Arquivo

Posts Tagged ‘David Desharnais’

23/01/2016 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 26 janeiro 2016 Deixe um comentário

Jogar contra os Canadiens é sempre revigorante e motivante para os Leafs, ainda mais quando o jogo é em casa, no Air Canada Centre, e com os Canadiens vindos de cinco derrotas seguidas! 

Os Leafs entraram muito mal no jogo e não conseguiram dar um chute ao gol de Mike Condon até os 11m35s do primeiro período, quando os Canadiens já haviam chutado 12 vezes ao gol de James Reimer. Um desses 12 chutes abriu o placar para os Habs aos 01m41s, com David Desharnais. Aos 18m33s, Tomas Fleischmann marcou o segundo gol dos Habs deixando os torcedores dos Leafs preocupados, pois a equipe não jogava bem.

O intervalo fez bem aos Leafs que voltaram com mais aplicação à estratégia desenhada por Mike Babcock. Aos 08m14s, num belíssimo contra-ataque, Morgan Rielly conduziu o puck ao ataque e passou na medida para Nazem Kadri diminuir para os Leafs. Um pouco antes, Daniel Carr dos Habs teve um gol revisto e anulado, pois o puck não chegou a cruzar a linha do gol. 

Os Leafs voltaram bem para o terceiro período e Joffrey Lupul empatou aos 04m37s. O time da casa mostra mais uma vez um alto poder de reação. Os goleiros fizeram uma ótima partida e acabaram levando a decisão ao Shootout, após uma emocionante prorrogação! 

No Shootout, Peter Holland abriu o placar no primeiro chute, mas nenhum jogador dos Leafs voltou a marcar o que permitiu que Max Pacioretty empatasse pra os Habs no terceiro chute da equipe e dois chutes depois, Lars Eller marcasse mais um para dar a vitória aos Canadiens! 

Os Leafs necessitam melhorar no Shootout e não dá pra culpar Reimer dessa derrota! 

Segundo Babcock, os Leafs tiveram um dia de descanso na sexta-feira antes do jogo, mas isso não deve se repetir tão breve. 

Os Leafs vão à Flórida enfrentar os Panthers hoje à noite!

Go Leafs Gooooo

24/10/2015 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

domingo, 25 outubro 2015 Deixe um comentário

Com a derrota na decisão por pênaltis (shootout) contra o Buffalo Sabres, os Leafs enfrentariam o Montreal Canadiens pela segunda vez na temporada. A primeira foi na abertura da temporada, em Toronto, quando os Leafs sofreram a primeira derrota. Nesta temporada, após oito jogos, os Canadiens ainda não sabem o que é perder um jogo. Ganharam todos os oito jogos e todos eles no tempo regular.

Mais uma vez os Leafs iniciaram a partida com Jonathan Bernier no gol. Na primeira partida da temporada, Bernier sofreu seu primeiro gol, no primeiro chute dos Canadiens, dado por Max Pacioretty. Bernier busca retomar sua confiança e manter seu status como goleiro número 1 dos Leafs.

A partida começou e nem mesmo o fato de ter jogado na noite anterior diminuiu o volume de jogo dos Canadiens que abriram o placar aos 10m53s, em powerplay, com um forte chute de PK Subban. Os Leafs mantiveram um bom controle e também tinham boas chances de empatar, mas que paravam em Carey Price, que teve mais uma noite muito boa e sólida, salvando a equipe de Montreal em muitas oportunidades. Não houveram mais gols no primeiro período, mesmo com os Leafs dando mais chutes ao gol que os Habs (14 a 11).

O segundo período foi bem movimentado e os Leafs tiveram um domínio maior ainda no número de chutes a gol (23 a 11), mas mesmo assim o aproveitamento dos Habs foi melhor. Tudo começou com Lars Eller logo aos 01m54s, se aproveitando de um rebote de Bernier. Aos 02m37s Leo Komarov diminuiu para os Leafs marcando o seu quarto gol da temporada, metade do que havia marcado em toda a temporada passada. Aos 04m24s foi a vez de David Desharnais colocar os Habs com vantagem de dois gols novamente, num gol que, mais uma vez, poderia ter sido defendido por Bernier. Aos 06m36s, James Van Riemsdyk marcou mais um para os Leafs deixando a vantagem dos Habs em apenas um gol. Mas quando os Leafs pensaram que teriam a chance de empatar, num powerplay, um erro na zona neutra deu chance ao time da casa de ampliar a vantagem. Os Habs não desperdiçaram. Aos 15m30s, Max Pacioretty, mais uma vez, vence Jonathan Bernier e coloca os Habs com dois gols de vantagem num gol shorthanded. Ainda antes de terminar o segundo período, num powerplay, os Habs marcam o quinto gol com Brendan Gallagher aos 19m46s.

Aos Leafs somente restou tentar usar o terceiro período para mudar a história da partida e evitar a nona vitória seguida dos Canadiens, mas ao final de 20 minutos, somente produziu um gol, aliás, um belíssimo gol, de Morgan Ariely, que levou o puck ao ataque e bateu forte, por sobre o ombro de Carey Price que, desta vez, estava um pouco fora de posição no gol. No terceiro período foram 15 chutes dos Leafs contra somente 5 dos Habs.

O resultado foi a nona vitória dos Habs na temporada, num início demolidor que demonstra que a equipe é uma das favoritas à Stanley Cup deste ano! E aos Leafs restou marcar a segunda derrota consecutiva contra seu rival  divisão.

O próximo jogo dos Leafs é amanhã, em Toronto, contra o Arizona Coyotes, de Dylan Strome!

Go Leafs Go

12/01/2011 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

segunda-feira, 14 fevereiro 2011 7 comentários

Infelizmente não tenho muito a comentar sobre este jogo!

Os Leafs simplesmente não foram à Montreal enfrentas os Habs. O time foi apático … não criou chances de gol … não foi um time que fez uso de um jogo físico … ninguém brilhou no gelo … enfim … foi um time totalmente apagado.

No primeiro período, os Habs e os Leafs ainda jogaram no mesmo nível … ruim … e o placar não foi alterado.

No segundo período, os Leafs totalmente perdidos, permitiram dois gols em menos de 2 minutos com Benoit Pouliot aos 10m12s e com Brian Gionta aos 11m52s. Ambos os gols foram tomados devido à falta de atenção da defesa dos Leafs que deixou jogadores livres em frente ao gol de Giguere.

Mesmo com os Canadiens nos proporcionando diversos powerplays, nós não conseguimos aproveitar nenhum. Quem aproveitou-se de um powerplay foi David Desharnais, jogador jovem, vindo da ECHL, que marcou o terceiro gol dos Habs aos 6m19s. Desharnais foi eleito a primeira estrela da noite com 1 gol e uma assistência.

Esse era um jogo chave que, se os Leafs ganhassem, diminuiriam muito a distância para uma vaga nos playoffs, mas com Kessel sem marcar gols a várias partidas, com Lupul não jogando bem, sem Colby Armstrong e Mike Brown se recuperando de lesões, sem Colton Orr e com Brett Lebda jogando inclusive em powerplays! Aí a vitória fica complicada mesmo!

Bom … vamos torcer para uma melhora dos Leafs, que jogam amanhã em Bruins e na quarta feira, em Sabres! HEHEHE Dois jogos fora de casa contra equipes da mesma conferência e que pode acabar com as esperanças dos Leafs, que já não são grandes, caso o time seja derrotado em ambas oportunidades.

Como sempre estaremos aqui suportando e torcendo pelos Leafs e que possamos sair com vitórias!

GO Leafs GO!!!

P.S.: leia também os comentários e informações sobre este jogo no Canadiens Brasil.

%d blogueiros gostam disto: