Arquivo

Posts Tagged ‘Tomáš Fleischmann’

23/01/2016 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 26 janeiro 2016 Deixe um comentário

Jogar contra os Canadiens é sempre revigorante e motivante para os Leafs, ainda mais quando o jogo é em casa, no Air Canada Centre, e com os Canadiens vindos de cinco derrotas seguidas! 

Os Leafs entraram muito mal no jogo e não conseguiram dar um chute ao gol de Mike Condon até os 11m35s do primeiro período, quando os Canadiens já haviam chutado 12 vezes ao gol de James Reimer. Um desses 12 chutes abriu o placar para os Habs aos 01m41s, com David Desharnais. Aos 18m33s, Tomas Fleischmann marcou o segundo gol dos Habs deixando os torcedores dos Leafs preocupados, pois a equipe não jogava bem.

O intervalo fez bem aos Leafs que voltaram com mais aplicação à estratégia desenhada por Mike Babcock. Aos 08m14s, num belíssimo contra-ataque, Morgan Rielly conduziu o puck ao ataque e passou na medida para Nazem Kadri diminuir para os Leafs. Um pouco antes, Daniel Carr dos Habs teve um gol revisto e anulado, pois o puck não chegou a cruzar a linha do gol. 

Os Leafs voltaram bem para o terceiro período e Joffrey Lupul empatou aos 04m37s. O time da casa mostra mais uma vez um alto poder de reação. Os goleiros fizeram uma ótima partida e acabaram levando a decisão ao Shootout, após uma emocionante prorrogação! 

No Shootout, Peter Holland abriu o placar no primeiro chute, mas nenhum jogador dos Leafs voltou a marcar o que permitiu que Max Pacioretty empatasse pra os Habs no terceiro chute da equipe e dois chutes depois, Lars Eller marcasse mais um para dar a vitória aos Canadiens! 

Os Leafs necessitam melhorar no Shootout e não dá pra culpar Reimer dessa derrota! 

Segundo Babcock, os Leafs tiveram um dia de descanso na sexta-feira antes do jogo, mas isso não deve se repetir tão breve. 

Os Leafs vão à Flórida enfrentar os Panthers hoje à noite!

Go Leafs Gooooo

26/03/2013 – Florida Panthers @ Toronto Maple Leafs

quarta-feira, 27 março 2013 Deixe um comentário

Jogando o terceiro jogo em apenas 4 noites e vindo de uma batalha contra os Bruins, decidida no shootout, os Leafs receberam o Florida Panthers, atual último colocado na conferência leste.

Com Ben Scrivens no gol, os Leafs deram um descanso a James Reimer. Clarke MacArthur também não jogou, sentindo uma lesão. Para este jogo, Randy Carlyle deu uma “mexida” nas linhas, voltando Lupul à primeira linha com Kessel e Bozak.20130326_Panthers@Leafs_Banner

Os Leafs não começaram a partida muito bem. Pareciam sentir o cansaço de jogar na noite seguida ao jogo dos Bruins. O time começou lento, permitindo uma pressão dos Panthers logo no início. Aos 06m39s, Tomas Fleischmann abre o placar. Nem assim os Leafs conseguiram acordar e tomaram um sufoco no primeiro período, deixando Scrivens levar 16 chutes ao gol, enquanto os Leafs deram apenas 7.

20130326_Panthers@Leafs_ScoreNo segundo período, creio que Randy Carlyle deu uma sacudida na equipe, que voltou ao gelo mais determinada. O time igualou o jogo e começou a ter mais chances de gol, que acabou acontecendo. Dion Phaneuf, aos 09m41s, recebeu um passe de Carl Gunnarsson e simulou que ia chutar, com o movimento a defesa parou e o goleiro dos Panthers, Jacob Markstrom, ajoelhou, Dion então viu que o ângulo superior direito do goleiro ficou descoberto e chutou forte! O puck ainda resvalou na trave/travessão e entrou! Com o jogo empatado os Leafs continuaram com boas jogadas e James Van Riemsdyk quase marca num contra-ataque, mas foi desarmado no momento do chute pelo defensor dos Panthers, Erik Gudbranson. O período terminou com o empate em um gol, mas os Leafs conseguiram levar mais perigo ao gol do time visitante, com 15 chutes a gol contra 12 dos Panthers.

Mal começou o terceiro período e o placar foi alterado com o gol da virada dos Leafs, marcado aos 22s, por Joffrey Lupul. Aos 45s Shawn Matthias empata novamente para os Panthers. Felizmente Lupul e sua linha com Kessel e Bozak estavam muito bem na noite e Lupul marcou o gol da vitória aos 03m12s. No final do período os Leafs ainda sofreram muito com o ataque dos Panthers, que no Empty net ( sem goleiro, para a entrada de um atacante adicional na equipe, ofereceram muito perigo e dominaram a zona defensiva dos Leafs por quase um minuto! Ao final da partida, Ben Scrivens defendeu 40 dos 42 chutes à gol que recebeu, um número muito alto, mas considerando que a equipe vinha de dois jogos contra os Bruins e este era o terceiro jogo em 4 noites, temos que dar um crédito ao cansaço dos jogadores que não conseguiram diminuir ou bloquear as chances dos Panthers.

Parabéns Leafs por buscarem o resultado que começou a favor dos Panthers! Agora vocês merecem um descanso para recuperarem a energia e enfrentarem o Carolina Hurricanes, em Toronto, na quinta-feira!

Go Leafs Goooo

27/12/2011 – Toronto Maple Leafs @ Florida Panthers

quarta-feira, 28 dezembro 2011 1 comentário

Após o descanso, devido ao feriado de Natal, os Leafs voltaram ao gelo longe de casa, na Florida, enfrentando o Florida Panthers, time do ex-Leafs, Kris Versteeg e que conta com o experiente goleiro Jose Theodore.

Os Leafs estiveram muito melhor que os Panthers na partida, mas não conseguiram sair com a vitória. No primeiro período, apesar de liderar o tempo de posse do puck e de liderar por 11 a 4 o número de chutes à gol, os Leafs saíram perdendo por 1 a 0, num gol dado a Erik Gudbranson logo aos 1m57s. Gudbranson chutou de próximo à linha azul e, na verdade o puck foi desviado para o gol de Reimer, caso contrário teria ido para fora.

No segundo período, os Leafs voltaram motivados e Mikhail Grabovski empatou a partida aos 2m11s, num belo gol, porém nem deu tempo de os Leafs comemorarem, pois aos 2m30s, num contra-ataque, Bill Thomas recebe um bom passe e segue sozinho contra Reimer. Thomas tentou “driblar” Reimer, porém no último movimento ele simplesmente errou o puck e Reimer seguiu o movimento do stick de Thomas, saindo da posição onde teria facilmente feito a defesa. Aliás, se Thomas tivesse chutado à gol, sem errar, Reimer teria defendido. Neste momento creio que a confiança dos Leafs caiu e os Panthers se aproveitaram de powerplays seguidos e marcaram com Jason Garrison aos 4m13s e com Kris Versteeg aos 6m55s. No terceiro gol dos Panthers, James Reimer foi retirado da partida, sendo substituído por Jonas Gustavsson. O gol de Versteeg já foi emcima de Gustavsson. O time de Penalty Killing dos Leafs é o pior da liga. Quando vejo que os Leafs cometeram um penalty, já me dá um frio na espinha, pois a chance de tomarmos gol é muito grande! Ainda antes da metade do segundo período, nosso capitão, Dion Phaneuf, aos 9m34s, acertou um chute fortíssimo, sem chances de defesa para Jose Theodore e diminuindo a vantagem dos Panters para 4 a 2.

Como os Leafs estavam melhores na partida, ainda dava para buscar o resultado e foi o que a equipe fez no início do terceiro período, tanto que Grabovski e Jake Gardiner acertaram a trave do gol dos Panthers, em gols que teriam empatado a partida. Apenas aos 09m17s, Grabovski faz o seu segundo gol da noite, em powerplay, diminuindo a vantagem dos Panthers para 4 a 3. A partida foi definida por Tomas Fleischmann aos 11m44s.

Os Leafs voltam ao gelo amanhã, contra o Carolina Hurricanes, fora de casa, em Raleigh. Os Hurricanes não estão fazendo uma boa temporada e temos que nos aproveitar disso para somar pontos! Perder de times como os Panthers que estão bem na tabela é algo que pode acontecer, mas não podemos perder pontos contra times muito embaixo na tabela.

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: