Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘Toronto Maple Leaf’

29/03/2014 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 31 março 2014 Deixe um comentário

Os Leafs estão, simplesmente, cavando o buraco para enterrarem a temporada 2013-14. Vindos de sete derrotas seguidas, a equipe tinha um jogo chave, importantíssimo, contra um adversário direto na corrida pelos playoffs, o Detroit Red Wings. Os Leafs precisavam da vitória a qualquer custo, pois os Red Wings ainda tinham dois jogos a mais até o final da temporada.

Mais uma vez, Carlyle teve que utilizar Jonathan Bernier em duas noites seguidas. Essa não é a melhor estratégia, afinal o goleiro já vem de uma noite jogando e de uma derrota, mas James Reimer parece não dar a confiança necessária ao técnico e aos jogadores, pelo menos nesta fase de derrotas, após sofrer 5 derrotas seguidas.

Os Leafs entraram no jogo com vontade de vencer, com energia e vibração, e acabaram dominando o primeiro período. Aos 10m57s Cody Franson abriu o placar para os Leafs! Parecia que os Leafs conseguiriam colocar o time de volta ao caminho das vitórias!

No segundo período, o time acabou perdendo qualidade, não sei se acabaram desatentos, ou se a pressão de vencer acabou se sobressaindo, mas os Leafs permitiram o empate num gol shorthanded de Darren Helm aos 03m05s. Foi o décimo primeiro gol sofrido pelos Leafs enquanto jogando em vantagem numérica, igualando os Flyers e Oilers como os times com mais gols sofridos desta maneira na temporada. Aos 04m37s, foi a vez de Gustav Nyquist virar a partida. Aos 07m57, Darren Helm marca o segundo da noite, colocando os Red Wings numa distância segura de dois gols de vantagem. No finalzinho do período, aos 18m57s, Joffrey Lupul diminuiu para os Leafs, vencendo Jimmy Howard por entre as pernas, dando uma esperança de reação à torcida.

Para infelicidade da Leafs Nation, a equipe não voltou bem ao terceiro período e não conseguiu mais vencer Jimmy Howard. Os Red Wings por sua vez, conseguiram marcar mais um gol, novamente com Darren Helm, que marcou o seu primeiro Hat-Trick da carreira e deu a vitória aos Red Wings por 4 a 2.

As chances dos Leafs se classificarem aos playoffs está cada vez mais distante. Faltando apenas seis jogos até o final da temporada, a equipe precisa, desesperadamente, vencer todos eles e ainda torcer por tropeços de Columbus, Detroit e Washington, para conseguir uma vaga nos playoffs.

Os Leafs também conseguiram igualar o número de oito derrotas consecutivas, que não deixavam acontecer desde 1985.

Tudo leva a crer que este blog terá suas férias antecipadas, mais uma vez, neste ano, já que somente teremos mais seis jogos para postar aqui.

O jeito é torcer, rezar, fazer promessa, simpatia ou qualquer coisa que funcione para os Leafs conseguirem esta combinação milagrosa que nos levará aos playoffs!

Go Leafs Gooooo – Tá difícil, mas ainda dá!!!

Anúncios

18/03/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 24 março 2014 Deixe um comentário

Após a derrota contra os Capitals, os Leafs foram à Detroit enfrentar os Red Wings, mais novos rivais de divisão.

Com a contusão de Jonathan Bernier ainda no jogo contra o Los Angeles Kings, James Reimer assumiu o gol dos Leafs.

No primeiro período os Leafs jogavam bem, mas o time da casa dominava nos chutes a gol. Aos 12m50s, Gustav Nyquist abriu o placar para os Red Wings, após passar por Tim Gleason na zona neutra e vencer Cody Franson na velocidade.

Os Leafs reagiram e melhoraram na partida, oferecendo mais risco ao goleiro dos Red Wings, Jimmy Howard.

Infelizmente o mesmo Gustav Nyquist marcou o segundo gol dos Red Wings aos 02m06s do terceiro período, deixando a vitória muito mais distante do time de Toronto. Aos 08m24s, Jake Gardiner diminuiu a vantagem pela metade, marcando um gol em powerplay, mas isso não serviu para embalar a equipe que ainda tomou um gol de Daniel Alfredsson aos 17m27s, voltando a colocar dois gols de vantagem no placar. Os Leafs ainda conseguiram mais um gol com James Van Riemsdyk aos 18m47s, mas já era muito tarde para uma reação e para o empate.

Foi a segunda derrota seguida dos Leafs e contra um adversário que disputa com o time de Toronto uma vaga nos playoffs.

O time precisa se ficar e voltar a vencer.

Go Leafs Goooooo

01/03/2014 – Toronto Maple Leafs @ Montreal Canadiens

domingo, 02 março 2014 Deixe um comentário

Após a derrota para os Islanders, na prorrogação, eu não esperava ver um outro jogo tão igual. Foi tão semelhante que alguém mal avisado apenas notaria diferença pois a camisa do adversário era vermelha, do Montreal Canadiens, e a dos Islanders é azul!

Os Leafs não entraram na partida até os 14 minutos do primeiro período. Durante todos estes 14 minutos os Habs, que estavam bem na partida, marcaram dois gols. O primeiro com Alex Galchenyuk aos 12m38s e o segundo com Max Pacioretty, aos 14m02s. Só então, após tomar dois gols, os Leafs deram o seu primeiro chute a gol, um chute inofensivo de Jay McClement. Aos 17m34s, James Van Riemsdyk marcou para os Leafs. Dando um pouco de esperança para nós, membros da Leaf Nation! (notaram a semelhança no placar ao final do primeiro período?)

O segundo período também não teve gols, como no jogo contra os Islanders.

O terceiro período viu, então, os Leafs virarem o placar com gols de James Van Riemsdyk, shorthanded, aos 05m28s. Um belíssimo gol num rápido contra-ataque. Aos 07m43s, os Leafs estavam na zona neutra quando Tyler Bozak deu um passe primoroso, de costas, na medida para Phil Kessel entrar sozinho na zona ofensiva e marcar o gol da virada! ( com um gol à frente do placar, não poderíamos dar chance do empate ao time da casa, como no jogo contra os Isles, mas …). Os Leafs concederam um powerplay aos Habs, numa penalidade de Tim Gleason. PK Subban não desperdiçou e marcou o gol de empate, que passou por baixo da luva de Jonathan Bernier. Ao final do terceiro período, Phil Kessel tenta limpar a jogada, mas joga o puck por cima do vidro, concedendo um powerplay na prorrogação para o time da casa. Os Leafs conseguiram matar a penalidade, mas aos 03m14s, num contra-ataque, Jonathan Bernier se vê obrigado a agarrar o puck, fora de sua área de atuação, impedindo Daniel Briere de prosseguir. Nova penalidade para os Leafs, que os Habs não desperdiçaram. Aos 03m28s, Max Pacioretty acaba com a partida.

Dos males o menor! Em dois jogos, dos 4 pontos possíveis, ganhamos 2, mas acabamos nos distanciando dos Habs na classificação geral. Estamos a 3 pontos deles agora.

Go Leafs Gooooo

18/01/2014 – Montreal Canadiens @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 20 janeiro 2014 Deixe um comentário

Ahhhhh como é bom vencer! E os Leafs estão num momento bom na temporada, vindos de três vitórias seguidas e enfrentando os Habs, no Air Canada Centre. Os Habs estão à frente dos Leafs na classificação geral e os Leafs necessitavam muito de mais uma vitória para diminuir a distância até eles.

20140118_Habs@Leafs_BannerConforme disse Randy Carlyle, técnico dos Leafs, este é um daqueles jogos em que você sente calafrios e fica excitado e envolvido … Se não for assim, você não entende direito o que é esta rivalidade e este jogo, ainda mais em um Hockey Night um Canada!

Os Leafs começaram melhor e abriram o placar com Cody Franson, numa ótima jogada de Nazem Kadri, que driblou o defensor dos Habs e passou para Franson marcar aos 04m49s. Os Leafs quase chegaram a dois gols de vantagem numa jogada em que Mason Raymond recebeu um passe e, livre de marcação, chutou, mas Carey Price defendeu com a perna. Após uma penalidade cometida por Carl Gunnarsson, Brendan Gallagher empatou para os Habs no powerplay. A partida terminou empatada no primeiro período.

20140118_Habs@Leafs_ScoreNovamente o placar foi alterado pelos Leafs no segundo, com Phil Kessel marcando aos 13m11s e com Mason Raymond aos 17m47s, dando uma liderança mais tranqüila aos Leafs. O jogo estava bem físico e disputado e, faltando apenas 23s para terminar o período, os Canadiens encontraram uma forma de diminuir a diferença e seu capitão, Brian Gionta, encontrou um espaço por baixo da luva esquerda de Jonathan Bernier.

Quanta emoção ainda não nos reserva a este jogo! No terceiro período os Leafs viram os Canadiens empatarem com David Desharnais, aos 09m06s, dando muita energia ao time visitante, mas numa jogada iniciada na defesa dos Leafs, o puck foi passado próximo às bordas e enganou o defensor dos Habs. Tyler Bozak controlou o puck e cruzou na medida para James Van Riemsdyk marcar e colocar os Leafs à frente novamente aos 14m27s. Nos cinco últimos minutos, a emoção era garantida a cada ataque de cada equipe. Houve uma jogada em que o puck bateu no acrílico atrás do gol dos Leafs e, de uma forma inesperada, ricocheteou em direção a Jonathan Bernier. O puck chegou a bater no capacete do goleiro e no travessão, mas felizmente não entrou no gol! Teria sido um gol muito bizarro! No último minuto de jogo os Canadiens tiraram Carey Price do gelo e ficaram com seis jogadores de linha, para pressionar os Leafs, mas Bernier estava sólido no gol e, numa interceptação de um passe, Joffrey Lupul passou por dois jogadores na zona neutra e ia disputando com Lars Eller em direção ao gol aberto dos Habs. Faltando apenas chutar ao gol, Eller acaba por derrubar Lupul, que escorregando sentado no gelo acabou por conduzir o puck que bateu na trave e não entrou. Como houve a penalidade sobre Lupul e e estava livre em direção ao gol aberto, os juízes validaram a jogada como um gol, o quinto dos Leafs na partida, finalizando a vitória dos Leafs.

Foi a quarta vitória seguida dos Leafs que iniciam hoje uma viagem para 4 jogos fora de casa.

Um fato interessante da partida foi o quarto gol dos Leafs, marcado por James Van Riemsdyk. O jogador que costuma ser sempre contido, comemorou o gol agarrando o símbolo dos Leafs de sua blusa e vibrando, mostrando que era dos Leafs!!! Ele não costuma fazer isso, mas acabou fazendo após Brendan Gallagher ter feito algo semelhante quando passou em frente ao banco dos Leafs após o primeiro gol dos Habs, marcado por ele.

Que esse espírito de luta continue!!!

Go Leafs Goooo

Enhanced by Zemanta

14/01/2014 – Toronto Maple Leafs @ Boston Bruins

quarta-feira, 15 janeiro 2014 Deixe um comentário

Com a difícil vitória, somente conseguida no shootout, contra os Devils, os Leafs enfrentariam o time que traz pesadelos aos seus torcedores, os Bruins. Sempre que jogamos contra eles somos lembrados de que não os vencemos desde o jogo 7 dos playoffs da temporada passada, quando deixamos uma liderança de 3 gols desaparecerem nos 11 minutos finais do terceiro período, e ainda perdemos na prorrogação. Isso sempre estará assombrando a memória dos torcedores e dos próprios jogadores, mas cada confronto é a chance de apagar um pouco essa má recordação e foi o que houve no jogo de ontem.

20140114_Leafs@Bruins_BannerJogando em casa os Bruins teriam sua torcida empurrando o time e o retrospecto era muito bom, com os Bruins vencendo seus últimos 18 jogos em casa! Os Leafs estão numa situação em que necessitam voltar a vencer para tentar ganhar terreno na classificação aos playoffs e, nessa situação, não podem escolher o adversário!

20140114_Leafs@Bruins_ScoreOs Bruins começaram melhor, com Brad Marchand marcando o primeiro gol da partida aos 03m38s, após um rebote de Bernier num chute de Rielly Smith. Tudo parecia que seria igual aos últimos jogos contra os Bruins, com os Leafs sendo totalmente dominados, mas A equipe não se entregou e Tyler Bozak marcou um belo gol, numa jogada onde ele mesmo disputou o faceoff e se colocou em frente ao gol dos Bruins para aproveitar o rebote de Tuuka Rask aos 05m52s, empatando a partida. Aos 10m48s, Patrice Bergeron marcou o gol de empate, um wraparound onde conseguiu vencer Bernier por baixo do braço. O goleiro dos Leafs achou que para o puck ter entrado, Bergeron teria movido o gol com o taco, para abrir espaço, mas após revisão de vídeo ficou confirmado que o gol dos Bruins era legítimo. Os Leafs voltaram a ter que buscar o empate, que veio com o segundo gol de Tyler Bozak na noite, aos 12m47s, em powerplay, quando os Leafs trocaram ótimos passes no meio da defesa dos Bruins com Kessel passando para James Van Riemsdyk e este encontrando Bozak sozinho para marcar no gol totalmente escancarado. Os Leafs estavam mostrando poder de reação!

No segundo período os Leafs mantiveram a qualidade do jogo e se aproveitaram e mais uma chance no powerplay para, desta vez, virar a partida. Desta vez a troca de passes deixou Jake Gardiner em ótima posição para o chute, e o jovem defensor dos Leafs não desperdiçou marcou aos 07m09s.

No terceiro período começamos bem, com James Van Riemsdyk marcando o quarto gol dos Leafs aos 01m00s com o chute desviando no taco de Zdeno Chara, tirando as chances de defesa de Tuuka Rask. Com dois gols de liderança, os Leafs deveriam apenas proteger o placar, mas após um erro de Jake Gardiner que tentou efetuar um passe, por trás do gol de Bernier, mas que saiu fraco e sem direção, os Bruins recuperaram o puck e diminuíram a vantagem dos Leafs para somente um gol. O restante do jogo viu os Bruins pressionando e os Leafs se protegendo e, gerando algumas jogadas de perigo para os Bruins. Nos últimos 90s de jogo, com os Bruins sem Tuuka Rask no gol para pressionar os Leafs com um atacante a mais no gelo, os Bruins permaneceram quase o tempo todo na zona de ataque, mas num corte de um passe, quase JVR marcou. No final o time todo se esforçou e bloqueou vários chutes para garantir a vitória!

Finalmente vencemos os Bruins!! E na casa deles!! E no tempo regulamentar!!!

Que essa qualidade seja mantida no jogo de hoje contra os Sabres!!

Go Leafs Go!!!

Enhanced by Zemanta

Site oficial homenageia futuros “Hall of Famers”

domingo, 13 novembro 2011 Deixe um comentário

Durante o dia 12, o site oficial do Toronto Maple Leafs exibia um plano de fundo em homenagem aos seus três ex-jogadores que entrarão para o Hall da Fama do Hóquei (Hockey Hall of Fame). Segue a imagem para quem quiser conferir.

Rumor: Possível troca entre Leafs e Sharks

segunda-feira, 22 novembro 2010 2 comentários
Devin Setoguchi

Image via Wikipedia

Parece que existe uma troca sendo analisada entre os Leafs e os Sharks.

Os Leafs dariam um prospect, ainda não definido, e François Beauchemin, que não vem jogando muito bem ultimamente, por Devin Setoguchi e uma escolha de terceira, ou de sexta escolha.

Para os Leafs, seria uma ajuda no seu ataque, já que Setoguchi é um jogador que leva muito perigo ao gol adversário. Já para os Sharks, seria uma ajuda na defesa, após a saída de Rob Blake e ainda impediriam que Beauchemin fosse trocado para alguma outra equipe da Conferência Oeste, o que o faria um adversário a ser vencido.

Gosto do Beauchemin, mas acredito que a troca beneficiaria os Leafs.

É esperar para ver, pois parece que outro fator que os Leafs aguardam para dar continuidade à troca seria a volta de Dion Phaneuf, para que não ficasse sem 2 de seus principais defensores.

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: