Arquivo

Posts Tagged ‘Lars Eller’

23/01/2016 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 26 janeiro 2016 Deixe um comentário

Jogar contra os Canadiens é sempre revigorante e motivante para os Leafs, ainda mais quando o jogo é em casa, no Air Canada Centre, e com os Canadiens vindos de cinco derrotas seguidas! 

Os Leafs entraram muito mal no jogo e não conseguiram dar um chute ao gol de Mike Condon até os 11m35s do primeiro período, quando os Canadiens já haviam chutado 12 vezes ao gol de James Reimer. Um desses 12 chutes abriu o placar para os Habs aos 01m41s, com David Desharnais. Aos 18m33s, Tomas Fleischmann marcou o segundo gol dos Habs deixando os torcedores dos Leafs preocupados, pois a equipe não jogava bem.

O intervalo fez bem aos Leafs que voltaram com mais aplicação à estratégia desenhada por Mike Babcock. Aos 08m14s, num belíssimo contra-ataque, Morgan Rielly conduziu o puck ao ataque e passou na medida para Nazem Kadri diminuir para os Leafs. Um pouco antes, Daniel Carr dos Habs teve um gol revisto e anulado, pois o puck não chegou a cruzar a linha do gol. 

Os Leafs voltaram bem para o terceiro período e Joffrey Lupul empatou aos 04m37s. O time da casa mostra mais uma vez um alto poder de reação. Os goleiros fizeram uma ótima partida e acabaram levando a decisão ao Shootout, após uma emocionante prorrogação! 

No Shootout, Peter Holland abriu o placar no primeiro chute, mas nenhum jogador dos Leafs voltou a marcar o que permitiu que Max Pacioretty empatasse pra os Habs no terceiro chute da equipe e dois chutes depois, Lars Eller marcasse mais um para dar a vitória aos Canadiens! 

Os Leafs necessitam melhorar no Shootout e não dá pra culpar Reimer dessa derrota! 

Segundo Babcock, os Leafs tiveram um dia de descanso na sexta-feira antes do jogo, mas isso não deve se repetir tão breve. 

Os Leafs vão à Flórida enfrentar os Panthers hoje à noite!

Go Leafs Gooooo

24/10/2015 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

domingo, 25 outubro 2015 Deixe um comentário

Com a derrota na decisão por pênaltis (shootout) contra o Buffalo Sabres, os Leafs enfrentariam o Montreal Canadiens pela segunda vez na temporada. A primeira foi na abertura da temporada, em Toronto, quando os Leafs sofreram a primeira derrota. Nesta temporada, após oito jogos, os Canadiens ainda não sabem o que é perder um jogo. Ganharam todos os oito jogos e todos eles no tempo regular.

Mais uma vez os Leafs iniciaram a partida com Jonathan Bernier no gol. Na primeira partida da temporada, Bernier sofreu seu primeiro gol, no primeiro chute dos Canadiens, dado por Max Pacioretty. Bernier busca retomar sua confiança e manter seu status como goleiro número 1 dos Leafs.

A partida começou e nem mesmo o fato de ter jogado na noite anterior diminuiu o volume de jogo dos Canadiens que abriram o placar aos 10m53s, em powerplay, com um forte chute de PK Subban. Os Leafs mantiveram um bom controle e também tinham boas chances de empatar, mas que paravam em Carey Price, que teve mais uma noite muito boa e sólida, salvando a equipe de Montreal em muitas oportunidades. Não houveram mais gols no primeiro período, mesmo com os Leafs dando mais chutes ao gol que os Habs (14 a 11).

O segundo período foi bem movimentado e os Leafs tiveram um domínio maior ainda no número de chutes a gol (23 a 11), mas mesmo assim o aproveitamento dos Habs foi melhor. Tudo começou com Lars Eller logo aos 01m54s, se aproveitando de um rebote de Bernier. Aos 02m37s Leo Komarov diminuiu para os Leafs marcando o seu quarto gol da temporada, metade do que havia marcado em toda a temporada passada. Aos 04m24s foi a vez de David Desharnais colocar os Habs com vantagem de dois gols novamente, num gol que, mais uma vez, poderia ter sido defendido por Bernier. Aos 06m36s, James Van Riemsdyk marcou mais um para os Leafs deixando a vantagem dos Habs em apenas um gol. Mas quando os Leafs pensaram que teriam a chance de empatar, num powerplay, um erro na zona neutra deu chance ao time da casa de ampliar a vantagem. Os Habs não desperdiçaram. Aos 15m30s, Max Pacioretty, mais uma vez, vence Jonathan Bernier e coloca os Habs com dois gols de vantagem num gol shorthanded. Ainda antes de terminar o segundo período, num powerplay, os Habs marcam o quinto gol com Brendan Gallagher aos 19m46s.

Aos Leafs somente restou tentar usar o terceiro período para mudar a história da partida e evitar a nona vitória seguida dos Canadiens, mas ao final de 20 minutos, somente produziu um gol, aliás, um belíssimo gol, de Morgan Ariely, que levou o puck ao ataque e bateu forte, por sobre o ombro de Carey Price que, desta vez, estava um pouco fora de posição no gol. No terceiro período foram 15 chutes dos Leafs contra somente 5 dos Habs.

O resultado foi a nona vitória dos Habs na temporada, num início demolidor que demonstra que a equipe é uma das favoritas à Stanley Cup deste ano! E aos Leafs restou marcar a segunda derrota consecutiva contra seu rival  divisão.

O próximo jogo dos Leafs é amanhã, em Toronto, contra o Arizona Coyotes, de Dylan Strome!

Go Leafs Go

01/10/2013 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens – Season Opener

quarta-feira, 02 outubro 2013 1 comentário

E começa a temporada 2013-14! O primeiro jogo, como sempre, tem o Toronto Maple Leafs enfrentando o Montreal Canadiens, porém desta vez, no Bell Centre, em Montreal.20131001_Leafs@Canadiens_Banner

Para esta temporada, ambas equipes trazem novidades, como Daniel Briere e George Parros pelos Habs e Dave Bolland e David Clarkson pelos Leafs! Porém devido à suspensão, Clarkson tem que esperar 10 jogos para poder estrear pelo time de Toronto.

O início da temporada sempre tem uma cerimônia à parte, onde os Canadiens mostraram um pouco de sua gloriosa história e afirmaram que os jogadores do passado passavam a tocha aos jogadores do presente e, com isso, Guy Lafleur, um dos muitos ídolos dos Habs trouxe a tocha e a entregou a um jogador dos Habs e, a partir daí, todos os jogadores do time da casa foram apresentados e a tocha foi passada a cada um deles.

Os Leafs entraram no gelo com forte vaia da torcida de Montreal, algo totalmente esperado deixo à rivalidade entre as equipes e entre as províncias!

20131001_Leafs@Canadiens_ScoreO jogo começou disputado, com ótimas chances para ambas equipes, o que levou Carey Price e James Reimer a realizarem defesas espetaculares! O primeiro gol da temporada foi marcado por James Van Riemsdyk, aos 08m01s do primeiro período, quando ele recebeu o puck próximo ao gol de Price e chutou forte entre as pernas do goleiro. O puck rebateu nas duas pernas e entrou. Ainda no primeiro período os Canadiens viraram a partida, com gols de Lars Eller, num powerplay cedido por Dion Phaneuf, e Brendan Gallagher. Randy Carlyle tentou argumentar com os árbitros de que o ataque dos Habs estava impedido, mas tal argumento não foi aceito e o gol foi mantido. Ao final do primeiro período os Leafs perdiam por 2 a 1.

O segundo período viu a primeira briga entre as equipes, envolvendo George Parros e Colton Orr, algo já esperado. Novamente perto dos oito minutos de jogo os Leafs marcam. Desta vez com Dion Phaneuf, num contra-ataque fatal. Dion recebeu o passe de Nazem Kadri e deu um belo chute, indefensável para Carey Price. O empate parece ter tirado um pouco da confiança do time da casa e após uma briga entre Mark Fraser e Travis Moen, Tyler Bozak marca o gol da virada dos Leafs, enquanto a equipe estava em desvantagem numérica (penalty killing). Bozak se aproveitou de um descuido de Andrei Markov e roubou o puck próximo da linha azul, seguindo em velocidade contra Carey Price e marcando um belo gol, tirando o puck do goleiro dos Habs.

O último período, que começou com a vantagem dos Leafs no placar viu os Habs buscarem a vitória e os Leafs se defenderem e contra-atacarem. George Parros e Colton Orr se enfrentaram novamente, porém ao cair, Orr puxou Parros, que acabou batendo a cabeça no gelo e tendo que receber atendimento médico. Não foi algo intencional e sim circunstancial, os dois estavam agarrados e quando Orr caiu, puxou Parros, que com as mãos presas, não conseguiu absorver a queda. Neste momento vemos como os jogadores são profissionais. Orr imediatamente levantou e chamou os médicos, pois viu que Parros não estava bem. Logo aos 05m10s, foi a vez de Mason Raymond marcar o seu primeiro gol oficial pelos Leafs, num contra-ataque veloz em que os Leafs estavam em dois contra um, Raymond tentou efetuar o passe, que acabou batendo nos patins do defensor dos Habs e voltando para seu próprio taco, tirando Carey Price da jogada. Somente aos 17m38s, Lars Eller marca o seu segundo gol da noite, diminuindo a vantagem dos Leafs. Os últimos minutos foram emocionantes, com uma pressão enorme dos Canadiens, em busca do gol de empate, porém nem mesmo retirar o goleiro para colocar um atacante extra, funcionou. Primeira vitória dos Leafs na temporada.

James Reimer foi sólido no gol e mista que a disputa com Bernier vai ser bem dura. Mason Raymond jogou bem também e os Leafs mostram que têm poder de reação!

O time enfrenta os Flyers na Philadelphia hoje à noite, com transmissão ao vivo pela ESPN +!! É a NHL na ESPN de volta!!!

Go Leafs Gooooooooooooooooo

11/02/2012 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 13 fevereiro 2012 2 comentários

Com Toronto em festa devido à Mats Sundin e seu banner indo ao teto do Air Canada Centre, os Leafs receberiam a visita dos Habs, no jogo da noite de Mats (Sundin`s night)! Os Leafs já vinham de uma derrota contra o Philadelphia Flyers e precisavam voltar às vitórias! Aparentemente seria uma boa oportunidade já que os Canadiens não têm jogado bem e estão bem abaixo na tabela de classificação.

Inclusive, Sundin citou que a equipe dos Leafs é jovem e que está fazendo seu melhor e pediu o apoio dos torcedores para o time! Mas nada disso adiantou. Os Leafs entraram no gelo e após poucos minutos já foram dominados pelos Habs. O time estava sem vida … sem gana … sem garra … parecia cansado, ou extasiado pelo amor de todos por Mats Sundin …

Os Leafs deram mais chutes à gol que os Habs em cada um dos períodos, porém não eram chutes perigosos e, quase sempre de fácil defesa para Carey Price. O primeiro período acabou sem alteração do placar, mas os Leafs já estavam apáticos.

O segundo período viu muita ação com Erik Cole abrindo o placar aos 05m01s num contra-ataque matador. Pouco mais de um minuto depois, Luke Schenn erra ao sair com o puck da zona defensiva, os Habs trocam passes que acaba num chute de Rene Bourque, aos 6m45s, marcando o segundo gol dos Habs na partida! Este período ainda veria os Leafs tomando o primeiro gol do ano em powerplay. O gol foi marcado por Max Pacioretty aos 15m54s. Para fechar bem o período, ainda deu tempo de Lars Eller partir ao ataque, em velocidade, simplesmente circular Dion Phaneuf que pareceu uma estátua e não conseguiu acompanhar, nem sequer fez falta no jogador dos Habs, que ainda driblou Reimer e marcou um belo gol! Aliás James Reimer que tomou 4 gols em 15 chutes à gol, veio a ser substituído após o término do segundo período.

No terceiro período, Jonas Gustvasson já estava à postos no gol dos Leafs, mas apenas 01m39s após sua entrada, os Habs conseguiram um breakaway, iniciado por Carey Price, que passou para Tomas Plekanec, que num erro de troca de linha dos Leafs, encontrou Mathieu Darche sozinho. Darche partiu para cima de Gustavsson que pouca chance teve de defender o chute. O restante do período viu apenas mais 2 chutes à gol dos Habs, mas os Leafs, não conseguiu de forma alguma vencer Carey Price, nem mesmo num breakaway faltando aproximadamente 5 minutos para o final!

Os Leafs conseguiram uma derrota por shutout, para os Habs, numa noite de festa à Mats Sundin! Foi um final triste para uma noite que prometia muita alegria para a Leafs Nation! Pena Mats Sundin assistir à um jogo tão ruim da parte dos Leafs, em seu dia especial!

O próximo jogo é amanhã, contra o Calgary Flames na casa deles!

GO Leafs GO!!! We need to go … to the playoffs this year!!!!!

21/01/2012 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

domingo, 22 janeiro 2012 1 comentário

Sábado é dia de Hockey Night in Canada e nesta edição os Leafs receberam os Habs (Montreal Canadiens). Vindos de uma vitória onde o time jogou muito bem contra o Minnesota Wild, os Leafs enfrentariam um time que não tem conseguido se acertar dentro do gelo. O time trocou de técnico recentemente e algumas de suas estrelas não vêem jogando muito bem, como é o caso de Scott Gomez, que não marcou gols nesta temporada.

O jogo começou bem e os Leafs estavam melhores que os Habs, controlando mais a partida e exigindo defesas mais difíceis de Carey Price, mas quem marcou primeiro foi Rene Bourque aos 18m26s, numa jogada em que o puck foi chutado para fora do gol dos Leafs, bateu na parede e retornou para a frente do gol, onde Bourque aproveitou a oportunidade. Os Leafs conseguiram reagir em menos de 30 segundos. Aos 18m55s, Matthew Lombardi recebe um passe primoroso de Tyler Bozak que, ainda na zona defensiva dos Leafs, colocou Lombardi num belíssimo breakaway, que não foi desperdiçado. Lombardi marcou um belo gol!

O segundo período viu os Leafs pressionarem, mas Carey price salvava os Habs e nas oportunidades dos Habs, Gustavsson era quem salvava, incluindo algumas vezes em que os Habs conseguiam partir em contra ataques em breakaway. O placar não foi alterado.

No terceiro período, o período decisivo, os Leafs bobearam e deixaram os Habs tomarem a frente novamente. Aos 03m29s, Raphael Diaz marcou o segundo gol dos Habs. Com bastante tempo no cronômetro, os Leafs partiram atrás do prejuízo, mas eram parados por Carey Price e, aos 11m25s, Lars Eller, marca o terceiro dos Habs, novamente de um ângulo muito fechado. Neste gol, Gustavsson chegou a reclamar com os juízes, pois achou que houve interferência do ataque dos Habs, onde o atacante empurrou um defensor dos Leafs que colidiu com Gustavsson um pouco antes de Eller desferir o chute ao gol.

Foi uma derrota em que os Leafs não conseguiram resolver Carey Price. Os Leafs chutaram mais ao gol, mas não conseguiram marcar mais gols …

Segunda e terça teremos jogos de ida e volta contra os Islanders. Está chegando a hora de não desperdiçarmos jogos! GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: