorrogação. 

O jogo mal começou e concedemos um powerplay para os Capitals, que não desperdiçaram. Justin Williams abriu o placar logo aos 01m14s. Nazem Kadri empatou aos 06m39s também em powerplay e jos colocou de volta na partida. Estávamos jogando bem e Braden Holtby, o ótimo goleiro dos Capitals, parecia não estar em sua melhor noite, permitindo 3 gols em apenas 8 chutes no primeiro período. Connor Brown virou o placar aos 11m44s. T.J. Oshie empatou aos 16m00s, mas Frederik Gauthier voltou a colocar os Leafs à frente aos 18m06s. 

Braden Holtby acabou sendo substituído por Philipp Grubauer logo no início do segundo período. Numa jogada espetacular de Auston Matthews, que levou o puck para trás do gol de Grubauer e passou, de costas, para Leo Komarov marcar num powerplay aos 13m33s, dando uma liderança de dois gols no placar aos Leafs no início do terceiro período. 

Mais uma vez a “lentidão” do terceiro período veio para atacar os Leafs. Não sei se os jogadores jovens já pensam que o jogo esta ganho e diminuem o ritmo, ou se eles se aplicam tanto nos dois primeiros períodos que chegam ao terceiro mais cansados, mas a equipe simplesmente parou no gelo e sofreu com a pressão dos Capitals, que empataram o jogo com gols de Evgeny Kuznetsov aos 02m20s e Dimitri Orlov aos 03m39s. Os jogadores jovens dos Leafs estão muito bem e Mitch Marner recebeu o puck em ótima posição e partiu sozinho num contra-ataque, vencendo Grubauer aos 11m08s. Voltamos a respirar, mas por poucos minutos pois aos 13m55s, John Carlson voltou a empatar a partida. Só não perdemos no tempo regulamentar pois Frederik Andersen fez excelentes defesas no terceiro período. 

A decisão foi para a prorrogação e, dessa vez, a sorte não ficou ao lado dos Leafs, que deixaram ninguém mais, ninguém menos, que Alexander Ovechkin livre para desferir um potente chute, sem defesa para Andersen, fechando a partida e dando a vitória aos Capitals. 

Essa lentidão do terceiro período é algo em que Babcock precisa atuar, mas também pode ser devido à pouca experiência de muitos jogadores. Mas não podemos reclamar, afinal pontuamos nos últimos seis jogos, vencendo cinco deles!

Go Leafs Gooooo 

22/12/2016 – Toronto Maple Leafs @ Colorado Avalanche

sexta-feira, 23 dezembro 2016 Deixe um comentário

Os Leafs partiram para uma viagem e primeira parada foi uma visita ao Colorado Avalanche. 

O Toronto Maple Leafs dominou a partida desde o início e Frederik Andersen jogou muito bem e marcou o seu primeiro shutout jogando pelos Leafs. Pelos Avs, Semyon Varlamov teve uma noite difícil e acabou sofrendo seis gols na partida. 

Ainda no primeiro período os Leafs já abriram três gols de vantagem, com Auston Matthews aos 07m13s, Connor Brown aos 11m49s, em powerplay e com Nazem Kadri, desviando um chute de Roman Polak aos 18m20s.

Acho que o golpe foi sentido pelos Avs e James Van Riemsdyk marcou o quarto gol dos Leafs, seu gol de número 149 na NHL, aos 06m05s do segundo período enquanto Frederik Gauthier teve seu primeiro gol na NHL aos 08m42s.

O terceiro período viu os Avs tentando diminuir a vantagem dos Leafs, mas sem sucesso. Nazem Kadri ainda marcou aos 13m00s em powerplay, fechando o placar! 

Foi uma ótima noite para os Leafs que enfrentam hoje o Arizona Coyotes, antes de ir à Flórida! 

Go Leafs Gooooo

19/12/2016 – Anaheim Ducks @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 20 dezembro 2016 Deixe um comentário

Randy Carlyle, ex-técnico do Toronto Maple Leafs, enfrentou sua ex-equipe pela primeira vez, no Air Canada Centre. Segundo Carlyle, esse não foi um jogo onde ele necessitava da vitória e sim onde o Anaheim Ducks precisava. 

No primeiro período o Toronto Maple Leafs jogou bem e pressionou o Anaheim Ducks, exigindo 11 defesas do goleiro John Gibson. Duas delas foram excepcionais, contra Zach Hyman e contra Connor Brown em contra-ataques. Frederik Andersen também jogou bem contra seu ex-clube. Jonathan Bernier, ex-goleiro dos Leafs foi o reserva de Gibson na partida.

No segundo período, aos 07m27s, Auston Matthews desvia o chute de Nikita Zaitsev e abre o placar! Foi o 15° gol de Matthews em sua temporada de estreia na NHL! No finalzinho do período, os Ducks conseguiram o empate num chute de Ryan Getzlaf que desviou em Morgan Rielly, num powerplay para os Ducks aos 18m01s. 

Nick Ritchie virou a partida. O início do terceiro período após um erro na saída para o ataque dos Leafs, logo aos 01m21s do terceiro período. Parece que os Leafs voltaram desatentos, pois perderam o puck ainda na zona de defesa, Andersen fez uma ótima defesa, mas o puck continuou com o jogador dos Ducks, que passou para Ritchie, sem que Jame Gardiner conseguisse interceptar ou desviar o passe e sem que ninguém estivesse acompanhando a chegada de Ritchie, que chutou de primeira e venceu Andersen. Os Leafs lutaram e empataram o jogo aos 11m42s com Nazem Kadri, que marcou novamente após oito jogos sem marcar. Aos 13m08s, em um powerplay, Ryan Kesler venceu Frederik Gauthier, que jogou substituindo Tyler Bozak, que sentiu uma contusão, passou para Cam Fowler que não desperdiçou e chutou muito forte, sem chance para Frederik Andersen. Esse gol deu a vitória aos Ducks no final da partida. 

Os Leafs estão jogando bem está temporada e está muito mais prazeiroso assistir à equipe que aparenta ser mais competitiva. Entretanto a juventude da equipe traz esse revés de, muitas vezes, a equipe não manter a energia durante toda a partida, ou cometer erros que levam a gols dos adversários, ou ainda não conseguir aproveitar oportunidades em erros dos adversários. Babcock está atento a isso e vai trabalhar a equipe até obter os resultados que tanto esperamos. 

O próximo jogo dos Leafs é na sexta-feira contra o Colorado Avalanche, fora de casa!

Go Leafs Goooooo

19/03/2016 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 21 março 2016 Deixe um comentário

Os Sabres haviam jogado na noite anterior, em casa, contra o Ottawa Senators e saíram com a vitória. Mas tiveram que vir à Toronto enfrentar os Leafs e desta vez, sem o novato Jack Eichel.

Para este jogo, Frederik Gauthier foi convocado dos Toronto  Marlies e foi mais um dos novatos a estrearem na NHL nesta temporada. No gol dos Leafs estava Garret Sparks, que fez uma ótima partida. Chad Johnson foi o goleiro dos Sabres na noite.

O Toronto Maple Leafs jogou a partida toda, desde o início, apesar de saírem atrás no placar. Brian Gionta abriu o placar aos 04m31s, chutando em meio ao tráfego de jogadores em frente à Sparks, depois de receber o puck de Marcus Foligno, que se aproveitou de um erro de Rinat Valiev, defensor novato dos Leafs. Os Sabres terminaram o período à frente no placar, mas tiveram somente três chutes à gol, contra 11 dos Leafs. 

O gol de empate veio no segundo período, com William Nylander, aos 14m55s. Nylander marcou seu terceiro gol da temporada chutando certeiro por sobre o ombro do goleiro do Buffalo Sabres, mostrando estar cada vez mais adaptado à NHL! 

O terceiro período foi decisivo e os Leafs não desperdiçaram suas oportunidades. Aos 06m56s, Connor Carrick marcou seu segundo gol na NHL e colocou os Leafs à frente. Aos 15m32s, Martin Marincin marcou o seu primeiro gol da temporada, recebendo um belo passe de PA Parenteau. Para fechar o placar, Michael Grabner fez uma linda jogada onde controlou o puck ao redor de Carlo Colaiacovo, defensor dos Sabres que se jogou ao gelo para tentar impedir o chute de Grabner, e chutou forte.

Foi um ótimo jogo dos Leafs, de Gauthier que segundo Babcock jogou de forma muito inteligente em seu primeiro jogo na NHL, de Nylander, que marcou o seu terceiro gol em 11 jogos e também anotou uma assistência e de Sparks, que segurou as chances dos Sabres de voltar ao placar.

Hoje enfrentaremos o Calgary Flames no Air Canada Centre. 

Go Leafs Gooooo

%d blogueiros gostam disto: