Arquivo

Archive for the ‘Called from Marlies’ Category

22/02/2020 – Carolina Hurricanes @ Toronto Maple Leafs – Um jogo que vai ficar na história

terça-feira, 25 fevereiro 2020 Deixe um comentário

Infelizmente a equipe do Toronto Maple Leafs vem apresentando inconsistência em seu jogo, jogando mal contra os Penguins em Pittsburgh, para depois jogar de forma perfeita contra os mesmos Penguins em Toronto, somente três dias depois. Após vencermos os Pittsburgh Penguins por shutout na quinta-feira, nosso próximo adversário, em Toronto, foi o Carolina Hurricanes, que disputa conosco uma vaga aos playoffs deste ano.

O jogo começa e numa jogada em que Zach Hyman disputava espaço em frente ao gol de James Reimer, ele acaba por empurrar o defensor dos Cabes, que cai encima de Reimer. Não me pareceu nada grave, mas o goleiro dos Canes ficou se movimentando para ver se conseguia continuar ou não a partida e, para meu espanto, acabou por ser substituído por Petr Mrazek. Essa situação, por si só, já inspirava preocupação para Rod Brindamour, o técnico dos Canes, pois teria um goleiro contundido e um goleiro extra, disponível no estádio, ficaria no banco.

Dave Ayres, 42 anos, motorista de Zamboni para o Toronto Marlies, time afiliado ao Toronto Maple Leafs na American Hockey League – AHL, é o goleiro extra, disponível em Toronto, para ocasiões como essa. Ele também auxilia nos treinos dos Marlies, quando necessário. Dave estava se preparando para tomar seu lugar no banco dos Canes e inclusive a camisa com seu nome já estava sendo preparada, em uma noite em que ele ficaria simplesmente como observador, de fora do gelo.

Para o espanto de todos no Scotiabank Arena, no segundo período, Kyle Clifford partiu ao ataque, buscando alcançar o puck, disputando na velocidade contra um defensor dos Canes, quando Petr Mrazek teve a péssima ideia de tentar chegar primeiro no puck, que estava mais pra linha azul que para o gol dos Canes. Clifford chegou no puck primeiro, mas acabou colidindo forte com Mrazek, numa jogada que acabou por contundir o goleiro dos Canes. Apesar de eu achar que a jogava foi normal, afinal Mrazek se expôs a isso quando saiu do gol e Clifford, que é muito forte, chegou primeiro ao puck, os árbitros deram penalidade a Clifford. Inicialmente foi uma penalidade major (em que o jogador fica fora do gelo por todo o tempo da penalidade, independente se a equipe adversária marca gols ou não), mas após revisão, deixaram como uma penalidade minor. Ninguém entendeu a razão da penalidade, inclusive no Twitter, onde vários comentaristas e ex-jogadores comentaram que não viam razão nenhuma para deixar Clifford no banco de penalidades. Brindamour não estava acreditando que a partida, que estava com placar de 4 a 1 para os Canes, ia ter agora um goleiro totalmente inexperiente no nível da NHL, defendendo sua equipe.

Dave Ayres entrou no gelo, usando uma máscara de goleiro, pads e stick dos Marlies, e sua jersey dos Canes, com o número 90. Ele estava perdido e nervoso pela situação, e por estar tornando um de seus sonhos em realidade, e acabou tomando dois gols nos três primeiros chutes que recebeu. Mesmo assim os jogadores dos Canes iam até ele e Erik Haula chegou a dizer pra ele relaxar e curtir o momento, não importasse quantos gols seriam marcados nele. E o segundo período acabou com o placar de 4 a 3 pros Canes.

Todos no Scotiabank Arena, apesar de querendo e esperando uma reação dos Leafs e entender que Ayres, não sendo um goleiro profissional, não conseguiria parar chutes de Auston Matthews, William Nylander, Mitch Marner e cia, apoiava o goleiro a cada vez que ele defendia ou fazia alguma jogada. Inexplicavelmente a equipe dos Leafs não conseguia atacar e a isso eu parabenizo o Carolina Hurricanes, que havia jogado na noite anterior e estava totalmente empenhado a proteger o gol de Ayres. Erramos muitos passes, não conseguimos sequer nos valer de powerplays para marcar mais gols. E, também erramos na defesa, o que permitiu aos Canes ampliarem o placar para 6 a 3. Foi um período onde os Leafs jogaram de forma irreconhecível. Marner não conseguia sequer dominar o puck, Matthews até tentava, mas não conseguia chegar ao gol de Ayres, a defesa dava passes errados e permitia o ataque dos Canes, etc.

Ao final, Dave Ayres defendeu um último chute antes do tempo se esgotar e foi ovacionado por todos na arena, que apesar da derrota vergonhosa dos Leafs, pelo fato de não conseguirem chutar num goleiro que nem é profissional, viram uma história inesquecível de uma pessoa comum, motorista de Zamboni, conseguir ajudar a equipe que defendeu vencer um jogo na NHL. Ayres foi muito abraçado e cumprimentado pelos jogadores dos Hurricanes.

Dave Ayres fez história e mereceu celebração no vestiário dos Canes, além de ter uma camiseta dos Canes com seu nome sendo vendida no site da equipe. Com royalties que serão revertidos a ele! Espero que venda muitas camisetas com o nome dele!

Hoje, terça-feira, Dave estará em Raleigh, casa do Carolina Hurricanes, recebendo homenagem do time e da torcida!

Esse é mais um capítulo da história do Toronto Maple Leafs! Uma parte vergonhosa, por simples falta de esforço da equipe, que conseguiu perder para um goleiro amador, que por acaso dirige o Zamboni de seu time afiliado na AHL.

Parabéns Dave Ayres!! Sua história será sempre lembrada por todos os torcedores dos Leafs e dos outros times da NHL, em especial pelo Carolina Hurricanes!

Aos Leafs restou se recolherem e buscar entender o que aconteceu lars que possam tomar as devidas providências de não deixar isso acontecer nunca mais.

Ainda estamos com a vaga nos playoffs na mão, mas temos que voltar a vencer de forma consistente até o final da temporada. Ainda dá, mas não podemos tropeçar!

Go Leafs Goooooo

29/02/2016 – Tampa Bay Lightning @ Toronto Maple Leafs

terça-feira, 01 março 2016 Deixe um comentário

No dia mais agitado do ano na NHL, o dia limite de trocas, Lou Lamoriello acabou não conseguindo negociar nenhum dos jogadores que tanto torcedores quanto repórteres especialistas esperavam. Ao final do dia os Leafs não tiveram nenhuma troca completada. Apesar disso a equipe tinha jogo à noite recebendo o Tampa Bay Lightning e convocou William Nylander, Kasperi Kapanen, Nichita Soshnikov e Zach Hyman para estrearem na NHL. Também foram chamados Ben Smith e Connor Carrick, além de ser o jogo de estréia de Brooks Laich. 

De acordo com o técnico Mike Babcock, todos eles se apresentaram muito bem. Nylander com sua habilidade, Kapanen com a velocidade no contra-ataque, Soshnikov com qualidade no ataque e na defesa e Hyman sendo bastante aplicado no gelo. Connor Carrick também foi bem.

No gol dos Leafs estava Garret Sparks, que fez um excelente jogo, defendendo 31 26 chutes à gol, enquanto seu adversário, Andrei Vasilevskiy, defendeu 31 chutes.

O primeiro período não teve gols, mas viu Sparks fazer uma linda defesa, com seu taco, impedindo que os Bolts abrissem o placar.

Mal começou o segundo período e Tyler Johnson, que na noite anterior recebeu um puck que atingiu sua máscara e acabou por cortar o seu rosto, que recebeu 11 pontos, partiu ao ataque e chutou forte com Sparks com a visão encoberta por outros jogadores, abrindo o placar aos 04m53s. O mesmo Tyler Johnson voltou a marcar aos 15m28s.

Apesar de estarem atrás no placar, os Leafs mantiveram bom volume de jogo e até mesmo os novatos não desistiram da partida. Infelizmente Vasilevskiy estava em noite inspirada e acabou defendendo muitas chances de gol dos Leafs. Somente aos 17m45s do terceiro período, Nazem Kadri conseguiu vencer a muralha do goleiro dos Bolts e impedir o shutout. Os Leafs ainda pressionaram no minuto final, sem goleiro, mas não conseguiram mais um gol para empatar a partida.

Essa foi a sexta derrota dos Leafs nos últimos 7 jogos! E essa será a tônica dos jogos até o final da temporada. Vamos ver os jogadores novatos terem chance de se ambientarem com a qualidade e velocidade da NHL e a equipe ter dificuldade para vencer jogos. Aliás, cada derrota nos deixa mais próximos de obter a primeira escolha geral do draft, o que nos faria selecionar Auston Matthews, jogador que muitos consideram ter a mesma qualidade de McDavid. É esperar pra ver! 

Go Leafs Goooooooo

05/12/2015 – Toronto Maple Leafs @ St. Louis Blues

segunda-feira, 07 dezembro 2015 Deixe um comentário

Sem Jonathan Bernier, enviado aos Marlies, e James Reimer, se recuperando de lesão, os Leafs foram à St. Louis enfrentar o bom time dos Blues, com Garret Sparks no gol e Antoine Bibeau como backup.

O jogo não começou bem para a equipe de Toronto e aos 01m51s, Vladimir Tarasenko abriu o placar. O Toronto Maple Leafs não conseguia chegar ao gol de Jake Allen e aos 15 minutos de jogo já havia tomado 10 chutes a gol contra apenas 2 desferidos em Allen. Tudo começou a mudar aos 18m43s, quando Nazem Kadri empatou para os Leafs.

O segundo período viu os Leafs dominarem a partida, marcando com Brad Boyes aos 06m11s e Pierre-Alexandre Parenteau aos 08m57s. Após o gol de Parenteau, o goleiro Jake Allen foi substituído por Brian Elliot, mas isso durou apenas 2m18s, quando Allen voltou ao gelo. No período os Leafs mantiveram os Blues com apenas dois chutes a gol, uma ótima marca contra uma equipe tão forte quanto os St. Louis Blues.

Nazem Kadri ainda ampliou para os Leafs aos 06m47s do terceiro período, fechando o placar.

Foi a segunda vitória de Garret Sparks em três partidas pela NHL, e o goleiro realizou importantes defesas, principalmente no primeiro período, mantendo os Leafs na partida.

Já estou começando a ver a mão de Mike Babcock nesta equipe, que ainda precisa de mais qualidade em algumas posições, mas que tem jogado muito bem em algumas partidas. 

Amanhã, 08/12, os Leafs recebem a visita do New Jersey Devils no Air Canada Centre.

Go Leafs Go

Morgan Rielly permanecerá nos Leafs. Josh Leivo volta para os Marlies.

quinta-feira, 24 outubro 2013 Deixe um comentário

Hoje o técnico dos Leafs, Randy Carlyle, anunciou que Morgan Rielly, o defensor dos Leafs de 19 anos que estreou na NHL nesta temporada, vai permanecer no time mesmo após o limite máximo de 10 jogos. Por regra, jogadores com 18 ou 19 anos e que joguem na NHL, se permanecerem na liga por mais de 10 jogos, já iniciam a contagem de anos de seus contratos de entrada na liga e, conseguem chegar a ser UFA, Unrestricted Free Agent, ou Agente Livre Irrestrito, antes dos 27 anos!

Rielly agora deve procurar um apartamento para morar e, se possível, encontrar um parceiro de equipe para dividí-lo. Essa prática é muito comum e jogadores mais experientes costumam passar suas experiências para os mais novos. Como um exemplo, Sidney Crosby dividiu apartamento com Mario Lemieux e Cody Franson com Shea Weber.

Outra notícia dada hoje foi o retorno do Josh Leivo, um novato que demonstrou muito valor no training camp e jogou seis jogos pelos Leafs, ao Toronto Marlies da AHL. Leivo deixa a equipe para dar espaço a David Clarkson, que estreará pelos Leafs no jogo de amanhã, contra o Columbus Blue Jackets.

Seja mais que bem-vindo Morgan Rielly e, obrigado, por enquanto Josh Leivo, você, com certeza voltará à equipe principal!!!

Gardiner foi chamado aos Leafs e Holzer voltou aos Marlies

quarta-feira, 20 março 2013 Deixe um comentário

Jake Gardiner, o defensor que todos os fãs dos Leafs esperavam ver se desenvolvendo nesta temporada, acabou sendo enviado aos Marlies, após sintomas de uma concussão, somente após 2 jogos. Gardiner se recuperou e nos Marlies marcou 10 gols e 21 assistências em 43 jogos.

Gardiner dará maior qualidade no controle do puck, no passe e no powerplay.

Quem foi demovido da equipe para dar espaço para Jake Gardiner foi Korbinian Holzer. Holzer vinha tendo atuações duvidosas e, em alguns jogos chegou a comprometer o resultado da partida, errando em mais de um gol, o que o fez retornar aos Marlies, pelo menos por enquanto.

A volta de Gardiner é muito bem vinda e sua re-estréia será hoje, no jogo contra o Tampa Bay Lightning!

Seja bem vindo Gardiner. Boa sorte!!!

Leafs convocam Joe Colborne

segunda-feira, 02 abril 2012 Deixe um comentário

Hoje os Leafs convocaram Joe Colborne para fazer parte do elenco que jogará amanhã contra o Buffalo Sabres!
Colborne tem jogado muito bem na AHL, marcando muitos pontos nos Marlies! Foi chamado pois Mikhail Gravovski sofreu um corte na perna ou pé direito no último jogo!
Seja bem vindo Colborne!!! Vamos jogar estes três últimos jogos com toda a garra e raça que a Leafs Nation merece!!
Go Leafs Go!!

Kulemin pode ficar fora por até 3 semanas

quinta-feira, 15 março 2012 Deixe um comentário

English: Nikolai Kulemind with Toronto in 2010...

Image via Wikipedia

Conforme noticiado pela rede de esportes The Sports Network – TSN (www.tsn.ca/nhl), Nikolai Kulemin quebrou um dedo da mão e poderá ficar fora por 3 semanas.

Considerando que a temporada regular tem um pouco mais que isso até o seu término, é muito provável que ele retorne somente para os dois últimos jogos, ou que nem retorne.

Este ano Kulemin não teve a mesma performance do ano passado, quando marcou 30 gols. Neste ele marcou apenas 7.

Não creio que com a performance dele deste ano, vamos sentir muita falta de Kulemin no elenco. Torço para que chamem Nazem Kadri ou Joe Colborne para suprir a falta de Kulemin.

%d blogueiros gostam disto: