Anúncios

Arquivo

Posts Tagged ‘David Steckel’

David Steckel não é mais dos Leafs!

terça-feira, 19 março 2013 4 comentários

Dave Nonis anunciou na sexta-feira que David Steckel foi negociado com o Anahein Ducks. Na troca os Leafs recebem o ala direita Ryan Lasch e uma escolha de sétima rodada no draft de 2014. Lasch será enviado ao Toronto Marlies, time afiliado ao Toronto Maple Leafs na American Hockey League – AHL.

Lasch tem 26 anos, é nativo de Lake Forest, California e assinou com os Ducks, como agente livre, em 31 de maio de 2012. Atualmente ele joga pelos Vaxjo Lakers, da Liga de Elite Sueca. Na última temporada ele foi o melhor pontuador da Liga de Elite Finlandesa marcando 62 pontos (24 gols e 38 assistências). Ele também marcou 183 pontos (79 gols e 104 assistências) em 161 jogos defendendo o St. Cloud State da WCHA de 2006 a 2010, se tornando o maior pontuador da história da universidade.

Steckel marcou somente uma assistência em 13 jogos pelo Toronto nesta temporada. Seu tempo no gelo vinha sendo diminuído e até mesmo sua experiência nos face-offs não estava sendo utilizada. Ele veio aos Leafs numa troca com o New Jersey Devils em 4 de outubro de 2011.

Nós do Maple Leafs Brasil desejamos a David Steckel muito boa sorte nos Ducks e agradecemos por este período em que ele defendeu o time de Toronto.

David Lasch, seja bem vindo à Toronto! Espero que você consiga continuar mostrando números tão expressivos quanto os que vem registrando, e que você possa usar sua habilidade para ajudar os Leafs num futuro próximo.

Fonte: Maple Leafs Official homepage

Anúncios

23/03/2012 – Toronto Maple Leafs @ New Jersey Devils

domingo, 25 março 2012 1 comentário

Vindos de uma derrota contra os Islanders, os Leafs foram até New Jersey para enfrentar Martin Brodeur, Ilya Kovalchuk e Zach Parise, no time dos Devils.

O jogo não viu nenhum dos times abrir o placar no primeiro período, mas Reimer teve uma bela atuação, salvando os Leafs em várias oportunidades.

No segundo período os times voltaram à batalha, mas foi Tyler Bozak e os Leafs que saíram na frente, com um gol onde Bozak aproveitou-se de um rebote de Martin Brodeur aos 13m47s. Aos 14m56s Nazem Kadri desvia um chute de Jake Gardiner e faz Toronto 2, Devils 0. Os Devils partiram para o contra-ataque e, com Jacob Josefson, que com velocidade conseguiu chutar, o puck passou por entre as pernas de Reimer, mas ia parar antes de cruzar a linha do gol, até que Reimer movimentou a perna para trás, instintivamente, e jogou o puck para dentro do gol dos Leafs.

No terceiro período, Joey Crabb e David Steckel batalharam na zona ofensiva, disputando o puck. Crabb conseguiu proteger o puck e chutar em Brodeur de um ângulo fechado, o puck acabou sobrando em frente ao gol, mas Brodeur teve sua visão bloqueada por seus defensores, foi quanto Steckel, aos 09m25s aumentou para os Leafs. Parecia que seria uma vitória para os Leafs no tempo regular, mas aos 10m57s, Zach Parise se aproveita de um erro de Reimer, que não conseguiu “abafar” o puck com sua luva. O puck escapou e Parise se aproveitou para marcar o segundo dos Devils. O jogo voltou a ficar disputado com a diferença de somente um gol. Aos 18m57s, Adam Henrique desvia um chute, sem chances para James Reimer, empatando a partida. A partida acabou indo para a prorrogação, que não alterou o placar devido principalmente à boas defesas de Reimer, aliás, Reimer foi muito bem na partida e, se não fosse por um erro no segundo gol dos Devils, teria garantido a vitória aos Leafs no tempo regular.

Com a partida sendo decidida nos penaltis (Shootout), e ninguém perdeu suas cobranças: Ilya Kovalchuk, Tyler Bozak, Zach Parise e Tim Connolly, que chutou por debaixo das pernas de Brodeur, exatamente quando este se movimentou para tentar cobrir o canto esquerdo. Foi então a vez do Patrik Elias, que partou para cima de Reimer, chutou e Reimer, sem se mover, acabou defendendo o puck com a perna esquerda. Na verdade Patrik Elias chutou na perna de Reimer, que ficou procurando pelo puck, ou seja, nem viu o que tinha acontecido. A terceira cobrança dos Leafs foi com Nazem Kadri. Kadri usou toda sua habilidade e num movimento muito rápido mudou o puck de um lado para o outro. Frez que ia chutar do lado direito e levou o puck para a esquerda, vencendo o experiente Martin Brodeur. Foi a primeira vez que Brodeur foi vencido por todos os jogadores do time adversário.

Vitória para os Leafs! Mas a vitória poderia ser muito mais fácil se não fossem os erros.

Para este jogo, Nazem Kadri e Ryan Hamilton foram chamados dos Marlies para auxiliar os Leafs. Ambos jogaram bem e Kadri foi o jogador decisivo da partida.

GO Leafs GO

Artigos relacionados

07/01/2012 – Detroit Red Wings @ Toronto Maple Leafs

segunda-feira, 09 janeiro 2012 Deixe um comentário

Nada como um novo ano para mudar a postura dos jogadores dos Leafs! O time que teve um mês de dezembro muito ruim, começou o ano com 3 vitórias seguidas, sobre os Lightning, Jets e agora sobre os Red Wings!

Enfrentar os Red Wings é sempre um ótimo teste, pois eles possuem um time experiente, que joga junto a várias temporadas e que sempre é um dos times cotados para ganhar a Stanley Cup.

Mais uma vez os Leafs começaram bem a partida e pressionaram os Red Wings no primeiro período. Aos 4m30s, após sofrer um penalti quando partia para o gol de Jimmy Howard, Phil Kessel sobrou o penalty shot para os Leafs, abrindo o placar com um belo gol. Aos 8m19s foi a vez de Dion Phaneuf, se aproveitando de um powerplay, marcar com um chute muito forte. Phaneuf estava jogando com um visor maior protegendo o rosto, após ter recebido um puck no rosto no jogo contra os Jets. Como não houve quebra de ossos, Phaneuf foi liberado para jogar contra os Red Wings. Ainda no primeiro período, os Leafs marcaram mais um com David Steckel aos 11m36s. Apesar de dominar a partida, o número de chutes à gol no período foi de 10 chutes para cada equipe. No gol dos Leafs, Jonas Gustavsson ia muito bem realizando as defesas com certa facilidade.

Veio o segundo período e, aparentemente, os Red Wings voltaram com muito mais vontade que os Leafs, que talvez tenham achado que a partida já estaria ganha. Neste período os Leafs conseguiram dar somente 2 chutes ao gol de Jimmy Howard. Todd Bertuzzi marcou para o time de Detroit aos 06m46s, desviando o puck para o gol. Pessoalmente e pelas imagens do jogo, achei que o gol seria anulado após a análise da NHL, pois Bertuzzi parecia ter redirecionado o puck  com o stick mais alto que a altura do travessão, mas a revisão concedeu o gol assim mesmo. O segundo gol dos Red Wings viria de Niklas Kronwall aos 15m49s.

Um fato interessante é que esta partida teve somente duas penalidades, uma para cada equipe. A penalidade dos red Wings, cometida por Henrik Zetterberg no primeiro período, levou ao gol dos Leafs e a dos Leafs, cometida por Mikhail Grabovski, no início do segundo período, conseguiu ser defendida pelo time de penalty killing dos Leafs.

O terceiro período ainda viu os Red Wings empatarem aos 4m32s com Jiri Hudler, deixando os torcedores dos Leafs apreensivos com uma partida emq ue tínhamos a liderança por três gols de diferença de deixamos a equipe visitante empatar, mas aos 7m10s, após um erro de Niklas Kronwall atrás do gol de Howard, possibilitou um belo gol de Joffrey Lupul que aguardou Howard se movimentar para defender o chute e marcou por cima do goleiro! Este foi o gol da vitória dos Leafs, que ainda viram uma ótima oportunidade de empate nos segundos finais da partida, ser defendida por Jonas Gustavsson.

Gustavsson está mantido no gol dos Leafs, aparentemente se aproveitando da mesma oportunidade que Reimer teve na temporada passada! Tomara que continuemos assim até o final da temporada e nos playoffs!!! HEHEHE

Essa semana jogaremos na terça-feira e na sexta-feira contra o Buffalo Sabres! Ambas equipes venceram seus jogos anteriores, jogando em casa, e por uma diferença de apenas 1 gol. Os jogos entre elas ocorreu em dezembro, com os Sabres ganhando por 5 a 4 e os Leafs por 3 a 2.

GO Leafs GO

22/12/2011 – Buffalo Sabres @ Toronto Maple Leafs

sábado, 24 dezembro 2011 1 comentário

Após a notícia de que Colby Armstrong sofreu uma concussão no jogo contra os Canucks no sábado, os Leafs convocaram Nazem Kadri e Daryl Boyce dos Marlies para auxiliar os Leafs.

Kadri tem se mostrado maduro para a NHL, apenas aguardando a oportunidade de ser chamado. Foi eleito o melhor jogador do mês de Novembro da AHL.

Os Leafs tiveram um primeiro período muito bom e dderam 12 chutes ao gol de Ryan Miller, enquanto Reimer sofreu apenas 6 chutes. Miller foi forçado a fazer várias defesas, parando tentativas de Mikhail Grabovski, Phill Kessel, Tyler BozakMatt Frattin. Foi por Ryan Miller que o placar permaneceu inalterado ao final do primeiro período.

No segundo período os Sabres voltaram melhor e dominaram o jogo, ajudados por 4 penaltis seguidos dos Leafs nos primeiros 10m37s do período. Durante este tempo, os Sabres deram 14 chutes ao gol de James Reimer, que permaneceu sólido no gol, defendendo todos, enquanto os Leafs deram apenas 1 chute ao gol. Só aos 11m49s, Jason Pominville conseguiu marcar um gol, com o puck sendo desviado pelo patins de Luke Schenn. Após o gol os Leafs acordaram e, apesar de perder 55 segundos de uma vantagem numérica de 5 contra 3, David Steckel foi oportunista e marcou o gol de empate, aproveitando um rebote de um chute de Luke Schenn. Com os torcedores ainda comemorando o gol de Steckel, Joffrey Lupul deu um passe perfeito para Phil Kessel, que marcou o seu vigésimo gol da temporada, colocando os Leafs em vantagem no placar.

Logo no início do terceiro período, aos 01m29s, Derek Roy empata a partida para os Sabres, dando renovada esperança de vitória ao time de Buffalo. Mas Nazem Kadri que estava bem na partida faz excelente jogada e marca o gol da vitória dos Leafs aos 5m52s, vencendo Miller.

A vinda de Kadri parece que acendeu a equipe e com certeza contribuiu para a vitória no jogo.

Reimer terminou a partida com 40 defesas e elogiou seus defensores, que o mantiveram sempre protegido e com a visão dos pucks que chutaram ao seu gol!

O próximo jogo será contra os Islanders, em New York.

GO Leafs GO

05/12/2011 – Toronto Maple Leafs @ New York Rangers

terça-feira, 06 dezembro 2011 1 comentário

Vindos de derrotas seguidas contra os Bruins, os Leafs foram à New York enfrentar os Rangers! O time precisava voltar a jogar bem e sair de uma partida com a vitória!

Os Leafs precisavam muito disso … Seus jogadores precisavam e, porque não adicionar, a torcida precisava disso também!!

Os Rangers possuem um ótimo time, com vários jogadores importantíssimos e muito habilidosos, começando com o goleiro Henrik Lundqvist, passando por Marian Gaborik, Brad Richards e outros! No gol dos Leafs estava Jonas Gustavsson, após a derrota de Reimer contra os Bruins no último jogo.

Os Leafs dominaram a partida no primeiro período! O time parecia que tinha se lembrado de como jogar bem!! E jogar fácil! Os Leafs abriram o placar com Corey Franson aos 06m01s, chutando de longe!!!

No segundo período os Leafs voltaram bem e em menos de 02 minutos, Tim Connolly aumentou para os Leafs aos 5m19s e Joffrey Lupul aos 6m49s, recebendo um belo passe de Phill Kessel! E Tyler Bozak! Quando a partida começou a dar ares de que seria um passeio dos Leafs, o time bobeou e permitiu aos Rangers a aproximação no placar, com gols de Anisimov e Gaborik.

O terceiro período viu ambas equipes jogando bem, mas os Rangers buscando o empate com muita vontade. Gustavsson se manteve firme e evitou diversas tentativas e, ao final, os Leafs foram presenteados com o gol de David Steckel, com o gol dos Rangers vazio. Este gol foi engraçado pois Steckel chutou próximo à linha azul e errou, mas a defesa deixou de acompanhá-lo e ele buscou o puck e marcou aos 19m55s.

Grande vitória dos Leafs com o time jogando muito bem e pressionando o bom time dos Rangers! Foi a segunda vitória dos Leafs sobre os Rangers na temporada, ambas pelo mesmo placar! E Kessel marcou dois pontos, mantendo sua liderança em número de pontos na liga!

Hoje o jogo está sendo contra os Devils, e neste momento está perdendo por 2 a 0!!! Go Leafs Gooooo virar o jogo!!!!

20/11/2011 – Washington Capitals @ Toronto Maple Leafs

domingo, 20 novembro 2011 2 comentários

Vindos de três derrotas e sem poder contar com Colby Armstrong, Mike Komisarek, Matthew Lombardi, Clarke MacArthur e Mikhail Grabovski devido a lesões, os Leafs receberam o Washington Capitals no Air Canada Centre. Outras alterações no elenco foram a volta de Tim Connolly e o “Monstro” Jonas Gustavsson começar a partida em vez de Ben Scrivens.

A partida começou bem movimentada: logo aos 1:39 Connolly recebe passe de Joffrey Lupul e abre o placar. A resposta dos Caps veio depois de menos de um minuto com Brooks Laich. O empate perdurou até os 19:16, quando Matt Frattin fez seu primeiro gol na NHL e deixou o jogo em 2-1 a favor de Toronto.

Os Leafs começaram o segundo em vantagem numérica e não desperdiçaram a oportunidade: Tyler Bozak aumenta para os Leafs aos 1:18. Quatro minutos depois, Phil Kessel aproveita boa jogada de Bozak e Lupul e faz seu décimo quarto gol na temporada, forçando os Capitals a trocarem o goleiro (Tomas Vokoun saiu para a entrada de Michal Neuvirth). Depois foi a vez de Kessel retribuir a gentileza e contribuir com uma assistência para o gol de Lupul. O sexto gol dos Leafs veio de uma bomba de Cody Franson (seu primeiro com a camisa do Toronto) assistido por Connolly, fechando o período em 6-1 para o time da casa.

O terceiro período foi mais equilibrado: enquanto os Leafs procuravam dar uma esfriada no jogo, os Capitals tentavam diminuir o estrago. E, por volta dos 14 minutos, os Caps bombardearam a meta de Gustavsson que – como durante todo o resto da partida – se manteve sólido e anulou a pressão. Os Leafs ainda fizeram mais um: David Steckel marca em cima de seu ex-time e fecha a conta em 7-1 para Toronto.

Os próximos quatro jogos dos Leafs serão fora de casa: contra o Carolina Hurricanes (no domingo), o Tampa Bay Lightning (na terça-feira), o Dallas Stars (na sexta-feira) e o Anaheim Ducks (no domingo, dia 27/11).

29/10/2011 – Pittsburgh Penguins @ Toronto Maple Leafs

domingo, 30 outubro 2011 1 comentário

Vindos de uma vitória no Madison Square Garden, os Leafs retornaram para os braços de sua torcida em Toronto, para enfrentar os Penguins, desta vez sem Sidney Crosby e Jordan Stall e com Brent Johnson no gol.

Esta partida também foi especial pois Mats Sundin, o capitão dos Leafs antes de Dion Phaneuf, que jogou por 13 anos na equipe, primeiro capitão europeu de uma equipe da NHL, estava presente no Air Canada Centre. Sundin teve uma conferência de imprensa e terá o seu número 13 imortalizado no teto do Air Canada Centre, assim como outros jogadores importantes da história dos Leafs, mas isso fica para um outro post!

A partida começou com ambas equipes disputando o puck, mas com os Penguins atacando e chutando mais ao gol de Jonas Gustavsson, mas quem abriu o placar foi Mikhail Grabovski, aos 11m31s, desviando um chute de Dion Phaneuf. O primeiro período terminou com esse placar, apesar de os Penguins terem dado 11 chutes a gol, contra apenas 6 dos Leafs.

O segundo período teve chances de os Leafs aumentarem a diferença, mas os Penguins chegaram ao empate num gol de Matt Cooke, aos 10m21s. Os Penguins imaginaram que o momento da partida mudaria de lado, mas pouco após 1 minuto do gol de empate, Tim Connolly, aos 11m30s, marca o segundo dos Leafs num powerplay onde Evgeni Malkin foi punido por hooking (enganchar o adversário). Lupul havia chutado contra o gol de Brent Johnson e o puck sobrou para Tim Connolly que sozinho chutou num gol praticamente vazio. Foi o primeiro gol de Tim Connolly pelos Leafs!

Aos 13m18s foi a vez de Matthew Lombardi ir ao banco de panelidades, também por ter cometido hooking. E quem se aproveitou da oportunidade de jogar em vantagem numérica foi Chris Kunitz aos 15m06s, empatando a partida pela segunda vez. Não houveram mais alterações do placar no segundo período.

Veio o terceiro período e logo aos 03m08s, Clarke MacArthur amplia novamente para os Leafs que, pela terceira vez na partida, ficam à frente no placar. Os Penguins então chegaram a ter 1 minuto em vantagem de 5 contra 3, após David Steckel ter jogado o puck para fora do rink aos 06m06s e Philippe Dupuis ter cometido hooking aos 07m06s, e se aproveitaram da oportunidade, com Evgeni Malkin marcando o terceiro gol de empate aos 07m59s. Foi então que, mais uma vez, brilhou a estrela de Phil Kessel, que está tendo um início de temporada fantástico. Kessel marcou o seu décimo gol da temporada, na décima partida da temporada para os Leafs, aos 10m08s. Esse gol veio a ser o gol da vitória dos Leafs que conseguiram segurar o placar até o final do jogo.

Esse jogo ainda marcou uma atuação muito boa de Jonas Gustavsson que efetuou diversas defesas importantes e também sofreu uma colisão com um jogador dos Penguins que chegou a dar com o joelho no capacete de Gustavsson, jogando o capacete para dentro do gol dos Leafs. Graças a Deus não aconteceu nada de grave com Monster, que continuou a partida.

Hoje teremos uma Batalha de Ontario, com os Leafs visitando os Senators às 21h30, no horário de Brasília.

Que início de temporada … que os Leafs consigam manter essa performance … sei que ainda tem muita temporada pela frente e que nem completamos um mês desde o início da temporada, mas começar assim já é muito animador!

GO Leafs GO !!!!

Related articles

%d blogueiros gostam disto: