Arquivo

Posts Tagged ‘Henrik Zetterberg’

06/11/2015 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 09 novembro 2015 Deixe um comentário

Na sexta-feira os Leafs receberam a visita do Detroit Red Wings no Air Canada Centre e, apesar de ter maior volume de jogo com muito mais chutes a gol que o adversário, acabaram saindo com a derrota na prorrogação.

Por enquanto Mike Babcock mantém James Reimer no gol de Toronto, e Antoine Bibeau, dos Toronto Marlies, é mantido como goleiro reserva. Jonathan Bernier está se recuperando de contusão. No gol dos Red Wings estava Petr Mrazek. 

Apesar de todo o volume de jogo e de estarem melhor na partida, quem abriu o placar foi Henrik Zetterberg aos 16m21s do primeiro período, com um chute da zona neutra que iria para fora do gol, mas que Reimer preferiu desviar com seu protetor de pernas (pad) para garantir que o disco não iria ao gol de Toronto. O disco (puck) resvalou no pad de Reimer e desviou para dentro do gol dos Leafs. Esse é mais um dos casos em que os goleiros dos Leafs acabam deixando a desejar em suas responsabilidades. 

O empate continuou até os 18m58s do terceiro período, quando Dion Phaneuf empatou a partida, garantindo a prorrogação. Esse gol nos deu esperança de que poderíamos ganhar o jogo, mas na prorrogação os Leafs nem conseguiram dar um chute ao gol e os Red Wings tiveram uma jogada no ataque que envolveu a defesa dos Leafs e acabou com Jakub Kindl sozinho ao lado do gol de James Reimer. Kindl recebeu o passe e chutou contra um gol praticamente aberto, com Reimer tentando se posicionar, vindo do outro lado do gol.

Nesse jogo os Leafs jogaram bem e até mereciam sair com a vitória, mas times que permitem gols onde o puck ia pra fora eno goleiro desvia para o gol, e que não tem um aproveitamento decente no ataque, sofre muito para se recuperar, e foi o que aconteceu com os Leafs.

Go Leafs Go

18/10/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings

segunda-feira, 20 outubro 2014 Deixe um comentário

Após uma derrota por 4 a 1 na noite anterior, os Leafs sacudiram a poeira, ou derreteram o gelo, e voltaram à ação contra os Red Wings na Joe Louis Arena. Mudanças nos Leafs incluíram a troca de goleiro, com Jonathan Bernier retornando após suas duas derrotas nos primeiros dois jogos dos Leafs da temporada.

Season_2014-15_Goalies_Game6Este foi um jogo que, apesar do placar de empate sem gols no tempo regular, foi muito emocionante com chances de gol para ambas equipes, frustradas pelos goleiros. Jonathan Bernier esteve perfeito na noite e efetuou belas e importantes defesas para os Leafs e, do lado vermelho do gelo, Jonas Gustavsson, ex-Leafs também mantém eu ume no jogo, defendendo tudo, inclusive dois contra-ataques de James Van Riemsdyk e Mike Santorelli.

Ambas equipes jogaram muito fisicamente e, neste jogo cito que Phil Kessel acabou gerando várias chances de gol, mas para os Red Wings, pois cometeu várias penalidades que deram oportunidades de vantagem numérica ao time da casa. Em noite inspirada, tanto a equipe de Penalty Killing dos Leafs, quanto Bernier, defenderam tudo!!

Season_2014-15_Score_Game6O jogo acabou indo para a prorrogação e, como não poderia deixar de ser, a disputa e agressividade das equipes continuou no mesmo nível. Infelizmente quando faltavam apenas 9,9s para o término da prorrogação e decretação da decisão por pênaltis (Shootout), os Red Wings vieram ao ataque e Henrik Zetterberg acabou por receber um passe de Niklas Kronwall e chutou de primeira. Bernier disse que não viu Zetterberg se aproximando pelo outro lado do gelo e que acabou por ser agressivo demais e, quando viu o passe, não conseguiu fechar o ângulo e o puck desviou na trave e foi pro fundo do gol.

Foi uma triste derrota, para os Leafs, mas que foi a tônica do jogo. O primeiro a errar perderia e, por sorte dos Red Wings, esse erro veio faltando apenas 9,9s para terminar a prorrogação.

Esse foi o jogo que, se tivesse ido para o shootout, levaria umas 10 rodadas para definir o vencedor, pois ambos goleiros estavam fantásticos!

Agora sim é derreter o gelo destas partidas, limpar a mente e partir renovado para os próximos jogos, terça-feira contra os Islanders e quarta-feira contra os Senators, ambos jogos fora de casa.

Go Leafs Goooooooo

17/10/2014 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 20 outubro 2014 Deixe um comentário

Os Leafs, que parecem ter encontrado o caminho das vitórias e acabaram por vencer os dois últimos jogos, depois de perder os dois primeiros, enfrentariam os sempre fortes Red Wings em jogos “Back to Back”, ou seja, uma noite em Toronto e na próxima em Detroit.

Season_2014-15_Goalies_Game5Ao receber os Red Wings, os Leafs pareciam estar lentos, sem conseguir se opor ao ataque liderado pelo capitão Henrik Zetterberg, que estava em noite inspirada. Zetterberg acabou por marcar 4 pontos na noite, todos eles de assistências nos gols do time de Detroit.

Logo no primeiro período os Red Wings abriram o placar com Johan Franzen aos 10m00s, recebendo um passe de Zetterberg.

O segundo e terceiro gols marcados em James Reimer no segundo período levaram os Red Wings a uma liderança mais tranqüila. Johan Franzen marcou o seu segundo da noite com 05m42s do segundo período e Gustav Nyquist aos 18m16s. Neste mesmo período, Brandon Kozun recebeu um forte hit atrás do gol dos Red Wings, que o jogou de costas na parede, retirando o jovem jogador dos Leafs da partida.

Season_2014-15_Score_Game5Mal começou o terceiro período e os Leafs pareceram acordar, com um gol de Mike Santorelli aos 21s, recebendo um passe de Leo Komarov. Infelizmente a reação parou por aí e aos 05m51s, Justin Abdelkader fechou o placar da partida. Red Wings 4 x 1 Leafs.

Foi um jogo tenso, com muita disputa física em que os Leafs não entraram inspirados! Randy Carlyle e a equipe devem arrumar a casa e têm apenas 24 horas para isso, já que enfrentariam os Red Wings na noite seguinte.

Go Leafs Go

01/01/2014 – Toronto Maple Leafs @ Detroit Red Wings – NHL Winter Classic

quinta-feira, 02 janeiro 2014 5 comentários

O tão esperado NHL Winter Classic chegou, com os Leafs enfrentando os Red Wings em Ann Arbor, Michigan, no estádio conhecido como “Big House”, com capacidade para mais de 100.000 espectadores! Seria o primeiro jogo a céu aberto dos Leafs e o segundo dos Red Wings, e como as cidades não são tão distantes entre si, torcedores de ambas equipes dividiram o estádio com as cores dos times (azul pelos Leafs e vermelho pelos Red Wings), num total de mais de 105.000 pessoas! Se esse total for confirmado pelo Guiness, será o recorde de pessoas assistindo a um jogo de hóquei!

A excitação de todos era enorme, com os torcedores presentes e os jogadores relembrando os dias em que, ainda garotos, disputavam partidas em lagos congelados ou em rinks no fundo do quintal!

No dia anterior, times de veteranos de ambas equipes se enfrentaram e em dois jogos, os Red Wings levaram a melhor, vencendo os Leafs.

20140101_Leafs@Wings_BannerO clima não ajudou muito e na hora do jogo estava bem frio (-13 graus Celsius) e nevando muito, o que exigiu constantes interrupções para a limpeza da superfície de gelo (retirada da neve). Mas as equipes estavam preparadas para tudo, inclusive Jonathan Bernier utilizou até mesmo uma toca no capacete, para se proteger do frio!

A partida foi complicada devido à neve no gelo, que dificultava a visibilidade e o controle do puck, além de diminuir a velocidade com que o puck deslizava. As equipes estavam jogando de forma equilibrada, com chances para ambas. O primeiro gol saiu apenas no segundo período, aos 13m14s, quando a defesa dos Leafs acabou avançando muito no ataque e num erro de passe, os Red Wings foram ao contra-ataque em 2 contra 1. Henrik Zetterberg conduziu o puck e conseguiu efetuar um passe por baixo das pernas de Jake Gardiner, que ajoelhado no gelo tentou bloquear, o passe foi recebido por Daniel Alfredsson que acabou desviando o puck para o gol com a lâmina do seu patins. Como não houve movimento de chute feito por Alfredsson, o gol foi validado e os torcedores de vermelho comemoraram.

20140101_Leafs@Wings_ScoreO empate veio apenas aos 19m23s, quando James Van Riemsdyk se posiciona na lateral do gol de Jimmy Howard e controla um rebote. Ele tenta chutar para o gol, mas o defensor o atrapalha e o puck sobe ao ar, JVR aproveitou e acertou o puck no ar, enviando-o ao fundo das redes dos Red Wings! Jimmy Howard sequer viu o que tinha acontecido! Os Leafs empataram a partida e agora eram os torcedores em azul que comemoravam!

O terceiro período ainda traria muita emoção. Os Leafs passaram à frente do placar, logo aos 04m41s, com Tyler Bozak desviando um chute de Dion Phaneuf. Inicialmente houve dúvidas se o desvio teria ocorrido acima da altura do travessão, mas uma revisão por vídeo mostrou que Bozak levantou o taco, mas o baixou para acertar o puck abaixo da altura do travessão. Os Leafs dominaram a primeira metade do período, que diferentemente de um jogo em estádio ou arena fechado, teve uma mudança de lado quando o período chegou aos 10m, para que o vento a favor ou contra não prejudicasse mais uma equipe do que a outra. Aos 14m28s, Justin Abdelkader sentiu que seu companheiro iria cruzar o puck para a frente do gol de Jonathan Bernier. Abdelkader buscou a posição e Cody Franson acabou não o vendo e achou que ia dominar o puck com o pé, levantando seu taco, mas Abdelkader se aproveitou e desviou o puck para o gol, empatando a partida. A partir daí os Leafs sentiram a pressão dos Red Wings até o final do período, mas Bernier conseguiu manter os Leafs na partida.

Na prorrogação, o jogo ficou bem disputado, mas Henrik Zetterberg acabou tendo uma jogada, que poderia ter decidido a partida, anulada. Pelos mesmos motivos da alteração de lados realizada no terceiro período, haveria alteração aos 2m30s da prorrogação e, bem neste momento, Zetterberg tinha dominado o puck e partia sozinho, em velocidade contra Jonathan Bernier, com um defensor em seu encalço, quando soou o alarme para a mudança de lado, cancelando o restante da jogada. Os Leafs também pressionaram e faltando um minuto para terminar a prorrogação, deram um chute que pegou na trave de Howard! E os Red Wings também tentaram e com alguns segundos ainda no relógio, quase marcaram o gol da vitória.

Este foi mais um NHL Winter Classic que seria decidido num shootout. O gelo foi preparado e as equipes chutariam no mesmo gol, diferentemente de quando a disputa é em arena fechada, desta forma o vento contra, ou a favor, não favoreceria nenhuma das equipes. O primeiro a chutar foi Daniel Alfredsson, que teve sua tentativa salva por Bernier. O primeiro jogador dos Leafs foi James Van Riemsdyk, que perdeu sua tentativa, defendida por Jimmy Howard. Na segunda rodada, Pavel Datsyuk fez ótima jogada e marcou para os Red Wings. Joffrey Lupul empatou para os Lesfs desferindo um chute muito forte em Howard. Na terceira rodada Tomas Tatar tentou ficar “brincando” com o puck, tentando fazer Bernier se mover, mas talvez devido à neve no gelo, perdeu o controle e permitiu uma defesa fácil a Bernier. Pelos Leafs Tyler Bozak era o próximo e, mais uma vez, aproveitou sua chance e marcou o gol que deu a vitória aos Leafs!

Os Leafs venceram a disputa do NHL Winter Classic, que ficará na memória dos torcedores e jogadores por muito tempo!

Foi um ótimo início de ano para os Leafs! Que agora, na segunda metade da temporada, o time embale e volte a vencer, garantindo nossa presença nos playoffs novamente.

Go Leafs Gooooooooo – Feliz 2014!!!

Enhanced by Zemanta

07/01/2012 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 09 janeiro 2012 Deixe um comentário

Nada como um novo ano para mudar a postura dos jogadores dos Leafs! O time que teve um mês de dezembro muito ruim, começou o ano com 3 vitórias seguidas, sobre os Lightning, Jets e agora sobre os Red Wings!

Enfrentar os Red Wings é sempre um ótimo teste, pois eles possuem um time experiente, que joga junto a várias temporadas e que sempre é um dos times cotados para ganhar a Stanley Cup.

Mais uma vez os Leafs começaram bem a partida e pressionaram os Red Wings no primeiro período. Aos 4m30s, após sofrer um penalti quando partia para o gol de Jimmy Howard, Phil Kessel sobrou o penalty shot para os Leafs, abrindo o placar com um belo gol. Aos 8m19s foi a vez de Dion Phaneuf, se aproveitando de um powerplay, marcar com um chute muito forte. Phaneuf estava jogando com um visor maior protegendo o rosto, após ter recebido um puck no rosto no jogo contra os Jets. Como não houve quebra de ossos, Phaneuf foi liberado para jogar contra os Red Wings. Ainda no primeiro período, os Leafs marcaram mais um com David Steckel aos 11m36s. Apesar de dominar a partida, o número de chutes à gol no período foi de 10 chutes para cada equipe. No gol dos Leafs, Jonas Gustavsson ia muito bem realizando as defesas com certa facilidade.

Veio o segundo período e, aparentemente, os Red Wings voltaram com muito mais vontade que os Leafs, que talvez tenham achado que a partida já estaria ganha. Neste período os Leafs conseguiram dar somente 2 chutes ao gol de Jimmy Howard. Todd Bertuzzi marcou para o time de Detroit aos 06m46s, desviando o puck para o gol. Pessoalmente e pelas imagens do jogo, achei que o gol seria anulado após a análise da NHL, pois Bertuzzi parecia ter redirecionado o puck  com o stick mais alto que a altura do travessão, mas a revisão concedeu o gol assim mesmo. O segundo gol dos Red Wings viria de Niklas Kronwall aos 15m49s.

Um fato interessante é que esta partida teve somente duas penalidades, uma para cada equipe. A penalidade dos red Wings, cometida por Henrik Zetterberg no primeiro período, levou ao gol dos Leafs e a dos Leafs, cometida por Mikhail Grabovski, no início do segundo período, conseguiu ser defendida pelo time de penalty killing dos Leafs.

O terceiro período ainda viu os Red Wings empatarem aos 4m32s com Jiri Hudler, deixando os torcedores dos Leafs apreensivos com uma partida emq ue tínhamos a liderança por três gols de diferença de deixamos a equipe visitante empatar, mas aos 7m10s, após um erro de Niklas Kronwall atrás do gol de Howard, possibilitou um belo gol de Joffrey Lupul que aguardou Howard se movimentar para defender o chute e marcou por cima do goleiro! Este foi o gol da vitória dos Leafs, que ainda viram uma ótima oportunidade de empate nos segundos finais da partida, ser defendida por Jonas Gustavsson.

Gustavsson está mantido no gol dos Leafs, aparentemente se aproveitando da mesma oportunidade que Reimer teve na temporada passada! Tomara que continuemos assim até o final da temporada e nos playoffs!!! HEHEHE

Essa semana jogaremos na terça-feira e na sexta-feira contra o Buffalo Sabres! Ambas equipes venceram seus jogos anteriores, jogando em casa, e por uma diferença de apenas 1 gol. Os jogos entre elas ocorreu em dezembro, com os Sabres ganhando por 5 a 4 e os Leafs por 3 a 2.

GO Leafs GO

%d blogueiros gostam disto: